Lula e a destruição de provas contra o PT, por Urariano Mota

Por Urariano Mota

Em abril de 2006, em artigo sob o título “A imprensa e Lula em 2106”, eu chamava a atenção para a dificuldade do historiador em conhecer o Brasil 100 anos depois:

“Então o nosso historiador do futuro faz uma impressionante descoberta. Em 2006, na imprensa brasileira todos os fatos, todas as coisas, todos os acontecimentos, fossem do mar, da terra, do ar, do pensamento, dos répteis, das temíveis cobras corais, dos peixes até o mico-leão-dourado, todos os reinos e possíveis ocorrências se relacionavam, sempre, com o governo Lula. Para mal, of course… Até chegar a este extremo:

Nada se compara ao incidente de uma peçonheta cobra-coral que atravessou o caminho do presidente em 2003, o historiador viu em um jornal documento. Acontecera em Buíque, Pernambuco. Um agricultor, para defender o seu presidente, matou a cobra a pau. Pergunta de matéria do Estado de São Paulo:
‘Morte de cobra em Buíque foi crime ambiental?’…

Mas hoje, em 2017, sinto que o século correu muito depressa. Em dúvida, passem os olhos nos jornais desta sexta-feira e vejam em todas as televisões deste fim de semana. Antes do século vinte e dois, esta é a notícia preferida e perfeita:

“O empresário Léo Pinheiro, sócio da OAS, disse em audiência em Curitiba que o ex-presidente Lula pediu para ele destruir provas sobre propinas que a empreiteira pagou ao PT.

Segundo Pinheiro, Lula e ele discutiram sobre propina no Instituto Lula, entre abril e maio de 2014, dois meses depois que a Operação Lava Jato ter sido iniciada. Lula parecia “um pouco irritado” e teria perguntado se a OAS pagava propina ao PT no Brasil ou no exterior, segundo o relato feito pelo empreiteiro.

Leia também:  O abuso de controle empresarial e sua punição, por Fábio Konder Comparato

O empresário disse que respondeu que pagava no Brasil. O ex-presidente arguiu se ele mantinha os registros dos pagamentos feitos ao tesoureiro do PT à época, João Vaccari Neto. O empresário disse que mantinha.

Lula teria dito, segundo Pinheiro: “Você tem algum registro de algum encontro de contas, de alguma coisa feita com João Vaccari? Se tiver, destrua”.

Com pequenas variações, essa tem sido a bomba da semana brasileira. Parece até haver uma central, uma agência única de notícias, como acontecia no tempo da ditadura, em que os textos publicados saíam prontos da Segurança Press para todo o Brasil. Hoje, em nenhuma mídia existe a ideia expressa em raros comentários, postados à margem na internet como estes:

“Pegar um senhor de idade já condenado a dezenas de anos de cadeia e obrigá-lo a falsos testemunhos é obra dos imundos Moro/Mendes/Temer. Escobar.

Se a Justiça aceitar esse tipo de prova, obtida claramente por força, constrangimento do delator, nestes termos: ‘ou me diz da forma que eu quero ou permanece preso’…. Delação ilegal, não apresenta nenhuma validade para um País que se diz democrático e de Direito”.

A esta altura, sinto que devia chamar estas linhas pelo título de “Lula e a não-notícia”. Quero dizer: devemos esquecer a lógica, o bom senso, a lei, a Constituição Federal, e, acima de tudo, devemos mandar às favas o Estado de Direito. Pois o que estão a nos informar?  “A denúncia mais grave contra o ex-presidente Lula apareceu na delação premiada do sócio da OAS”. A saber, Lula – o alvo, o cara – teria mandado destruir provas contra o PT. E foi obedecido! E não se precisa provar mais nada, porque as provas da fala de Lula e contra Lula sumiram.  Pois não foram destruídas? Pois não temos a palavra de um preso acossado, no limite dos seus últimos dias, no tribunal da Santa Inquisição que produz provas ou toma como provas a falta de provas?

Leia também:  Sergio Moro conseguiu ajuda nos EUA para identificar os hackers, por Luis Nassif

É claro, não existe nada de graça. Nem para o delator, que se desonra em troca da liberdade de morrer desonrado, nem para o motivo da não-notícia. Perguntamos: 1. Querem destruir a candidatura Lula? Ou querem destruir Lula para sempre? Como dizia Groucho Marx, respondam à segunda pergunta primeiro.  

Em resumo, querem matar Lula, física e moralmente. Pior: os jornais já anunciam esta sua morte. Para eles, vale ao fim a resposta de Mark Twain aos repórteres especializados em manchetes que confundem o desejo com a realidade. Aos jornalistas, que haviam publicado na primeira página o triste fim de Mark Twain, ele próprio respondeu ao vivo, em uma coletiva de imprensa:

“As suas notícias sobre a minha morte são muito exageradas”.

*Originalmente publicado no Portal Vermelho

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

25 comentários

  1. Urariano, delação não é prova. Leia a lei que trata da delação

    Qualquer delação tem que ser comprovada. Como o Leo Pinheiro não tem como provar o que alega, ele jogou o barro na parede. Sustenta que não tem prova da culpa do Lula por culpa do Lula.

  2. O primordial e prototípico é
    O primordial e prototípico é a Educação tradicional: destruída pelo PT. rsrsrs PT, sempre BARANGO. rsrs 

  3. Parabens pelas críticas

    Parabens pelas críticas evidenciando as imundices que os imundos estão praticando. Quem já passou por êsse tipo de violentação sabe o que esses caras estão fazendo com seus delatores e seus conduzidos coercitivamente, como foi o caso do Eduardo que por sorte não foi pior.

  4. LULA

    LULA, sempre Lula, toda notícia começa com Lula.

    Como tudo o que é demais enjoa, as pessoas já não estão  nem mais prestando atenção.

    E tem mais,  odiar dá um esgotamento que só.

    De tanto ver falar mal e o Lula ainda  solto, alguém vai desconfiar que tem alguma coisa errada ou com o Moro

    ou com a Globo.

     

  5. nada tão atual
    Existe um povo que a bandeira empresta
    P’ra cobrir tanta infâmia e cobardia!…
    E deixa-a transformar-se nessa festa
    Em manto impuro de bacante fria!…
    Meu Deus! meu Deus! mas que bandeira é esta,
    Que impudente na gávea tripudia?
    Silêncio. Musa… chora, e chora tanto
    Que o pavilhão se lave no teu pranto!…
    Auriverde pendão de minha terra,
    Que a brisa do Brasil beija e balança,
    Estandarte que a luz do sol encerra
    E as promessas divinas da esperança…
    Tu que, da liberdade após a guerra,
    Foste hasteado dos heróis na lança
    Antes te houvessem roto na batalha,
    Que servires a um povo de mortalha!…

  6. A destruição de provas

    A destruição de provas fictícias (já que não há provas materiais) é usada pela segunda vez em casos diferentes. Conclusão: a aceitação da destruição de provas fictícias é a prova cabal, material, da destruição do estado de direito pelo perseguidor juiz da província, o inquisidor Moro.

  7. É assustador o tanto de

    É assustador o tanto de coisas ruins que estão a ocorrer Brasil afora. Todos os dias temos chacinas, linchamentos, crianças morrendo baleadas enquanto brincam nas ruas, latrocínios, execuções sumárias, mortes, muitas mortes. Não devemos ficar impassíveis, letárgicos, ao sangue escorrendo nas ruas – devemos sentir repulsa, se nos queremos um país civilizado. É urgente que a sociedade e as autoridades fiquem horrorizados e procurem solução para esse estado calamitoso em que o país se encontra. Será que toda a estrutura institucional, sócio-econômica, jurídica e midiática do país tem que ficar voltada para uma operação policial? Alguém pode perguntar aos milhões de brasileiros que têm que lidar com a violência, o desemprego, o descaso, se eles estão assim tão interessados? Certamente que não; para eles esses fatos nunca foram novidade; nada disso é “chocante”, “surpreendente”. Quem nunca ouviu um bisavô, um avô, uma avó, uma tia, muitos deles vítimas, fazer a narrativa oral da corrupção em escala industrial que grassava país afora, muito antes do advento de Odebrecht e similares? Muito antes de Eduardo Cunha ter nascido e além? O país precisa sair desse êxtase jurídico-midiático e cuidar da vida.

  8. Os covardes nocautedos

    Parabéns, Luiz Inácio LULA da Silva, definitivamente você venceu. Sérgio Moro, os procuradores de Curitiba, de São Paulo, o PGR, o MP, os rentistas, o empresariado dependente do entorpecente de verbas públicas, o capital estrangeiro, os deputados, os senadores e todo o escalão da maioria da grande mídia nacional jogaram a toalha por tão humilhados, envergonhados, fracassados, impotentes e incompetentes, que devem estar. Um bando de tolos, que ao tentar medir forças em qualidade moral, comportamento ético e honra, justamente contra você, se danaram e padeceram de modo vexaminoso ao darem ouvidos, e a mão, a toda ordem do que não presta no Brasil. Perderam feio, na estúpida certeza de que com a espetacular, fabulosa e potentíssima união de forças que aglutinaram seriam imbatíveis e rápidos na missão recebida de pulverizar e apagar a imagem da pessoa e a valente e corajosa história de Luiz Inácio LULA da Silva. Ao assistir a degradante e repugnante interpretação de Leo Pinheiro, eu percebi, ali, claramente, o certeiro golpe que nocauteou a grande frota do capital estrangeiro incorporado nos que agora jazem estatelados e fora de combate, no piso do ringue da verdade.

    Eles não sabem que os golpes baixos que usarão, através do tapetão, e que poderão condená-lo /ou o deixá-lo fora do calendário eleitoral de 2018 já não mais importa para o povão. Você é o vencedor, é o herói e é sim, o nosso ídolo popular, o nosso amigo e o nosso medalha de ouro.

     

  9. Surrreal do Dia 21 de Abril,

    Surrreal do Dia 21 de Abril, Dia da Delação

    PS: O leitor Francisco de Assis chama-nos a atenção para um ponto bastante importante. O gênio do Mal, Lula, segundo  o depoimento de Léo Pinheiro, teria mandado destruir as provas em “maio ou junho de 2014”. Contudo, o mesmo Léo assegurou em outro depoimento, que os “comparsas” do chefe da organização, Marisa e Fábio, visitaram em sua companhia o imóvel em agosto de 2014. E avisaram que pretendiam tomar posse do triplex no revéillon 2014-2015. Ou seja, Lula iria mudar-se para a prova número 1 dos seus delitos meses depois de ordenar a destruição das provas. É um disparate tão evidente que trai toda a insanidade das denúncias do ex-presidente da OAS.

    http://www.ocafezinho.com/2017/04/21/insanidade-de-leo-pinheiro-lula-manda-destruir-provas-e-conservar-mais-robusta-de-todas-o-triplex-guaruja/

    • vai somando tudo de que o Lula já foi acusado…

      incluindo parentes

      e depois pense no Serra e no Aécio……………………

      pensando assim, podemos dizer que o Cabral é ladrão de galinha

    • Denúncias do ex-presidente da OAS?

      Só uma pequena correção de texto. Denuncias ditadas pelos comparsas de Curitiba repetidas pelo ex-presidente da OAS, finalmente cedendo a pressões e tortura que sofre preso há mais de um ano, em busca desesperada pela única chance de não terminar seus últimos dias apodrecendo na cadeia.

  10. como já fizeram com Dirceu…

    e com outros petistas famosos, acusados de terem acumulado fortunas que jamais puderam ser restituídas pelo simples fato de nunca terem existido

    querem fazer o mesmo com Lula: condená-lo ao empobrecimento

  11.     Futuro do Pretérito e

        Futuro do Pretérito e Futuro mais próximo:

     

    –  Lula IRIA passar fim de ano no triplex

    –  Lula SERIA o beneficiário da provisão de 200 milhões

    –  Lula não IRIA SABER da reforma no sítio

    –  Lula IRIA receber o triplex

    –  Lula RECEBERIA o apartamento como propina

    –  A escritura jamais IRIA para o nome do Lula

    –  As palestras OCULTARIAM propina para Lula

    –  A contrapartida SERIA a assinatura de MPs pelo Lula

    –  Se Léo Pinheiro tivesse (não tinha) alguma prova ela SERIA destruída a mando de Lula e, por isso,

    –  TERIA OCORRIDO obsrução da justiça por parte de Lula e

    –  LULA será preso.

     

     

  12. Desculpe, mas sou dos que acredita que o sitio e o tiplex são ou

    ou foram de Lula. Desculpe, porque não sou militante, nem periférico, nem intelectual, nem assemelhado. Apenas um cidadão comum – pra usar palavras do grande Belchior. Esse auê todo só atinge gentes que estão muito distantes do povo, que não vai ligar pra essa questão na hora de votar. Questão (e que promete outras, meu Deus…) tão a gosto de crédulos e, concedo, a pessoas de muito boa fé, em batalhas de vitórias imaginárias. Triste em ver bases e um princiipal partido que ñao vão se renovar, de verdade, até porque as direções não tiveram a mínima vontade na educação pra cidadania e pra consciência política. Pelo contrário.’Remember’ a lama do PT PE em Recife, troca de acusações de compra e venda de votos na tal PED.

  13. Em qualquer país decente

    Em qualquer país decente ética e moralmente tal acusação da destruição determinadas e cumpridas precisariamente ser cabalmente comprovadas. Dizer, até eu ou o cachorro que costuma mijar no poste da esquina. Agora, como o tal ministreco fachineto homologou a referida delação do “não diz coisa com coisa”? Afinal, como os poliças e os procuradores-de-arcas-de-tesouros poderiam comprovar? O imbecil queimou e guardou as cinzas? E o desMoronado, nem piscou? Haja país de merrecas e inventar e inventar e inventar e mentir e mentir e mentir e mentir e a pegar o apartamento “do” Lula e botar como garantia de pagamento de suas (deles, os cretinos) dívidas. Haja merrecas de merda.

  14. Comentário.

    Sei. Não havendo prova, vão dizer que Lula deve ser preso sob suspeita de que fará destruição de provas.

    Não tem provas pois foram destruídas.

    Não é lindo isso?

    Destruição de provas durante quanto tempo em meses. Quantos meses mesmo?

    É idiota a argumentação.

    Por argumentações mais idiotas tiraram uma presidente legítima por um crime que não existiu.

  15. Só me pergunto, realmente

    Só me pergunto, realmente todos acreditam piamente na honestidade absoluta do lula? Eu não coloco mão no fogo por ninguém.

  16. É a velha e cosstumeira delação encomendada.

    Não é necessário ter mais do que dois neurônios para ter certeza de que a encomenda foi satisfeita pela FARSA PORCA, mas o essencial, A PROVA, ainda vai continuar faltando, pelo simples fato de nao existir. LULA, CONFIAMOS EM VOCÊ!

  17. O que eles são capazes de

    O que eles são capazes de fazer para manter viva a farsa, o enredo, o mundo-matrix criado com o objetivo de dwestruir Lula e tomar o poder, ultrapassa todos os limites do nonsense, da ausência de car-ater, dignidade e mesmo humanidade…..  Nem consigo sentir raiva ou desprezo pelo Léo Pinheiro, imaginando-o na masmorra do estado de Curitiba, a pressão permanente e desesperada dos familiares, dizendo aos seus ouvidos cansados: “entraga logo o que eles querem….. vai apodrecer nessa cadeia?”

    Fico pensando quem é mais indigno: o procurador que oferece magnânimo, sorridente, a chantagem explícita, o juiz que participa e comanda a farsa, ou os ministros do Supremo que a tudo assistem como se isso não fosse de sua alçada….

    Haja sordidez e falta de tudo que torna um ser, humano……

  18. Nao da pra entender pq o STF
    Nao da pra entender pq o STF decidiu que Sarney tem foro privilegiado e Lula nao. Pais lasqueira esse nosso.

  19. Sempre a rede golpe

    Eu detestava o Brizola, achava ele populista, isto em 1989. Passados estes anos tenho convicção que o Brisola enfrentaria a Globo severamente ao passo que Lula nunca enfrentou infelizmente.

  20. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome