Irã x EUA

Foguetes atingem base norte-americana no Iraque

Ataque é atribuído ao Irã por TV estatal do país; ação ocorre poucos dias após ataque que matou general Qassem Soleimani

Trump usa patriotismo para legitimar selvageria, por Jamil Chade

Em artigo, jornalista questiona se aquela que é vista como a maior democracia do mundo ainda respeita o direito internacional

Bolsonaro evita polêmica e não pretende convocar embaixador iraniano

Chancelaria persa convocou representante brasileiro na última semana, e pediu explicações sobre posicionamento em ataque que vitimou o general Qassem Soleimani

A morte de Soleimani dará ao Irã uma legitimidade renovada, por Ibrahim Al-Marashi

O assassinato de Soleimani ocorre quando a República Islâmica e seus aliados estão lutando para manter a influência no Iraque.

Secretário-geral da ONU diz que mundo não pode permitir outra guerra no Golfo

“Este é um momento em que os líderes devem exercitar o máximo de contenção. O mundo não pode permitir outra guerra no Golfo”, disse Guterres

O assassinato de Qassem Suleimani por Donald Trump voltará para assombrá-lo, por Mohammad Ali...

O líder da força Quds tinha o status de herói nacional, mesmo entre os iranianos seculares. Sua morte poderia funcionar como um grito de guerra, diz professor ao The Guardian

Trump repete estratégia usada por Clinton há 22 anos

Democrata iniciou operação Raposa do Deserto enquanto seu impeachment era votado; ataque de Trump matou cérebro da estratégia militar iraniana

Mundo reage ao assassinato de Qassem Soleimani no Iraque pelos EUA

Al Jazeera: Líderes de todo o mundo alertam que o assassinato direcionado dos EUA ao principal general iraniano pode provocar um conflito na região.

Comandante de milícias iraquianas apela à expulsão de tropas estrangeiras do país

Os dois maiores blocos de coalizão no parlamento iraquiano exortaram à adoção de uma lei que estipule a retirada de todas as forças estrangeiras do país

EUA lamentarão o assassinato de Qassim Soleimani, diz jornal iraniano

O general foi assassinado enquanto deixava o aeroporto de Bagdá. Soleimani ali estava para assistir ao funeral dos 31 soldados iraquianos que os Estados Unidos mataram em 29 de dezembro

Analistas americanos dizem que Trump não pensou no próximo passo

Apesar de um longo período de crescente tensão entre o Irã e o governo Trump, o ataque contra uma figura incomparável no sistema de segurança do Irã surpreendeu muitos analistas

“É impossível o Irã não responder à morte de Soleimani”

Deutsche Welle: Especialista questiona se governo americano calculou potencial de conflito no Oriente Médio ao decidir matar o mais poderoso general iraniano e teme uma guerra total entre EUA e Teerã.

Para autoridades russas, o ataque americano aumentará escalada nuclear do Irã

Dmitri Trenin, um importante especialista em política externa russa e chefe do Moscow Carnegie Center, disse acreditar que o assassinato de Soleimani aumentará ainda mais as tensões no Golfo Pérsico.

Reuters: os riscos da retaliação do Irã ao assassinato de um herói nacional

O ataque noturno, autorizado pelo presidente Donald Trump, marcou uma escalada dramática em uma "guerra sombria" no Oriente Médio entre o Irã e os Estados Unidos e seus aliados, principalmente Israel e Arábia Saudita.

Leia também

Últimas notícias

GGN