Para Chomsky, republicanos são os mais perigosos da história dos EUA

reprodução

Do diário La Jornada, do México

Traduzido pela CartaMaior

Enviado por Vânia

“O Partido Republicano se tornou a organização mais perigosa da história da humanidade, por sua negação da crise climática e por sua postura com relação às armas nucleares”. A afirmação é do filósofo e linguista estadunidense Noam Chomsky.

Em entrevista publicada esta semana pela revista digital TruthOut, Chomsky recordou que o leito do último 8 de novembro nos Estados Unidos não produziram somente um novo presidente eleito (Donald Trump) como também uma redefinição do Congresso e da Suprema Corte.

“O resultado entrega o controle total do governo, do Executivo, do Congresso e da Suprema Corte nas mãos do Partido Republicano, que é se tornou a organização mais perigosa da história da humanidade”, comentou o linguista e crítico social.

Chomsky precisou que esse partido está dedicado a “apressar o mais rapidamente possível a destruição da vida humana organizada. Não há precedente histórico para essa posição”.

O acadêmico recordou que Trump defende que o país aumente rapidamente seu consumo de combustíveis fósseis, incluindo o carvão, além de desmantelar as regulações ambientais e retirar a ajuda a países em desenvolvimento que trabalhem na criação de energia sustentável.

Como candidato, Trump expressou que a crise climática era “uma fraude” criado pela China, e prometeu, em diversos foros, reativar a indústria do carvão nos Estados Unidos.

Neste sentido, Chomsky assegurou que Trump já está tomando os passos necessários para acabar com a Agência de Proteção Ambiental (EPA), ao adiantar que seu diretor será Myron Ebell, um “notório e orgulhoso” negador das mudanças climáticas.

Em outro âmbito, o principal assessor de Trump para temas energéticos é o multimilionário Harold Hamm, que anunciou suas expectativas de que o novo governo elimine regulações e implemente cortes tributários para o setor energético, que reavivem a produção de hidrocarburetos.

Leia também:  Relatório do Congresso dos EUA aponta Bolsonaro como risco à democracia

Por isso, Chomsky lembrou que as ações das empresas do setor energético se recuperaram notavelmente seus valores de mercado desde a eleição de Trump, em especial aquelas vinculadas ao carvão.

“É difícil encontrar palavras para descrever o fato de que os humanos estão enfrentando a pergunta mais importante da sua história: se a vida humana organizada sobreviverá tal como a conhecemos, quando a resposta dada pelos que têm o poder é acelerar a corrida rumo ao desastre”, lamentou Chomsky.

O acadêmico sustentou “observações similares” podem ser feitas com respeito a outros dos grandes temas vinculados à sobrevivência humana, como a ameaça de aniquilação nuclear, que vem estando presente no debate mundial há pelo menos 70 anos.

“Não é menos difícil encontrar palavras para descrever o surpreendente fato de que, em meio a uma massiva e extravagante cobertura eleitoral, nenhum desses temas recebeu mais que algumas leves menções. Eu não consigo encontrar as palavras adequadas para isso”, insistiu Chomsky.

A ONU (Organização das Nações Unidas) expressou que a crise climática é provavelmente a maior ameaça que a humanidade enfrenta. Um informe da entidade publicado em outubro passado diz que nos últimos vinte anos cerca de 4,2 bilhões de pessoas foram afetadas por desastres relacionados ao clima no mundo.

Tradução: Victor Farinelli
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

31 comentários

  1. Aqui no Brasil,

    Aqui no Brasil, chegando Gilmar, através de eleições indiretas, a presidência da república, também teremos os três poderes sob o domínio de um mesmo grupo de poder que no nosso caso aqui não se tratará de um partido político. Todo o “resto” da sociedade será um clube “lítero-poético-criativo”.

  2. Que besta quadrada .
    Nem todo

    Que besta quadrada .

    Nem todo republicano nega a crise climática, assim como nem todo democrata acredita nela.

    A China, por interesse, não acredita no aquecimento global–embora faça de conta que acredita.

    E a China tem mais a ver com democrata do que com repubublicano.

    O aquecimento global não tem ideologia.

    Al Gore, democrata que gahou Oscar com An inconvinient Truth (uma verdade inconveniente)reside numa mansão que tem  duas chaminés.

  3. Depende…
    Os dois atentados

    Depende…

    Os dois atentados a constituição brasileira ocorreram quando os EUA eram governados por Democratas!

    Em 64 por Kennedy que induziu de forma a cooptar brasileiros.

    Em 2016 com Obama, olhando para figuras como aécio, aloisio, consultas a FHC, gilmar mendes e apoio da globo, que sem ela nada disto seria possível, ele – Obama deve ter sido consultado, aceitou, mas não vai colocar as mãos por que isso aqui fede!

    Não acredito que o Obama induziu, mas não disse não!

    Então, para mim, democratas podem ser perigosos…

    • Nunca tinha lido esse

      Nunca tinha lido esse eufemismo, “indução”, aplicado à participação dos EUA no golpe de 64.

      Lincoln Gordon, a frota estacionada na costa do Espírito Santo, isso não é indução, nem participação, é planejamento e coordenação.

      E não nos esqueçamos da maleta do general  Kruel, do IBAD…

      Kennedy morreu em 1963, e seu antecessor, Lyndon Johnson, promoveu um sistemático retrocesso de muitas iniciativas de seu antecessor.

      Inclusive em relação ao FBI, a CIA, e ao FED.

      Democratas e republicanos são apenas as duas alas do partido único que governa os EUA desde 1781.

      Quanto ao anarquista sério aí embaixo, nunca pensei que ele tivesse capacidade de síntese tão apurada. Ele se autodefiniu com perfeição no título de seu comentário.

  4. Não consigo imaginar que com

    Não consigo imaginar que com aquela psicopata comandada por W.St. teria sido melhor.

    Se correr o bicho pega. Se ficar…

  5. Será que essa distinção entre

    Será que essa distinção entre democratas e republicanos ainda existe por lá?

    A minha impressão de não especialistas é que lá (e aqui tb) não importa a sigla. Todos foram “convencidos”  a embarcar na mesma canoa. A dissidência é residual. E essa mesmice  pode tb explicar o sucesso de um outsider.

  6. “Trump é desqualificado para ser presidente”, diz biógrafo

    “Trump é desqualificado para ser presidente”, diz biógrafo

    Quase 30 anos estudando a biografia e psique do presidente americano eleito levam o jornalista republicano David Cay Johnston a conclusões drásticas: um ditador narcisista, cuja psique instável ameaça o mundo.

    Desde 1988, o jornalista investigativo e Prêmio Pulitzer David Cay Johnston acompanha a carreira do bilionário Donald Trump. Após diversas publicações sobre política tributária e econômica, ele lançou em agosto de 2016 a biografia The making of Donald Trump  (A fabricação de Donald Trump, em tradução literal).

    Tamanho aprofundamento não contribuiu para que o jornalista, republicano registrado, formasse uma opinião elogiosa do presidente eleito americano. Pelo contrário: Johnston diz considerá-lo um “ditador” e “enganador”, sem a menor consideração pelos cidadãos que o elegeram.

    Em entrevista à DW, o ex-repórter do New York Times é taxativo: “Trump é claramente desqualificado para ser presidente dos Estados Unidos.” Segundo ele, devido a sua “psique frágil e imatura”, esse “campeão do narcisismo” representa “uma grave ameaça para o mundo”.

    DW: O senhor é citado por ter dito que “de jeito nenhum” Donald Trump venceria a eleição presidencial. Como pôde se enganar tanto?

    David Cay Johnston: Eu lamento. Todos os dados das pesquisas de opinião na época sugeriam que Hillary Clinton conquistaria o voto popular de maneira decisiva – o que, de fato, ela fez. A declaração do diretor do FBI sobre os e-mails dela, 11 dias antes das eleições, a prejudicou seriamente. E muito mais eleitores da classe operária branca compareceram às urnas do que se esperava, gente que acreditava que Trump aliviaria a situação econômica deles. Eles engoliram o embuste dele de que os culpados são os chineses, os mexicanos e “aquele idiota na Casa Branca”. E que só ele, Trump, está capacitado a consertar isso.

    O senhor previu uma crise constitucional, e que Trump será submetido a impeachment no prazo de um ano.

    Trump não sabe nem qual é a descrição do cargo do presidente – o executivo que realiza a vontade do Congresso. Mas ele fala como um ditador. Ele disse que ordenará aos militares que matem as mulheres e crianças das famílias daqueles que ele acredita serem terroristas. Isso seria crime, e os militares de alto escalão rejeitarão tais ordens. Então eles seriam destituídos, ou aconteceria algum outro problema. Trump não tem respeito pela Constituição. Lembre: ele até disse que não aceitaria uma derrota.

    Para sermos justos, o tom do discurso de vitória e da entrevista dele no 60 Minutes, da CBS, foi um pouco mais moderado. E durante a visita à Casa Branca ele parecia respeitoso, até modesto. Tendo ganhado, claro, ele pode soar razoável e ler declarações que outros escreveram para ele.

    Mas ele está prestes a entrar numa incrível panela de pressão, onde vai ficar sabendo de segredos que não pode revelar, por questões de segurança nacional. Ele será criticado pelo que faz ou deixa de fazer. Donald Trump não está psicologicamente equipado para lidar com isso.

    O senhor prevê que as atividades empresariais de Trump interferirão nos deveres dele como presidente?

    Esse é um aspecto realmente importante. Presidentes anteriores mandaram colocar suas ações e títulos de crédito num fideicomisso cego [blind trust]. Autoridades oficiais têm permissão de vender seus papéis sem pagar impostos sobre ganho de capital.

    Os negócios primários de Donald Trump envolvem relações contratuais de longo prazo com potentados do Oriente Médio, oligarcas russos e outras empresas por todo o mundo. As leis não exigem divulgação total. Isso tem implicações tremendas para a segurança nacional e a corrupção. Como saberemos se uma decisão que ele tome não é para evitar a falência de um de seus negócios no estrangeiro? Isso requer um escrutínio realmente muito rigoroso.

    Como alguém que vem seguindo Trump há décadas, quais são suas maiores preocupações com a presidência dele?

    Donald Trump é manifestamente desqualificado para ser presidente dos Estados Unidos. Ele é um campeão mundial de narcisismo, que está convencido da própria superioridade genética e grandeza.

    Por toda a vida, ele tem fraudado trabalhadores, pequenos negociantes e investidores. Ele também tem associações de longa data com a máfia americana, gangues russas, trapaceiros, vigaristas, criminosos violentos e um traficante de cocaína confesso. Ele acha que pode aprender em 90 minutos tudo o que se precisa saber sobre mísseis.

    Todas essas coisas juntas, especialmente a psique frágil e imatura dele, representam uma grave ameaça para o mundo. Não consigo ver como isso não vá acabar mal. Mas se ele se revelar um grande presidente, vou ser a primeira pessoa a dizer: “Cara, como eu pude me enganar tanto.”

    • Trump é tão desqualificado

      Trump é tão desqualificado para ser presidente quanto foi Bush Filho (um retardado) ou Reagan (um bobo alegre como Trump).

      A diferença é que Trump tem agenda e interesses próprios (negócios), enquanto Reagan era fantoche do seu vice, Bush Pai, e Bush Filho era fantoche dos assessores de seu pai (Dick Cheney e Rumsfeld).

      Se Trump conseguir conciliar seus negócios com a agenda neoliberal das corporções americanas, completará seu mandato.

      Sofrerá um impeachment, caso resolva embarcar na fantasia de colocar em prática o discurso de campanha:

      1) xenofóbico, de expulsar mão de obra ilegal semi-escravizada; e

      2) de proteger as indústrias nacionais do meio-oeste, em vez de privilegiar as sweatshops corporativas pelo mundo, que usam trabalho semi-escravo.

      O cargo de presidente da república dos EUA é apenas uma posição de empregado dos verdadeiros donos do poder.

      • Em termos

        Na minha opinião, o maior problema do Trump é o que explicitou o biógrafo que o acompanhou por 30 anos. Sua instabilidade emocional e seu narcisismo extremado. Esse cara é um “louco”, por isso perigoso para o posto ao qual se elegeu. Mesmo sendo um “empregado”, vai ser um empregado do qual não se pode esperar equilíbrio emocional. Espero que tenham razão as pessoas que dizem que ele vai se enquadrar. Eu temo que não…

        A Hillary ou o Bush, entre outros, podem ser tão mau caráter quanto ele, não nego isso, mas pelo menos os demais não são loucos.

        • Instabilidade emocional
          Quem tem normalmente é homem ou mulher?

          A respeito disto especificamente, soube o que aconteceu com Hillary ao saber da derrota?
          Tudo presenciado por repórteres e NÃO noticiado.

          Ela entrou em RAGE FURY e atacou fisicamente seus assessores!
          Por Isso não aconteceu o TRADICIONAL reconhecimento da derrota, o discurso parabenizando o adversário!

          Essa é a pessoa que VC qualifica como a candidata COM equilíbrio emocional.ela apertaria o botão apenas para provar que é macho suficiente!

  7. O que me conforta…

    … é saber que o AMERICAN IDIOT que mantém a suposta alternância do poder, nas mãos de republicanos e “democratas”, vai pagar, também, a conta amarga das atiutdes que tomam no presente.

    Todo castigo para coxinhas e para “little thigh’s”, que elegem e apoiam REAÇAS, é pouco.

  8. A questão nulear não foi tema

    A questão nulear não foi tema de debate na eleição e o Chonsky se surpreende???

    Não foi tema porque os riscos eram exatamente os mesmos caso Clinton vencesse.

  9. Mas para nós aqui a Hillary era pior

    O Trump está mais voltado para os próprios EUA ou para a geopolítica dos grandes negócios, a Hillary era uma incentivadora de golpes (inclusive do nosso aqui…) Honduras, “primaveras”, etc… 

  10. A nuclear de Obama.

         www.armscontrol.org/factsheets/USNuclearModernization

          Só para o ano-fiscal 2017 Obama solicitou US$ 9,2 Bilhões, então discutir o que ? 

           O problema real que Trump pode criar na area nuclear , com base em suas declarações quando ainda candidato, é relativo a ter declarado que outros paises hj. “cobertos” pelo guarda-chuva nuclear norteamericano, possam desenvolver suas próprias armas nucleares, como o Japão ( http://www.globalsecurity.org/wmd/japan/nuke.htm ), e Arabia Saudita.

  11. o desastre é agora

    considerando apenas o artigo deste post, sem qualquer referência externa seja sobre Chomsky ou outro ponto abordado, e levando em conta a seguinte afirmação:

    -> “O Partido Republicano se tornou a organização mais perigosa da história da humanidade, por sua negação da crise climática e por sua postura com relação às armas nucleares”

    não poderia se substituir “Republicano” por “Democrata” sem nenhuma alteração da gravidade dos fatos em curso, seja a escalada militar seja a crise ecológica?

    Trump or not Trump definitivamente é uma falsa questão. assim como Hillary x Trump é uma não opção. mas ainda assim, com Hillary a guerra nuclear seria altamente provável e com Trump, por enquanto, tudo ainda é incerto. 

    Chomsky claramente tergiversa sobre os Democratas serem capazes de alguma atitude (não palavrório) a respeito da crise ecológica. e quanto à guerra, nem é necessário qualquer discussão: Killary é a senhora da guerra.

    ->“É difícil encontrar palavras para descrever o fato de que os humanos estão enfrentando a pergunta mais importante da sua história: se a vida humana organizada sobreviverá tal como a conhecemos, quando a resposta dada pelos que têm o poder é acelerar a corrida rumo ao desastre”

    aqui Chomsky mira direto no alvo. o desastre não é algo incerto. é certo. o desastre não acontecerá no futuro. mesmo que seja num futuro próximo. o desastre está ocorrendo agora.

    neste exato momento, os efeito da crise ecológica podem estar sendo experimentados no corpo de cada um de nós. de quem lê este artigo e estes comentários.

    por exemplo: hoje (e nos 2/3 dias anteriores) há uma forte incidência de pressão na cabeça, sensação de ouvidos tapados e zumbido nos ouvidos (como usando um headfone muito apertado pressionando as têmporas), dor no alto da nuca, vertigem (como na labirintite) e náusea (com perda de apetite). além de todo tipo de distúrbios do sono.

    quem quiser achar que é individual, com pouca pesquisa entre as pessoas de seu convívio logo descobrirá que é geral.

    quem quiser achar que é sintoma de alguma “doença”, e querer se “tratar” com remedinhos e exames, logo também vai descobrir que não estará adiantando de nada.

    o desastre está acontecendo agora. no funcionamento de nossos corpos e de nossas mentes.

    summer is coming

    China: poluição do ar e pelos compridos no nariz

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=jjeF955LV5c%5D

    .

  12. Olha, o Chomsky é uma

    Olha, o Chomsky é uma suminade no que fala e faz. Por isso agora estou realmente assustado. Se os republicanos são a ‘organização mais perigosa da história da humanidade” o que devo pensar, quando se dizia que  com a vitória da Hilary uma guerra com a Rússia era bem possível? 

    Que o Partido Republicano e o Democrata estão  recheados de insanos eu já sabia. Só que agora estou na dúvida em saber quem tem os insanos mais perigosos e psicopatas. Pelo visto os dois se equilibram e a coisa tá cada vez mais feia.

  13. Sumidade
    Para o Status Quo.

    Qualquer coisa que ameaçar o equilíbrio, ele , como o Status Quo é contra!

    Acorda! Ele só é relevante em um mundo COM comunismo. Se tornou obsoleto porque o mundo não é mais dividido sob estad premissas.

    Então, tudo o que ele diz meio que perdeu o sentido. Lógico, as forças ainda estão lá….e por isso ele também.

  14. Idiotas
    Ainda não perceberam como funciona a dicotomia do sistema político dos EUA.
    1- Partido conservador, forte presença católica, cuida dos SEUS problemas, restrição a serviços sociais
    2- Partido progressista, sem religião, Guerras e agenda imperialista e…. Melhores serviços sociais.

    Basicamente escolhem entre serviços sociais ou Guerra!
    Mas….pela primeira vez a coisa mudou!
    Porque os conservadores, parte deles, AGORA precisa de serviços sociais!
    Houve uma mudança na distribuição de renda!

    Então agora, parte do suporte dos conservadores vem atrelada a manutenção de serviços sociais.

    E é aí onde entra a política de imigração…

    Porque os conservadores sempre dirão, okay, mas para todos não! Vamos restringir isso aí!

    A situação mudou! O que vc achava que era direita hoje virou esquerda!

    Já no Brasil….
    Nós não tínhamos raça em nossas leis até esse pessoal “progressista” chegar por aqui….junto com sua agenda econômica que levou um grande PERCENTUAL de sua própria população direto para a linha de pobreza e….os serviços sociais.

    Os progressistas são sabotadores dos ESTADOS NACIONAIS!
    Seu estado são suas tradições!

  15. Fim de qualquer resquício de dúvida

    Quando um cara extremamente reacionário, escroto ao ponto inclusive de defender coroas poderosos que estupram menores de idade (de 12 anos!) , é a favor do Trump e ainda chama o Chomsky de idiota etc e tal, então realmente eu tomei o lado certo.

    Valeu!

    (quem tem “estômago”… clique aqui)

  16. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome