Lula de cabeça raspada. A lasciva “moroboziana” infecta o país, por Armando Coelho Neto

Eis o pano de fundo do Lula preso sem prova, cabeça raspada, descomendo dia sim dia não – para que o Brasil das mulas sem partido possa dar certo.

Lula de cabeça raspada. A lasciva “moroboziana” infecta o país

por Armando Rodrigues Coelho Neto

Lula de cabeça raspada, limpando o chão, em risco permanente de morte. Sob flagrante humilhação, este seria o sonho máximo, se outro não houver, para a lasciva “moroboziana”, hoje com um toque de Lebbos e pinçadas de canalhices do governo de São Paulo. Como pontuou um conhecido e polêmico jornalista, “tinha jeito de armação, cara de armação, cheiro de armação”. Pelo roteiro, Lula iria para um presídio “na quinta, e, na sexta, viria a público uma conversa de bandidos”. Pois é, digo eu, já não dá pra saber bem quem são “os mano”, se o sujeito da gravação, a assessoria do Marreco de Maringá ou a corja do DD Caça-níquel, a julgar pelo linguajar chulo revelado pelo portal The Intercept.

“O showzinho da defesa”, expressão atribuída ao hoje ministro da Justiça e Segurança Pública, pelo The Intercept, acabou sendo repetida pelo portal das antas, que também chamou de “showzinho” a ida de parlamentares ao Supremo Tribunal Federal (STF), em defesa do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. A corja golpista tenta se desvincular, mas acaba se traindo pela linguagem. A armação não colou, nem Raquel Dodge concordou. O STF frustrou o achincalhe, não por ser bonzinho ou necessariamente técnico, mas porque, de tão absurdo e extremo, fugiria até aos limites da pretensa ética da cozinha do golpe, que sempre tentou ser limpinho e cheiroso aos olhos de incautos.

Leia também:  19 de agosto: um dia memória, luta por justiça e resistência da população em situação de rua, por Fernanda Almeida

O golpe sujo, que se pretendia ser limpinho e cheiroso, de há muito perdeu a aura, até fora do Brasil. Grandes jornais internacionais, aos poucos, vêm se dando conta das “morocutaias” da Farsa Jato, cujo comparsa, o DD Caça-níquel, revelou a verdadeira cara da saga falso moralista da elite econômica brasileira. A santificação da dupla marreco-DD está arranhada e, como diz um amigo da Justiça Federal, a coisa está ficando feia. A imprensa, os comentaristas, setores econômicos já racharam. Servidores públicos vítimas da reforma da previdência abriram seus “desconfiômetros”. Tudo isso associado à falta de resposta econômica vem desencadeando muitas contradições.

Eis o pano de fundo do Lula preso sem prova, cabeça raspada, descomendo dia sim dia não – para que o Brasil das mulas sem partido possa dar certo.

Lula não vai ser solto amanhã, mas já pode pleitear esse direito. Mas, antes que isso aconteça, que tal um achincalhe a mais? Entretanto, parece que seus recursos finalmente começarão a ser julgados de modo, digamos, minimamente atento. Quem vai querer ter seu nome associado à infâmia levantada no Intercept, que vem revelando o processo de degeneração e desagregação institucional. Negou-se a política para fazer política, enquanto se construía um estado paralelo.

A grande tragédia desse processo, diz um juiz federal amigo, é que as pessoas poderosas, num País de tamanha desigualdade, estão se sentindo absolutamente livres para cometer qualquer abuso. Isso começa, naturalmente, com desinformação, vira idiotice e se consolida nas redes sociais. Nesse processo, questões sérias e ou politicamente corretas passam a ser tratados como “mimimi”. Instituído o vale tudo, juízes, delegados, procuradores passam os pés pelas mãos e se sentem legitimados por uma opinião pública manipulada, fabricada. Empresários já podem desancar servidor público, governante tripudiar do meio ambiente e dos direitos humanos.

Há um vale tudo em andamento, no qual ricos não querem ser fiscalizados, multados, tributados. Os endinheirados se consolidam no estou nem aí pra nada ou pra ninguém. Fazendeiro vai tocar fiscal do Ibama com bala de calibre 12. Tais desvios vão resvalar na polícia e ou na Justiça, com muitos Lebbos, Hardt, Wetzel pela frente. Como diz um agente federal, tudo que querem são tropas obedientes e não juristas independentes. Eis a estranha versão brasileira do neoliberalismo com pitadas de fascismo, com o aprove-se do senador Randolfe Rodrigues – todo fofinho com livrinho do DD Caça-Nível debaixo do braço. É. Já não se fazem esquerdas como antigamente!

Leia também:  Jogo Combinado, por Nasser Ahmad Allan

Eis o cenário do Lula com a cabeça raspada, satisfazendo o Ego de comentaristas da TV Globo, Jovem Pan, que se anteciparam nas promíscuas descrições.

Cenário, aliás, prenhe de anomalias e contradições, no qual aventureiros fascistas se sentem à vontade para promover estupidezes. De porteiro de prédio a policial de distritos longínquos, juízes e promotores se tornaram autoridades máximas. Suas subjetividades lhes garantem a lei do Mister Buckley – consertador de telefones que atuava como juiz leigo num rincão dos EUA. Ele deve ter inspirado o marreco de Maringá e ou figuras como Lebbos, Hardt, Witzel e Marcola. Buckley costumava mandar o Direito às favas e fazia o que lhe dava na cabeça, diz o jurista Lênio Streck.

Bucley, Lebbos, Witzel, DD-Caça-níquel, o ex-juizeco e chefes de milícia parecem ter o mesmo raciocínio. É possível que haja mais coisas em comum entre essa gente forjada na cultura da corrupção que hoje finge combater, muito além da lasciva “moroboziana” que infecta o país. Não à luxúria insana do fascismo!

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

15 comentários

  1. Graças ao PSDB e PMDB, que um dia teve à frente um ícone da política brasileira por nome de ULYSSES GUIMARÃES, Cunha pediu que Deus salvasse a nação após derrubar uma presidenta sem crime algum, seguido por um bando de inúteis, ladrões do dinheiro público a gritar coisas banais, ridículas, num plenário entupido de malandros, quadro triste da nossa História, que será visto e revisto indefinidamente por gerações e gerações do mundo inteiro.
    Essa foi uma conta grande que até FHC deveria sentir-se envergonhado, mas, e sobretudo a Justiça, como a OAB também, e, claro a grande imprensa, com destaque à Globo, que ainda agora está na luta para avalizar o que foi uma mentira como verdade, ainda em frente a algum presídio, esperando um pobre-coitado sair para filmar, com helicóptero e tudo, e encher páginas de jornais, ou pôr no ar os ecos de sua sabujice desavergonhado em prol de interesses próprios, como fizera com os generais da ditadura.
    Muito triste, porém cheia de análises profundas e sérias do que poderia hoje estar vivendo Lula, caso mais um golpe contra sua integridade física, e dignidade moral se materializasse na semana que passou, com uma juizeca seguindo os passos de um analfabeto, imbecil, que não merece um centavo do que vem recebendo do povo brasileiro, quem lhe paga religiosamente.
    Também não acredito que Lula obterá o que lhe é de direito: sua liberdade. Isso os próprios juízes, responsáveis por essa bandalheira, hão de tergiversar muito, enchendo os ouvidos dos leigos com palavras, e palavras para, ao fim e ao cabo, um dizer sim e dois dizerem não, e, assim, embaralhar mais a vida de Lula, porque é o que esses coisos pretendem: não assumir o passado recente, onde estavam até a medula no enredo do samba do crioulo doido que nos trouxe a essa triste quadra.

    24
  2. Belo texto do Armando Rodrigues Coelho Neto, descreve perfeitamente a farsa da VAZAJATO por detrás da frustrada transferência do ex-presidente.

    13
  3. Temos mais intercept hoje…
    Como Deltan articulou Movimentos de rua contra o STF, um dia após a morte de Teori.
    E o povo achou que era movimento espontâneo! Quanta sordidez!!!

    10
    • Guanto você paga um tipo de jarnalismo igual gue tá acontecendo com nosso pois há você e bangueiro se você e bangueiro Nei vou precisar descuti

  4. Esse texto é o que está nas mentes de todos os cidadãos indignados e com um mínimo de consciência crítica do país. Lucidez e coragem, as melhores armas contra o obscurantismo fascista-entreguista-miliciano.

    12
  5. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome