Para entender o caso Brasif-FHC

A coluna abaixo foi publicada na Folha, em 21 de março de 2006, quando a Brasif resolveu vender suas operações para uma empresa suiça. A Brasif foi apontada pela jornalista Mirian Dutra como a empresa através da qual Fernando Henrique Cardoso garantia a suplementação da sua (de Mirian) renda no exterior.

1. Todas as lojas da Brasif eram concessões obtidas nos anos anteriores na Infraero – foram concessões públicas entregues de graça à empresa. E concessões únicas junto à Secretaria da Receita federal.

2. O valor atualizado (em reais) dos US$ 100 mil remetidos por FHC é de R$ 357 mil (supondo 1 dólar = 1 real). Provavelmente FHC não terá dificuldade em comprovar a posse desse valor e a maneira como a saída foi declarada em seu Imposto de Renda.

3. Se se for aplicar a FHC a mesma métrica com que o Ministério Público Federal mede Lula, se terá as duas pontas de forma muito mais nítida: uma empresa que envia dinheiro para uma jornalista, a pedido de FHC; e a mesma empresa sendo beneficiada por privilégios únicos em sua atividade.

Aqui a coluna de 23 de março de 2006, com as explicações da Brasif para os privilégios que obteve.

A Brasif explica

Jonas Barcellos é um mineiro maneiro, simpático. 69 anos, dono da Brasif, que desde o início dos anos 80 controla o “free shop” dos principais aeroportos brasileiros. Jonas entra em contato para tentar esclarecer o questionamento de ter vendido para uma empresa suíça, a Duty, por US$ 250 milhões, uma empresa cujo maior “goodwill” são os privilégios fiscais, já que a grande fonte de faturamento é a concessão para vender produtos isentos de impostos nos aeroportos internacionais brasileiros. Sua intenção é aplicar o dinheiro em projetos alcoolquímicos, seguindo as recomendações do conselheiro da empresa, Eliezer Baptista.

Vamos entender um pouco mais do negócio Brasif. Em quase todos os aeroportos internacionais brasileiros ela tem o monopólio ou quase monopólio das vendas de “free shops”.

Segundo o diretor jurídico Cyro Kurtz, não haveria monopólio nem contrato de concessão. São duas peças separadas. Uma delas, atos declaratórios da Secretaria da Receita Federal, outorgando autorização para importar sem Imposto de Importação e sem IPI -de acordo com o decreto-lei 1.455/ 76.

Outra, a locação do espaço nos aeroportos, por meio de contratos de cessão de uso de área pela Infraero. Só que são locais especialíssimos, já que os únicos que ficam antes da alfândega e onde os viajantes podem comprar até US$ 500,00 em produtos sem impostos. Kurtz diz que a isenção não é da Brasif, mas do passageiro -de qualquer modo, ele só poderá exercer em loja Brasif.

Garante também que não houve privilégio na outorga, porque houve licitação. Mas não houve concorrentes nas licitações em São Paulo, Rio Grande do Sul, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza e Florianópolis. Houve no Rio de Janeiro e em Recife, que ela venceu. Perdeu em Salvador, mas tornou-se fornecedora do vencedor.

Segundo Kurtz, a falta de competidores para disputar o mais ambicionado espaço comercial do país se deve ao fato de a atividade ser muito complexa, embora o país tenha grandes lojas varejistas.

Em todos os casos, houve apenas a primeira licitação. Depois, a Brasif garantiu a prorrogação do contrato por meio de um dispositivo do Código Brasileiro de Aeronáutica que se aplica a todas as lojas para amortização de novos investimentos feitos em sua ampliação ou por questões de reformas de aeroportos, levando em conta as constantes transformações a que os aeroportos estão sujeitos. A prorrogação obedece a uma tabela, e os investimentos precisam ser devidamente comprovados. A questão é que, no caso da Brasif, cada prorrogação do contrato de locação prorroga automaticamente o de isenção alfandegária.

Kurtz nega, igualmente, que exista monopólio no uso do espaço alfandegado. A qualquer momento a Infraero poderá locar outras áreas, diz ele. E por que não fez até agora? Porque está satisfeitíssima com os serviços prestados pela Brasif, segundo ele.

O “due diligence” dos suíços nada comprovou de irregular na atividade -nem a coluna insinuou irregularidade. Mas permanece a questão: o “goodwill” que foi vendido aos suíços decorre de privilégios fiscais.

Aqui, uma matéria da colunista Lu Lacerda sobre outras amizades de Jonas. Aliás, am matéria de política, Jonas sempre foi absolutamente ecumênico: ajudava tanto o PSDB quanto o PT.

Leia também:  É assustadora a bomba-relógio que temos pela frente, diz Waldir Quadros

Do iG

Serra, Jonas Barcellos e a loja de calcinhas

José Serra: candidato à Prefeitura de São Paulo visto com o amigo Jonas Barcellos saindo de loja de calcinhas / Foto: Geraldo Valadares
 
O candidato à Prefeitura de São Paulo José Serra foi visto, na tarde desta sexta-feira (02/03), saindo com o empresário Jonas Barcellos da “Loungerie” – loja de roupas íntimas no Leblon, localizada no prédio da Brasif, uma das empresas de Barcellos. A empresária que passava pensou que ambos estivessem comprando presentes para suas mulheres. O fato é que o prédio é de Jonas, e a loja, de sua mulher, Paula Barcellos. Conclusão: o assunto entre ambos, certamente, abrange valores muito além do custo de algumas calcinhas.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

82 comentários

  1. Não entendi nada.

    Por que a imprensa ataca FHC agora e de forma tão contundente? As relações da empresa de fachada que ele usou são o de menos, a verdade é que a imagem pública dele está destruída. Acusaram-no de pedir pra sua amante fazer aborto duas vezes e ainda de abandoná-la sem dinheiro. Quem leu a entrevista dela viu que as transferências da empresa Brasif duraram só um período curto, depois foi a Globo que teve de sustentá-la, e segundo ela chegou perto de passar fome.

    Diante de acusações como essas, as relações de FHC com esse empresário aí são café pequeno. Lula também tem amigos empresários como FHC e a imprensa fica escarafunchando em cima das relações de favorecimento mútuo, mas o ataque à FHC é muito pior. Lula sabe o que é isso na pele, basta ver a cara que ele fez quando Collor o acusou no debate de 1989 de pedir para a ex-mulher abortar a filha e tê-la abandonado. Esse tipo de ataque tira qualquer um do sério. E não faz sentido, ainda mais vindo da Folha, um jornal golpista por definição e que deveria atacar só o PT.

    FHC é o chefe do PSDB e portanto líder da conspiração golpista, como já foi apontado mais de uma vez aqui. Então só se pode entender esse movimento como uma cortina de fumaça para disfarçar as verdadeiras intenções da turma. Em outras palavras, FHC está disposto a destruir sua imagem pública (e até ir em cana caso o Banco Central resolva se debruçar sobre essas transações), tudo em nome de derrubar Dilma. FHC é um kamikaze!

    • Cortina de fumaça

      A cortina de fumaça existe, mas é para esconder a Zelotes: enquanto a população toda fica preocupada com FHCxLula, PTxPSDB, a Zelotes não anda e fica tudo como está…

      FHC e Lula sabem muito bem disto e que isto vai acabar em algum tempo. Nem dão bola pra estas baboseiras. É só incomodação que faz parte da vida pública.

    • Piada.

      Cristiano: o problema se resume na indignação do PSDB/DEM/PPS, que querem apenas a retirada do PT do cenario para que as coisas voltem para eles. Veja só. Os ladrões são os que eles indicaram. Só que o dinheiro, então, passou para outras contas. Então, tiram o PT, incluem na folha a ala do PMDB que faz oposição, e tudo se resolve. Essa de livra o Pais da corrupção é piada.

  2. O contrato da Brasil com
    O contrato da Brasil com mirim Dutra era de 3 mil mensais por 48 meses. Dá 148 mil dólares. FHC teria depositado 100 mil dólares. A conta não fecha.

    • E tem o apartamento de US$

      E tem o apartamento de US$ 200.000,00 que ele deu ao suposto filho e mais o apartamento na Avenue Foch que deve ter custado milhões de euros. Mais o apartamento em Higienópolis de 500 metros quadrados e mais o apartamento recentemente dado a nova namorada e agora esposa e mais a declaração bombástica de que mantinha sim contas no exterior…realmente a conta não fecha. Mas qual é o problema né Receita, PF, MPF e Judiciário. Isso não vem ao caso né?

      •  
        Perdão, prezado e

         

        Perdão, prezado e consciente Osvaldo Fereira,

         

        200.000.00 euros!

        Para a compra de um apartamento na Espanha!

        E doado a Tomás: o filho que o mesmo FHC “jura de pés juntinhos [Risos] que não é dele”!

        A bem da verdade, segundo o conluio FHC/revista ‘veja’ da Editora ‘Fechol’, o pai do rebento era um biólogo!

         

        Respeitosas saudações democráticas,

         

        Messias Macedo

        • Tô fú… Vai sobrar pra mim…

          Sou biólogo e moro em Parati, já fiz compras inúteis na lavanderia Brasif, reconheço que tenho parentes próximos com sitio no caminho de Atibaia, admito que morava em Brasília na posse do Lula, confesso que já fui algumas vezes à Curitiba, e não nego que já recebi recursos de organismos do exterior por consultorias…

          (Espero que o Moro nem o japa da PF não me leiam…)

  3. negócio altamente compleo,

    negócio altamente compleo, como diz oemrpresario, convier e

    presentear o poder, ter amizades dúbias com os poderosos.

    alamente falso e sofisticado…

  4. “Se se for aplicar a FHC a

    “Se se for aplicar a FHC a mesma métrica com que o Ministério Público Federal mede Lula”….

    Piada pronta. Daqui a pouco vão crer que a Veja pode aplicar a FHC a mesma métrica que aplica a Lula. Só em neverland.

  5. Globo Abril

    A globo, chefe do impeachment, ultimamente atirando no triplex do Lula, acertou no triplex de Paraty.

    O FHC, o capataz da globo na tentativa do impeachment e caça ao Lula,  vê-se agora que  o desonesto é ele. 

    As declarações da ex confirmaram o que o Nassif mostrou em post meses atrás. FHC é um grande mau-caráter.

    Em tempo: O que também chama atenção nas declarações da ex é a parceria da Globo e Veja/Abril neste caso, exatamente como é hoje na demonização de tudo o  que fez e representa o Lula. São irmãs siamesas, com ajuda dos jornalões de SP.

    Cada vez mais tenho a impressão, senão já a certeza que foram estas duas empresas quem realmente comandou o país nos 08 anos do FHC.

     

  6. Será que consegue comprovar?

    A doação para o apartamento deve ser tranquilo de provar, mas

    A Mirian disse que era paga por uma empresa, FHC nega. Depois aparece o nome da empresa, FHC continua negando. O contrato da Brasif com a Mírian é exatamente o que ela alega como sendo complemento.

    Será mesmo q FHC tem os comprovantes de transferências mensais? 

    Pelo que entendi, a Brasif era a forma de repassar dinheiro de FHC, seja por troca de favor da concessão do Duty, seja por repasses do próprio FHC, para a Mirian. Como ela não tinha prática nenhuma com o serviço ali alegado e disse nunca ter prestado o serviço, este sim configura-se um prato cheio de troca de favores…

  7. Licenças poéticas

    O parágrafo abaixo sugere elucubrações: FHC e Lula limpos. FHC não e Lula sim. FHC sim e Lula não. FHC e Lula, ambos não.

    “Se se for aplicar a FHC a mesma métrica com que o Ministério Público Federal mede Lula, se terá as duas pontas de forma muito mais nítida: uma empresa que envia dinheiro para uma jornalista, a pedido de FHC; e a mesma empresa sendo beneficiada por privilégios únicos em sua atividade.

    O texto abaixo é mais sugestivo à interpretações:

    “Aqui, uma matéria da colunista Lu Lacerda sobre outras amizades de Jonas. Aliás, am matéria de política, Jonas sempre foi absolutamente ecumênico: ajudava tanto o PSDB quanto o PT.”

  8. Por menos que isso, Jose

    Por menos que isso, Jose Dirceu está apodrecendo nas masmorras de Curitiba enquanto FHC desfruta os prazeres da vida na companhia de sua secretária em seu luxuoso apartamento de Higienópolis.

    Nesta hora, o juiz Sergio Moro se cala…

    • Culpado

      Isto é um reconhecimento de que JD fez algo de errado. Se FHC também errou,, ambos deveriam estar no xelindró . Ou o petista deveria ter o mesmo “privilégio” do tucano?

      • Então me diga qual foi o

        Então me diga qual foi o crime ou porque José Dirceu pode ser condenado. Todos esses referentes ao post de FHC estão sendo discorridos, cabendo ampla defesa e inclusive espaço de resposta neste blog. 

        Meu caro, “chefe de quadrilha”, que está sendo enquadrado o Zé por uma reforma no apartamento nem merece comentário. 

  9. FHC está sendo acusado do

    FHC está sendo acusado do mesmo crime de Renam? Enquanto presidente, uma empresa ou várias empresas sustentavam Miriam, a outra, funcionária da Globo? Que coincidência, elas são sempre funcionárias ou ex-funcionárias da Globo.

  10. Nem pensar Cristiano, o FHC

    Nem pensar Cristiano, o FHC não seria capaz de gestos kamikazes como este, de destruir sua narcisica imagem só por vingança política,  seu imenso ego não permitiria.

  11.  
    Segundo a jornalista Miriam

     

    Segundo a jornalista Miriam Dutra, por meio da assinatura de um contrato fictício de trabalho, celebrado em dezembro de 2002 e com validade até dezembro de 2006, a Brasif fazia uma transferência de US$ 3 mil mensais.

    No documento, aparece como contratante a Eurotrade Ltd., empresa da Brasif com sede nas Ilhas Cayman.

    http://assets.viomundo.com.br/wp-content/uploads/2016/02/mirian-dutra-contrato.jpeg

    FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.viomundo.com.br/denuncias/em-bh-funcionarios-da-brasif-dizem-que-empresa-de-aluguel-de-helicopteros-e-fake.html#comment-954557

  12. É a Mossack Fonseca, …!

    É para tirar a Mossock Fonseca do palco, antes que o fogo que crepita cada vez mais forte na “mídia suja”, faça com que o governo letárgico do não ministro da justiça e o PT catatônico do Rui Tico-Tico, saiam da pasmaceira, pressionem e exijam da justiça do NÃO VEM AO CASO, que puxe o fio da meada, doa a quem doer e faça desmoronar o que resta da Casa Grande.

    Fernando Brito, que se cuide, tome precauções e peça proteção não apenas a santos e orixás, pois Al Capone, perto dessa turma que patrocina a camarilha jurídico-midiática que paralisa e quer botar fogo no país, é mero aprendiz.

    Agora, se o governo desperto repetir o pacto “Triplo C”, Cachoeira, Caneta & Cappo da marginal sem número, … sai de baixo!

  13. Brasif_FHC

    Jornalista Luiz Nassif,vivo na cidade de Miami e gostaria de entrar em cotao com o sr para esclareser pontos inportantes das negociacoes da Brasif para ter a consecao  do Fre Shop.Eu participei de toda a nagociacao.Por favo envi ao meu  Email  um telefhone que possa relatar  como foi esta negiociata.Abrs Lauro Bezerra.Miami Fl

  14. Sobre lojas francas

    De fato a autorização para instalação de lojas francas (os free-shops de aeroporto) está no Decreto-Lei 1455 de 1976.

    As lojas francas podem não apenas adquirir para revenda produtos importados sem o pagamento dos impostos devidos na importação como também comprar produtos nacionais que já saem do establecimento líquidos de tributos. É uma tremenda vantagem que, me parece, as lojas não utilizam (nas poucas viagens internacionais que fiz não vi produtos nacionais nos free-shops de aeroporto.

    Agora dizer que a licitação é prorrogada com base no Código da Aeronáutica é uma piada. Existe uma lei de licitações que precisa ser seguida e se o caso dos aeroportos não está contemplado nesta lei precisa-se encontrar uma solução provisória, enquanto não houver a solução definitiva (legislativa).

    Se tratando de renúncia ao poder de tributar tem que haver autorização legislativa expressa

     

    Art. 15.  Na zona primária de porto ou aeroporto poderá ser autorizado, nos termos e condições fixados pelo Ministro de Estado da Fazenda, o funcionamento de lojas francas para venda de mercadoria nacional ou estrangeira a passageiros de viagens internacionais, na chegada ou saída do País, ou em trânsito, contra pagamento em moeda nacional ou estrangeira. (Redação dada pela Lei nº 11.371, de 2006)

            § 1º Somente poderão explorar as lojas de que trata este artigo as pessoas ou firmas habilitadas pela Secretaria da Receita Federal, através de um processo de pré-qualificação.

            § 2º A mercadoria estrangeira importada diretamente pelos concessionários das referidas lojas permanecerá com suspensão do pagamento de tributos até a sua venda nas condições deste artigo.

            § 3º Quando se tratar de aquisição de produtos nacionais, estes sairão do estabelecimento industrial ou equiparado com isenção de tributos.

  15. Isso tudo é marola, em se

    Isso tudo é marola, em se tratando de FHC, não vai dá em nada.

    Como disse o Ricardo Teixeira a um reporter quando indagado sobre corrupção ” Enquando não sair no Jornal Nacional, estou cagando e andando”

    FHC fará o mesmo  que o ex presidenta de CBF, se não sair no JN…

     

  16. Desnudos

    Enquanto Serra e o marido da dona da loja de calcinhas armavam as encrencas deles, o povo andava na tanga por culpa da privataria tucana. Agora a folha de parreira do alto tucanato caiu. Pena que não venha ao caso para o MPF e a PF.

  17. Gado de elite = objetos de arte

    Meio fora do assunto da posagm, mas gurdado na principal atividade do Jonas Barlcelos, há algo que mereceria uma invesigação: os leiloes de gado de elite.

    Tal como obras de arte, os preços não tem limite, e não há como definir um teto. Paga-se o que quiser.

    Portanto, terrono fértil para a lavagem de dinheiro sujo.

    Pensei nisso há alguns anos, quando vi que, de repente, apareceram com destaque nos leilóes, comprando tudo e a qualquer preço, ninguém mais nem menos que o falecido Orestes Quércia.

    Aí vieram artistas, diretores da Globo, pessoas sem nenhuma tradição em atividades do campo.

    E em Londrina está uma das maiores empresas de leilão: terra do Janene, Youssef, etc.

    Seria do gado a jato?

  18. Imaginem se uma empresa,

    Imaginem se uma empresa, beneficiada com isenções fiscais pelo governo Lula, sustenta uma amante de Lula no exterior, por intermédio de um contrato fictício. Imaginem se esta amante resolve abrir o bico e apresenta documentos comprobatórios!

    O mundo desabaria. Capas e mais capas da Veja, Época, Isto É, JN, Jornal da Band, Folha, Estadão, Valor, etc, fariam um estardalhaço tão grande…

    Mas com tucano é diferente. Tudo fica mais ameno. Afinal, são todos gente fina. 

    • FHC

      Perfeito. Podemos imaginar esta situação e o que ocorreria. Seria a glória desta famigerada e corrupta imprensa brasileira. Mas como lambança de tucano sempre morre rápido donoticiário, desta tb vai acabar rápido.

       

  19. As faces de FHC

    A entrevista da Miriam Duitra para a Folha esta dando o que falar. O que sera que o santo Moro esta pensando disso tudo?

    E o Gimarzão, fã numero 1 de FHC? Deve estar vociferando contra a Miriam Dutra, claro.

    Em todo caso, se FHC não fosse pai de Tomas, jamais que ele teria dado um apartamento para o “não-filho”. 

    Ele inventou um DNA falso para que se parasse de falar no filho com a jornalista Miriam Dutra.

    Dois trechos da entrevista que chamam a atenção ( e me deixou com um sorrisinho nos labios: esse é o Fernando Henrique que nos ja deciframos)

    “É uma coisa estranha porque eu lembro que quando [José] Sarney quis ficar cinco anos, ele estava na minha casa jantando e deu um baile: “como este homem pode ficar cinco anos? O poder tem que ser quatro anos, e renovável”. E aí tem uma história muito cabeluda nisso tudo, que ele, por meio de uma empresa, mandava um dinheiro para mim.”

    “Você não quer nominar, mas tem como provar? Algum recibo?
    Tenho. Tenho contrato. Tudo guardado aqui. É muito sério. Por que ninguém nunca investigou isso? Por que ninguém nunca investigou as contas que o Fernando Henrique tem aqui fora?

    Contas?
    Claro que ele tem contas. Como ele deu, em 2015, um apartamento de € 200 mil para o filho que ele agora diz que não é dele? Ele deu um apartamento para o Tomás.

    O exame de DNA diz que o Tomás não é filho dele…
    É dele [e gargalha]. É óbvio que é dele.”

  20. Para os que tiverem paciência e método,

    busquem a associação do apartamento de FHC em Paris, que deixou de ser dele em 2015, com nota no jornal acusando Lula e tudo, e o apartamento dado ao filho.

    FHC foi sincero, não tem apartamento em Paris, ou, pelo menos, não tem mais.

    Não pode mais ser acusado de ocultação de patromônio.

  21. Tenho muitos defeitos, mas

    Tenho muitos defeitos, mas agora, tendo um passado assim eu não teria coragem (e muito o menos o cinismo) de chamar ninguém de corrupto. Aécio, Alckimin, FHC, PSDB, Globo, RBS, CBF, PQP, CQC, Agripino Maia, Tasso Gereissati, Bornhausen… Nem sei qual escolher. Como diria a aitolá Khomeini: “todos são piores que todos”.

  22. Brasif

    Se não me falha a memória, o Eliezer Batista, pai do Eike, ex-ministro de FHC, foi sócio ou acionista da Brasif.

    • Que há interesses ocultos

      Que há interesses ocultos sabemos. Mas não foi a Folha que lançou a lebre; lembre-se de que  Mírian Dutra concedeu entrevista à revista BrazilcomZ; antes disso, nem FSP nem qualquer outro veículo da chamada ‘grande mídia’ brasileira tinha publicado qualquer declaração de MD. O que os veículos de mídia tinham publicado era o resultado daquele fajuto teste de DNA, (vide coluna de Mônica Bérgamo, reproduzindo nota de Veja, em 25 de junho de 2010,  que supostamente comprovaria que Tomás Dutra Schmidt não é filho de FHC). Importante dizer que MD nega enfàticamente a veracidade desse teste de DNA; e quem pariu o garoto foi ela;  ninguém melhor do que ela para dizer quem é o verdadeiro pai. Portanto a FSP não rifou FHC; ela foi ‘furada’ pela BrasilcomZ e pelos blogs independentes brasileiros, que reproduziram entrevista de Mírian Dutra.

    • A Folha não rifou

      Foi o Claudio Humberto. A Mirian Dutra deu uma entrevista à revista “Brazil com Z”, que circula na Espanha. O Claudio Humberto – que é amigo da Mirian – repecutiu a entrevista assim que ela saiu, há dois dias.

      A Folha noticiou pra não comer mosca, já que a coluna do Claudio Humberto circula em vários jornais. E aproveitou pra dar uma cutucada na Globo, que afinal de contas é concorrente, já que a Mirian Dutra resolveu falar depois que brigou com a Globo.

  23. FHC

    Desespero total, a casa grande rifou FHC, que pela idade avancada não vai para a cadeia. Te cuida Lula. 

  24. Bornhausen

    Quem indicou a maneira de mandar dinheiro para fora.

    Com certeza ele sabe como fazer, pois o banco Araucaria lavou mais de 5 bilhões de dólares na época para esse verme.

    O Moro, com certeza, sabe de tudo.

  25. O rei, ou melhor, ‘o príncipe

    O rei, ou melhor, ‘o príncipe da privataria’, como brilhantemente o alcunhou Palmério Dória, está nu, em praça pública; as entranhas fétidas desse ‘príncipe’ começam a ser expostas à luz solar. Mas o ‘príncipe’ não realizou sòzinho todas as patifarias e crimes contra o erário e contra o Estado Brasileiro; ele teve ajuda direta da plutocracia (sobretudo da banca), da imprensa canalha e dos políticos idem. Este pós-carnaval de 2016 há de ficar na História; em menos de duas semanas, o trabalho de formiguinha dos blogs e jornalistas independentes conseguiu romper a muralha que blindava os maiores barões da mídia comercial brasilleira (os irmãos Marinho e descendentes); o inesperado e ‘luxuoso’ auxílio proporcionado pela jornalista Mírian Dutra, com quem os ex-presidente Fernando Henrique Cardoso manteve um longo relacionamento extra-conjugal e do qual adveio um filho, parece ser a pá-de-cal na falsa biografia, na vaidade,  arrogância e mau-caratismo que sempre caracterizam esse homem.

    Não cheguei à conclusão sobre o mau-caratismo de FHC a partir do desabafo e das declarações de Mírian Dutra. Há mais de 25 anos eu já havia chegado a essa conclusão; e não por ações dele na vida privada, mas na vida pública. O que as declarações de Mírian comprovam é que no âmbito pessoal o ‘príncipe´ é também um canalha. Mas a parte mais útil das declarações de Mírian é a que comprova a canalhice da mídia comercial brasileira (Globo, Abril, Estadão, Folha e outros chamados ‘veículos da grande mídia’).

    Luís Nassif é jornalista sério e ético; os que acompanham o trabalho dele há mais de 30 anos (seja no rádio, em jornais e revistas, na internet e na TV ou por algum dos livros que escreveu) sabem que para ele escrever textos contundentes contra uma figura pública, como FHC, é sinal  de que tem fartas provas a sustentar as reportagens. 

    A nota final dessa matéria, um tanto pitoresca e jocosa em relação a José Serra, deve ser lida mais de uma vez e associada a outros episódios em que esse ator foi o personagem principal, como o ‘escândalo da bolinha de papel’ e o mais recente – em que JS recebeu uma taça de vinho na cara, depois de querer bancar o engraçadinho com a Kátia Abreu. Luís Nassif e seus leitores mais atentos sabem como age JS nos bastidores da política, como é mestre em criar intrigas, manipular dossiês, vazar acusações e denúncias contra adversários; no submundo imundo da pior política JS reina absoluto; pouco mais sutil que ACM e seu clã, JS só não apela para ‘eliminação’ direta e sumária dos adversários (alguns inclusive no próprio partido). Uma amostra do caráter (ou da falta dele) de JS é aquele artigo que ele provavelmente escreveu, usando Mauro Chaves como ‘testa de ferro’ ou ‘laranja’, o qual foi publicado em 28 de fevereiro de 2009, sob o título ‘Pó pará, governador?’ e que pode ser lido em http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,po-para-governador,331197.

    Como já comentei neste blog algumas vezes, Luís Nassif e outros jornalistas demoraram a perceber ou se auto-enganaram (talvez ainda se auto-enganem) por muito tempo em relação ao que se convencionou chamar ‘jornadas de junho’, manifestações aparentemente desarticuladas, ocorridas em meados de 2013, sem lideranças e que teòricamente mostravam a insatisfação da juventude e de outros setores da sociedade civil em relação à representação política e aos poderes públicos do Estado. Alberto Dines, ainda mais decano que Nassif, insiste nesse auto-engano até hoje. Fernando Brito e Luciano Martins Costa há muito tempo demonstraram que Nassif e Dines estão equivocados nesse aspecto. Apenas em meados de 2015 Luís Nassif passou a tratar a Conspiração, o conluio PIG-PF-MP-sérgio moro-CIA como o que de fato são: Conspiração e Golpismo. Nesta semana ele mostrou e demonstrou, de forma clara e didática, os atores e personagens principais dessas sórdidas tramas.

    Enfim, se os cidadãos brasileiros de boa índole se debruçarem sobre as notícias publicadas nos sites e blogs independentes ao longo desta semana e fizerem uma análise e reflexão profundas sobre a crise (sobretudo política) vivida pelo País, terão condições de saber qual corrente política mais bem representa os interesses nacionais e assim, há mais de ste meses das próximas eleições miunicipais e mais dois anos e meio antes das eleições gerais (para a Presidência da República, para a Câmara e Senado Federais e Ass. Legislativas Estaduais) poderão cristalizar e consolidar o voto (não no nome do candidato, mas no Partido e na Ideologia que mais bem representam o interesse nacional e da maioria da população).

     

  26. Brasif

    Se não me engano, o “negócio” Brasif começou em plena ditadura militar, para benefício de um político catarinense.  E teve uma inovação genial: enquanto no mundo inteiro os duty free atendiam apenas os passageiros que iam embarcar para o exterior, no Brasil eles vendiam para os que desembarcavam. Desça em Paris, Nova Iorque ou Londres e veja se há free shops no aeroporto, no caminho da rua. Tem truta aí…

  27. Onde passa um tucano, passa uma tucanada.

    Dos aeroportos para as ruas

    29/06/2005 07:00

    http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/estilo/20050629/dos-aeroportos-para-ruas/25718

     A Brasif, a cadeia brasileira de lojas duty free, aquelas nas quais os produtos são vendidos livres de impostos, é a dona da façanha. Desde o início de junho, a empresa comanda duas lojas, uma da GAP e outra da Banana Republic, na Daslu, o shopping de luxo inaugurado recentemente em São Paulo. O fato dos americanos terem se associado à Brasif mostra que o relacionamento entre ambos é ótimo?, diz Alberto Serrentino, sócio-diretor da Gouvea de Souza, consultoria especializada em varejo.       …

    A entrada da Brasif no segmento de roupas, com a representação de outras etiquetas de renome internacional, coroa uma ousada estratégia de expansão.  …

    Na Daslu, ela também montou uma loja de perfumes batizada de Arôme. E pode vir mais. ?Em breve poderemos abrir outros pontos de venda na rua?, diz Jonas Barcellos, dono da Brasif. Quando? ?Vai depender do desempenho das operações na Daslu?.

    15/09/2005 – 09p6

    Filha de Alckmin intercedeu pela Daslu

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u100349.shtml

    Dona da Daslu presa acusada de sonegação

    13 de julho de 2005 • 07p7 • atualizado às 15p2

    http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI589812-EI306,00-Dona+da+Daslu+e+presa+acusada+de+sonegacao.html 

  28. Será que é só eu que penso assim?

    A Mídia como um todo está expurgando o FHC para livrar a própria cara com a Mossack Ferreira.

  29. E

    daí? FHC et caterva, incluindo seu Lula demonstram ser farinha do mesmo saco. E porque os dois “agiram errado/são iguais na ética (ou falta de), “a partida tem que ficar no zero a zero?”

    Porque os dois têm telhado de vidro, fica por isso mesmo?

    Ou seja, somente se pode “tocar” no Lula se pegarem o FHC? Que se lasquem os dois!

    • A vida de Lula foi devassada

      A vida de Lula foi devassada e exposta à República pelos vazamentos, inclusive suas declarações de renda à Receita Federal. Posteriormente seus advogados fizeram isso mais uma vez. Não há contas no exterior, nem relações de Lula com off shores e empresas especializadas em remessa de recursos ao exterior de forma ilegal. Muito ao contrário o vestal FHC agora declara que sempre teve contas no exterior e a senhora com a qual tinha relações extra conjugais deixa claro de onde vinha o dinheiro que era usado para mantê-la num cala a boca eterno. No mais, considerando que você seja alguém inteligente, não lhe causa espécie desmentido formal e editorializado da Globo sobre o caso? 

      O bom leitor lê as entrelinhas…

      • E

        daí? Zerou o jogo? É isso? Quando não é o FHC, é a Globo, ou o PIG, ou o “‘mercado”, ou o “capitalismo”, ou a “direita ensandecida”, ou os EUA. Não dá pra perceber que não dá mais para “tapar o sol com a peneira”?

        Lula errou em “imitar o Príncipe da Privataria”, infelizmente. Deveria ter imitado o Pepe Mujica.  Lula e FH são faces da mesma moeda e, desafortunadamente, Lula não reconhece que de uma forma ou de outra, ingressou (junto com a família) na “Casa Grande” (apesar de negar).

        Enquanto isso, a Dilma depende de Pezão, Picciani, Renan Calheiros, Katia Abreu, Trabuco, Kassab et caterva….

    • Deixa de ser malandro,

      Deixa de ser malandro, Ricchiavenato.

      Contra Lula, apesar de mais uma dezena de anos em que a mídia e a oposição fazerm de tudo para incriiminá-lo, NADA, absolutamente NADA de concreto apareceu.

      E você sabe (ou deveria saber) isso  muito bem.

      Agora, quando o escândalo do TRIPLEXÃO dos Marinho veio à tona, a Globo, como cortina de fumaça, divulga, embora timidamente, os escândalos de FHC que estavam arquivados, engavetados no submundo do Judiciário e da grande imprensa reacionária.

       

  30. Quando os blogs progressistas
    Quando os blogs progressistas se juntarão para uma campanha de financiamento coletivo para criar um material(documentário, vídeos e desenhos curtos, memes) fácil de ser entendido por midiotas/coxinhas, explicando o funcionamento do PIG ?
    E lembrando que o crescimento de blogs como esse, depende da diminuição na importância que o público dá à grande mídia.

  31. Caiu a máscara do moralista

    Caiu a máscara do moralista sem moral.

    Enquanto Presidente da República fez negócios escusos com off shores no exterior com a ajuda de empresa do Brasil para remeter dinheiro à Espanha, onde residia a senhora com quem teve um longo relacionamento enquanto estava casado com Dona Ruth Cardoso, uma das maiores antropólogas do Brasil e figura muito respeitável.

    Pouco interessa a sua vida privada.

    Mas o que muito nos interessa é:

    – O acobertamento de suas ações em conluio com a VEJA e a GLOBO, mas também com outros grandes jornais, pois sabemos que empresas não se prestam a serviços sujos sem recompensa à altura;
    – Suas relações com empresas de fachada e dedicadas à lavagem de dinheiro sujo, enquanto era Presidente da República, crime de gravidade extrema e acobertado pela mídia que lhe deu todo o apoio;
    – Sua movimentação financeira, com apartamento em Paris cujo valor foi estimado em 10 milhões de Euros na Avenue Foch, suas aquisições em Higienópolis (apartamento próprio de 700 metros quadrados custando vários milhões em preços atuais e recentemente presente à sua nova consorte no valor de R$ 1 milhão), aquisição de apto para o suposto filho (R$ 800.000,00) nos Estados Unidos, mesada mensal de US$ 3.000,00 para a jornalista da Globo enquanto “exilada” e sob ameaças veladas na Espanha, em conluio com a Globo e com a VEJA. Isso tudo foi declarado e com fontes comprováveis?
    – Também nos interessa sua admissão recente de sempre ter tido contas no exterior (Com qual finalidade? Quanto movimentava? Tinha contas no exterior sendo Presidente do Brasil?);

    Enfim, para quem escreve nos principais jornais do país todas as semanas ( jornais estes que lhe deram amplo, irrestrito e questionável acobertamento durante 30 anos) posando de vestal da ética, da moral e apontando o dedo peremptoriamente contra seus adversários políticos em tabelinha com empresários donos de jornais prestes a falir e jornalistas inescrupulosos, tendenciosos, facciosos e partidários, FHC deve sim muitas explicações a seus eleitores, apoiadores e a toda República sim!

    A cidadania também aguardará investigações pormenorizadas da PF, da Receita Federal, do MPF e do PGR sobre as operações e relações que FHC manteve com empresas que são especializadas e reconhecidas internacionalmente por enviar recursos ao exterior de traficantes, corruptos de todo o gênero e vendedores de armas no mercado internacional.

    Por muito, mas muito menos devassaram a vida de outro ex-presidente. Suas contas são todas públicas inclusive suas declarações ao fisco vazadas por autoridades à imprensa, a mesma que sempre acobertou FHC e que as tornou públicas de forma ilegal no outro caso.

    A casa caiu não só para FHC.

    A casa caiu para todos os falsos moralistas, cínicos, batedores de panelas e que tais.

    Prova disso é a declaração pública patética da Rede Globo hoje.

     

  32.  
    … Uma pergunta que não

     

    … Uma pergunta que não quer calar:
    por que a própria Globo divulgou a entrevista bomba da jornalista Miriam Dutra, e o ‘Estadão’ nem sequer um ponto e vírgula a respeito?

    Não seria de bom alvitre o Conselho Nacional de Jornalismo e/ou entidade que o valha investigar(em) “o que se passa na cabeça” dos integrantes do ‘Conselho [de Estrangeiros(!)] de Administração do referido jornal?… 

    • A Globo divulgou o caso

      A Globo divulgou o caso (embora com pouco destaque) como cortina de fumaça quando o escândalo do TRIPLEX dos MARINHO começou a ser noticiado pela internet.

      O pensamento foi este: “certo, o FHC é amigo da gente, é da casa, mas entre eles e a família dos patrões, a gente fica com os patrões”.

       

  33. Serviço de Sinopse do GGN-NASSIF

    Serviço de Sinopse do GGN-NASSIF 

    Para entender o caso Brasil-FHC

    Nesta vida política de Tom & Jerry, entre tucanos & petistas, quando surpreendidos de calças curtas na mídia e redes sociais, a sinopse da ópera burlesca é a seguinte:

    Lula e PT gostam de carregar dinheiro na cueca

    FHC e PSDB gostam de carregar verdinha na calcinha

  34.  
    … Esse baita “mão de

     

    … Esse baita “mão de vaca” iria mesmo tirar do bolso dele para prover despesas da concubina”!A Mirian Dutra que agradeça – de joelhos – aos [providenciais (sic)] recursos públicos! Risos

    • De tão avaro…

      …pelo visto recusava-se a gastar com preservativos. Ironicamente, no caso do Tomás, optou por terceirizar (ou privatizar?) a paternidade mas estatizar a manutenção da mãe e da criança.

  35. Querido Luiz Nassif,
     
    A

    Querido Luiz Nassif,

     

    A questão FHC X Senhora ex jornalista da Globo não se subsume a fofocas.

     

    Trata-se de uma questão fundamental para entender as relações promíscuas de um ex-presidente com a mídia e serve para entender inúmeras publicações aqui postadas por você mesmo sobre este liame tão nocivo ao Brasil entre forças políticas e instituições da República como o MPF, o MP/SP, a PF, a PGR e a mídia.

     

    Por isso, peço encarecidamente que deixe o barco fluir.

     

    Um abraço!

     

     

  36. Pena que no Brasil só tem um

    Pena que no Brasil só tem um juiz e um procurador público que estão em curitiba muito ocupados atrás do Lula. Ninguém vai investigar nada. Vão dizer que tudo isso não passa de assunto privado que não vem ao caso.  

  37. Mirian Dutra + FHC

    Estou pasmo!! As questões terçadas aqui pelos comentaristas “fogem” do “espinhoso” tema ABÔRTO! Então, fica claro que na denúncia de que FHC (ENTÃO PRESIDENTE DA REPÚBLICA!!)  induziu e financiou a realização de DOIS atos criminosos abortivos (e sugeriu um terceiro!!!)! Este  fato é RELEVANTE do ponto de vista humano, moral e jurídico… uma vez que a CONSTITUIÇÃO E O CÓDIGO PENAL determinam a sua natureza criminosa! Não entro aqui em questões religiosas… Portanto,  as revelações mais contundentes das denúncias estão sendo escamoteadas nos processos discussórios…

    Mas, isto é uma realidade da denúncia…

    Não haverão tapetes para se esconder tanta “coisa”…

    Esmeraldo Cabreira. UFRGS.

  38. Mirian Dutra + FHC

    Estou pasmo!! As questões terçadas aqui pelos comentaristas “fogem” do “espinhoso” tema ABÔRTO! Então, fica claro que na denúncia de que FHC (ENTÃO PRESIDENTE DA REPÚBLICA!!)  induziu e financiou a realização de DOIS atos criminosos abortivos (e sugeriu um terceiro!!!)! Este  fato é RELEVANTE do ponto de vista humano, moral e jurídico… uma vez que a CONSTITUIÇÃO E O CÓDIGO PENAL determinam a sua natureza criminosa! Não entro aqui em questões religiosas… Portanto,  as revelações mais contundentes das denúncias estão sendo escamoteadas nos processos discussórios…

    Mas, isto é uma realidade da denúncia…

    Não haverão tapetes para se esconder tanta “coisa”…

    Esmeraldo Cabreira. UFRGS.

    • No Brasil, aborto é crime

      No Brasil, aborto é crime (exceto para quem tem dinheiro, é claro). Mas no caso aí, certamente os abortos foram feitos na Europa, onde não são crimes, na maioria dos países. O cara é um calhorda, mas não é por aí que seria pego no Brasil. Aliás, não vai ser pego.

  39. Como o DNA feito por FHC deu

    Como o DNA feito por FHC deu negativo. Lula que se cuida. O  filho de FHC com Mirian Dutra é de  LULA. 

  40. margrit dutra schmidt, irmã

    margrit dutra schmidt, irmã de mirian dutra, é funcionária fantasma de josé serra no senado

    segundo o site 247;;;

    serra diz que ela trabalha como consultora em casa – casa dela,.

    mas o congresso diz que este tipo de expediente é proibido,

    diz a  matéria que li ontem às 22 horas…

    dizem que essa margrit é uma das raivosas figuras tucano-direitistas

    que sempre particpa de manifestações pro-impeachment em são paulo….

    não se sabe se paga por serra….ou pélo tucanato…

    ou se tem convicção própria…

  41. Isso me lembra o JB Assaz Corporation que não deu em nada

    Vou ficar muito, mas muito surpresa se um pum juridico sair de tudo isso…

    Quando se descobriu que Joaquim Barbosa criou uma empresa fantasma para comprar um ap em Miami, achei que tinhamos descoberto a polvora para desmontar a AP  470 e deu no que deu, a operação Lava Jato está aí para mostrar o quanto os deslumbrados ( eu eu e eu) de ocasião se engaram.

    Eu de minha parte,   continuarei minha caminhada, um pouco solitária  aqui em Brasilia para saber quem foi o ministro que transferiu a Lava jato  da capital para Curitiba do Sr. Moro. 

    Nada de distração,  FHC tem força politica ZERO, isso é só cortina de fumaça, como foi o atentado feito ao instituto Lula para desviar a atenção do caso Othon que mostrou, ali sim, a real intenção do Juiz Moro e sua turma. Fizeram tamanha besteira que precisaram criar um atentado diversionista.

    José Dirceu está preso ilegalmente de uma ação de origem ilegal que pode mostrar que a Rede Globo  e grupos financeiros bancários podem está até o talo envolvidos numa conspiração pra derrubar Dilma.

    SÓ ISSO QUE ME INTERESSA NESSE EXATO MOMENTO.

    Esse caso dessa senhora é só água na fervura da mansão dos Marinhos e outras coisas mais.

     

     

     

  42. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome