Temer, o vingativo, e o exercício do ódio

Uma característica tem chamado a atenção sobre o interino Michel Temer: a capacidade de odiar algumas pessoas. As mesquinharias contra Dilma Rousseff, as notas de setoristas do Palácio, mencionando sua ira permanente contra ela, em contraste com a aparência formal, a maneira visceral com que se atirou sobre os blogs e sobre a EBC, denotam mais do que uma fria visão tática.

Um pouco da história inicial de Temer ajudará a lançar luzes sobre sua personalidade.

Recém formado, Temer foi trabalhar em escritório de advocacia, onde fez amizades duradouras. Era tão cuidadoso em relação aos amigos que atrasou a liberação de seu livro sobre o constitucionalismo para não atrapalhar o do colega Celso Bastos. Houve quem enxergasse sinal de insegurança nele, mas os amigos garantem que foi por lealdade. De fato, manteve amizades antigas e leais.

Prestes a se casar, necessitava de uma renda estabilizada. Aceitou, então, emprego em um sindicato de trabalhadores. No trabalho de transferir seus processos, procurou um advogado conhecido, que tinha escritório no mesmo prédio, e pediu para ficar com algumas das ações. O advogado senior esnobou o jovem advogado e o ódio lançou sua flecha preta na alma de Temer.

Tempos depois, teve a oportunidade de enfrentar o advogado em uma ação trabalhista. Foi uma vingança completa. Temer conquistou uma vitória memorável, praticamente “rapelando” a empresa representada pelo colega esnobe.

Esse comportamento repetiu-se com Dilma. O episódio do vazamento da sua carta calou fundo na alma fenícia de Temer. Não adiantaram as explicações do ex-Ministro José Eduardo Cardozo, garantindo que o vazamento não havia partido de lá. Do lado de Temer, a única pessoa que sabia da carta era uma secretária fidelíssima, há cerca de 40 anos trabalhando com ele.

O que calou fundo no interino não foram as críticas: foi o deboche. Em Temer, não existe mais o advogado junior atrás de reconhecimento, mas o político que chegou a presidente interino. Mas a alma ainda é a mesma.

26 comentários

    • KKK sim era e não dava espaço

      KKK sim era e não dava espaço político meeesmo – hoje vemos o porque, mas politicamente foi um erro crasso. Imagina como foi a relação de trabalho entre os dois no fio da navalha. Cada um com seu temperamento “quente”, o que deve ter saido de faisca ali…

    • A onde provavelmente nunca

      A onde provavelmente nunca trabalhou, só se aposentou. Como faz a maioria da elite que ascende a cargo top do Estado. Caso de Carlos sampaio e outros.

  1. Nassif, o que você acha que

    Nassif, o que você acha que poderemos sofrer como clientes da CAIXA, caso a instituição venha a ser privatizada. Já estou pensando em transferir minha poupança para outro banco privado. 

    • Será que o Temer vai dar

      Será que o Temer vai dar andamento neste projeto que o PT ligado ao José Dirceu patrocinou ?

      A Dilma já tinha se engajado na ideia .

  2. Temer é a cara da elite

    Temer é a cara da elite paulista e maçônica que representa, um sujeito medíocre sem projeto político que estava no lugar certo e na hora certa para aplicar um golpe de estado na melhor tradição política brasileira.

    Trata-se, na verdade, de um boneco de ventríloco das forças conservadoras (mídia, FIESP, judiciário, MP, PF…) tamanha é sua irrelevância intelectual e política, e isso é deveras preocupante porque a história demonstra que os medíocres costumam fazer um estrago colossal quando acuados e pressionados.

  3. Nossa! Pobrezinho do temer! E

    Nossa! Pobrezinho do temer! E eu que pensei que suas ações eram só por conta da roubalheira em que esteve metido a vida toda com gente como eduardo cunha, seu avatar.

  4. Macbeth

    O mal é que todos têm suas razões… Quando vi a zombaria em torno da cartinha mimada de Temer para Dilma, eu pensei que Mimimichel iria bater os pés no chão e fazer beicinho. Quem sabe até ficar de mal para sempre… O problema, se é que foi vazado pela turma da Dilma (não creio que tenha sido com o consentimento da mesma), é que a carta de Termer era tola e infantil e so poderia ter causado zombaria e deboche. Mas ai é como diz a musica, levanta, sacode a poeira e da a volta por cima. Eh assim com qualquer pessoa “normal”.

    Todos nos passamos por varias saias justas e zombarias na vida, mas nem todos tornam-se prisioneiros de seu ego, vaidades e frivolidades.

  5. Lula, Dilma e Temer padecem do mesmo problema

    Eles foram alçados a uma posição onde se é obrigado a decidir e o que eles decidem têm consequências.

    Para evitar besteiras seria preciso que contassem com Rumo, Norte e Estrela para balizar e parametrizar suas decisões, como os três não são do ramo, não fazem a mais pálida idéia de como isto acontece e metem os pés pelas mãos o tempo todo.

    Os que lucram com as estultices de suas decisões agradecem e primam por mantê-los ignorantes.

    E la nave va.

  6. Os biógrafos escreveram a

    Os biógrafos escreveram a mesma coisa sobre Hitler, era profundamente rancoroso e vingativo.  Pessoas assim são muito perigosas.  Vale lembrar que esse octogenário se aconselha com o Bita do barão, e é cliente antigo. 

  7. Satanás age através das
    Satanás age através das fraquezas da alma humana, da sujeira de sentimentos, em especial a vaidade e o egoísmo (meritocracia é seu novo nome). Nesse ponto Temer é um discípulo perfeito.

    O diabo ha de cobrar o seu pedágio.

  8. Não foi o Jorge bastos moreno quem vazou?
    O moreno tem sido considerado o porta voz informal do temer e foi quem vazou.

    Aliás, até hj defende o temer em todas as circunstâncias.

    Assim, me parece plausível que o vazamento tenha vindo do lado do temer, inclusive pra justificar a ruptura.

    E agora tb serve pra justificar as mesquinharias.

    Não tenho informações de bastidores, como o Nassif, mas essa explicação que deram a ele que só a secretária sabia não consegui digerir bem.

    Nem o Eliseu Padilha não sabia?

    Não foi estudado entre os do grupo dele o rompimento formal por carta?

  9. E um sujeito menor desses no

    E um sujeito menor desses no posto mais importante do país. Não tem a mínima estatura moral para nada.

  10. Já disse Pessoa…

    Dilma teria mais motivos para odiar Temer do que o inverso, mas ” a alma humana é um abismo, escuro e viscoso …”!

  11. O episódio do Bradesco na

    O episódio do Bradesco na Operação Zelotes foi vingança do Temer porque o Trabuco se recusou a dar a direção da Vale para negociatas ou foi obra desses procuradorzinhos com curso básico no exterior?

    • Se voce conhecesse os

      Se voce conhecesse os trabalhadores do Bradesco e como eles são tratados, inclsuvie com ameças de demissão pelas chefias depois da compra do HSBC, veria que cadeia é pouco para o Trabuco!

        • E isso é motivo para defender

          E isso é motivo para defender o Trabuco? Eu quero mais é que o Temer, o Janot e o PT vão para o lugar que mercem, os trabalhadores devem ter autonomia na defesa dos seus direitos e não depender de quem os manipula para encher as burras de dinheiro.

  12. Discordo do autor.
    Ele disse

    Discordo do autor.

    Ele disse que “Temer conquistou uma vitória memorável, praticamente “rapelando” a empresa representada pelo colega esnobe.” numa ação trabalhista.

    Depois o autor disse que”Em Temer, não existe mais o advogado junior atrás de reconhecimento, mas o político que chegou a presidente interino. Mas a alma ainda é a mesma.”

    A conclusão é absolutamente ilógica, pois lhe falta uma premissa importante, qual seja:

    Temer tudo fez para chegar à presidência a fim de rasgar a CLT e destruir a Justiça do Trabalho implantando um regime análogo ao da escravidão (80 horas por semana sem garantias trabalhistas e previdenciárias).

    Tudo bem pesado, é evidente que aquele jovem advogado que defendia operários vendeu sua alma ao diabo quando se tornou instrumento de opressão do capital. Esta seria a conclusão correta. 

  13. Temer não é nome, é verbo, e temam mesmo que o sujeito é perigo

    Minha análise de Temer aponta para um indivíduo que não fixa metas nem objetivos, segue aproveitando as oportunidades e vergando-se aos ventos mais fortes. Não é um idealista, nunca foi. Possui controle absoluto de seu estado de espírito, ao menos naquilo que poderia traí-lo ao se refletir em sua cara dura e inexpressiva.

    É um vacilão. Decide induzido e volta atrás com a mesma facilidade com que decidiu, desde que existam forças de oposição mais fortes. Se Dilma voltar ao poder, escrevam, ainda veremos Temer beijando as suas mãos.

    Comparo-o aos cachorros. Submissos, cordatos, dependentes. Sempre dispostos a impressionar quem os cerca com seus incomodos latidos. E mordem, às vezes sem haver o menor motivo para isso.

    Ele é mais uma desgraça herdada da era petista, um oportunista, um adesista, cínico, mentiroso, canalha, como todo politico que pertence ou já pertenceu ao MDB (PMDB).

    E este é o motivo proque eu deploro a existência dos governos militares no país, afinal, deixaram que nascesse e se expandisse este medonho ninho de cobras, que disfarça na defesa dos interesses do povo e da democracia suas verdadeiras e sinistras intenções.

  14. Temer não tinha que ter tido espaço nenhum mesmo…
    A presidente Dilma não tinha mesmo que dar espaço político para Temer. Ela deve ter sido forçada a aceitá-lo como vice, por conta desses acordos políticos espúrios que muitas vezes são necessários para se chegar ao poder, acordos esses eu repudio veementemente! Quando eu soube que o Temer seria vice da Dilma, eu já imaginei que ele faria exatamente o que fez, para chegar ao poder. Não entendo e não aceito o PT fazendo esses tipos de aliança, com Temer, Renan Calheiros, Fernando Collor, Sarney, etc. Sinto-me ultrajada e traída!

  15. A história contará o fracasso
    A história contará o fracasso de dois politicos, de baixissimo nivel, totalmente egocentricos e despreparados.

    1) Filhinho da mamãe e da irmã, netinho do vovô, incapaz de trilhar seu caminho na politica sozinho. Mimado, boemio, despreparado, vingativo, envolvido em denuncias diretamente como recebedor de propina, que não foi preparado pela mamãe, pela irmã e pelo vovô para ser derrotado. (Aécio)

    2) E o outro que através da própria carta dirigida a presidenta de uma nação, demonstrou insegurança, inveja, despreparo, necessidade de vingança, sentimento de inferioridade e também envolvido em denuncias diretamente como recebedor de propina. (Temer)

    Tenho pena dos filhos ao lerem essa parte da história do Brasil e saberem quem foi seus pais. Eles sentirão muita vergonha, imagino, que da mesma forma, que os filhos, netos de Carlos Lacerda devem sentir!!!

  16. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome