O Brasil chutando cê, o cê de PT, por Francy Lisboa

Nos tempos estudantis a preguiça tinha como consequência o famoso “chute”. Sem qualquer bagagem para escolher a alternativa certa se ouvia o inconsciente dizendo: chuta letra cê de Cristo, porque Cristo salva! Era batata, resposta errada. Os mestres já conheciam essa voz inconsciente e cristã e, por maldade a mando de Belzebu, quase nunca colocavam a alternativa correta representada na letra cê.

Dentro do celeiro de opções que temos para nos eximir de sentimento de culpa, transferindo assim nossos pecados, a voz inconsciente sempre transformará velhos e novos demônios em letra cê. Na sociedade muitos já assumiram o papel dessa famigerada alternativa alfabética: negros, judeus, o comunismo, o capitalismo, o neopentecostalíssimo, etc.

Não é difícil no Brasil atual identificarmos quem representa a nova letra cê. A voz inconsciente representada por velhas ondas de transmissão vem paulatinamente incutindo no brasileiro médio a necessidade de chutar uma alternativa que represente todos os problemas, tanto os particulares quanto os nacionais.

Direto ao ponto. A nova letra é o PT, encerrando Lula e Dilma. Há uma página no facebook satirizando episódios em que pessoas tentam atribuir às peripécias do pessoal da bandeira vermelha eventos das mais diversas naturezas, desde o Big Bang até a morte de Ayrton Senna.

Só para ficar em dois casos. No primeiro, o PT foi a letra cê para a causa da crise hídrica em São Paulo. Onde um rapaz chutou tal resposta ao “raciocinar” que foi Dilma quem mandara cortar as árvores da Amazônia para que se formasse um corredor de seca que atingisse São Paulo, causando crise hídrica e então colocando a população paulista contra Geraldo Alckmin. Sim, é incrível, lindo chute! Cê de Cristo, cê de PT!

No segundo episódio um diretor de um time do futebol baiano chutou letra cê de PT para responder sobre os responsáveis pelo rebaixamento do seu time. Sim, essa letra cê está servindo para tudo mesmo!

Isso tudo soa cômico, e é mesmo. Mas dá conta do nível patológico que o antipetismo tomou no Brasil. Felizmente parece estar havendo um refluxo no impulso de chutar letra cê de PT. Provavelmente  isso está relacionado à malandragem brasileira de buscar não ser exposto ao ridículo fora da zona de conforto, ou seja, fora daquela zona em que chutar cê de PT é normal e até creditável.

A medida que cresce o número de chutes na letra cê petista há o aumento na ridicularização. Não é sempre que a tese colará. Sardenberg sabe bem disse ao chutar letra cê de PT para as razões da crise grega. Talvez, tenho esperança, a percepção de que chutar letra cê de PT para tudo é cair no saco dos imbecis, possa pelo menos balançar convertidos, os tais meritorcráticos por excelência e ouvintes da voz inconsciente. Por fim, chama-los à consciência de que pode não ser bem o pessoal da bolsa vagabundagem, do MST, que está agindo como massa de manobra (petista, é claro).

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

3 comentários

    • Tem várias, mas acho que eles

      Tem várias, mas acho que eles falam desta “Isso é culpa do PT” ou da “Impítiman é Meuzovo”.

       

      Não postei os links pois não sei se é permitido.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome