Início Economia Coluna Econômica

Coluna Econômica

Os dados da crise do mercado automobilístico, por Luis Nassif

Até março foram exportados 260.568 veículos, 10,25% a mais do que o acumulado até setembro de 2020, mas 22,09% abaixo do acumulado até março de 2020. E houve 41,6% de queda em relação ao acumulado até março de 2019, reflexo da perda de dinamismo das exportações de veículos, com a crise do principal comprador, a Argentina.

Aumento de custos continua pressionando produção industrial, por Luis Nassif

Daqui para frente, haverá dificuldades maiores em repassar preços e uma paralisação da economia devido à segunda onda da Covid-19. Nesse quadro, Paulo Guedes não mostra uma estratégia sequer para superar a recessão.

A situação desastrosa do mercado de trabalho, por Luis Nassif

A redução drástica da renda emergencial não ajudará em nada a recuperação. Com a força da segunda onda de Covid-19, e a necessidade imperiosa de lockdown, esses dados tendem a piorar.

Bolsonaro não convenceu as FFAAs, mas continuará fazendo barulho, por Luis Nassif

É possível que, nos próximos dias, haja uma radicalização ainda maior das forças bolsonaristas armadas, com possibilidade de ataques radicais. Especialmente porque Bolsonaro é incontrolável. É aguardar as próximas loucuras. isolados, criando um clima de terrorismo.

Os movimentos de Bolsonaro para radicalizar a política, por Luis Nassif

De qualquer modo, haverá fogos de artifício no dia 31 de março, com Bolsonaro radicalizando uma vez mais o seu discurso.

Xadrez das dúvidas em relação às vacinas do Butantan, por Luis Nassif

Qual a saída? Simples. O Instituto Butantan não colocar mais em risco sua credibilidade, prestando-se às jogadas de marketing de João Dória Jr.

O aumento das commodities impactou os preços. Houve um aumento intenso no IPCA. Sorte de Guedes que a mídia deixou de acompanhar o IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado), indexador de vários contratos e que literalmente explodiu.

Câmara, Senado e STF enquadram Bolsonaro, por Luis Nassif

Bolsonaro admitiu a montagem de uma comissão de alto nível para conduzir a política de saúde. Mas só da boca para fora. Na reuniões que precedeu o anúncio público do pacto, Bolsonaro insistiu em todas as suas teses - sem lockdown, com tratamento alternativo.

A economia só melhora quando sair das mãos dos economistas, por Luis Nassif

A grande virada na economia se dará quando algum governante colocar no Ministério da Economia uma personalidade com conhecimento e foco no mundo real. E colocar os economistas no seu devido lugar: de assessores, para medir impactos financeiros de medidas, e nada mais.

Os cenários tenebrosos para a pandemia e a economia, por Luis Nassif

A lógica de Bolsonaro continua sendo a de acentuar os problemas do isolamento, como maneira de desgastar os governadores. Ainda que à custa de milhares de mortes.

O fracasso do aumento da taxa Selic pelo Copom, por Luis Nassif

O resultado foi a alta na curva de juros e o aumento as apostas do mercado em elevações mais agudas na Selic. Antes do Copom, o debate era se 0,5 ponto seria suficiente. Agora, já se fala que duas elevações de 0,75 seriam insuficientes.

Entenda a pechincha de Flávio Bolsonaro, na compra da mansão, por Luis Nassif

O preço do m2 em outras mansões, oferecidas pela Viva Real, vão de 32,2% a 158% acima preço supostamente pago por Flávio.

É hora de começar a pensar em regras para a globalização da mídia, Luis...

É hora dos partidos políticos, Congresso e sociedade civil acordarem para esse fenômeno. Deve-se começar, desde já, a pensar em maneiras de definir a regulação da mídia, aproveitando a transição que se desenha.

Há uma enorme bolha especulativa prestes a explodir, por Luis Nassif

Cria-se, então, um cenário bastante similar ao de 2008, em que a ampla liquidez internacional, e a ausência de normas reguladoras, promoveram uma explosão global. A atual virá em cima dos cadáveres da Covid-19.

Um Ministro que não conhece Economia, e um BC subserviente ao mercado, por Luis...

Não haverá a menor chance de sucesso uma política econômica conduzida por um Ministro ignorante em relação aos mecanismos da economia real, e um Banco Central incapaz de afrontar minimamente o mercado.

Os erros reiterados de Paulo Guedes, e a volta da inflação, por Luis Nassif

A alta da Selic atrairá dólares, que derrubará o câmbio, causando uma dupla perda contábil na dívida pública. Com IOF, a apreciação do real viria acompanhado de uma fonte de receita fiscal. Com a Selic, haverá uma dupla perda fiscal, decorrente dos juros e da apreciação cambial.

Plano Biden antecipa os princípios do Plano Lula, por Luis Nassif

Parte dos economistas aposta que o pacote permitirá à economia americano a maior taxa de crescimento anual desde meados da década de 1980. Os alertas - que partem principalmente de economistas liberais de mercado - são sobre eventuais pressões inflacionárias.

México se prepara para renacionalizar o setor elétrico, por Luis Nassif

As vulnerabilidades do país com a reforma ficaram nítidas no mês passado. Uma tempestade de inverno no Texas interrompeu a remessa de gás natural. Cerca de 4,5 milhões de residência e empresas do norte do pais foram afetadas.

A liminar de Fachin anula os três processos contra Lula, por Luis Nassif

Ao afirmar taxativamente não haver o apontamento de nenhum ato de Lula diretamente relacionado aos contratos das empreiteiras com a Petrobras, Fachin destrói toda a linha de argumentação da acusação.

A economia em marcha para a estagflação, por Luis Nassif

Se a emissão for direcionada para a renda básica ou para obras de infraestrutura não haverá o menor risco de inflação, dado o grau atual de recessão da economia.

Leia também

Últimas notícias

GGN