Na Câmara, secretário de Doria aponta redução da dívida na gestão Haddad

 
Caio Megale, secretário municipal da Fazenda
 
Jornal GGN – Em audiência pública realizada no dia 22 de fevereiro, o secretário municipal da Fazenda,  Caio Megale, falou sobre o cumprimento da meta fiscal para 2016 e redução da dívida consolidada e os restos a pagar em 2017.
 
De acordo com Megale, “a execução fiscal de 2016 esteve completamente dentro das metas e dentro do que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal”. Ele também apresentou dados mostrando uma queda significativa da dívida em razão da renegociação com o governo federal. 
 
“A dívida caiu algo perto de R$ 40 bilhões, foi uma queda importante. A dívida com o governo federal girava em torno de R$ 90 bilhões e caiu para perto de R$ 30 bilhões”, afirmou o secretário de João Doria (PSDB). 

 
O resultado orçamentário consolidado mostrou que a Prefeitura de São Paulo empenhou 87,4% do orçamento previsto para o ano em 2016, que tinha a previsão de R$ 54,4 bilhões e R$ 47,5 bilhões foram gastos em investimentos.
 
Megale também apontou evolução nos restos a pagar, que são despesas empenhadas no ano anterior e que vão para o período seguinte. O saldo dos restos a pagar em 2016 estava em R$ 3,5 bilhões, caindo para R$ 1,6 bilhão em 2017. 
 
O vereador Jair Tatto (PT), presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, destacou que “os valores que ficaram pendentes são praticamente irrisórios, o endividamento do município caiu de maneira drástica e o novo governo terá tranquilidade para gerir a cidade.”
 
Com informações da Câmara dos Vereadores de São Paulo
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora