Menina recebe traqueia formada por células-tronco

Uma equipe internacional de cirurgiões implantou uma traqueia formada a partir de células-tronco em uma menina sul-coreana de dois anos, algo inédito no mundo envolvendo crianças, revelou nesta quarta-feira (1) Paolo Macchiarini, professor de cirurgia regenerativa do Instituto Karolinska de Estocolmo.

Foto: OSF Saint Francis Medical Center/AP

A menina nasceu sem a traqueia e os médicos decidiram “fabricar” o órgão utilizando células-tronco retiradas de sua médula óssea e cultivadas em laboratório. As células se multiplicaram rapidamente, formando uma nova traqueia em menos de uma semana. 

A pequena Hannah nasceu em 2010 na Coreia do Sul, de pai canadense e mãe sul-coreana, e desde então permaneceu em um hospital de Seul por não poder respirar, comer e beber sem o auxílio de aparelhos.

Hannah foi operada no dia 9 de abril passado, no hospital de crianças de Peoria, Illinois, e o sucesso da cirurgia, divulgado nesta quarta. A operação para transplantar a traqueia, de 7,62 centímetros, durou quase nove horas.

Os primeiros sinais revelam que a traqueia funciona normalmente, destacam os médicos, que acreditam que a menina poderá finalmente ir para a casa e levar uma vida normal.

“O mais surpreendente deste milagre (…) é que este transplante não apenas salvou sua vida, mas lhe permitirá finalmente comer, beber e inclusive falar, como qualquer criança”, disse Macchiarini, chefe da equipe de cirurgia.

Ver original

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome