A morte do ex-presidente da Anatel

Morre ex-presidente da Anatel, Renato Guerreiro 

Por Wilian Miron
Da Agência Dinheiro Vivo 

Renato Navarro Guerreiro, primeiro presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e um dos responsáveis pela organização e abertura do mercado de telecomunicações no Brasil, morreu nesta manhã, no Hospital Brasília, na capital do Distrito Federal.

Desde dezembro de 2009 o ex-presidente da Anatel lutava contra um câncer e se desdobrou para fazer tratamentos de quimioterapia em São Paulo e em Brasília.

Formado engenheiro de telecomunicações, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Guerreiro acumulava extensa carreira no setor e foi decisivo para a criação do marco regulatório das telecomunicações no Brasil, além da criação da Anatel como órgão regulador.

Aos6Aos 62 anos, o ex-presidente da agência, prestava consultoria para empresas e governo, sobre o setor que ajudou a organizar. Logo após deixar o órgão o executivo criou a empresa Guerreiro Consulting, à qual se dedicou nos últimos anos. Além da Anatel, Renato Guerreiro trabalhou como secretário-executivo do Ministério das Comunicações, presidente do Conselho de Administração da Telebrás e diretor do Departamento de Tarifas do Minicom.

À frente da Anatel no período de 1997 a 2002, Guerreiro conduziu decisões importantes do órgão, como classificar a internet como serviço de valor adicionado, fato que impediu a Embratel de monopolizar o serviço. Além dessa, outra posição relevante adotada pelo ex-presidente do órgão foi a destinação da faixa de 1,8 GHz para a telefonia móvel e de 2,1 GHz para o serviço de terceira geração. O executivo também foi responsável por levar a telefonia celular à sua cidade natal, Oriximiná, no Pará.

Guerreiro deixa esposa, filhos e três netos. Seu corpo será velado nesta tarde na capela um do cemitério Campo da Esperança. A cerimônia de cremação acontecerá amanhã. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora