Revista GGN

Assine

Da Primavera Árabe ao Brasil, como os EUA atuam na geopolítica

Entrevista: Luis Nassif e Patricia Faermann
 
 
Jornal GGN - Mais de cinco anos se passaram desde o início dos protestos no Oriente Médio, que ficaram conhecidos como Primavera Árabe. As revoltas foram desencadeadas contra presidentes que estavam entre 20 e 40 anos no poder. Mas as condições para os conflitos tinham motivações sociais: alto desemprego e economias estagnadas. Terreno ideal para o incentivo norte-americano, estrategista no investimento de milhões de dólares na disseminação de sua ideologia. 
 
Zine al-Abidine Ben Ali estava há mais de 20 anos no poder da Tunísia, Hosni Mubarak há 30 no Egito, Muammar Khadafi governou a Líbia por 42 anos, e Bashar al-Assad sucede o governo de 30 anos de seu pai na Síria, país que até hoje é palco de guerra civil, obrigando ao deslocamento de boa parte de sua população, agora na condição de refugiados pelo mundo. 
 
Mas não foi pelo meio bélico que os Estados Unidos defendeu seus interesses nos países orientais em 2011. A essa outra forma de "ataque", o estrategista militar norte-americano Thomas Barnett denominou antecipadamente "sistemas administradores", na apresentação da Technology, Entertainment, Design (TED) 2005, intitulada "The Pentagon’s New Map for War & Peace". O "ataque" é efetivado em países alvos de desestabilização econômica ou social, e ocorre por meios de comunicação, jornais, ONGs, redes sociais, ativistas, empresários, organizações.
 
Se condições similares são encontradas, atualmente, no Brasil, há quem defenda que não são coincidências. 
 
Para entender como a geopolítica dos Estados Unidos atua, o GGN conversou com o cientista político Luiz Alberto Moniz Bandeira, autor de mais de 20 obras, entre elas "A Segunda Guerra Fria - Geopolítica e dimensão estratégica dos Estados Unidos" (2013, Civilização Brasileira). Aos 80 anos, lança mais um livro em maio deste ano, "A Desordem Internacional".
 
"A crise hoje no Brasil é dimensionada de forma tão absurda como está ocorrendo porque os Estados Unidos não admitem a emergência de outra potência na América do Sul", afirmou. O pesquisador trouxe detalhes de como instituições norte-americana trabalham: "não é somente a CIA. (...) As ONGs, financiadas pelo dinheiro oficial e semi-oficial, como a USAID e a National Endowment for Democracy, atuam comprando jornalistas, treinando ativistas. O programa da Primavera Árabe foi elaborado, ainda, no tempo de George Bush", contou. E acredita que o mesmo está sendo feito no Brasil.
 
Acompanhe a seguir e nos vídeos alguns trechos da entrevista:
 
 
GGN - Sobre essa nova geopolítica americana nas guerras nos países árabes, de que maneira que se dava a estratégia de insuflação, o uso de redes sociais?
 
Moniz Bandeira - Os Estados Unidos têm como objetivo os neoconservadores. São eles que hoje compõem o principal segmento do partido republicano, infiltrado no partido democrata também, porque o [presidente Barack] Obama manteve esses neoconservadores em um Departamento de Estado. O objetivo é o domínio completo, espaço, área de todo o universo. O domínio total. 
 
E é preciso compreender que a crise hoje no Brasil é dimensionada de forma tão absurda como está ocorrendo porque os Estados Unidos não admitem a emergência de outra potência na América do Sul. A questão básica hoje está na moeda. A Rússia, assim como a China, estão empenhados em acabar com a predominância do petrodólar. Criar outro sistema financeiro internacional. Estão a fazer isso. Estou expondo isso com detalhe no meu novo livro, que vai sair em maio, "A Desordem Internacional".
 
Os Estados Unidos, quando não podem dominar, criam um caos. Agora, é preciso compreender que isso não é somente a CIA. A CIA gasta cerca de 80% do seu orçamento - que aliás, ninguém sabe, porque além do que há da ação oficial, ela tem empresas, até de agências de viagens, então tem um dinheiro muito diluído -, mas 80% que gasta do dinheiro oficial é em operações secretas. Isso já há muito tempo. Ao invés de coletar inteligência.
 
Porém, hoje, os Estados Unidos usam outras instituições. As ONGs, financiadas não só pelo dinheiro oficial e semi-oficial, como a USAID [United States Agency for International Development] e a National Endowment for Democracy, comprando jornalistas, treinando ativistas, pesquisadores. Há programa sobre isso. Esse da Primavera Árabe foi elaborado, ainda, no tempo de Bush.
 
Na Ucrânia, os cursos foram dados dentro da Embaixada dos Estados Unidos. Isso está tudo documentado. 
 
GGN - Que tipo de conteúdo eles davam nesses cursos?
 
Moniz Bandeira - O tema é defesa da democracia, combater a corrupção. São temas que sensibilizam a classe média, mobilizam. Essas instituições não atuam no vazio. Sempre, claro, as condições existem. No Oriente Médio, há um desemprego muito grande, as economias estagnadas, desemprego, sobretudo, para os jovens, que se formam, se educam, mas não encontram emprego. 
 
GGN - Nessa intervenção por meio de ONGs e ativismo político, todas as pessoas que eram ensinadas ou Organizações tinham conhecimento ou era uma forma de manipulação não explícita?
 
Moniz Bandeira - Eles financiam a criação dos jornais e blogs na internet, e rádios. Uma rádio foi criada em 2009, na Síria, mas funcionava na Inglaterra, com dinheiro americano. Os Estados Unidos destinaram na Síria, isso tudo documentado, entre 2005 e 2010 cerca de US$ 12 milhões. O orçamento de 2005 para 2006 foi de US$ 5 milhões.
 
 
GGN - A partir de 2002, após o atentado das Torre Gêmeas, teve a chamada Cooperação Internacional, que juntou o Ministério Público e as Polícias Federais de todos esses países para combater o crime organizado. Você chegou a analisar de que maneira os Estados Unidos estão se valendo disso, também, para as suas estratégias geopolíticas?
 
Moniz Bandeira - Eles faziam treinamentos como os militares na Academia do Panamá. Hoje eles não contam mais com os militares. Depois das ditaduras, eles viram que elas não deram certo. Por um lado, desmoralizaram os Estados Unidos, por causa dos direitos humanos. Por outro, os militares, de uma forma ou de outra são patriotas. Eles não estavam muito para o comunismo, mas não queriam ser submissos aos Estados Unidos. No Brasil, principalmente, no Peru, e mesmo na Argentina.
 
Eu tenho uma pesquisa em um dos livros meus sobre o voto do Brasil desde 1968 até o fim da ditadura. O Brasil votou muito mais vezes com os países neutros, e a União Soviética, a favor dos Estados Unidos. Eu tenho isso listado no livro "Brasil - Estados Unidos: a rivalidade emergente", quando eu estudo o regime militar. Inclusive, não obstante à custa dos direitos humanos, a Argentina também votou contra.
 
Eu não tenho dúvida de que no Brasil os jornais estão sendo subvencionados. De uma forma ou de outra, não sei como, mas estão. Não posso provar, mas é possível que por trás disso estejam as fundações de George Soros, que dão dinheiro aos jornalistas. Há jornalistas honestos. Mas há outros que estão na lista de pagamentos. Muitos desses jornalistas que eu sei estão nos Conselhos Fiscais de várias empresas estrangeiras. Ganham dinheiro com isso, escrevem no O Globo e em outros jornais.
 
Outro dia, o diretor geral da Polícia Federal declarou que muitos policiais, comissários e outros recebiam dinheiro da CIA diretamente em suas contas. Este é um conluio que devia acabar.
 
Por detrás disso tudo, não tenha dúvida que estão os recursos da USAID, que é um instrumento da National Endowment for Democracy, e das Fundações, que são várias, dos Soros e outras, por exemplo, que se opõem a certas construções de hidrelétricas no Brasil. Elas estão a serviço de empresas alemãs e usam como pretexto, sempre, a proteção da natureza, meio ambiente. A USAID, onde ela trabalha? Trabalha fora da embaixada. É uma organização "semi-oficial". A National Endowment for Democracy é financiada pelo Congresso, mas é também fora, recebe dinheiro do Congresso americano.
 
GGN - Se a gente pega a estrutura de poder dos Estados Unidos, falando da CIA, etc, não tem diferenças de orientação entre, por exemplo, o FBI, o Departamento de Estado, Departamento de Justiça?
 
Moniz Bandeira - Os Estados Unidos é um país muito complexo e contraditório. Isso está evidente na campanha eleitoral onde Sanders é dado como progressista, enquanto que, por parte dos republicanos, você vê a decadência. O Trump, em primeiro lugar, por que? Porque os outros são de Bush para pior. O Trump é maluco. Porém, a figura é o retrato da situação.
 
Quando recebi o Doutor Honoris Causa da Universidade da Bahia, eu disse que uma potência é muito mais perigosa quando está a perder a hegemonia do que quando constrói o seu império. Quando constrói o império, ela necessita ser aceita. Mas quando está perdendo... Como agora, os Estados Unidos não dominam mais, não têm mais o poder que tinham antes. Eu digo poder, porque, por exemplo, não influi mais sobre Israel. Os assentamentos continuam, não obstante a oposição dos EUA. Porque o lobby judaico dos Estados Unidos não deixa. E o governo de Israel mantem os assentamentos porque, realmente, não admite que haja dois estados. Isso, ideologicamente, já vem de muitos anos. Os Estados Unidos querem que todas as ideias se abalem.
Média: 4.6 (29 votos)
53 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".

Pré-sal - revelado plano pro "BraZil": pobreza, exclusão e etern

Pré-sal - revelado plano pro "BraZil": pobreza, exclusão e eterna dependência

Por Romulus

Terrível é pensar que, se for para reverter (no futuro) o atual desmonte, levará ao menos os mesmos 10 anos do início do século.

E isso apenas para voltarmos aonde estávamos!

Pior:

- Teremos perdido o bonde no desenvolvimento da tecnologia para explorar o Pré-sal.

- Pré-sal esse que, depois da descoberta - no Brasil!, já passou a ser explorado em outros locais com o mesmo perfil geológico na Costa Africana, Golfo do México, etc.

*

O plano “deles” é esse: tornar-nos NOVAMENTE dependentes de importação de produtos, serviços e...

- ... tecnologia!

*

Uma estratégia de desenvolvimento apenas para poucos exige uma base de recursos naturais enorme em relação a um total da população pequeno. Isso é para países como Austrália, Chile, Emirados Árabes e Qatar.

Esse, definitivamente, não é o caso do Brasil, com os seus quase 210 milhões de almas!

Não há solução para o país – ao menos para quem vive nele e não pode (e não quer!) imigrar para Miami ou converter-se em "neo" senhor de engenho escravocrata – a não ser se desenvolver, complexificando a sua economia.

(incluindo TODOS os tais 210 milhões!)

 

LEIA MAIS »

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Carlos Humberto Carvalho Neto
Carlos Humberto Carvalho Neto

EUA invadiu o Brasil por intermedio da RedeGlobo

Não existe mais comunismo oque existe é uma cultura sionista propagada pelas RedeGlobos(CIA) que consiste em chamar de comunistas todas as pessoas que preguem soberania, patriotismo e no caso do Brasil um país forte e independente, qualquer pessoa que resolva não ser um sustentador dos Estados Unidos/Israel é taxado de Comunista, mesmo que vc nunca tenha sido um comunista se vc falar que IsraEUA são feios vc automaticamente vira um comunista... O Brasil precisa tomar cuidado com quem ja foi infectado por essa ideologia pois esse tipo de gente age como Judas de sua Patria... 

Seu voto: Nenhum (3 votos)

já não estamos seguros!

Melhor comprar uma camisetas da seleção, pra parecer coxinha...

Seu voto: Nenhum (2 votos)

A vida é curta demais para se beber cerveja barata!!

A diferença entre o Brasil e a República Checa é que, a República Checa tem o governo em Praga, e o Brasil a praga no governo!

imagem de Matias
Matias

autocritica necessaria

Sempre é culpa do inimigo ,claro, mas sempre é maior a nossa!!!! Precisamos mais seriedade que a de nosso inimigo.

Quando a gente va na briga, esta mexendo com fogo...o Imperio do Caos esta na fase descendente ele é mais perigoso.

A esquerda precisa se  formar mais e continuamente para dirigir os destinos do pais sem perigo de catastrofe fascista e

avancar para se liberar dos tentaculos do Imperio. O inimigo e mais perigoso do que a gente pode imaginar mas

ele é vensivel, Vietnam venceu com garra , disciplina. e estrategia.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Matias
Matias

autocritica necessaria

Sempre é culpa do inimigo ,claro, mas sempre é maior a nossa!!!! Precisamos mais seriedade que a de nosso inimigo.

Quando a gente va na briga, esta mexendo com fogo...o Imperio do Caos esta na fase descendente ele é mais perigoso.

A esquerda precisa se  formar mais e continuamente para dirigir os destinos do pais sem perigo de catastrofe fascista e

avancar para se liberar dos tentaculos do Imperio. O inimigo e mais perigoso do que a gente pode imaginar mas

ele é vensivel, Vietnam venceu com garra , disciplina. e estrategia.

Seu voto: Nenhum
imagem de Cedric PA
Cedric PA

Quando começou os protestos

Quando começou os protestos de junho eu pensei, "é os EUA começaram a jogar pesado", e daí por diante é só notícia ruim, até a copa que seria um momento de alegria e orgulho para os brasileiros virou um pardieiro de palhaçadas contra o governo e principalmente contra a Dilma. Apesar dos pesares a Dilma fez um bom primeiro mandato, até mesmo antes dos protestos de junho a popularidade dela estava acima  de 60% e mesmo com tanto ataque conseguiu vencer as eleições. Mas neste mandato ela é uma pessoa acuada, inerte, sem vontade de lutar, que não soube escolher bem seus ministros, aliás em termos de ministros do STF o PT mais errou que acertou, nesse de "republicanismo", em política não tem essa de "republicanismo", o Presidente tem que mandar sim nas Forças Armadas,  na Abin, na Receita Federal, na Polícia Federal e no MP, do contrário ninguém consegue governar como estamos vendo aí, daí se forma um vácuo de poder, e parece que o vácuo de poder atrai loucos e loucuras como imã. Muito do que o Brasil está passando hoje, não vem da incapacidade administrativa e da ideologia do PT, que acertou na maioria das vezes, e sim na ingenuidade falta de visão da estrutura do poder, (governo não é poder, como podemos provar com esse segundo mandato) e incapacidade politica, principalmente da Dilma. Mas é lógico que o que mais contribuiu é essa oposição irresponsável que não se importa em destruir e vender ou entregar o país ao estrangeiro desde que eles consigam suas ambições pessoais.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Moacir Leandro
Moacir Leandro

A notícia abaixo foi

A notícia abaixo foi publicada no Díario do Grande ABC em 1999.  Se isso tivesse sido feito em 2002 pelo partido que prometeu combater a corrupção....

O suplemento revelou, com exclusividade, detalhes de uma representaçao apresentada pelo deputado estadual Elói Pietá (PT) com base em conversas que manteve com o prefeito Jovino Cândido (PV). Segundo os relatos, 12 parlamentares exigiram dinheiro, cargos e vantagens do prefeito em troca da aprovaçao de projetos.

A representaçao de Pietá foi encaminhada no mesmo dia ao procurador-geral de Justiça, Luiz Antonio Marrey, que acionou a Promotoria da Justiça e Cidadania de Guarulhos. A Polícia Civil também começou a desvendar o esquema.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Moacir Leandro
Moacir Leandro

A notícia abaixo foi

A notícia abaixo foi publicada no Díario do Grande ABC em 1999.  Se isso tivesse sido feito em 2002 pelo partido que prometeu combater a corrupção....

O suplemento revelou, com exclusividade, detalhes de uma representaçao apresentada pelo deputado estadual Elói Pietá (PT) com base em conversas que manteve com o prefeito Jovino Cândido (PV). Segundo os relatos, 12 parlamentares exigiram dinheiro, cargos e vantagens do prefeito em troca da aprovaçao de projetos.

A representaçao de Pietá foi encaminhada no mesmo dia ao procurador-geral de Justiça, Luiz Antonio Marrey, que acionou a Promotoria da Justiça e Cidadania de Guarulhos. A Polícia Civil também começou a desvendar o esquema.

Seu voto: Nenhum
imagem de Itaia Muxaic de Ricart
Itaia Muxaic de Ricart

Uma palavra interesante:

Uma palavra interesante: Moniz Bandeira menciona "empresas alemas" ativas na propaganda contra o desenvolvimento nacional no Brasil. Sao  "empresas" e ONGs, "fundacoes", "consultarias". Por exemplo e interesante observar a "Fundacao Heinrich Boell" em Rio que de fato nem a fundacao e de fato a o partido "Gruene" (Verde) de Alemanha, mesmo assim a "Fundacao Rosa Luxemburg" em Sao, que nao e fundacao, mas os infiltrados "izquierda falsa" do Partido "Linke" (Izquierda) de Alemanha. Tudo de ONGs "fundacoes" alemas e "empresas" consultarias esta financiada desde el Governo Federal Alemao, subserviente da geopolitica de EUA que tem 60,000+ militares y miles de agentes en Alemanha. O dinheiro chega filtrado por "grants" a ONG, igrejas, e "empresas" como "Gesellschaft fuer Internationale Zusammenarbeit" GIZ  que tiene 120 agentes no Brasil. 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Sobre a Primavera Árabe

O "dedo" dos EUA ficou nítido nas revoluções coloridas na Europa Oriental e dos Bálcãs. O primeiro caso é da "Iugoslávia"/Sérvia, com a derrubada do governo Milosevic. Na Ucrânia em 2004 e 2014, Geórgia em 2003 e Quirguistão em 2005 tiveram participação ativa do New Endowment for Democracy e afins. Aliás, sobre a Ucrânia de 2014, o canal Russia Today bateu muito na tecla do papel jogado por Victoria Nuland, do Departamento de Estado, no agravamento da crise e na instigação de elementos políticos anti-Rússia. Inclusive, numa ligação telefônica vazada, ela foi pega falando ao embaixador norte-americano na Ucrânia, "Fuck the EU" (http://www.theguardian.com/world/video/2014/feb/07/eu-us-diplomat-victor...). Curiosamente, todos esses países são ex-repúblicas soviéticas e estão - ou estavam - sob a órbita russa pós-1991. Nesse sentido, houve uma deliberada estratégia norte-americana de pressionar a Rússia - aquela velha política de "encirclement" - via OTAN após a Guerra Fria, malgrado as promessas feitas a Gorbachev e Yeltsin de que os espaços de influência russos seriam preservados. Por isso que John Mearsheimer, grande expoente do neo-realismo em Relações Internacionais, ter afirmado que a crise da Ucrânia resulta dessa política dos EUA/Ocidente hegemônico (https://www.foreignaffairs.com/articles/russia-fsu/2014-08-18/why-ukrain...).

No entanto, mesmo que os braços tradicionais e novos do establishment norte-americano tenham atuado no Oriente Médio, ainda penso que eles não foram, a princípio, tão decisivos assim na eclosão das revoltas árabes de 2011. Na Tunísia e no Egito, foram pegos de surpresa, sim. Não imaginavam a proporção que os eventos tomariam. Ademais, creio que, após eles terem percebido a passagem da "onda", é que passaram a atuar. Nesse sentido, tem um livro de um pesquisador norte-americano, Christopher Chivvis, "Toppling Qaddafi", em que ele conta que, já na crise da Líbia, em fevereiro de 2011, imaginando que poderia ocorrer violações em massa de direitos humanos ao estilo Srebrenica e Ruanda e que os EUA poderiam ficar "no lado errado da história" se ficassem neutros ou pró-Kadafi, o governo Obama atuar, ainda que houvesse divisões internas. Evidentemente, há outras questões, inclusive operacionais, pois a França de Sarkozy estava mais decidida a intervir, mas faltava-lhe "fôlego" militar para tanto - acreditavam - por isso lançaram mão da Operation Odissey Dawn e depois convocaram a OTAN a comandar o mandato da RES 1973 do Conselho de Segurança, via Operation Unified Protector.

Enfim, o que eu quero dizer é: nos casos de Tunísia e Egito, os EUA foram de fato surpreendidos. E passaram a aceitar a "nova realidade" a partir da revolta na Líbia - até então, grande parceiro de EUA, Reino Unido e França na luta contra a Al Qaida e demais grupos fundamentalistas islâmicos. Já na crise síria, apostaram alto mesmo na queda rápida e fácil de Assad.

Ainda, não podemos ignorar a atuação de potências regionais nessas dinâmicas. Arábia Saudita e Qatar apostaram alto nas revoltas árabes. A Al Jazeera, que é do Qatar, fez cobertura abertamente favorável às revoltas na Tunísia, Egito, Líbia, Síria e Bahrein. A Arábia Saudita, como de praxe, financiou grupos wahabbitas na guerra civil Síria, veio ao socorro do general Sisi no Egito - atuou contra o malfadado governo Morsi, da Irmandade Muçulmana. Ainda, os sauditas são muito conhecidos por seu "soft power". Constroem mesquitas ao redor do mundo muçulmano, dando espaço a imams wahabbitas, por exemplo.

Portanto, penso que esse padrão de "revoluções coloridas" que o professor Moniz Bandeira descreve foi mais evidente e determinante na Europa Oriental e Balcânica que no Oriente Médio. No mais, concordo com ele que, por trás de tudo que está a ocorrer aqui, há, sim, o objetivo de impedir que o Brasil se qualifique como um polo de poder regional cada vez mais autônomo. A pressa do Senador José Serra em votar a lei a modificar o regime do Pré-Sal é coincidência demais para ser só uma simples coincidência. Ainda, destruindo as grandes empreiteiras nacionais, eles tiram concorrentes de um mercado cada vez mais disputado - vide os chineses - e atrapalham, por exemplo, o desenvolvimento do submarino nuclear brasileiro com transferência de tecnologia francesa. Aliás, o fato de as investigações sobre a compra dos caças Gripen NG também tem a ver com isso. Duvido que isso aconteceria se tivéssemos escolhido os F-18 Hornet.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Guilherme Scalzilli.
Guilherme Scalzilli.

A caça a Lula virou campanha publicitária

Publicado no Brasil 247

 

Causou ampla estranheza a maneira precipitada e ilegal com que o ataque a Lula foi executado. Por que encenar aquele ridículo teatro de guerra, escancarando as irregularidades da ação? Por que não prenderam o petista de uma vez, já que as suspeitas contra ele supostamente justificavam a própria iniciativa de acossá-lo?

 

Existiu um fator oportunista na origem do abuso. A Polícia Federal quis reagir à troca do ministro da Justiça. Os procuradores temiam o julgamento do STF sobre seus limites. A Rede Globo precisava de um factóide para reverter a desmoralização inédita, sintomaticamente agravada pela torcida corintiana. E todos estão unidos na propaganda das manifestações golpistas, que andaram meio desmoralizadas.

 

O fato é que Sérgio Moro, cedendo às urgências dos aliados, evidenciou a fragilidade dos elementos acusatórios contra Lula. Naquelas circunstâncias, o mais leve indício de culpa lhe teria rendido um mandado de prisão, no mínimo para salvar a imagem da pantomima policialesca. Um réu potencial jamais ganharia visibilidade gratuita na mídia e a chance de se apresentar como vítima de perseguição.

 

A repercussão negativa do episódio marca uma nova etapa do conluio institucional que se esconde sob o rótulo de “operação Lava Jato”. Agora, se Lula não for condenado, alcançará uma vitória de efeitos eleitorais inevitáveis. A caça ao petista se transforma então num fenômeno essencialmente midiático, onde a falta de provas ocupará lugar secundário, mera demonstração de habilidade para o ardil criminoso.

 

Trata-se de minar a imagem do ex-presidente, convencendo a opinião pública, e as cortes em particular, de que puni-lo é um dever cívico e republicano. Uma questão de crença, portanto, e não de rigor técnico. Chamar os advogados de Lula de “a sua defesa”, como se ele respondesse a algum processo, constitui exemplo trivial da artimanha no meio jornalístico, de resto escancarada pelo tom emotivo dos noticiários.

 

É fácil perceber a força dessa narrativa. Em diversas esferas de discussão equilibrada já aparecem lamentos sobre a índole corrupta de Lula, sem quaisquer dados factuais que a comprovem. Pedalinhos e palestras podem não colar, mas a aura delituosa permanece: “não sei por que Lula deve ser preso, mas ele certamente sabe”.

 

Concentra-se aí o novo foco estratégico dos golpistas. Já indiferentes às paixões das ruas, eles precisam garantir apoio ao ritual sacrificatório de Lula, que virou uma questão de honra para os acusadores. O deslize afoito de Moro ecoou mal nos setores moderados do campo jurídico, sem afinidades com a esquerda mas sensíveis a infrações e hipocrisias. Esse é o público-alvo do massacre publicitário que se inicia.

 

http://www.guilhermescalzilli.blogspot.com.br/

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Quem

Quem ler o Destino Manifesto, a politica do Big Stick ou as guerras dos EUA noplaneta;muito antes do que está acontecendo no Brasil pensei que com Lula/Dilma aquelas ideologias teriam sido vencidas mas .......O que nos resta senão unirmosmo-nos

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de wendel
wendel

Então............

Boa entrevista, que haveria de todos os brasileiros lerem e refletirem. O que fica claro é a agonia de um império que tenta de tudo para se manter no pódio. E o que é pior, com a ajuda dos traidores e mercenários, que tudo fazem para justificarem seus soldos a favor daquele parasita !!!!!!!!!!!!

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Weyll
Weyll

Para conhecer de verdade o

Para conhecer de verdade o mundo é preciso ler, Formação do Império Americano, e, A Segunda Guerra Fria, de Moniz Bandeira. Nesse livros estão a história de todos os paises, inclusive do nosso

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Marcos K
Marcos K

Finalmente foram ouvir alguém

Finalmente foram ouvir alguém que realmente sabe o que está falando! Em linhas gerais, a pelo menos 2 anos Moniz Bandeira já vem dizendo o Nassif disse num artigo recente. E se ele desconfia de alguma coisa, mesmo não tendo provas, pode ter certeza que está farejando na direção certa e as provas vão aparecer.

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

com as instituições que temos...

todas nas mãos da mídia bandida

a melhor época para se comprar autoridades públicas brasileiras sempre foi todo dia de qualquer ano

nem com as forças armadas podemos contar, até elas têm vontade própria

algo que sempre negaram a Dilma e, pasmem, em nome da Costituição

se tiverem sucesso, se conseguirem derrubá-la e eliminar Lula para 2018 com condenações ilegais, forçadas ou aceitas pela nossa corte suprema, só tem uma solução: quebradeira geral dos palácios e redutos, a começar pelo STF

já que ele próprio está se deixando destruir por uma primeira instância

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de franciscopereira neto
franciscopereira neto

Consciência

A consciência dos frequentadores do blog estava anestesiada ou obnubilada, centrada apenas nos acontecimentos internos sem fazer nenhuma correlação com o que acontece internacionalmente.

E eu cobrei por várias ocasiões o blog abordar mais essas questões internacionais e o seu envolvimento na desordem institucional no Brasil.

Eu não sei se agora é tarde, pois os acirramentos dos ânimos e a desfaçatez de toda a estrutura dos órgão de segurança interna, PF, MP, e o STF de há muito tempo davam sinais das suas podridões, desde o famigerado mensalão.

Desde aquela época ninguém evocava e nem ao mínimo davam importância na sua dimensão exata: conexões com interesses externo.

Quando Zé Dirceu ainda estava em liberdade mas alvo desses órgãos como elemento a ser batido, ninguém ditos dos blog progressistas tiveram a sutileza (porque da grande imprensa nunca pode se esperar nada), imaginação, ou pelo menos desconfiar que aqueles fatos não eram normais acontecer da forma que vinham acontecendo.

Se alguém tivesse a perspicácia de convocá-lo para uma entrevista e abordar exclusivamente esses aspectos, tenho certeza que ele abordaria, talvez de modo velado, até porque ele ainda não estava condenado pelo STF. E o que se passou lá foi um circo de horrores, mas condenaram Zé Dirceu.

A revolta a esse episódio se resumiu a vários artigos condenando os excessos, os pontos fora da curva (odeio essas frases construídas que viram moda liguistica, assim como "malfeito" criado por Dilma, roubo é roubo, pronto e acabou, não tem que ficar inventando eufemismos desnecessários), todos,irrestritos e tacanhos.

Talvez não conseguisse, como já disse, que ele escancarace os seus conhecimento nesse aspecto. E ficou claro recentemente quando ele foi ouvido por Moro e um promotor. Naquela oitiva ficou plenamente demonstrado de maneira patética o alcance mental do senhor Moro e o promotorzinho. Zé Dirceu deu varios nós, drible da vaca nos dois patéticos homens da lei. 

Eles não conseguiam entender os serviços de consultorias que Zé Dirceu prestava internacionalmente, e isso foi enfatizado pelo próprio Dirceu. E nós tivemos conhecimentos do alcance das relações internacionais com empresas e figuras expressivas do cenário internacional. Mas ninguém se arvorou em aprofundar essas questões.

Volto a dizer, não sei se agora é tarde, mas para mim nunca é tarde.

A passeata do dia 13 pode ser "um ponto fora curva" dos fascistas e tavez começarmos a colocar em xeque os "malfeitos" da PF, MP e STF.

PS: Em que pese todas essas minhas observações, não posso deixar de elogiar Nassif por essa matéria.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Valter Manoel da Silva
Valter Manoel da Silva

Prejuizo.

Francisco meus parabens ,dito isto lhe pergunto quanto sera que custa ao pais ter homens como José Dirceu e o Almirante que desenvolve nosso programa Nuclear presos?

Seu voto: Nenhum (2 votos)

o Brasil acabou, já era...

ficou sem vontade própria e sem segurança alguma, em termos de inteligência

não foi o PT que acabou

o Brasil acabou quando condenaram e prenderam Dirceu

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Meire
Meire

O Monstro Sujo Apenas Inchou Um Pouco Mais.

Através do lobby (tá bem mais para lobos carniceiros, junto de outros terroristas) judaico ( me perdoem os honestos) dos Estados Unidos, esse mesmo Estados Unidos querem continuar suas loucuras assassinas de domínio do mundo.

Corruptos salafrários (como psdb & quadrilha assassina) que se vendam ao referidos polutos terroristas, é o que infelizmente não faltam, nos países que os ladrões desejam saquear.

Só a Resistência de Pessoas Honestas ( inclusive se houver alguma, nos EUA e Israel) pode vencer, os Hereges, os Bandidos, os Loucos, etc... vestidos em pele de cordeiro.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de francis
francis

Gente, pelo amor de Deus,

Gente, pelo amor de Deus, está na hora da esquerda fazer uma auto-crítica. Os americanos possuem grande influência nesses problemas, mas tudo isso só aconteceu porque tínhamos um ambiente favorável criado pela própria esquerda.

Eu sou de esquerda e só um partido me representa atualmente, é o PSTU. A antiga esquerda que lutava pelos pobres e criticava os bancos se tornou um centro-esquerda sem alma e sem tempero que vive pelos bancos e abraça os coronéis Sarney, Collor, Calheiros, etc.

 

"Sob nenhum pretexto armas e munições devem ser entregues; qualquer tentativa de desarmar os trabalhadores devem ser frustrada, pela força se necessário" - Karl Marx

Seu voto: Nenhum (13 votos)
imagem de Júlio Mendes
Júlio Mendes

PSTU

O PSTU é um blefe falso moralista. Nada mais além disso. Toda a sua política atual contra o PT é baseada apenas na operação lava-jato e nas ações fascistoides do juiz Moro. O PSTU faz suas matérias levando em conta somente o que sai no Jornal Nacional, Veja, Folha, Estadão e congêneres. Sua ridícula e oportunista história de "fora todos" e "eleições gerais já" escancaram somente o seu profundo viés eleitoralista... E, o que é tragicômico, para eleger um representante mais fiel da burguesia, o Aécio Neves ou outro no mesmo estilo. O internacionalismo do PSTU não consegue ir além de São Paulo, Paraná ou Brasília. Para esse partido tudo se resume ao Brasil e aos erros de um partido, o PT. Não veem ou fingem não ver quem e o quê de fato está por trás do golpe de Estado ora em curso, em particular os interesses imperialistas oriundos sobretudo dos EUA. O PSTU pagará muito caro por sua demência e políticas criminosas atuais. E certamente pagará um preço muito maior se o golpe que ora ajuda a impulsionar for vitorioso.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

PSTU??? Mas vc está falando

PSTU??? Mas vc está falando de governar um país ou vencer as eleições pro Diretório Acadêmico? Tanto PSTU qto PSOL não sobrevivem a meia hora de Executivo, seja municipal, estadual ou Federal.

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de sergior
sergior

É um simples problema de

É um simples problema de fila. Hoje são os petistas, amanhã, quem sabe, o psol, em seguida o pstu e assim segue. Qualquer um que, de algum modo, incomode os donos reais do poder, é alvo nesta situação que hoje vivemos. Quem não entendeu isso ainda faltou às aulas de História. 

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de Thiago Del Bel
Thiago Del Bel

com todo respeito, o pstu

com todo respeito, o pstu embarcou no fora dilma, como conciliar essa posição com a defesa da democracia?

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de gabi_lisboa
gabi_lisboa

Governo americano treinou Moro

Olha o que apareceu no site do PHA

(…)

Moro has said he learned from foreign corruption investigations, such as Italy’s “Clean Hands” case of the 1990s, which exposed kickbacks in state contracts. His approach also may have been influenced by his exposure to the U.S. legal process, friends say. In 1998, Moro and Gisele Lemke, a fellow federal judge, spent a month in a special program at the Harvard Law School. In 2007, Moro participated in a three-week course for potential leaders sponsored by the U.S. Department of State.

(…)

 

 

Seu voto: Nenhum (10 votos)

Seria interessante resgatar a

Seria interessante resgatar a história de Carlos Costa, que chefiou o FBI no Brasil entra 1999-2004. Em entrevista a Bob Fernandes, na Carta Capital 283, de 24/03/2004, ele afirma:

"A vossa Polícia Federal é nossa, trabalha para nós a anos. (...) Foi comprada por alguns milhões de dólares. (...) Os Estados Unidos compraram a Polícia Federal..."

Nessa época, lembro que esteve em Santa Catarina ministrando "cursos de capacitação" a membros do Ministério Público Estadual que atuavam no âmbito da Moralidade Administrativa, combate à corrupção e tal. Não sei se o mesmo ocorria em outros Ministérios Públicos ou outras instituições.

Lá se vão uns 15 anos...

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de altamiro souza
altamiro souza

materia essencial pára

materia essencial pára entender o atual momento...

corrobora o que foi dito ontem pelo nassif, magistralmente...

que na globo tem gente que leva grana desses órgãos,

alguns já sabem, como já nominaram.

essas primaveras todas resultaram em estações bem mais depressivas e fechadas..

seja de quie lado for, aqui deverá ser assim, se esse conluio

persistir no golpé às instituições....

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Vendo um video no youtube.me

Vendo um video no youtube.me espantou a semelhança  das marchas do Egito com as da Paulista ,a proposta de tranformar tal marchas,em "celebração",festa da família,exaltação das policias...

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Jonalistas pagos que escrevem

Jonalistas pagos que escrevem no Globo? Nomes aos bois: Merval, Sardenberg e Mirian Leitão.

Mas tem uma diferença muito grande entre as primaveras, Nassif. A do oriente médio tinha tudo para ser cara de primavera mesmo. Todos aqueles presidentes são ditadores de fato. Muita repressão, censura, perseguição e assassintaso de oposicionistas. 

Aqui, por mais que a propaganda fale em autoritarismo petista, fica dificil. A imprensa é tão "livre" que chega a ser golpista. A oposição é blindad pelo judiciário e até a polícia que seria subordinada ao governo persegue o próprio governo. Se alguém falasse para o Mubarak sobre o republicanismo petista, ele exclamaria "e não internaram esses caras ainda?"

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Juliano Santos

imagem de Luiza
Luiza

A ignorância do óbvio foi/é poderosa arma de destruição

Tudo o que este senhor disse é a mais pura verdade. O Brasil será terra arrasada em poucos meses. A reação à isso tardou demais porque ninguém queria dizer a verdade e tratar o assunto do que jeito que deveria. O medo era de ser desmoralizado porque eram jornalistas, cientistas políticos, professores universitários etc.. Aí deu nisso.. Agora, começam a aparecer pessoas correndo atrás do prejuízo causado pela omissão dessas informações.. 

O óbvio foi ignorado. Autoridades brasileiras atuam para garantir os intereses geopolíticos dos EUA, simples assim.. E isso é à custa de destruir a economia do país, derrubar o governo, criminalizar e encarcerar a sua principal liderança, o Lula, enfraquecer e criminalizar os sindicatos e movimentos sociais, aniquilar direitos sociai, trabalhistas etc..

O país é ocupado sob a falsa banderia da democracia e combate à cirrupção. E tudo isso com a conivência da justiça brasileira para dar legalidade à toda essa tragédia. A oposição que está aí junto com a mídia é o orgão que se presta a ganahr apoio da opinião pública. Esta coseguindo o seu intento porque não foram combateidos à altura. Reação fraca e medros da classe esclarecida, politizada somado a um governo cego e fraco só podia dar nisso - ocupação total de todos os espaços.

A ficha de todos só vai cair quando a manipulção e objetivos não precisarem mais ser escondidos da população e a destruição de tudo for iengável e a desgraça bater à porta de cada cidadão brasileiro dizendo: perdeu, playboy !

Brasileiros serão escravos de estrangeiros que assumiram o país e os colocaráo de joelhos dentro do seu próprio país, mas não antes de retirar-lhes todos os direito e/ou liberdade para reclamar, por isso estão aprovando leis no congresso os ditos "representantes do povo". 

Venho comentando isso na rede há tanto tempo, mas a censura impede a publicação porque não é politicamente correto alguém como eu, sem credenciais ou nome conhecido, falar dessas coisas de forma tão negativa. Quando algum comentário meu, nessa direção, foi publicado a maioria disse ser teroria da conspiração, exagero, derrotismo ou complexo de inferioridade. É pena. Porque agora esse assunto começa a ficar mais em evidência pela boca de gente séria, só que a publicidade da manifestação, acho, é tardia e ineficaz.

Que os comentaristas acreditem na merda que está à caminho e comecem a desenvolver uma estratégia pessoal para menimizar prejuízos, porque ele virá e será avassalador na sociedade. O país que nós conhecemos ficará no passado e a dificuldade da populaçao vai ser, exatamente,  em aceitar que todas as mudanças trágicas daqui prá frente tiveram o seu apoio para acontecer, independente da sua ignorância sobre a verdade que estava escondida por trás de tudo isso. 

A Grécia será aqui e não demora muito. O BR é a bola da vez mas essa destruição se espalhará por todos os países porque os EUA querem implementar uma ditadura mundial sem precedentes na história da humanidade. Quem ficar vivo verá isso acontecer tudo diante dos seus olhos.,Os jovens é que sofrerão mais porque não aceitarão de bom gardo serem reprimidos e tratados como mercadoria barata. O meu conselho é que rejeitem a idéia de mártir e aprendam com tudo isso, para o seu próprio bem.

Tardiamente ainda há um resto de democracia para ir para as ruas tentar reverter o desgraça que se anuncia. Se é para cair, então que seja de pé para que isso nos amenize a consciencia da culpa por naõ termos sido capazes de evitar o mal. Essa é a minha leitura do momento.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Dear @PutinRF Notify the

Dear

Notify the "niggas of " that in 3 days Americans will begin to be treated with "revolutionary rigor" in Brazil.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Alguém ficará triste quando

Alguém ficará triste quando gringos começarem a morrer no Brasil?

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de solle
solle

Como tudo isso vai acabar já

Como tudo isso vai acabar já está traçado. Sabotar de todas as formas o governo Dilma, de forma a deixar o país em frangalhos, em recessão profunda e com a inflação a mais alta possível. Em 2018, no fundo do poço e com a oposição no poder seria fácil fazer o país melhorar, e estaria "provado" que o PT fez mal ao país. Esta é a estratégia pois a direita sabe que só se sustentará no poder a partir de uma situação de terra arrasada....

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de Franbeze
Franbeze

Mas uma vez

eu digo: a culpa é do Lulinha paz e amor e do seu estrategista Dirceu que sempre acreditaram que a casa grande um dia iria baixar a guarda. O Dirceu está preso porque foi burro e merece. Antes eu sempre acreditava que o Lula e o Dirceu fossem inteligentes. Ambos nunca passaram de amadores.

 

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Burra mesmo sou eu, que

Burra mesmo sou eu, que perddi alguns sgundos da minha vida lendo três linhas digitadas por um sem noção.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Os gringos americanos sempre

Os gringos americanos sempre estão por trás de tudo. É da natureza deles. Alguém se lembra do tamanho do Pentágono? quantos funcionários lá trabalham? E da quantidade de ägências"de inteligência?

Na verdade os gringos do Tio Sam estão sempre tentando tirar o maior proveito possível para eles,seja o governo de A ou de B,basta lembrar a quantidade de brasileiros dos mais diversos matizes que por lá passaram com a devida acolhida,entre eles,vamos lembrar,Ciro Gomes que,pelo menos no momento,não pode ser acusado de golpista.

Quem tem dinheiro é assim: eles montam várias redes de pesca e sempre tem peixe caindo nelas.

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de De Paula
De Paula

Com o caos instalado, agora

Com o caos instalado, agora estão pensando os militares para o serviço sujo.  Cabe a pergunta: Depois  de um longo aprendizado na democracia, os militares se prestarão a isso?

Seu voto: Nenhum (1 voto)

O tempo passou e esse senhor não viu

Que os EUA interferiram na América Latina no passado é sabido, bem como que interferem atualmente no Oriente Médio. Mas é ridículo acreditar que os EUA tenham medo de que o Brasil se torne uma nova potência. A América Latina não tem mais qualquer relevância para a política externa norte-americana. A guerra fria acabou, não há mais qualquer ameaça comunista na América Latina, os regimes comunistas aqui se tornaram uma pantomima, um espetáculo provinciano que não atrai mais a atenção dos estrangeiros. E tampouco a América Latina ainda é a região emergente do globo como era até os anos 70: a nova região emergente é o sudeste asiático. A América Latina está saindo da História.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

E o sudeste asiático, ou

E o sudeste asiático, ou seja, China? Está fazendo aliança com quem nas Américas, onde os EUA não admitem perder seu controle? Com o Brasil. Guardada as devidas proporções, Brasil está para a China, assim como Cuba estava para a URSS.

Os Brics não é retórica. Já existe um banco e projetos de uma moeda internacional que concorra com o dolar. A China tem investido muito no Brasil e tem o pré-sal, que não é pouca coisa.

China e Rússia são os competidores dos EUA pela hegemonia mundial. Aceitar que estes façam aliança com o maior país do seu "quintal" não é algo que o Tio Sam deixe barato.

Não se trata de comunismo, mas de geopolítica do poder. Mas mesmo assim na propaganda tipo "primavera árabe" o PT é comunista, mas talvez com outro termo, "bolivarianismo", ou adaptando "lulopetismo". Outro dia ouvi de um coxinha que o PT quer mudar a bandeira do Brasil. É por aí o negócio.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Juliano Santos

imagem de chris
chris

Lembrem-se de uma coisa

O sucesso desta estratégia apontada pelo Nassif era atrelado ao desconhecimento sobre sua aplicação. Para bom entendedor, meia palavra basta...  Conhecer história pode servir para muitas coisas ou absolutamente nada, depende da pré disposição em aprender com os próprios erros ou não repetir os erros dos outros. Eu poderia classificar os erros como os de "paixão e ódio" (fazer as coisas de cabeça quente e se ferrar com as consequencias), os de superdimensionar os opressores (se conformar), os de usar de estratégia fraca ou inoperante frente ao que se quer transpor.  Como erros de estratégia  de reação fraca eu poderia exemplificar que a disseminação direta, pura e simples sobre o que trata este post aos que estão surdos de ódio, atolados na lavagem cerebral, não só seria contraproducente como soaria absurdo para aqueles que não estão dispostos a entender.

Sou favorável aos meios pacíficos porém contundentes - a la Ghandi. Dificílimo de por em prática, não? Mas o que estão fazendo com Lula? Estão o tornando um mártir, e como um martir pode ser poderoso para uma causa..... Prendendo-o e a sua família estão criando o nosso Mandela Brasileiro... A direita é tão burra que eu só não tenho pena porque sei o quanto eles são prejudiciais ao povo - e o povo tem que saber disso com uma clareza cristalina (olha a falha de comunicação da esquerda). 

Os métodos pacíficos expõe a truculência do opressor, expõe suas intenções. Lula preso vai tirar a esquerda da sua zona de conforto, vão ter que parar para se reformar. Lembrando que métodos pacíficos não são passivos, só funcionam se forem absolutamente contundentes. Assustar sem ferir também é legal para sacudir oponentes do pedestal, enfim, muita coisa ainda está por vir. Métodos que se utilizam do ódio, tipo homem bomba, a gente já sabe aonde pode levar.

Seu voto: Nenhum
imagem de Carla Toscani
Carla Toscani

Concordo plenamente

Concordo plenamente com seu comentário. Não devemos insuflar  o confronto no dia 13/03. É tudo o que os golpistas querem. Não devemos sair ás ruas no mesmo dia. Já vi posts que informam que os golpistas estão se preparando para o dia inclusive comprando muitas camisetas vermelhas pra criarem confusão e colocarem a culpa nos petistas. Tem muita gente alertando inclusive o Marco Aurélio de Nello que disse temer um cadáver. Nossa luta acho que será mais produtiva nos moldes dos protestos de Ghandi e Martin Luther King. Temos que mostrar ao mundo que eles estão radicalizando e que já estamos vivendo em baixo de uma ditadura golpista.

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de LC
LC

Agora entendi

A melhor agente da história da CIA é a Dilma. Só ela p fazer tanta lambança. Artigo absolutamente cômico na parte que diz respeito ao Brasil. Sei q não vou ser publicado, mas esse é p manter p posteridade mostrando as ruínas do que outrora foi o excelente blog do Nassif.

Seu voto: Nenhum (13 votos)

As orelhas do..

As orelhas pontudas do coxinha tucano foram mostradas, parabéns Nassif rssss 

Seu voto: Nenhum

Marcos Rizzatti

Caçapava do Sul/RS

“Os mortos estão acordados, deveria dormir???"

“Os mortos estão acordados, deveria dormir???”

Um golpe contra um governo legítimo, um golpe contra Dilma, um golpe contra Lula, um golpe contra a democracia.

Gostaria de falar palavras amenas, mas o momento não é de contemporização, a realidade é extremamente dura, e não nos permite, num horizonte próximo,  alimentar esperanças quanto a vivenciá-la sob o império de instituições livres e regidas pela imparcialidade da lei e de magistrados justos.

Estamos vivendo episódios em que a força se sobrepõe a razão, e assistimos perplexos e inconformados o massacre de pessoas que deram sua vida por um projeto que elevasse a vida dos cidadãos comuns do povo, e, com isso, a nossa própria, como seres humanos.

Estamos vendo uma justiça na qual nós não nos reconhecemos, que usa de suas prerrogativas e força decisórias, para trancafiar e expor de forma  cruel, quem se mostrou , mais uma vez, digno e inocente, mesmo frente a novas e insidiosas formas de arbítrio e tortura.

Antes os instrumentos violavam o corpo físico, agora tentam atingir a alma, a honra, a dignidade

Registro. Novamente serão derrotados

Não aceitamos esta suja guerra econômica  que tenta impor a miséria como regra, e a pobreza como destino, como se fosse possível que seres humanos, condenassem outros seres humanos, a tal condição.

Entretanto, a cada volta desta engrenagem espúria que se move, vejo seu reflexo nos jornais pagos a peso de ouro e vidas... e vejo mãos sujas de sangue inocente, escrevendo colunas e mais colunas... cheias de ódio e de sangue.... 

Em meio a extrema miséria moral desta imprensa, dita livre, mas financiada a moedas de prata, ainda assim, alguns se perguntam o que fazer?

“Os mortos estão acordados, deveria dormir?  

O mundo está em guerra contra os tiranos, deveria inclinar-me  -

A colheita está madura, hesitaria em colhe-la?(Byron)

Frente a tais questionamentos, só existe um caminho, e é seguir em frente, nossas consciências já não nos permitem capitular.

Precisamos também resgatar algumas palavras,  que não podem ser esquecidas, sob pena de ficarmos embrutecidos e inertes, entre elas, a solidariedade, o companheirismo, a responsabilidade e a noção de fazermos parte de um conjunto vivo e vibrante, e defendê-lo como defenderíamos nossos próprios filhos.

“Mas, de cada criança morta sai um fuzil com olhos

Mas, de cada crime nascem balas

Que vos encontrarão um dia o lugar do coração (Neruda)

Este foi  apenas mais um passo, mais um movimento desta absurda vingança em que o ódio tenta se impor frente a  inocência e a dignidade.

Que fique afirmado, não podemos ser derrotados, porque só podem ser derrotados os que não detêm   a razão, e se deixam ficar a margem , enquanto a barbárie tenta avançar.

Os embates serão cada vez mais duros, mas devemos estar preparados para reagirmos à altura de nossas próprias aspirações, para, somente assim, deixarmos para nossos filhos, um mundo onde cada manhã renasça como promessa de um mundo novo e melhor.

Por fim, fica o recado da canção, Conversando no Bar, interpretada por Elis Regina:

“ descobri que minha arma é o que a memória guarda."

Neste momento, dizem presentes todos que lutaram contra o Golpe Militar, e em alto e bom som, informam, estamos acordados e acordando todos que vivem e sonham, para que nada se esconda, para que todos ocupem seus lugares e cerrem fileiras pela liberdade.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Clarivaldo Freire
Clarivaldo Freire

Primavera Árabe e Brasil

Para quem ainda não entendeu as razões das desastibiliação política e o esgarçamento do tecido social, eis aí as explicações. Adivinha que são os artifices desta patifaria no compao político?

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de rosenvald flavio barbosa
rosenvald flavio barbosa

terra arrasada

depois da primavera.............terra arrasada

é o que vemos hoje na Libia, Siria, Iraque, etc..............

Tio Sam agradece aos coxinhas tanta dedicação.

Seu voto: Nenhum (12 votos)
imagem de Ivan de Union
Ivan de Union

So notando:  O Brasil esta

So notando:  O Brasil esta sendo destruido de dentro pra fora, como em todas as Primaveras Arabes.

So que nenhuma delas deu certo.  E nao vai dar certo no Brasil tampouco.

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de Fernando Cravo
Fernando Cravo

Infelizmente

Não deu certo para os países onde aconteceu, qeu ficaram ou destruídos, ou à beira do caos, ou com ditadurs violentíssimas.... Para o establishment norte-americano, porém, deu muito certo. Aqui, tudo ficaria muito mais fácil para eles se o Brasil como país desmoronasse: o acesso ao pré-sal, às comodities, etc, etc....

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Sigaf
Sigaf

Jatinho

Lembro ter lido uma entrevista com o professor Moniz Bandeira em que ele dizia que alguma coisa poderia acontecer com o Eduardo Campos, pois a Marina tinha muito mais chances de ganhar as eleições. Poucos dias depois o jatinho sem dono caiu.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.