PM forja evidência para prender manifestante em ato em São Paulo

https://www.youtube.com/watch?v=MyeJPNX6bUw width:700 height:394
 
Do Jornalistas Livres
 
Durante a ação policial no ato desta sexta-feira (08) contra o aumento da tarifa, quatro estudantes foram revistados e interrogados pela Polícia Militar. Um PM colocou na mochila de um deles um material suspeito, tido como explosivo, que havia sido encontrado junto a um poste.

Um dos meninos, Matheus Machado Xavier, 19 anos, ativista do Movimento Passe Livre, de São José dos Campos, foi acusado pela polícia de ser o dono da mochila. Ele encontra-se agora no 78° DP.

32 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Vagalume do Brejo

- 2016-01-11 14:08:18

Bandidos vestem farda!

Bandidos vestem farda!

mauro silva1

- 2016-01-10 13:15:05

safado

deixa de ser safado.

a pm forjou.

isso é infinitamente mais grave.

esses caras da pm deveriam ser expulsos sumariamente.

e vc vem com uma merda qualquer para justificar o injustificável?

isso é coisa de safado; pilantra.

Rogerio Zanuto

- 2016-01-10 12:57:58

É a Gloriosa em ação.

É a Gloriosa em ação.

Parabéns aos que adoram lamber os pés da PM. Isso não é isolado, isso é forma de ação da PM.

Parabéns, dêem mais algumas medalhas a esses bandidos fardados.

E não se enganem, os policiaiSS ali agindo não o fazem por conta própria, o fazem em nome da PM.

Isso é Modus Operandi desta corporação que já envergonha a justiça e a verdade a anos.

Talvez sofram alguma penalidade, não por forjar de provas, mas por serem incompetentes por se deixarem ser vistos e filmados.

Não sinto pena desses soldados (praças e oficiais), eles se vangloriam de fazer o que fazem e só reclamam que foram treinados e recebem ordens não legais quando o processo vem e bate na cara deles.

É policial, faça o que a lei manda e pronto.

 

Bonna

- 2016-01-10 04:12:11

Da mesma manifestação

Tipo de ação que agrada mais ao pessoal "disquerda" 

[video:https://www.youtube.com/watch?v=qbi6sINz-qo]

rdmaestri

- 2016-01-10 03:46:29

Tá bem, agora esta, injuriei subjetivamente!

Se é subjetivo e não objetivo, para ti é uma injúria, para mim não é.

Bonna

- 2016-01-10 01:36:10

Conheço o ditado

Já morei em Novo Hamburgo

E trata-se sim de injúria.

Honra subjetiva, professor, honra subjetiva.

rdmaestri

- 2016-01-09 23:49:09

Caro Bonna, mais uma vez errado.

Se fazer de leitão para mamar deitado não é um ataque pessoal, procure entender o ditado que compreenderás o que quis dizer, mas como talvez não entenda vou explicar.

Se fazer de leitão para mamar deitado, significa tomar uma posição cômoda de tal forma que não é necessário fazer uma contestação, ou seja, tomas um atalho na explicação e deixa como está.

Logo, não estou te chamando de porco ou coisas do gênero, estou utilizando um ditado gauchesco. Escute a música para entender melhor.

[video:https://youtu.be/lESDDA6dPE4]

Marco Vitis

- 2016-01-09 23:16:32

Criminosos Covardes

Edi

Concordo cem por cento com você.

O bandido assume-se como bandido. Esses bandidos da PM são piores, pois usam a farda da Lei para impunemente praticarem crimes. São bandidos covardes.

Devem ser punidos com pena duplicada: pelo crime e pela traição.

Fábio de Oliveira Ribeiro

- 2016-01-09 19:01:44

A PM de São Paulo é tão

A PM de São Paulo é tão incompetente que não consegue nem forjar provas para incriminar os adversários políticos do governador. Ha, ha, ha....

Bonna

- 2016-01-09 18:37:20

Realmente

É bom ter alguém educado e bem intencionado ao debate.

Realmente não entendo assim.

Os policiais conversaram com o rapaz de preto que foi juntado ao grupo num segundo momento. 

Conversam com ele antes de colocarem o material, me parecem bombas caseiras ou molotov, até onde vi, não hou nenhum tipo de coação ou violência contra o rapaz, foi abordagem padrão.

Ele pode ter admitido que o material era dele. Recolheu-se o material e levou-se para a delegacia.

Há que se ver o que foi relatado pelos policiais na ocorrência, bem como o depoimento do detido, para, pelo menos supor, que houve uma tentativa de forjar um flagrante.

Você acha que as provas, se é isso que são, deveriam ter ficado ali ?? Até quando ???

Bonna

- 2016-01-09 18:22:23

Quem disse isso ?

Quem "manteve a consciência" antes de sair acusando e conseguiu prestar atenção ao vídeo, verá que o rapaz todo de preto, que pode ser um dos black blocs que "invadiram a manifestação de ontem, não está junto ao grupo na primeira imagem.

Na primeira imagem o rapaz mais a direita do grupo está de camiseta rosa.

Este outro rapaz de preto, foi interceptado um pouco mais a frente e levado para junto do grupo.

Ao levarem ele, os policiais se abaixam junto ao poste e pegam o "material suspeito", talvez, ressalto, talvez, os policiais tenham visto o próprio rapaz colocá-lo alia quando tentava se afastar do local.

Depois os políciais conversam com este mesmo rapaz e é na mochila dele que é colocado o "materia suspeito".

Ao se afastarem em fila indiana, ele é o primeiro do grupo, todo de preto.

Reafirmo que tudo isso é suposição, posso estar enganado e ter havido mesmo o crime dos policiais. Mas só este vídeo não me comprova nem me convence disso.

A foto abaixo é da manifestação de ontem :

agincourt

- 2016-01-09 17:33:07

"Se tramas assaltos ou revoluções"

Se esses jovens tivessem entrado para a política partidária, e lá circunscrito suas reivindicações e veleidades de renovação, tal como Lula recomendou, isso não jamais teria ocorrido.

Chico Buarque já cantara a pedra:

“Se vives nas sombras frequentas porões

Se tramas assaltos ou revoluções

A lei te procura amanhã de manhã

Com seu faro de dobermam”

Forjar um flagrante é mais fácil que tirar doce de criança.

Os jovens deram sorte: vai que algum PM tem a ideia de forjar um auto de resistência?

André élebê

- 2016-01-09 17:18:16

  Meu caro, Você TEM que

  Meu caro, Você TEM que estar brincando. Qualquer polícia decente - e acredito que você prefira ser servido em seu bairro, cidade ou Estado por uma polícia decente - jamais, JAMAIS vai PRODUZIR PROVA. Não importa nem se o policial VIU o próprio garoto jogando algo na calçada - e NADA no video permite essa interpretação: NÃO SE MEXEM EM PROVAS, MUITO MENOS SE "TRANSFEREM" DE ONDE ESTÃO.

  Tant faz se você e o outro comentarista não andam se entendendo: prefiro acreditar que você é bem-intencionado, e nesse caso espero que entenda o óbvio: A GRAVAÇÃO MOSTRA UM FISCAL DA LEI EM AÇÃO ILEGAL. Ponto.

 

Bonna

- 2016-01-09 16:35:14

Mais ataques pessoais ?

Que mal fiz a você ?

O grande mal de pensar diferente de você ?

Não guarde rancor, amigo. Discuto assuntos, não pessoas.

Bonna

- 2016-01-09 16:33:22

Primeiro

Até você aprender, argumentos ad hominem não funcionam comigo. Não me desetabilizam. Não perca seu tempo.

Segundo, o vídeo não comprava, para mim, absolutamente nada, me reservo o direito de necessitar de mais evidências para condenar alguém.

Terceiro, se servem para você, que assim seja. Eu o conheço de outros carnavais. Já sei que quando os black blocs ( não sei se é o caso desses do vídeo ) estiverem fora de controle, qualquer evidência também servirá para você condená-los

Cada um, cada um.

 

Bonna

- 2016-01-09 16:18:48

Calma, recomponha-se

Já morei na periferia. E nunca tive problemas com a polícia.

Não falei em nenhum momento que flagrante forjado é absurdo ou até que seja raro.

Mas o vídeo não prova absolutamente nada.

Há pessoas ali, meu caro. Há políciais ali que são seres humanos TAMBÈM.

Que serão facilmente identificados e terão que explicar o que aconteceu 

E podem sim, estar sendo vítima de uma acusação inverídica. 

Engraçado como as pessoas agem de maneira diferente a duas ocorrências semelhantes conforme suas conveniências, convicções e preconceitos.

Comigo não, amigo. Vejo, leio, observo, RACIOCINO e formo minha opinião.
 

Mas, parece que o país, a sociedade brasileira, cada vez mais torna-se terra fértil para teorias conspiratórias que independem de haver do outro lado seres humanos.

Se é contra meu "inimigo", qualquer  indício torna-se acusação.

Se é contra meu "amigo", qualquer indício pode ser deslegitimado com uma teoria conspiratória.

Não afirmei nem que os policias sejam inocentes e nem que sejam culpados. Apenas disse que o vídeo não comprova nada. Muito menos que justifique o título dado a matéria.

Escola de Base comigo, NÂO !

emerson57

- 2016-01-09 16:13:18

DCM

emerson57 4 horas atrás

Há que se ver quantas mortes em confronto estão na ficha desses policiais.
Por evidente, trata-se de uma quadrilha formada dentro da PM.
Seria útil saber como vive cada um dos "elementos" fardados.
Será que é exclusivamente com o salário pago pela corporação?

 

 

Ugo

- 2016-01-09 16:09:51

bolsa troll tucana

Testa da cavolo 2016 em diante.

rdmaestri

- 2016-01-09 16:01:16

Ele sabe muito bem, está se fazendo de leitão para mamar deitado

Não te iludas.

rdmaestri

- 2016-01-09 16:00:11

Caro Bonna, quanto mais leio o que escreve mais próximo estás...

Caro Bonna, quanto mais leio o que escreve mais próximo estás do perfil do Coelhinho da Páscoa do que aquele que colocaste como o teu perfil científico e acadêmico.

Claramente que algo foi posto dentro da mochila do rapaz, e provavelmente não deu nada simplesmente porque os pioliciais notaram que estavam sendo filmados.

Só o Coelhinho da Páscoa acreditar que os policiais tinham visto que o material havia sido lançado fora exatamente pelo rapaz proprietário da mochila e "gentilmente" estavam recolocando dentro da mesma.

As técnicas de forjar fraglantes são tão conhecidas pelos delegados de polícia, pelos procuradores e pelos juízes que estes só agreditam quando querem! A polícia brasileira é um caos completo e a criminalidade só diminuirá quando ela sofrer um expurgo completo. A poucos meses assisti um pequeno e despretencioso filme norte-americano que mostra como a criminalidade diminuiu numa grande cidade norte-americana. Surgiu um policial honesto que era apoiado pelo prefeito e ele enviou uns 20% dos policiais para a cadeia junto com alguns promotores e juízes, depois disto a criminalidade despencou.

Fazer vista grossa a isto é colocar a sociedade refém de bandidos de farda, e se hoje é um estudante ou alguém da periferia quem diz que amanhã não será um de nós!

Prudêncio de Araújo

- 2016-01-09 15:27:15

Na dúvida de quem eram o dono

Na dúvida de quem eram o dono da "bomba" então a PM põe na mochila do primeiro transeunte que encontrar. É isso?....

 

maria rodrigues

- 2016-01-09 15:23:47

Nos anos setenta, uma

Nos anos setenta, uma conhecida voltava de Holliwood para uma cidade de SP. Reencontrou uma amiga muito depressiva, que disse poder contar seu problema apenas distante da cidade. Ambas, então, se embrenharam pelos matos para uma falar e ser ouvida. 

Tratava-se de uma adolescente, que durante a viagem de casa para escola, dentro de um ônibos, viu um cara passar por todos os passageiros, deixando no colo de cada um algo como um panfleto, dito subversivo. A moça, que nem tivera tempo de ler o manifesto, foi arrastada em seguida por um policial. Começou sua via-crucis. Uma vez encarecerada, foi abusada sexualmente por vários mlitares, que depois a largaram num canto qualquer da rua, aos pedaços, com o corpo e a alma partidos de sofrimento e de vergonha.

Fatos assim foram constantes ao tempo da ditadura, que incentivavam a barbárie, contratando homens para defenderem a "revolução", enquanto muitos deles eram apenas psicopatas. 

Qual a diferença desses militares de hoje para os dos anos de chumbo? Não vejo senão uma: ali, o Brasil vivia debaixo de uma ditadura.

Wilton Santos

- 2016-01-09 15:00:21

Essa é a mesma atitude usada pelos policiais para incriminar...

Essa é a mesma atitude usada pelos policiais para incriminar os estudantes que ocuparam suas escolas. As depredações de escolas ocupadas tem tudo a ver com essa polícia que tenta incriminar quem luta pelos seus direitos. A polícia de São Paulo vive como se ainda estivéssemos na ditadura militar. Isso que estamos presenciando é a polícia política do PSDB. 

Julio Martins

- 2016-01-09 14:53:46

Sabe de nada, inocente.

Muitas vezes a polícia tenta prender quem está carregando os artefatos. Quem está carregando, pra fugir do flagrante, joga as coisas no chão e sai correndo. O policial quer pegar alguém pra ficar bem com o superior e pega o primeiro otário pra incriminar. Não dá pra ganrantir que não foram os mesmos detidos que colocaram os artefatos perto do poste, claro. Mas daí achar que o flagrante forjado é coisa absurda é porque você nunca viveu na periferia, meu caro...

Sérgio Rodrigues

- 2016-01-09 14:52:16

Taí!...

Batom na cueca!...

Bonna

- 2016-01-09 14:45:29

Sem acusações premeditadas

Vi este vídeo mais cedo no FB.

Para mim,  restou uma dúvida no ar.

Como o "material suspeito" foi parar perto do poste, quem o colocou lá ???

Os policias "armaram" para os manifestantes e largaram com antecedência o "material suspeito" junto ao poste ???

Me parece uma opção bastante inviável, teriam que saber com antecedência onde deteriam os rapazes.

Ou o "material suspeito" estava ali por ter sido colocado pelos rapazes para se livrarem dele quando foram abordados ?

Me parece uma opção bem mais crível.

Tenho essa dúvida e não vou sair compartilhando este vídeo acusatório por aí.

Até porque, foi feito uso de "material suspeito" que fazem boom, pelos manifestantes e a pré-disposição para o enfrentamento ficou flagrante.

Vou aguardar os esclarescimentos das partes.

Em tempo, pelo ângulo de gravação e a edição das filmagens, parabenizo os autores do vídeo. Coisa de profissional. 

Fábio Pereira Veloso

- 2016-01-09 14:35:21

Cadê os trolls?
Cadê os trolls que se doem aqui no site quando a PM é criticada? Onde estão os filhotes da Veja para comentar as imagens do vídeo?

Sergio Saraiva

- 2016-01-09 14:12:40

Santa internet.

A polícia ainda não entendeu que vivemos em um outro mundo.

altamiro souza

- 2016-01-09 14:08:31

é a pedagogia da

é a pedagogia da repressão...

para o governo alquimista,  o que é diferente é marginal...

como fazem os policiiais > colocam maconha no bolsa da camisa

de alguém para comprovar o uso de drogas...

aí ferram o cara....

em 2913 o esquema era o mesmo, o da criminalização.

deu no que deu.

as manifestações aumentaram e criaram o caldo de cultura

pára a criminalização sdo governo dilma....

talvez queiram repetir o mesmo esquema...

parece diabólico,mas o inferno deve ser criação dos tucanos mesmo...

alexis

- 2016-01-09 14:08:27

Viva o celular!!

Graças a Deus aqueles meninos que filmavam pegaram toda a trama.

O país não tem apenas corruptos mas muita gente mau caráter!

Edi Passos

- 2016-01-09 14:06:17

Bandidos fardados

Esses não são policiais, são bandidos canalhas e covardes armados e fardados pelo Estado. Formam o mais nocivo e perigoso grupo de bandidos.

Jose mestre Carpina

- 2016-01-09 14:06:17

Assim fica difícil...

Com uma polícia corrupta e  amadora  destas, fica praticamente impossível se viver num ambiente  de democracia.

Se  os  caras te pegam em uma blitz, podem tranquilamente  plantar uns pinos de coca  e  você acaba puxando no mínimo 3 anos de cadeia  sem dever nada prá ninguém !!

Papillon ainda  vive !!

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador