Quem bombardeou os hospitais na Síria?, por Ruben Bauer

por Ruben Bauer Naveira

Você leu as notícias: hospitais e escolas bombardeados na Síria.

Hospitais e escolas, no plural. Quem fez quis deixar bem claro que NÃO teria sido acidental. Vários hospitais e escolas, ao mesmo tempo. E nenhum alvo militar.

Pelo menos um dos hospitais seria da organização Médicos Sem Fronteiras (MSF). Ou seja, o alvo da mortandade foram crianças, médicos ocidentais voluntários, e toda uma população privada de assistência médica, em plena guerra civil.

Atrocidade. Crime de guerra.

Você também leu, nessas MESMAS notícias, divulgadas quase que imediatamente após os ataques, que foram aviões russos que bombardearam os hospitais e as escolas. Evidências materiais foram fornecidas: diálogos interceptados (!) em russo entre os pilotos, inscrições em russo no que restou (!!) das bombas ou mísseis, etc. etc.

Tudo esclarecido e caso encerrado, graças à presteza e à credibilidade da grande mídia (os veículos brasileiros reproduzem na base do copiar-e-colar o que vem das agências de notícias americanas e europeias).

Pois bem. No dia de ontem houve reunião do Conselho de Segurança da ONU para tratar dos bombardeios de artilharia a partir do território da Turquia sobre posições das forças curdas dentro da Síria (curioso como ninguém nunca ouviu falar dos turcos bombardearem posições do Estado Islâmico, que igualmente ocupa uma extensa faixa ao longo da fronteira turco-síria).

Perguntado pelos jornalistas se a reunião do Conselho de Segurança chegou também a abordado o episódio do ataque aos hospitais e escolas, o ocupante da presidência rotativa do Conselho, Rafael Ramirez, respondeu que sim, conforme transcrito abaixo (clique aqui para a matéria original):

Quando perguntado se o Conselho de Segurança das Nações Unidas discutiu o bombardeio dos hospitais e escolas no norte da Síria na segunda-feira que deixaram cerca de cinquenta mortos, Ramirez disse que de fato o Conselho discutiu o assunto, mas não chegou a “nenhum acordo” ou “consenso” devido a “diferentes fontes” de informação a respeito dos incidentes. “Todo mundo está preocupado quanto a ataques aéreos a instalações humanitárias”, disse Ramirez, enfatizando que o Conselho de Segurança está tentando obter “mais informações”.

Sabe quando a verdade vai aparecer? No Dia de São Nunca, à tardinha. Ou então no dia em que a Operação Lava-Jato investigar o que ela própria descobriu: a offshore que controla outra offshore em cujo nome foi registrada a propriedade da mega-mansão da família Marinho em Paraty.

A verdade não vai aparecer porque “não pode” aparecer. Enquanto isso, joga pedra no Putin, quer dizer, na Geni.

Para outras informações sobre o bombardeio dos hospitais clique aqui, aqui e aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

25 comentários

  1. Os russos não são santos

    Quando foi votada a trégua o primeiro ministro russo deixou entre linhas que alguma coisa poderia acontecer.

    Não concordo com muitas posições dos nortes americanos, que sem dúvida alguma são os que mais vendem

    armas para outros países. Também não concordo com algumas sanções americanas, principalmente a que

    aconteu no passado com Cuba. Todavia, creio que os russos são os piores de todos. O Putin ganha prêmios

    como o homem da Times, o mais influente, mas ele é um indivíduo frio, calculista, maquiavélico.

    Se os falcões americanos não são santos, as forças armas russas também não são santas.

    • Caro Nelson,
      o que você

      Caro Nelson,

      o que você escreveu poderia fazer sentido se não tivessem sido os americanos, em parceria com os sauditas e turcos, os criadores e financiadores do tal “Estado Islâmico”, num movimento para derrubar o último regime LAICO do Oriente Médio.

      E sim, o líder da maior potência nuclear do planeta TEM que ser frio, calculista e maquiavélico. Imagine se ele fosse frouxo como Obama, ou psicótico como a Hillary Clinton? Seria uma desgraça…

      Com todo o respeito, o que você disse é bobagem e não tem a menor relação com a realidade. Porém, não o culpo, pois até a CartaCapital publica mentiras sobre os russos. Cobertura decente, apenas em inglês, na internet, fora da grande mídia.

  2. Russia Today. Isso sim é uma

    Russia Today. Isso sim é uma fonte fidedigna de informações sobre o conflito na Síria.

    Todas as notícias tem carimbo de controle de qualidade do Putin. Se a notícia não for boa o repórter vai fazer curso de reciclagem cobrindo corrida de trenó na Sibéria. 

    • Isso sim é uma obviedade

      Prezado André,

      É óbvio que qualquer fonte “nacional” (no caso da Rússia, a TASS, o Russia Today ou o Russian Insider, dentre outros) não tem como ser isenta, ainda mais no caso de uma guerra. O mesmo se aplica a fontes chinesas, americanas, inglesas etc. etc. etc.

      O ponto aqui é que a mídia ocidental comprou (ou fabricou…) de imediato a versão de que foram os russos que bombardearam. Não obstante, apesar de todas as “provas” e “evidências” fornecidas, quarenta e oito horas mais tarde o Conselho de Segurança da ONU não teve como apontar a autoria dos ataques…

      Indo além, deveríamos nos perguntar a quem interessa (cui bono) uma crise humanitária (real ou forjada) na Síria, nesse exato momento…

    • Tava faltando a Sibéria

      Olhaí a guerra fria 2.0. Tem jeito e estilo anos 50. Quer dizer que o Stalin… ops, o Putin comanda um gulag? E eu inocentemente lendo a RT imaginando ser um contraponto ao discurso único da mídia pentagonada. Bem que eu desconfiei da RT quando ela mentiu sobre as armas de Saddam… 

  3. Somos vítimas do PIG mundial

    O PIG mundial também tem seus inimigos: Rússia, Irã, Venezuela, etc. Anos atrás, este PIG dizia diariamente que havia armas químicas no Iraque. Por conta desta mentira, mataram vários inocentes pra “libertar” o povo iraquiano. Deixaram o Iraque mil vezes pior do que era.

  4. A verdade que não pode

    A verdade que não pode aparecer é que o ISIS é cria dos EUA, recebe dinheiro e armas da Arábia Saudita, Qatar e Turquia e vende petróleo contrabandeado do Iraque (através da Turquia) para a Europa. O que é inadmissível para essa gente é que, além de varrer o ISIS do mapa, os russos sabem de toda a trama, tem provas fotográficas e estão atrapalhando um tremendo negócio. Isto e outras “cositas más ‘. Putin não é santo, mas pesquisando aqui e ali é fácil descobrir quem está mentido e quem está apoiando os bandidos..

  5. Lembram do avião derrubado na

    Lembram do avião derrubado na Ucrânia? A mídia vilra lata tratou de papagaiar a mídia gringa dizendo que foram os russos.

    Pois bem, os russos devolveram as caixas pretas pros ingleses e…      o assunto morreu! Parece que ninguém mais quis saber do assunto.

    • aviao na ucrania

      bem lembrado. Venceu os 2 anos e nada de satisfação para a sociedade. Foi como se um UFO tivesse aparecido, atirado e sumido imediatamente. O unico indicio foi de alguns expectadores terem lido nas asas do UFO -força aérea russa- 

      Auê, russo sob intervenção economica, outro pais destroçado e a comissão holandesa apenas alega ser impossivel dizer de onde veio o UFO. Ou seja, satelites, ultra-tecnologia, 2 potencias nucleares envolvidas e nada pode ser provado, nada pode ser dito.

      Conclusão: bombardear civis pode, o que não pode é apurar !

  6. Os EUA cansaram de atingir

    Os EUA cansaram de atingir alvos civis – hospitais e escolas inclusos – no Iraque e no Afeganistão.

    Ainda me lembro do ataque a civis iraquianos indefesos com um helicóptero Apache.

    Só ingênuos mesmo para terem uma dúvida dessas em um conflito com os EUA no meio e com a imprensa ocidental em peso culpando o “monstro” russo.

     

    • O mais incrivel é que…

      pouco importa se os mortos tombam em guerras ou não, se são civis ou militares, terroristas ou não combatentes. Para eles, republicanos ou democratas, sempre vale a pena. E, se tiverem que assumir a culpa (culpa?), não estão nem aí, pois a maioria esmagadora dos mortos nunca é dos EUA. Então, vale a pena. Inclusive se forem as cerca de 500.000 crianças, vítimas das sanções desse país contra o Iraque:

      [video:video:https://www.youtube.com/watch?v=omnskeu-puE%5D

      O problema é que, democratas e republicanos, em matéria de política externa, no fundo, no fundo, não são muito diferentes. Se, para atingirem seus objetivos, tiverem que derrubar governos, desestabilizar países e sustentar ditaduras, não estão nem aí.

      Quem sabe, se o Bernie Sanders conseguir a nomeação do Partido Democrata e for eleito, isso não muda?

       

  7. O Homem é (foi) um projeto que definitivamente deu errado!
    Nessa guerra como nas demais não há inocentes, fora o povão que tem que fugir para não morrer.

    A Russia , Turquia, Usa, Arabia saudita, Iran, Rebeldes,ISIS, França todos tem uma boa dose de culpa.

    Eles sabem disso e nós também.

    O Homem é (foi) um projeto que definitivamente deu errado!

    Nem Deus e nem o Diabo querem a paternidade!

  8. Putin malvado…

    Ah!, acabam de encontrar provas de que foram os russos que bombardearam Hiroshima e Nagasaki. O famoso Enola Gay era na verdade um TU-95 ultrassecreto que o Stalin infiltrou nos EUA pra fazer aquela monstruosidade de que os nossos mui amigos americanos jamais seriam capazes…

  9.  
     
    Vixi Maria Candelária!. E

     

     

    Vixi Maria Candelária!. E eu lá sabia que os russos eram tão malvados assim? …Creio em deus padre. Que horror!… Tava tudo caminhando muito bem na Síria. Bastou estes eslavos comandados pelo Putin chegarem, pro caldo entornar. É terrorista de tudo que é lado, escafedendo-se debaixo das bombas russas.

    E olhem que a grande imprensa vive a trombetear diuturnamente: os amantes da paz, os garantidores da democracia no mundo vinham realizando um ótimo trabalho naquela região. Supera os 3 anos, que os americanos dizem combater(?) os terroristas do mal na Síria, e nada. Mesmo distribuindo armas e dólares para os terroristas do bem ajudarem a destruir os do  mal, do lado de lá. Não deu resultados. Aliás, até deu, mas foi para aumentar o terror. Tanto em número de ações criminosas, como no recrutamento de novos combatentes a engordar as fileiras dos terroristas do mal. Ai, vem a Rússia, e joga água fria na fervura Ianque.

    Se o cabra não ficar ligado com essa imprensa de merda, não vai entender porra alguma.  

    Orlando

  10. Pelo que li em uma outra

    Pelo que li em uma outra agencia de noticias não vinculada aos interesses dos EUA/UE, o hospital atacado era gerido pela “organização” MSF (médicos sem fronteiras), que por outro lado atendia aos serviços secretos franceses na Síria. Parece que foi um serviço de false flag onde forças Ocidentais atacaram seus próprios objetivos no campo inimigo.

  11. Outra notícia que não aparece

    Outra notícia que não aparece é a intenção da Arabia Saudita e Qatar invadir a Síria. A Siria respondeu que voltariam em ataúdes. O Erdogan disse que vai atacar junto, o que até já fez derrubando uma aeronave Russa em território Sírio.

    Exercícios em conjunto na Arabia Saudita já estão acontecendo. Os Russos não vão ficar olhando. E aí? Terceira Guerra?

     

  12. Os únicos que bombardeiam hospitais e derrubam aviões são os EUA

    Este ato de FAZER o MAU e colocar a CULPA no INIMIGO é uma tática que a EXTREMA DIREITA tem usado no mundo todo ATRAVÉS dos TEMPOS, na tentativa de jogar a OPINIÃO PUBLICA CONTRA o OPOSITOR.

     

    LEMBRAM-SE do RIO SUL?

  13. É claro que foram os turcos a

    É claro que foram os turcos a mando dos americanos, para culpar a Russia, já que eles mandam na mídia ocidental e aí é fácil colar a culpa nos russos.

  14. Joga pedra no Putin ou no

    Joga pedra no Putin ou no Lula, pedras enviadas pela CIA, e utilizadas com prazer pelos seus capachos brasileiros, pelo menos na Russia os traidores tem medo, já aqui os patriotas é que tem a temer, não virar o próximo alvo da mafia americana.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome