Em SP, protesto termina com depredação de loja e agências bancárias

Enviado por Antonio Carlos Silva RJ

Da Reuters

Manifestantes em SP fecham avenida e depredam lojas em dia de jogo da Copa

Manifestação realizada pelo Movimento Passe Livre interrompeu uma das principais vias de São Paulo com barricadas, e resultou em depredação de pelo menos uma loja e duas agências bancárias nesta quinta-feira, informou a Polícia Militar.

A manifestação, convocada para celebrar um ano dos protestos contra o aumento das tarifas do transporte público em São Paulo, aconteceu no dia da realização do jogo Uruguai x Inglaterra pela segunda rodada da Copa do Mundo, na Arena Corinthians, localizada na zona leste de São Paulo.

Cerca de 1,300 pessoas, de acordo com cálculos da Polícia Militar, seguiu da avenida Paulista em direção à Marginal Pinheiros, na zona oeste. Inicialmente, o protesto foi pacífico, mas quando o grupo chegou à avenida Rebouças, e depois à Marginal Pinheiros, manifestantes com os rostos cobertos depredaram duas agências bancárias e uma concessionária de automóveis de luxo.

A tropa de choque da Polícia Militar só chegou ao local depois que os manifestantes já haviam bloqueado completamente a Marginal Pinheiros e iniciado o ato mais violento.

A PM dispersou os manifestantes pelas ruas próximas ao local e acabou havendo confronto. Alguns dos mascarados lançaram rojões e a PM revidou jogando bombas de gás.

Imagens da TV mostraram os manifestantes retirando bandeiras do Brasil de carros estacionados nas ruas e tentando destruir bicicletas localizadas em estações de aluguel para a população.

No início do ato, apenas uma minoria dos manifestantes gritaram palavras de ordem contra a Copa do Mundo. “Este protesto não é contra a Copa, mas é uma comemoração do que ocorreu um ano atrás”, disse Ana, uma manifestante que não quis divulgar o nome completo, antes do protesto tomar proporções violentas.

Apesar de diversos protestos terem ocorrido desde o início da Copa do Mundo, os atos têm sido de menor escala. Na abertura do Mundial, no jogo entre Brasil e Croácia, policiais e manifestantes entraram em confronto. [nL2N0OU00K]

Procurada, a Secretaria de Segurança Pública não tinha informações adicionais e a Polícia Militar ainda não tinha um balanço da operação.

(Por Asher Levine e Tiago Pariz)

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

86 comentários

  1. Os Governos devem tomar

    Os Governos devem tomar providências e responsabilizar tanto esse tal de “passe livre” quanto esses black blocs, devem ser processados os principais lideres deste movimento enquanto é tempo. Se a coisa continuar do jeito que está logo vai ocorrer uma chacina de grandes proporções, pois a população terá que ter carta branca para reagir a esses criminosos depredadores se os Governos não tomarem providencias.

    E se a Dilma não tomar providências ou não cobrar do governador ela também vai sofrer eleitoralmente e com justiça, infelizmente.

    Já cansamos de dizer que as “manifestações democraticas” são o alíbi para o quebra quebra, então elas também têm de serem responsabilizadas.

    Ou o Governo começa a se mexer e monta um grupo de trabalho incluindo judiciário, congresso e governos estaduais (polícias) e parte para cima – em várias frentes – desses movimentos criminosos ou teremos muitos problemas.

  2. PM x BBs

    Já faz algum tempo que venho desconfiando que a PM de SÃO PAULO, vem dando proteção aos Black Bocks. É até possível, que seja ação de tropa de elite da própria corporação. Só assim se explica que até o momento, nenhum deles tenha sido preso. Outra possibilidade (remota) é que o Serviço de Inteligência da PM, seja peça inútil na estrutura da Segurança Pública do Estado de S. Paulo, pois tiveram centenas de manifestações, e o prazo de um ano, para identificar os mascarados, e não foram capazes de cumprir a missão. Prendem algumas arraias miúdas, geralmente Office boys, de volta pra casa depois de um dia de trabalho, e por falta do que fazer entram nas manifestações. No inicio das manifestações prenderam um mascarado que depois foi identificado como professor da UNICAMP, e só. Ele deve ter voltado a campo, e ser um dos bandidos em ação.  O tempo que os vândalos levaram quebrando a concessionaria de veículos, dava pra cercar o imóvel, e deter a maioria dos bandidos que participavam da quebradeira. Mas a PM de SP tinha firmado acordo com o MPL, pra ficar de longe… Só olhando. Beleza! Amanhã vou parar um ônibus na principal avenida da cidade, e tocar fogo; nos tempos atuais, estarei apenas exercendo o meu direito de manifestação.

     

    • Galvão

      Acompanhei as imagens e tive essa mesma impressão.

      Era um grupo pequeno, fácil de ser isolado e rendido, e a invasão da loja de carros justificavam as prisões e o uso de força.

      De fato, muito estranho a inércia da Polícia do governo de São Paulo.

      • Os sem voto não tem outra opção

        Por isso esses vira-latas farão de tudo para enalamear ao máximo a imagem do Brasil perante o mundo

    • PM invisível!

      Prezado Galvão, estou com você. Fiquei quase meia hora vendo pela tv esses bandidos andando pelas ruas de Pinheiros como se estivessem no filme “Mad Max” e me perguntando onde estava a PM. Será que ela não tem mais helicóptero nem motocicleta? Foi tudo muito esquisito, pois nem a incompetência já reconhecida dela justifica tanta inoperância.

  3. As parasitas fantasiadas não fazem sexo

    Riquinhos com energia acumulada tém que gastar um pouco, com a devida autorização do governo tucano de SP e imprensa de plantão para filmar os pimpolos cansados, sic, revoltados…

  4. Pelas imagens de ontem, as

    Não existe duas atividades para um mesmo movimento. Pelas imagens de ontem, as autoridades podem decretar que os manifestantes que se agrupararem com o passe livre são uma facção terrorista; e prender até mesmo aqueles que não se inspiram com os seus efeitos.

  5. Isso se chama terrorismo. Não

    Isso se chama terrorismo. Não há outro nome.

    O pior é que houve total conivência da PM de São Paulo. Os blackblocs estavam “autorizados” a depredar e ainda com o acompanhamento “de luxo” da imprensa.

    Nunca se viu nada igual na história deste planeta. As cenas mostradas são surreais. Agrediram pedestres, gente idosa, arracaram banderinhas do Brasil de carros estacionados, destruíram carros importados de uma concessionária recem inaugurada com blocos de cimentos de mais de 30 kgs!.

    Agora, com as máscaras caídas e sabendo-se que “quem” organizou esses atos tem CPF e CNPJ basta as empresas atingidas entrarem na justiça exigindo o ressarcimento dos prejuízos milionários que tiveram, inclusive e também do estado, que através de sua PM tinha feito um “acordo” de não intervenção com os terroristas.

    Se a justiça brasileira não for enérgica com esses grupos viveremos tempos tenebrosos por aqui. Matar pessoas inocentes é o próximo passo dessa gente, Só não vê quem não quer.

     

    • Também concordo que a PM

      Também concordo que a PM errou ao não fazer nada, mas se a PM age sempre aparece algum político do PT para dizer:

      “A PM tinha que tentar o diálogo antes de agir com truculência”.

  6. PM diz que acordo com MPL fez

    PM diz que acordo com MPL fez tropas acompanharem ato de longe

    DE SÃO PAULO

     

    19/06/2014

    A Polícia Militar afirmou, em coletiva realizada na noite desta quinta-feira (19), que um acordo feito entre a corporação e o MPL (Movimento Passe Livre) fez com que os policiais acompanhassem à distância o protesto desta tarde entre a região central e a zona oeste de São Paulo.

    A manifestação desta quinta terminou com a depredação de, ao menos, duas concessionárias e cinco agências bancárias, além de um carro da TV Gazeta. A reportagem não viu policiais militares acompanhando o ato até o grupo chegar na marginal Pinheiros, onde ocorreram os ataques mais violentos a estabelecimentos.

    O coronel da PM, Leonardo Torres Ribeiro, afirmou que tinha um efetivo de 500 homens na região, mas manteve a distância para respeitar o acordo com o MPL. Segundo ele, o movimento protocolou um documento pedindo o distanciamento da PM e se responsabilizou pelo ato, alegando que a PM prejudicou seu último protesto na av. Paulista, que acabou em 15 minutos.

    Ribeiro afirmou que estava respeitando a manifestação e destacou que o primeiro momento de depredações, na avenida Rebouças, foi controlado pelos próprios manifestantes. “A depredação independe da presença da Polícia Militar. Ontem, teve uma manifestação de 6.000 pessoas e não houve depredação”, afirmou.

    Protesto em São Paulo

     Ver em tamanho maior »Fabio Braga/FolhapressAnterior Próxima O grupo desce a avenida Rebouças

    Ainda de acordo com o coronel, a PM manteve contato com membros do movimento na maior parte do protesto, mas acabou perdendo a comunicação quando o grupo ainda seguia em passeata. Apenas na marginal Pinheiros, no final do ato, policiais militares passaram a agir contra as depredações, usando bombas de gás contra o grupo.

    O coronel afirmou que a decisão de respeitar o pedido do MPL não passou pelo secretário de Segurança Pública, Fernando Grella, e foi tomada apenas pela Polícia Militar. Ribeiro disse que nos próximos eventos do MPL ele ainda vai avaliar as circunstâncias para definir como a polícia vai agir.

    “Atribuímos sim ao MPL essa degradação. Eles que motivaram, eles que promoveram, eles que formalizaram esse pleito do afastamento de qualquer tropa, ou qualquer efetivo da Polícia Militar. Arcando com as consequências, com os resultados do movimento promovido por eles”, afirmou o coronel.

    Procurado pela reportagem, o membro do MPL Lucas Monteiro, 29, confirmou que foi protocolado um documento pedindo o distanciamento da PM, mas disse que a confusão ocorrida no final do protesto não pode ser apontado como responsabilidade do movimento, pois não há como controlar quem participa da manifestação.

    “O objetivo do ato era ser pacífico, não promover destruição. A depredação não aconteceu durante o protesto, a gente já tinha saído de lá quando ela começou, então não cabe ao MPL explicar o motivo. A manifestação não é fechada, o ato é aberto e o MPL não faz o controle de quem entra”, afirmou ele.

    Mais cedo, ele já tinha afirmado que “não foi o MPL que começou [a destruição] e não conseguimos sequer terminar o nosso ato, pois quando chegamos próximos ao largo da Batata fomos atingidos por bombas da polícia”, disse Monteiro.

    PROTESTO

    O ato começou por volta das 15h, na praça do Ciclista, na avenida Paulista, e reuniu cerca de 1.300 pessoas, segundo estimativa da PM. Entre os manifestantes estavam cerca de 50 mascarados

    Os manifestantes seguiram em passeata pela avenida Rebouças, onde um grupo de mascarados depredou ao menos quatro agências bancárias, além de lixeiras e placas de trânsito. Também foi deixado um rastro de pichações por muros e paredes. Não houve interferência da PM no local.

    Os manifestantes seguiram até a marginal Pinheiros, onde houve um ato simbólico com a queima de catracas de ônibus feitas de papelão. O grupo deixou a via por volta das 19h em direção ao largo da Batata, onde o MPL encerraria o protesto, quando mascarados voltaram a promover depredação.

    Apenas após as ações dos mascarados na região da marginal Pinheiros, a Tropa de Choque foi ao local e usou bombas de gás contra manifestantes, que dispersaram em pequenos grupos. Os “black blocs” usaram lixo para interditar ruas da região de Pinheiros (zona oeste). Houve ainda lixeiras incendiadas, orelhões depredados e vasos de plantas jogados na rua.

    Com as ruas bloqueadas pela polícia, os ônibus não conseguiram chegar até o terminal Pinheiros entre as 17p0 e as 19p0. Segundo a SPTrans, foram fechadas a rua Sumidouro –onde estava a Tropa de Choque, segundo o coronel– e a rua Paes Leme, e os coletivos tiveram que sair a partir delas nesse período.

    O ato organizado pelo MPL celebrava o aniversário da revogação do aumento da passagem, ocorrido após as manifestações de junho de 2013. Os manifestantes também defendem o fim da tarifa no transporte público e a readmissão dos 42 metroviários demitidos em meio à greve da categoria.

     

    •  
      Tudo bem que o coronel 

       

      Tudo bem que o coronel  Leonardo da PM tenha cumprido acordo firmado com o MPL. Mas, não precisava manter sua tropa há centenas de quilometros de distância, dos coxinhas “revolucionários.”

      Desconfio que por baixo desse angu, tem algo bastante indigesto, Também, fazendo parte de um governo especialista em “choque de gestão.” O coitado do coronel, corre o risco de numa dessas, ser eletrocutado por um fio desencapado da gambiarra tucana.

      Orlando

    • Vejam com os próprios olhos

      Vejam com os próprios olhos essa (boa) matéria da Folha, e prestem especial atenção nas fotos!

      E julguem com as suas próprias sensibilidades e afinidades, ora bolas!

  7. Responsabilidade

    Quando esse MPL convocou essa matifestação VAZIA DE MOTIVOS para comemorar protestos do ano passado, sabia muitíssimo bem, como  aliás qualquer criança o saberia, que o evento seria oportunidade para os bandidos realizarem atos de vandalismo. Deve, portanto, ser corresponsabilizado pelos crimes cometidos pelos bandidos, sendo ao menos seus líderes devidamente processados. Sem essa de posarem de inocentes.

    • Não são inocentes!

      Marcar manifestação justo em dia de jogo em S.Paulo? Torcedores tiveram que atabalhoadamente correr e se esconder num bar, pois bombas eram lançadas.  Que dia impróprio, hein!  Enquanto isso não fazem manifestações contra o trensalão e também contra a água da lama retirada da Cantareira, que o governador lhes oferece a beber.   Há muita coisa estranha no reino da Dinamarca. Só não vê que não quer ou quem está vibrando e torcendo para a balbúrdia, que no final, imputam ao PT. 

  8. Alvos

    Deixe-me tentar entender: o protesto é contra o comércio e os bancos ? É isso ?  Faz tempo que esse tipo de ação orquestrada contra “tudo o que está aí” esgotou sua substância, se é que já teve alguma. Mas tem muita gente aparecendo, rendendo manchetes, notinhas no “feicibuque”, “uatizapi”, redes sociais enfim. É uma tática pobre de argumentos e violenta demais para demonstrar boas intenções.

  9. Caro Nassif e demais
    Blacks

    Caro Nassif e demais

    Blacks blocs e grande mídia, fazem parte do mesmo corpo.

    O interesse de ambos, é desgastar o governo Dilma.

    Saudações

  10.  
    Ai velho, é querer demais.

     

    Ai velho, é querer demais. E se na turma de mascarados tiver entre seus membros agentes da próipria PM fazendo um bico? Como é que ficaria, colegas sendo presos por companheiros de farda que aproveitam a folga pra descolar “algum” por fora.  Assim não dá, né gente?

     

    Orlando

  11. O motivo é partidário, 
    Isso

    O motivo é partidário, 

    Isso é manifestação para justificar o IBOPE da Dilma.

    O que vier no peito tem generosa recompensa.

     

  12. Nao dá para botar a culpa só

    Nao dá para botar a culpa só na policia, não é tão simples. Até se usam bala de borracha o pessoal reclama. Fica dificil para policia ficar fazendo vigia prévia em todos esses locais e também é muito dificil interromper essas depredações sem o uso de força sejam balas de borracha ou balas de verdade. O policial ter que se atracar com vagabundo quebrando as coisas é o fim da picada.

    Não sou nenhum especialista em segurança, mas vou opinar.

    Teria que ser montado um grupo de trabalho sob coordenação do minstério da justiça ligado diretamente a presidência. Tem que haver especialistas em segurança pública, juristas para ajudar na elaboração do discurso e tem que haver o Estadista, no caso a Dilma, para comunicar ao País que não se pode mais tolerar esse tipo de coisa. É preciso atacar em várias frentes, judiciário, congresso e o uso da força policial diretamente sob o comando dos governadores principalmente o de SP. O que não dá mais é ficar dialogando com movimento ou bando que é terrorista, esse tal black bloc ou conivente, esse tal passe livre.

    Provavelmente nada farão, Dilma é bem perdida nesta área, mal acessorada e mal preparada, e o min da justiça nem se fala. Se a coisa continuar piorando ela pode sofrer nas urnas.

    Se fizer um trabalho sério e bem feito essa palhaçada vai terminar e Dilma pode dar o passo inicial para sua reeleição.

    • Daniel

      A mída atuou dentro do movimento dos BBlocs, invadiram uma loja (atenção não foi uma manifestação de rua), o que justificava uma ação.

      Se não é para atuar, com legitimidade, por causa de  pressões é melhor fechar o congresso, o planalto e as polícias.

      O grupo era pequeno, fácil de ser isolado e dominado.

      A polícia permitiu a invasão de imóveis.

      Simples assim.

      E mais, Daniel, tire  Dilma disso.

      As competências estão estabelecidas da Constituição Federal.

      Artigo 144, da CF:

      § 5º Às polícias militares cabem a polícia ostensiva e a preservação da ordem pública; …

      § 6º As polícias militares (…) subordinam-se, juntamente com as polícias civis, aos Governadores dos Estados, …

      • quando isto acontece, Assis, e a polícia permite…

        ninguém mais pode fazer qualquer coisa para impedir

        é terrorismo oficial, muito bem pago, tolerado e, para que não fique parecendo que é localizado, próximo passo será acontecer a mesma coisa em outras cidades

         estes grupos se comunicam entre si abertamente e ninguém de São Paulo tem interesse de interceptar

      • A policia não tem onipresença

        A policia não tem onipresença para impedir toda e quaquer invasão.

        E não foi uma simples invasão.  O que há é um movimento politico de desestabilização que deve ser enfrentado energicamente pelo Estado. Quem, senão a Presidente para fazê-lo ? É preciso um movimento estratégico e político contra essa palhaçada que está ocorrendo, ainda mais durante a Copa do Mundo.

        Dilma é Presidente, tem responsabilidade sim, por atos terroristas que ocorrem em seu País.

        Ela pode continuar se omitindo, se quiser. Depois, se perder a eleição não poderá reclamar.

        Acha que os eleitores da Dilma concordam com essa palhaçada ? É claro que não.

        Eu dei uma sugestão, qual a sua ? Processar o governo estadual e sua politica por prevaricação ?

         

        • Daniel. A minha sujestão é a mesma da minha presidenta.

          “Precisamos de um processo que também combine as duas coisas. Não pensem que conseguiremos a reforma política só na relação entre Governo e Congresso. É algo que exige a participação dos brasileiros para coesão de forças. A luta não se foca só no parlamento, precisa de mobilização das ruas. Nossa maioria (Governista no Congresso) não cobre todos os assuntos. Pautem essa reforma”
          Dilma Roussef

          • Certo, e deixar o pau moer

            Certo, e deixar o pau moer né…

            Só que se continuar assim ela não será mais Presidenta, essa é a questão.

    • É mesmo, pq nao atiram p/ matar, né Daniel? Haja!

      Uma coisa é prender, usar spray de pimenta, etc. Outra muito diferente é atirar, ainda mais com balas de verdade. Por piores que sejam esses blackbostas sao gente. É muita insensibilidade dizer que a polícia devia atirar até com balas de verdade. 

  13. Os comentários do blog são

    Os comentários do blog são unânimes em afirmar: a PM de SP sabe quem são os usuários da técnicas black bloc e permitem o vandalismo. O governador de SP deve ser responsabilizado.

  14. sem autoridade para fixar claramente os limites do intolerável

    nossos jovens estão servindo como base de treinamento para guerrilheiros urbanos estrangeiros

  15. Devagar com o andor minha

    Devagar com o andor minha gente. Serah possivel que vcs ainda nao perceberao? 

    Ha um sentimento de demonizacao da PM que a impede de fazer qualquer coisa sem que vem um orgao e diga que foi “forca desproporcional”. 

    O Governos estao acuados com medo da pecha de “fascistas”, “tiranos”, etc. Eh o maximo para esse pessoal que entende liberdade de expressao como poder fazer absolutamente tudo.

    Jah que eh assim, enato por que o Governo nao vai para a TV e diz:

    “Eh proibido a partir dessa data que os orgaos de seguranca intervenham de qualquer maneira em quaisquer manifestacoes de rua. Os soldados devem receber com simpatia bordoadas e, caso sofram qualquer tipo de agressao, devem dar a outra face. Eh urgente passar para a sociedade que manifestante bno Brasil pode tudo: parar o pais, bater em policias, quebrar patrimonios publico e privado. Isso serah eficaz para que nao sejamos taxados de opressores”.

     

    A verdade eh que ninguem mais atura esses black-blocs. A medida que eles foram gritando contra vtudo que estah ai eles podem reforcar o caldo da presidente Dilma. A midia coitaa, encastelada ainda na crenca de que ela domina a opiniao publica de maneira como fazia no passado, vai continuar a insuflar essas atitudes. Sinceramente, eu nao vejo a hora de passar as Eleicoes.

  16. Movimento Passe Livre

    Depois de um acontecimento como esse fica difícil acreditar na boa-fé do MPL. Como fazer acordo com a PM (segundo o coronel da PM) para que esta acompanhasse de longe as manifestações e ao mesmo tempo aceitar fazer manifestação junto com black blocs? Não sabiam o que poderia acontecer com black blocs na área? Poupem-me.

    Pra mim, existe todo um jogo de conivências entre a PM, black blocs e MPL. E ainda vem gente aqui dizer que o blog e os militantes do PT defendem a simples repressão da polícia a manifestantes.

    • Adma

      Não confunda.

      As imagens deixaram claro que os Black Blocs invadiram a manifestação pacífica do MPL.

      Depois foram expulsos e atuaram isoladamente.

      • Mas o MPL não previu nem de

        Mas o MPL não previu nem de longe que haveria a possibilidade de essa invasão dos black blocs acontecer, Assis? São tão inocentes assim? Por que quiseram que a polícia ficasse longe, sendo que ela tem papel preventivo?

        • Adma

          E por isso, a possibilidade de invasão dos BB, as manifestações legitimas terão que acabar?

          O MPL agiu corretamente, comunicou com antecipação o ato:

          “O coronel da PM, Leonardo Torres Ribeiro, afirmou que tinha um efetivo de … Segundo ele, o movimento protocolou um documento pedindo o..

          http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/06/1473358-pm-diz-que-acordo-com-mpl-fez-tropas-acompanharem-ato-de-longe.shtml

          Aqui o vídeo dos MPL reagindo aos BBlocs:

          http://www1.folha.uol.com.br/multimidia/videocasts/2014/06/1473409-mpl-tenta-mas-nao-consegue-evitar-vandalismo-em-ato-veja-imagens.shtml

           

          • Se não conseguem administrar

            Se não conseguem administrar uma manifestação pacífica devem ser responsabilizado também. São coniventes, no mínimo.

            Não é possível que há quem ainda não percebeu que as tais “manifestações pacíficas e legítimas” tem servido, desde o início, de guarida para os vandalos e criminosos acabarem com tudo.

             

          • Daneil, dentro do seu pensamento nossa democracioa está ferrada

            Segue o apelo de Dilma para as mobilizações de rua.

            “Precisamos de um processo que também combine as duas coisas. Não pensem que conseguiremos a reforma política só na relação entre Governo e Congresso. É algo que exige a participação dos brasileiros para coesão de forças. A luta não se foca só no parlamento, precisa de mobilização das ruas. Nossa maioria (Governista no Congresso) não cobre todos os assuntos. Pautem essa reforma”
            Dilma Roussef

          • Não Acho

            Acho que a convocação da Dilma é em outro sentido e está sendo manipulado. Se a sociedade organizada não se mobilizar não sai reforna nenhuma!

            Não creio que a Dilma deva ter convocado este bando de desocupado para quebra-quebra. Basta estar pagando por ela, sem ter nada a ver.

            Pode ter a reforma política que tiver, este bando de desocupados vai continuar a baderna até quando o Estado lhe fixar um limite (esta turma está querendo é isso: um limite! Seguramente foram criados sem ele e ainda estão querendo saber até onde podem ir), ou até quando o governo do estado se incomodar.

            já falei, na hora que o Estado (não esperem isso de SP – pelo ao menos até as eleições) metê-los na cadeia e deixá-los lá até ressarcir o público e o privado pelos danos, acaba ligeirinho…

          • FJP

            Você confunde MPL com Black Blocs

            Mais um pequeno passo à frente vocâ confunde MST com baderneiros e aí pode aplaudir e votar no PSDB.

            Mais dois passos à frente você confunde manifestações sindicais com barderneiros aí você poderá aplaudir a ditadura de 1964.

          • O MPL é esperto, sabe como

            O MPL é esperto, sabe como agir tem direção e sentido claro ,

            já existiam e faziam pouco barulho e contam sim com a mídia.

            O PT deixando o governo de S.Paulo , voltarão lá para a querida

            Vila Madalena  já sem o” bar do Cidão” o reduto, tudo tranquilo

            e com seus carrose seus requintes.

          • Não defendo o fim das

            Não defendo o fim das manifestações legítimas e pacíficas, Assis. Só acho muito estranho os autores de uma manifestação pacífica não quererem a polícia por perto atuando preventivamente, sabendo que havia o risco de invasão dos Black blocs ao seu movimento.

          • Legitimidade

            Por favor, Assis, explique-me qual é a legitimidade de uma manifestação VAZIA DE MOTIVOS? Vazia porque, segundo os organizadores, destinava-se apenas a comemorar os protestos do ano anterior. Segundo eles. Para mim, fica mais do que claro, proporcionou foi ambiente para a atuação de bandidos.Os vândalos, claro, qualquer que seja o nome que adotem para o grupo ou o “método” (mais ridículo impossível) são B A N D I D O S. E o MPL, que não é composto de crianças inocentes, deve ser, sim, corresponsabilidado pelos crimes cometidos por tais bandidos. 

          • Bem, EJ

            Se após as manifestações os governos baixaram os preços das passagens. Se Dilma chamou os manifestantes ao planalto e propôs o plebiscito para a reforma, se Dilma afirmou que: …”A luta não se foca só no parlamento, precisa de mobilização das ruas. Nossa maioria (Governista no Congresso) não cobre todos os assuntos. Pautem essa reforma”.

            O governo está cedendo à ilegitimidades?

            Comemorar?

            Acabemos com o São João

            Fica proibido, por decreto, as comemorações pelo Brasil campeão mundial de 2014.

          • Manifestação legítima? Qual o

            Manifestação legítima? Qual o objetivo, comemorar o aniversário da palhaçada do ano passado? Me economiza  os neurônios… O problema é que por trás de um bando de inocentes úteis, sempre há uma meia dúzia de safados inúteis. Vamos ver, ajudem a direita a voltar ao poder e paguem pra ver se a omissão da pulícia vai continuar caso alckmin consiga se reeleger. Enquanto os meninos de crasse média estão sendo úteis para desgastar Dilma, podem fazer a bandalheira que quiserem; na hora que cessar sua utilidade, vão é levar porrada e bala de borracha e eu vou rachar de tanto rir.

          • Co-responsável

            Para mim a polícia se faz de desententida e omissa porque este quebra-quebra é conveniente – politicamente – ao goverrno do Estado de São Paulo.

            Se tivesse interesse em coibir a polícia teriam descido o cacetete tanto no Chico (MPL) quanto no Francisco (Black-blocks).

            E digo mais: quer acabar com esta baderna instutucionalizada? Bote o MPL e os Black-blocks na cadeia e só os soltem quanto pagarem os prejuízos provocados, tanto públicos quanto os privados.

            Deste jeito, garanto que acaba em uma semana!!!

          • Correto!

            Após presos, deveriam ser responsabilizados pelos prejuízos materias e que não são poucos. Acabaria logo esse estado de vandalismo.

          • De novo, Assis. O vídeo NAO CONFIRMA o que vc diz…

            No máximo mostra uma moça tentando argumentar com os blackbostas (como se adiantasse argumentar com idiotas violentos). Nao mostra nenhuma reaçao efetiva do MPL contra eles. Ao contrário, mos tra que os blackbostas estavam misturados às manifestaçoes desde o início, já mascarados. O que o MPL pensava, que eles iriam ficar quietinhos? Me poupe… 

          • Analu

            Você deve ter acompanhado as manifestações de professores no RJ e deve ter visto como os BBlocs se infiltram.

          • Só qdo sao entusiasticamente recebidos…

            Esses movimentos os recebem, mas depois nao querem que a censura dirigida a eles os atinja… (nao vi o caso dos professores do Rio; já estou velha demais para ir a manifestaçoes, mesmo legítimas, como sem dúvida é o caso da dos professores; agora, nao sei se eles receberam os blackbostas de braços abertos, o sindicato deles parece que é do PSOL…). 

        • Adma

          O link que disponibilizei traz a informação que o coronel afreimou que o documento enviado pelo MPL solicitava “distanciamento”. Isso é normal e não quer dizer que as tropas deveriam estar longe. Uma solicitação desse não tem o fulcro de impedir atuação policial.  Se era para impedir a atuação da polícia em casos necessários, é a Polícia que não deveria ter aceito os termos.

          O polícia de Alckmim foi omissa.

      • Assis, admiro muito teus

        Assis, admiro muito teus comentários e tua postura, só não engulo mais essa conversinha fiada de que “Black Blocs invadiram a manifestação pacífica do MPL”.

        Quer dizer que depois de 1 ano os “meninos” e “meninas” do MPL não aprenderam nada sob infiltração em passeatas? Nenhuma das lideranças do movimento nunca ouviu falar de guerrilha urbana, de tropas de assalto nazistas, de táticas de agitação das direitas mundo a fora?

        Se já não acreditava nessa “ingenuidade” dessa turma em Junho de 2013, agora muito menos ainda.

        São bobinhos não Assis, sabem muito bem o que estão fazendo e provocando; e sabem mais ainda quais são os objetivos calhordas por trás dessa “onda cívica de manifestações e greves” que se espalhou do dia pra noite no Brasil em 2014.

  17. incopetencia generalizada do

    incopetencia generalizada do governo e da policia

    O comando deu uma entrevista vergonhosa , onde na maior cara de pau alega ter sido ” traido ” pelo movimento!

    Oras eu nao pago o salario daquele incopetente para ele ” confiar ” em ninguem

    Funçao da PM é policiamentoe OSTENSIVO E P-R-E-V-E-N-T-I-V-O !

    Todos sabem que esses caras sao vandalos e só querem causar, e para agravar há antecedentes RECENTES de danos a lojas de veiculos e de outros tipos.

    Não ter guarnecido essaas lojas e ter feito um cordao preventido para isolar esses vagabundos é de uma IRRESPONSABILIDADE C-R-I-M-I-NO-S-A do comando da operação.

    Deveria ser sumariamente destituido do cargo, oficial asism só serve para peso de papel

    Da uma mesa e uma viatura para esse irresponsavel e esquece ele em alguma repartiçao

    Eu e todos pagamos um absurdo de impostos para que o estado de modo deliberado nao garante patrimonio publico e privado ou faça ” acordo ” de confiançao com algum grupo?

    O Passe Livre nao poderia manter a palavra mesmo que desejasse ou pudesse faze-lo

    UM ABSURDO DO TAMANHO DO UNIRVSO a omissao e incopetencia do estado e da PM.

    Quem paga por tudo isso?

    brincadeira…

  18. copa e blacks bloc

    No início da semana alguns amigos já estavam alertando. Como está funcionando tudo  beleza com a copa, provavelmente vão começar as depredações. E aí está. E não adianta. Povão vendo isto só lembra da Dilma. Não tem governo neste país…

    • O Conversa Afiada reproduz

      O Conversa Afiada reproduz texto de Fernanda no Facebook do C AF:

      “O Conversa Afiada reproduz texto de Fernanda no Facebook do C AF:

      Oi, PHA, meu nome é Fernanda Baeta e vou contar um caso que ocorreu ontem comigo e com muitas outras pessoas.

      Ontem, ​estava com minha filha, marido e sobrinhos indo para uma festa de aniversário no Morumbi, moro no ABC e esse era o caminho mais rápido que o GPS informava e já estava atrasada. Foi quando eu e meu marido paramos no farol da Consolação com a Paulista e um grupo de manifestantes aproveitando o farol vermelho bloqueou as faixas, eu era o terceiro carro da fila. Isso me pegou de surpresa, pois não sabia que ia ter manifestações e olha que eu entro bastante na internet para saber as notícias, mas como eu trabalhei muito ontem não deu tempo para saber das notícias, sendo, que não só eu fui pega de surpresa mas sim TODAS as pessoas que estavam perto de mim com o carro, ou por elas não terem tempo de ver notícia, ou por não terem facebook, ou por outros motivos que é de cada um.

      As pessoas começaram a sair do carro para se comunicarem, ai percebi que TODAS as pessoas dos outros carros que tivemos contato estavam de saco cheio dessas manifestações todas se perguntavam: O Brasil não é um País democrático? Então essa democracia não nos dá o direito de ir e vir e de não ser obrigado a participar mesmo de forma indireta dessas manifestações? Porque os manifestantes durante a passeata não liberaram uma faixa para quem não quisesse participar passar?

      Também digo que as pessoas que tivemos contato dos carros acham que essas manifestações são extremamente vazias sem um objetivo concreto, pois só pedem saúde, educação, não à corrupção, mas não sabem direciona-las para quem se deve, escrevem nas placas esses itens, mas só sabem falar mal de Partido, Lula e a Dilma, sendo um discurso vazio.

      Durante esse tempo com o carro parado, ocorreu um fato: tinha uma moça de um carro que estava com um bebê com febre muito alta e estava desesperada indo buscar ele em casa para levar ao Hospital, mas não podia sair do lugar devido a manifestação. Teve um momento que um rapaz estava passando com a placa escrita DESCULPE, MAS ESTAMOS TENTANDO MUDAR O PAÍS, perguntei para ele o que a moça podia fazer já que estava com o filho ou filha doente de febre alta. Ele respondeu assim ” Moça quantas crianças morrem nos hospitais todos os anos devido a Saúde precária?”. Resumindo, ele falou que não podia fazer nada, ai eu respondi já indignada com a resposta do manifestante “Essa criança não é Brasileira? Ela não tem o mesmo direito à Saúde que vocês reivindicam tanto? Então vocês estão fazendo a mesma coisa que tanto repudiam”, e ainda depois meu marido falou que tinha até médico indo para Plantão de Hospital nos carros, ou seja, devido a manifestação não ia ter médico em Hospital, mais uma vez falei com meu marido que eles estavam fazendo a mesma coisa que eles estavam protestando.

      Meu marido ficou com medo que eu já estava ficando nervosa e pediu para me acalmar, pois esses não eram manifestantes comuns, PHA, eles apesar de vestirem branco, pedindo PAZ, só falavam palavrão contra Dilma, Lula e PT, estavam muito revoltados, nos gritos deles eu não sabia nem que eles estavam reivindicando, pois só ouvia palavrão em coro e xingando novamente Lula, Dilma e PT.

      A maioria era estudante branco (eu não vi nenhum negro, não sei dizer se tinha) com idade de 18 à 25 anos, ali estava parecendo porta de balada da Zona Sul, tinha até gente bebendo. Depois de um tempo conseguimos retornar o carro pela mesma via, pois os carros estavam retornando e ir por outro caminho e apesar dos manifestantes passarem placas dizendo SAIAM DOS CARRO E VENHA AJUDAR A MELHORAR O BRASIL, nenhum, digo nenhuma pessoa saiu do carro e ficou lá naquela manifestação, todos foram embora. Depois que me acalmei no carro fiquei pensando e se alguém estivesse infartando ou passando mal que poderia resultar a morte ou uma mulher prestes a dar a luz, sendo que é bem possível ocorrer, já que essa via é rota para vários hospitais e maternidades, inclusive o Hospital das Clinicas que estava muito perto.

      O que eles iam fazer? O que me deixa intrigada é que nas notícias aparecem as pessoas dos carros apoiando, pessoas aplaudindo, sendo que lá não vi nada disso, só vi pessoas que queriam que seus Direitos da Constituição fossem respeitados.

      Atenciosamente, Fernanda

      Desculpe se tiver algum erro de português, escrevi meio correndo.”

       

      • O pior é q estao fazendo a populaç ficar contra qq manifestaçao

        Manifestaçoes legítimas também fecham ruas, a questao nao é essa. O que é inadmissível é o vandalismo, nao as manifestaçoes em si. 

  19. Uma imagem

    Uma imagem que  me chamou muito a atenção foi aquela em que um guardador de carros na rua, um flanelinha,  ele após ver um marginal encapuzado soltar um rojão para dentro de uma igreja com os seus fiéis em pleno culto, o sujeito desceu a porrada no marginal sem dó e nem piedade colocando o valentão à correr.

    Inadimissível a inação da PM de SP, SP, a qual comportando-se como uma virgenzinha enganada acreditou numa folha de papel escrita entregues pelos manifestantes dizendo que a manifestação seria pacífica, ela não tomou maiores providências para, no mínimo, acompanhar a turba e agir no momento certo.

    Com a palavra o Sr. Governador, pois até quando haverá esta, digamos, inação no combate a ação destes vândalos?

    Ou vai esperar sentado que a população resolva isto para o Governo do Estado tomando para sí a responsabilidade de coibir o estado de terror que se quer instalar em SP, SP?

    A reação do flanelinha pode ser a senha para que a população que já anda de saco cheio desta ação de vândalos tome o lugar da polícia e comece a descer a porrada indistintamente nos que participam legitimamente dos protestos e o pessoal que lá está infiltrado somente para desestabilizar e promover o terror e o confronto se espalhe como um estopim de guerra civil.

    As cenas de vândalos soltando rojões sequenciais na direção dos carros parados nos sinais foi terrorismo puro, para insuflar o pânico. O sujeito que não soubesse do que se tratava iria pensar que eram salvas de armas automáticas sendo disparadas em sua direção!

    Não seria bom para ninguém apostar nisso, pois quando esta desgraça se espalhar ela alcançará a todos os cantos e aí, meu velho, não haverá pedras para se esconder debaixo.

  20. Muita gente não percebeu,
    A

    Muita gente não percebeu,

    A PM fez acordo com os terroristas do MPL. Simples assim.

    “Voces depredam, nós ficamos longe”.  E ainda assinaram o documento e reconheceram a firma em cartório.

    É o desgoverno completo que vive SP. Até a Globo, acreditem,  já disse isso hoje.

    E os poucos que são presos, armados com estiletes e bombas, são liberados horas depois.

    Um escárnio.

     

    • Eu fui testemunha.
      Do

      Eu fui testemunha.

      Do globocop, que ficou parado no ar meia hora em cima de mim, ocular

      E  da manifestação coxinha, testemunha “auscular”, já estava assistindo o itaqueraço da Inglaterra na Padaria CPL, esquina da João Moura com a Arthur Azevedo, a cerca de 300 metros da av. Rebouças.

      Inclusive pela Arthur, inteiramente engarrafada passaram vários brucutus, que era como a gente chamava aqueles blindados da PM em outras e priscas eras.

      A PM não agiu porque não quis.

      Pena não ter levado o meu telemóvel, que restou esquecido em Lisboa, e agora encontra-se em tráncito entre os corereios e telégrafos de ambos os nossos paises lusófonos.

      É mole ou quer mais?

      “Não vai ter Copa! Se houver, não vai ter eleiçaõ! Se tiver, não vai ser a Dilma! Se for, não vai ter posse!”

       

  21. Alvos

    Em manifestações violentas como as de ontem não existem causas ou atores específicos. Tem de tudo. Desde baderneiros contumazes, causadores imbecis, rebeldes sem causas, movimentos sociais e interesses eleitoreiros vários.

    No entanto, seus efeitos desaguam em apenas um alvo: o governo federal e a reeleição de Dilma. Parte de ação assim dirigida, parte inconsciente, mas as duas partes batem no Planalto.

    Primeiro, porque a ênfase crítica negativa em folhas e telas cotidianas se concentra em Dilma e no PT. E isto, ao contrário do que se pensava, ainda tem grande influência sobre o público, ainda mais que repercutido pelos mlitantes profissionalizados nas redes sociais.

    Segundo, porque Geraldo Alckmin e o PSDB sabem disso e se aproveitam, fazendo a PM ora de tonta, ora violenta. Além do mais, Alckmim está praticamente eleito, talvez em primeiro turno.

    No plano municipal, pouco se pode fazer, com a atual administração enredada e sem saber saltar da rede de dificuldades que a cidade tem causado. 

    Todas as evidências mostram uma diversidade de anseios que se acumula com os resultados da economia e o pessimismo dos empresários direcionados à não reeleição de Dilma.

    É bem possível que consigam sem que a esquerda perceba o quanto perdeu em objetividade e ação concreta. 

    • A sua análise é certeira.
      Mas

      A sua análise é certeira.

      Mas o que ocorre é terrorismo e o Governo Federal tem sim parcela de culpa e tem que ser responsabilizado, tem que tomar providências. Ainda mais nessa situação em que é o mais cobrado e o mais prejudicado com o que ocorre.

      • A PM é do Estado como vc deveria saber Q quer q o Gov Fed faça?

        Que atropele a divisao de poder entre o nível federal e o estadual? Ora, ora. 

    • Nem tantoA maioria das

      Nem tanto

      A maioria das faixas do protesto eram contra o Alckmin e algumas do Haddad, o que faz certo sentido em um movimento do MPL já q eles dizem se “preocupar” com o transporte público.

      Mas não há como negar que com a tal politização do MPL mais a violência imbecil dos blackblocs (que são recepcionados festivamente pelo MPL),  são ao meu ver, o embrião de futuros grupos terroristas.

      Embrião esse que é fomentado pela incompetência monumental da PM de SP e por um sistema jurídico que prende “mensaleiros” sem precisar de provas, mas libera gente armada nas ruas com bombas, facas, socos ingleses e que atacam pessoas e patrimônio nas cidades.

      Ontem ficou claro que não há mais limites na violência praticada. Agridem quem está na frente, jogam bombas no meio do trânsito e dentro de igrejas lotadas…. 

      Tudo pela “causa”. Seja ela qual for. se é que há uma.

      A propósito,  os líderes do MPL desapareceram todos hoje

      Não estão nas ruas. Nem em casa. 

  22. Peraí! Mas não era o

    Peraí! Mas não era o confronto com a polícia que gerava violência e quebra-quebra? Ah! Entendi. As vitrines partiram para cima dos manifestantes e os carros jogaram bombas de efeito moral e por isso foram atacados.

  23.  
    O verdadeiro problema, seu

     

    O verdadeiro problema, seu Nassif, não é que esse pessoal das redações auri-verdes e todinhas elas está a criar realidades paralelas.

    O problema é quando e quanto a realidade paralela interfere na realidade real.

    E é sempre bom lembrar que salto alto na grama, afunda!

    E a bola rola para todos os lados!

  24. Isso vai acbar mal, muito

    Isso vai acbar mal, muito mal.

    O cidadão comum já entendeu que a polícia não vai impedir mais

    nada, até porque a mesma  tem culpa no cartório.Não duvido e não

    demora vai ter pai de familia com “porrete na mão caçando BBs.  E

    BBs é o que há de mais covarde rodando por ai, sabem que a pressão

    sobre os desmando da polícia os favorece, mas a população “tá nem ai.

    MPL não me representa, pegaram  mote correto da mobilidade urbana

    prá surfar, respondem a ordens externas.

     

    • Quem comanda?

      Quem está por trás comandando? Em 64, pelo que tomei conhecimento, houve a mão do “Grande Irmão” com a colaboração  de muitos brasileiros, entre eles Roberto Marinho. Quem estará por trás desses brasileiros que fazem parte da mídia e oposição? Seria o mesmo “Grande Irmão” ? Estão tentando desestabilizar nosso país com a aquiescência  criminosa da míidia. Observem o acontecido na Síria e na Ucrânia. Algo de muito nebuloso acontece em nosso país há exatamente 1 ano. E numa época em que o país vivia em paz e sem quaisquer sobresaltos. Do nada, surgem manifestações sem propósitos definidos, com um vandalismo sem precedentes em nosso país, e dou razão aos que acham que pode até mesmo chegar a uma guerra civil. A quem interessa isso? Ninguém chuta um cachorro morto. O caso é sério e,  se não estou delirando, há um grande comando, e, esses da mídia a que você se refere, talvez façam parte daqueles que querem trair a pátria,como seus antecessores em 64. Estou preocupada há 1 ano.    

  25. Meu deus, gentchy, tá até

    Meu deus, gentchy, tá até parecendo o blog do Uncle King isso daqui. Teorias jurídicas doidonas, punições severíssimas…do nada a PM de São Paulo para de ser truculenta, as pessoas esquecem do que aconteceu na frente do sindicato dos metroviários, o policial que destruiu propositadamente a viatura ano passado, a reporter que levou tiro na cara, as pessoas que levaram tiro dentro de casa e afins?

     

     

    Cadê a coerência, gentchy (salvo o Assis, que é um dos grandes comentaristas daqui)?

  26. Engraçado, a PM é sempre ágil

    Engraçado, a PM é sempre ágil a coibir e reprimir com violência qualquer manifestação de categorias profissionais quando seus membros se “excedem” em suas reividicações.

    Agora, quando se espera que essa mesma PM proteja seus cidadãos e o patrimônio público e privado, ela a PM, se faz omissa e ainda vem com o trololó de que fez acordo com os patifes e se sentiu traída.

    Pergunta:  desde quando é dada a PM fazer acordo com marginais, arruaceiros, vândalos e baderneiros de toda e quaisquer espécimes?

    É fácil resolver essa questão.  Que se determine que toda e qualquer manifestação para sair as ruas tenha autorização da PM, via governo do estado ou prefeitura com hora, dia e local para se manifestarem previamente agendados.

    Que a PM estabeleça um local longe das grandes avenidas  e ruas de maior movimento a fim de não causar transtornos aos transeuntes e ao trânsito em geral, para que as demais pessoas tenham o direito de ir e vir sagrados em um país livre e democrático.  Que a polícia possa confinar esses elementos em locais pré determinados e com vigilância total para poder agir e conter seus abusos e excessos se assim o desejarem.

    O que nós cidadãos estamos percebendo é que está havendo uma conivência entre polícia e demais autoridades a permitir que tais fatos aconteçam e se tornem corriqueiros.   Os marginais intimidadores, estão contando com a complacência de quem deveria puní-los e segregá-los das massas.

    Simples assim!

     

    • Isso nao, Fúlvia, pq impediria tb as manifestaçoes legítimas

      O que tem é que impedir OS MASCARADOS,  e as DEPREDAÇOES. Ficou claro pelos vídeos que seria fácil fazer isso se a polícia quisesse, pelo menos dentro da tal agência de carros, em que só havia blackbostas e CINEGRAFISTAS… (que eram mais numerosos que os blackbostas e poderiam tê-los impedido de agir, mas preferiram filmar). 

      • É anarquista acho muito

        É anarquista acho muito estranho que a policia NUNCA prenda as pessoas que estão depredando no momento da depredação, que nunca impeça que isso aconteça quando as imagens são transmidas ao vivo pela TV e todo mundo sabe o que e onde está acontecendo no momento que está acontecendo. A mesma policia que é supereficiente para dispersar brutalmente manifestações que não utilizam da tática da ação direta violenta, que não tem nenhum critério nas desocupações, descendo o sarrafo até em crianças.Uma coincidencia que se repete muitas vezes não é uma coincidencia é o efeito de uma causa.

  27. Tenho a impressão que já

    Tenho a impressão que já passou da hora de responsabilizar criminalmente quem chama pelas redes sociais manifestações terroristas cujo único resultado tem sido desmoralizar os movimentos sociais legítimos dos trabalhadores, produzir o caos, destruir o patrimônio público e o privado.

    Já passou da hora do Ministério Público Federal agir e questionar o MPL em seus vínculos com o terrorismo que se assanha a cada dia e que se não contido, sim, produzirá uma imensa tragédia com perdas de vidas. Estamos esperando que esta tragéfia já anunciada se concretize? É isso?

    Chega de cevar o terrorismo fazendo de conta que ele não existe. Ele está entre nós desde junho do ano passado, alimentado pelos apóstolos do caos para quem tudo vale no ” contra tudo o que está aí”.

     

    Com a palavra o MP e o Ministério da Justiça (se é que existe Ministro por lá).

  28. MPL.

    Desde o momento em que programam a comemoração de 1 ano de sua manifestação no dia em que haveria um jogo  da Copa em S.Paulo, não merece mais a minha simpatia à causa. Dispensaram a polícia, sabendo que todas as demais manifestações  às que eles deram início, acabaram em vandalismo e terrorismo, e têm o meu repúdio. Presidenta Dilma que ouvir a sociedade, mas não dessa forma. Há meios de se organizarem, e levarem ao governo suas reivindicações e ou sugestões.De forma alguma praticando ou permitindo terrorismo, onde o principal objetivo é atingir o governo Federal. Será que não sabem que o governo Federal envia verbas suficientes aos Estados para prover a educação e a saúde? Se não estão satisfeitos, porque não cobram de seus governadores???  São ignorantes? Ou o objetivo é outro?  

    • Marly

      Eu gosto de recordar que precisamente há um ano eu disse aqui que por desproporcionalidade, seleção de alvos, métodos, generalizações, etc os movimentos de junho 2013 eram proto-fascistas.

      Agora acho que ninguém tem dúvidas. Que fazer?

      Agora, nada!.. É esperar e minimizar os danos..  A ideia sempre foi golpe. a maioria  coxinha desistiu, entao os golpistas teimosos vão dar uma de guerrilha urbana… Não vai colar….

      Sem inflação, com povo saindo da miséria, fica cada vez mais ridícula e insustentável essa postura… MPL acabou..

    • Repare que na greve relâmpago

      Repare que na greve relâmpago dos motoristas em São Paulo

      foi usado expediente parecido,sem aviso e depois do meio -dia,

      MPL já é partido, faz tempo e é de oposição.

  29. DOIS ACORDOS PARA A HISTORIA

    DOIS ACORDOS PARA A HISTORIA – Nos ultimos dias  a historia dos conflitos conheceu dois acordos vergonhosos.

    O outrora orgulhoso Exercito dos EUA negociou com os terroristas Talibans a troca de um soldado prisioneiro, que dpois descobriu-se ter uma estoria esquisita, por 10 chefes talibans presos em Guantanamo. O Exercito de Pershing tratou com os Talibans de igual para igual.  Não eram “terroristas”? Agora são uma potencia que faz acordos? Como é isso? OBama jogou na lama o prestigio do Exercito? Há hoje um escandalo nos EUA por causa dessa leviandade.

    O Presidente Obama, nascido no Hawai, criado na Indonesia, educado no Illionais, professor em Harvard, é o FLEX TORAL, nada para ele é fora das regras, tudo se pode fazer, até negociar com o CoisaRuim, é fantastico.

    Ontem vimos um acordo insólito, que faria o Brigadeiro Tobias de Aguiar, fundador da orgulhosa Força Publica de São Paulo, que chegou a ter aviação de combate e artilharia, “”fez acordo com o Movimento do Passe Livre”, segundo declarações do Comandante do Policiamento da Capital, como se esse grupelho fosse uma ” potencia soberana”, só Estados fazem acordo com Estados. Nunca na historia dessa gloriosa força se viu algo tão escabroso.

    Há movimentos e movimentos. Quando professores mal pagos e maltratados fazem passeatas por melhores salarios HÁ UMA LOGICA, o objetivo é racional, válido. O Passe Livre é uma coisa de hospicio, não tem a minima logica. Nem na URSS de Stalin, no apogeu do comunismo, o metrô de Moscou era de graça, tinha que pagar a passagem. Nada na vida é de graça, muito menos trnasporte, a CAUSA é absurda, não é legitima, a reinvidicação que justifica o movimento é maluca, o grosso das passagens é paga pelo vale transporte, vai dar mole para as empresas e encher os onibus e metros de vagabundos passeando? Se transporte for de graça, metade dos assentos vai ser de passeadores da cracolandia, pivetes, desocupados, bebados, porque esses caras não deixam a porta da casa deles aberta para acolher mendigos e cheiradores? Porque os onibus tem que ser escrachados, quem quer isso?

    Quem autorizou a Policia Militar a fazer acordo com o “”Passe Livre”” para que a Policia se afastasse deles, deixando a troupe absolutamente livre? A PM não tem que perguntar ao suspeito se ele quer ser policiado, a PM não pede autorização para “” os elementos”, a PM tem mandato legal para vigiar e prender, sem fazer perguntas, o Passe Livre NÃO TEM O DIREITO de pedir para não ser policiado, nem eles e nenhum outro cidadão.

    Os black blocs são “” tropas de assalto”  ” as SA do Passe Livre? Porque então o Passe Livre pediu a PM longe? Se era do interesse do Passe Livre não ter infiltração dos Black Clocs não seria logico que eles quisessem a PM acompanhando a manifestação, até para protege-los? Porque queriam a Policia longe, a pergunta não quer calar.

    Não precisa KGB e nem a Sureté para desconfiar que os BB são a falange bandida do mesmo MPL ou não?

    Um Estado NÃO PODE BRINCAR com a segurança dos cidadãos, de suas familias e de seus bens. O Imperio Romano

    foi aceito por dezenas de povos subjugados por sete séculos, porque as legiões romanas DAVAM SEGURANÇA ABSOLUTA nas vias publicas. Na dúvida, crucificavam o suspeito. Eram temidos MAS RESPEITADOS pelos povos que eles subjugavam, estes pagavam impostos para ter as legiões vigilantes nas estradas, Ninguem brincava com os romanos. Porisso duraram tantos séculos. A PM ontem brincou com a população de São Paulo. Nota zero.

  30. O filho de uma amiga tinha

    O filho de uma amiga tinha entrado nos BBs pela “filosofia” deles. Ficou pouco tempo pois percebeu que  esta “filosofia” não passava de quebra-quebra e vandalismo, além do que teria muitos infiltrados (PM) e outras polícias, por isso não acontece nada com eles. Ele comentou que uns caras foram “presos” e logo em seguida soltos, depois de conversar com uns “puliça”, daí ele desconfiou e resolveu sair.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome