Correção: Gol fez sua parte para embarcar coração

 

Nassif

Parece-me que se está comentendo uma grave injustiça contra a Gol.

Na nota, a companhia informa que os funcionários tentaram junto à Infraero o retorno da aeronave, o que foi negado.

No vídeo da entrevista, o médico confirma a informação e relata que a companhia, “sensibilizada”, ANTECIPOU o vôo seguinte para viabilizar o transplante.

Longe de ser a vilã do episódio, a conduta da companhia foi altamente elogiável.

Para que se faça justiça, a manchete deveria ser, das duas, uma:

“Gol adianta embarque para viabilizar transplante” 

“INFRAERO atrasa embarque de médico com coração para transplante”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora