Filme sobre o Apartheid é lançado em mês de Consciência Negra no Brasil

"Fogo Contra Fogo" também mostra o como sistema segregacionista e anti-democrático fez com que o jovem Solomon, preso por falsa acusação, tem que provar sua inocência em troca da liberdade

Jornal GGN – O sistema segregacionista do Apartheid no final dos anos 1970 na África do Sul é o tema do filme “Fogo Contra Fogo”, que será lançado nos cinemas brasileiros no dia 21 de novembro, próximo ao Dia Nacional da Consciência Negra.

Com direção de Mandla Dube, o longa é baseado em uma história real de luta de Solomon Mahlangu, um jovem vendedor ambulante que, atraído pelo o movimento de libertação, luta contra um opressivo governo do Apartheid sul-africano na cidade de Pretória.

O filme também mostra o como sistema segregacionista e anti-democrático fez com que o jovem Solomon, preso por falsa acusação de homicídio, tem que provar sua inocência em troca da liberdade.

Abaixo, o trailer do filme:

 

Ficha Técnica:
Fogo Contra Fogo (Kalushi: The Story of Solomon Mahlangu)

Gêneros: Biografia, Drama
Duração: 107 min
País: África do Sul
Direção: Mandla Dube
Roteiro: Mandla Dube, Leon Otto
Elenco: Thabo Rametsi, Thabo Malema, Welile Nzuza

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Filme “Bacurau” perde no cabo de guerra forma versus conteúdo, por Wilson Ferreira

1 comentário

  1. O título em português é o mesmo de um policial com Di Niro e Al Pacino, pode?
    Não podia ser outro?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome