Após morte de policial, PM é suspeita de incendiar casas da Ocupação 29 de Março


Foto: Reprodução
 
Jornal GGN – Militantes de ocupações populares de Curitiba suspeitam que policiais militares foram os responsáveis por um incêndio que destruiu a Ocupação 29 de Março, no Cidade Industrial de Curitiba (CIC), na capital paranaense, na noite desta sexta-feira (07). A ocupação abrigava cerca de 600 famílias.
 
Diversos vídeos foram divulgados nas redes sociais com as gravações do incêndio no local. Os moradores narraram que após a morte de um policial nas proximidades, a PM passou a atuar de maneira repressiva na Ocupação e, a partir das 22h desta sexta, os policiais teriam começado a entrar dentro das casas.
 
Os relatos foram dados por moradores da Ocupação ao Brasil de Fato, que acompanhou as ações da PM. De acordo com o site, o fogo foi ateado logo após a entrada dos policiais nas casas, se alastrando pelo local e deixando feridos. Um jovem teria sido assassinato e não há informações se a morte ocorreu em decorrência da ação policial.
 
“Chegaram a colocar sacolas na cabeça das pessoas. Mataram um e o que estamos sabendo é que crianças morreram no incêndio. Nós não temos nada a ver como que aconteceu”, informou um morador ao Brasil de Fato. Ainda de acordo com os relatos, o fogo destruiu toda a Ocupação e os moradores estavam revoltados contra a Polícia. 
 
Abaixo, alguns vídeos divulgados nas redes sociais:
 
 
 
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

  1. Pois é…..
    Notaram como
    Pois é…..

    Notaram como acabou os incêndios em favelas de São Paulo?????????????????

    Por que será hein?????????????????????????.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome