Kotscho: É difícil saber quem mente mais, se é a Veja ou a PF

Por Ricardo Kotscho

Armação Veja-Polícia Federal sobre aprisão de Lula: quem mente mais?

O que se pode esperar de uma história sobre a prisão de Lula contada pela Veja e desmentida pela Polícia Federal?

Jogando juntos desde o início da Lava Jato, a revista e a PF pensam que todo mundo é idiota.

Com a chamada “Veja teve acesso à ala restrita onde está o ex-presidente e revela os bastidores dos seus primeiros trinta dias de cárcere”, a Veja circulou na sexta-feira com uma fakenews na capa, segundo nota divulgada pela Polícia Federal do Estado do Paraná:

“Minucioso exame das imagens de circuito interno de segurança permite verificar que o autor da matéria não teve acesso à área restrita ao Ex-Presidente”.

Em quem acreditar? Mais provável é que tudo tenha sido armado em comum acordo como tem acontecido há quatro anos nestas relações incestuosas da Lava Jato com a imprensa.

Se proibiram até a entrada do médico de Lula na cela em que está confinado, como é que um repórter poderia ter acesso à área restrita sem a participação de policiais federais na operação?

“Grande parte das informações são equivocadas e imprecisas”, diz a nota da PF, mas admite que “o jornalista esteve presente no edifício da Superintendência Regional recentemente, onde participou de uma reunião com um servidor que não possui relação com quaisquer procedimentos relacionados à custódia”.

Quem é esse servidor? O que faz lá e qual o motivo da “reunião com um servidor”?

São normais reuniões de jornalistas com servidores da Polícia Federal? Com que objetivo?

Leia também:  PF faz buscas contra o "superadvogado de Bretas". Relembre o que o GGN já publicou sobre o caso

No final, a nota deixa uma brecha caso a revista consiga provar que quem está mentindo é a Polícia Federal:

“As circunstâncias que envolvem possível circulação do jornalista por outras alas do prédio, após a mencionada reunião, já estão sendo apuradas”.

Que beleza, quer dizer então que podemos ficar mais tranquilos. Se “estão sendo apuradas”, assim no gerúndio, em breve saberemos o que aconteceu, não é mesmo?

Continue lendo aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

11 comentários

  1. Exatamente a sentenca que

    Exatamente a sentenca que notei!  O “servidor nao tem nome mas nao eh porque a Veja foi pro Parana pra tomar cha com biscoitos com ele.  Eh porque ela foi a fonte que teve acesso as ala restrita.

  2. Lula vende

    Não há nada mais óbvio, Lula vende, sem Lula a revista encalha. Quem diria hen, Veja depende de Lula para sobreviver, assim como o mercado, os bancos, a finada indútria paulista… pena que continuem acreditando que fazer os outros fazer o para-casa deles vão passar de ano. Não vão, está na hora de começar a pensar por conta própria, todos jão têm curso superior e para-casa é coisa de criança no primeiro grau.

    Mas pensar por conta própria… acho que vai ser difícil, não têm este hábito, tudo que não era da receita de bolo era bolivarianismo, não adianta, vão ter que tirar o velhinho de onde puseram para escapar do caos, escapar da falência. Têm que adimitir que não têm competência alguma, para nada. 

  3. Os eventos mostram que a morte ronda Lula

    Toda essa papagaida tem uma conclusão óbvia e sinistra: A vida de Lula está sob iminente risco. Não é invenção não. É só seguir os eventos desde sua chegada à Curitiba. Coisa boa não se pode esperar de um ambiente hostil desses. Falta a gota d’água. O mais triste de tudo é que um medo descomunal paraliza o PT. Eles siplesmente se recusam a acreditar não ser possível que tal fato  aconteça.

  4. Sr. Presidente da Camara dos Deputados

    Para que os membros da comissão da camara possa fazer uma visita onde está o Sr. Lula é só marcar uma reunião com algum servidor da PF que está lotado ao predio. Pode ser com o faxineiro que provavelmente tem as chaves de todas as portas.

  5. Primeiro pensei: a defesa de

    Primeiro pensei: a defesa de Lula tem que fazer alguma coisa, isso é um absurdo. Depois me lembrei de Chico Buarque: chame o ladrão, chame o ladeão ! (Acorda amor)

  6. As condições …

    As condições que permitiram a explosão da Estrela da Morte estarão sendo investigadas.

    Negamos a participação do rebelde Luke Skywalker.

    Uma possível sabatagem não está descartada.

     

    _________________________________________________________

    Nota do Império sobre a explosão da Estrela da Morte.

  7. A nota da PF sobre câmeras de monitoramento mata a charada

    De fato o autor da matéria pode não ter circulado presencialmente na área restrita ao ex-Presidente. Mas se tem imagens do circuito interno de cameras de vídeo – como diz a PF – então a PF mostrou estas imagens ao jornalista? É a dedução lógica.

    Agora, se a visita do jornalista foi em horário de trabalho, essa visita não é em off (o que venha a ter falado pode até ser, mas não a reunião). A PF deve identificar o funcionário público e dar as explicações cabíveis.

  8. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome