A derrota estratégica do complexo jurídico-midiático, por Ion de Andrade

Foto: Ricardo Stuckert

Por Ion de Andrade

Preparando-se para condenar e talvez prender Lula, o complexo jurídico-midiático estará selando uma derrota estratégica que se repercutirá nos anos futuros de forma ainda mais retumbante do que o Peronismo para os argentinos ou o Gaullismo para os franceses.

A inviabilização de Lula é a inauguração e não pós mortem, como costuma ser o caso pela perda do grande líder, do Lulismo; um inesgotável e vitorioso movimento que ecoará através dos tempos.

Mas por que se trata de uma derrota acachapante para o esquema que pretendia sepultar a esquerda brasileira? Porque o objetivo estratégico não era e nunca foi o de arruinar o Lula pessoa física e de cassar o seu CPF, mas o de não deixar pedra sobre pedra sobre o Lula líder, de enxovalhar o seu legado, a sua honra e a dos seus. Esse objetivo estratégico pelo qual a grande mídia se empenhou por vários anos JAMAIS será alcançado. O que pode a Globo agora que os seus feitiços já não funcionam mais? Implorar e de joelhos num editorial que Lula seja preso. E o que há de novo nisso? A derrota de ter que explicitar o que quer de forma direta, demonstrando que as suas forças se esvaíram.

De fato o esforço midiático de arruinar Lula produziu o contrário, agigantou perante a injustiça das ruas o líder perseguido. Confrontado como diz Luis Nassif à verdadeira bacanal em que se converteu o exercício do Poder no Brasil, o povo constata com clareza de que lado está a razão. E não há volta.

Leia também:  Por fora, bela viola. Por dentro, pão bolorento, por Rita Almeida

Ora, a lógica da exclusão de Lula das eleições de 2018 acentua o problema e mina irreversivelmente a idoneidade, já corroída, dos seus algozes e do golpe. A explicitação ostensiva da injustiça por um Judiciário que deveria zelar pela justiça, é a derrota estratégica da direita brasileira da qual esse Judiciário se tornou a última esperança. Há aí um ponto final da viabilidade política do golpe no curto prazo e do projeto do conjunto da direita no longo prazo. Não podemos prever quando o fruto podre cairá no chão, mas já se constata que podre está e não subsistirá ao tempo. Imaginemos o que será a votação da Reforma da Previdência com Lula condenado! Ou a que destino está reservado a candidatura Alckmin…

Pior para os golpistas, a antecipação recorde do julgamento para o dia 24 de janeiro, dia por dia, o aniversário de um ano do acidente vascular cerebral de Dona Marisa, o uso na UFMG pela PF de verso da música O Bêbado e o Equilibrista, utilizada como tema nas despedidas do Reitor Cancellier, para batizar a operação e as conduções coercitivas repetidas e impunes, apesar de flagrantemente ilegais, rompem com a tradição do humanismo cristão do país e vão tingindo o conjunto da estratégia golpista de um escárnio tão repugnante que não encontra paralelo na nossa cultura senão no que se entende por satanismo.

Projetemo-nos em 2018 quando os efeitos do arrocho orçamentário estarão nas ruas transfigurados em miséria das maiorias e em dificuldades materiais imprevisíveis para as classes médias e quando teremos um Lula (a pessoa física, mas não o líder) assediado e possivelmente preso por forças que se posicionaram no lado tenebroso da força.

Leia também:  Um tapa na cara dos juízes brasileiros, por Marcelo Semer

Há quem fale em necessidade de insurreição. Mas o Brasil nunca foi um país de insurreições e isso não ocorrerá. Talvez se fiem nessa verdade histórica achando que porque não haverá insurreição não haverá nada. Trabalham na superestrutura política, com vilipêndio, sem perceber que a modelagem última das instituições é a vontade coletiva das maiorias e que, cedo ou tarde, essa irrompe como um novo ordenamento, como ocorreu na ditadura.

Mas a corrosão e a podridão estão vomitadas na rua. E nada mais há que possa ser feito para limpá-la. E o julgamento de Lula está agendado para o dia 24 de janeiro em homenagem a Dona Marisa, um imperdoável escárnio.

À nossa revelia vamos sendo tangidos para a luta mitológica que refundará o Brasil.

No dia 24 de janeiro, condenado e humilhado, tratado com a crueldade inenarrável de um julgamento em data de sofrimento pessoal maior, Lula fundará, no meio do povo gaúcho, terra de Getúlio, e em vida o Lulismo!

Dará frutos cem por um!

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

10 comentários

  1. acervo.oglobo.globo.com/fatos

    acervo.oglobo.globo.com/fatos-historicos/augusto-cesar-sandino-bandido-nos-estados-unidos-heroi-na-nicaragua-9537450

  2. Satanismo, só esta palavra

    Satanismo, só esta palavra pode explicar tantas forças aparentementes opostas se unirem de forma tão coesa contra aquele que mais fez ao necessitados deste país. Que o Lulismo seja a resposta justa, duradoura e irreverssível deste descalabro de momento às futuras gerações. 

  3. Deboche

    Os justiceiros  da lava-Rato esbanjam poder. Riem à toa. Recebem prêmios da Globo e dos norte-americanos.  Especulam com os imóveis  do MCMV. Debocham  da Anistia….

    Cuidado, o diabo faz a panela mas ñ  faz a tampa !

     

     

  4. o excesso de messianismo

    o futuro do Brasil é uma construção coletiva, não será resultado de um messianismo individual. Lula é protagonista especial, singular, mas não único. Será importante superarmos os triunfalismos personalistas, dialogar mais, construir mais no coletivo. Pensar o Brasil do futuro requer de todos nós especial capacidade de reunir as forças de esquerda, até mesmo para sepultarmos as ditas coalizões espúrias que só comprometem uma nova cultura política em nossa sociedade. Não dá mais, em nome da governabilidade, catapultarmos ao protagonismo político os que deveriam ser esquecidos pela história de um povo.

    Lula é singular e especial, mas não será o nosso salvador. A redenção de um nação ou é coletiva ou é espúria.

  5. A oligarquia quer destruir o projeto popular da esquerda

    Texto muito interessante. Certamente, a direita teve uma derrota surpreendente. O golpe expôs a podridão da direita e da plutocracia e produziu atestado de bons antecedentes para a esquerda. Mas acho que, dependendo da reação popular, pode ser apenas uma derrota pontual.

    Em um tweet do Eduardo Guimarães, ele diz que a intenção dos golpistas não para no Lula. Se a sociedade continuar assistindo calada a sucessão de agressões à lei, nada impede que os golpistas destruam o Lula, depois o Haddad, o Flávio Dino, o Requião, assim por diante. Usando os mesmos instrumentos de lawfare, podem destruir o projeto da esquerda, simplesmente anulando todas suas lideranças.

    Precisamos reagir. Que o Brasil imite a Argentina, pelo menos desta vez.

    • Parei de ler no “A média de

      Parei de ler no “A média de SALÁRIO POR HORA NOS ESTADOS UNIDOS é de 21,32 dólares”

       

      Se esse fosse o salário deles, eles estariam numa época mais gloriosa do que os trinta anos dourados do pós-guerra – não teria nem necessidade de ter pai e mãe trabalhando para sustentar uma família com duas crianças

       

      Dá uma olhada depois numa coisa chamada Food Stamp.

  6. É importante denunciar a
    É importante denunciar a parcialidade do complexo juridico-midiatico.
    Mas é necessário demonstrar de forma clara e didática para leigos, detalhes do processo em si.
    Como é ridícula a denúncia, como é ridícula a condenação de Moro.
    Explicar em todos os canais ligados às forças populares, todas as inconsistências do processo contra Lula.
    Mostrar, de forma clara, por exemplo:
    – que o tal triplex não é, nem nunca foi de Lula. Nem de fato nem de direito. No maximo, houve uma visita. De fato, nunca morou, nunca alugou, nunca obteve renda, nada.
    De direito, está no nome da construtora, que por sinal, usou o ap como garantia para obter financiamento na CEF.
    – que o próprio juiz Moro despachou reconhecendo que não há vinculo entre o ap e as investigações da Petrobrás. Esclarecer que no ordenamento jurídico brasileiro, é necessário que se comprove ato de ofício para condenar alguma autoridade por corrupção.
    Enfim, denunciar todas as incogruências do processo em si para pessoas que não dominam o juridiquês.
    Este processo do Triplex é, simplesmente, ridículo.

  7. Em marcha a re-fundação do Brasil!

    Os parlamentares do PT, PCdo B e outros comprometidos com o Brasil devem organizar com bastante antecedência o deslocamento de tanta gente até Porto Alegre. Devem colocar algum do próprio bolso, assim como incentivar desde já uma vaquinha para que todos possamos contribuir.

    O Brasil é muito grande, atravessar o País de ônibus é muito cansativo e dispendioso, tem qua haver muita organização e solidariedade para que tudo corra da melhor forma possível. 

    Lula somos nós todos.

    Somos todos Lula!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome