Prefeito João Kataguiri – pronunciamento oficial, por Sergio Saraiva

“Vá passear em Curitiba, Singer” – não busque argumentos nas posições expressas pelo atual prefeito de São Paulo pelo PSDB, João Doria – seu mentor intelectual é Kim Kataguiri.

 

Prefeito João Kataguiri – pronunciamento oficial

por Sergio Saraiva

André Singer é uma das grifes do jornal Folha de São Paulo, cientista político e professor da USP – seus leitores são o que se chama de “público qualificado”.

Singer deu ao prefeito João Doria a oportunidade perfeita de se apresentar como uma alternativa viável de candidatura à presidência da República. Singer fez um desafio a Doria, era o momento de Doria apresentar, se não um programa de governo, pelo menos, uma ideia central do que faria para tirar o Brasil da crise.

Mas ele deixou passar a oportunidade e pior…

Baixou o Kim Kataguiri no prefeito

André Singer em sua coluna na Folha de 01 de abril de 2017:

Candidatura de Doria é uma aventura desesperada

“A ascensão de João Dória é sinal do desespero que tomou conta dos partidos tradicionais. Ao atual prefeito de São Paulo falta o componente essencial para postular o cargo. Doria carece de um projeto nacional que esteja ancorado em bases sociais consistentes.

Fernando Henrique Cardoso alinhou a nação brasileira à globalização neoliberal, obtendo em troca a estabilidade monetária. Lula estabeleceu marco inédito nos investimentos voltados aos mais pobres, reforçando ao mesmo tempo a confiança na democracia.

FHC e Lula tinham legitimidade por resultarem de um lento enraizamento durante a luta contra a ditadura. Perto deles, Doria soa apenas como um empresário “pop star” que flutua nas telas”.

Resposta de João Doria no Painel do Leitor da Folha em 02 de abril de 2017:

“Ao petista André Singer, quero dizer que não respeito suas posições e suas crítica, porque, depois de ter sido porta-voz do Lula, ele não tem credibilidade para fazer qualquer observação no plano político, muito menos a meu respeito. Vá passear em Curitiba, Singer”.

Resumo da ópera

Singer: “Doria carece de um projeto nacional que esteja ancorado em bases sociais consistentes”.

Doria: “Vá passear em Curitiba, Singer”.

Com tal poder de argumentação, Doria só emociona o pessoal do MBL.

O prefeito João Dória parece ter dificuldade em perceber que está se tornando rapidamente uma figura folclórica.

 

PS: Oficina de Concertos Gerais e Poesia – os que acreditam que a terceirização trará aumento do número de empregos devem ser lembrados de que, durante o período escravagista no Brasil, por 350 anos, os escravos viveram em regime de pleno emprego desfrutando de um único direito trabalhista – o de morrer.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

9 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Paulo F.

- 2017-04-03 13:52:26

Reciclagem

Dos factoides do Cesar Maia

Norman Mailer em e 1973 descreveu um factoide como "fatos que não tinham existência antes de aparecer em uma revista ou jornal".

Ou seja a pós-verdade é mais velha do que argumentam os teóricos da comunicação!

Lucinei

- 2017-04-03 13:51:25

Bem feito pra esses palermas

Bem feito pra esses palermas do PT, PT, PT e da "Universidade". Enquanto não chamarem os boçais pelo nome vão só tomar na canela.

 

Lucinei

- 2017-04-03 13:50:18

Bem feito pra esses palermas

Bem feito pra esses palermas do PT, PT, PT e da "Universidade". Enquanto não chamarem os boçais pelo nome vão só tomar na canela.

 

Lu Rosas

- 2017-04-03 12:45:57

Era apenas um janota ....
Era apenas um janota ....

Luís Henrique Donadio

- 2017-04-03 02:15:51

Outra figura folclórica.

Outra figura folclórica.

emerson57

- 2017-04-02 23:20:11

cuuuuuuuuma?

"está se tornando rapidamente uma figura folclórica."

E anteriormente, ele era o que?

 

Fernando J.

- 2017-04-02 22:32:27

Dória não chega a 2018

Inebriado com a vitória em primeiro turno, Dória atirou-se com uma volúpia prematura e inacreditável à campanha presidencial. Expõe seu despreparo ingenuamente de graça. Minha aposta é que a direita vai de Ronaldo Caiado, que não tem nada a perder, seu mandato vai até 2022. 

mrebello

- 2017-04-02 22:20:20

MKT PURO

Talvez por ser profissional da área de financas e existe o embate natural com a área de marketing, já conheço essa tática faz tempo, q P lançamento de um produto ou serviço funciona de maneira pontual. Divulga-se à exaustão a imagem desse produto sempre associado às benesses exagerando no conteúdo. Nada disso mto barato. Faz-se isso até q o consumidor enjoe e então lanca-se novo produto. Dória, é isso, um produto passageiro q não resiste a mais uma eleição, dificílimo será embala-lo e descê-lo na garganta principalmente p a população de baixa renda, isso se tivermos eleição em 2018....

Antonio C.

- 2017-04-02 21:14:56

Comentário.

Este é o prefeito que São Paulo merece. O cara foi um mentiroso logo de saída com essa história do aumento da tarifa de ônibus, o que, por si só, dava pra saber o tipo de pessoa pública ele é.

Como ao Doria falta caráter, ele foi no braço. Nele, a verdade é uma deficiência quase vitamínica (sic).

Na verdade, Doria é um velho conhecido, desde a época em que foi da Embratur, e o TCU o acusou de desvio de verbas.

O problemático é que, se alguém nunca recebeu um oficial de Justiça em frente de casa, ou mesmo o processo prescreveu, pode se dizer inocente. Simetricamente, tem gente que recebe a polícia e é algemado e a imprensa noticia, pode se dizer culpado.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador