Revista GGN

Assine

Papel da universidade é criar ambiente de livre pensamento, defende reitora da PUC-SP

Profª Maria Amália defende regulação que separe ensino superior das demais atividades econômicas 

Profª Maria Amália defende regulação que separe ensino superior das demais atividades econômicas
 
O papel da Universidade não se limita na formação de mão de obra qualificada para o mercado de trabalho. Há no interior dessas instituições de ensino um ambiente propício para o desenvolvimento do pensamento crítico, inovador e da produção de conhecimento. Prova disso é que, no Brasil, 95% da ciência, tecnologia e inovação (CT&I) nascem dentro de universidades ou com a colaboração delas. Nos Estados Unidos, onde acredita-se que o padrão capitalista incentivaria uma maior produção de CT&I a partir das empresa, 80% da inovação e tecnologia surgem com esforço acadêmico, fortemente subvencionado pelo Estado.  
 
Os dados foram apresentados pela Reitora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Maria Amalia Pie Abib Andery, na abertura do seminário Brasilianas - Saídas para o Brasil crescer, marcando o lançamento da nova plataforma online criada para apresentar as propostas de políticas públicas voltadas a redução das desigualdades sociais. 
 
"A Universidade é um locus de pensamento não por conta dos mais velhos, os professores, mas por causa dos mais jovens. Para eles esse espaço se torna um laboratório para o exercício do pensamento, abrindo caminho para questionar a vida social", pondera a professora Maria Amália acrescentando que, com o aumento da complexidade da estrutura social e econômica em todo o mundo, o papel de formação das instituições de ensino superior se torna cada vez mais insubstituível, criticando a visão de David Roberts, especialista em inovação, que em recente entrevista para o El País afirmou que as universidades estão se tornando cada vez menos necessárias. 
 
 
Como atividade econômica 
 
De 2001 a 2010 o ensino superior no Brasil cresceu mais de 110%, segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), com destaque para o setor privado. Em 2014, as faculdades não públicas ignoravam a crise apresentando crescimento de 27% em relação aos dois anos anteriores, tudo isso em virtude de programas federais de incentivo, como o Programa Universidade para Todos (Prouni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). 
 
Na avaliação da professora Maria Amália, não há dúvidas quanto a importância da atividade econômica das instituições de ensino superior. Por outro lado, a reitora defende a necessidade da criação de uma regulação especial que separe a atividade das instituições de ensino superior de qualquer outro tipo de atividade econômica, para garantir que as instituições não públicas assumam um papel que vai além da geração de lucro.
 
 
A palestra da reitora Maria Amália começa a partir de 8:31
Média: 5 (3 votos)
1 comentário

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Pedro Horm
Pedro Horm

Educação e conhecimento

  Todos os ambientes educacionais deveriam ter o papel de formar cidadãos além de apenas instruí-los com conhecimento técnico.     É claro que exceto as ciências exatas, todo o resto está aberto à interpretação, e precisamos respeitar a visão de cada um, ou seja sua interpretação, ao invés de fazermos "lavagem cerebral" em nossos estudantes.    Independente de como se dá uma determinada lei, ou como pensa um professor, precisamos sim saber como pensar e migrar nosso raciocínio em direção do conhecimento, porém sem perder nossa individualidade, determinando que isso ou aquilo é assim por que foi pre-definido assim e é imutável.    O mundo não evoluiria se não fosse pelas novas idéias. E por isso o individualismo explodiu. Ser autêntico nos dias de hoje é um fator de admiração e espelhamento. Esses ideais são difundidos e se tornaram uma marca das gerações mais recentes, abocanhando também uma boa parcela da velha guarda. É o que pode ser chamado de 'estar atualizado'.    Não devemos ignorar a participação da tecnologia nesse fenômeno moderno, ou de redes sociais como o facebook ou qualquer outra semelhante. A interligação da informação nos deu uma arma poderosa na divulgação de nossas ideias, permitindo que mostremos quem somos e como fazemos as coisas acontecerem.    Dê conhecimento a um tirano e ele construirá uma bomba nuclear, dê conhecimento a uma pessoa de bem, e ela salvará o mundo. - frases inteligentes    Todo cidadão nos dias de hoje deveria ter um pouco mais de noção sobre seus atos públicos, atualmente tudo é registrado, precisamos ficar atento ao que estamos passando para os nossos filhos, que tipo de mundo estamos cultivando. Porque o que fazemos produz resultados imediatos a nossa volta, refletindo em cada pessoa, e com a internet seu efeito de alcance é ainda maior.    Culturalmente falando, somos todos modificadores ativos da sociedade. Nós fazemos as leis que nós mesmos cumpriremos. Um juiz que determina o cumprimento de uma lei no Tribunal o faz a partir de que outros previamente a aprovaram. E esses outros somos nós, pessoas comuns.    Desde a invenção da roda até os tempos modernos, evoluímos, e eu admiro a ascendência do conhecimento da humanidade ao mesmo tempo que conseguimos priorizar os sentimentos e as emoções, sem sermos robóticos e escravos do nosso volumoso cérebro e suas tramas complexas de construção.    Ainda conseguimos nos solidarizar com o ser humano próximo em vulnerabilidade social, ainda nos comovemos e nos movemos para modificar uma realidade ao invés de simplesmente dá-la como perdida. Isso nos torna únicos na luta pela sobrevivência, não só na Terra, quiçá no universo. A luta pela vida é linda, e lutamos inteligentemente por ela.    Dizer que somos os produtos do amor não é apenas romântismo, de fato o somos, literalmente, aula de biologia humana, lembra?     Isso me traz doces lembranças, por exemplo, uma frase dos meus tempos de escola do nível fundamental que dizia : "a educação é a luz do progresso". Eu acrescentaria que 'a boa educação ' enfim, é a verdadeira 'luz do progresso'

Seu voto: Nenhum

PUC e USP

A PUC/SP mais uma vez demonstra ser uma universidade que está na vanguarda da defesa da Liberdade e Democracia.

Será que algum dia a USP terá uma reitora com os conceitos e valores da Profa. Maria Amália ?

Seu voto: Nenhum

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.