Doria despenca nas redes sociais com repercussões negativas

Doria também teve um aumento no número de pesquisas no Google, que não estão relacionadas a fatos positivos, mas negativos
 

Foto: Charles Sholl – Getty Images
 
Jornal GGN – Desde abril deste ano, o prefeito de São Paulo e possível presidenciável João Doria (PSDB) vem mantendo um esforço maior sobre a sua imagem nas redes sociais, que despencou desde então. Os três primeiros meses da popularidade do prefeito nas plataformas online, seja o Facebook, Twitter e Instagram, foram positivos, com boas repercussões e engajamentos.  
 
Entretanto, dados apresentados pela ferramenta Crowdtangle, de análise de redes sociais, mostrou que, se por um lado, a quantidade de publicações de Dória foram iguais ou maiores a partir de abril deste ano, representando um significativo esforço do prefeito paulistano, por outra, as respostas dos internautas só vêm piorando. 
 
Se em janeiro, mês que Doria tomou posse na Prefeitura da capital paulista, o político registrava quase 8 milhões de interações no Facebook, em setembro o número é de menos de 1,7 milhão. As interações são desde comentários, compartilhamentos, até as manifestações de “curtir”, “triste”, “Grr”, etc.
 
No Twitter, Doria teve um engajamento de 245 mil usuários em março, mês que obteve o ápice de repercussões na rede social. Em setembro, caiu para 88 mil.
 
A informação foi divulgada por reportagem do Estadão, que cruzou, também, estes dados com o aumento das buscas da palavra “Doria” no Google. O maior número de pesquisas, contudo, não estão relacionadas a fatos positivos, mas negativos. 
 
O termo mais buscado no Google junto com “Dória” foi “ração” e “ração humana”. A palavra-chave faz referência à recente tentativa do prefeito de tentar distribuir comida recondicionada a pessoas pobres.
 
Também houve um aumento repentino da busca pela palavra “trabalho escravo” associada ao nome do prefeito tucano. Além disso, aparece o nome do apresentador de televisão e também um possível cotado, ainda que em esboço, à candidatura presidencial “Luciano Huck”. 
 
Ambas palavras se tratam de mais problemas de imagem a João Doria, a segunda por se tratar de mudança de interesse de partidos que visualizavam a candidatura do prefeito, mas cogitam trocar pelo apresentador de televisão.
 
As viagens que Doria fez nos últimos meses, interpretadas como quase pré-campanhas do tucano a algum posto em 2018, também foram recebidas de forma negativa pelos usuários. Justamente no fim de setembro, mês com piores índices registrados nas redes ao prefeito, Doria somava 55 dias fora da capital.
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Bolsonaro diz que há um complô de Doria, Maia e Moraes para derrubá-lo

4 comentários

  1. doriana é paulista, que fique por lá

    O  capivara ambulante, o almofadinha, já venceu, é o prefeito da grande megalópole brasileira.

    Ninguém ousava sonhar tremenda tragédia.

    Quantas vezes mais rico o agripino estará ao final de 4 anos?

    Um ameba parasita fdp!

     

  2. Quando acidentalmente vejo os

    Quando acidentalmente vejo os vídeos desse louco pprefake paulistano , me pergunto: como pode um ser humano minimamente sensível achar normal alguém como este dória ter tanto ódio dentro de si? parece  um pitbull babando pelo canto da boca de tanto rancor, enquanto espreita a sua vítima. E ainda se diz um homem refinado. Só Deus pode nos salvar deste apocalipse humano.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome