Revista GGN

Assine

Fotos mostram o que famílias de diferentes países comem em uma semana

Sugerido por alfeu

Do Catraca Livre

 

O ensaio "Hungry Planet: What the World Eats" não é apenas curioso, como também revela diferenças sociais econômicas e culturais.

O projeto fotográfico visitou 24 países para retratar 30 famílias posando ao lado de toda a comida consumida em uma semana. Realizado por Peter Menzel e Faith D’ Aluision, o ensaio é mais do que uma simples fotografia de álbum de família, pois revela hábitos, saúde, economia e diferenças sociais.

Diferenças sociais, aliás, que evidencia uma contradição: reparou como as famílias mais ricas tendem a consumir mais produtos industrializados enquanto as mais pobres consomem alimentos saudáveis como grãos, frutas e vegetais?

Veja na galeria abaixo os países, as cidades e os valores gastos (em dólares) por cada família.

ALEMANHA, BARGTEHEIDE, 568 DÓLARES

EQUADOR, TINGO, 32 DÓLARES

EUA, TEXAS, 242 DÓLARES

MALI, KOUAKOROU, 40 DÓLARES

CUBA, HAVANA, 64 DÓLARES

EGITO, CAIRO, 78 DÓLARES

JAPÃO, KODAIRA CITY, 361 DÓLARES

ÍNDIA, UJJAIN, 45 DÓLARES

CHINA, WEITAIWU, 65 DÓLARES

ITÁLIA, PALERMO, 295 DÓLARES

Fonte: Catraca Livre/Menzel Photo

 

Média: 4.5 (8 votos)
6 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Álvaro Noites
Álvaro Noites

Me chamou a atenção a grande

Me chamou a atenção a grande quantidade de comida industrializada na mesa dos "mais ricos".


No mais, este comparativo é bem velho e creio que deveria ser atualizado para os dias atuais.

Seu voto: Nenhum
imagem de Gui sp
Gui sp

Ok. Vamos por partes:   Como

Ok. Vamos por partes:

 

Como disse um velho professor de ecologia humana (um grande mestre que só tinha a graduação) em meus idos tempos, quando analisamos qualquer noticia, qualquer mensagem, sempre colocamos a nossa carga de criticas baseadas em nossas crenças e convicções politicas. Se olharem com mais riqueza de detalhes as fotos, poderão perceber que os texanos também estão sorridentes, assim como os italianos, os chineses, os malineses. O trófeu de familia carrancuda, seria vencido pelos japoneses.

Outra analise rasteira perpetrada por aqui é o preconceito quanto a se usar alimentos industrializados, mais uma vez. quanto mais distante uma familia está de centro produtor, ela deve utilizar produtos de consumo menos perecivel. Voce esperaria que uma familia do Mali consumisse mais enlatados do que uma familia alemã? Ora, em paises frios não se cultiva o ano inteiro por questões óbvias e é claro que voce vai dar preferencia por comidas que quando utilizadas possam ser consumidas por varios dias. Ora, será que consumir só produtos ditos naturais é mais saudável do que consumir produtos industrializados? Se fosse apenas por este prisma, a expectativa de vida de um malines seria o dobro de um alemão, Uma mesa posta contendo a digamos cesta básica de cada pais nos diz muito, mas não diz tudo. Tenho 45 anos e a expectativa média de vida de um homem de 45 anos no século 19 era já bastante reduzida.

Muito cuidado com analises rasteiras e convicções politicas, elas costumam tornar o mundo um pouco pior e mais preconceituoso.

Seu voto: Nenhum
imagem de Martins Andrade
Martins Andrade

ENDINHEIRADOS =

ENDINHEIRADOS = ENLATADOS

Quanto maior o poder econômico, mais enlatados.

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Jossimar
Jossimar

O alemão deve ser alcóolatra.

O alemão deve ser alcóolatra. contei 4 garrafas de vinho e vinte e quatro de cerveja. Tem umas outras, mas não dá para saber se é bebida alcóolica ou não.

Além disso, são os únicos com cara de tédio.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Antonio Nonato
Antonio Nonato

Belíssimas fotos. Me chamou a

Belíssimas fotos. Me chamou a atenção a felilidade das famílias mais pobres - de todos, na verdade, mas a minha atenção se voltou para elas - e das das cores de suas roupas, muito exuberantes. Me chamou a atenção também uma certa alimentação mais saudável, no caso das famílias mais pobres, enquanto as de países mais ricos tem muito enlatado, congelado, denunciando um certo consumismo. Detalhe para Cuba, que com suas algumas dezenas de dólares, parece oferecer refeições de qualidade. Algumas aí parece terem muito pouco, mas estão com um sorriso no rosto, tentando viver. 

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de jns
jns

A Comida de Hospital

Notes from a hospital bed

Um paciente revoltado com a qualidade dos alimentos na sua ala de internação,  fotografou as refeições e publicou as imagens no seu blog, convidando as pessoas a adivinhar o tipo de prato que recebia

No seu blog, em ‘'Notes from a Hospital bed'’, ele começa assim: "Você fica ligado, o dia todo, ao ouvir os sons de carros vacilantes, sendo levados para cima e para baixo no corredor, enquanto você olha para a tela em branco de uma TV - que não funciona – e, naturalmente, os seus pensamentos se voltam para os alimentos."

Em outra postagem, ele escreveu que "a oferta de ontem sondou novas profundidades de inépcia culinária. O macarrão com queijo poderia ser dobrado como papel de parede colante”.

"As ervilhas eram honestas, com boa cor e menos duras do que ontem, mas pareciam pedras geladas.”

"Eu não sei se o chef usou um endurecedor industrial ou simplesmente expulsou a umidade com um lança-chamas, mas era o caroço mais intragável de carboidrato que já foi servido como uma sobremesa."

Em outra postagem disse: "A entrada, uniformemente, bege da maioria dos vegetais precisa ir em um secador antes que você comece a comê-los – eles estão, sempre, super molhados...”

"Quanto aos pudins(...) eles, certamente, têm um gosto como se tivesse sido enrolado em um pano de limpar o chão da cozinha."

O homem, que pediu para permanecer anônimo, ficou em um hospital no sudoeste da Inglaterra desde fevereiro, depois de sofrer uma infecção óssea rara e permaneceu na tração.

Ele disse: "Eu estou sentado tracionado e não posso sair da minha cama, então eu pensei que seria divertido tirar fotos do que eu tenho que comer e, em seguida, pedir aos meus amigos que adivinhassem o que são aqueles alimentos.”

"Algumas das respostas às minhas postagens de alimentos têm sido hilárias. As pessoas, legitimamente, não podem adivinhar o que algumas das refeições são.”

O paciente, um jornalista freelance, que sofre de osteomielite, uma inflamação do osso, na perna, e da medula, foi internado no hospital, que ele se refere como Blogtown General Hospital.

Ele ressaltou que o seu tratamento no hospital foi excelente e apenas a comida o aborreceu.

Um porta-voz Departamento de Saúde disse:

"A comida de qualidade para os pacientes melhora a sua saúde e sua experiência global com os nossos serviços. A maioria dos pacientes estão satisfeitos com a comida que recebem nos hospitais e estamos trabalhando para melhorá-la ainda mais."

http://hospitalnotes.blogspot.com.br/

Seu voto: Nenhum
imagem de Hamilton
Hamilton

Americanos e alemães

estão mais gordinhos.

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.