Trilha Sonora

    E se houvesse trilha sonora na vida real? Qual seria a sua? E se tivéssemos uma música para cada situação que vivenciássemos? 
    Sendo eu o roteirista da minha própria história escolheria para o atual momento a música de Zé Ramalho, “Admirável Gado Novo”: “vocês que fazem parte dessa massa/Que passa nos projetos do futuro/É duro tanto ter que caminhar/E dar muito mais do que receber (…)Ê, ô, ô, vida de gado/Povo marcado, ê”(…).

    Já a trilha sonora do governo de Jair Bolsonaro e “cia limitada” seria, “Apesar de você” de Chico Buarque: “hoje é você que manda falou tá falado não tem discussão(…) “Apesar de você amanhã há de ser outro dia/Você vai ter que ver/A manhã renascer/E esbanjar poesia/Como vai se explicar/Vendo o céu clarear/De repente, impunemente/Como vai abafar/Nosso coro a cantar/Na sua frente”.

    A trilha do povo brasileiro, “Socorro” de Arnaldo Antunes: Socorro, alguma rua que me dê sentido/Em qualquer cruzamento/Acostamento/Encruzilhada/Socorro, eu já não sinto nada/Socorro, não estou sentindo nada (…).  

    A do governo de Marcelo Crivella:  “it’s raining men. Hallelujah”. Em bom português, está chovendo homens. Aleluia!

    A trilha da Vaza Jato de Sérgio Moro e seu fiel escudeiro Deltan Dallagnol: “malandro é malandro e mané é Mané/pode crer que é” do grande Bezerra da Silva.

    E a trilha sonora do Brasil? Help dos Beatles, mas sem provocações, por favor, ao guru Olavo de Carvalho e seus seguidores! “I need somebody/Help! Not just anybody/Help! You know I need someone/Help”!