Lava Jato criou muita expectativa sem ter provas das delações, diz jornal

Foto: Lula Marques
 
 
Jornal GGN – A Folha de S. Paulo produziu um editorial afirmando que a Lava Jato tem “dificuldade prática de encontrar um desfecho à altura de toda a expectativa que criou na sociedade” porque não tem encontrado provas diretas das delações premiadas que foram vendidas na própria grande mídia como verdade absoluta.
 
“Em meio ao oceano de delações, nas quais mais de uma centena de políticos são mencionados, constata-se que a tarefa de buscar provas suficientes para definir julgamentos é mais complexa”, disse Folha.
 
A prova disso, na visão do jornal, é a briga pública entre Polícia Federal e Ministério Público. Há alguns dias, uma delegada publicou em despacho da Lava Jato que a delação de Sergio Machado (que gravou Romero Jucá falando em “estancar a sangria” e no “grande acordo nacional, com o Supremo, com tudo”) deveria ser anulada, pois não existem provas dos crimes denunciados.
 
O editorial é uma espécie de resposta à entrevista concedida por Sergio Moro, veiculada no último domingo (30), sobre as críticas enfrentadas pela Lava Jato.
 
O jornal rebateu a insinuação de Moro, de que a operação deve acabar sem corresponder às expectativas por culpa da inércia da classe política, que além de não fazer nada para acabar com a corrupção, tenta anistiar criminosos e criar leis que afrontam o Judiciário e o MP.
 
Sem citar o governo Dilma Rousseff ou Lula, que se gabam de ter dado independência às instituições que investigam e denunciam crimes, Folha disse que não é verdade que a classe política não tem ajudado no combate à corrupção, e mencionou a lei que permite a delação premiada como uma resposta política às manifestações de junho de 2013.
 
“Sem ambos (a lei de delações e a independência das instituições), dificilmente estaria em andamento a Operação Lava Jato que consagrou Sergio Moro”, disparou a Folha.

 

13 comentários

  1. A Falha entrevista a

    A Falha entrevista a celebridade-juiz e depois o engole. Efeito Raquel Dogde? Efeito Temer? Efeito condenação sem provas? Efeito denúncia do golpe pelos jormais alemãs?

    Efeito tudo.

    Parece que a tentativa da Globo-PGR em derrubar o golpista Temer vai por água a abaixo. Diferente de Dilma-PT, Temer-PMDB-PSDB-Afins ainda têm poder/dinheiro para fazer frente à operação que tentou instalar a juristocracia no Brasil.

  2. Moro, “consagrado” por

    Moro, “consagrado” por perseguição política, por lawfare, por agir em conluio com a procuradoria, por ser palestrante do establishment, por ter sido formado nas bancas da USAID, por conspirar com Janot o grampo de Presidentes da República, por proteger madames distintas da sociedade carioca, pelo trampo da APAE, por fazer Mestrado e Doutorado em 3 anos, por usar a mídia (ou PIG) e redes sociais como mecanismos de manipulação dos corações e mentes aflitos do Brasil, por ser o mais legítimo representante do Judiciário Justiceiro dos inimigos.

    Moro é o símbolo maior do Estado de Exceção atual.

  3. quebraqr sigilo bancario,

    quebraqr sigilo bancario, fiscal e telefonic0o dos investigados é a primeira ertapa.

    vcs sabem….

    fizeram com lula, filhos, esposa…

    dilma, ex marido, filhos…

    gleissi, maridoe parentes…

    vacarri e familia…

    dirceu….

     

    intereessatne não? nesse nã oacharam nada.

    e o sigilo do aécio?

    do MT?

    do botafogo?

    do jucá?

    do dr lewadinho?

    e de carminha ?

     

    tácito está. eles nem tentam passar  o pano.

     

    ANULA STF!

    ANILA PGR!

     

    VOLTA DILMA!

  4. Sentença Moronica

    Considerando então que eram proprietários de fato e que os álibis são falsos. Afinal e isso foi admitido, jamais houve discussão concreta,  jamais foi discutido concretamente, e jamais houve discussão. Definido que era de fato restando nos autos, como explicação única. Provado, portanto, o crime de corrupção.

     

    “Afinal e isso foi admitido pelo próprio ex-Presidente, embora com argumentos falsos, jamais houve discussão concreta com ele sobre o preço do apartamento 164-A, triplex, jamais foi discutido concretamente que o ex-Presidente pagaria diferença necessária, e jamais houve discussão sobre o ressarcimento da OAS Empreendimentos pelas despesas havidas na reforma, aliás, sequer houve questionamento sobre a diferença de preço e custos da reformas.
    Definido que o apartamento 164-A, triplex, era de fato do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e que as reformas o beneficiavam, não há no álibi do acusado Luiz Inácio Lula da Silva o apontamento de uma causa lícita para a concessão a ele de tais benefícios materiais pela OAS Empreendimentos, restando nos autos, como explicação única, somente o acerto de corrupção decorrente em parte dos contratos com a Petrobrás.

     Provado, portanto, o crime de corrupção.”

  5. E preocupante ver o jornal do

    E preocupante ver o jornal do rato e seus assemelhados midiáticos virem somente agora tecer críticas a operação comandada pelo  caisa preta do Paraná.

    Quietos fficaram,e permancem,em relação a estes instrumento terem sido largamente utilizados para a mobilização dos acélos em prol do golpe de Estado.

    Essa gente não dá ponto sem nó. Em que pese as críticas serem verdadeiras,o real motivo do apreciemento tardio é tratar como iguais os seus iguais. Nada,mas nada mesmo,o jornal do rato diz quando os atacados não são um dos seus.

    Escória! 

  6. Em relação ao Lula, essa gang
    Em relação ao Lula, essa gang da Lava Jato tinha tanta certeza que o Lula era ladrão que espalhavam essas informações nos blogs limpinhos, antes de qualquer investigação.

    O Antagonista dava como certa a condenação do Lula por mais de 30 anos e sua prisão. Essas informações, segundo o blog, eram conseguidas com membros da Lava Jato.
    Sifu, tiveram uma grande decepção. Lula foi condenado a pouco mais de nove anos, e sem provas.

    Reparem, não houve festas, panelaço e nem concentração na a Av Paulista comemorando a condenação do Lula. Pelo contrário, houve muita frustração, choro e ranger de dentes no antro coxinha.

    Muitos acreditavam que Moro na última hora iria apresentar uma prova irrefutável , o batom na cueca contra o Lula. Pelo contrário, quem apresentou a prova cabal e definitiva foram os advogados do Lula.
    O Triplex pertence à Caixa desde 2010. Broxada geral entre os coxas

    Não tenho dúvidas, os coxinhas vão engolir o Moro pela expectativa criada em relação ao Lula.
    E o melhor de tudo, Moro será destruído sem a ajuda dos petralhas.
    Os coxinhas são bons em destruição, são mais raivoso, burros e irracionais.

    Petralhada não se metam, deixe o Moro que os coxinhas cuidam dele.

    • continuarão em (cínico) silencio…

      Nao… Nao é verdade q “os coxinhas vão engolir (no sentido: atacar/destruir/criticar) o Moro pela expectativa criada”.

      Nunca! Reservarão a ele um silencio cínico, obsequioso.

      É verdade q a criação de um mito nacional (LULA) agora será inevitável… Mas eles NUNCA o criticarão !

  7. A recíproca não é verdadeira

    Não é a primeira vez que um post aqui no blog tece comentários acerca de uma matéria veiculada na chamada grande mídia.

    O que eu acho o maior absurdo, é colocar o link sobre o conteúdo da matéria de origem, no caso, o editorial da Folha, sabendo de antemão que naquela merda, o acesso é restrito somente para assinantes.

    Se eu quisesse ler o conteúdo eu teria assinado para ter acesso.

    Já que a matéria do blog tem como base o que foi dito no tal editorial, não seria mais pertinente reproduzí-la aqui?

    Pode ser questionadas regras de publicação sem a permisão da mesma, ou coisa parecida, então porque colocar o link?

    Eu nunca li uma matéria na grande imprensa que faça a mesma generosidade a favor dos chamados blogs progressistas.

  8. Não ha inocentes nesse meio

    Chega a ser ‘comovente’ esse editorial da Folha. Como de praxe, não deixa de dar uma no cravo e outra na ferradura. Hora critica a Lava jato, hora elogia. E quando pode, joga para a esquerda (Brizola e PT) a questão do moralismo como arma politica, cuja a imprensa sempre usou para derrubar governos.

    A verdade é que a Lava Jato hoje é descartavel e os procuradores estão tentando dar sobrevida à ela, sabendo que Raquel Dodge vem ai e de que o STF tende cada vez mais a criticar os métodos e não mais apoiar os meios. Mas quem trabalhou abertamente para a queda de uma governante inocente [talvez a unica], não merece uma gota de suor de apoio dos brasileiros, que sabem que eles contribuiram ao maximo para a destruição do Pais e para o aumento da corrupção.

  9. Estamos perdidos!!!

    Estamos perdidos em meio a esse marasmo de injustiças e hipocrisias. As elites tem um discuso uníssono em defesa do desmando que promoveram a partir do Golpe contra Dilma. Não há esperança… Dias piores virão, Infelizmente! Vislumbro um cenário apocaliptico em breve: Lula condenado há 25 anos de prisão, um presidente de direita (qualquer um deles) no governo em 2018, PT banido do cenário político (punição ou extinção jurídica pelos da “Justiça”) e as esquerdas perseguidas e demonização pelos “agentes do mal” (grande mídia, direita fascista, Congresso corrupto, entre outros). O desmantelamento e entreguismo do Estado brasileiro ficará mais fácil de levar avante. Vivemos, portanto, um surrealismo sem precedentes na História polico-institucional contemporânea no Brasil, comparado a um filme com enredo kafkiano.

  10. O pequeno Brasil

    Quem quer o bem do Brasil? É como procurar agulha no palheiro!!! A crise pela qual passamos é culpa, entre outras coisas, de uma outra crise, qual seja, o Direito e seus viés interpretativo  – que, em muitas circunstâncias, apela para os gostos pessoais de quem julga o caso, o juiz. A postura de muitos do STF é prova de que a deturpação da hermenêutica e da exegese jurídica traz consequências maléficas para o conjunto da sociedade. O Direito não deveria ser partidário – o que acontece com frequência no Brasil. Os ministros do STF, quando emitem um parecer jurídico, deixam, nas entrelinhas, em qual candidato votou para presidente nas últimas eleições presidenciais… Para eles, fica difícil dissociar o Direito “latu sensu” de seus gostos pessoais e preferências partidárias, com isso, disseminam a “ignorância”, a discriminação, a desfaçatez, o opróbrio e, finalmente, o despotismo (de Sérgio Moro).

  11. Eu já disse aqui…

    milhares de vezes, que o Moro, do alto da sua “sapientia” de conhecedor da justiça e da política brasileira, como a palma de sua mão. E ainda como profundo conhecedor do modo “operandis ” dos tucanos, através da convivência e amizade e de escândalos como o do Banestado, imaginou que petistas e tucanos eram todos farinha do mesmo saco. Não quero com isto dizer que os petistas não levaram alguns , pois uma campanha à presidência deste nosso Brasilzão , não se faz com sorteios e bingos.

    Então o nosso “sapiente” juiz , imaginou que seria ” como tomar brinquedo de criança, mamão com açucar “, acabar com o partido dos trabalhadores, ainda mais c/ toda a mídia , ouvintes e leitores (coxinhas) das Vejas e RedeGlobo ,  empresários, justiça, PF, etc., etc. ao seu lado , não poderia haver algo mais fácil.

    Enganou-se o pobre, que deve saber mais dos Estados Unidos (onde irá viver, após o término da LJ ), do que dos Brasileiros.

    Agora está aí, em sua sinuca de bico – e com o mundo todo olhando – e , sabendo que está errado, mas não dando o braço a torcer “. Será que está dormindo sem alguma ajuda ? Espero que não, para sempre.!

  12. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome