Educação superior, intercâmbio e consumo na rede: confirmam ascenção social dos mais pobres

O Brasil que Lula entregou a Dilma é o marco do Novo Brasil que vem transformando a realidade social do país

 

Uma coletânea de informações animadoras sobre o Novo Brasil e da promoção de oportunidades: as classes C,D e E estão consumindo mais na internet, realizando intercâmbio educacional e representam 43% dos estudantes matriculados nas universidade públicas federais.

Consumo
Do total de consumidores que fizeram sua primeira compra pela internet no primeiro semestre de 2011, 61% eram oriúndos das classes C, D e E.O gasto médio de consumo desta parcela de consumidores foi de R$ 320, um pouco abaixo da média de R$ 355 de todos os compradores.

Os mais pobres consomem onde somente quem tinha mais poder de compra e acesso a internet costumavam consumir. 

Esta alta do consumo gera mais empregos e renda, aumenta a arrecadação do governo que pode reinvestir em infraestrutura, por exemplo.
O país conseguiu superar a crise de 2009 apostando no mercado interno, em um chamamento do presidente Lula que pediu ao povo que consumisse com responsabilidade e acreditasse no país.  O Brasil foi o último a entrar no turbilhão da crise e um dos primeiros a sair dela…
Leia a íntegra, clique AQUI>>>

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome