Percival Farquhar retorna com a Lava Jato, por André Araújo

Por André Araújo

PERCIVAL FARQUHAR RETORNA COM A LAVA JATO – O americano Percival Farquhar foi o maior empresário do Brasil na primeira metade do Século XX. Criador junto com Alexander Mackenzie da Light & Power, empresa canadense que trouxe a eletricidade e bondes ao Rio de Janeiro e São Paulo, construtor e concessionário do Porto do Pará, do Porto do Rio Grande, da Cia.de Navegação da Amazônia, da holding das ferrovias brasileiras Brazil Railway, que provocou a Guerra do Contestado em Santa Catarina, do primeiro frigorifico do País em Osasco, da Societé do Gaz de Rio de Janeiro, da San Paulo Gas, da Itabira Iron, que seria depois a Cia.Vale do Rio Doce, da Amazon Land, que tinha como propriedade o Amapá, fundador da Acesita-Cia.de Aços Especiais Itabira, Farquhar tinha um espirito aventureiro, corrompia politicos, morava em uma vasto apartamento no Flamengo, tinha amantes brasileiras, nascido em 1864 em Pittsburgh, de família rica, morreu em 1953. 

Seu império foi abalado pela Grande Guerra de 1914, que fechou os mercados europeus de capitais, Farquhar levantava capital em Paris, Londres, Buxelas, Toronto, também tinha empresas na Rússia e Cuba.

Farquhar criou a estância de luxo do Guarujá onde construiu o primeiro hotel cassino, o Grand Hotel de la Plage. Esse tipo de empresário estrangeiro controlando grandes pedaços da economia nacional tinha acabado e agora volta pelas mãos da Lava Jato que, ao destruir as defesas das empresas nacionais privadas e estatais, abre a porta para novos Farquhar.

Leia também:  O golpe de marketing e da vida – ou João Dória, meu malvado favorito, por Letícia Sallorenzo

A maior malha de gasodutos do País, a Transportadora Associada de Gás, controlada pela Petrobras, está à venda. Vale seis bilhões de dólares e os candidatos a compra são a Brooksfield e o CPP, ambos canadenses. A Brooksfield é o novo nome da antiga Brascan, sucessora da Brazilian Traction, Electric and Power Co.Ltd., de Toronto, criatura de Farquhar, fundada em 1890. O CPP-Canadian Pension Plan, é o fundo de pensão dos funcionários públicos federais do Canadá, com sede em Toronto. O CPP já tem muitos investimentos no Brasil, conhece o País. As cassandras do jornalismo financeiro sempre repetiram que, após o rebaixamento do Brasil, fundos de pensão não poderiam mais investir no Pais. Nada disso. O rebaixamento do rating serve apenas para depreciar os ativos, ficam mais baratos mas os fundos de pensão precisam de taxas de retorno maiores do que 0,25% ao ano que obtém nos EUA e Canadá, o CPP consegue retornos excelentes investindo em países de risco, já tem muito dinheiro no Brasil e quer colocar mais, eles não operam com bancos, tem seus próprios analistas que fazem a análise do risco, não usam agências de rating.

Mas o fim de feira promovido pelo rebaixamento de valor e enfraquecimento da Petrobras e grupos nacionais não fica só na TAG. A Petrobras pensa também em vender sua parte no capital da Braskem, maior petroquímica da América Latina, onde a Petrobras tem 36,1% do capital. A Odebrecht com 38,3% e controla a companhia. Brooksfield e CPP não querem ser minoritários com a Odebrecht, porque está está sob investigações. Só lhes interessa o controle.

Leia também:  Ford, Matrix ou como a esquerda está se tornando reacionária, por Wilson Ferreira

Os canadenses tambêm tem interesse na BR Distribuidora, desde que possam comprar o controle. Como a Petrobras está sendo investigada e processada nos EUA, eles não querem se associar à Petrobras, mas se for o controle podem se interessar.  Assim fica claro que companhias investigadas e processadas como Petrobras e Odebrecht e todas as demais, perdem valor e se tornam alvos de grupos estrangeiros.

A matéria está em ampla reportagem do jornal VALOR de 12 de fevereiro passado.

Farquhar volta triunfante começando de seu ponto de partida preferido, Toronto. A Lava Jato limpa a área e aplaina o caminho, vastos setores da economia nacional serão transferidos ao estrangeiro, tudo vendido na bacia das almas.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

25 comentários

  1. Lavando a jato o caminho para

    Lavando a jato o caminho para os interesses internacionais.

    Pobre país, pobre povo alienado, vida de gado.

    Mídia lesa pátria.

  2. Vai tentar explicar isto para

    Vai tentar explicar isto para os analfabetos políticos que engolem sem pensar o lixo que a mídia golpista e entreguista lhes enfia goela abaixo. Engolem e ainda pedem mais…

  3. Eis a Questão!

    Nassif: essa do Andre Araujo desnuda a tramoia onde temos o Verdugo de Curitiba, nas Cortes locais, Gilmar e Toffoli no TSE e STJ, e aquele senador que assusta criança rindo, no Congresso, que hoje não passa de um balcão de negócios. Agora entendo por quê desses “rebaixamentos” da nossa economia. O caso da Chevron é apenas um aspecto, pois a negociata vai muito além. Sempre há um FARQUHAR de plantão, ora de nome específico como Daniel Dantas, ora generalizado, como Marinhos e outros. Esses safados, como todos, se locupletam de sua própria gente. Tudo isto só porque ainda não conseguiram prender o Lula? Ou o ex-presidente é apenas o bode expiatório da questão?

  4. Preado André Araújo
    Sempre é

    Preado André Araújo

    Sempre é um prazer ler seus posts

    Estava justamente lembrando de Percival Farquhar (creio que há uma bibliografia a seu respeito, chamada “O dono do Brasil”); e lembrando das analogias que nosso camarada Luis Nassif faz entre o período atual da história do Brasil com a crise do final da República Velha, que se consumiu e caiu de podre no final dos anos 20.

    É interessante ver como andamos em círculo nestes quase 100 anos, e um comportamento repulsivo daquela época volta a aparecer: o bacheralismo pedante.

    Vemos que qualquer pangaré que decora uma apostila e passa em um concurso público se considera no direito (e dever) de abrir a matraca e palpitar sobre tudo – sempre naquela lingaugem solene, pomposa e ridícula

    E fico irritado ao saber (Luciano Rios – UFRGS – “A Justiça do Brasil”) que a justiça e seus trocentos apêndices (inclusive o MP) consome 1.8% do PIB brasileiro (e 89% desta despesa é para pagar salários)

    Neste mesmo estudo sabemos que há 205 funcionários do judiciário (e seus trocentos apêndices) para cada 100.000 habitantes; prestando um serviço porco e à população e agora, com a Liga da justiça de Curitiba, agindo abertamente contra o Brasil, em uma traição à Nação

    Quando vejo estes sujeitos se comportando como aristocratas do Antigo Regime (alguns sujeitos do STF nem carregam mais malas em aeroportos ou abrem portas); me lembro de que a Revolução Francesa espetou a cabeça de alguns aristocratas na ponta de uma vareta; e parece que estes sujeitos do Brasil estão pagando para ver 

     

    • A bibliografia sobre Farquhar

      A bibliografia sobre Farquhar mais recente e facil de encontrar é a de Charles Gauld O TITÃ, edição da Livraria Cultura, com cerca de 700 paginas.

      Quanto aos aristocratas do Ancien Regime transportados para as cortes de Brasilia e seus ducados estaduais, vc tem toda a razão, os supersalarios são o produto desse novo regime de nobreza e que agora alem das vantagens quer poder.

    • Engraçado é que a revolução

      Engraçado é que a revolução francesa tem me passado muito pela cabeça. Não se tratou apenas de derrubar o rei, mas sim de apear a monarquia do controle do estado, não foi? Também acho que as “nobrezas sem títulos” da América do Sul estão brincando com fogo. Mas não consigo imaginar como uma revolução poderia ser deflagrada atualmente com a população mantida na rédea curta através da mídia.

    • Tristes tempos !

      Luís,

      Tenho ficado perplexa com o partidarismo do judiciário brasileiro e da burocracia que o apoia (polícias, magistratura,mps). 

      Semana passada, fiquei ainda mais perplexa com as “soluções” do stf (que, há tempos, vem negando os direitos constitucionais do habeas corpus ) – e concluo que estão colocando em prática a tese do “direito do inimigo…

      Ontem, depois de saber da prisão do publicitário (que, antes, já havia se disposto a dar depoimento), sem que as instâncias superiores se manifestassem em contrário, não me conformei !

      Fico me perguntando se existe – no stf – algum juiz responsável ou com uma dose mínima de neutralidade. Ou se possuem, todos eles, “culpa no cartório”, o que os leva a agir dessa forma…

      Em um acesso de cólera e profunda descrença, propus, em comentários nas redes, o fim so stf…imagine !!!!

      Agora, você nos informa (Luciano Rios – UFRGS – “A Justiça do Brasil”) sobre o custo de 1,8% do PIB para manter apenas os nababos do judiciário e seus apêndices. Pagamos caríssimo por um poder que não se dá ao respeito !!!!

      O que fazer para impedir que essa horda de celerados destrua este país?

      Tristes tempos !

       

  5. Excelente texto. Nenhum

    Excelente texto. Nenhum cidadão responsável queria um desfecho desses. Mas, convenhamos, a Petrobras precisa ser privatizada. O Brasil sozinho não consegue se livrar do atraso impostos pelo bacharelismo, cartórios e a cultura concurseira, como tem sido debatido. Nós precisamos de menos estado. A lava jato talvez com esse intuito vá catalizar uma reação química que deveria acontecer. Só lamento pelo patrimônio dos capitalistas nacionais que, apesar dos entraves estatais, conseguiram prosperar.

    • É verdade; transformar a

      É verdade; transformar a Petrobras numa Samarco será a glória e salvação do país. Assim ficará mais fácil quando tiver vazemento de óleos nas nossas praias, a justiça os absolverá rapidinho, como fez com a Chevron.

  6. então, quer dizer, é tudo

    então, quer dizer, é tudo culpa da Lava Jato???

    Roubalheira na Petrobras é uma ilusão. Governo federal fraco, incapaz e ineficiente é outra alucinação. Real desvalorizado, tornando ativos nacionais baratos é outra maluquice. Enfim, tudo é culpa realmente da Lava Jato…

    Então tá.

  7. Que a direita é burra e

    Que a direita é burra e entreguista isso todos já sabiam, que o judiciario tem lado já se desconfiava, que a midia é como prostituta dos interesses internacionais e nas horas vagas dos seus proprios, todos já sabiam. Que o capital externo devora as economias dos paises em desenvolvimento e quer comprar suas empresas nacionais, todos ja sabiam. O que não sabiamos era que ao votar em Dilma teriamos a desagradavel supresa de que a mesma ia ficar encastelada, sem pelo menos lutar! Cade a bendida dilma valente? Cade? Numa hora dessas está lá formulando projetos para a reforma da previdencia ao inves de bater a mão em cima da mesa e chamar a população para o confronto com estes assuntos da entrega da petrobras e a quebra das empreiteras detentoras do grande conhecimento de engenharia adquirido nas ultimas decadas. A rainha está encastelada e isto significa que a oposição está em volta do castelo, porém, a mesma oposição está perigosamente exposta a ter que lutar em duas frentes caso o povo assuma as posiçoes em volta dela. Então ficaria a oposição esmagada entre o poder do castelo e o poder do povo. Só que sem um chamdo o povo nao se alinha e a responsabilidade disto é da rainha, oras! Grita dilma, larga de ser republicana de araque, chama todos em rede nacional, explica, conta o que está acontecendo que muitos virão em teu socorro! Agora, ficar se cagando dentro do castelo fazendo o que o capital externo manda é exatamente isso que vai te fazer cair com a coroa e as armas na mão. 

  8. Meu caro André,

    você acha que há alguma chance de nós virarmos mais um estado dos estados unidos? Isto seria bom pois poderíamos ir e voltar sem precisar de visto.  Quem não tem dinheiro poderia também ir e voltar, só levaria um pouco mais de tempo. Pensa bem. A viagem que a família do Lula fez do NE para SP, poderia fazer para Miami. Não seria sensacional ter um nordestino como presidente dos USA? 

  9. Falta de Arthur Bernardes

    Oportuna a lembrança de Percival Farquhar, proprietário da Itabira Iron Ore Company. Completaria o texto um lamento pela falta de autoridade atual  à Arthur Bernardes, nacionalista que no governo de Minas teceu-lhe, para desgosto da midia, ferrenha oposição, fiel ao lema de que “minério não dá duas safras”.

  10. Vou repetir aqui o comentário

    Vou repetir aqui o comentário que fiz noutro post, ao final segue link para um video

    Também fiquei com um pé atras ao ler esse despacho[decretando a prisão do marqueteiro João Santana] de Moro isentando o PT, e fiquei com um pé atrás porque Moro, além de cinico e sádico, é debochado, aliás, o deboche e o escárnio é um traço dos sádicos, isso ficou claro quando do voto que ele colocou na boca de Rosa Weber para condenar Dirceu: Não tenho provas mas tá na literatura….

    Trata-se de uma figura doentia e obcecada por defender o PSDB, partido do qual foi militante e continua sendo, ele e seus pais o pai fundo a ARENA e depois o PSDB, nada disso seria demais se ele não fosse um juiz miltante como tem se  mostrado. Inacreditável o que está acontecendo nesse pais

    A Lava Jato deixou de ser Lava Jato na terça-feira de carnaval quando Moro tirou a máscara, a partir dali passou a ser somente politica, e continuará sendo assim sem o menor problema, sem que seja incomodado por tribunais superiores, pois aos poucos, com desculpas aqui acola, como por exemplo a de que Lula não era alvo, foi avançado em sua tirania. Como derrubar esse tirano para salvaros a democracia? Pensemos nisso

    Deputado do PT acusa a Lava Jato: Já não é mais Lava Jato e sim politica e, como tal, está sendo usada para interferir no processo politico

    https://www.facebook.com/ptnacamara/videos/771960032904602/

  11. Forças nacionalistas, que

    Forças nacionalistas, que pretendem fazer do Brasil um país (e uma economia) e favor dos brasileiros estão no comando das intituições do executivo federal.

     

    Mas o povo não vota em juiz. As forças anti-nacionalistas, que por pura babação de ovos prefere ver nosso país (e nossa economia) entregue a outros países, estão no comando do Judiciário. Lembrando sempre que o ministro da Justiça não é chefe dos juízes, sua função é a assessoria ao Executivo nos assuntos relacionados a essa área. E lembrando, também, que há o “de fato” e o “de jure”, que há as leis e há a cultura… E que o anti-nacionalismo, prá valer, teria que ser extirpado das almas, assunto do foro íntimo, de cada um de nós – cidadãos comuns, funcionários da PF e do MP, juízes etc. –  que acha os “americanos” lindos. Não há lei que consiga impedir um brasileiro de sentir-se VIP só porque é admirador de estrangeiros, não se tira o complexo de vira-latas assim, num tapa. Você pode até tirar uma pessoa da ralé mas não tem como tirar a ralé de uma pessoa: isso só ela pode fazer consigo mesma, se quiser e conseguir.

  12. mais um excelente texto do

    mais um excelente texto do andré sobre os

    perigos da lava-jato para o país….

    o tal do percival farquaraquaquá deve esta rindo no

    inferno da nossa ingenuidade…

    onde os traidores viram heróis….

    e, pelo jeitoi, esses traidores  virarão corruptos e todos apaludirão

    porque a grande mídia dirá que o neoliberfalismo é o melhor regime

    economico para o país….

    e, portanto, vale tudo, inclusive privatizar como fizeram os tucanos,

    entreguar tudo a preço de banana….

    república das bananas ou dos bananas?

     

  13. Então…………

    O AA nos brinda periodicamente com seus artigos esclarecedores, muito embora, às vezes ele tece alguns comnentários elogiosos ao império saqueador!

    Mas,  para alguns, os fatos falam por sí.

    Fecha com chave de ouro, ao finalizar –  ” Farquhar volta triunfante começando de seu ponto de partida preferido, Toronto. A Lava Jato limpa a área e aplaina o caminho, vastos setores da economia nacional serão transferidos ao estrangeiro, tudo vendido na bacia das almas.”

    Acrescentando tb diria que, o fato de estarmos sendo vendidos na bacia das almas, foi exatamente o planejado pelo, diria, Império e suas Corporações aliadas, pois jamais iriam permitir que uma de suas colonias se rebelassem!!

    Ao decidir intervir nas questões do OM, auxiliando o Irã. Ao comprar os caças Suiços, ao tentar construir um submarino nuclear, ao não mudar o modelo de partilha do Pré-Sal, e finalmente a recusar o nome do embaixador proposto pelo governo de Bibi, já se imagina o que poderia acontecer !!!!!!!!!!!!!!

    Colonias serão sempre colonia, pois o vil metal, sempre será o Dono do Mundo !!!!!!!!!!!!!!

    Pela nossa desgraça, diga-se !!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  14. Deixa eu ver se entendi

    Deixa eu ver se entendi: Percival Farquhar tinha um espirito aventureiro, corrompia politicos, morava em uma vasto apartamento, tinha amantes, nasceu de família rica, então… que diferença há entre ele e um empresário brasileiro?

  15. Assis Chateuabriand à época

    Assis Chateuabriand à época de Percival Farquhar tb era temido como hj em dia com a Globo

    Ele não alisava não,descia o pau sem dó,não à toa Getúlio lhe facilitou aquisições nas comunicações,

    Lula seria então como o ex-presidente Arthur Bernardes “derrotado”com a ajuda dos Diários Associados?

  16. Boa leitura sobre os negócios
    Boa leitura sobre os negócios de Percival Farguhar no Brasil e o livro de Fernando Morais, intitulado Chato – Rei do Brasil. A narrativa deste livro ajuda muito entender o atual momento político.

  17. Temporada de caça. Mister Neves anima a torcida..

    Em resumo é isso mesmo, André… “A Lava Jato limpa a área e aplaina o caminho, vastos setores da economia nacional serão transferidos ao estrangeiro, tudo vendido na bacia das almas”.

    A operação lava jato inaugurou no Brasil, sob as barbas do governo, verdaderia temporada de caça onde a Odebrech e Petrobras seriam abatidas como verdaderio troféu.. Os próprios brasileiros nunca conseguiram dimensionar a importancia que a Odebrech assumiu e o tamanho do seu comprometimento com a infraestrutura do país. Para os brasileiros a Odebrech é empreiteira. e impreiteira é construção civil, nada mais nada menos que isso. Não, ela era muito mais do que isso, ela era estratégica[inclusive tinha uma divisão voltada para área de defesa, de defesa(!)] e por isso, claro, iria pro saco sem dó nem piedade.

    Aonde se viu ou se verá no mundo um governo assistir a destruiçao de 2 empresas da importancia dessas duas? e, ainda, pelas maõs da sua própria polícia tendo à frente um pequeno juíz de 1° instancia, repito, de 1° instancia !? Claro que o que empodera essa gente toda é um poder que comanda o circo ou cerco de fora do Brasil, mas usar esses “soldados” de baixa hierarquia para emparedar um país e um governo foi para desmoralizar, humilhar mesmo. Nisso usaram de requinte..

    Enquanto o pau quebrava ano passado, Marcelo encarcerado, os ratos já deram um jeitinho de piorar as coisas [http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2015/10/14/incendio-atinge-fabrica-da-braskem-na-grande-sao-paulo.htm] mas nada que fosse comprometer o patrimonio lá na frente, porque dono para Odebrech nao falta e ninguém quer comprometer negócio futuro…

    Para terem uma ídeia da importancia da Odebrech e o papel da Brasken criada em 2002[essa data, cruriosamente, te alguma coisa? Lula tornou-se presidente do Brasil !], acesem esse link e vejam a história da Odebrech, a sua implicaçaõ com a Petrobras e com o Brasil. Os destinos do país com essa empresa se cruzaram e se confundiram…

    Falta pouco, André…

     

  18. Malucos.

    Jesus. Tem gente que quer acabar com a lava-jato por achar isso de interesse nacional.  Explicado porque o PT conseguiu ficar 13 anos assaltando a nação.

  19. Equívoco

    Apenas discordo ao dizer que ele “corrompia” para fazer valer seus negócios. Caso o senhor passasse a pesquisar melhor, saberia que ele disse que a corrupção é um mal que assola este país, Brasil, obrigando o empreendedor a ter um cachê extra. O que a JBS faz é o que todos os empresários fazem. O empresário que se sentir ofendido, que prove não ter pago qualquer propina a políticos. Desde um simples assistente administrativo até o cargo de presidente da República, todos exigem algo em troca “para facilitar as coisas”. Seria importante conhecer melhor a história antes de publicar equívocos como o seu. Se ele “corrompia”, não teria sido porque exigiram que agisse assim?

  20. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome