Lula na Casa Civil do Governo Dilma: por que não?, por Alessandre de Argolo

Já ficou claro para muitas pessoas, dentre as quais eu me incluo, que o juiz federal da Operação Lava-Jato, Sérgio Moro, só descansará quando mandar prender Lula. Para mim, isso está muito claro. A prisão de hoje de José Dirceu só reforça essa ideia. Talvez Moro pense que Dirceu tentará um acordo de delação premiada. Improvável. Dirceu é honrado. Não faz o tipo “dedo-duro”, mesmo que esteja sofrendo na pele possíveis injustiças.

Lula na Casa Civil seria ótimo. Era o que eu faria se fosse Dilma. Desarmaria todo o ataque que recai sobre o PT, cuja finalidade maior é afastar ou diminuir consideravelmente as chances de Lula na corrida presidencial de 2018. Seria uma jogada digna de Mané Garrincha. Nada mais brasileiro. Seria a História passando aos nossos olhos. Lula na Casa Civil do 2º Governo Dilma. Jogada de mestre internacional de xadrez. Aí era só esperar as eleições em 2018, com Lula dentro do Governo Dilma.

As coisas ficariam claras como água e o ódio da oposição, aliado à impossibilidade de Moro de alcançar Lula (foro por prerrogativa de função, conforme art. 102, inciso I, alínea “c”, da Constituição Federal), chegaria à estratosfera. Tudo ficaria claro para o povo. O Governo Dilma se reforçaria, Lula participaria ativamente da política de um Governo atualmente combalido, alvo de ataques que partem de todos os lados, à esquerda (inclusive de setores do PT) e à direita. Para além de ser uma mera forma de proteger juridicamente Lula de uma prisão arbitrária e politicamente interessada vinda de um juiz federal de primeira instância, seria também uma importante injeção de ânimo para o Governo Dilma.

Leia também:  Para entender como o conluio na Lava Jato chegou à 2ª instância, por Fernando Horta

O que pode ser melhor do que isso? Muito pouca coisa, na verdade. Na minha mente, não vem nada melhor do que isso para o momento. Para um problema drástico, a solução tem que ser drástica. Ou isso ou o PT terá que se contentar a ver Lula ser preso. Na minha opinião, isso acontecerá, é uma mera questão de dias. Parece ser hoje um resultado inexorável e/ou inevitável, salvo se o PT reagir como deve. É certo que Moro chegou a declarar, por ocasião da recente impetração do habeas corpus preventivo em favor de Lula, que ele não era objeto de investigação na Operação Lava-Jato, mas os fatos apontam para uma realidade muito diferente. De qualquer forma, nada impede que, de repente, uma determinada situação seja criada para que Lula seja efetivamente incluído no rol dos investigados.

Em termos práticos, abstraindo as funções administrativas inerentes ao cargo, a nomeação de Lula para a Casa Civil seria apenas formalizar um papel que ele já tem no Governo Dilma, que é o de conselheiro político. Eu fico me perguntando o que impede essa escolha. Não vejo nada que impeça, em qualquer seara que se analise, moral, política e jurídica. FHC é que tem essa visão de que, quem foi presidente da república, não pode mais contribuir com o governo, algo nessa linha. Ele acha que deve ser dado espaço a outras pessoas ou que seria algo que mancharia o passado de um ex-presidente etc. Enfim, uma bobagem orgulhosa.

Neste caso, a nomeação de Lula para a Casa Civil teria sentido político abrangente, inclusive seria estratégica, do ponto de vista jurídico. Com Lula ministro da Casa Civil, a caneta pesada, monocrática e não menos precipitada do Dr. Moro não o alcançaria mais e um eventual processo penal contra ele tramitaria no STF, num julgamento colegiado, sob critérios mais racionais, mais razoáveis, e longe dos açodamentos de um juiz federal de primeira instância, incensado pela grande imprensa e que hoje detém uma extravagante jurisdição sobre todo o território brasileiro. Sendo juiz federal no Paraná, Moro manda prender preventivamente pessoas que residem e são domiciliadas no Rio de Janeiro e em São Paulo e que praticaram atos nestes estados. É hoje a pessoa mais poderosa do país e que dita os rumos do que irá acontecer. Alguns chegam até a aventar uma possível candidatura dele à presidência da república, a exemplo do que falavam sobre o ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa, quando este era ministro relator do processo do mensalão. Descontados os eventuais exageros, vejam a que ponto a atuação de Sérgio Moro chegou.

Não se enganem, existe uma clara disputa pelo poder em pleno andamento e a Lava-Jato é peça central nisso. Lula pode sim ser alvo da Lava-Jato, o que, aliás, eu acredito que é o seu grande objetivo. Nunca foi Dilma ou qualquer outra pessoa. O alvo da Operação Lava-Jato sempre foi Lula. Eles não querem cometer o erro do Mensalão, quando Lula ficou intocável, apesar dos incessantes pedidos da defesa de Roberto Jefferson de que Lula fosse incluído no rol dos réus da Ação Penal 470 (também conhecida como “processo do mensalão”).

Somente otários fazem o que o adversário espera.

O único problema é que Lula teria que deixar o governo para se candidatar. Neste momento, Moro poderia se aproveitar e mandar prendê-lo. Mas aí o momento seria outro. O processo, caso chegasse a ser aberto, estaria tramitando no STF na mão de algum ministro. Teria que descer para a primeira instância. Isso poderia demandar tempo. No entanto, nada disso impediria que se visualizasse a tentativa de impedi-lo de chegar à presidência.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Democracia em Vertigem: uma crítica de Henry Bugalho

137 comentários

  1.  
    O José Dirceu é

     

    O José Dirceu é macho!
    Delação é coisa de bandido!
    E de bandido covarde!
    &$, lembrando o Ciro Gomes, o fascigolpistas são frouxos!

    E tenho dito!

     

    ***

     

    DA SÉRIE ‘AH CANALHA’!

    Para juiz, petista colocou a ordem pública em risco

    (…)
    … não há como não reconhecer a presença de risco à ordem pública, a justificar a prisão preventiva para interromper o ciclo delitivo”, escreveu Sergio Moro.
    (…)

    CACHOEIRA – perdão, ato falho -, FONTE [IMUNDA]: http://www1.folha.uol.com.br/p

    RESCALDO:
    ah canalha!…

  2.  
    DA SÉRIE ‘MAU DIA

     

    DA SÉRIE ‘MAU DIA BRASIL’!

    Duas das primeiras palhaçadas criminosas perpetradas por duas das múltiplas ‘penas amestradas’ “do PIG” – [PIG] corrupto até a enésima geração de [emissoras] afiliadas – e de afilhadas(os) também!
    ‘O laranja’ J. Hawilla dos Marín(hos) das organizações criminosas Globo do FIFALÃO &$ da sonegação bilionária que o diga!
    Edição do início da manhã de 04/08/2015!
    “Os desdobramentos da Operação Lava Jato provam que é possível acabar com a corrupção endêmica no Brasil! E que lugar de corrupto é na cadeia!” Por Fernando Mitre “dos Sayad da Band”!
    Desde que o [mega]criminoso não tenha DNA Tucano, ‘né’ ‘Mitrinho’?!

    “Para o governo da presidente Dilma foi uma infeliz coincidência a prisão do José Dirceu ter acontecido dias antes da divulgação da próxima propaganda do PT! E, justamente, no retorno das atividade do hostil Congresso Nacional!” Por [pseudo-]jornalista Cristiana Lôbo [de Raiva!] 
    A ‘Cristianinha’ sabe que, no ‘braZ$&l’ dos patrões Marín(hos), “coincidências não existem”!
    ‘Ella’ sabe!
    Às favas, a ética [pseudo-]jornalística!
    Mesmo porque ‘o plim plim’ da máquina registradora não pode parar!

    Pano rápido lava [a jato!] as sujeiras “cheirosas”!

    República Desses Bananas [pseudo-]jornalistas Vigaristas [seletivos] Assassinos de Reputações a $oldo IMUNDO!
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

  3.  
    A prisão de Dirceu é para

     

    A prisão de Dirceu é para aumentar o “coeficiente de PT” na Lava-Jato

    Autor: conspícuo e impávido jornalista Fernando Brito
    3 de agosto de 2015 | 13:55

    (…)
    Há duas coisas, entretanto, que são irrespondíveis, embora Sérgio Moro gaste muita tinta para justificar.
    A primeira é o fato de ele se atribuir jurisdição nacional (e até com foros internacionais) sobre tudo o que disser respeito a possíveis atos de corrupção de empreiteiras, desde que se tratem de obras ou empresas federais. Dinheiro da Odebrecht, da Andrade Gutierrez, da UTC e de outras dados a políticos “estaduais” ou “municipais” – com os quais elas fazem centenas de negócios, “não vêm ao caso”.
    (…)
    A razão, por isso, é evidente até para os olhos míopes da imprensa brasileira. O desenrolar da Lava Jato estava deixando claro que os esquemas de corrupção eram, essencialmente, ligados a políticos do PP e do PMDB. As pressões para obter delações de Renato Duque e João Vaccari, entre
    outros, ainda mantidos presos não resultou, até agora, em sucesso na obtenção de acordos onde estes acusem a quem interessa acusar.
    Dirceu, já linchado em praça pública, oferece aos politizadíssimos investigadores e acusadores – a rigor, não é juiz neutro no processo – a oportunidade de devolver ao escândalo um “alto coeficiente de PT” outra vez.
    Nada mais que isso.

    FONTE [LÍMPIDA!]: http://tijolaco.com.br/blog/?p=28664&cpage=1#comment-215176

  4. A que ponto chegamos

    Lendo este texto

     

    “..Dirceu é honrado..”

    “…As coisas ficariam claras como água e o ódio da oposição…”

    “…O único problema é que Lula teria que deixar o governo para se candidatar. Neste momento, Moro poderia se aproveitar e mandar prendê-lo. Mas aí o momento seria outro. O processo, caso chegasse a ser aberto, estaria tramitando no STF na mão de algum ministro. Teria que descer para a primeira instância. Isso poderia demandar tempo. No entanto, nada disso impediria que se visualizasse a tentativa de impedi-lo de chegar à presidência….”

    “…Somente otários fazem o que o adversário espera.”

    Fico me perguntando. Será que toda a  PF o TCU, o STF e toda a sociedade civil organizada são otários, mentecaptos e imbecís?

    Triste um país relatado no texto acima.

     

  5. Mas nós temos um problema: o

    Mas nós temos um problema: o republicanismo do PT que decorre da completa falta de compreensão de que para a Casa Grande “todos os brasileiros são iguais, mas uns são mais iguais que os outros”. A falta de atitude vai se convertendo em falta de liderança e já já grupos começarão a tomar em suas próprias mãos a reação contra a direita golpista. Bastaria que Lula desse as caras na recepção da ONU e dissesse: “Avise o secretário geral que tenho um pronunciamento a fazer” para denunciar o que está acontecendo não só no Brasil como na América do Sul e isto seria uma vacina contra as intenções golpistas da direita midiática-judiciária-política.

  6. Não sei se Lula aceitaria ser

    Não sei se Lula aceitaria ser ministro da Casa Civil só para dificultar sua prisão,  o Lula tem intenção de correr o Brasil num contato direto com o povo e todos sabem, quando o Lula fala direto co as pessoas ele se faz entender e sempre fala o que a oposição não quer escutar. Como ministro da Casa Civil ele não teria essa liberdade de dizer tudo o que pensa. Também acho que o objetivo do Moro e outros é prender o Lula, porém … tem que combinar com as pessoas que gostam do Lula e não são poucas. Se eles querem guerra … vão ter guerra.

    • Não é “só” para dificultar a prisão de Lula

      Como dito expressamente no texto, a nomeação de Lula para o cargo de ministro da Casa Civil não teria a exclusiva intenção de dificultar a sua prisão, como você disse acima. Lula faria parte efetivamente do Governo Dilma, contribuindo diretamente com ele e de dentro do Governo. Isso não pode ser confundido com uma mera tentativa de dificultar a sua prisão por Moro, afinal, Lula como ministro influenciaria o governo já a partir da nomeação.

      Lula como ministro não ficaria impedido de falar diretamente com as pessoas, continuaria a se fazer entendido e pode continuar normalmente a falar o que a oposição não quer escutar. Não vejo onde, como ministro da Casa Civil, ele não teria essa liberdade. Essa afirmação não se sustenta em nenhum momento.

      Por fim, bobagem achar que se Lula for preso haverá uma “guerra”. Não haverá guerra nenhuma. Moro não tem que combinar com quem gosta de Lula a sua prisão. Ele simplesmente mandará prender, como mandou prender todo mundo até hoje. Se tem gente que gosta de Lula, tem gente que odeia. Lula seria preso, haveria uma reação negativa num primeiro momento, mas depois as coisas se acomodariam. E quem sairia perdendo é quem gosta de Lula, o PT, o próprio Lula etc.

      Pessoas poderosas em todo o mundo foram e são presas em seus países. Exemplos não faltam. Gera repercussão, claro. Mas não pensem que com Lula seria muito diferente, algo que tornaria a vida impossível de ser vivida. Besteira pensar assim. Lula pode sim ser preso e isso seria visto como uma coisa boa para o país por muita gente. Muita mesmo. Isso se acomodaria no estado das coisas. Lula não é tão diferente assim para que se pense o contrário. Muito pelo contrário, prender Lula é a grande tara de todos os que não gostam do PT e dos seus governos. Se existe uma coisa que eles querem fazer é precisa e justamente isso. E eles farão de tudo para que isso aconteça, a prisão de Lula (até camisa fizeram, com a marca da mão de Lula melada de petróleo). Eu não tenho a menor dúvida disso. E farão isso em nome da “legalidade”.

      • “feito

        Infelizmente eu concordo com a opinião de que a prisão de Lula não desencadearia esta guerra toda porque a TV se dedica há muito a satanizar o PT e seus membros, Lula inclusive. Muita gente acredita que o que tudo que dá no JN ou sai na imprensa seja verdade. Fazendo um paralelo, quanto tempo Mandela ficou preso, apesar dos protestos internacionais? Além disso, os EUA são 100% hipócritas e a eles interessa o afastamento do PT do poder porque, com todos os seus defeitos, a presença do partido na presidência funciona como um dique ao entreguismo político e economico definitivo do Brasil aos EUA. O PT e Lula pagam o preço por não terem  “feito a cebeça” do povo como a extrema direita os acusa. Na Venezuela o bicho pegou quando os golpistas com apoio dos EUA tentaram derrubar Chavez porque o povo foi politizado. Aqui, nós ficamos por conta do controle remoto…

      • O Lula na Casa Civil e

        O Lula na Casa Civil e conversando com o povo talvez criasse mais problemas ainda para a Dilma, pois imagina, a oposição e esses descerebrados que ela conquistou e fez odiar Lula, o ódio ainda maior que fariam desaguar no governo da Dilma, se ela já não tem sossego para governar pense com Lula lá. Quanto à guerra se prenderem o Lula nem eu ou você podemos dimensionar as reais consequências,  por mais pessoas barulhentas que a oposição conquistou não chega perto da maioria silenciosa (até agora) que realmente gosta dele. O Lula é o Lula, não é Mandela. Se não se lembra ao menos já ouviu falar que aquele povo todo que insuflado estava disposto a arrancar o Getúlio do governo, quando souberam que do seu suicídio, voltaram e quebraram o jornal que desancava o presidente.

        • Lula não é Mandela nem os brasileiros são os negros sulafricanos

          Você tem razão. Lula não é Mandela, que, quando preso, servia de símbolo mundial permanente para a luta dos negros sulafricanos contra o Apartheid.

          No entanto, num ponto, a tua comparação é muito infeliz e inverte o real sentido das coisas: Mandela é um nome maior do que Lula na história da política mundial e, ao contrário do que você diz, Mandela preso foi algo que SEMPRE influenciou a luta dos negros sulafricanos contra o Apartheid, inclusive internacionalmente.

          Ou seja, quando você afirma que Lula não é Mandela, querendo com isso dizer que a prisão de Lula geraria uma “guerra” que não gerou na África do Sul, você fala bobagem. A prisão de Mandela nunca foi esquecida pelos negros sulafricanos. Mandela, mesmo preso, era a força que mantinha a chama da luta contra o Apartheid acesa.

          • Sinto que você quer diminuir

            Sinto que você quer diminuir o Lula quando o compara a Mandela, porém se o Mandela foi e é referência mundial contra o Apartheid, o Lula é referência mundial contra a fome no mundo. Apesar de que se o Lula for preso (nem Deus há de deixar), não há dúvida que sua história se aproxima ainda mais da do Mandela mesmo que a oposição aqui faz questão de diminuir o Lula em tudo o que ele faz, porém,  cada um no seu quadrado.

          • Não quis diminuir Lula em relação a Mandela

            Você sim, quis diminuir Mandela em relação a Lula quando disse que “Lula não era Mandela”, querendo dizer com isso que, ao contrário (!!) do que a prisão de Mandela gerou na África do Sul, a prisão de Lula geraria uma “guerra” no Brasil. Essa ideia é falsa: a prisão de Mandela gerou inúmeras repercussões, tanto na África do Sul quanto no resto do mundo.

  7. Contra a Indiferença

    A sanha das ações articuladas entre “Os Mercados – O Judiciário – O Legislativo – Os Partidos Reacionários – A Mídia Golpista” na aparência, tenta dar exemplo de moralismo pelo justiçamento de “personas” como José Dirceu, Othon Pinheiro, Lula.

    Mas para além da aparência, o que se busca é a destruição de um Projeto de País, busca-se a reinstalação da “República Vira-Latas” conforme a visão de mundo dos dois recentes Governos Tucanos.

    Penso que como Povo, como Instituições Democráticas, nós ainda estamos muito timidos, lutando com luvas de pelica contra as iniquidades, brutalidades, e arrogância perpetradas nos últimos meses contra o Brasil.

    Na verdade o chamado combate à corrupção, está sendo corrompido em seus processos, e seus corruptores estão protegidos sob o manto da “Primeira Instância”.

    Neste processo, Hitler, Mussoline, Berlusconi, Pinochet, Médici, são resultados esperados.

    Só será possível vencer a lógica Fascista em andamento, se superarmos a quase  “Indiferença” que nos assola, do contrário, caminharemos para uma “Cronica da Morte Anunciada”, conforme nos adverte Bertolt Brechet em seu poema:

    A Indiferença

    Primeiro levaram os comunistas, Mas eu não me importei, Porque não era comigo;

    Em seguida levaram alguns operários, Mas a mim não me afectou, porque eu não sou operário;

    Depois prenderam os sindicalistas, Mas eu não me incomodei, Porque não sou operário;

    Logo a seguir chegou a vez de alguns padres, mas como nunca fiu religioso, também não liguei;

    Agora levaram-me a mim, E quando percebi, Já era tarde!

     

     

     

  8. Pena para ele, Moro, que uma hora ou outra o poder acaba.

    “…Sendo juiz federal no Paraná, Moro manda prender preventivamente pessoas que residem e são domiciliadas no Rio de Janeiro e em São Paulo e que praticaram atos nestes estados. É hoje a pessoa mais poderosa do país e que dita os rumos do que irá acontecer. ..”

    E acaba, tanto para ele quanto pra seus amigos.

    Faz parte da condição humana, que não faz (como alguns) distinção de pessoas!

     

     

    • *

      A não ser que a tal de Morte, do tal de Moro, já tenha ouvido falar.

      E nesse caso se amedronte, de que na Lava Jato, ele a queira enredar.

      Ela até pode, ao tal supremo apelar.

      Já que bons amigos e auxiliares a muito tem por lá.

      Só não tem certeza se o todo-poderoso Moro, ao supremo obedecerá.

      E nesse caso com certeza, o togado a encarcerará. 

       

      E por fim o tal de Moro, a nossa inimiga Morte, aniquilará.

      Isso se ele não pegar gosto por essa coisa, que é aos que menos devem enjaular.

       

       Temam somente a Javé seu Deus, e ele os libertará de todos os seus inimigos». (2 Rs 17,39)

  9. Vencemos…

    Apoiado amigo Alessandre de Argolo, precisamos juntar todos nós contra a tirania que se aproxima cada vez mais…não ao Reino da Delação…aliás, eles já foram devidamente derrotados, mesmo que Lula venha a ser preso por esses infelizes,,agora é festa..um bom dia a todos….a felicidade é algo contagiante e Lula tem isso…que a infelcidade dos derrotados não nos contamine…vencemos…

  10. Se os assesores de Sérgo Moro

    Se os assesores de Sérgo Moro lerem esse post vão incentivar mais ainda a prisão de Lula, dessa feita por aquela lei (ordinária) de Domínio do Fato. Embora ache inteligente e oportuna a ideia de Lula ser convocado a Ministro da Casa Civil, duvido que passe na cabeça de Dilma tão intenção – ela é muito fraca para entender que seu mal maior tem sido não saber se comunicar, e ser mal assessorada, justo por não saber indicar nomes para lhe dar o suporte necessário.

    Também duvido muito que José Dirceu seria capaz de fazer delação premiada. Vamos lembrar do tempo em que Roberto Jefferson o incriminava, com dedo em riste, quando em seguida o mundo conspirava contra ele, mas sua postura como deputado federal foi coerente até o fim, se recusando a renunciar, sempre, e até nossos dias, dizendo-se inocente. Nem mesmo citar Jefferson como um safado, que ao que tudo indica partiu pra cima dele por  ter seus interesses contrariados. 

    Esse ódio terrível de R. Jefferson contra José Dirceu até hoje parece um mistério, mas certamente somente os dois sabem o porquê. 

    O desejo de ver Lula preso está na imprensa, em alguns magistrados, como Gilmar Mendes, talvez no Moro, e em todos os poíticos, que jamais engoliram a ascenção do Torneiro Mecânico, nordestino pobre, de 09 dedos.  A ânsia em querer o impeachment de Dilma é apenas um dos caminhos para desconstruir o PT de vez, com isso chegando-se a Lula. É tudo muito claro. E Dilma se aguenta, na corda-bamba, porque, a bem da verdade, não fez uma carreira política suficiente para deixar rastros negativos. Sequer era peça importante na política ao tempo do malfadado mensalão. 

    Enfim, a coisa mais triste que poderá acontecer a nós, que tanto queremos o bem de Lula, seria vê-lo atrás das grades, sob o jugo desse juiz sem limites.

    • Os assessores e o próprio Moro querem isso há muito tempo

      O post acima não influenciará em nada nisso. Aliás, por que quando as pessoas são chamadas a se posicionar ficam com receio, com medo mesmo? Senti um certo medo nesse comentário acima quando afimou que “Se os assesores de Sérgo Moro lerem esse post vão incentivar mais ainda a prisão de Lula, dessa feita por aquela lei (ordinária) de Domínio do Fato”. Apesar de tecnicamente incorreta (fala de domínio do fato como uma teoria probatória, um erro comum), o fato é que não é preciso mais nada para que se persiga o objetivo de prender Lula. Um procurador da força tarefa da Lava-Jato, ontem, em resposta a se Lula seria investigado, feito inclusive por um jornalista da Rede Globo, disse que ninguém está protegido de ser investigado. A resposta foi clara o suficiente. Na verdade, toda a Lava-Jato é direcionada para atingir a cúpula do PT, mais uma vez. Com ou sem provas, frise-se. Viver de forma inteligente é saber evitar riscos.

       

    • Corrupção nos Correios…

      Os Correios à época era da safra do PTB, cujo presidente era o salafrário do Jefferson. A corrupção corria solta… Dirceu ao perceber, mandou investigar. Mas sempre há um traíra. Jefferson deve ter contado com a ajuda de algum de sua laia, e sabedor do que acontecia, imediatamente  inventou o mensalão, que não passava de Caixa 2. Há muitos políticos da pior espécie. Acredito mesmo, que mais de 200 deputados, podem assim ser considerados .Mas os mais reles que apareceram são Roberto Jefferson  e Eduardo Cunha. Se botar na balança possivelmente têm o mesmo peso. Ambos são capazes de destruir um país em benefício próprio. Não precisamos saber de suas trajetórias, embora sejam públicas, para uma refexão . Basta a percepção de ouvi-los falar e ter a sensibilidade de analisar seus semblantes. ESTÁ NA CARA!!!

  11. Seria um salto!
    Primeiro com a reforma.
    segundo um reforco do partido PT no governo e de peso Lula.
    terceiro tirar o foco do isolamento politico. Lula e vice juntos.
    quarto um degrau de confianca militantes e popular.
    quinto abrindo a boca, comunicando e explicando, assim Lula eh um ponto que ele sabe atacar muito bem e Dilma a defesa.
    sexto uma guerra declarada tam tam tam!
    Setimo, muito bem lembrado o foro previlegiado, nao por medo, mais como no caso do JD, nao teria chance de ser exposto por qquer juizinho de merda ou MPF.
    muito boa ideia.
    Agora eh tudo ou nada!

    • Yeah, right

      Deve ser por isso que Dilma procura Lula sempre que é preciso, néam?

      Aliás, o que houve com o tom habitual das piadinhas que você destila por aqui? Não gostou da ideia de Lula na casa Civil do Governo Dilma? Não se preocupe, não é mesmo para agradar a pessoas como você.

      Só essa mudança no teu estilo mostra que a proposta atingiria em cheio um certo tipo de gente.

  12. Por que Lula não pode ser

    Por que Lula não pode ser preso? Eu fico estarrecido com esses textos, uma vez que fazem de Lula procurador de Deus. E um cidadão comum em que suas falhas estão sujeitas a sanções.

    Por outro lado, ignoram que as decisões do juiz Sergio Moro estão sujeitas a outros graus de jurisdição, e sua conduta a corregedoria da justiça federal, bem como ao Conselho Nacional de Justiça. É bom lembrar que muitas das decisões tiveram o aval do Supremo Tribunal Federal.

    O que me chamou atenção no texto foi a frase: “Dirceu e honrado”.

    Achei um desrespeito com brasileiros que podem ostentar esse título.  Com certeza nesse grupo não estará esse cidadão.

     

     

     

  13. buenosparece que não é só

    buenos

    parece que não é só governo Dilma, PT, Congresso que estão mais perdidos que cachorro em dia de mudança…

    GGN-NASSIF engrossa a marcha da insensatez e perdição em tempo de paz…

    a última coisa que Dilma quer nos corredores e salões do seu palácio é cruzar com um Lula, o isperto, lhe puxando o tapete imperial… que, possuído pelo alter ego de reizinho da cocada preta, ficar mandando-lhe aos brados e imprecações: faça isso faça aquilo não faça o que eu fiz faça a coisa certa pelo modo errado faça nada… deixa que eu faço!

     

    • Yeah, right

      Deve ser por isso que Dilma procura Lula sempre que é preciso, néam?

      Aliás, o que houve com o tom habitual das piadinhas que você destila por aqui? Não gostou da ideia de Lula na Casa Civil do Governo Dilma? Não se preocupe, não é mesmo para agradar a pessoas como você.

      Só essa mudança no teu estilo mostra que a proposta atingiria em cheio um certo tipo de gente. O tom agora foi raivoso hahahaha. Chegou até a apagar o comentário anterior para reescrevê-lo acima, tentando resgatar o tom “piadinha em metalinguagem” que o caracteriza. Mas não conseguiu disfarçar o golpe hahaha.

  14. confirmação

    Tem constitucionalista no corpo de comentadores do blog para confirmar se ministro tem esse tipo de prerrogativa? Vale para não eleitos?

    Desde 2004 só vi uma vez a casa civil ter um cara do calibre do Lula, e que seria o seu sucessor natural. Foi preso estando preso ontem. 

    • parece que sim

      Torcendo para que isso não possa ser lido de um jeito diferente.

      Art. 102. Compete ao Supremo Tribunal Federal, precipuamente, a guarda da Constituição, cabendo-lhe:

      I – processar e julgar, originariamente:

      c) nas infrações penais comuns e nos crimes de responsabilidade, os Ministros de Estado e os Comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, ressalvado o disposto no art. 52, I, os membros dos Tribunais Superiores, os do Tribunal de Contas da União e os chefes de missão diplomática de caráter permanente;

      • É isso mesmo

        A definição das competências do STF estabelece a Suprema Corte como foro privilegiado para os ministros de Estado. Da mesma forma ocorre com o STJ em relação aos Governadores.

  15. De uma coisa eu não tenho

    De uma coisa eu não tenho dúvida: se preso for, preso permanecerá até depois das eleições de 2018; quiçá 2023, para nunca mais poder retornar ao Planalto.
    Será que Dilma não está vendo isso? Será que prefere deixar as coisas correrem, em nome do republicanismo?

    Toda a histeria se dá não apenas pela eleição provável de Lula em 2018, mas também pela do seu sucessor em 2023. Aliado a isso, investimentos pesados em educação (todos os níveis, especialmente a básica) e saúde com os recursos oriundos do Pré-Sal. Tempo suficiente para o PSDB e a velha mídia morrerem por conta própria e a população conscientizar-se e exigir reformas estruturais tão necessárias.

    Vivemos um ano atípico da nossa história. Estamos em frente a uma bifurcação – uma estrada continuará a nos levar adiante e com ótimas perspectivas para o futuro; a outra nos levará de volta ao passado, de país miserável, atrasado, humilhado e, com os precedentes que há, violento a um nível ainda por nós desconhecido.

  16. *

    Fico feliz quando meus comentários são censurados, porque significa que chegaram ao destinatários que mandou censurá-los.

    Nóis sofre, mais nóis goza. Pois não há mal que sempre dure !

  17. Sinceramente, acho a ideia

    Sinceramente, acho a ideia sem pé nem cabeça. Primeiro que até onde eu sei, não existe imunidade para ministro de estado. Segundo, isso só serviria para colocar Lula no olho do furacão e chamar para ele a responsabilidade que hoje está em Dilma de ter implementado um ajuste fiscal extremista sem necessidade. Seria acabar de vez com qualquer resto de esperança para 2018.

  18. falta convencer o PT

    Apoio a ideia do Argolo. Eu comentei com próximos quando finda a eleição de 2014 que a Dilma deveria nomear o Lula pra articulação política. Ajudaria a aparar os problemas com o congresso, ao mesmo tempo mostraria uma coragem do governo em confrontar os principais inimigos da estabilidade (parceria juridico-midiatica). Não cheguei a cogitar a casa civil. De qualquer forma, precisa combinar com o PT, que bate palmas pro Eduardo Cunha.

    Dado o grau de megalomania do Moro, parece óbvio que o mesmo vai expedir uma ordem de prisão preventiva(definitivsa) para o Lula a qualquer momento. As declarações do promotor repercutindo falas do GM (sempre ele), atribuindo aos esquemas na petrobras uma verossimilhança com o esquema do mensalão também parecem pra mim indício claro de criação de uma comoção, com vistas a preparar o terreno da prisão do Lula.

    Mas como a Dilma parece ter deixado claro, com a nota via twitter e a atuação inocua de seu ministro da justiça no atentado do instituto Lula, ela não parece se preocupar com a figura do ex-presidente.

    Aliás, depois da notícia de que ele deixou o 247 (Leonardo Attuch) sob suspeição, não admira termos nos próximos meses (ou dias?) denúncias semelhantes contra o Conversa Afiada (PHA), GGN (Nassif) e Diário do Centro do Mundo (Paulo Nogueira).

  19. Porque simplesmente daria

    Porque simplesmente daria para os opositores de Lula o que hoje lhes faltam: um argumento forte para inferir  uma possível culpabilidade do ex-presidente.  O famoso e batido aforismo “quem não deve não teme” ecoaria não só nas instâncias “inimigas”, principalmente na mídia, como nas próprias hostes daqueles que apoiam e confiam no Lula. 

    A proposta do articulista, decerto bem engendrada em termos políticos, peca pelo uso do raciocínio tipo “mantido as condições normais de temperatura e pressão-CNTP”, ou seja, Lula assumiria a Casa Civil e lá poderia respirar aliviado porque fora dos alcances dos tentáculos pegajosos de um Juiz de Primeira Entrância, ao tempo em que seus reconhecidos dotes de “animal político” seriam exercitados gerando, assim, mais efetividade na articulação política do governo. 

    Bem, nesse ponto vale a pena evocar os versos sempre primorosos de Chico Buarque em CAROLINA:

    Eu bem que avisei, vai acabar
    De tudo lhe dei para aceitar
    Mil versos cantei pra lhe agradar
    Agora não sei como explicar
    Lá fora, amor, uma rosa morreu, uma festa acabou, nosso barco partiu
    Eu bem que mostrei a ela, o tempo passou na janela
    E só Carolina não viu

    Se por ventura houvesse um tempo ótimo para Lula colaborar com o governo Dilma, certamente não seria este. A própria presidente seria arrastada de vez para o “olho do furacão”. Recairia sobre suas costas não só o ônus – já pesadíssimo, de defender um governo fraco e mal avaliado, mas também o custo da suspeição tendo em vista o patrocínio dessa “solução” ou “arremedo” para que o ex-presidente não seja preso.

    Chegamos, realmente, a esse ponto tão crítico? Vamos ser mais direto: está assim tão fragilizado o grande político, estadista e figura de renome internacional Luiz Inácio Lula da Silva?  Das duas hipóteses abaixo somente uma é verdadeira:

    -Ou há insegurança quanto a total inocência de Lula nesse processo; ou, talvez pior, 

    -O aparato legal do país, em cujo ápice se encontra a Constituição, se curva à conveniências políticas-ideológicas numa dimensão tal que até uma personalidade notória aqui e alhures como o ex-presidente, receoso de ser preso por um Juiz singular, busca proteção em artifícios da espécie “prerrogativas de foro”. Se é assim para ele, o que restará para nós, simples cidadãos? 
     

     

     

    • Evitar uma prisão arbitrária não é confissão de culpa

      Você cai no erro de quem age com medo do que os opositores irão pensar ou acusar. Ora, eles acusam todo o tempo. Não precisam de nada. Lula calado, para eles, já está errado. Trata-se de jogar com as regras do jogo. Por que eu vou me deixar prender por um juiz federal politicamente instrumentalizado se eu tenho como impedir isso? Por que eu faria isso, ainda mais sendo inocente, como Lula se declara?

      Não faz o menor sentido, por questões moralistas pouco inteligentes, arriscar-se a ser preso quando se pode fazer frente ao arbítrio dentro da lei e da Constituição Federal.

      Está na hora do PT paricipar do cenário como adulto.

      As duas opções que você coloca não restringem o cenário. Não se trata de Lula encontrar-se frágil no cenário internacional, sem préstígio. Ele pode ser preso, independentemente disso, de ter uma boa projeção internacional. A indicação de Lula para a Casa Civil não significa insegurança quanto à inocência de Lula. Essa conclusão também é falsa.

      E sim, o que você afirma ao final é verdadeiro: para evitar ser preso arbitrariamente, para eviatr ser vítima de complô político, é preciso sim agir para neutralizar o que pretendem fazer. Ou isso ou então assuma o ônus de ser preso, quando poderia assumir o cargo de ministro, evitar isso e ainda contribuir positivamente com o Governo, fazendo oficialmente o que já faz extraoficialmente e todo mundo sabe. Não tenho dúvidas sobre qual a melhor opção. As cartas estão na mesa.

      • Alessandre, eu penso que

        Alessandre, eu penso que seria algo razoável, mas só falta combinar com a Dilma. Nem o Jacques Wagner ela não quer botar, imagine o Lula.

        O grande problema é que ele, na casa civil, fatalmente assumiria todo o Governo e Dilma não gostaria nada disso.

        Dilma deve praticamente tudo a Lula, seria um ato de grandeza se partisse dela esa proposta ao ex presidente. Mas duvido que ela o fará.

        Já ficou muito claro, que a Dilma se preocupa muito mais com sua biografia do que com os destinos do País.

        E outro ponto é: Lula quer isso ? Quer entrar num Governo que está muito ruim, com recessão para o País, juros altos e desemprego aumentando ? Ele quer se colar a isso ? Não sei não, tenho dúvidas.

         

        • Esse é o maior obstáculo

          O fato de Dilma eventualmente vir a sentir-se ofuscada, dependente, com a participação de Lula em seu governo, máxime na Casa Civil. Isso pode criar, de fato, um incômodo, algo que aparentemente a comprometeria enquanto líder.

          No entanto, eu penso que se ela fizer isso, aceitar nomeá-lo (desde que Lula queira, claro), ela somente estará mostrando ser uma grande líder, que sabe a hora de nomear as pessoas certas para governar ao seu lado.

          Nenhum presidente governa sozinho. Todos possuem assesores, secretários, conselheiros etc. Besteira imaginar que alguém faça tudo sozinho. Não, não faz. Nem mesmo Lula fazia. Dilma continuará sendo a presidenta da república. Lula será o seu principal ministro. É assim que as coisas serão lembradas. Ela continuará comparecendo aos eventos internacionais na condição de chefe de estado. Ela ainda será a maior mandatária do povo brasileiro. E Lula estará em seu governo para ajudar e não para ser o maior nome.

          • Eu penso que não vai

            Eu penso que não vai acontecer porque nenhum dos dois quer  justamente pelos motivos que discutimos acima.

      • Concordo com voce, mas como

        Concordo com voce, mas como disse ja o proximo comentarista, Dilma é muito teimosa, parece burra mesmo, e tambem parece estar colaborando com o golpe em curso.

        Dilma hoje tme grande parcela da culpa por essa crise, que é politica.

      • Que regras?
        A presunção de

        Que regras?

        A presunção de inocência?

        A regra de que ninguém pode ser coagido(por exemplo, preso)para confessar ou delatar um crime?

        Essas regras já foram jogadas no lixo há muito tempo, você se ilude em imaginar soluções jurídicas para um Judiciário que age politicamente, sem freios. Estamos no mundo pós-jurídico, onde provas não são mais necessárias para a condenação, conforme o voto da ministra Rosa Weber, redigido pelo mesmo juiz Sérgio Moro, de que não precisa de provas para condenar ninguém, pois a literatura jurídica a permite.

         

  20. Péssima idéia!
    A pior idéia
    Péssima idéia!
    A pior idéia da semana!

    Subalterno é subalterno! Quer acabar com a imagem de um Estadista?
    Absolutamente sem noção a proposta. ..

    • Quem quer acabar com a imagem do Estadista

      É quem quer prendê-lo sem provas ou sequer indícios. Lula estará melhor dentro do Governo Dilma. Esse é o seu lugar natural. Ele praticamente já é governo, mesmo estando fora dele. Somente iria formalizar algo que já é real. E com bons motivos para isso, para além de dar a sua contribuição ao governo.

      Pelas reações aqui, que não possuem argumentos relevantes, eu estou mais convicto do que antes sobre a correção da proposta. Muita gente já percebeu que com Lula no Governo Dilma, a história é outra. A injeção de ânimo seria automática. Dilma ganharia, logo de saída, vinte pontos de popularidade, com tendência de crescimento. A oposição tremeria nas bases. Lula assumiria com o brilho e carisma habituais. Estaria dentro da presidência da república, ajudando Dilma a governar o país, sendo ouvido, participando das deliberações.

      É disso que o país precisa. Lula daria uma outra roupagem ao governo. Inconcebível ter um político como Lula à disposição e mantê-lo fora, quando se mais precisa trazê-lo para governar. O momento praticamente exige isso. Esnobar essa possibilidade não é o mais inteligente a fazer. Nem de longe.

      Quer queira, quer não, Lula tem responsabilidades para com o Governo Dilma. Dilma presidenta é criação política de Lula. Está na hora dele arregaçar as mangas oficialmente e fazer por Dilma o que ela precisa que ele faça.

       

      • A ideia é ruim, toda a mídia

        A ideia é ruim, toda a mídia diria que Lula foi nomeado para ser protegido na Lava Jato, apenas daria dimensão ainda maior a suposta culpa de Lula.

         

          • pois é, e sua sugestão

            pois é, e sua sugestão consiste em alimentar a pauta da imprensa. Não resolveria nada, e ainda desgastaria a imagem do ex-presidente.

            A solução passa por um entendimento do governo com o Eduardo Cunha.

            Conforme previ em comentário anterior, Cunha superaria essas denúncias, é um operador muito mais hábil que Moro. Moro já recuou em relação a Cunha, você se ilude se pensa que é pela prerrogativa do cargo, é pela disposição de Cunha em lutar, e sua habilidade.

            Se houver um entendimento entre o governo e Cunha, o parlamento passa legislação promovendo profunda reforma no MP, Judiciário e afins.

          • Ao contrário, Lula na Casa Civil contraria a mídia e a oposição

            Diferentemente do que você afirma, Lula na Casa Civil contraria a pauta da imprensa e o que a oposição quer. Não se faz acordos com políticos como Eduardo Cunha. Sua sugestão é a pior possível.

          • Quando ele sustentou essa ideia, o cenário era outro

            Hoje, Lula não defende mais isso. Cunha pensava eventualmente em assumir o poder, no vácuo de um impeachment. Cunha é o político mais desgastado da república, completamente desmoralizado. Lula apenas mostrou com essa opinião que até políticos experimentados como ele podem errar. Nada além disso.

          • quando você conversou com o

            quando você conversou com o Lula e ele te disse isso?

            Sua opinião segue a retórica vazia dos jornais.

            O “desgastado” Cunha exerce poder inigualável na Câmara e sapateia sobre o STF. Veja a prontidão com que seus pedidos ao ministro Lewandovski foram atendidos, e a rapidez com que o corajoso juiz Moro negou qualquer investigação sobre Cunha.

            A prisão de Dirceu faz parte desse contexto, Cunha obstruiu os rumos da Lava Jato, por isso o recurso de recorrer a uma figura já massacrada como o Dirceu, de forma a redirecionar a Lava Jato para uma nova AP 470, conforme a análise de um tópico de hoje.

             

        • A mídia sempre enfatiza a

          A mídia sempre enfatiza a metade vazia do copo. Não adianta se preocupar com o que a mídia pensará ou tentará enfiar nas cabeças da pessoas porque, além de tudo, a mídia hoje só prega mesmo para os já convertidos. Deve estar chegando ao limite de influência, depois irá refluir. O partidarismo é tamanho que mais e mais pessoas começarão a desconfiar dela. A direita está pouco se lixando para a opinião pública não manipulada por ela ou até mesmo com o julgamento da história. E não custa lembrar que “O Corvo” fez e aconteceu, mas hoje é considerado mesmo como golpista. Aliás, será que fhc já parou pra pensar nisso?

          • Mas isso não serve nem de

            Mas isso não serve nem de consolo, você acha que quem viveu 25 anos sob uma ditadura se sente melhor por dizer que Lacerda foi apenas um golpista?

            FHC só se importa com o que os jornais de seus amigos dizem dele, é um sujeito já com o filme devidamente queimado, pesquisa da própria Folha mostra que os brasileiros o consideram o pior presidente da história, seu objetivo agora é manchar a história de Lula, por quem ele alimenta uma inveja doentia.

            Colocar Lula na Casa Civil é alimentar a pauta da imprensa, e ajustificativa, prerrogativa para não ser preso, é ridícula, pois duvido que Moro tenha coragem para mandar prender o Lula. Pode até ser irresponsável o suficiente, mas coragem ele não tem, recuou com Cunha, recuou com Othon.

          • Só não tem coragem pra mandar

            Só não tem coragem pra mandar prender o Eduardo Cunha.

          • Verdade, a lei!
            Posta aí pra

            Verdade, a lei!

            Posta aí pra gente a lei que autoriza a prisão de pessoas para extrair delações.

            Vamos aguardar!

      • Se prisão acabasse com a imagem de um Estadista

        Mandela, que passou 27 anos na cadeia (não “em casa”), quem seria?

        Lula jamais aceitaria uma proposta dessas, nem que soubesse da iminência de prisão; tenha sido “conjuntura da sorte” ou não, o seu período de governo foi um dos mais profícuos da nossa História.

        Não, talvez, pelo que ele tenha feito ou deixado de fazer, mas viveu-se bem nesse período do Brasil, e é isso que conta.

        Atrelar agora, os seus burros, a essa carroça trôpega que o governo se tornou, seria jogar no balde do lixo esse “capital” da história e talvez comprovar, diante da impossibilidade de sucesso no horizonte atual, que ele foi apenas mais um passageiro com sorte, e não o condutor do “trem de desenvolvimento” que conhecemos na sua presidência.

        Com cartas ruins não se aposta.

        • Falei de quem QUER acabar

          Querer acabar por meio da prisão é diferente de dizer que a prisão efetivamente acaba, apesar de que, Lula ser preso a essa altura de sua vida nem de longe se compara com o exemplo de Mandela, que foi preso quando jovem.

          De qualquer forma, considero uma sandice argumentar nessa linha, algo como “besteira, ficar preso não é nada, não acabará com o nome, a história e a imagem do Lula enquanto estadista”(!).

          Como se ser preso fosse algo “bom”. Aí fica difícil.

          Por fim, o nome do Lula já está atrelado ao PT e ao Governo Dilma em qualquer situação. Não há como evitar isso. E é justamente por estar aterlado ao Governo Dilma que, com mais ainda razão, ele deve assumir a sua responsabilidade. O Governo Dilma é uma invenção de Lula. Foi ele quem a lançou candidata à presidenta da república. Não dá agora para querer tirar o corpo fora. Além disso ser impossível, seria imoral, uma desonra, que eu acredito que Lula não aceitaria nunca fazer.

          Se Dilma convidar, os dois conversarem, ouvirem os aliados, Lula aceita e assume o cargo. Tranquilamente. Time vencedor joga contra a tática adversária e não tolhendo as suas ações pelo que os outros irão “achar”. Se o que a oposição e imprensa pensassem fosse parâmetro para definir as ações do Governo, melhor então Dilma renunciar hoje mesmo e ir cuida do seu neto em casa. De resto, o que pessimistas pensam também deve ser descartado. O pessimismo nunca foi um bom elemento para a vitória.

  21. Excelente

    Manifestei essa ideia faz três meses no facebook do Emir Sader, ninguém deu bola… Compartilho exatamente de suas posições e da inevitabilidade da prisão do Lula. Também vislumbro como a única saída possível.

    Seu texto está muito bem escrito e fundamentado. Vou compartilhá-lo…

    Só fico me perguntando, quais são os motivos para eles ainda não terem feito isso? Pois deduzo que ninguém ali do comando seja ingênuo a ponto de achar que ele está protegido, e portanto, já devem ter cogitado essa ideia.

  22. A proposta já nasce morta,

    A proposta já nasce morta, Argolo, porque Lula hoje não tem mais a influência que tinha como conselheiro político da presidenta. Se ela fizer alguma coisa para defender seu padrinho não será colocando-o no governo. Aí é uma renúncia “branca”, pois Lula na Casa-civil esvazaria o resto de autoridade que ela possui. Uma admissão de fracasso, “vou chamar o papai”. E junto com a pecha de armar para livrar seu padrinho da prisão. 

    Quanto à questão do Lula ser preso é uma situação limite que talvez a oposição (aí incluindo o Moro) não queira arriscar, ou mesmo não precise, no momento.

    O momento é bom para a oposição. Manter a Dilma desgastando-se às voltas com um ajuste cambaleante que não promete grandes melhoras a curto e nem a médio prazo. O PT enfraquecendo-se, pelos ataques do pig, mas também por “méritos” próprios, ao sucumbir a inércia da burocracia. E o próprio Lula, que com o passar do tempo, desgasta-se por sua ligação com ambos, governo e PT. E a própria renovação do eleitorado, que vai se distnaciando do mito Lula.

    Fazer jogadas radicais agora é um risco. Tanto apostar na cassação pelo TSE para ter nova eleição, quanto “prender” o Lula. Não acho que haveria uma guerra, mas algo aconteceria, e seria imprevisível. Lula poderia virar mártir se a prisão não tivesse muito bem fundamentada. Haveria reação internacional. E nacional, CUT, MST, e outras organizações reagiriam. Eu e muita gente que conheço, reagiria. E não só aqui no teclado.

    Será que isso é bom para a oposição agora? Não creio. A prisão do Dirceu é um lance político, marqueteiro, e fácil de fazer, pois não haveria, como não houve, grandes reações do lado de cá

    • Eu concordo com voce

      Eu concordo com voce Juliano.

      Também não creio, ainda, na prisão iminente de Lula.

      Por outro lado, Moro demostra ser muito bem relacionado politicamente, diferentemente de Fauto de Sanctis,  se ele arriscar um lance como este é porque está com as costas quentes. Eu duvido que fará, pois poderá precipitar a sua queda.

  23. A proposta do Argolo parte da

    A proposta do Argolo parte da visão distorcida de realidade típica das vítimas de uma das maiores pragas da história brasileira: o bacharelismo.

    Sim, por que a proposta de Argolo, de que Lula deveria ser nomeado para a Casa Civil para não poder ser preso, se baseia no tipo ideal, sem qualquer relação com a realidade, criado pelo homos juridicus.

    O homos juridicus vê a realidade como existindo apenas dentro das leis.

    Oras, a prerrogativa de um ministro não protegeria ninguém em um ambiente de sérias violações diárias de direitos e garantias fundamentais por parte do juiz Sérgio Moro.

    Qual a justificativa legal para a prisão de Dirceu?

    NENHUMA.

    Qual o embasamento legal para o uso da prisão preventiva como forma de extrair delações(confirmado pelo MPF)?

    NENHUMA.

    Desde a AP 470 que o Brasil entrou em um mundo pós-jurídico, as leis não significam mais nada. A disputa desenfreada pelo poder torna os valores, neles inclusos as leis, irrelevantes.

    Se houver condições de PODER, e não legais, para a prisão de Lula, ela ocorrerá, independente de formalidades legais, o mesmo com o impeachment de Dilma.

    Sérgio Moro é apenas o dispositivo bacharel das forças que o comandam, sua função é dar aparências de legalidade à ilegalidade, nada mais que isso.

    • Lula deveria assumir a Casa Civil porque é o mais certo a fazer

      Sair da esfera de atuação do juiz federal Sérgio Moro é apenas um aspecto da questão, apesar de ser importante.

      O mais importante para o país é a contribuição que Lula dará ao Governo Dilma, que precisa de sangue nas veias. Está na hora de Lula retornar ao Governo.

      É unir o útil ao agradável. Agora, certamente não será nada bom para o Governo ou para o país se Lula vier a ser preso.

      No STF, a conversa é outra. Moro não mandará prender Lula, não terá competência para isso, sob pena de violar a Constituição Federal, o que já está suficientemente assentado quando todos os políticos envolvidos na Lava-Jato estão investigados em inquéritos abertos junto ao STF.

      Isso é ponto pacífico. O teu argumento parte do princípio absurdo que o que já está estabelecido será descumprido no caso de Lula ministro da Casa Civil. Tua argumentação briga com os fatos e com a lógica mínima.

      As tais condições de poder não são tão arbitrárias ao ponto de nada poder ser feito para evitar o pior. Lidar com essa ideia é dizer que as pessoas são vítimas das circunstâncias, uma espécie de inevitabilidade histórica. Eu não acredito nisso. É verdade que as condições de poder podem definir a situação. Mas é sim possível trabalhar com o cenário de modo que a pessoa se coloque na situação mais favorável possível. E os fatos indicam que Lula ministro da Casa Civil seria a melhor opção para o atual cenário.

      Ele estaria dentro do governo, trabalhando diretamente em prol do país para superar a crise política, e com um foro de prerrogativa de função. Não há qualquer argumento válido que retire as vantagens desse cenário. Lula no Governo Dilma é bom para o Governo Dilma, é bom para ele e é bom para o país.

      • Bem, percebo que você tenta

        Bem, percebo que você tenta respaldar sua insustentável argumentação jurídica com argumentos políticos, igualmente arrazoados.

        Primeiro sobre suas considerações jurídicas, de que fatos você está falando?

        Do uso de prisões preventivas, pelo juiz Moro, para extrair delações?

        Isso é um exemplo de fato que não viola a Constituição?

        Ressaltando aqui o seu entendimento do que é Constituição, já que, defensor incansável da AP 470 que sempre foi, considera plenamente legal a condenação de pessoas sem qualquer prova, com base apenas no que a “literatura jurídica permite”, conforme o voto redigido pelo juiz Moro para a ministra Rosa Weber.

        As suas considerações políticas carecem ainda mais de qualquer substância. Lula é uma figura política de grau maior, um dos maiores do mundo, não precisa de um cargo de ministro para exercer sua influência política, não seja ingênuo.

        Claro também em seu comentário que você não entende o significado de disputa pelo Poder, que não possui qualquer relação com inevitabilidades históricas, muito pelo contrário, o Poder está em constante movimento. Em nenhum momento considerei inevitável uma prisão de Lula por Moro, apenas disse que considerações jurídicas são irrelevantes se as condições políticas(ou seja, de poder)estiverem presentes.

        Incoerente também sua defesa da nomeação desnecessária de Lula para a Casa Civil de forma que atue politicamente(como se lula precisasse desse cargo para fazer isso), tendo em vista que, a posição de Lula, ao contrário dos “jênios” do governo Dilma, consiste em uma aproximação com o deputado Eduardo Cunha, o que você considera uma “péssima ideia”.

         

        • Passou a ser importante, quase uma necessidade, se já não é

          Meus argumentos estão todos aí, expostos claramente. E, vejam só, o post é um sucesso, com mais de 830 compartilhamentos no Facebook e contando, fora a reprcussão na blogosfera em geral. Na página do GGN no Facebook, é o post mais curtido e compartilhado do dia.

          Você é minoria, ainda bem. O que o motiva aqui é o teu inconfundível ar de troll e animosidade pessoal para comigo. Você não gosta de mim hehehe. Eu poderia defender a maior verdade do universo, a ideia mais válida possível e você ainda assim seria contra. A tua opinião, portanto, é sem credibilidade. Você não é sério.

          Esqueça, Daytona. Eu sou real, exponho a minha opinião mostrando quem eu sou. Você é apenas um fake de Internet querendo trollar um debate sério, acerca do qual você está desqualificado para participar porque o que o motiva é a pura e simples má-fé. Tuas opiniões são inválidas, ruins e não possuem o menor respaldo na realidade.

          Lula na Casa Civil seria o acontecimento do ano. Salvaria esse Governo do ostracismo crônico, daria um nó na oposição e na própria Lava-Jato, que perderia o estímulo, a motivação, que é e sempre foi prender Lula.

          É muito simples: se Lula faz tanta política fora do Governo, por que não logo dentro do Governo? Fora do Governo ele é alvo fácil. Dentro do Governo ele é um reforço institucional de peso, além de se encontrar blindado contra a sanha justiceira de plantão.

           

          • Ficou sem argumentos, parte

            Ficou sem argumentos, parte para xingamentos e comentários irrelevantes. Como sempre, isso é Alessandre Argolo.

            Mas entendo sua necessidade de atenção, como forma de compensar os desgostos do fracasso que é sua vida, desde os tempos de Orkut, você sempre foi carente.

            Vou até dar uma estrelinha no seu comentário, na esperança que isso reduza sua frustração diária de olhar no espelho e ver que continua sendo o velho “Melissandre” de sempre, aquele rapaz que usava perfis femininos para atrair a atenção de garotões, o notório “Al” da Casa do Aumentador, sua UTI psiquiátrica. Coitado!

          • Nossa, vejam o quanto eu fiquei sem argumentos LOL

            Fiquei tanto sem argumentos que acabei de lhe dar várias cacetadas rsrs. Você nem sabia por que o juiz Moro não mandou prender o Eduardo Cunha rsrs.

            Será ignorado de agora em diante.

            Para as outras pessoas que me lêem, é possível que Dilma nem o PT indiquem Lula para a Casa Civil. É possível que Lula não aceite a indicação. Tudo isso é possível. No entanto, nada disso muda a validade do que eu afirmei.

            A prisão de Lula é uma mera questão de tempo. Tudo o que se disse de Dirceu será dito dele. Dirão que doações feitas ao Instituto Lula e até mesmo as palestras que ele recebe foram propinas da corrupção da Petrobrás, algo por aí, ou até mesmo dinheiro por eventuais lobbys no estrangeiro para as construtoras. A prisão será decretada por essa linha. Isso é tão óbvio que a mim causa perplexidade não terem se dado conta disso. Tudo está desenhado para que isso aconteça. Não precisará nem que as construtoras apareçam como pagadoras. Uma empresa qualquer aparece fazendo o pagamento e ela será considerada parte do esquema. É uma orquestração.

            Basta que um único delator diga isso. Um só, pressionado para criar uma delação qualquer, de forma dirigida para o indiciamento de Lula. Os “indícios” suficientes para a decretação da prisão preventiva de Lula serão os pagamentos. Pronto, isso será suficiente, dentro da linha da Lava-Jato. E aí o troll Daytona vai aparecer aqui para querer culpar sabe-se lá quem.

            Quando tudo isso pode ser evitado. E a medida que resolve esse problema é para ontem. Não se pode mais esperar.

             

          • Medevdev vem rezesando com

            Medevdev vem rezesando com Putin há mais de década, como Primeiro Ministro e Presidente e nem por isso se desgastaram. Não sabe o que argumentar, a melhor coisa é o silencio. ÓTIMA idéia do articulista, nomear LULA como Ministro Chefe da Casa Civil! Parabéns ARGOLO, foi a MELHOR IDÉIA que já vi, desde o primeiro governo Lula! Esse cara que você está discutindo perca tempo não, deve ser pago pelo INSTITUTO FHC, como muitos que vemos nas redes sociais. Tanto que nem NOME TEM! 

          • Começou a invasão dos perfis

            Começou a invasão dos perfis de Argolo, em breve, a Melissandre também aparece, toda oferecida, apoiando as opiniões do Argolo rsrsrsrsr

          • Ele não é fake, o único fake e troll aqui é você

            Tampouco ele sou eu disfarçado.

            Alô, equipe do Blog, vamos trabalhar correto: esse fake não contribui com nada. Tá na hora de expulsá-lo. Só está aqui para trollar e atrapalhar o debate. Não é um perfil sério. É um perfil fake manjado na Internet brasileira, que até suspeito de pedofilia já foi acusado numa época.

            Vocês comprometem os posts do blog ao dar espaço a um perfil notoriamente de má-fé. Ao permitirem que ele continue com esses comentários ridículos, vocês descrediboilizam o debate e o próprio site.

            O post tem atualmente mais de 1500 compartilhamentos. Poderia ter muito mais, chamando a atenção do site. Dando espaços a fakes, trolls ainda por cima, como Daytona, que está aqui buscando ofender pessoalmente, por meio de mentiras e falsas acusações, o autor do post, com o único intuito de manchar o nome e descredibilizar a notícia, movido por ódio pessoal e inveja, vocês prestam um desserviço ao debate público na Internet.

            Lamentável. Uma completa falta de noção de como se deve administrar um fórum de discussões. Esse fake Daytona até ofender o jornalista Luis Nassif já ofendeu, em vários comentários. Ele agora se volta contra mim apenas porque eu defendi Lula na Casa Civil. Vejam o nível do meliante.

            O perfil é fake (!). Se pelo menos fosse verdadeiro. Como se pode permitir que um perfil falso, anônimo, inequivocamente de má-fé, debata, em igualdade de condições, buscando descredibilizar a opinião de um perfil verdadeiro que opinou sobre o assunto em discussão? Não há a menor lógica ou razoabilidade nisso.

            Passa a ser uma questão de seriedade impedir que esse espetáculo de irracionalidade continue.

             

             

          • Quando fica sem argumentos

            Quando fica sem argumentos para manter um diálogo civilizado, Argolo, primeiro, parte para xingamentos; depois, pede para a moderação censurar quem não concorda com suas ideias. É a cartilha de Argolo, direto da Casa do Aumentador!

            Em seu desespero, apela para  as calúnias de sempre, mentiroso e bandido sem caráter que é.

            O Nassif já censurou diversos de seus comentários por conta das calúnias que esse marginal costuma proferir, e continua fazendo, pois é tudo que sabe fazer.

            Seguindo os comentários nota-se que o delinquente começou a ficar nervoso quando apontei suas contradições, seu comentário seguinte já veio com xingamentos e baixarias. Típico, agora já apela mais uma vez para calúnias.

            Enquanto o Nassif continuar passando a mão na cabeça desse desajustado, que usa de xingamentos e palavrões até com comentaristas femininas, suas contumazes baixarias continuarão ocorrendo.

            ALESSANDRE LAURENTINO ARGOLO, POSTE O NOME COMPLETO DE QUEM VOCÊ ESTÁ ACUSANDO DE PEDOFILIA.

            Fica o desafio, vamos ver se esse moleque vai asusmir a responsabilidade por suas ações pela primeira vez na sua vida de marginal virtual.

          • “Para confundir, acuse-o do que você é”

            Essa é mais velha do que andar para frente. Só tem um “pequeno” problema: você é fake, vale-se de um perfil falso para fazer o que faz, o que seja, caluniar, injuriar e difamar. Eu uso meu perfil real. Se eu tivesse o perfil do qual você me acusa, já teria sido processado há muito tempo. Nunca fui processado por ninguém que tivesse se sentido caluniado ou qualquer uma dessas falsas acusações que você fez acima.

            O único bandido aqui é você, que ninguém sabe quem é. Só essa condição de covarde confesso já atesta a tua notória má-fé.

            Ninguém conhece o teu nome completo e o que faz. Prove que não é covarde. Coloque aqui os dados que o identificam. Coloca nada, bunda-mole. Não passa de um perfil covarde de Internet, que tem evidentemente problemas mentais e destila na Internet o famoso recalque dos perdedores de todos conhecido.

             

             

          • Nunca ofendi o Nassif. 
            Sobre

            Nunca ofendi o Nassif. 

            Sobre Argolo, esse é o nível de sua irresponsabilidade ao comentar em blogs, irresponsabilidade notória desde os tempos de Orkut, qaundo Argolo recorria a perfis fakes para continuar postando suas calúnias.

            É um perfil fake manjado na Internet brasileira, que até suspeito de pedofilia já foi acusado numa época.

            Vamos aguardar que Argolo poste o nome de quem ele está acusando de pedofilia, para que possa ser responsabilizado por suas calúnias.

             

          • Ofendeu várias vezes o Nassif

            Na última vez, depois de postar um longo comentário onde fazia várias acusações e ataques pessoais, comentário este que talvez não tenha sido lido por quem estava fazendo a filtragem dos posts, chegou a comentar que estava sendo “censurado” pelo Nassif, o que é muito comum entre os debilóides que não sabem esperar pela aprovação do post (pela velocidade com que os comentários dele aqui foram aprovados, imaginei que ele tivesse se cadastrado, o que faz com que o post seja publicado sem necessitar ser aprovado pela equipe do blog, mas não foi o caso: ele ainda não é cadastrado).

            Acontece que o cadastramento não é suficiente. No caso dele, a má-fé é intrínseca ao perfil, estando ou não cadastrado. Existe um perfil anônimo que se vale disso para agir covardemente em fóruns de discussão e promover ataques pessoais injuriosos, difamatórios e caluniosos.

            Isso é inaceitável, em qualquer lugar do mundo.

          • “pessoas que me lêem”(sic) é

            “pessoas que me lêem”(sic) é ótimo, direto sa CASA DO AUMENTADOR: Melissandre Argola, o doutrinador rsrsrsrsrs

            Mas voltando ao assunto, fiz um longo comentário semana passada sobre a reação de Cunha e como Moro recuaria diante dela. Como os fatos demonstram, eu tinha razão. O presidente do STF prontamente acatou o pedido de Cunha e Moro recuou.

            Mas para Argolo, notório jurista do Orkut, Moro recuou porque é um cumpridor da lei.

            Porém, até agora nenhum comentário de Argolo sobre a prática de prender para extrair delações. Por que será?

            Por fim, quando Argolo percebeu argumentos elaborados demais para seu baixo nível intelectual, agiu como sempre faz, encerrou a discussão com xingamentos e comentários irrelevantes.

            Argolo não possui capacidade para levar adiante uma discussão, é um sujeito imaturo, sem cultura, intelectualmente débil, de tendências autoritárias(no Orkut, Argolo sempre louvava a “Revolução Democrática de 1964”), carrega em si todas as frustrações de sua vida de fracassado(reprovado em inúmeros concursos, coitado).

            No Orkut, estava diariamente metido em polêmicas, acusado de racismo e antissemitismo por seus interlocutores, recorrendo a uma legião de perfis fakes para retornar às comunidades das quais era repetidas vezes expulso. Chegou até a “roubar” comunidades para permitir apenas comentários que concordassem com suas limitadas opiniões.

            É um sujeito patético.

            São essas inseguranças e certeza de sua mediocridade que impulsionam a agressividade de Argolo sempre que é questionado. É medo, coitado, ao ver questionamentos, Argolo teme ser, mais uma vez, exposto ao ridículo que é, por isso reage com xingamentos e baixarias, basta ver seu histórico no blog, marcado por seu vocabulário xulo, comentários desrespeitosos, inclusive com comentaristas mulheres, contra as quais Argolo, um covarde por natureza, se mostra ainda mais agressivo.

            Em suma, um caso psiquiátrico!

          • Nada disso é verdade

            Sempre usei meu perfil verdadeiro, em qualquer fórum de discussão de que participei. Não sou racista e não existe histórico de acusações de antissemitismo que pesem contra a minha pessoa, como disse o caluniador acima. Nunca roubei comunidade nenhuma. Trato a todos de forma proporcional, independente do gênero a que pertence o interlocutor.

            Agora, o que existe aqui, com esse tal Daytona, é um perfil fake, mal intencionado, que eu já conheço há anos na Internet brasileira. Ele era conhecido em fóruns por usar um avatar de um mico e usava o nome de “Netto”, depois apelidado como ANALFAnetto hehehe, por suas insistentes interpretações distorcidas do que os outros diziam, por pura má-fé, e muitas vezes, por analfabetismo funcional mesmo.

            É o traço maior desse perfil fake: valer-se do anonimato para fazer o que ele faz aqui.

            Na época, tinha obsessão pelo hoje colunista da Veja, Rodrigo Constantino, que dividia com ele o fórum “Economia Brasileira”.

            Teve uma época que esse sujeito foi acusado por alguimas pessoas de ser pedófilo, pois no perfil dele existiam inúmeras meninas adolescentes, muitas delas de pouca idade mesmo, de 11, 12 anos de idade. Depois disso, coicincidência ou não, ele sumiu dos fóruns que frequentava.

            Tanto que ele hoje nem o nome “Netto” usa mais. Ficou marcado como possível pedófilo. É conhecido por fingir ser um “especialista” em economia e relações internacionais, que inclusive tem na aprovação do concurso público o símbolo maior de inteligência e sucesso na vida rsrsrs.

            Obviamente, trata-se de um perfil fake malicioso de Internet, manjadíssimo na Internet brasileira. Já denunciei este perfil Daytona várias e várias vezes, aqui mesmo, neste fórum de discussões. Isso eu sei porque o identifiquei desde a sua primeira participação, há uns três anos, pois o estilo do antigo Netto é inconfundível. Quem um dia entrou em contato virtual com esse meliante, sabe identificar na hora. Outro dia eu o vi, neste espaço, tecendo críticas altamente maliciosas contra o jornalista Luis Nassif, pessoa de quem ele já deixou claro inúmeras vezes de que não gosta (ele acha o Nassif um jornalista incompetente, de nenhuma qualidade, uma espécie de capacho de alguns políticos).

            Então, cabe ao blog tomar providências em relação a esse perfil falso. Estou só avisando porque ele claramente compromete o site, além de estar em franca campanha injuriosa, difamatória e caluniosa contra a minha pessoa, valendo-se covardemente de um perfil falso. Isso não pode ser acobertado pelo blog.

             

          • Concordo!

            Apoio sua ideia! Agora é só combinar com a vacilante Dilma! É o mais correto a fazer neste trágico momento que vivemos, cercados por bandidos fascistas por todos os lados!

  24. Golpe

    Ir protestar em frente a PF de Curitiba? Mas até nisso os caras pensaram, Curitiba não tem mobilização de defesa, não foi escolhida por acaso, se fosse São Paulo, Rio de Janeiro e outras, a conversa poderia ser diferente. Outro protesto pesado que deveríamos fazer é no pátio da “Globo” Rio/São Paulo. A estratégia deles é ir atingindo aos poucos, desmoralizar e desmobilizar a militância. Operações conta-gotas. Chegará o dia que acabarão com o PT e prenderão Lula? Tudo via justiça, “dentro da lei”….palhaçada. Algum “fato” poderá vir à tona próximo ao dia 16/08, o intuito de inflar as manifestações. Essa semana já esperava algo como a prisão do José Dirceu, pois seria uma semana que a maioria estaria voltada para o Eduardo Cunha e seus mais de 15 milhões de propina…….

  25. Lula na Casa Civil boa idéia,

    Lula na Casa Civil boa idéia, mas tem que tirar o zé da justiça e colocar o Requião no lugar. É isso ou pedir asilo politico em algum país não alinhado com o governo mundial comandado pelos EUA.

  26. E tem mais, coloca ele todos

    E tem mais, coloca ele todos o dia para fazer pronunciamento, assim os midiotas vão cansar de tanto bater panelas.

  27. excelente ideia, Argolo…

    reflete muito bem o que precisa ser feito de imediato…………………………………

    principalmente pela falta de decisões firmes e inesperadas da parte do governo

    reparem como o supremo tem confirmado tudo que é solicitado

    mal sinal, porque o detalhamento solicitado não fecha no Dirceu

     

  28. Já propuseram essa sandice por um visitante por aqui

    naquela oportunidade, chamei atenção de que aquilo, sim, era provocação, e que muitos cairiam como patinhos. Propor uma chapa quase puro sangue, com personagens já arranhados – e continuarão – é deixar juntos pra poder mirá-los melhor, concentrados, e aí se vai um partido também junto, identificado, um enterro, boas intenções.

  29. Sei Não…

    Mais uma idéia ruim na loooooooooooonga e infindável lista de idéias ruins do Argolo…rsrsrsrsrsrsrsrs….

    É aquela coisa….Se voce não pode ajudar, atrapa-lhe!!!

     

  30. Funcionaria no curto prazo, mas…

    A ideia é pragmática. Gozando de foro privilegiado, Lula ficaria livre da caneta de Moro. Mas a contrapartida seria a desmoralização: Lula ficaria com a cara daquele moleque que foi se esconder atrás da saia da mãe para não apanhar. Será que alguém assim conseguiria vencer a eleição em 2018?

    E depois, vale lembrar (vide mensalão) que foro privilegiado já não é sinônimo de impunidade. Mesmo que Lula aplique chicanas e consiga chegar a presidente com um processo nas costas, já iniciaria o mandato com um impeachment na agenda.

    • Sinônimo de impunidade???? O

      Sinônimo de impunidade???? O que estamos vendo é uma perseguição fora do comum. Acorda.

  31. Em busca do foro privilegiado perdido

    Era seria a única razão. Não creio que compesasse Dilma fazer este abraço de afogados…

  32. Excelente a idéia de trazer

    Excelente a idéia de trazer Lula pra dentro do governo…..A direita imolou um craque, Dirceu.

    O PT tem partir com o que tem de melhor, é Lula.

    E digo mais, Requião na Justiça e Franklin na Comunicação.

    A Dilma com Mercadante e Cardozo ficará na contemporização dos fatos.

    Infelizmente a nossa Dilma está pragmática demais, parece que perdeu a emoção.

    Dilma, lembra do Vandré ?  Que sabe faz a hora, não espera acontecer.

  33. guerra civil a vista

    Pelamordedeus, não existe essa possibilidade de Lula ser preso, se isso ocorrer esse pais cai numa guerra civil, e eu sou um estarei na linha de frente!

  34. Seria uma jogada de

    Seria uma jogada de mestre.

    Pelo número de comentaristas que estão loucos para ver o Lula preso se manifestando contra a ideia do Argolo, percebe-se que a ideia é genial.

    Apesar disso, duvido que tanto Dilma quanto Lula aceitem uma saída dessas.

  35. Genial idéia

    Lula na Casa Civil. Requião na Justiça. Franklin na Comunicação.

    Mercadante e Cardozo parecem entrincheirados e contemplativos com os fatos.

    Imolaram Dirceu, o estrategista. Lula seria nossa infantaria.

    Dilma está absurdamente solitária e anestesiada. Falta uma eminência parda.

    Como diz Chico Buarque, alguém pra falar “vai dá merda.”

    Dilma parece que perdeu a emoção.  É sempre bom lembrar “quem sabe faz a hora….”

    Se ela quer a paz, tem que se preparar para a guerra.

     

  36. Boa ideia!!!

    Dilma aproveita muito mal sua equipe

    Além de Lula na Casa Civil

    Levy não fica muito tempo no governo, Nelson Barbosa na Fazenda.

    Mercadante no Planejamento ou BNDES, goste ou não é um bom economista e conhecedor do Keynesianismo, como ministro da Ciência e Tecnologia deu uma nacionalizada na produção brasileira de tecnologia de informação corrigindo alguns erros do Mantega, política industrial que o Brasil precisa (agora o câmbio está muito favorável).

    Cardozo tem que sair da Justiça, ele é péssimo, Wadih Damous é um excelente alternativa.

    Por quê Franklin Martins não está no governo???

  37. Seria uma asneira sem precedentes

    Dilma tem 7% de aprovação. Se Lula for ser ministro dela, a aprovação de Dilma não subirá, mas a de Lula vai descer próximo dos 7%. Ele iria estragar sua biografia, trabalhando para um governo neoliberal e de extrema direita. Além do mais, Lula tem feito criticas à Dilma ( todas as pessoas de bom senso tem feito), e assim, Lula não poderia mais criticar Dilma, teria de elogiar as asneiras que ela tem feito. Teria que se calar diante da escalada dos juros, diante do republicanismo de Cardozo, diante do ajuste fiscal de Levy.

    E chegaria em 2018, com uma economia arruinada por Dilma, desemprego record, grande número de empresas arruinadas pela Lava Jato, Lula iria subir no palanque para dizer o que para o povo? que participou do “governo” para ser solidário?

    Logicamente que Dilma não ouve Lula agora, mesmo ele aconselhando, não ouviria nem se ele fosse ministro da casa civil, os dois acabariam brigando e expondo mais ainda a teimosia de Dilma em levar o país para o abismo.

     

    • Com a nomeação de Lula, Dilma sinalizaria para mudanças

      Tudo o que você fala nesse comentário pode ser diferente. Aliás, é contraditório: se tudo o que vc afirma irá acontecer, por que vc acha que Lula ainda tem chance em 2018, mesmo se, num golpe de sorte, não vier a ser preso por Moro? Apenas porque ele não será oficialmente do governo?

      Entendi. De uma hora para outra, Lula irá se desvencilhar de Dilma e do PT. Sem falar que Dilma, realmente, nessa visão aí, tem mais é que cair mesmo. Se ela é tudo isso o que vc fala, ninguém tem o que perder com a queda dela, inclusive Lula, que perde o seu tempo ao defendê-la, como faz sempre.

      Nada disso faz sentido.

      • “Não faz sentido”

        Considero o Sr. um bom escritor de posts, mas reflita comigo, Sr. Argolo:

        O Lula defende a dilma em público, mas a crítica e a discordância transparecem aqui e lá. Ou seja no fundo Lula lamenta Dilma não ter nem um projeto de governo em favor do povo, mas não pode admitir, por que seria admitir que errou ao nomeá-la sucessora. Sabemos que foi um erro, todo mundo sabe. os resultados estão aí. Vejammos:

        A primeira vez desde 1930 que o Brasil tem dois PIBs recessivos consecutivos. A primeira vez em 85 anos que temos estes números consecutivos. E Dilma o que faz? Deixa o Tombini aumentar juros para “combater a inflação”; deixa o Levy fazer um ajuste fiscal inútil; deixa o Cardozo continuar “republicanamente” ministro.

        Estes são os cernes da questão. Sem isto, não vai ter melhoras. E justamente nestes pontos, Dilma tem medo de tocar. Não vai ser a presença do Lula que vai fazer Dilma perder o seu medo.

        Nada disto vai mudar com o Lula na Casa Civil. Se o Lula fosse Presidente, acredito que mudaria este quadro, demitiria o Tombini ou articularia com ele para abaixar os juros. Todo o problema do país, se resume a isto: abaixar juros. O resto são detalhes.

        O que não faz sentido é aumentar os juros em plena recessão.

        A sua proposta visa salvar a pele do Lula. Só que o nosso foco é salvar o país em primeiro lugar. E isto só abaixando os juros, senão o governo contiua no vermelho com suas contas, o Levy continua com seu ajuste, o desemprego continua aumentando, o PIB contibua negativo.

        Não digo que o Lula na Casa Civil não faria um excelente trabalho ( Se Dilma deixasse ele trabalhar). Mas a raiz do problema não seria esta.

        A raiz do problema seria se o Lula fosse nomeado presidente do banco central. Mas sabemos que se isto fosse feito, o mercado iria surtar.

        O que move as pesquisas de opinião é PIB positivo, quanto maior melhor, e taxa de desemprego baixa. Isto é o que faz sentido. Sem estes resultados, a popularidade não se move um mlimetro além dos 7%. Nem com o Lula por perto.

        Não adianta subir num palanque em 2018 e falar de passado; passado não resolve o desemprego atual.

        • A proposta não visa apenas salvar a pele do Lula

          Diferentemente do que você disse acima. Como está escrito expressamente no post, a principal finalidade é imprimir qualidade ao Governo Dilma, que está precisando de um nome de peso. O de Lula é o ideal, tanto para o Governo Dilma quanto para o país, para o PT e para ele próprio, que se verá livre de ser preso arbitrariamente ou injustamente, em virtude de uma delação premiada qualquer desprovida de provas e produto de pressão da acusação instrumentalizada politicamente.

          O post é claro quanto a isso. Não se trata apenas de blindar Lula contra uma atuação ilegal da Lava-Jato, mas sim imprimir qualidade ao Governo Dilma, que está carente neste aspecto. E se Lula assumir, a história começa a mudar, desde o primeiro momento. A nomeação já indicaria isso, daí porque as tuas suposições não encontram respaldo no que iria acontecer caso ele fosse efetivamente indicado ministro da Casa Civil do 2º Governo Dilma.

      • Lula errou?

        Sim, Lula perde tempo ao defender Dilma,

        #toc, .toc, .mw-warning { border: 1px solid rgb(170, 170, 170); background-color: rgb(249, 249, 249); padding: 5px; font-size: 95%; }#toc p, .toc p { display: inline; border: medium none; padding: 0px; font-size: 100%; font-weight: bold; }#toc #toctitle, .toc #toctitle, #toc .toctitle, .toc .toctitle { text-align: center; }#toc ul, .toc ul { list-style-type: none; list-style-image: none; margin-left: 0px; padding-left: 0px; text-align: left; }#toc ul ul, .toc ul ul { margin: 0px 0px 0px 2em; }#toc .toctoggle, .toc .toctoggle { font-size: 94%; }body { font-family: ‘Nimbus Roman No9 L’; color: rgb(0, 0, 0); widows: 2; font-style: normal; text-indent: 0in; font-variant: normal; font-weight: normal; text-decoration: none; text-align: left; font-size: 12pt; }table { }td { border-collapse: collapse; text-align: left; vertical-align: top; }p, p, p, p, li { color: rgb(0, 0, 0); font-family: ‘Nimbus Roman No9 L’; font-size: 12pt; text-align: left; }

        

        O Lula numa entrevista uma vez foi questionado sobre se ele errou ao nomear Joaquim Barbosa para o STF. Ele não admitiu de jeito nenhum, falou de republicanismo e tudo o mais.

         

        Da mesma maneira, Lula não admite que nomear Dilma foi um erro descomunal. Mas sabemos que foi.

        Temos de separa o Lula melhor presidente do país, do Lula “mítico”, “super homem” e “infalível’, que nunca erra. Lula foi um excelente presidente, mas não deixou de ser humano, com erros e defeitos.

        Um dos defeitos de Lula é confiar demais nas pessoas. Principalmente quando vai nomear sucessores.

        Talvez por que Lula seja um bom homem, só consegue ver bondade nos outros. as pessoas só vêem nos outros o que eleas tem em si mesmas. Faltou malícia na avaliação de Lula sobre JB ser fiel ao PT. Faltou malicia de verm em Dilma a falta de coragem, e incompetência para governar. E olha que Dilma já teve uma loja de 1,99 que não foi pra frente.

         

        Lula errou ao nomear JB; Lula errou ao nomear Marcio Thomaz Bastos, opai do republicanismo; Lula errou ao nomear Dilma, e erra ao defendê-la. Não é por isto que ele deixa de ser o melhor presidente que o Brasil já teve. Votei em Lula e votaria de novo, porque ele abaixa os juros Selic. Voto em Lula por sua boa vontade, coisa raríssima neste país, e por sua honestidade. Da para apoiar Lula mesmo ele não sendo perfeito, pois perfeição não existe na Terra.

         

        Uma coisa é defender Lula presidente; outra é defender Dilma. Em Dilma não voto nunca mais. Se Lula não admite que errou ao nomeá-la, eu admito que errei ao votar nela. Dilma prometeu uma coisa na campanha, e traiu todas as suas promessas. Se elegeu com um discurso de esquerda, e governa com atitudes de direita. Lula nunca faria isto, embora relute em admitir que Dilma foi um erro de escolha.

         

         

         

        Não é o fato de Lula defender Dilma ( em público), que resolve a crise economica. Chega uma hora que a gente tem de abrir os olhos e ver o que está errado, para resolver alguma coisa.

         

         

  38. Duvido que a Dilma toparia

    Duvido que a Dilma toparia uma medida dessa, até porque, poderia ofuscar o seu governo.

    A única coisa que pode salvar o Lula é o povo nas ruas.

    Esses caras tem medo de povo, principalmente povo pobre.

    O bobão do Rui Falcão ao invés de soltar notinhas lacônicas em defesa do partido, deveria organizar passeatas em todo o país para defender o Lula,governo e o partido.

    Esse cara ganha uma grana do PT para fazer o que ?

    Não vejo movimentação nenhuma do partido.

    Cadê a militância ? Anda calada.

    Tem que tirar esses cara, que já está velho e sem pique, e botar sangue novo na direção do partido.

    Tem que incentivar à juventunde ir às ruas para defender o legado do partido e do governo.

    Tem que se organizar uma passeata mensal em cada estado da federação.

    Grana o partido tem para fazer isso.

    O que não pode é o partido ficar com a bunda exposta como está.

    Por enquanto só estão passando a mão, logo, logo vão enfiar o dedo, depois só Deus sabe o que pode acontecer.

  39. Pois é. Pensei quase a mesma

    Pois é. Pensei quase a mesma coisa, duranta a campanha eleitoral. Só que via duas alternativas – ou Lula senador por sumpaulo (dois coelhos com uma caixa d’água) ou ministro da casa civil, como sugerido.

    Pena que aconteceu AINDA. Basta um pouco de racionalidade.

  40. Eduardo cunha

    Até mesmo o Eduardo Cunha, presidente da Camara, poderia demitir o Lula se ele fosse ministro da Casa Civil, quando quisesse. Assim como tentou demitir Cid Gomes.

  41. Infelizmente esse governo é

    Infelizmente esse governo é inerte em relação aos ataques que sofre. Fora que se afunda sozinho, pois Dilma hoje tem menos de 10% de aprovação não por causa da Lava Jato ou da mídia e sim porque teve iniciativas que vão contra sua base de eleitores, a classe C, o povão. Foram eles que deram sempre sustenção ao governo contra o golpe que o establishment tente desde 2005, lá se vai uma década. Dilma dá as costas para o único alicerce do governo do PT, que sempre teve apenas o povo ao seu lado, de resto foi tudo sempre contra, a começar pela mídia. Com os golpistas em cima e 7% de aprovação a coisa fica bem difícil. Assim como defender esse governo vem sendo quase que impossível desde o inicio do mesmo nesse 2o mandato. 

  42. Lula Ministro Já: nomeia Dilma!

    Lula​ como ministro da Casa Civil seria excelente. Mas, como ministro da Justiça teria mais postura e seria mais duro do que o calado, omisso, inerte, apático, impotente José Eduardo Cardoso. O PT que sempre defendi e que eu conhecia, que ia pro pau, está muito light; é deprimente ver gente de outros partidos defendendo o Governo mais do que muitos petistas mandatários. O PT tá cheio de deputados carreirista, medrosos, tímidos, covardes. LULA COMO MINISTRO DA JUSTIÇA colocaria o AUTORITÁRIO JUIZ MORO NO LUGAR DELE, que é o de apenas seguir os mandamentos da lei. #LulaMinistro #Lula2018

    • é Lula chanceler!

      Da Justiça? Sem sentido. Chefe da Casa Civil? Desnecessário. E se Dilma colocasse Lula no Itamaraty como ministro das Relações Exteriores? É Lula chanceler!

  43. Lula na Casa Civi. Por que não?

    Que ideia retardada. E que tipo de mensagem a Dilma estaria passando se colocasse o Lula como Ministro para impedir uma suposta prisão dele? Fala sério!

    • Lula seria ministro para ajudar a governar o país, a mensagem

      O resto é, no mínimo, bônus pela situação. Ele ajudará mais o país como ministro do que preso preventivamente pelo juiz Moro. Reclame com o constituinte ou então escreva uma carta para o Sr. Cunha pedindo uma PEC para excluir ministros de estado do foro por prerrogativa de função no STF.

  44. Por que o PT não contrata um

    Por que o PT não contrata um escritório dos EUA ou Europa – Itáliano, por exemplo – para defender o Dirceu?

    Sairia caro  e ainda teria o Problema da Lingua e dos casuismos do direito, mas É PRECISO INTERNACIONALIZAR ISSO!

    A realidade do Brasil precisa ser escancarada…

    Os direitos Humanos precisa acompanhar isso!

  45. O problema é o timing

    Considero a melhor proposta dos últimos tempos. Ousada e eficaz.

    O único problema é que também estão querendo o Impeachment da Dilma. Ou seja, não há timing para realizar a indicação. Se colocar por agora, entram com o Impeachmen das tais pedaladas e a jogada perde seu efeito. Se esperarem as votações das contas do TCU e as discussões no TSE prendem o Lula antes.

    Ainda assim correria o risco de indicar por agora. Mas a situação tá toda sob controle dos golpistas

  46. A ideia foi lançada pela CM em 08/2014

    Mas não perde a originalidade. Ganha força.

    Não sei se é viável. Mas é discutível. E tem que ser consensuada com as principais lideranças do centro à esquerda que estão de olho em 2018.

    Além disso, serve de alerta. Como diria o poeta:

    Quem sabe faz a hora não espera acontecer.

    29/08/2014 00:00 – Copyleft

    http://www.cartamaior.com.br/?/Editorial/Ousar-vencer-ou-entregar-o-Brasil-aos-mercados-passivamente-/31707

    Um novo governo estruturado em torno dessa renegociação do desenvolvimento requer um chefe de Casa Civil dotado ao mesmo tempo de inexcedível sintonia com a Presidenta Dilma , e de incontrastável representatividade popular.

    Essa referência existe; já funciona de fato como líder político do campo progressista; deveria ser oficializado desde já na nova estrutura de um segundo governo Dilma.

    Seu nome é Lula.

     

    Líder evangélico diz que vai ‘arrebentar’ candidato petista — Silas Malafaia afirma que Haddad apoia ativistas gay”.

    Em entrevista ao diário dos Frias, de imoderados pendores tucanos, o bispo disse que Serra agradeceu o apoio recebido no primeiro turno, quando fez um vídeo em que pedia votos ao candidato do PSDB e ligava Haddad ao ‘kit anti-homofobia’.

    Carimbado de “kit gay” pelos evangélicos, o material consistia de uma cartilha contra a homofobia encomendada pelo Ministério da Educação em 2011, para ser distribuída nas escolas na gestão Haddad.

    A pressão da mídia e evangélicos obrigou o governo a recuar. “O Haddad já está marcado pelos evangélicos como o candidato do ‘kit gay’. Não vamos dar moleza a ele”, fuzilou Malafaia, após o encontro com Serra.

    Arrebentar a tolerância, de um lado, para resgatar o voto da ‘pureza’ de outro; esse, o fundamento regressivo representado pela restauração do filtro religioso na política.

    A especialidade de Silas Malafaia está prestes a ser direcionado agora no apoio à candidata do PSB.

    O bispo anunciou que apoiará Marina Silva no provável 2º turno das eleições presidenciais deste ano, embora a tenha trocado por Serra, em 2010, quando Marina sugeriu um plebiscito sobre o aborto.

    Malafaia é um estereótipo.

    Como qualquer marcador, cola onde encontra aderência.

    A adesão a Marina foi revelada em blog de uma revista semanal, ela também um marcador sanguíneo dos pecados incluídos na lista de Malafaia.

    No 1º escrutínio, ‘para marcar posição’, informa a revista, o voto do influente bispo terá outro dono: o pastor e presidenciável Everaldo, do PSC, -como ele e Marina, também da Assembleia de Deus, e cujo bordão eleitoral é ‘vou privatizar tudo’.

    Na decisão para valer, Malafaia vai de Marina.

    Outro conhecido político e pastor evangélico, o deputado federal Marco Feliciano (PSC), envolvido recentemente em acusações de homofobia e rompido com o governo pela falta de solidariedade dos petistas, anuncia a mesma dobradinha.

    Porém, com uma ênfase mais representativa dos dias que correm: ‘no segundo turno, qualquer um, menos o PT’, proclama Feliciano.

    O bordão é o mesmo empunhado pelos operadores de outra confissão de fé arrebatada: a do mercado financeiro, que aspira à multiplicação bíblica do pão e do peixe na forma dinheiro.

    O vertedouro desse sortido aluvião de intolerância e cobiça é a proposta de higienizar ‘a velha política’, apresentada ora como uma instância devassa de uma sociedade pia; ora como uma interferência suja na pureza lógica do maquinismo rentista.

    A purgação desses pecados uiva na fogueira programática mais festejada da praça nesse momento. Das labaredas emana o espírito santo de um Banco Central autônomo ; de um mercado financeiro independente e de um moralismo a salvo dos incréus.

    Todos abrigados da ingerência do Estado belzebu e das liberdades democráticas e individuais.

    O tucano Aécio Neves, no debate da Bandeirantes, ao criticar Marina Silva, que se autonomeia a semente dessa ‘nova política’ (a limpa), acabou na verdade reiterando a falsa disjuntiva.

    Aécio trocou a dualidade higiênica de Malafaia e assemelhados pelo maniqueísmo da ‘boa e a má política’.

    Boa política para o candidato do PSDB era a política de Tancredo …Naturalmente não a de Vargas, não a de Morales, não a de Chávez, não a de Lula.

    A ideia de uma salubridade externa à história que deve ser tomada como referência limpa e boa na construção da sociedade é um daqueles mantras aos quais se agarram os interesses dominantes de todos os tempos.

    Pode assumir a forma de uma religião (leia o indispensável artigo de Katarina Peixoto; nesta pág). Ou a da judicialização da ‘velha e má’ política. Ou ainda encarnar no monopólio de um dispositivo midiático que se avoca a prerrogativa de um Bonaparte, a emitir interditos e sanções em defesa dos interesses que nomeia como ‘a ordem’.

    O mercadismo rentista, o fanatismo religioso, assim como o barbosismo togado ou o bonnerismo midiático sempre tiveram dificuldade em se expressar através de um palanque unitário que emprestasse carisma a um credo excludente em seus próprios termos.

    Agora parece que não mais, graças à ascensão desse super-bonder chamado ‘nova política’.

    Trata-se de um retrofit da desgastada terceira via.

    Retro, do latim “movimentar-se para trás” e fit do inglês, adaptação, ajuste.

    O termo emprestado da arquitetura adequa-se à descrição da candidatura sensação nesse momento que os mais entusiasmados, a partir de dados do Datafolha, enxergam em escalada irreversível rumo a Brasília.

    O retrofit é recomendável quando um edifício chega ao fim de sua vida útil, oferecendo-se como opção para corrigir o desgaste e a decadência do longo tempo de uso, todavia sem alterar seus alicerces e estruturas de sustentação.

    É mais barato e funcional.

    No caso da política, o retrofit consiste em vender como novo a velho ardil conservador que evoca uma ordem natural naquilo que cabe ao conflito democrático resolver: ou seja, as escolhas inerentes à luta pelo desenvolvimento da economia e da sociedade.

    Objetivamente, a candidatura Marina Silva é um retrofit do neoliberalismo e da terceira via.

    Não qualquer retrofit , mas o estuário do higienismo político diuturnamente inoculado no imaginário brasileiro pelo intercurso de mídia, togas e elites nos últimos anos.

    O desafio de vida ou morte do campo progressista nesse momento é restaurar a transparência dos dois campos em confronto na sociedade brasileira, dissimulados sob o xale da ‘nova política’.

    O calcanhar de aquiles do retrofit conservador é o antagonismo entre a maquiagem da fachada e de alguns equipamentos e a rigidez dos pilares e colunas estruturais.

    Num edifício isso é contornável com algum jogo de decoração.

    Numa sociedade pode ser insuportável.

    A participação soberana e democrática da população nas decisões sobre o desenvolvimento frequentemente evoca mudanças que colidem com as velhas estruturas que a ‘nova política’ visa preservar.

    Marina Silva afirma apoiar o decreto de Dilma, demonizado pela elite que a festeja, da Política Nacional de Participação Social.

    Como, porém, se a mesma Marina defende, por exemplo, a independência sagrada do Banco Central em relação à democracia e ao governo?

    Como, se terceiriza aos operadores do mercado a hegemonia plena sobre a fixação de um dos principais preços da economia: a taxa de juros? (Leia esclarecedor artigo de Paulo Kliass sobre esse tema; nesta pág).

    Marina e seus formuladores defendem a mesma autonomia em relação a outro preço estratégico: o câmbio, que segundo eles, deve flutuar livremente. E abjuram, em relação ao salários (o terceiro preço decisivo no capitalismo) , a política de valorização do salário mínimo adotada pelos governos petistas –da qual Dilma avisa que não abdicará.

    É justo perguntar: assim encapsulada a economia nas mãos do mercado, o que sobra então à participação social endossada por Marina Silva?

    O Brasil, desde 2003 –com todas as limitações e contradições intrínsecas a um governo de base heterogênea– tem figurado aos olhos do mundo como uma da estacas de resistência à retroescavadeira ortodoxa que demole e tritura direitos sociais e soberania econômica urbi et orbi.

    Essa resistência criou um dos maiores mercados de massa do mundo numa demografia de 202 milhões de habitantes.

    Não há dúvida de que isso se fez às custas de afrontar a lógica de uma globalização financeira cujo colapso apenas acentuou sua natureza intrinsicamente excludente.

    O assoalho macroeconômico brasileiro range e ruge sob o peso da inadequação entre a emergência desse protagonista de massa, que constitui a nova força motriz da economia, e estruturas pensadas para atender a 1/3 da população mais rica.

    A solução da ‘nova política’ é reconduzir a agenda do desenvolvimento aos fundamentos estritos de sua autorregulação pelas forças dos mercados globais.

    Higienizar ‘a sujeira’ do intervencionismo em todas as frentes.

    Com as consequências sociais sabidas. E a dose de repressão necessária que faz do endosso de Marina à participação social pouco mais que um retrofit na palavra simulacro.

    Não é uma acusação eleitoreira; é uma operação em marcha promovido por massas de forças ferozes.

    Curto e grosso: está em jogo colocar o Estado esfericamente na mira dos jagunços de gravata de seda italiana e Rolex, dos quais Neca do Itaú é só a face elegante, para que façam o serviço sangrento.

    Sobrepor o interesse privado aos da sociedade implica capturar o sistema democrático integralmente para o mesmo fim.

    É uma operação de potencial lucrativo tão elevado que ao mercado compensa tolerar o xale dissipador de Marina Silva –desde que o bangue-bangue da faxina econômica esteja liberado às mãos e bicos que dão conta do serviço.

    Não é só uma sucessão presidencial, portanto.

    Estamos diante de um divisor histórico do desenvolvimento brasileiro.

    Ao aluvião de malafaias, rentistas e bem intencionados –seduzidos estes pelo glamour da ‘nova política’, não basta contrapor o exaustivo balancete publicitário do que se conquistou nestes últimos 12 anos.

    É importante, mas não é suficiente.

    É forçoso contrapor à ‘nova política’ aquilo que a desnuda e afronta.

    É urgente dizer pelo que se luta e contra quem se trava a batalha dos próximos dias e noites.

    Essa é uma batalha entre a democracia social e as forças regressivas do galeão malafaico-rentista.

    É preciso escancarar a contradição entre o retrofit messiânico e as estruturas calcificadas que ele maquia.

    Contrapor , enfim, ao galope conservador um salto efetivo da democracia participativa em um novo governo Dilma.

    Tornar esse salto palpável aos olhos da população requer um símbolo de magnetismo equivalente às tarefas que essa agenda encerra em termos de negociação de pactos, metas, concessões, salvaguardas e organização.

    Um novo governo estruturado em torno dessa renegociação do desenvolvimento requer um chefe de Casa Civil dotado ao mesmo tempo de inexcedível sintonia com a Presidenta Dilma , e de incontrastável representatividade popular.

    Essa referência existe; já funciona de fato como líder político do campo progressista; deveria ser oficializado desde já na nova estrutura de um segundo governo Dilma.

    Seu nome é Lula.

  47. lula na casa civil

    lula na casa civil  seria ótimo!

    E´a saída !

    Genial!

                                                           

  48. A ideia é tão loigca como

    A ideia é tão loigca como Obama nomear o ex-Presiente Clinton para Chefe de sua Casa Civil (Chief of Staff).

    A Dilma e mesmo que o Presidente fosse outro, iria preferir a prisão e o exilio do que semelhante absurdo.

    • Absurdo foi comparar o amirante Othon com Von Braun

      E defender que pessoas com notável biografia podem cometer crime de corrupção e ficarem impunes.

      A propósito, Clinton nunca foi ameaçado de ser preso, sem provas, quando planejava a sua volta à presidência. A comparação é errada. A situação é diferente.

      Dilma jamais iria preferir ser presa ou exilada a ter que nomear Lula. Isso sim é que seria um absurdo.

  49. Eu acho que não tem que

    Eu acho que não tem que colocar Lula na casa Civil!!! Mas, Paulo Henrique Amorim nas comunicações, Fausto Martin De Sanctis na Justiça, Requião na casa civil.

  50. Lula

    Conhecemos A verdadeira medida do homem Lula; não na forma como se comporta nos momentos de conforto, mas em como se mantém em tempos de controvérsia e desafio. #LulaCasaCivilfrenteainimigos

  51. E se Lula fosse para o Itamaraty e se tornasse chanceler?

    Alessandro, gostei da tua sugestão, pois ela me ajudou a pensar coisas novas. No entanto, tenho enormes reservas sobre o fato de colocar Lula como chefe da Casa Civil. Seria querer matar um rato ou uma barata com uma basuca. No entanto, acho que o problema de Dilma é seu ministério ser fraco — e os ministros de certa qualidade acabarem sendo, de alguma maneira, ofuscados. Esse é o problema de Dilma Rousseff, ela não tem ministros! Lula no ministério seria extremamente interessante. É preciso encontrar uma maneira de colocá-lo no ministério que seja “natural”, não como mera casuística para não ser processado nem preso. Por que não ministro das Relações Exteriores? Obrigado Alessando, você me fez pensar nisso, e acho que é isso que devemos sugerir, e acho que o próprio Lula seria um excelente ministro das Relações Exteriores e aumentaria ainda mais o seu carisma, sem correr erros desnecessários de desgate. Explico melhor isso em um comentário do artigo de Nassif sobre a dificuldade em se montar o segundo tempo.

  52. Mesmo que o Lula venha a ser

    Mesmo que o Lula venha a ser preso pelo Moro ele não vai passar o resto da vida na cadeia, ela sairia rápido por algum HC em instâncias superiores e ai seria o começo do fim do Moro.

    Justamente por isso que creio que ele não o fará, mesmo que algum procurador maluco solicite.

  53. Jogada russa

    ” Seria uma jogada digna de Mané Garrincha. Nada mais brasileiro. “
    Não, seria só uma cópia barata do que o ditador Putin fez em 2008 quando não pôde ser mais reeleito. Ele fez então Dimitri Medwedew seu sucessor, que se tornou Presidente e Putin se tornou Primeiro Ministro  por 4 anos para ser então  eleito novamente Presidente em 2012.
    Você tambêm esqueceu de perguntar ou fazer conjecturas sobre o que pensam os dois atores nessa “jogada de mestre”‘ a saber: Dilma, se ela gostaria de ficar como Rainha da Inglaterra  e Lula,  se ele gostaria de ser subalterno de Dilma.

    • Nunca foi mais brasileira, inclusive quanto ao improviso

      A comparação com Putin é incorreta, errada mesmo. No Brasil, nós não temos primeiro ministro. E Dilma não assumiu enquanto Lula ficou no Governo.

      Nada disso estava nos planos, ao contrário da situação de Putin e Medvedev. Mas a partir deste post, passou a estar. Foi um improviso a la Garrincha. Os russos nunca tiveram um Garrincha em sua história. Isso é privilégio de brasileiros, avisa lá.

      A situação é tão brasileira, mas tão brasileira, que até a brasilidade se fez presente nas reações contrárias, como a que você teve acima. Curioso notar que os que mais foram contrários são os lulistas que querem ver Lula longe do Governo Dilma. É o manjado “caldeirão” anti-Dilma vindo de certa fileira lulista, tão conhecido já.

  54. A safadeza assumida sem pudor

    “Para um problema drástico, a solução tem que ser drástica. Ou isso ou o PT terá que se contentar a ver Lula ser preso. Na minha opinião, isso acontecerá, é uma mera questão de dias. Parece ser hoje um resultado inexorável e/ou inevitável, salvo se o PT reagir como deve.” Se o próprio articulista acha isso, admite automaticamente o envolvimento e a culpabilidade de Lula nos crimes (ou “mal-feitos” – como quer, na tentativa de atenuar, nossa presidente). Portanto, sua proposta de colocá-lo como ministro para conferir-lhe imunidade fica irrecorrivelmente exposta como imoral, oportunista, antiética e golpista. Mas, pensando melhor… esperar o quê de um apoiador desse partido?!

    • A premisa é outra, é a de que a eventual prisão será ilegal

      Pois os arroubos da Lava-Jato já ficaram claros para muita gente. Réus estão sendo pressionados para forjar delações premiadas a esmo. As prisões são decretadas com base em provas não indiciárias, em decisões que apenas concordam com a tese da acusação, sem maiores evidências sobre o verdadeiro teor das provas.

      Alguém, para se beneficiar, corrupto confesso, diz que tal pagamento feito por tal empresa a tal empresa é propina. Associado a essa “delaçoã”, constata-se o pagamento indicado. Pronto, é o suficiente para considerar o pagamento, de fato, “propina”, como acusou o “delator”.

      É mais ou menos assim que as prisões estão sendo decretadas no âmbito da Lava-Jato, mesmo quando o pagamento não restou caracterizado como propina. É isso que tentará ser feito com Lula. Até o momento, falta a “delação”.

    • Safadeza assumida

      Ricardo Salgado, você disse exatamante o que eu penso e diria, se você não tivesse me antecipado. O Nassif defende com tanta veemência o PT e seus asseclas, porque se eles saírem do poder, ele perde seu ganha pão, ou seja, o financiamento do seu blog. E para tal vale defender o Lula e o governo petista, ainda que sobre eles pesem tanta evidência de falcatruas.

  55. Dilma seria o obstáculo para este projeto

    A que ponto o governo do PT, incluindo o governo Lula, nos deixou chegar…

    É triste. 

    Não encararam os monopólios da comunicação, não mexeram migalhas nos conteúdos do ensino (os jovens de hoje acham que política é sinônimo de mordomia ou corrupção – a aula, quem dá, são os filhos do Marinho).

    Agora, dependemos de um ato de grandeza de Dilma. Vai precisar de coragem e humildade para convidá-lo. Coragem, ela tem.

    Evitar uma prisão arbitrária de Lula é prioridade hoje para o Brasil.Todos no governo deveriam saber disto. As consequências seriam nebulosas e imprevisíveis.

    A irresponsabilidade das elites mostra-se condizente com seu desprezo histórico aos mennos favorecidos.

     

     

  56. Golpe paraguaio em curso.

    Concordo. A Lava-Jato nada tem de diferente do Inquérito Policial Militar da Aeronáutica que foi manipulado pela mídia internacional pra derrubar Getúlio. Chegou o momento da decisão, Lula: vai dar uma de Fernando Lugo e assistir ao golpe calado ou agir como Getúlio e  Allende e colocar, se necessário for, a sua vida á disposição do país comandando a resistência?    

    • Argolo estava certo

      O que ele defendeu há sete meses virou consenso geral. Você e os críticos estavam errados e quase põem tudo a perder. Por vocês, Lula seria inevitavelmente preso por Sérgio Moro e depois seria condenado pelo TRF da 4ª Região, virando f icha suja. No STF, Lula tem mais chances de ter um julgamento justo, afinal, a composição atual é mais garantista e menos sujeita a pressões da grande imprensa, como na época do mensalão. E o Argolo antecipou isso, há longos sete meses. Ele estava absolutamente certo e vocês estavam absolutamente errados.

  57. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome