Pandemias e o Pandemônio no Brasil: Livro reúne artigos sobre conjuntura nacional e crises

Brasil tenta sobreviver e enfrentar algumas das maiores tragédias de sua história contemporânea: as pandemias – tanto a derivada da disseminação do coronavírus, quanto as estruturais, dos sistemas de opressão e do Capitalismo – além do pandemônio de um governo caótico, incompetente e de perfil fascista

Em meio à exponencial quantidade de mortes que assistimos em função da COVID-19, o Brasil tenta sobreviver e enfrentar algumas das maiores tragédias de sua história contemporânea: as pandemias – tanto a derivada da disseminação do coronavírus, quanto as estruturais, dos sistemas de opressão e do Capitalismo – além do pandemônio de um governo caótico, incompetente e de perfil fascista.

O livro “Pandemias e Pandemônio no Brasil”, lançado em maio de 2020, reúne 38 autores e autoras, entre cientistas políticos, economistas, educadores e educadoras, jornalistas, juristas, médicos e médicas, militantes políticos, pesquisadores e pesquisadoras, psicólogas e sociólogos, para discutir a conjuntura nacional nesse período indefinido das restrições mais variadas e de agravamento das crises sanitária e humanitária. A obra é organizada pelos professores Rogério Dultra e Cristiane Brandão.

Temas como ativismo judicial, biopolítica, cenários pós-pandêmicos, corrupção e patrimonialismo, criminalização da política, democracia, direitos humanos, EaD e ataques à educação, encarceramento e sistema repressivo, fascismo e neofascismo, home office, necrocapitalismo, neoliberalismo, população LGBTI, populismo de direita, precarização do trabalho e dos direitos sociais, racismo, redes de solidariedade, relações entre os poderes, uso político da pandemia no cenário global e violência de gênero são objeto e base de dezenas de análises e reflexões consistentes, que nos permitem vislumbrar que país restará depois da crise.

Faça download gratuito do livro aqui.

Pandemias e pandemônio no Brasil (1)

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Médicos mandam carta à revista científica The Lancet defendendo o governo na pandemia e “exigindo” retratação

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome