Pureza de caráter, por Izaías Almada

O Brasil de hoje é de fazer inveja a Dali, Miró, Picasso, Buñuel, Artaud e outros grandes nomes do surrealismo. E que me desculpem esses senhores por invocá-los para tal comparação.

Pureza de caráter

por Izaías Almada

Não sei qual deles, mas um desses ministros do governo do Jair defendeu a pureza de caráter do cidadão Paulo Guedes.

“Pureza de Caráter”?! Confesso que, mesmo sem ouvir a expressão há tempos, jamais a vi usada tão fora de contexto. Tão desenquadrada de um mundo minimamente civilizado e humanista.

O Brasil de hoje é de fazer inveja a Dali, Miró, Picasso, Buñuel, Artaud e outros grandes nomes do surrealismo. E que me desculpem esses senhores por invocá-los para tal comparação. Não a merecem, pois no outro prato da balança estão figuras completamente inexpressivas, quer do ponto de vista político, de competência profissional e de civilidade.

O Brasil de hoje é também de fazer inveja a Al Capone, Carlo Gambino, Anastasia, Lucky Luciano, da velha guarda norte americana de mafiosos. 

Transformamo-nos em um país governado por zoombis, gente da “pior” espécie como se costuma dizer em rodas de gente fina, mas não devemos nos esquecer de que também existem os de “melhor” espécie, como esses que apontam o dedo acusador contra inocentes do alto de seus cargos no Senado, na Câmara, no MPF, no STF, nas emissoras de rádio, nos jornais e telejornais diários.

Ou ainda os que espalham o ódio à sua volta com o firme propósito de dividir para governar.

Bananas para jornalistas, ofensas a funcionários públicos, a empregadas domésticas, falta de decoro para o cargo que ocupam na administração do país, suspeita de apoiarem o crime organizado, falta de programas sociais, vendilhões do patrimônio nacional, ignorantes de um vocabulário adequado, desrespeito à Constituição, política externa de submissão, venalidade, disseminação do ódio, proteção a milicianos, destruição de políticas sociais inclusivas, desconsideração pelo meio ambiente, desapreço a políticas culturais, destruição do ensino médio e superior, falta de apoio à ciência, incentivo à venda de armas, desapreço à política de paz e respeito entre nações, manifestações a favor do nazifascismo, homenagem a torturadores, manifestações contra o Estado Laico, a mentira e a manipulação eleitoral irresponsável, o falso combate à corrupção…

Como a lista é enorme, convido o leitor para completá-la de acordo com os seus conhecimentos e os seus próprios sentimentos.

Contudo, o cidadão Paulo Guedes e o seu colega de governo bem que poderiam marcar uma reunião para discutirem, entre outras sacanagens a detonar contra o povo brasileiro, o valor da pureza de caráter no mercado das virtudes que ambos praticam no dia a dia.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Paulo Marinho tenta recuperar antigo celular de Bebianno

4 comentários

  1. Pureza de Caráter? Mas já colocamos o destino nacional no projeto de ‘Pureza de Caráter” de Sindicalista do Povo. Uma Nação que projeta sua estrutura e futuro em Pureza de Caráter? Caudilhismo e Nossos “Dom Sebastião’? E dizem não entender como chegamos até aqui, depois de 90 anos replicados em 40 anos de farsante Redemocracia? Pobre país rico. Ainda esta barbárie de Estado Absolutista em 2020? Mas de muito fácil explicação.

  2. Caráter, assim como sorte, pãozinho, massa ou telefone, são substantivos neutros, que ainda que possuam significados objetivos fixos a eles podem ser atribuídos todos os tipos de qualidades.
    Então, amiguinhos, o caráter do “nosso ministro”, pode ser ambíguo, flácido, irrepreensível, invejável, ilibado, ou simplesmente MAU, como se demonstrou nesse episódio.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome