Nota da Abrasco sobre a detenção do pesquisador Guilherme Franco Netto, comentário de Edivaldo Oliveira

Não queremos um novo Cancellier vitimado pela Polícia Federal. Os amigos do professor devem levar imediatamente apoio moral para ele.

Por Edivaldo Oliveira
comentário no post Nota da Abrasco sobre a detenção do pesquisador Guilherme Franco Netto

Um novo caso cancelier?

A Abrasco, que nem o artigo nem a carta explicou o que é, depois dos elogios ao professor, não disse se o mesmo está incomunicável, se recebeu alguma visita de advogados e amigos para conhecer a sua versão dos fatos.

A impressão que passa é que a sua prestigiosa carreira é mais que suficiente para lhe garantir idoneidade diante da sociedade. Sabemos de antemão que não é assim, também sabemos o quanto a Policia Federal é suspeita de agir de forma deliberadamente arbitrária desde o tempo do famigerado mensalão, aliás, nesse caso não se trata de suspeição ou convicção, mas de ação comprovada. A morte do reitor Cancellier ta aí como prova da suas ações arbitrárias, sem que nada tenha sido mudado em função disso nem ninguém punido, muito pelo contrário não é Del. Érika?

Não queremos um novo Cancellier vitimado pela Polícia Federal. Os amigos do professor devem levar imediatamente apoio moral para ele.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Almoço em família, por Dora Incontri

2 comentários

    • Mesmo que seja para levar umas caneladas vou entrar em bola dividida. Você se refere ao texto da Abrasco ou ao texto do Edivaldo ? E não consegui ver, em nenhum deles, “um texto tão mal escrito”. Falha minha ?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome