Angra já não é mais dos Reis, por Maria Juliana Perim

O grande problema de Angra não é o trafico; este foi somente a consequência. É a desordem total em todos os sentidos.

Angra já não é mais dos Reis

por Maria Juliana Perim

Há um bom tempo queria mas por precaução não escrevi sobre a situação real de Angra dos Reis, hoje um ex-paraíso. Angra acabou e não dá para esconder mais isso, incluindo minha praia onde ninguém se importa com a progressiva deterioração de fato.

Não adianta governador e prefeito ficarem passeando de helicóptero com fuzil apontado para os morros e dizendo que acabou a criminalidade. O criminoso vem pra cá porque sabe que aqui é uma zona! Criminoso evita lugar organizado.

A população sofre com a total falta de fiscalização em geral, que permite a baderna em locais públicos que consequentemente atrai péssimos turistas e banhistas, que não se importam em desrespeitar as leis. Seu direito de propriedade e tranquilidade foi para a casa do chapéu. Como podem ver, até pedófilo já agiu na praia, ou seja, tamanha a liberdade que sente.

Esqueçam Angra lugar de paz e natureza. Hoje é de som alto nas praias e barcos, poluição e lixo no mar, bioma marinho devastado, ocupações irregulares aos milhares, etc. E não contem com as instituições públicas pois suas denuncias não serão bem atendidas. Se as instituições funcionassem, não teríamos esses problemas. Angra não é mais dos Reis, também não dos traficantes, mas dos bandidinhos que não são incomodados e prejudicam muito mais o dia a dia de veranistas e moradores conseqüentemente em inúmeros aspectos. Engraçado que essa realidade é beeem escondida…

Leia também:  Arma de brinquedo, surto psicótico e sigilo sobre os tiros marcam execução no RJ

Pois bem. O governador aparece em Angra bem ao estilo hollywoodiano… De helicóptero e com fuzis apontando para casas da periferia… “Vamos acabar com os criminosos”!!! Só que esquece que a Policia Civil daqui mal tem papel para impressão, combustível para diligencia, ou seja, o básico, bem como o tratamento a quem vai registrar uma ocorrência é geralmente surreal; parece que quem necessita é um lixo humano.

Já quanto a PM, além do 190 estar sempre ocupado nos finais de semana ou muitas vezes com defeito, NÃO FAZ MAIS R.O., SENDO O ÚNICO ESTADO DO BRASIL QUE NÃO PERMITE ISSO, fazendo que a vitima sempre deva procurar a Policia Civil, ou seja, a sobrecarregando ainda mais… (obvio que o objetivo disso é fazer com que haja menos registros e diminua a já péssima estatística).

Chegando na Civil, além do relatado acima, você tem que esperar horas visto que todo santo dia tem confronto de policiais e traficantes, e flagrante tem preferencia. E não é garantia de atendimento tal espera.

O grande problema de Angra não é o trafico; este foi somente a consequência. É a desordem total em todos os sentidos. Onde tem desordem, obviamente atrairá bandidos; vide a Teoria das Janelas Partidas (implementada em NY e que a transformou antes uma das mais violentas numa das mais seguras do mundo- tolerância zero às pequenas infrações e irregularidades, não ao criminoso como falsamente fakistas espalham).

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Não comemore Witzel, trabalhe!, por Jandira Feghali

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome