Dilma: A “inteligência” na qual não se deve acreditar

Dilma: A “inteligência” na qual não se deve acreditar

Ex-presidenta rebate declarações do senhor Heleno e aponta falhas do GSI na espionagem realizada pela NSA, no grampo feito no Planalto e no atentado na campanha presidencial

A “senhora Rousseff não acreditava na inteligência”. A declaração é do “senhor Heleno” ao assumir o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República. Tal afirmação vem sendo feita pelo “senhor Heleno” em todas entrevistas dadas à imprensa. Em vista disso, é inevitável tratar do assunto.

De fato, durante meu mandato, tive várias situações de manifesta ineficácia do GSI e do sistema de inteligência a ele articulado.

Houve falha, por exemplo, ao não detectar e impedir o grampo feito ilegalmente no meu gabinete, em março de 2016 – sem autorização do Supremo Tribunal Federal –, quando foi captado e divulgado meu diálogo com Luiz Inácio Lula da Silva, às vésperas dele ser nomeado para a Casa Civil

O caso mais grave, entretanto, ocorreu em 2013, por ocasião da espionagem feita em meu gabinete, no avião presidencial e na Petrobras pela National Security Agency (NSA), a agência de inteligência dos EUA.

Os setores da inteligência brasileira não só desconheciam que a interferência vinha ocorrendo há tempo – só souberam após o caso Snowden – como sequer sabiam os meios necessários para bloqueá-la. Nem mesmo sabiam o que havia sido captado pela NSA nos referidos grampos.

Uma “inteligência” ligada à Presidência da República que não tem conhecimento, capacidade e tecnologia para enfrentar a moderna espionagem cibernética não é crível.

Leia também:  O “vídeo bomba” e a largada para 2022, por Eduardo Borges

Na verdade, a própria defesa da soberania do país exige que nela não se acredite para que se possa tomar todas as medidas necessárias para torná-la efetiva e contemporânea. Negar tal fato só atrasa o processo.

Aliás, a falha mais recente ocorreu no governo Temer, o que evidencia que tudo continua igual no setor de inteligência. Durante a campanha, quando o atual presidente, então candidato, foi alvo de atentado em Juiz de Fora, a “inteligência” já supostamente reconstruída, desconhecia a ameaça e, portanto, não pode impedi-la.

Tais exemplos mostram que a inteligência do governo ainda não é credível.

 

Dilma Rousseff

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

24 comentários

  1. Uma curiosidade sincera…

    Nada entendo de “inteligência”, por isso o título. Sinto enorme curiosidade pra saber como se faz um “serviço secreto” no país mais “transparente do mundo”. Nossa legislação obriga a publicação de todos os atos oficiais pra que surtam os efeitos legais.

    Como contratar “agentes secretos” por concurso?

    A julgar pelo que diz a ex-presidenta, nossa “inteligência” é constituída por vários Johnny English. Também, pudera…

    Dilma poderia ter citado o caso do Almirante Othon, que até onde sei, tentou fazer estudos nucleares proibidos, de maneira “secreta”, mas foi apanhado na Lava-Jato.

    Por falar no Almirante, ninguém mais toca no assunto. É outra curiosidade sincera, alguém sabe o que aconteceu com ele?

  2. com esss resposta clara da

    com esss resposta clara da grande dilma fica claro a falha da inteligenia e a participção desse sistema falho no golpe contra a dilma roussef.

  3. ESSE TAL DE HELENO, QUE DEVE SER LAMBE BOTAS AMERICANAS

    Esse tal de Heleno (“mirem-se no exemplo daqueles paspalhos de Atenos, que sequer sabem, ao menos, que a Dilma disse e nós lemos…”que eles, do sni, ou são muito incom petentes ou são traidores mesmo. Afinal, se ele acusou Dilma de haver “derretido”o sistema de inteligência, ela prontamente respondeu que essa “inteligência”  incompetente simplesmente não soube  detectar grampo que o cafajeste de Curitiba ilegalmente mandou colocar para gravar conversa de Dilma com Lula, também não soube detectar espionagem americana no gabinete presidencial, no avião presidencial e na petrobrás (da qual só soubemos graças ao norte americano Snowden)  e, no ano passado, não tiveram competencia para detectar o atentado sofrido pelo então candidato boçal…naro.      Ora, gente incompetente assim tem que ser mandada pra rua mesmo, e agora o boçal o nomeia com incompetência e tudo.   Agora, há um detalhe: se não foi incompetência, então foi alta traição, da qual provavelmente os milicos sabiam ou até ajudaram.   Por três motivos: no caso da conversa Lula/Dilma, porque estava tudo combinado, com traidores, com supremo, com tudo, pois se Lula assumisse a Casa Civil, provavelmente seria muito mais difícil deputados e senadores aprovarem o impeachement de Dilma;   no caso da espionagem denunciada por Snowden, tudo foi mesmo uma questão desses traidores serem lambebotas de americanos……..e no caso da suposta facada que o boçal levou, porque até então o preferido deles era o Alkimin e o boçal que ficasse lá com sua ignorância vergonhosa.   Enfim, Heleno, falando em vergonha,  “vergonha na cara” e bom…..viu?

     

     

  4. correção do meu erro em comentário anterior

    ONDE ESCREVI   SNI, A PRÓPÓSITO DO ORGÃO “DERRETIDO” POR DILMA, SEGUNDO O INCOMPETENTE HELENO,   LEIA-SE    GSI, DE GABINETE DE SEGURANÇA INSTITUCIONAL……….

  5. A mim pareceu
     

    que a Dilma tem razão.

    A “inteligência” do governo, se havia, não estava a serviço da república, como pudemos constatar com a costura do golpe.

    No mais, continuo achando que a Dilma está morgando no Brasil.

    Nosso novo governo tem um comportamento de enchente:

    quando a gente olha, parece uma poça dágua.

    quando olha de novo, a água já está no pescoço.

  6. Caro Nassif
    A chamada

    Caro Nassif

    A chamada inteligência, ficava de olho na CUT, no MST, MTST, nos movimentos sociais, nos sindicatos, nas esquerdas etc etc

    General Heleno só pode estar de gozação.

    Saudações

  7. Pergunta que faço há anos.

    Para que serve a ABIN?… Mais prestativo que o orgão, ao Brasil,  foi o Snowden. Talvez daqui pra frente seja ágil em caçar inimigos internos.

  8. Sem tecnologia não há defesa alguma.

    Infelizmente não é possível para uma nação miserável como a brasileira, onde não produz tecnologia nem conhecimentos; caramba, não temos nem fabricas!

    Poderia de alguma forma oferecer algum nível de proteção contra vigilância do nível adequado, ou qualquer que seja, contra uma nação curiosa além de preparada e obstinada a interferir de qualquer forma, como a qual é Estados Unidos, Inglaterra, França ou mesmo Rússia.

    Sem investimento maciço em educação acadêmica formal(medida da qual o regime PT buscava como modo de mudar nosso destino), porém medida da qual a direita e extrema direita serão contrárias( tomam o conhecimento como inimigo número 1).

    P.S.: Os órgão de segurança brasileiros são provincianos e todos comprometidos com terceiros, deveria-se formar um novo órgão completamente independente, como principal defesa contra vícios existentes e com pessoas mais afinadas ao regime justamente para não serem volúveis.

  9. Arf
    Companheira Dilma…

    Respeitamos sua história, assim como refuto a tese repisada aqui de que seus erros precipitaram sua queda…

    Não… não se pode cobrar dela aquilo que ela não prometeu…

    Sua concepção revolucionária foi enterrada com as torturas que sofreu…

    Dilma presidenta estava completamente adequada ao estamento e as regras do jogo capitalista, crente que era (desde que foi secretária estadual no RS pelo PDT)de que valia a pena sua reforma dentro das regras e limites institucionais…

    Sua aposta não vingou… o frágil pacto que permitiu alguma inclusão dos miseráveis de periferias nas bolhas de consumo se esgotou rápido…

    Como a única mediação escolhida por nós na intervenção política foi o consumo, acabou o milho acabou a pipoca…

    Só que isso não lhe dá o direito a ingenuidade (eu aceitaria o cinismo, tomara que seja então)…

    Não são erros de inteligência são escolhas…

    Alguém ainda acredita que as torres gêmeas caíram por erro?

    Bom mesmo que sejam erros é só avaliar quem lucra (política e economicamente) com esses “erros”…

    Como Pearl Harbor ou 11/9, a frouxidão foi deliberada…

    Algo como deixa rolar para ver onde dá…

    Tem gente como Wilson Ferreira que acha que é provocado mesmo…

    Sugiro a Dilma nesse seu exílio político a leitura do livro Ministério do Silêncio de Lucas Figueiredo sobre o “serviço”… (SNI)…

    Vai até a beirada de 2002 e tem anotações interessantes de como a “comunidade ” enxergava a novidade Lula e PT…

    A esquerda sempre foi e será vista como inimigo de estado…

    E eles se imaginam portadores da (primeira e última) defesa do estado…

    Dilma tem direito a tudo… menos a acreditar que o GSI “errou”…

  10. Helmut Schmidt, o

    já falecido Chanceler alemão ocidental também era famoso por suas tiradas irônicas. Duas delas, bastante famosas:

    Certo dia, um repórter perguntou-lhe qual seria a visão deste Chanceler a respeito do futuro da Alemanha; Helmut Schmidt, meio irritado respondeu algo como “quem tem visões deveria procurar um médico”!

    Ele também detestava o SNI alemão da época, conhecido por este palavrão: “Bundesnachrichtendienst (BND)”. Schmidt não ligava muito pelas informações recebidas por este serviço, preferindo ler os diversos jornais e revistas da época e sempre chamava este BND de “Diletanntenverein”, isto é, “Clube dos Diletantes”.

    Para mostrar o seu lado mais simpático, anualmente este BND listava as piadas mais divulgadas na Alemanha Oriental, a comunista. Parece que a idéia deles é que pelo menos assim seus relatórios seriam lidos.

    Vale ainda comentar que a Alemanha Oriental tinha o seu próprio serviço, o “Staatssicherheitsdienst” (“Stasi”), que infestou o governo alemão ocidental de espiões, além de ser o terror dos cidadãos alemães-orientais. No dia em estes cidadãos perderam o medo dessa Stasi, em poucas horas o regime ruiu. Ou seja, a tal Stasi não serviu para muita coisa.

     

    • me fez lembrar dos “escuteiros” da antiga Telerj…

      maioria pirou legal entre surdez e tic-tacs nervosos pelos clik-cliks infernais dos relés………………………………………

      1 para cada corredor de painéis

       

      hoje é tudo tão fácil, sem precisar ouvir nada, só ler…………………………

       

      interpretar? impossível quando dentro de certos limites, muito além do imposto

  11. A Dilma colocou o geneleco

    A Dilma colocou o geneleco gagá no seu devido lugar, sim, meu senhor, o senhor será espionado e a inteligência do BOZO não poderá fazer nada, absolutamente incompetente que é, alíás militares brasisleiros e suas forças são muito bons para fazer política, jamais foram testados em confrontos de verdade, a não ser em tiros nas favelas contra o próprio povo brasileiro, é fraco, a inteligência não dá para sair com EUA, China, Rússia, os grandes países europeus, confiar nesta inteligência é píada pronta, por isto está certa a Dilma.

     

    Comparado com os grandes exércitos do mundo, o Brasiliero gasta muito dinheiro, mas ainda está na idade da pedra, 

  12. Esse inteligência deve ser
    Esse inteligência deve ser igual daquela piada na qual o cidadão é treinado durante anos a fio em várias técnicas de espionagem, e quando vai a campo encontrar o contato num hotel o gerente grita dá recepção: Giuseppe espione, visita pra vc!!

    Óbvio que todos os episódios que Dilma citou ajudaram a extrema direita subir ao poder…….. juntando o tal plano da nova democracia e o vídeo denúncia da facada a intenção fica clara como a luz do sol……

  13. Mais um “dialógo” de monólogos
    Dilma apontou o erro do GSI e vice e versa, sem reconhecer os próprios erros.
    A ex-presidenta deveria ter usado só telefone criptografado após ela ter descoberto pelo Greenwald que era grampeada. Por que ela não deu 1 telefone criptografado pro Lula? Ela teria enfrentado 1 problemão a menos.

  14. Sra. Dodge

    Alguem saberia me informar a razão real de sua negativa na colocação de “recibos” nas urnas ?

    Qual o real papel do exmo sr.Ministro da Justiça de Dilma ?

  15. SEMPRE RECLAMEI DA DILMA, PORQUE NÃO FALOU ANTES?

    Os EUA são ladrões de nações em desespero social, estava claro que fariam isso com o Brasil, só não imaginava que FA aproveitassem isso como projeto de poder e com isso jogando irmãos contra irmão, numa guerra hibrida sem lógica de defesa. Foi triste, mas foi o que foi, infelizmente para nacionalistas brasileiros de verdade, é difícil de entender, ideologia acima de defesa é burrice, estamos todos do mesmo lado.

  16. Desculpem-me os nobres
    Desculpem-me os nobres colegas, mas neste caso era melhor Dilma ter engolido o sapo. A resposta dela só prova a incompetência com que foi tratada a área de inteligência; ela não era uma mera usuária de seus serviços, mas a presidenta da República, sua chefe! O que ela fez para profissionalizar tal setor vital para a proteção dos interesses de Estado?

    Recordemos antes o que ocorreu com Paulo Lacerda, então diretor da Abin e ex-diretor da PF, no rastro da operação Satiagraha e o famigerado “grampo sem áudio” da conversa entre Gilmar e Demóstenes. Este episódio em que Lula piscou foi o começo do fim; era o momento de ter peitado mídia, judiciário e golpistas do congresso, com sua popularidade na estratosfera, e se aproximado da PF, Abin e militares, desenhando o caminho para um Brasil grande e soberano, capaz de continuar sua trajetória ascendente e proteger suas riquezas, mormente o recém-descoberto pré-sal. Abriu o flanco.

    Com uma trinca enfim encontrada na muralha, foi uma questão de tempo desconstruí-la, calibrando a mira. Em vários momentos o processo poderia ter sido contido, mas Dilma, com seu fiel escudeiro Zé, aprofundou dramaticamente os erros, piscando sucessivamente. Ao mesmo tempo em que consumou o afastamento de militares, PF e Abin, sobretudo por suas idiossincrasias, tentou aproximar-se da mídia, dos tucanos, da tecnocracia estatal. E o que se seguiu? “Faxina” e desgaste, Fake News em progressão geométrica, julgamento do “Mensalão”, cagadas de junho, NSA, Lava Jato, Levy, micaretas de patos, impeachment, prisão do Lula…

    Na mesma linha do argumento idiota do “controle remoto”, para que “inteligência” se temos clipping dos jornais e o Google? Bote uns patetas quaisquer no GSI, MJ, PF e Abin, adicione uma pitada de ideologia antimilitar, picote tudo com a tesoura tresloucada da ex-celsa Miriam Belchior e está pronto o bolo da completa ignorância em contrainformação.

    Sim, Dilma, você não acreditava em inteligência. Cortou seu orçamento, sacaneou aprovados em concursos, deixou o efetivo da agência minguar, colocou capachões em cargos-chave para que
    só obedecessem e não lhe enchessem o saco, enterrou de vez o projeto que Lula havia temerariamente abortado. E agora que tudo já foi para o brejo se queixa de que a inteligência não funcionou?

    Ao ouvir o Heleno, só me restou gritar: Bingo!

    • Bingo!
      Claro que os movimentos históricos são bem mais densos e complexos que apenas o tropeçar das agências…

      Mas dentro do universo tratado o comentário foi certeiro: o momento chave foi o caso Lacerda…

      Ali a maioria silenciosa da PF e de outros órgãos entendeu o recado, ou seja, o governo não protegeria seus quadros e os gritaria na fogueira da mídia…

      Agências e Polícia você controla, afaga, alimenta e pune…tudo dentro da lógica de lealdade que existe dentro dessas corporações…

      Esse pessoal vai agir como primeira e última linha de defesa… não se vacila e não se deixa esse pessoal na pista!

  17. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome