Início Autores Posts por Luis Felipe Miguel

Luis Felipe Miguel

193 Posts 0 comentários

O voto impresso merece atenção, por Luis Felipe Miguel

A agitação que o bolsonarismo promove tem eficácia porque, de fato, o sistema de votação eletrônica é completamente opaco para o cidadão comum. Nós simplesmente confiamos nos especialistas.

Exército não se percebe como parte do povo ao qual deveria servir, por Luis...

A relativa calmaria permitiu que os governos posteriores a 1985 se desinteressassem da questão e quase nada fizessem para adequar as Forças Armadas ao controle civil e à convivência democrática.

Pesquisa Datafolha tira terceira via do páreo, por Luis Felipe Miguel

Ninguém realmente acredita nela. O discurso é mantido apenas para que alguns setores adiem a escolha que terão que fazer.

A desdemocratização e seu rastro, por Luis Felipe Miguel

Passados quase dois anos e meio, a pergunta é outra, e ainda mais desafiadora. Como é possível que ele permaneça no cargo?

Na Globonews, o velho preconceito de classe retorna por um anaptixe banal, por Luis...

Mas hoje? Lula é um líder político testado, reconhecido internacionalmente. Não tem como ser considerado ignorante.

O discurso do Estadista e os desafios futuros, por Luis Felipe Miguel

Mas uma coisa é ganhar a eleição. Outra coisa é desfazer os retrocessos dos últimos anos e tentar, uma vez mais, instaurar as bases de uma democracia solida.

Bia Kicis é só parte do problema criado por eleição de Lira, por Luis...

Mas a simples apresentação de seu nome - junto com o discurso "nossa prioridade é destruir tudo" que Bolsonaro fez ontem - mostra que o governo vê a vitória nas eleições para as mesas das duas casas do Congresso como uma chance para radicalizar.

O que se ganha e o que se perde fechando com o candidato de...

E o que se ganha e o que se perde marcando posição com algum candidato sem absolutamente nenhuma chance de vitória.

A liberdade de imprensa no Brasil está sendo destruída por ação do Judiciário, por...

Os grandes veículos, aqueles que estão prontos a gritar "censura!" diante de qualquer ideia de democratização da comunicação, praticamente ignoram o que está acontecendo.

O candidato de Maia e o próximo passo da esquerda, por Luis Felipe Miguel

Por fim, uma derrota de Bolsonaro, que está priorizando fortemente a eleição na Câmara, está longe de ser desimportante.

Este é o homem do ano, por Luis Felipe Miguel

Ele reforçou seus laços com os vendilhões dos templos, assenhorando-se de um expressivo capital eleitoral. Mantém azeitadas as milícias digitais, garantindo assim o bloqueio permanente de qualquer debate minimamente razoável no país.

2022, por Luis Felipe Miguel

O único jeito de impedir a reeleição de Bolsonaro é intensificar o trabalho político cotidiano

Boulos, as esquerdas e a resistência, por Luis Felipe Miguel

E o PSOL avançou um pouco, mas continua um partido pequeno. Tem cinco prefeituras num universo de mais de 5.500 municípios.

No frigir das urnas, Bolsonaro foi o grande perdedor, por Luis Felipe Miguel

A mídia tenta vender, além do fortalecimento do "Centro" (sic), a ideia de que o PT foi o grande derrotado.

O “populismo” não é a solução, por Luís Felipe Miguel

A esquerda precisa apresentar um horizonte que promova a superação da opressão e da privação. O caminho para isso é um projeto anticapitalista

Democracia, pesquisas e eleições, por Luis Felipe Miguel

Tenho dito que as novas tecnologias da comunicação destruíram as condições de sobrevivência da democracia limitada que imperou no Ocidente nas últimas décadas.

A esquerda que abriu mão da crítica, por Luis Felipe Miguel

O reconhecimento de que diferentes falantes vão ver o mundo a partir de diferentes posições sociais aponta para a necessidade de pluralização do debate, não para alternância de silenciamentos ou construção de guetos.

Uma repactuação?, por Luis Felipe Miguel

Comentário sobre o artigo de Ascânio Seleme publicado no jornal “O Globo”

O adiamento das eleições e os grandes desafios no horizonte, por Luis Felipe Miguel

Seria necessária uma intervenção forte para garantir um mínimo de equidade no noticiário. Mas certamente não há vontade política para isso.

Mais um gravíssimo ataque à autonomia universitária, por Luis Felipe Miguel

O objetivo da MP é gerar conflitos e tumultuar ainda mais a vida das instituições de ensino, tão agredidas nos últimos anos.

Leia também

Últimas notícias

GGN