Economia

Notas antieconômicas: “A Crítica da Crítica”, por Nathan Caixeta

Ao se proporem à critica do status quo, os economistas desembalam as teorias, vestindo-as com novas armaduras, bijuterias algébricas, ou argumentações logicas que não sobrevivem nem ao simples contato com a história

O aumento das commodities impactou os preços. Houve um aumento intenso no IPCA. Sorte de Guedes que a mídia deixou de acompanhar o IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado), indexador de vários contratos e que literalmente explodiu.

CUT e demais centrais querem lockdown total no Brasil e ampliação do auxílio

Dirigentes reforçam importância de uma paralisação total por 21 dias e a necessidade de proteção social. “Ciência diz que é único caminho para frear a pandemia”, diz presidente da CUT

O falso otimismo do ministro para comemorar o recorde que não houve, por Lauro...

Guedes manipula estatísticas do mercado de trabalho para apontar recuperação “vigorosa” (e mentirosa) da economia quando a pandemia já estava descontrolada

O isolamento crescente de Bolsonaro, por Paulo Kliass

A chegada da pandemia há um ano atrás mudou completamente o enredo inicialmente previsto por ele. Manteve-se arraigado às loucuras de Trump e menosprezou as gravidade da pandemia.

Câmara, Senado e STF enquadram Bolsonaro, por Luis Nassif

Bolsonaro admitiu a montagem de uma comissão de alto nível para conduzir a política de saúde. Mas só da boca para fora. Na reuniões que precedeu o anúncio público do pacto, Bolsonaro insistiu em todas as suas teses - sem lockdown, com tratamento alternativo.

Prefeitura precisou avisar governo Bolsonaro sobre erro no Fundeb

Cúpula do MEC foi avisada de riscos em outubro de 2020; um único funcionário opera transferências superiores a R$ 30 bilhões

Navio bloqueia tráfego no Canal de Suez

Acidente causado por rajadas de vento levou ao bloqueio de uma das mais usadas rotas marítimas do mundo

A economia só melhora quando sair das mãos dos economistas, por Luis Nassif

A grande virada na economia se dará quando algum governante colocar no Ministério da Economia uma personalidade com conhecimento e foco no mundo real. E colocar os economistas no seu devido lugar: de assessores, para medir impactos financeiros de medidas, e nada mais.

Amanhã, 24, às 17h, assista ‘Plataformas digitais de trabalho e a luta de classes’

Para debater o tema, o Coletivo Transforma MP, por meio da integrante e procuradora do Trabalho, Vanessa Patriota, e o jornalista Luis Nassif convidam o entregador antifascista Paulo Galo, o sociólogo da UNICAMP Ricardo Antunes e a historiadora da Universidade Federal Fluminense Virgínia Fontes.

Por Uma Redução da Jornada de Trabalho Semanal, por Fernando Nogueira da Costa

O custo de produção por unidade baixa tanto a ponto de ser possível pagar por seis horas diárias o mesmo pago antes por oito.

Cortes de gastos públicos resolvem todos os problemas econômicos?

Os grandes projetos globais são alocados entre os países com base em fatores mais estruturais, como localização, mão de obra, infraestrutura, insumos e instituições, muito mais que em taxas internas de juros conjunturais.

Os cenários tenebrosos para a pandemia e a economia, por Luis Nassif

A lógica de Bolsonaro continua sendo a de acentuar os problemas do isolamento, como maneira de desgastar os governadores. Ainda que à custa de milhares de mortes.

Alta dos juros pode gerar gasto inútil de quase R$ 46,2 bilhões, por Lauro...

“Receita única” do BC contra a inflação, despesa causada pelo aumento da taxa básica pode superar o valor que a equipe econômica se dispôs a gastar com o auxílio emergencial

A Carta dos 500 e sua força política, por Gilberto Maringoni

Essa turma tem, no entanto, um nó a resolver, para balizar seus rumos futuros: apesar do imenso poder econômico, sua representação político-institucional é mínima. PSDB, MDB e DEM no Congresso aderiram em peso a Bolsonaro.

De reforma em reforma, o desastre, por Paulo Kliass

Na verdade, era um trio de proposições (PECs 186, 187 e 188) com finalidades distintas, mas todas compondo um pacote de destruição de garantias constitucionais ainda remanescentes para salvaguardar a sociedade em momentos de crise.

Lições de Lula para o Irã antes do início do embate populista no Brasil,...

Como todos devem estar bem cientes depois de todos esses anos, o Quantitative Easing (QE) no Ocidente nunca foi emprestado às pessoas - foi necessário um coronavírus para tal.

Lockdown, endividamento público e comida na mesa do brasileiro, por Rafael Tauil

Deste modo, se não há dinheiro em caixa, é mais do que necessário o endividamento público a nível nacional, estadual e municipal. Não é preciso ser doutor em economia para saber disto.

O fracasso do aumento da taxa Selic pelo Copom, por Luis Nassif

O resultado foi a alta na curva de juros e o aumento as apostas do mercado em elevações mais agudas na Selic. Antes do Copom, o debate era se 0,5 ponto seria suficiente. Agora, já se fala que duas elevações de 0,75 seriam insuficientes.

Presidente Lula, boa sorte na conversa com os bancos!, por Cesar Locatelli

Atividade menor significa menos emprego, menor possibilidade de distanciamento, de quarentena. Junte-se um auxílio emergencial absolutamente insuficiente e teremos mais gente se expondo, mais contágio. E o ciclo se retroalimenta.

Leia também

Últimas notícias

GGN