A Lava Jato atravessou o Rubicão

A Lava Jato atravessou definitivamente o Rubicão, com a história da condução coercitiva de Lula para prestar depoimento.

A nota de Moro – transferindo a responsabilidade do pedido ao Ministério Público Federal, conclamando por tolerância e compreensão “em relação ao outro lado” mostra o risco de se colocar a estabilidade política do país na dependência de um grupo de investigadores provincianos, conduzidos pelas cenouras do Jornal Nacional.

Mas fornece elementos que levam a um desfecho imprevisível para nosso jogo de xadrez.

Peça 1 – A estratégia dos vazamentos

Moro quebrou o sigilo de todos os inquéritos e a Lava Jato montou uma agência de notícias com jornais parceiros. Qualquer notícia – pedalinhos, barquinhos, estátuas de Cristo Redentor – serve para alimentar as manchetes criando o clima de incriminação de Lula. Os vazamentos vão em um crescendo até que a prisão ou condenação de Lula se torne irreversível.

Depois, quando estoura a operação seguinte, a Zelotes, em um passe de mágica procuradores e delegados da Lava Jato fornecem assessoria e monta-se a segunda perna de ataques, em cima da teoria inverossímil da compra da MP da indústria automobilística.

É evidente que a estratégia de criminalização de Lula transcende a Lava Jato.

Peça 2 – O legalismo formal

Afim de dar uma aparência legal a esse jogo, os personagens comportam-se da seguinte maneira:

a.    Em off, procuradores e delegados montaram a rede de vazamentos incessantes de informações com veículos parceiros. Mas há a preocupação de não dar nenhuma entrevista em on sobre os inquéritos.

b.    Todos os passos da Lava Jato são no sentido de incriminar Lula, valendo-se até de pedalinhos e barquinhos e MPs aprovadas por unanimidade no Congresso. Nas manifestações formais, Moro faz questão de salientar a condição de Lula, de não ser réu e ser convocado apenas na condição de depoente. Mata dois coelhos: reforça a aparência de republicanismo nos inquéritos – essencial para manter o controle das investigações e a legitimação da operação – e fornece argumentos para o Ministro Cardozo manter a presidente Dilma Rousseff tranquila.

c.     O PGR dá toda sustentação à Lava Jato, não coloca nenhum óbice aos vazamentos, permite que a Zelotes adira à estratégia de delenda Lula. Mas no plano formal – por exemplo, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) – coloca um procurador sério, que impede os arroubos pró-impeachment de Gilmar Mendes. O impeachment precisa se revestir de aparência de legalidade.

Leia também:  “Se Otavio Frias estivesse vivo, ajudaria a derrubar o Bolsonaro”, diz Marilene Felinto

d.    Quando vazam documentos críticos, recorre-se aos estratagemas das organizações burocráticas. Chega a denúncia ao Ministro da Justiça, Cardozo encaminha à Polícia Federal e dá sua missão por cumprida. Formalmente, não pode ser acusado de ignorar a denúncia. Depois, basta deixar a denúncia mofar nos escaninhos da PF, como ocorreu na denúncia falsa de Veja, na véspera das eleições.

Essa peça é central, na hora de se analisar os próximos passos da Lava Jato, depois do episódio da condução coercitiva. A base dela é o formalismo legal.

Peça 3 – O ponto fora da curva

Dada a abrangência e o ritmo frenético dos vazamentos, a Lava Jato foi deixando vestígios pelo caminho. No palpitante episódio dos pedalinhos Tico e Teco do sítio de Atibaia, passaram a informação para a Folha, que deu o “furo”. Procuradores e delegados curitibanos chegaram ao sítio antes mesmo que a edição do jornal chegasse em Curitiba. Ou, no caso da condução coercitiva de Lula, o diretor da revista Época, em plena madrugada, comemorou a operação.

Ou, pior, quando disseminaram acusações sobre a offshore dona de apartamentos no prédio do tríplex e, quando constatado que atingiriam apenas a Rede Globo, da noite para o dia sumiram com o tema e concentraram nos pedalinhos de Atibaia.

A nota de Moro mostra que não se trata de um tresloucado, mas apenas de um sem-noção. Hoje, caiu na real, tratou de se calçar, disfarçando suas intenções com apelos à paz. Quando o próprio Gilmar Mendes reconhece os abusos, é que se exagerou em demasia.

E daqui para frente? Há duas certezas: Moro sofrendo de insônia até o dia das manifestações, sabendo que qualquer tragédia recairá sobre ele.  A segunda, sobre a operação presunção de isenção.

Peça 4 – algum episódio que devolva à operação a presunção de isenção.

Esta é minha única certeza, tal a dificuldade de traçar cenários.

Leia também:  Os dez mistérios cifrosos não revelados do beato Dallagnol, por Wilson Luiz Müller

Há diversas possibilidades. A que me parece mais forte é alguma delação envolvendo Aécio Neves, para devolver à Lava Jato – e à PGR – a presunção da isenção. Provavelmente nada que leve Rodrigo Janot a aprofundar investigações, mas o suficiente para criar alguma marola.

Aécio se tornou peça disfuncional no jogo. É imaturo, desinformado, voluntarioso, deixou passar a intenção de até demolir a economia, em busca do impeachment, e seria um desastre na presidência. É o álibi ideal para o PGR resgatar um pouco da imagem de isenção.

Nas últimas semanas consolidou-se um arco de aliança entre os quatro probos do Congresso – Renan Calheiros, Romero Jucá, José Serra e Eduardo Cunha – em torno da agenda econômica, depois da bem-sucedida prospecção de petróleo e da reaproximação com o vice Michel Temer. O único inconveniente – o quarto probo, Eduardo Cunha – deverá ser expelido nos próximos dias, deixando de contaminar o arco do impeachment.

Com o domínio que tem sobre o Congresso e a presidente, é possível que o novo “centrão” mantenha a posição cômoda de administrar uma presidente refém. Em última hipótese, tenta-se o impeachment ungindo Temer na presidência. Obviamente, teriam que combinar com os russos.

Peça 5 – Lula pagando para ver.

Ao reagir à Lava Jato e anunciar que percorrerá o país em campanha, Lula deu xeque, estreitando as jogadas de Moro.

Há duas possibilidades em jogo: ou a prisão de Lula ou o recuo da Lava Jato e operações correlatas. Não há meio termo, não há mais espaço para esse lusco-fusco de palavras amenas respaldando a perseguição.

E aí dependerá da chamada consciência jurídica do país, a capacidade das figuras referenciais ficarem acima do jogo político, do medo, dos interesses pessoais, analisarem os desdobramentos do próximo passo da Lava Jato e se posicionarem. E terem a hombridade de externalizar sua indignação. A história cobrará não apenas dos que insuflaram esses conflitos, mas dos que abriram mão da biografia e se eximiram de defender a democracia.

Leia também:  Prazer em conhecê-los, disse Érebo, o novo patrono da inJustiça brasileira, por Fábio de Oliveira Ribeiro

Nesses momentos de catarse, há um claro clima de intimidação.

Na semana passada estive no STF e me surpreendeu o clima de paranoia real e a inibição de um deles, figura referencial, devido a ataques baixos sofridos. Alguns juristas e Ministros do STF romperam a cortina do medo, mas são poucos.

Papel relevante terão as associações em jogo – ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República) e a AJUFE (Associação dos Juízes Federais). Precisarão se desprender do corporativismo e analisar as consequências da radicalização não apenas para o país, mas para a própria legitimação de ambas as corporações. Procuradores e delegados passam, Ministério Público e Polícia Federal prosseguem. O MPF e a PF daqui a dez anos – e a própria democracia brasileira – dependerão do que ocorrer agora: ou serem os alicerces da democracia social ou novas-velhas polícias políticas.

Caso a Lava Jato tenha chegado a um ponto de não-retorno, e Moro e os procuradores levem até o fim suas arbitrariedades, não é necessário ser nenhum jogador de xadrez para analisar as consequências:

1.    Clima de guerra em todo o país.

2.    Como efeito da guerra, ataques contra todos os dissidentes, seja recorrendo à violência nas ruas ou à intimidação policial – como ocorreu com as ameaças do procurador Carlos Fernando dos Santos Lima contra blogs não alinhados que divulgaram vazamentos não autorizados.

3.    Um clima de vale-tudo disputando o butim da presidência.

4.    Mais adiante, quando algum novo grupo conseguir a hegemonia política, o primeiro passo será retirar as prerrogativas do Ministério Público e enquadrar a Polícia Federal.

Do alto das pirâmides institucionais, muito acima dos holofotes do Jornal Nacional, há uma história construída pelos Bonifácio, Nabuco, Rebouças, Patrocínio, Rui, Clóvis, Vitor, Ulisses, Brossard.

Eles são a referência, não o âncora do Jornal Nacional. Espera-se que os protagonistas da história atual tenham a grandeza de se mirar nas referências maiores.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

278 comentários

    • Vão dar. Os Marinho se

      Vão dar. Os Marinho se expuseram demais pra poder retornar e ninguém mais suporta a arrogância e a violência desses caras. Outro golpe não vão dar e nõ há mais qq razão para que continuem por aqui. Lula, Dilma ou quem que que seja não tem mais como fugir do vexame que foi todo o país saber que a Globo/conexão panamenha paira acim de um país investigado a beira do caos. Todo mundo foi investigado, destruiram partidos, pessoas, famílias, empresas, instituições.. tudo no limbo. o país no lixo. E os Marinho cagando regra???? Acabou! Encheu o saco! Pelo que ouvi nos Ato, ontem vai ser ruim de deixar barato mais essa tentativa dos Marinho de desmonte da Nação.  Espero que o troco seja a altura da ofensa.

      • “o vexame que foi todo o país

        “o vexame que foi todo o país saber que a Globo/conexão panamenha paira acim de um país investigado a beira do caos”. Infelizmente, não “foi todo o país” que soube disso. Nenhuma autoridade, nenhum órgão da grande mídia tratou disso, muito menos investigou isso.

        Nós uns poucos fizemos isso. Mas não basta.

  1. Ulisses? Por quê?

    Não se esqueçam que Ulisses foi o pai da criminalidade juvenil, ao dar direito de voto a adolescentes e tirar deles a responsabilidade que deviam ter.

  2. Juiz Moro!

    Ja tirou da RETA!Covarde despreparado com esta curriola remanesente do BANESTADO nao vai a lugar nunhum.Esta pondo a nossa Democracia em jogo sujo co a Midia Corrupta e Ante Brasil Temos que cuidar!

    • OAB pelo que li no 247 tb

      OAB pelo que li no 247 tb quer tentar usar a tal de delação hipotética pra pedir o Impeachment de Dilma…. 

      Pelo vista essa delação do Delcídio serve até pra conseguir licença pra colocar um quiosque no calçadão. Que zona!

    • O presidente da falida OAB

      O presidente da falida OAB eleito por um colégio eleitoral no qual obteve 80 votos de um total de 81 num vergonhoso e escandaloso conchavão é um tucaninho provinciano do RS.

      A missão da OAB não é mais defender a advocacia é defender a ideologia do presidente reacionário de plantão, uma instituição antes combativa, hoje, é uma caricatura cuja a única serventia é o desfile de vaidades.  

    • E o senhor Jean Willys tão

      E o senhor Jean Willys tão combativo, tão aguerrido quando o assunto o convem, ainda caladinho, caladinho.

      • Não só o Jean Willys
        Não vi nota ou manifestação de qualquer outro grupo de esquerda sem ligação com o PT criticando o show de horrores de ontem.
        O que o Brasil precisa é de uma frente popular e não de esquerda pra combater essa elite podre que controla esse país há anos.
        A verdade é uma só: esses grupos não querem ver esse país ir pra frente coisa alguma, o que querem é espalhar a ideologia deles
        Em BH a maioria dos militantes dessa “esquerda” são estudantes da UFMG

  3. Uma coisa ficou claro, né,

    Uma coisa ficou claro, né, Nassif? Prender o Lula com base em pedalinho ou o ap de Guarujá provocará reações firmes. Lula, cedo ou tarde, sairia como vítima. A reação da militância está vindo decidida e Lula está onde gosta, no palanque. A campanha de 2018 foi antecipada, e o unico que está nela por enquanto é o Lula.

    Para acabar com ele, penso que vão precisar de mais do que o sítio e o ap que não são dele. Prender, o Moro prende a hora que quiser. Mas acabar com sua figura pública de grande líder é outra coisa. Mandela já esteve preso. Gandhi  também.  

    sugiro esse post do Kotcho no Miro  http://altamiroborges.blogspot.com.br/2016/03/o-velho-lula-esta-de-volta.html#more

    Concordo com quem está dizendo que esse sequestro foi um balão de ensaio. Minha impressão é que o Moro está avaliando que a lava a jato precisa incriminar mais o Lula para poder dar o bote final com pouca chance de reversão

  4. Prezados Nassif e amigos do

    Prezados Nassif e amigos do blog

    Moro blefeu e tomou na cara: ao encanar Lula (por algumas horas, o que já mostra sua covardia); esperava comemorações no país inteiro (a vaidade cega as pessoas, é um murro em quem se achava o ungido para livrar o Brasil do petismo e corrupção); as únicas manifestações foram em territórios coxinhas por excelência: o saguão de um aeroporto, e as redes sociais (que Umberto Eco já previu serem o território de hordas de imbecis)

    Este golpé paraguaio tem a tecnologia da CIA, e Moro – agora que não tem mais serventia, já que está divulgando notas na imprensa não como uma estratégia, mas como uma confissão de cagaço – vai ser descartado logo, e o próprio profº Bandeira de Melo diz que este sujeito vai sofrer algum tipo de punição

    Para mim, o golpe fracassou, e o governo Dilma (é doloroso reconhecer, já que votei nela) só não cai de podre porque a oposição tucana e seus satélites consegue ser maiks incapaz.

     

     

     

  5. O passado obscuro do procurador Carlos Fernando

    O passado obscuro do procurador Carlos Fernando dos Santos Lima.

     

    Por Carlos Fernandes

     

    DCM  – 5 de March de 2016

     

    ‘Raposa no galinheiro’: Carlos Fernando dos Santos Lima

    O espetáculo midiático em que se transformou a condução coercitiva do ex-presidente Lula apenas um dia após o “furo” da revista IstoÉ, finalmente deixou escancarado o que todos já sabiam: o alvo principal da Lava Jato é, e sempre foi, o maior líder popular do Brasil.

    Se antes os procuradores que coordenam os trabalhos da Lava Jato tergiversavam utilizando argumentos republicanos como o de que a operação não investiga pessoas mas fatos, a impressão que ficou na entrevista dada pelo MPF é que já nem mais investigam Lula, a sua culpa já foi decretada. Provas para os procuradores são detalhes insignificantes.

    Aliás, chegou a ser emblemática a decepção do procurador ao afirmar que os mandatos de busca e apreensão efetuados na casa de Lula e no seu Instituto teriam sido prejudicados justamente em função do vazamento da operação pela imprensa.

    O que ele chama de “prejudicado” é o fato de basicamente não terem encontrado nada de relevante que amparasse o linchamento da mídia e a condenação prévia de seu seqüestrado.

    Se a operação foi “prejudicada” por vazamentos ilegais de mandatos sigilosos divulgados na grande mídia, não seria o caso desses mesmos procuradores e do juiz Sérgio Moro abrirem inquérito para apurar os vazamentos? Imagina. Tolice.

    Em se tratando de política e poder, quem acredita em coincidências acredita em fadas e duendes. Até o mais ingênuo dos “inocentes úteis” já sabe do escandaloso consórcio formado pela PF, MPF, Sérgio Moro e a grande imprensa brasileira.

    Toda a operação seguiu um rigoroso esquema previamente combinado com os grandes veículos de informação dominados por meia dúzia de famílias. Incrível como quando o assunto é fama, dinheiro e um projeto de poder, as antigas “diferenças” entre a mídia familiar e suas vítimas, e vice-versa, são oportunamente esquecidas.

    Ironia das ironias, a mesma revista IstoÉ que preparou o terreno para a grande atuação de Santos Lima e a força tarefa da Lava Jato, no passado não compartilhava da mesma admiração que hoje imputa a um dos atuais mosqueteiros no combate à corrupção.

    Em setembro de 2003 a IstoÉ publicou uma matéria sobre Santos Lima cujo título é no mínimo inspirador: “Raposa no galinheiro”. O subtítulo emenda: “Procurador Santos Lima, casado com ex-funcionária do Banestado, tentou barrar quebra de sigilo de contas suspeitas”.

    A matéria assinada pelos jornalistas Amaury Ribeiro Jr. e Osmar de Freitas Jr. deixaria o mais ávido “paneleiro” decepcionado, isso se a sua causa realmente fosse o combate à corrupção.

    A denúncia ocorreu quando uma comissão de autoridades brasileiras encarregadas de apurar o escândalo do Banestado foi até os EUA em busca de provas e documentos sobre lavagem de dinheiro e remessas ilegais de recursos para o exterior.

    Segundo os jornalistas, o procurador Santos Lima tentou de todas as maneiras impedir que os “preciosos documentos” fossem entregues aos membros da CPI. A matéria conta que a atuação do procurador causou constrangimento tanto na delegação brasileira quanto nas autoridades dos Estados Unidos. Nas palavras de um dos americanos: “Foi insólito”.

    Como sabemos, o caso Banestado nunca foi devidamente esclarecido. A grande imprensa na era FHC não se dedicava exatamente à investigação de suspeitas de corrupção no governo.

    O que realmente sabemos agora é sobre as rédeas de quem a operação Lava Jato está sendo conduzida

         

  6. Sequestro!

    O que fez parar o sequestro de Lula para Curitiba?

     

    Se o Brasil tivesse imprensa e não simples repetidores do que dizem promotores e policiais, a esta hora estariam duzias de jornalistas atrás do mandado de “condução coercitiva” para saber para onde determinava ser levado o ex-presidente Lula.

    Como não temos, ficamos abertos a versões, como a do colega paranaense Esmael de Moraes  – reproduzida pelo Conversa Afiada – de que a intenção era mesmo levá-lo para Curitiba e o plano foi abortado em função do escândalo feito pelo ex-deputado Luizinho no Aeroporto de Congonhas.

    Parece-me que a primeira parte é exata, embora eu duvide que, com portas cerradas e comunicação direta com a pista de decolagem, o protesto, de início solitário, pudesse ter sido a razão da mudança de planos.

    Também não acho que tenha sido “medo da reação”popular, porque a decolagem se daria por volta de sete horas da manhã.

    A ordem dada por Moro para a “condução coercitiva” de Lula era sem destino? “Conduzam-no para onde quiserem?”

    “Razões de segurança” para leva-lo a depor no Aeroporto de Congonhas, numa sexta-feira, quando o movimento é maior e um tumulto pode se alastrar, com graves consequências, por um saguão que não é possível isolar?

    Contem outra, senhores, por favor. É só olhar a foto acima e ver o imenso e espaçoso prédio da Polícia Federal em São Paulo para ver como são incomparáveis as condições de segurança, em relação a Congonhas. tem várias saídas e, inclusive, um heliporto.

    Ou foi uma manobra para fazer espalhafato ou algo que saiu errado no meio do caminho.

    Mas isso, só apurando e não anda muito na moda fazê-lo.

    O jornalismo brasileiro parece que deixou disso.

    E não há que falar em sigilo de Justiça quando a Polícia Federal e o Ministério Público entregam a Diego Escosteguy, da Época, todas as fotos batidas ontem no sítio de Atibaia, inclusive reproduções de (oh!) fotografias do ex-presidente com D. Mariza e do bote de lata com seus nomes pintados. Aliás, também um vídeo mostrando um quatro revirado e o interior dos armários do casal.

    Será que esse vazamento interessa saber quem fez?

    A quantidade de mentiras pregadas à opinião pública parece não ter fim.

     

    • Quem disse não ao juiz Moro?

      Seria bom se tivéssemos imprensa com I maiusculo, mas como não temos e como acho pouco provavel que o Lula conte em detalhes nos dias de hoje o que realmente aconteceu naquelas horas, entre a chegda da PF à sua casa até sua liberação – tem também a questão de que a coercitiva era valida para dona Marisa. Eu acho que foi ai que Lula deu um murro na mesa e disse basta. Eu aqui com meus botões, creio que Lula acionou alguns nomes do que ainda resta da republica brasileira, que fizeram pressão contra a saida coercetiva de Lula de SP. 

      Eh dai que vem também essa nota do juiz Moro.

  7. “E daqui para frente?”:
    Por

    “E daqui para frente?”:

    Por sinal, Nassif e todos:  se alguem nao colocar um freio nesse maluco paranaense, isso vai durar mais dois anos, ate a vespera da proxima eleicao.

    Sugiro que Lula o denuncie no STF E QUE TAMBEM o processe.

  8. O gato saiu do telhado e foi para a rua.

    A soberba de Moro, e a pressa dos que sabem que é agora ou nunca só acelerou os erros. Moro vem errando há muito tempo, os nossos probos juizes do STF, agora se manifestam, mas se calaram  com as centenas de erros e de ilegalidades ocorridas na Lava Jato.  Um senador da oposição, num momento de  lapso, definiu um cenário. Quando Lula ainda estava na PF, o senador, disse: ” como o fim da Lava Jato” podemos nos encaminhar para o impeachment  e tudo vai melhorar”. Como se nota este senador da oposição sabe quando a Lava Jato deve terminar. Não contava ele com a reação de Lula e de parcela significativa do país. Como Moro ele pensava que Inês é morta, e que agora com ajuda da Isto é, o golpe seria consagrado. Para ele , a prisão de Lula  encerraria a LavaJato. O discurso do procurador que parece uma caricatura, também foi na mesma linha. Acusando Lula de ser o cabeça de uma mega organização crminosa. Esta é a fala de vários  filmes policiais, quando a operação é encerrada:  O cabeça já está preso.  No entanto o gato saiu de telhado e foi para a rua, e parece ter 7 vidas.

    Para a oposição agora se trata de dois problemas. Como reverter a derrota que sofreram com este ato desastrado e como não deixar que  a caixa de pandora da Lava Jato continue aberta. Eles sabem que Delcidio em quatrocentas páginas deixou bem mais do que apenas Chicos. Muitos Franciscos estão ávidos para fechar a caixa de Pandora, pois o erro monumental de Moro, só deixa  duas opçoes: ou a Lava Jato acaba ou se continuar terá que atingir  quem até hoje encobriu.  Mas a obsessão de Moro pode fazer com que cometa mais alguns erros. Por exemplo prendendo Lula. Veremos nos proximos dias quem de fato manda nesta operação.     a soberba.,  os interesses políticos. ou ( não poderia deixar de mencionar) a lei.

    Talvez  haja um pedido de trégua, isto é , poderemos começar a ouvir do sanguinário e valente  Aécio um chamamento para um grande acordo de paz.  E paralelamente os probos do senado se apressarão para passar a pauta entreguista. E o processo sobre Lula será cozinhado apenas para continuar a destruição da imagem. O supremo pode tomar as rédeas e Moro como Barbosa será condenado ao ostracismo, afinal já teria cumprido o seu papel.  Enquanto isto a economia iria aos poucos ser tratada e retratada em sua real dimensão. Mas tudo isto apenas para todos se reposicionarem no tabuleiro.

     

    • Na realidade as ilegais

      Na realidade as ilegais conduções coercitivas aconteceram aos borbotões sem que nenhum juristas de monta ou os ministros dos tribunais superiores  ou o “festejado” presidente do stf, aquele que ficará na mémoria por aumentar e muito o subsidios dos magistrados (e só) se calaram, muito do que está acontecendo cai na conta deles.

  9. Qualquer grupo

        É dificil compreender que funcionários de certo gabarito ( para passar em concursos ), não terem ainda percebido que estão cavando sua insignificancia futura,  tecendo uma futura camisa de força para esta instituição.

         Assim que os grupos economicos, internos e externos, conseguirem seus objetivos politicos, ou em um quadro pior, a hegemonia politica seja atingida por um governo de perfil “salvacionista”, estes doutos vestais terão “perdido a validade”, tornando-se desinteressantes para a midia, irão ficar sem “voz”, vão apenas aparecer em encontros oficiais de suas corporações, serão alijados do processo politico, até com relativa facilidade.

          Que estes “diogenes”, não possuam visão economica e geopolitica, é aceitavel, compreensivel, afinal a vaidade é uma péssima conselheira, mas não entender o que o futuro lhes reserva, é burrice.

          Já em relação ao MJ/DPF , uma corporação mais “rachada” que o MPF, ela se acomodará as novas circunstancias, como sempre o fez, pois depende do executivo, e uma simples “canetada” pode enviar o “japones da Federal”, para contar peixes no Araguaia.

    • Será?

      Que são tão burros assim? Ou estão ganhando algo além da vaidade afagada pelos fascistas, pelo heroísmo de “livrar o país da praga do PT”? Tenho dúvidas quanto à motivação, mas nenhuma quanto a prática de conspiração. Isto sim é um crime e eu ainda não entendi porque não se fala em punição. Em qual dos mundos é anti democrático ou não republicano punir conspiração? Sim, é sobre isto que o Nassif trata no post. Onde está a ABIn, o exército como força maior para garantir a normalidade? O exército vai ficar esperando até a hora derradeira do pau comer nas ruas para tomar uma posição?

  10. golpe

    Igual a 64, a conspiração de agora, escancarada pelos chamados agentes públicos, tem origem no “establisment”

    (comando escondido das corporações), as mais claras “forças ocultas”.Os tais agentes são marionetes do capital dono da mídia, esta, ponta de lança focada nos midiotas. Essa imprensa golpista é competente em fazer beócios, mesmo, e mais grave, entre os.

    letrados – cinco diplonas embaixo do braço e plim-plim na cabeça.Em outras palavras,fiesp e pig.E a vaza  jato bumbando.LULA 18!

     

  11. Atravessou o Rubico e bradou:

    Atravessou o Rubico e bradou: “Meu reino por um Lula engaiolado”. Calma: licença histórica. 

    O Juiz Moro jamais repetiria, como Cesar, o famoso alea jac est. Ele, ao contrário do general e político romano, não joga com a sorte. Tudo nessa operação que conduz é minuciosamente planejado. Não duvido até que esta Nota com desculpas esfarrapadas já não estava rabiscada.  

    A travessia desse metafórico Rubicão fazia parte da estratégia “se colar, vamos em frente; se não, vamos reagrupar as forças e projetar novas ações”. O constrangimento(para Lula), por esse sentido, foi sim, adredemente preparado. O teor dúbio do despacho nao foi obra de assessoria desleixada. Moro lançou uma isca. Só que a isca não era uma reles piaba, mas uma tubarão branco chamado Lula que certamente intuiu isso desde o principio, só que para foro íntimo. 

    A saga “Pega o Lula de qualquer jeito continuará”. Talvez mudem as estratégias e táticas, mas os objetivos são os mesmos: prender Lula e destronar Dilma Roussef. Nem que para isso Roma seja incendiada e os “Neros” fiquem do alto tocando harpa. Tudo filmado e registrado pela Rede Globo. 

  12. Aécio é um estorvo à  própria

    Aécio é um estorvo à  própria imagem dos golpistas, um arruaceiro que teria mais utilidade sendo queimado para mostrar esta falsa isenção enquanto os com caras de homens sérios seriam mostrados à nação como aquele grupo que manteve o governo Collor funcionando até o fim. Tudo que está acontecendo é remake, algumas coisas são ridículas ,este seria mais um deles. Mas ao contrário do que aconteceu com Collor, a parcela mais esclarecida da sociedade está contra o impeachment.

  13. Moro não tem equilíbrio para

    Moro não tem equilíbrio para ser um julgador. É parcial. Atua como investigador, embora ponha o MP para redigir os requerimentos à sua maneira (aquele com cara de cachaça é muito limitado). É vingativo, tem grande admiração pelo pai e este era um procer do PSDB em sua cidade (chegando a encerrar uma conta em uma videolocadora porque o dono votou no Lula) e não tolerava o PT. Em seu artigo sobre a mani puliti italiana canta loas aos vazamentos para a imprensa e assassinato de personalidade: http://jornalggn.com.br/…/fil…/documentos/art20150102-03.pdf 
    O que ele fez com o Lula é um verdadeiro assassinato de personalidade. Sabedor que nunca condenará o Lula resolveu destruí-lo, mas querer jogar xadrex com Lula não é para qualquer deslumbrado.
    Foi fogo no palheiro.
    Gasolina no fogo com ventilador ligado.
    A militância reagiu. Ainda não foi o povão. Este quando ficou sabendo do fato Lula já estava liberado, porque senão iria ter quebra-quebra. A história iria se repetir.
    A jararaca está viva rumo a 2018.

    • Moro vai ser queimado pelos seus mestres

      Eudes, o deslumbrado do Moro vai ser queimado pela mídia no primeiro vacilo que der na Lava Jato. A tentativa de prisão de Lula só vai fazer o ex-presidente se fortalecer com a comoção das massas, o que vai dar legitimidade para a Dilma sair da inércia e começar a tomar medidas para tirar o país do buraco (queda dos juros, imprimir dinheiro para investimentos, imposto sobre lucros e dividendos, etc.).

      Até agora, Moro pensava que o país todo está apoiando sua operaçãozinha fascista. Mas após o ataque a Lula, a maioria silenciosa, que apóia o governo, começou a se manifestar. 

      Moro vai mijar para trás de medo da reação das ruas. A imprensa não irá perdoar a trapalhada do caipira paranaense, que prometeu a cabeça de Lula mas deixou o ex-presidente escapar, e vai queimá-lo, assim com fez com outros otários que se deixaram usar pelos plutocratas que comandam as fábricas de notícias.

  14. Perguntas e investigações a

    Perguntas e investigações a serem feitas.

    1 – Por que no aeroporto e não na DPF de São Paulo? 

    2 – O que fazia uma apresentadora de telejornal do Rio em Curitiba?

    3 – Havia algum plano de voo em nome da PF, MPF, Justiça de São Paulo para Curitiba? ANAC na linha…

    4 – Havia algum avião da PF em algum hangar de congonhas no dia?

    5 – O que fazia a globo e somente a globo  de madrugada no Instituto Lula?

    6 – Por que o editor da Época antecipava os fatos fàs 2 horas da manhã?

     

    Quem tem que correr atrás disso são os blogs sujos, pois a depender da grande mídia ficaremos sem respostas.

     

     

    • são muitas dúvidas

      há no uol uma matéria dizendo que às 5 e alguma coisa, havia apenas um repórter da folha, dizendo que apenas ele estaria perto da casa de lula, que havia um carro parado por perto mas não via movimento, que chegaram 4 carros etc.

      mas acho que queria “se vangloriar” pois o diretor da época celebrou – antecipadamente e equivocadamente – o dia maravilhoso que iria chegar e a globo acompanhou tudo. 

    • Plano de voo

        No caso de um voo oficial ( FAB, PF, etc…), o “plano de voo” pode ser apresentado até 15 minutos antes da decolagem, no caso de Congonhas/Cumbica/BSB/Galeão, existe até a facilidade de envia-lo por “tablet”, celular ou laptop, diretamente para o ACC da area.

         Se existia no terminal alguma aeronave da PF, é dificil saber, em algumas situações de transferencia o DPF utiliza-se de aeronaves “descaracterizadas”. 

      • Haviam 2 aeronaves,uma em

        Haviam 2 aeronaves,uma em Guarulhos e outra em Congonhas.

        Mesmo não sendo advogado,pelo que entendi dos despachos colocados aqui mesmo neste sitio,havia ordem de prisão também.

        Alguem do ramo poderá me esclarecer melhor.

        http://jornalggn.com.br/sites/default/f … ato_02.pdf

        “DESPACHO/DECISÃO

        1. Tratase
        de pedido de buscas e prisões cautelares formulado pelo
        MPF em relação ao exPresidente
        da República Luiz Inácio Lula da Silva e a pessoas
        associadas (eventos 1 e 3).”

        “Decreto o sigilo sobre esta decisão e sobre os autos dos processos até a
        efetivação da prisão e das buscas e apreensões. Efetivadas as medidas, não sendo
        mais ele necessário para preservar as investigações, fica levantado o sigilo. Entendo
        que, considerando a natureza e magnitude dos crimes aqui investigados, o interesse
        público e a previsão constitucional de publicidade dos processos (artigo 5º, LX, CF)
        impedem a imposição da continuidade de sigilo sobre autos. O levantamento
        propiciará assim não só o exercício da ampla defesa pelos investigados, mas também
        o saudável escrutínio público sobre a atuação da Administração Pública e da própria
        Justiça criminal.

        Aguardese
        até 26/02/2016 pelos esclarecimentos solicitados por este
        Juízo ao MPF e eventuais retificações de endereços pela autoridade policial.
        Após, expeçamse
        os mandados.
        Desde logo, ciência à autoridade policial e ao MPF desta decisão.
        Curitiba, 24″

        Todos os despachos das ações de ontem podem ser vistos neste link:

        http://jornalggn.com.br/noticia/acompan … ontra-lula

         

    • eu posso responder isso

      Era para o golpe dos ricos, da elite, do neocapitalismo  que hoje tem apoio integral de todas as instituições. TODAS. . De qualquer forma é assim que se age mesmo, golpistas ou revolucionários…com sobras para, se necessário, fazer barba e bigode. Simples assim. Acordem brasileiros, acordem!!!: “Soltei mil escravos e podia soltar mais mil se eles soubessem que eram escravos”

    • “4 – Havia algum avião da PF

      “4 – Havia algum avião da PF em algum hangar de congonhas no dia?”:

      Nao sei.  O que sei eh que os comentarios cheios de cacos psicoticos comecaram a aparecer AQUI no blog uma semana atraz e eu reclamei ha poucos dias pro Nassif.  E quem nos aparece no proximo dia?  O psicotico de terceira categoria que acha que vai tomar meu lugar de Psicotico Oficial Do Blog.

      A policia federal ja sabia da operacao pelo menos uma semana antes.

      • Por sinal…

        Por sinal, tinha uma completa semana que as estrelinhas estavam sendo falsificadas tambem, e eu TAMBEM reclamei disso aqui.

        So amador mesmo pra nao notar diferenca em comportamento “grupa” falsificadol.

        Como, digamos, de delegados de merda da PF?

        Ou do judiciario de merda?

  15. Já vi o perdedor , em cheque mate, derrubar o tabuleiro
    Nassif prevê em seu texto que não haverá meio termo. Ou o lava Jato recua, ou prende Lula.

    Pois bem, o juiz Moro ja deu a senha, em entrevista concedida hoje :

    “Atos de violência de qualquer natureza, origem e direcionamento, bem como a incitação à prática de violência, ofensas ou ameaças a quem quer que seja, a investigados, a partidos políticos, a instituições constituídas ou a qualquer pessoa”

    A direita sempre culpa o lado outro.

  16. motivos de moro

    acho que – baixada a poeira – seria interessante mesmo investigar qual seria o plano “a” do juiz de preto.      

    se foi levado para congonhas, é claro que iria para curitiba afinal, são paulo tem sede da pf.    

    e qual o motivo que o levou a acionar o plano “b”. 

    eu estava saindo de um consultório e uma coxinha disse que lula estava sendo levado para curitiba. será que essa mentira chegou a ser divulgada?

  17. Pauderney: O ÚNICO Líder a falar…

    Aguardei até as 17:30 Hs de hoje.

    Nenhuma Manifestação dos “Líderes” da Oposição.

    Na falta de Voluntários, a Grande Mídia só encontrou o Pauderney para dar Entrevistas.

    O “cara” leva jeito para ser o Grande Líder da Nação.

    Se não fosse o DEM do Pauderney…

  18. Direita, falsa moral, o erro é sempre da plebe ignara
    Moro já se manifestou :

    – “Cuidados foram tomados para preservar, durante a diligência, a imagem do ex-Presidente. Lamenta-se que as diligências tenham levado a pontuais confrontos em manifestação políticas inflamadas, com agressões a inocentes”

    Entenderam a abrangência ?

  19. Um dia de sapo barbudo

    Excelente leitura dos fatos passados, Nassif. O desafio é prever as próximas jogadas, mas as possíveis próximas jogadas é razoavelmente fácil para uma mente inteligente.

    Mas, antes acho que deveríamos entender porque mouro e cia não golperaram ontem. Passaram o rubicão, tinha tudo armado para consumar o golpe: (1) teses fajutas contra Lula, mas possíveis de sustentar com o arranjo judiciário-mp-pf-Globo e receita federal; (2) Alinhamento total da imprensa; (3) OAB prontinha para pedir o impeachment; e (4) Políticos sujos para executar a tarefa. Mas, a lava jato recuou. Enquanto ouviam Lula com avião pronto para transformar a oitiva em prisão, a militância/populares chegavam. A coletiva da lava jato de ontem é leitura obrigatória: totalmente bisonhos. Aqueles na linha de frente são apenas os operadores do projeto de golpe tamanha ausência de inteligência.

    Ontem, a lava jato abriu três flancos: casa de lula, instituto lula e o aeroporto (o local onde ele estava). Os populares foram chegando e confrontando. Isso assustou os burocratas da lava jato. Ao contrários dos políticos, eles tem medo de povo. De provocar uma guerra civil que destrua seu mundinho mágico com super salários, regalias, cortes, direitos a títulos de doutor e etc.

    Um único dia com o sapo barbudo colocou em xeque dois anos de enrolação da lava jato e seu formalismo-burocrático para forjar uma legalidade falsa. Essa, como Nassif observou, é a maior característica da burocracia tupiniquim. Hoje, de ressaca, meus amigos conservadores divulgam textos da anpr. Querem salvar a credibilidade da maior corporação privada e golpista do país. Digo conservadores porque chamar esse povo da globo, burocracia e demais cidadãos golpistas de “de direita’ seriam uma ofensa aos liberais de direita que almejam um estado menor, mais eficiente e, sobretudo, livre do bacharelismo-burocrático.

    Pois é. Lula venceu. Não o pt, mas isso é ruim porque estaremos presos ao modelo petista de estado jurídico-burocrático. Estamos presos a essa inocência do republicanismo. Será que Lula acordou?

  20. A reação virá da ação
    A reação virá da ação contundente da cidadania dizendo não ao golpe, o que é possível mas não garantido, por outro lado da ” consciência jurídica do país, da capacidade das figuras…” nada se pode esperar porque simplesmente isso não existe.

  21.  
    Nassif, este trecho me

     

    Nassif, este trecho me sugere uma pergunta.

    A nota de Moro mostra que não se trata de um tresloucado, mas apenas de um sem-noção. Hoje, caiu na real, tratou de se calçar, disfarçando suas intenções com apelos à paz. Quando o próprio Gilmar Mendes reconhece os abusos, é que se exagerou em demasia.

    Qual a sua fonte para as partes em itálico ?

     

     

  22. A diferença de um lider.

    Muito bom o apanhado de Nassif quanto ao projeto de golpe jurídico- midiático ou melhor explicitado dirigido pela dupla moro-globosta.

    Faltou um elemento que pode protagonizar o sucesso ou fracasso de tão longa trama e que via de regra se mostra decisivo. O lider.

    Lula é inegavelmente o maior lider político do Brasil. Parecia desanimado, satisfeito com objetivos políticos já alcançados , na defensiva de críticas intensas e despropositadas . Agora acordou. A quem aocio vai entregar o bastão do golpe? cunha até agora o mais eficiente parece fora do jogo.

  23. Eu estava exatamente me lembrando do

    “Alea jacta est” do César atravessando o Rubicão.

    Só que no meu caso, essa frase representa o sentimento que me tocou ontem. Fiquei pessoalmente e profundamente enojado e humildado, como se eu fosse a pessoa sequestrada e levada ilegalmente para Curitiba (ok micou e acabei ficando em Congonhas). E eu só sou um executivo aposentado do setor privado brasileiro, eleitor do psdb até 2006 (ok um pecado que carrego com pesar), não um ex-presidente da república.

    Senti nojo do delegadinho da PF, acompanhado de jogadores de paintball em treinamento. Por extensão sento nojo da PF (ok já era o caso desde o helipóptero que devolveram com a 1/2 tonelada de pó branco) como corporação se autodestruindo. E senti nojo do ex-ministro Cardozo, chefe deles (ok jé era o caso por que tenho nojo a traidores). E por extensão senti nojo da chefe de todos eles, a inepta presidenta da república que traiu meus dois votos (2010 e 2014). Não posso esquecer.

    Senti nojo do procurador de barbichinha, por extensão nojo do MPF como corporação, e do chefe de todos eles o PGR protetor do Aécio. Não posso esquecer.

    Senti nojo do juiz federal Moro, por extensão do judiciário brasileiro. Não posso esquecer.

    Estou sendo obrigado pelo meu nojo, que eu tenho que respeitar, a bloquear agora, depois de meses e meses de paciência, as contas de FB ou grupos de whatsapp que escancaram o ódio que tomou de assalto a classe media/media-alta paulistana com que convivo. Eu tive até, depois do resultado do 2º turno 2014, xingamentos via o whatsapp do meu filho, por um sobrinho morando em Votuporanga, a capital paulista da “mafia do asfalto”. Moralismo de gente sem moral.

    Eu já vinha evitando encontrar algumas pessoas mais esquentadas. Mas agora o farei de maneira mais sistemática.

    Uma pena, mas o que aconteceu no dia 04/03/2016 não permite mais a paciência: temos que escolher nosso lado.

    Escolhi.

    • Lionel, seu depoimento me deu

      Lionel, seu depoimento me deu conforto. O dia de ontem foi duro; primeiro a revolta, que mobiliza. Depois, a tristeza profunda, que imobiliza. Não sei o que vai ser desse lindo país, mas no momento queria estar no vizinho Uruguai e ouvir a pacífica e consolodaro voz de Mujica.

    • Teu depoimento é emblemático.

      Teu depoimento é emblemático. Espero que você tenha escolhido o lado da legalidade, da democracia, do Estado de Direito. Se pudermos, devemos evitar encontros com pessoas que se contaminaram pela intolerância nazifascistóide. Mas JAMAIS devemos fugir do debate ou nos acovardarmos diante das ofesnsas e agressões. É preciso reagir e procurar exercer os direitos.

    • Ontem foi o dia mais triste

      Ontem foi o dia mais triste da minha vida Lionel, eu como cidadã e amante da minha pátria..

      Estarrecedor tudo isso, República de bananas. Acha mesmo que os EUA, por exemplo, ficariam tão expostos assim ao mundo, com a pecha de bando de ladrões. Claro que não..

      Imagine Lula preso, uma vergonha nacional perante ao mundo. Um líder popular e respeitado mundo afora.

      Lamentável, lamentável, lamentável tudo isso.

    • Já escolhi o meu também.
      Não
      Já escolhi o meu também.

      Não nutrirei mais amizade ou relacionamento pessoal com coxinha fascista.

      Houve um sujeito que estudou comigo no colegial me escreveu ofensas pelo Facebook após a conclusão da apuração em 26 de Outubro de 2014. Só não o excluí de minha lista para ter o inimigo à minha vista (fascista é inimigo).

      Alguns virulentos coxinhas em minha timeline são maçons, e isso me preocupa, uma vez que escolhi lado faz tempo.

      Sinto que há algo velado e estranho profissionalmente, casos pontuais de assédio moral, embora eu ainda me defenda partindo para o ataque, expondo a ignorância de quem me ataca.

      Procurar a Polícia e a Justiça em caso de perseguição (que virão)?
      Esqueçamos, uma vez que ambos partilham mesmo ódio e convicção.

      O que fazer?
      Como educar e preparar nossos filhos para o mundo sinistro que se avizinha?

  24. Republica do Paraná.

    Nassif.

    Bela forma de analisar os fatos, questão geopolítica: procede. Questão de quebrar as grandes empresas brasileiras de construções pesadas, para dar espaço a grupo de empresas estrangeiras: procede!

    Derrubar o predomínio da Petrobras no pré-sal e de quebra quebrar a Petrobras: procede!

    Esgotar e extinguir o PT, Lula e as conquistas sociais: procede!

    Mas tem um fato não analisado, A SECESSÃO.

    Os rapazes do Paraná querem se separar do Brasil.

    Existe um adágio que diz: fulano esta comendo mosca – refere-se a um vacilo ou um vacilão.

    A ABIN esta comendo mosca, A presidente anda comendo uma nuvem de moscas, as nossas agências de  Inteligências Militares estão comendo moscas, nossos Superior e Supremo estão comendo moscas, a polícia federal parece que se transformou numa nuvem de moscas.

     As declarações e ações do grupo de procuradores federais do Paraná e do Juiz do Paraná , onde diz textualmente que no governo federal tem uma facção criminosa agindo ou que ninguém esta acima da lei nem a presidente da republica, me fez lembrar aqueles filmes sobre revolução onde o líder da revolução dá ultimato ao governo. A declaração do procurador  parecia a declaração de um insurreto expondo o motivo para independência e expõem que não deve se submeter a autoridade federativa representativa; parece que a qualquer momento eles vão declarar-se uma republica.

    Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay

     

  25. Republica do Paraná.

    Nassif.

    Bela forma de analisar os fatos, questão geopolítica: procede. Questão de quebrar as grandes empresas brasileiras de construções pesadas, para dar espaço a grupo de empresas estrangeiras: procede!

    Derrubar o predomínio da Petrobras no pré-sal e de quebra quebrar a Petrobras: procede!

    Esgotar e extinguir o PT, Lula e as conquistas sociais: procede!

    Mas tem um fato não analisado, A SECESSÃO.

    Os rapazes do Paraná querem se separar do Brasil.

    Existe um adágio que diz: fulano esta comendo mosca – refere-se a um vacilo ou um vacilão.

    A ABIN esta comendo mosca, A presidente anda comendo uma nuvem de moscas, as nossas agências de  Inteligências Militares estão comendo moscas, nossos Superior e Supremo estão comendo moscas, a polícia federal parece que se transformou numa nuvem de moscas.

     As declarações e ações do grupo de procuradores federais do Paraná e do Juiz do Paraná , onde diz textualmente que no governo federal tem uma facção criminosa agindo ou que ninguém esta acima da lei nem a presidente da republica, me fez lembrar aqueles filmes sobre revolução onde o líder da revolução dá ultimato ao governo. A declaração do procurador  parecia a declaração de um insurreto expondo o motivo para independência e expõem que não deve se submeter a autoridade federativa representativa; parece que a qualquer momento eles vão declarar-se uma republica.

    Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay

     

    • É muito estranho e suspeito a
      É muito estranho e suspeito a forçassão de barra que o juiz Moro o MPF, a PF e Receita Federal e a midia fazem para acusar e imputar cometimento de crimes nessa operação . Alguma coisa subverteu o real sentido dessa investigação é como se tivesse sendo controlada para atender interesses de agentes externos de outros países. Ou foi montada desde o início visando esse objetivo mas que agora está mais claro do que tudo. Atingir um líder popular de esquerda é muito estranho é um ataque! O que comprova isso também é o fato da Operação Zelotes que descobriu crime de sonegação de 20 bilhões e de repente uma grande blindagem aos sonegadores feita pela mídia e pelo Judiciário, que tornam a operação uma caçada voltada para atingir Lula e sua família. É muito estranho é a prova de que existe sim um ataque ao Brasil e a um projeto popular e soberano de nação!
      É o que eu falo, tem que quebrar o sigilo total desses investigadores da Lava Jato e do Juiz Moro eles não são intocáveis! A operação Lava Jato atinge a soberania nacional, a economia, o esta do democratico de direito e ameaça derrubar um governo eleito pelo voto da população! É muita coisa para não desconfiar desses agentes do judiciário em conluio total com a mídia de direita golpista. Os interesses geopoliticos, políticos, econômicos ultrapassam o estado Brasileiro é questão grave de ameaça a soberania nacional.

      Esse texto diz muito também:
      http://jornalggn.com.br/notici

    • República dos Bacharéis.

      Delira não. 

      O que eles (os bacharéis em direito de direita) querem é o retorno pós-moderno da República dos Bacharéis, como também foi chamada a República Velha, de antes de Vargas. Trata-se da criação de um Estado Judicial (ja existente), que a pretexto de se pautar exclusivamente pelo processo judicial, sem qualquer preocupação de justiça social ou de valorizar o extrajudicial, existe para reforçar o tradicional “estado das coisas”. E este Estado é o brasileiro, não tem nada de separatismo aí.

    • Cadeia pra Moro e fascistas do Paraná

      Por tudo isso que estou defendendo que Moro e o grupo fascista do Paraná sejam presos.

      Cometeram crimes contra o Estado Democrático de Direito e subversão contra a Soberania Nacional.

      Com apoio da mídia estimularam o ódio entre brasileiros, que pode desembocar numa guerra civil.

      São os maiores criminosos…

    • E se ninguém cortar as

      E se ninguém cortar as asinhas, entra o gringo em cena com “snippers” do alto dos prédios matando de um lado e outro para gerar a secessão. Lembram da Ucrânia?

    • Secessão

      Uirapuru, 

      Faz sentido esta sua preocupação. E eu vou além dela. Acredito que de São Paulo para baixo; São Paulo, Paraná, Sta. Cataria e Rio Grande do Sul, abraçariam esta tese de separação. Aliás, em 1932 São Paulo tentou isto camuflando o seu golpe com o nome de Revolução Constitucionalista. Até moeda fizeram. Dirão alguns que estamos abraçando a teoria da conspiração. É a forma mais fácil de calar as pessoas, pois tornam-nas alvo de ridicularização. Não havia pensado nesta sua hipótese. Ela é perfeitamente factivel de estar acontecendo por debaixo dos panos.  

    • Com serenidade, pois a raiva

      Com serenidade, pois a raiva já se dissipou, creio que deva ser considerado com seriedade a instituição do Estado de Sítio. Este é um instrumento legal, existente na Constituição Federal que existe para a defesa do Estado. O instrumento supra citado prevê o fechamento provisório do Congresso, a censura à mídia e outras ações do Executivo para manter o funcionamento da Nação sob risco de grave deturpação da ordem constituida. Não é possível que um presidente da Câmara dos Deputados sob a condição de réu perante o STF (com acusações adicionais ainda aguardando aceitação), uma oposição que inventa mil artifícios para derrubar a presidenta eleita regularmente pela população (claro golpe de estado), que uma mídia canalha chantageie juízes e até ministros do Supremo Tribunal Federal, que juízes irresponsáveis de primeira instância de uma cidade de menor importância da República, sejam capazes de destruir a civilização que arduamente construímos para o desfrute do povo brasileiro.

      Obviamente não possuo as informações que o poder dispõe para avaliar corretamente a situação. Creio que muitos brasileiros, com farda ou sem farda, já começam a se sentir inquietos com o futuro desta nação. As lembranças da Primavera Árabe, do Iraque, da Líbia e da Ucrânia são recentes e ainda ecoam em nossas lembranças. Se não as tivéssemos talvez seríamos mais inocentes, mas existe um grande confronto no mundo (o ditador da Coréia do Norte ordenou alerta máximo de suas forças nucleares) e o Brasil aderiu a um lado, lutando pela igualdade de direitos das nações.

      O jogo de desestabilização do preço do petróleo, começou com o dinheiro fácil “jogado de helicóptero” via “fracking” e tinha um alvo cuidadosamente planejado em mente. A guerra na Síria ( base naval russa de Tartus), a intervenção irresponsável da Turquia e agora se catuca com vara curta um estado adolescente, armado nuclearmente, e nas barbas da China. Tudo parece estar girando em torno de uma guerra não declarada aos BRICS. Será que temos o direito de nos iludirmos? Porque esta onda súbita de entreguismo, quando o país parecia dispor, finalmente, dos instrumentos todos para seu caminho rumo à civilização? Que grande mal nosso povo representa para a humanidade? Logo o Brasil que aprendeu a resolver seus conflitos através do diálogo e da compreenção dos outros. Onde está a ameaça representada por este povo pacífico que, no máximo, se arma para defender-se? Participamos de diversas incursões autorizadas pela ONU com galhardia e respeito às populações, cujo reconhecimento por parte da Autoridade Mundial só nos enobrece.

      Sinceramente, sinto estar vendo toda uma manipulação para nos levar à guerra civil. Se aqueles países destruídos pelos eventos acima tivessem a experiência que hoje temos deles mesmos, será que não teriam tomado medidas preventivas?

  26. Sou meio burro

        Gostaria que o Planalto, os “ministros da Casa”, em especial o chefe da Secretaria de Governo, o qual desde a recente reforma administrativa, assumiu as funções antes exercidas pelo GSI, dentre as quais cabe a segurança de ex-presidentes da republica ( cada um tem direito a 4 ), das duas uma : 1. O DPF cumpriu a obrigação de previamente avisar o Planalto da eminência da operação, ou 2. O DPF não avisou ninguem, ou talvez somente seus agentes que estivessem em SBC, deixando o Planalto na “saudade”.

         Qualquer uma das hipoteses é ruim, uma significa comprometimento do Planalto com a ação, a outra mostra a irrelevancia com a qual o DPF encara o Governo.

    • mão sei se vai ser na

      mão sei se vai ser na porrada, mas que a resistencia deve ser preparada

      rapidamente, não tenho mais nnhum dúvida.

      urgentemente!!!!

      senão entregamos o páis a esse crápulas…

  27.  
     
    Moro, covarde

     

     

    Moro, covarde golpista.

    Lula, deve começar  aa viajar  imediatamente.

    Inicie pelo norte/nordeste.

    O vestal de Curitiba tá ferido.

     

     

  28. Só o blá blá?

    Quando o Lula percebeu que era o alvo desse estafeta da Ditadura Fascista (o tal juizeco Moro), Ele reagia e prometida colocar o bloco na rua. O estafeta pusilânime recuava. Depois outro vazamento, o Lula regia. O seqüestro do Lula foi um ensaio do que esta por vir. Lula,  forças progressistas e legalistas desse país, não há mais como ficar só no blá blá. As forças progressistas e legalistas têm que colocar o bloco na rua. Esse estafeta pusilânime recuou temporariamente. Pra esse sujeitinho (Moro) a constituição é meramente uma lista de sugestões (quanto se trata de tucano a constituição e observada literalmente) e além do mais tem que justificar o prêmio concedido pelos seus patrões, os Marinho do prim-prim que tem o habito de registrar patrimônio no nome de empresas, Mas isso não vem ao caso.

  29. Mas na prisão do Santana e

    Mas na prisão do Santana e antes Dirceu ja dava para ver onde o moro e midia iam. Não tiveram a  desfaçatez de prenderem o Lula mas que queriam queriam. O Proximo passo são as olimpiadas, o jogo do PT e Dilma é usarem a atenção internacional para recuperarem a imagem do Lula que nem deve nem teme. A lava-jato escolheu seu caminho poupar a Globo em paraty para investigar pedalinhos em atibaia.

  30. Geopolítica, interesses

    Geopolítica, interesses diversos, ok.

    Mas o ponto focal ninguém fala aqui : o lula foi honesto ou desonesto ? o sítio não é dele ? o apto ? as empresas dos filhos ? São patrimônio ilícito ? Se sim, é normal ?

    Se não, cadê as contra-provas objetivas ?

     

    • Contra-provas?

      Em que mundo você está?  Na Guantanamo da presunção da culpa? Se voce sorrateiramente acusa, com perguntas, procure o Moro, e apresente as provas. Ele ficará bem feliz. Mas se não tem, leve a sua crença e o seu altar para o lugar que melhor lhes convém.

    • Inversão

      O ônus da prova é de quem acusa, não de quem se defende.

      Não digo que Lula é inocente nem que é culpado, mas não cabe a ele provar que é inocente. Como todo cidadão deste país, Lula é inocente até prova em contrário. Cabe à justica provar que é culpado.

      Você não pode inverter a ordem das coisas.

    • cabe à acusação 1
      Está invertendo, o ônus da prova cabe à acusação. O fato concreto que existe, basta consultar o cartório. Primeiro tentarm ligar o Ap a uma off-short, aí foram que iriam pegar é a Globo e mudaram o discurso. Esta mudança constante de discurso escacars a parcialidade e perseguição.
      Como não acredito em coincidências nem em bruxas (mas que elas existem, existem), entendo que a dobradinha da famosa pérola jurídica Moro-Weber poder estar assombrando este processo contra Lula – organização criminosa tem que ter um chefe, não tenho provas mas a lei me permite condenar.
      Precisamos ficar muito atentos, está mudança de discurso deve ser.levada muito a sério, pois vem aí nova aplicação do DOMÍNIO DO FATO SEM PROVAS.

    • Sai prá lá coxinha !
      Hoje

      Sai prá lá coxinha !

      Hoje aqui não tem provocação ! Vai te catar !

      Você faria a mesma indagação do Aécio, Serra, FHC e do comedor de merenda das criança ?

      Sai fora zé mané !

      É claro que se tivessem provas contra o Lula, não iriam atrás de barquinho e pedalinhos, otário.

      Coxinha além de burro, é manipulado, enganado, idiotizado e ainda de julgam esperto.

      Vai procurar sua turma.

      Vai se consolar nos braços do tio rei.

    • Bicho burro, o ônus da prova

      Bicho burro, o ônus da prova é todo seu e da gestapo do paraná assim é no mundo moderno desde a magna charta!

    • Marcelo, você não percebeu,

      Marcelo, você não percebeu, mas atravessou o Rubicão da ignorância. Mas eu vou falar o “ponto focal”, anote aí:

      O Lula foi honesto.

      O sítio não é dele.

      O apto. de SBC é dele. 

      As empresas dos filhos são dos filhos.

      Não são patrimônio ilícito.

      Tente responder você mesmo as 2 últimas questoões.

       

    • Responde a sua pergunta

      Prezado, apesar da truculência jurídica da Guantánamo do Paraná, o ônus da prova ainda é de quem acusa. O Lula não tem que provar nada, os procuradores megalomaníacos é que têm que mostrar provas de que ele cometeu algum crime. Vamos supor que eu lhe chamasse de FDP. Só supondo… Eu teria que provar que a sua mãe é p….., indicar qual puteiro ela frequenta e o mais importante, ter prova cabal de que a paguei pelo “serviço”. Antes era até difícil, mas hoje em dia tem p….. que aceita até cartão de crédito, então já dá para comprovar o pagamento. Bem… É isso aí. Ressalvo que não estou afirmando que você é um FDP, pois eu não tenho como provar, entendeu? Agora, se eu agisse como os procuradores santarrões do Paraná, eu primeiro afirmaria que você é um FDP, depois eu procuraria “um jeito” de tentar provar essa premissa. Quem sabe alguma delação premiada sob encomenda? Que tal um cliente antigo? Apesar de delação não ser prova, nessa Vaza a Jato é praticamente como se já o fosse. Peço-lhe desculpas pelo exemplo, mas é só para você ver que pimenta nos olhos dos outros é refresco, mas quando a coisa nos atinge, como a situação muda de figura, não é mesmo?

      • De fato a errata couberia ao LaMancha

        De fato a errata couberia a ele(presidente da OAB), vc tem razão, de fato a posição dele era de apoio à ILEGALIDADE, já as corporações-gambás fecham com o títere de Curitiba, a Máfia dos Bacharéis, bem como as associações de classe que os represetam são de uma podridão só, nem ligam o desconfômetro na hora de defender salário acima do teto constitucional, auxilio moradia, auxlio alimentação, auxilio transporte, auxilio-educação para todos os filhos, auxilio-paletó, e ainda tem aquele que virou secretário de Alckmin reclamando por não terem Bolsa-Miami…

        http://oglobo.globo.com/brasil/presidente-da-oab-diz-que-constituicao-nao-exclui-ninguem-de-ser-investigado-18806290

        • Os juízes federais estão

          Os juízes federais estão tendo orgasmos com Moro. Cada um imagina que pode ser o próximo. Vergonhoso. Todos com inveja do Zorro de Curitiba. Imagine dezenas de Moros por todas as Regiões. Ditadura vai parecer festinha de criança. O lado bom disso tudo foi evidenciar que os políticos, afinal, não são o que esse país tem de pior. Perto do Judiciário, o Legislativo é um Convento. Resistamos! Não passarão!

          • resiostir e organizar-se.
            o

            resiostir e organizar-se.

            o mais rápido possível…

            suas observações são sempre coerentes, cristiana…

            parabéns.

  31. O cara é tresloucado!

    Desde antes do início dessa grande novela ( quem vive mesmo de novela?) o cara mostrou quem é e suas reais intenções:

    a) desconstruir o PT;

    b) acabar com Lula;

    c) derrubar Dilma;

    d) se algo não der certo nos itens anteriores, ir para o próximo …

    e) repetir a, b, c

    Então pessoal o cara é autêntico (…) e sua ação é doentia …

    Lembrete, para os surpresos, me parece que o LN informou que há escritos do cara sobre como conduzir essas novelas, quixoxótescas, datados de 2004 (Lula estava iniciando, logo o cara tinha conhecimento das corrupções desde antes!) e, também mais emblemático, o cara é o precursor da corrupção com data de validade (só vamos investigar de 2003 para cá). Não esquecendo que Barusco em delação ratificou: corrupção vem desde 1996.

    E aí, que tal, a condução foi um aquece, para 13/03, pois o movimento estava mirrando. 

     

  32. Coragem, senhores Ministros!

    Reflitam bem que Justica  os excelentíssimos querem para todos nós, brasileiros; que papéis querem desempenhar, se o de instrumentos de forças que atentam contra o Estado de Direito ou homens com liberdade de ação e consciência,  guardões da democracia e das garantias individuais. O veredicto da História será implacável. Seja nos livros,  do presente ao futuro de nossos filhos, seja na definição do poder das instituições e atores do judiciário. Se a própria Justiça não colocar um limite ao espetáculo inconstitucional, ver-se-á cada vez mais fraca, acuada e refem daqueles aos quais cedeu o poder por covardia ou omissão. Não se deixem diminuir nem intimidar pelo terror midiático; enfrentem com virtude, coragem e responsabilidade a besta e os desafios. É o mínimo que esperamos como cidadãos brasileiros.

  33. Trara-se de uma força tarefa,
    Trara-se de uma força tarefa, composta de delegados e procuradores da República, com respaldo do PGR e do Ministro da Justiça (alô Cardoso).

    Institucionalmente sabia -se que a condução coercitiva iria resultar no acirramento dos lados em disputa.

    Ou não tiveram maturidade e responsabilidade, ou não têm competência para investigar.

    A menos que a ideia tenha sido exatamente a de provocar o tumulto no país

  34. Próximo passo é a prisão do Lula

    Não nos enganemos, eles estão muito próximos de prender o Lula e só não o fizeram (como estão fazendo com todos) é porque não tiveram culhão! Mas fizeram um teste pra ver a reação! E apesar de muita reação contrária eles também tem muitos apoios, e sabemos quem são. O importante nesse script armado e previsível é ficarmos como guardiões porque vamos ter que ir as ruas para resgatá-lo seja onde estiver! No começo vão levá-lo para lugar desconhecido então vamos ter que primeiro ocupar a Rede Globo nas suas sedes, depois vamos resgatá-lo conhecido seu paradeiro. Linguajar é da guerra porque é para ela que estamos indo. Atenção a todos, fiquemos alertas!

  35. A BANANICE E A TRAIÇÃO!

    ARTIGOS DA LEI CONTRA AS PALHAÇADAS DO MORO:

    https://www.facebook.com/democracia.direta.brasileira/photos/a.300951956707140.1073741826.300330306769305/741485049320493/?type=3&theater

    E AGORA, A BANANICE DAS ESQUERDAS VAI CONTINUAR?

    O juiz Moro agiu fora da lei, precisa ser processado, e seus bens bloqueados para indenizar quem foi prejudicado. Porque a honra das pessoas, embora não tenha preço, merece ser indenizada. Se isso não é perseguição política, o que viria a ser?

    Quanto o Lula poderia tirar de um juiz desses, durante uns 15 anos que duraria o processo? Tavez algo em torno de 2 a 3 milhões! Quanto um juiz pode receber de propina, pra cometer uma atrocidade dessas? Muito mais que isso…

    CONTRA O PSDB!

    Mas, afinal, será que as “bananas” não têm um único juiz federal de primeira instância e promotor nesse país, que possam receber e processar com o mesmo rigor as denúncias contra a globo, o Aécio, o Serra, o FHC, etc? O que estão esperando? Somente assim veríamos esses caras indo pra cadeia também…

    Vejam como juízes são cassados em países como os Estados Unidos, e porque não cometem essas palhaçadas:

    https://www.facebook.com/democracia.direta.brasileira/photos/a.300951956707140.1073741826.300330306769305/649128891889443/?type=3&theater

    No Brasil, o primeiro passo para isso seria a aprovação da

    PEC 21/2015!

    Afinal, por que nossas BANANAS DE ESQUERDA não estão exigindo a PEC 21/2015 nas ruas, com seus movimentos sociais?

    Por que será que perderam diversas cadeiras no congresso em 2014?

    É! Fica cada vez mais difícil convencer ao eleitor, que não estão fazendo parte de todo esse teatrinho pra entregar o Pré Sal…

    Por que será que viraram “FARINHA DO MESMO SACO”?

    O PSDB faz a negociata, todos os principais políticos, inclusive de esquerda, recebem um bolo multimilionário de ações da Chevron no exterior, em troca ninguém do PSDB vai pra cadeia, nem é processado, e as bananas ainda saem de vítima no teatrinho!

    A PEC 21/2015 dá ao próprio povo o direito de fazer um ABAIXO ASSINADO, e iniciar o processo de derrubada da lei que entrega o Pré Sal, no voto, ouvindo antes os melhores especialistas no assunto em horário obrigatório de cadeia nacional nas TVs…

    Por que será que as bananas não querem sua aprovação?

  36. Há duas possibilidades em

    Há duas possibilidades em jogo: ou a prisão de Lula ou o recuo da Lava Jato e operações correlatas. Não há meio termo, não há mais espaço para esse lusco-fusco de palavras amenas respaldando a perseguição.

    Nassif posso está sendo ingênuo, mas sentiram o golpe.  Pensaram que Lula iria se apresentar choroso e cabisbaixo qual uma galinha fujona e ainda tiveram que engolir as pérolas ditas por Lula sob aplausos da militância, frases como:  Tentaram acertar a cabeça da jararaca e acertaram o rabo.  Frequento o sítio de amigos, porque meus inimigos não me convidam.  Se os marinhos me convidarem para ir ao triplex deles na praia eu irei.  Não precisava de aparato policial para eu dar explicações, era só me convidar que eu iria.  A elite brasileira tem complexo de vira-latas.  Enquanto eles nem trabalhavam, a Marisa já era emprega doméstica em casa de família com onze anos de idade.  Eles (os policiais) foram muito gentis comigo, pediram desculpas e a todo momento diziam que estavam cumprindo ordens superiores. Cadê o japonês da federal para me prender, ele não veio? Agora eu vou viajar todo o país, onde tiver 4 pessoas para me ouvir eu irei.  

    Eles estão desconcertados, por essa eles não esperavam, haja vista, o tom cauteloso e lamurioso das declarações postadas  hoje. 

    Eles sabem que existe a web para se informar, eles não são mais hegemônicos. 

    p.s.  Vi na web hoje que estão conclamando o populacho para um desagravo na sede das organizações golpistas amanhã.  

  37. Brasil Pandeiro

    “Chegou a hora dessa gente bronzeada mostrar seu valor
    Eu fui à Penha, fui pedir ao Padroeiro para me ajudar
    Salve o Morro do Vintém, Pendura a saia eu quero ver
    Eu quero ver o tio Sam tocar pandeiro para o mundo sambar.”

  38. Na boa, não dá nem para

    Na boa, não dá nem para comentar nada sobre o post.

    Está do mesmo nível do post da véspera das eleições, quando o JN ficou na dúvida sobre a divulgação ou não da capa da Veja ” Eles sabiam”

    Parece que algumas pessoas influentes da Globo leram o post e refugaram.

    Espero o mesmo deste, que o juízes e procuradores, a maioria jovens, não manchem suas carreiras por questões menores, de perseguição e preconceito contra um ícone mundial.

  39. Por toda terra que passoMe
    Por toda terra que passoMe espanta tudo o que vejo(…)O olhar que prende anda soltoO olhar que solta anda preso(…)O olhar que assustaAnda mortoO olhar que avisaAnda aceso(…) O olhar mais fraco anda afoitoO olhar mais forte, indefeso(…)  

  40. Quanto a Aécio Neves não há

    Quanto a Aécio Neves não há apenas delações, há documento, como a Lista de Furnas.

    Não tenho a menor ilusão de que ele seja investigado.

    • O documentário Lista de Furnas

      Hoje eu assisti o documentário no blog Diário do Centro do Mundo.

      É estarrecedor. Uma pessoa afirma que entregou sacos de dinheiro para Aécio Neves e sua irmã e está disposta a testemunhar em juízo.

      Não há razão para o PGR Janot deixar de denunciar o Aécio.

  41. Renato Rovai:
    Neste momento, Moro deve estar analisando o cenário e o mesmo deve estar sendo feito por alguns dos procuradores da Lava Jato que colocaram como objetivo de vida prender Lula.

    Um jurista com quem conversei em off hoje me disse que se nada for feito de muito forte, Lula será preso, mesmo com evidências muito frágeis de crime, daqui a duas ou três semanas. Logo após as manifestações de 13 de março.

    O papel da Globo

    A Globo é a verdadeira operadora desta ação,

    • meu maior receio é esse

      meu maior receio é esse prognóstico aí se realizar e haver forte resistencia da população….

      portanto, é preciso organizar-se logo,para fortalecer a resistencia.

       com rapidez…

  42. A canção de Paulo Cesar

    A canção de Paulo Cesar Pinheiro & Dori Caymmi deve ser rescaldo do post sobre o último album de Renato Braz com prefácio de Luis Nassif. Com certeza Moro & Cia não atravessaram o Rubicão escutando a bela peça poética/musical. Essa turma está mais para Lobão do que qualquer coisa que possa ser considerada música.

    É uma gente árida, bitolada vivendo no seu mundinho provinciano, como diz Nassif.. Pessoas incapazes de agir com responsabilidade por falta de capacidade intelectual para  entender as consequências de suas decisões.

    Estou na  torcida para que o último parágrafo do artigo se materialize, mas isso só acontecerá se os maestros e os tribunais superiores se conscientizarem e agirem. 

    PS. As pedrinhas dos sorteios no STF devem estar com o mesmo problema do STE. O Imetro tem que fazer uma perícia urgente.

  43. Eh interessante ver os

    Eh interessante ver os ministros do stf pedindo arrego, pois o culpados de estarem eles sendo jogados a essa onda de ofensivas pessoais eh justamente Sergio Moro com seus vazamentos seletivos, e aproveitando-se de grupos criados para difundir esses ataques, como o revoltados on line ou o mbl (ou alguem acredita que esses grupos coincidentemente surgiram espontaneamente dentro desse contexto de disseminaçao de boatos?).

    logo, qm tinha q podar as asas do sergio moro era o stf, nao para resguardar o lula, o pt e etc, mas para se resguardarem. Como aceitam ser escravos da opiniao publica que eh direcionada para iss atraves de vazamentos e opinioes da imprensa? Tb nao acho que a imprensa entendeu esse papel dela espontaneamente, foi conversado e o sergio moro tem grande influencia nisso.

    Entao, se os ministro se sentem podados em sua liberdade de decidir, ela tem um culpado claro.

     

     

    mais a mais, manifestaçoes na venezuela com black blocs e aqui no brasil… Ex presidente com grande apelo popular sendo caçado pela justiça aqui e na argentina. O pai de todos (eua) nao eh um santo, sao eles organizando pelo menos essas ideias.

     

    sobre a Cristina, vejam q coincidencia: http://brasil.elpais.com/m/brasil/2016/03/02/internacional/1456939591_188345.html

  44. O novo chegou. Mais uma vez chama-se Lula
    De Lula :

    “Eu, sinceramente, já passei por muitas coisas na vida, não sou de guardar mágoas, mas nosso País não pode continuar amedrontado. Não pode ver um juiz que ganhou premio da rede Globo, da revista Veja, e depois ter que prestar contas(…). “

  45. E Pontes de Miranda

    O jurista mais citado no Supremo Tribunal Federal já dizia que: existe a Justiça, e existe a justiça do Paraná.

  46. Wikipedia dando uma força pro Nassif

    Rubicão (em latim Rubico; em italiano Rubicone) é um pequeno rio do nordeste da Península Itálica. Na época romana, corria para o Mar Adriáticoentre Arímino (atual Rimini) e Cesena. A identidade moderna do rio é discutida, mas as evidências sugerem correta a atual identificação com o rio Fiumicino, na Província de Forlì-Cesena.

    O rio ficou conhecido pelo fato de que o direito romano no período daRepública proibia qualquer general romano de atravessá-lo acompanhado de suas tropas, retornando de campanhas ao norte de Roma.

    Tal medida visava a impedir que os generais manobrassem grandes contingentes de tropas no núcleo do Império Romano, evitando riscos à estabilidade do poder central. O curso d´água marcava então a divisão entre aprovíncia da Gália Cisalpina e o território da cidade de Roma (posteriormente, a província da Itália).

    Quando Júlio César atravessou o Rubicão, em 49 a.C., presumivelmente em10 de janeiro do calendário romano, em perseguição a Pompeu, violou a lei e tornou inevitável o conflito armado. Segundo Suetônio, César teria então proferido a famosa frase Alea jacta est (“a sorte está lançada” ou “os dados estão lançados”). O mesmo autor também descreve como César parecia indeciso ao se aproximar do rio e atribui a decisão de atravessar a uma aparição sobrenatural.

    A frase “atravessar o Rubicão” passou a ser usada para referir-se a qualquer pessoa que tome uma decisão arriscada de maneira irrevogável, sem volta.

    O escritor brasileiro Machado de Assis (18391908) cita a expressão em seu romance Helena, quando a personagem Estácio decide pedir a noiva Eugênia em casamento:

    “Transposto o Rubicon, não havia mais que caminhar direito à cidade eterna do matrimônio.” — Estácio, Helena..

     

  47. Wikipedia dando uma força pro Nassif

    Rubicão (em latim Rubico; em italiano Rubicone) é um pequeno rio do nordeste da Península Itálica. Na época romana, corria para o Mar Adriáticoentre Arímino (atual Rimini) e Cesena. A identidade moderna do rio é discutida, mas as evidências sugerem correta a atual identificação com o rio Fiumicino, na Província de Forlì-Cesena.

    O rio ficou conhecido pelo fato de que o direito romano no período daRepública proibia qualquer general romano de atravessá-lo acompanhado de suas tropas, retornando de campanhas ao norte de Roma.

    Tal medida visava a impedir que os generais manobrassem grandes contingentes de tropas no núcleo do Império Romano, evitando riscos à estabilidade do poder central. O curso d´água marcava então a divisão entre aprovíncia da Gália Cisalpina e o território da cidade de Roma (posteriormente, a província da Itália).

    Quando Júlio César atravessou o Rubicão, em 49 a.C., presumivelmente em10 de janeiro do calendário romano, em perseguição a Pompeu, violou a lei e tornou inevitável o conflito armado. Segundo Suetônio, César teria então proferido a famosa frase Alea jacta est (“a sorte está lançada” ou “os dados estão lançados”). O mesmo autor também descreve como César parecia indeciso ao se aproximar do rio e atribui a decisão de atravessar a uma aparição sobrenatural.

    A frase “atravessar o Rubicão” passou a ser usada para referir-se a qualquer pessoa que tome uma decisão arriscada de maneira irrevogável, sem volta.

    O escritor brasileiro Machado de Assis (18391908) cita a expressão em seu romance Helena, quando a personagem Estácio decide pedir a noiva Eugênia em casamento:

    “Transposto o Rubicon, não havia mais que caminhar direito à cidade eterna do matrimônio.” — Estácio, Helena..

     

  48. Se um dos ministros do
    Se um dos ministros do Supremo está inibido é porque não é figura de referência nem deveria estar na Corte.
    O que dizer de um general que fica “inibido” quando houve o som dos canhões a distância?

  49. Rodrigo Vianna parte para a briga
    “Há, nesse momento, uma tentativa de criminalizar e expurgar da vida institucional todo um campo político, que representa algo entre 25% e 40% do povo brasileiro. Esse campo vai para a briga. Na rua, se preciso. Não haverá golpe pelo telefone, nem pelo facebook ou pela tela da Globo.

    A reação foi importante. E será necessário manter a mobilização nas próximas semanas, porque Moro é um homem traiçoeiro. Ele vai seguir adiante, até porque conta com cobertura midiática. Por isso, em minha modesta opinião, a Globo deveria ser o alvo de toda reação. A Globo é o centro do golpe!”

  50. Moro é só um empregado do

    Moro é só um empregado do golpe, assim como o ministério público e a polícia federal são os jagunços

    o golpe tem nome: globo

  51. Indignação

    O Brasil não leva sorte quando chega alguém com o nome de FERNANDO em alguma posiçao sensível do Poder.

    Vejamos:

    Fernando Collor:

    Primeio a rede globo o fez Presidente da República; Depois, brigou com a globo. Aí a globo   colocou na cabeça do povo que Collor era um corrupto. Que tinha se corrompido por causa de uma “fiat elba”, carro meia boca daquela época.

    Resultado, a globo demitiu esse empregado.

    Depois, foi a vez do preguiçoso fernando henrique. Aquele da  famosa frase: ” Estamos no limite da irresponsabilidade “.

    Como se irreponsabilidade tivesse limite…

    Mas, apoiado pela globo, martirizou o Brasil por dois mandatos.

    Agora, vem sérgio fernando moro. Pelo julgamento que faço das suas atitudes, um sujeito totalmente inconsequente,

    praticando a “política de terra arasada”, como se não existisse amanhã.

    Ainda tem um procuradorzinho, também com fernando no nome.

    Que Deus nos proteja desse nome em cargos de decisão!!!!!!!

  52. Indignação

    O Brasil não leva sorte quando chega alguém com o nome de FERNANDO em alguma posiçao sensível do Poder.

    Vejamos:

    Fernando Collor:

    Primeio a rede globo o fez Presidente da República; Depois, brigou com a globo. Aí a globo   colocou na cabeça do povo que Collor era um corrupto. Que tinha se corrompido por causa de uma “fiat elba”, carro meia boca daquela época.

    Resultado, a globo demitiu esse empregado.

    Depois, foi a vez do preguiçoso fernando henrique. Aquele da  famosa frase: ” Estamos no limite da irresponsabilidade “.

    Como se irreponsabilidade tivesse limite…

    Mas, apoiado pela globo, martirizou o Brasil por dois mandatos.

    Agora, vem sérgio fernando moro. Pelo julgamento que faço das suas atitudes, um sujeito totalmente inconsequente,

    praticando a “política de terra arasada”, como se não existisse amanhã.

    Ainda tem um procuradorzinho, também com fernando no nome.

    Que Deus nos proteja desse nome em cargos de decisão!!!!!!!

  53. Rodrigo Vianna não se acovarda :
    “Hoje, vi Aécio pedindo ao PT “serenidade” no twitter.

    Não, senador, não haverá serenidade.

    Moro/Globo/PSDB cruzaram a fronteira da legalidade. Agora, segurem a onda.

    Aécio e seus parceiros sonhavam com um golpe em que tudo se resolveria na tela da Globo. Sabe assim, tipo videogame?

    Perdeu, playboy. Se quiser dar o golpe, terá que ir além do Leblon. Vai haver resistência nas ruas.”

  54. Nassif,
    Não espere nada das
    Nassif,
    Não espere nada das entidades de representação de juízes federais e procuradores. A estrutura e finalidade de ambas são as mesmas de qualquer sindicato de classe. Elas vão defender seus associados até o inferno, não importa o preço a ser pago.

  55. Maria Carolina Trevisan parte para o ataque :
    “A atitude arbitrária do juiz, com reforço da mídia, acabou por expor a própria população a um limbo em que não se reconhece nem a Justiça e nem a verdade (que seria o propósito da fase de investigações apelidada de “aletheia”, ou “busca da verdade”, na versão heidggeriana da palavra). E daí para aprofundar as vertentes fascistas da nossa elite, não falta nada.”

  56. “… o Judiciário deve julgar

    “… o Judiciário deve julgar com base em critérios jurídicos, e não com o propósito de agradar as maiorias. Juízes são investidos em seus cargos para aplicar o direito posto, e não para legislar livremente. A possibilidade de reconduzir as decisões judiciais a dispositivos normativos é, portanto, uma condição indispensável para a legitimidade da atuação jurisdicional. O juiz que abandona essa vinculação ingressa em uma seara propriamente política e, com isso, perde a sua relativa blindagem institucional. Vale dizer: se o direito for percebido como fachada para a ação política, ainda que bem intencionada, é compreensível que a sociedade deixe de encarar as decisões judiciais como interpretação razoável das regras estabelecidas, passando a tratá-las como mera expressão das preferências do julgador.”

    http://www.conjur.com.br/2014-set-11/eduardo-mendonca-juiz-sim-permeavel-opiniao-publica 

  57. As figuras referenciais no

    As figuras referenciais no STF (nem sabia que ainda existiam!) deviam se lembrar que a mídia velha ainda tem força, mas anda um tanto desacreditada, de tanto que abusou de invenções, mentiras, incoerências. Portanto, não deviam ter medo de manchetes escandalosas e agressivas e buscar colocar a vaza jato nos trilhos. Ninguém aguenta mais essa palhaçada sem fim. Na enésima fase sem conseguir trazaer nada de bom para o país. Só destruição de credibilidade das instituições, de empregos, de empresas. 

  58. História antiga

    Este tribunal de exceção que se formou, é algo muito antigo na história da humanidade. Só pra lembrar, quando Cristo foi preso, não havia uma única prova contra ele, só a delação de Judas, mais nada.

    E mesmo assim, Cristo foi preso, crucificado e morto.

    Quando policiais se lançam a uma investigação, tem de ter um comando uma disciplina, pois não sabem quando parar. em qualquer parte do mundo é assim.

    Acreditar que tribunais de exceção não existem, é uma ingenuidade que beira a infantilidade.Por isto mesmo que a Constituição de 88 previa a nomeação de Procurador Geral da República fiel ao Presidente que o nomeou, e de Ministros da suprema Corte fieis ao Presidente que os nomeou, e de uma Polícia federal disciplinada e hierarquicamente subordinada ao presidente em exercício. Mas Lula ignorou tudo isto, achou que era o super homem, que só a sua popularidade bastaria para protegê-lo.

    Lembrando o caso de Collor, que foi processado por corrupção, e inocentado, pois seu nomeado no STJ era-lhe fiel, e protegeu-o.

     

    Lula fez nomeações Republicanistas. Brincou de roleta russa, e perdeu. Agora não adianta muito reclamar, a Inês é morta.

     

  59. Lula já ganhou a parada

    Lula já ganhou a parada .

    Soube que o clima no Rede é de um racha irreversível .Quem ficar a favor deste judiciário perderá o apoio popular .

    Anotem e me cobrem .

     

  60. “… o Judiciário deve julgar

    “… o Judiciário deve julgar com base em critérios jurídicos, e não com o propósito de agradar as maiorias. Juízes são investidos em seus cargos para aplicar o direito posto, e não para legislar livremente. A possibilidade de reconduzir as decisões judiciais a dispositivos normativos é, portanto, uma condição indispensável para a legitimidade da atuação jurisdicional. O juiz que abandona essa vinculação ingressa em uma seara propriamente política e, com isso, perde a sua relativa blindagem institucional. Vale dizer: se o direito for percebido como fachada para a ação política, ainda que bem intencionada, é compreensível que a sociedade deixe de encarar as decisões judiciais como interpretação razoável das regras estabelecidas, passando a tratá-las como mera expressão das preferências do julgador.”

    http://www.conjur.com.br/2014-set-11/eduardo-mendonca-juiz-sim-permeavel-opiniao-publica 

  61. .agora estão me levando (2)

    -> “A nota de Moro mostra que não se trata de um tresloucado, mas apenas de um sem-noção.”

    após seu rompimento com o PCB em 1939, Carlos Lacerda tornou-se um canibal político dedicado obstinadamente a pavimentar via golpismo e entreguismo seu caminho até a Presidência da República.

    muito embora grande parte dos militares apoiadores do golpe de 1964 fossem lacerdistas de carteirinha, Lacerda é preso e cassado pela Ditadura Civil-Militar em 30/12/1968.

    após décadas conspirando junto com os setores militares anti Povo e anti Nação, o canibal Lacerda é devorado justamente por aqueles que supunha serem seus mais poderosos aliados. o coveiro da Democracia acabou enterrado pelo AI-5 com o que então ainda restava dela.

    as circunstâncias de sua morte em 1977, assim como a de Jango e JK, até hoje não foram completamente elucidadas.

    tresloucado, sem-noção, inocente útil, oportunista, arrivista, pouco importa, todos eles também serão enterrados junto com a Democracia, da qual se apresentam como paladinos.  

    por toda terra que passo, me revolta tudo o que vejo. a morte tece seu fio de vida feita ao avesso. o mundo todo marcado a ferro, fogo e desprezo. a cera da vela queimando, o homem fazendo o seu preço. a morte que a vida anda armando. a vida que a morte anda tendo. é hora. eu vou. por que não?

    .

  62. “… o Judiciário deve julgar

    “… o Judiciário deve julgar com base em critérios jurídicos, e não com o propósito de agradar as maiorias. Juízes são investidos em seus cargos para aplicar o direito posto, e não para legislar livremente. A possibilidade de reconduzir as decisões judiciais a dispositivos normativos é, portanto, uma condição indispensável para a legitimidade da atuação jurisdicional. O juiz que abandona essa vinculação ingressa em uma seara propriamente política e, com isso, perde a sua relativa blindagem institucional. Vale dizer: se o direito for percebido como fachada para a ação política, ainda que bem intencionada, é compreensível que a sociedade deixe de encarar as decisões judiciais como interpretação razoável das regras estabelecidas, passando a tratá-las como mera expressão das preferências do julgador.”

    http://www.conjur.com.br/2014-set-11/eduardo-mendonca-juiz-sim-permeavel-opiniao-publica 

  63. lava-jato – ação política com todas as más intenções imaginadas.

    ” Juízes são investidos em seus cargos para aplicar o direito posto, e não para legislar livremente. A possibilidade de reconduzir as decisões judiciais a dispositivos normativos é, portanto, uma condição indispensável para a legitimidade da atuação jurisdicional. O juiz que abandona essa vinculação ingressa em uma seara propriamente política e, com isso, perde a sua relativa blindagem institucional. Vale dizer: se o direito for percebido como fachada para a ação política, ainda que bem intencionada, é compreensível que a sociedade deixe de encarar as decisões judiciais como interpretação razoável das regras estabelecidas, passando a tratá-las como mera expressão das preferências do julgador.”

    http://www.conjur.com.br/2014-set-11/eduardo-mendonca-juiz-sim-permeavel-opiniao-publica 

  64. Judiciário

    Esperar alguma isenção das entidades de classe do judiciário brasileiro e pura inocencia. O nosso judicário e nojento, feito por hopócritas, falsos moralistas que se apropriam do direito em benéficio próprio via carteiradas. A maioria canalhas e os bem intencionados são frouxos pois, as arbitrariedades praticadas por Moro e sua Trupe são muito claras e nenhum até agora teve a coragem ou a dignidade de peitar, STF de merda.

  65. “O Instituto Vox Populi foi o

    “O Instituto Vox Populi foi o primeiro a medir o impacto da operação deflagrada pelo juiz Sergio Moro contra o ex-presidente Lula nesta sexta-feira.

    Com mais de 15 mil questionários válidos, a pesquisa comprova que o efeito foi contrário ao desejado pela Globo e pelos demais meios de comunicação engajados na destruição de Lula.

    Nada menos que 56% desaprovaram a inclusão de Lula na Lava Jato e 43% desaprovaram a conduta de Moro (mais do que os 34% que aprovam).

    Além disso, 65% viram exagero na condução coercitiva e 57% disseram acreditar na palavra de Lula.

    Para completar no dia de ontem, nada menos que 63% dos entrevistados disseram ter visto a entrevista de Lula na sede do PT. Os dados mostram que ainda não mataram o “jararaca”.”

  66. A dominação das massas

    <p><b><font size=”5″>As regras de ouro da dominação das massas<br>
    </font></b><font size=”2″>O uso da propaganda como meio de domínio das massas<br>
    Trechos extraídos do “Mein Kamft” de Adolf Hitler.</font></p>
    <p><b>A propaganda deve ser popular<br>
    </b>A quem a propaganda precisa ser dirigida? Aos intelectuais ou às massas
    sensibilizadas? Em minha opinião, ela deve se dirigir somente às massas… A
    propaganda deve ser popular, isto é, desenvolvida a um nível de compreensão de
    maneira a ser acolhida pelos mais humildes daqueles a quem se dirige.
    Consequentemente, seu nível espiritual será tão menos elevado quanto maior for a
    massa que se quer envolver.</p>
    <p><b>Encontrar o caminho do coração das grandes massas<br>
    </b>A arte da propaganda baseia-se em uma técnica fundamental: encontrar o
    caminho do coração das grandes massas, compreender e exprimir seu mundo,
    representar seus sentimentos… O modo de sentir do povo não é tortuoso, mas
    simples e elementar. Faltam neste delicadas nuances ou articulações complexas, o
    esquema de interpretação do mundo só tem dois polos: positivo ou negativo,
    verdadeiro ou falso, justo ou injusto, bem ou mal.</p>
    <p><b>Exercitar a influência do patrão<br>
    </b>A massa é como as mulheres: sua sensibilidade não é influenciada por
    argumentos de natureza abstrata, mas antes por uma vaga e sentimental nostalgia
    por algo forte que as complete; deste modo, estão muito mais dispostas a
    enfrentar a violência do forte do que exercê-la sobre o fraco. Assim a massa se
    verga mais facilmente diante da violência do patrão do que diante dos pedidos do
    pregador.</p>
    <p><b>Calcular com precisão as fraquezas humanas<br>
    </b>É necessário conquistar com astúcia e prudência uma posição após a outra.
    Todos os meios são válidos, das chantagens secretas aos próprios roubos…
    Trata-se de saber calcular com precisão as fraquezas humanas: esta tática levará
    sempre à vitória, até o momento em que o adversário não estiver mais em
    condições de responder com as mesmas armas venenosas.</p>
    <p><b>Entregar-se às grandes mentiras<br>
    </b>Pode ser que o povo seja corrupto, até as mais recônditas entranhas de seu
    sentimento, mas jamais ele é conscientemente mau. É, portanto, muito mais fácil
    envolvê-lo numa grande mentira do que numa pequena, justamente pela simplicidade
    de seu modo de mentir. De fato, também a massa é frequentemente mentirosa nas
    pequenas coisas, mas certamente se envergonharia em sê-lo nas importantes. Se a
    mentira for de proporções exageradas, nem passará pelas cabeças das pessoas ser
    possível arquitetar uma tão profunda falsificação da verdade…</p>
    <p><b>Limitar-se a pouquíssimos pontos<br>
    </b>As grandes massas têm uma capacidade de recepção muito limitada, uma
    inteligência modesta, uma memória fraca. Para que uma propaganda seja eficiente,
    deve basear-se, pois, sobre pouquíssimos pontos, repetidos incessantemente, até
    o homem mais rude ser induzido e repeti-los continuamente a fim de imprimi-los
    no íntimo de sua consciência inocente.</p>
    <p><b>Mostrar que o inimigo é sempre o mesmo<br>
    </b>É dever do líder político mostrar que mesmo os mais diversos inimigos
    pertencem a uma única categoria: individualizar mais de um adversário pode, de
    fato, provocar nas massas, inseguras e perplexas, discussões e dúvidas sobre a
    justeza de seu direito… Não se deve hesitar em desencadear sobre o adversário
    um fogo contínuo de mentiras e calúnias, até provocar um estado de histeria
    coletivo: neste ponto, para obter de novo a paz, o povo estará disposto a
    sacrificar a vítima escolhida.</p>
     

  67. Nassif,
    O ex-delegado da

    Nassif,

    O ex-delegado da Polícia Federal foi exonerado ( demitido) porque vazou várias informações para o mesmo Jornal Nacional, acerca da famosa operação Satiagraha. 

     

    Por que agora o próprio juiz Moro e a PGR  vazam tudo e ninguém dá um piu? 

    Se usar a mesma regua da Satiagraha, a Lava Jato também deve ser anulada.

  68. Nassif,
    O ex-delegado da

    Nassif,

    O ex-delegado da Polícia Federal foi exonerado ( demitido) porque vazou várias informações para o mesmo Jornal Nacional, acerca da famosa operação Satiagraha. 

     

    Por que agora o próprio juiz Moro e a PGR  vazam tudo e ninguém dá um piu? 

    Se usar a mesma regua da Satiagraha, a Lava Jato também deve ser anulada.

  69. JN, hoje, sábado,

    JN, hoje, sábado, justificativa de Moro sobre sequestro de 

    Lula é que ele realizou 104 outras e ninguém se manifestou. Outros 104 sequestros?

    MORO 105 VEZES FORA DA LEI!

  70. JN, hoje, sábado,

    JN, hoje, sábado, justificativa de Moro sobre sequestro de 

    Lula é que ele realizou 104 outras e ninguém se manifestou. Outros 104 sequestros?

    MORO 105 VEZES FORA DA LEI!

    • Então esse juiz deve ser

      Então esse juiz deve ser afastado imediata ente do seu cargo pois é um completo analfabeto jurídico, não sabe nem  o beaba. E se sabia cometeu 105 crimes. Ele sabia ou não sabia?

  71. A dominação das massas
    As regras de ouro da dominação das massas
    O uso da propaganda como meio de domínio das massas
    Trechos extraídos do “Mein Kamft” de Adolf Hitler.

    A propaganda deve ser popular
    A quem a propaganda precisa ser dirigida? Aos intelectuais ou às massas sensibilizadas? Em minha opinião, ela deve se dirigir somente às massas… A propaganda deve ser popular, isto é, desenvolvida a um nível de compreensão de maneira a ser acolhida pelos mais humildes daqueles a quem se dirige. Consequentemente, seu nível espiritual será tão menos elevado quanto maior for a massa que se quer envolver.

    Encontrar o caminho do coração das grandes massas
    A arte da propaganda baseia-se em uma técnica fundamental: encontrar o caminho do coração das grandes massas, compreender e exprimir seu mundo, representar seus sentimentos… O modo de sentir do povo não é tortuoso, mas simples e elementar. Faltam neste delicadas nuances ou articulações complexas, o esquema de interpretação do mundo só tem dois polos: positivo ou negativo, verdadeiro ou falso, justo ou injusto, bem ou mal.

    Exercitar a influência do patrão
    A massa é como as mulheres: sua sensibilidade não é influenciada por argumentos de natureza abstrata, mas antes por uma vaga e sentimental nostalgia por algo forte que as complete; deste modo, estão muito mais dispostas a enfrentar a violência do forte do que exercê-la sobre o fraco. Assim a massa se verga mais facilmente diante da violência do patrão do que diante dos pedidos do pregador.

    Calcular com precisão as fraquezas humanas
    É necessário conquistar com astúcia e prudência uma posição após a outra. Todos os meios são válidos, das chantagens secretas aos próprios roubos… Trata-se de saber calcular com precisão as fraquezas humanas: esta tática levará sempre à vitória, até o momento em que o adversário não estiver mais em condições de responder com as mesmas armas venenosas.

    Entregar-se às grandes mentiras
    Pode ser que o povo seja corrupto, até as mais recônditas entranhas de seu sentimento, mas jamais ele é conscientemente mau. É, portanto, muito mais fácil envolvê-lo numa grande mentira do que numa pequena, justamente pela simplicidade de seu modo de mentir. De fato, também a massa é frequentemente mentirosa nas pequenas coisas, mas certamente se envergonharia em sê-lo nas importantes. Se a mentira for de proporções exageradas, nem passará pelas cabeças das pessoas ser possível arquitetar uma tão profunda falsificação da verdade…

    Limitar-se a pouquíssimos pontos
    As grandes massas têm uma capacidade de recepção muito limitada, uma inteligência modesta, uma memória fraca. Para que uma propaganda seja eficiente, deve basear-se, pois, sobre pouquíssimos pontos, repetidos incessantemente, até o homem mais rude ser induzido e repeti-los continuamente a fim de imprimi-los no íntimo de sua consciência inocente.

    Mostrar que o inimigo é sempre o mesmo
    É dever do líder político mostrar que mesmo os mais diversos inimigos pertencem a uma única categoria: individualizar mais de um adversário pode, de fato, provocar nas massas, inseguras e perplexas, discussões e dúvidas sobre a justeza de seu direito… Não se deve hesitar em desencadear sobre o adversário um fogo contínuo de mentiras e calúnias, até provocar um estado de histeria coletivo: neste ponto, para obter de novo a paz, o povo estará disposto a sacrificar a vítima escolhida.

  72. Senhores, a coisa está

    Senhores, a coisa está ficando feia, sexta-feira fui confrontado por um colega de trabalho no momento em que o Lula estava sendo levado coercitivamente, o sujeito de olhos esbugalhados, se dirigiu a mim sem nenhuma razão dizendo que eu estava nervoso por causa do LULA e disse que eu era ‘o maior petista da repartição” sendo que eu jamais discuti política com essa figura e evito tratar de política no trabalho, o sujeito estava raivosamente eufórico e só não me atacou mais porque não dei trela para ele, dei-lhe as contas e fui cuidar dos meus afazeres.

    • Um colega se jactava na sexta
      Um colega se jactava na sexta de manhã no meu trabalho.
      O semblante de prazer e satisfação era indisfarçável.

      Porém tal semblante já mudou no período da tarde, e ele bradava: vão fazer ele de vítima.

      Tal comportamento foi tão bizarro quanto ao quase choro que imperou no escritório em 27 de Outubro de 2014.

  73. Nassif,
    A Globo mostra no

    Nassif,

    A Globo mostra no jornal nacional o triplex de guarujá como se fosse do Lula, mas até os parvos já tomaram conhecimento que esse triplex pertence a uma empresa criada em paraíso fiscal, no Panamá, a mesma que está registrada em vários documentos públicos como proprietária do irregular triplex dos Marinhos – donos da Globo, uma concessão pública. 

    Se o arco da lava jato também visa combater os crimes financeiros, então por que a lava jato não partiu pra cima dessa Mossack? 

    Pois está muito fácil de descobrir quem é o verdadeiro proprietário do modesto apartamento do guarujá, se ele está cadastrado formalmente em nome desta empresa”off shore”, a mesma usada pelos donos da Globo. 

     

     

  74.  
    Nassif, 
    Por acaso você foi

     

    Nassif, 

    Por acaso você foi intimidado pelos donos da Globlo, por causa do triplex de Parati, cuja propriedade está em nome da ume empresa criada em paraíso fiscal?

     

  75. A questão toda Nassf

    passava, ou ainda passa, pela crença de Sérgio Moro, Bonner (e os outros e outras capangas dos Marinhos), Cunha, Aécio e o resto da banda tresloucada da direita e extrema direita, de que a mídia bandida (com destaque ai para a Vênus Platinada) ainda domina e direciona o coração e as mentes de 95% do povo brasileiro; Moro talvez tenha sido (nesse ponto) afoito demais, ousado demais e a única coisa que conseguiu foi reunificar o campo de esquerda e reacender em Luis Inácio a chama da luta permanente; ou foi isso ou foi realmente um passo calculado na direção do golpe final: a prisão de Lula e o sitiamento de Dilma no Planalto.

    Mas vendo manifestações de pessoas próximas a mim aqui no trabalho, pessoas que não são “petralhas” ou radicais de esquerda, penso que o juíz personalidade do ano deu mesmo foi com os burros n’água, tanto que tá querendo tirar o corpo fora da lambança que fizeram, tanto que um dos gurus dele, Aécio Neves, está se valendo de redes sociais para pedir “serenidade” e “senso de democracia e tolerância” ao PT… será que desistiu de ir nas micaretas do dia 13?

    Aguardemos.

  76. Duas coisas

    Primeiro parte-se da premissa de que Lula é inocente, e portanto não pode ser investigado.

    Aparentemente, estaria acima de qualquer suspeita.

    E se aparecerem contas na Suíça daqui a alguns dias ?

    Ninguém acredita que o MPF e a PF só sabem do sítio e do triplex e mais, que vieram a saber deles pela imprensa.

    Segundo,  de que adianta as prerrogativas do MPF se ele não pode investigar quem chega a Presidência da República ? Então melhor que se as retire mesmo.

    • Você é um analfabeto político.

      A premissa é de que todos são inocentes salvo prova em contrário. Prova não é delação premiada, não é notinha em revista, não é manchete em jornal nem carnaval em noticiários televisivos. E quem acusa tem de provar. Não é o acusado que tem de provar sua inocência. Isso é uma premissa do Estado Democrático de Direito. A presunção da inocência.

      Não se condena – a não ser em tribunais de exceção – “porque a literatura me permite”. Isso não existe em democracias. Só em republiquetas dominadas por um judiciário carcomido e partidarizado é que se escolhe um culpado, para depois ficar meses – senão anos – atrás de um possivel crime.

      Ninguém está acima de suspeita. A não ser que seja tucano ou aliado. Neste caso, tem carta branca para mandar construir aeroporto com dinheiro público em terreno pertencente à própria família, desviar recursos da merenda escolar, transportar 450 kg de pasta-base de cocaína em helicóptero, comprar votos de parlamentares, para aprovar emenda de reeleição, bancar o silêncio da amante e do filho no exterior por mais de dez anos usando como intermediária uma offshore de empresa detentora de monopólio de lojas de free shop e o maior grupo de mídia do país, etc.

      Já apareceram contas na Suíça de milhares de brasileiros da casa grande. Até agora, não há uma única movimentação por parte do MP e/ou da RF. Por que será? Já apareceu também um triplex no Guarujá só que pertencente a uma offshore que também tem relações com a família Marinho e a Brasif (a ex-dona das lojas francas que pagava uma mesada para a ex-amante do FHC). Assim que foi descoberta a conexão com a família Marinho (Paraty House), os representantes da dita offshore que foram presos em flagrante destruindo documentos, foram soltos a mando do Mussolini de Curitiba.

      O FHC usa um apartamento em Paris, no endereço mais caro da cidade (Avenue Foch). Segundo consta, ele pertence a um amigo do ex-presidente. Alguma vez o MPF, a PF ou a imprensa golpista fez o circo que está fazendo com o Lula por conta do sítio que pertence a um amigo dele?

      Repito: você é um analfabeto político. Escrever as bobagens que você está escrevendo só depõe contra você. Sugiro que leia a Constituição, para ver se aprende alguma coisa de útil.

  77. Em nota agressiva o MPF

    Em nota agressiva o MPF atribui à defesa de Lula a condução coercitiva, diz que apenas agora ocorreram protestos e contestações sobre a legalidade das ações da PF por ser Lula Ex -Presidente, rebate a opinião majoritária de juristas de todo o país sobre a ilegalidade do procedimento que atingiu Lula, justifica a condução coercitiva com base nas ações do MP/SP (outro processo), criminaliza o Habeas Corpus impetrado pela defesa do ex – Presidente e emite pré-julgamento sobre os ganhos de Lula como palestrante, acusando-o de receber dinheiro da Petrobrás. Além disso erra no uso de acento circunflexo (…a força-tarefa da Procuradoria da República em Curitiba vêm (SIC) esclarecer…)

    Leia a nota do MPF:

    “Nota de esclarecimento da força-tarefa Lava Jato do MPF em Curitiba
     
    Após a deflagração da 24ª fase da Operação Lava Jato na última quinta-feira, dia 3 de março de 2016, instalou-se falsa controvérsia sobre a natureza e circunstâncias da condução coercitiva do senhor Luiz Inácio Lula da Silva, motivo pelo qual a força-tarefa da Procuradoria da República em Curitiba vêm esclarecer:
     
    1. Houve, no âmbito das 24 fases da operação Lava Jato (desde, portanto, março de 2014), cerca de 117 mandados de condução coercitiva determinados pelo Juízo da 13ª Vara Federal de Curitiba.
     
    2. Apenas nesta última fase e em relação a apenas uma das conduções coercitivas determinadas, a do senhor Luiz Inácio Lula da Silva, houve a manifestação de algumas opiniões contrárias à legalidade e constitucionalidade dessa medida, bem como de sua conveniência e oportunidade.
     
    3. Considerando que em outros 116 mandados de condução coercitiva não houve tal clamor, conclui-se que esses críticos insurgem-se não contra o instituto da condução coercitiva em si, mas sim pela condução coercitiva de um ex-presidente da República.
     
    4.  Assim, apesar de todo respeito que o senhor Luiz Inácio Lula da Silva merece, esse respeito é-lhe devido na exata medida do respeito que se deve a qualquer outro cidadão brasileiro, pois hoje não é ele titular de nenhuma prerrogativa que o torne imune a ser investigado na operação Lava Jato.
     
    5. No que tange à suposta crítica doutrinária, o instituto da condução coercitiva baseia-se na lei processual penal (cf. Código de Processo Penal, arts. 218, 201, 260 e 278 respectivamente e especialmente o poder geral de cautela do magistrado) e sua prática tem sido endossada pelos tribunais pátrios.
     
    6. Nesse sentido, a própria Suprema Corte brasileira já reconheceu a regularidade da condução coercitiva em investigações policiais (HC 107644) e tem entendido que é obrigatório o comparecimento de testemunhas e investigados perante Comissões Parlamentares de Inquérito, uma vez garantido o seu direito ao silêncio (HC 96.981).
     
    7. Trata-se de medida cautelar muito menos gravosa que a prisão temporária e visa atender diversas finalidades úteis para a investigação, como garantir a segurança do investigado e da sociedade, evitar a dissipação de provas ou o tumulto na sua colheita, além de propiciar uma oportunidade segura para um possível depoimento, dentre outras.
     
    8. Superada essas questões, há que se afirmar a necessidade e conveniência da medida.
     
    9. É notório que, desde o início deste ano, houve incremento na polarização política que vive o país, com indicativos de que grupos organizados, com tendências políticas diversas, articulavam manifestações em favor de seu viés ideológico, especialmente se alguma medida jurídica fosse tomada contra o senhor Luiz Inácio Lula da Silva.
     
    10. Esse fato tornou-se evidente durante o episódio da intimação do senhor Luiz Inácio Lula da Silva para ser ouvido pelo Ministério Público de São Paulo em investigação sobre desvios ocorridos na Bancoop.
     
    11. Após ser intimado e ter tentado diversas medidas para protelar esse depoimento, incluindo inclusive um habeas corpus perante o TJSP, o senhor Luiz Inácio Lula da Silva manifestou sua recusa em comparecer.
     
    12. Nesse mesmo HC, o senhor Luiz Inácio Lula da Silva informa que o agendamento da oitiva do ex-presidente poderia gerar um “grande risco de manifestações e confrontos”.
     
    13. Assim, para a segurança pública, para a segurança das próprias equipes de agentes públicos e, especialmente, para a segurança do próprio senhor Luiz Inácio Lula da Silva, além da necessidade de serem realizadas as oitivas simultaneamente, a fim de evitar a coordenação de versões, é que foi determinada sua condução coercitiva.
     
    14. Nesse sentir, apesar de lamentarmos os incidentes ocorridos, poucos, felizmente, mas que, por si só, confirmam a necessidade da cautela, há que se consignar o sucesso da 24ª fase, não só pela quantidade de documentos apreendidos, mas também por, em menos de cinco horas, realizar com a segurança possível todos os seus objetivos.
     
    15. Por fim, tal discussão nada mais é que uma cortina de fumaça sobre os fatos investigados.
     
    16. É preciso, isto sim, que sejam investigados os fatos indicativos de enriquecimento do senhor Luiz Inácio Lula da Silva, por despesas pessoais e vantagens patrimoniais de grande vulto pagas pelas mesmas empreiteiras que foram beneficiadas com o esquema de formação de cartel e corrupção na Petrobras, durante os governos presididos por ele e por seu partido, conforme provas exaustivamente indicadas na representação do Ministério Público Federal.
     
    17. O Ministério Público Federal reafirma seu compromisso com a democracia e com a República, princípios orientadores de sua atuação institucional.”

  78. Para o povo Lula é inocente, aí Pasadena explode !?Tá…

    Moro realmente deu um tiro no pé, mas não acredito que o STF vai querer arriscar ir contra o interesse das forças que estão por trás patrocinando moro e da oposição. Quando a disputa envolve muito poder e dinheiro as excelências pulam nomato e que se dane a biografia. Não é de hoje que magistrado no Brasil prefere ficar encerrado dentro da toga num verdaderio instinto de preservação. 

    Estão manipulando o preço do petróleo prá baixo como estratégia bem definida para prejudicar países-alvo. Petrobras é a cerejinha do bolo. Não vão conseguir segurar os preços tão baixos por muito tempo. A pressa para derrubar o sistema de partilha e liberar geral o pré-sal se intensifica daqui prá frente porque o Lula virou vítima e começa a ganhar apoio popular, além do mais a Dilma se beneficia com essa indignação geral. Por acaso, só por acaso, a nossa refinaria da Petrobras Pasadena acaba de explodir. Essa gente nao brinca em serviço, Nassif. Se fizerrem investigação[isenta]para saber as causas da explosão, quem sabe… 

    Como era de se esperar, saiu pesquisa Vox sobre o “sequestro” do Lula de sexta-feira. Resultado com 15 mil questionários válidos: LULA É INOCENTE ! http://www.conversaafiada.com.br/brasil/vox-populi-moro-e-globo-tomam-uma-surra-1

    1) Qual o seu sentimento em relação ao fato de que o ex-presidente Lula foi incluído na investigação da Lava Jato? 

    Gostei, eu aprovo – 41%
    Não gostei, não aprovo – 56%
    Não sei responder – 3%
    2) Qual a avaliação que você faz do trabalho do juiz Moro nesse processo da Lava Jato? 
    Aprovo, ele está fazendo um excelente trabalho – 34%
    Aprovo, mas ele tem exagerado em algumas medidas – 22%
    Desaprovo – 43%
    Não sei responder – 1%
    3) Com qual das frases você se identifica mais? 
    Não vejo problema algum na forma como foi feita a condução do Lula para depor na Polícia Federal – 34%
    ou
    Achei um exagero a forma como o ex-presidente Lula foi levado a depor pelos agentes da Polícia Federal – 65%
    Não sei responder – 1%
    4)Você acredita na inocência do ex-presidente Lula? 
    Sim, acredito nele – 57%
    Nao, ele é culpado – 34%
    Não sei responder – 8%
    5) Depois que o ex-presidente depôs na Policia Federal ele concedeu uma entrevista coletiva na sede do PT em São Paulo que foi transmitida pela televisão. Você assistiu à entrevista dele? 
    Sim, assisti tudo – 63%
    Sim, assisti partes da entrevista – 25%
    Não, mas fiquei sabendo – 11%

    Não, estou sabendo disso agora – 1%

  79. Ódio

    O ódio semeado, plantado e cultivado nos meios da velha imprensa safada, está produzindo um uma colérica manifestação de anti-democracia.

    Os que comemoram a ação do Juiz Sergio Moro contra Lula, sabidamente ilegal, que visa um espetáculo mediático para o assassinato de uma reputação, da mesma forma comemorariam a atitude de um pistoleiro ou de um franco atirador que conseguisse ceifar a vida do maior líder popular desse país.

    A democracia está em risco sim, pois, não são democratas aqueles que movidos por ódio defendem todo tipo de violência contra o adversário político. Porque defender os amigos e correligionários é natural e até nas ditaduras acontece, mas, a garantia da democracia deve ser válida para os adversários, para as minorias, para os mais fracos, etc.

    Constato que, como bacharel de direito, observando as redes sociais, essa contaminação pelo ódio suplantou o razoável. Colegas meus de curso esqueceram o que aprenderam tempos atrás, professores meus esqueceram o quer ensinavam.

    Definitivamente isso que vemos como novela todos os dias no Jornal Nacional, isso não é procedimento de “justiça”, muito pelo contrário, são lances de disputas de poder sem escrúpulos, valendo-se de um falso manto judicial!

    Definitivamente a justiça está subordinada aos interesses de grandes empresas de comunicação, que aventam suspeitas contra adversários, julgam perante a opinião pública, criam pressão sobre autoridades do judiciário e legislativo, se associam ao mais retrogrado para alterar a opção popular.

    Definitivamente não é uma questão de justiça, é pura disputa de poder para assaltar e comandar os destinos da nação ao gosto deles!O ódio semeado, plantado e cultivado nos meios da velha imprensa safada, está produzindo um uma colérica manifestação de anti-democracia.

    Os que comemoram a ação do Juiz Sergio Moro contra Lula, sabidamente ilegal, que visa um espetáculo mediático para o assassinato de uma reputação, da mesma forma comemorariam a atitude de um pistoleiro ou de um franco atirador que conseguisse ceifar a vida do maior líder popular desse país.

    A democracia está em risco sim, pois, não são democratas aqueles que movidos por ódio defendem todo tipo de violência contra o adversário político. Porque defender os amigos e correligionários é natural e até nas ditaduras acontece, mas, a garantia da democracia deve ser válida para os adversários, para as minorias, para os mais fracos, etc.

    Constato que, como bacharel de direito, observando as redes sociais, essa contaminação pelo ódio suplantou o razoável. Colegas meus de curso esqueceram o que aprenderam tempos atrás, professores meus esqueceram o quer ensinavam.

    Definitivamente isso que vemos como novela todos os dias no Jornal Nacional, isso não é procedimento de “justiça”, muito pelo contrário, são lances de disputas de poder sem escrúpulos, valendo-se de um falso manto judicial!

    Definitivamente a justiça está subordinada aos interesses de grandes empresas de comunicação, que aventam suspeitas contra adversários, julgam perante a opinião pública, criam pressão sobre autoridades do judiciário e legislativo, se associam ao mais retrogrado para alterar a opção popular.

    Definitivamente não é uma questão de justiça, é pura disputa de poder para assaltar e comandar os destinos da nação ao gosto deles!

  80.  
    Nassif,
    infelizmente muita

     

    Nassif,

    infelizmente muita gente está dopada pela dose cavalar aplicada globalmente nos noticiários de tv e jornais impressos, sempre defendendo, claro, seus pontos de vistas e interesses patronais. 

    Pois tenho observado que muitas pessoas que batem panelas, entopem as redes sociais de merdas mal escritas e vive acusando Dilma e Lula de corruptos, são os mesmos que babam de vontade de receber um aperto de mão dum correntista suíço como Eduardo Cunha, são os mesmos que possuem um cargo comissionado, mas geralmente não cumprem carga horária de trabalho, muitos classificados de fantasmas pela rádio peão, como a ex-cunhada do FHC, que executa serviços secretos para o Serra. 

    Ah, quase me esqueci, os supostamente “revoltados” são os mesmos que passaram a vida toda tecendo loas as autoridades da CBF, aliás faz até jus ao Ricardo Teixeira, José Marim, Del Nero e companhia, usando a camiseta da CBF nos eventos matinais de domingo, justamente para não dar uma folg para seus empregados!!!

    Enfim, não tem nada mais patético e parvo do que usar uma camiseta da CBF para supostamente protestar contra corrupção. 
    Coisa de classe média brasileira, né. 

    Nossa, faltou lembrar que mutios dessas pessoas estão ligadas aos tucanos, na simples condição de torcedor, filiado ou recebe uma sinecura, pois ninguém é de aço!

  81. Terroristas

    Moro e toda a força-tarefa sao terroristas de alto-nível. Explodiram uma bomba. Tenho quase certeza que vão continuar explodindo outras. Gosto muito das suas análises, Nassif. Mas não há como antever atentados como os de sexta-feira 04/03. Terroristas são imprevisiveis.

    Acho que o governo e Lula deveriam dar uma resposta a altura. Aproveitando que a oposicão não quer o novo Ministro da Justiça (link), Dilma deveria nomear Lula para o posto. Não há impedimento legal nenhum! É o tipo de jogada inesperada que pegaria “toda a turma” no contra pé.

  82. Não seria hora de acionar

    Não seria hora de acionar  instâncias internacionais para acompanharem este processo? Os direitos humanos estão sendo violados com prisões antecipadas e coerção injustificada, líderes políticos sendo expostos à execração pública pela associação de setores do judiciário com a mídia,  as leis estão sendo desrespeitadas na condução do processo. Pelo menos seria um chamamento aos sensatos do poder judiciário para saírem da toca e ajudarem o Mello a por todos os pingos nos is.

    2,5 no PIB, quantos empregos?

  83. Não dá para aguentar mais

    Já faz mais de um ano deixei de que deixei de postar  comentários aqui no blog.

    Minha raiva com a inépcia, “paúra”, incompetência, preguiça e atitude canalha do governo Dilma, para com nós, seus eleitores, passou dos limites,  e assim deixei-me prostar.

    O PT e Dilma não fizeram, nada do caso do mensalão. deixando um grupo de juristas, levados por um tresloucado ministro a condenar sem provas,  os principais quadros do governo petista! Calaram-se covardemente. Era pimenta no rabo dos outros, porque razão a Dilma iria preocupar-se e agir? Eu  sou  honesta e nada deveria ser provado contra mim, pensava esta anta!  

    Pura BURRICE e INCOMPETÊNCIA de não ver que a finalidade destas ações é a tomada do poder,  pelo que mais podre, oportunista, abjeto grupo  existe.

    A minha raiva é ver que o governo DILMA nos deixou (SIM A NÓS)  povo brasileiro, sem apoio contra esta corja de politicos da chamada oposição e tambem do PMDB (com algumas excessões). Iriamos ter nossas esperanças jogadas no lixo, depois de termos passado por um governo militar e tres presidentes totalmente interessados em nos ferrar e dar o país para o grande irmão do norte.

    Tenho 74 anos e a maior parte da minha vida, passei mêdo de ser preso, aguentei incompetentes cantarem “eu te amo, meu Brasil, eu teamo” (sem ligarem para o país),  não podia falar nada nos empregos com mêdo de perdê-los,   penei sem esperança de ter um país para todos, e depois disto tudo ver minhas esperanças jogadas no lixo devido a inépcia da Dilma, fiquei louco!

    Quando pensei que haviamos livrados disto, tornei a ficar triste.

    AGORA, DEPOIS DO DISCUSO DO LULA, VI QUE TEREMOS QUE LUTAR NOVAMENTE!

    E EU FAREI ISTO DE NOVO! 

    • Imprescindíveis

      Julião 

      O nosso destino é lutar até o último dos nossos dias.

      Como dizia o poeta, é isto que nos faz imprescindíveis !!!

    • Imprescindíveis

      Julião 

      O nosso destino é lutar até o último dos nossos dias.

      Como dizia o poeta, é isto que nos faz imprescindíveis !!!

  84. Lula pra Ministro da Justiça. Já!
    No comando da PF, fora da alçada do Moro e com grana pra viajar pelo Brasil, ou pra Paris.
    Ele, que é vítima do estupro do Estado de Direito, seria a melhor pessoa para defender o Estado de Direito.

  85. Luis Nassif, sua presença é

    Luis Nassif, sua presença é muito importante nas manifestações do dia 13 de março de 2016, pelo bem do país!

    Até lá!

  86. Marcha dos hipócrita..
    A MARCHA DOS HIPÓCRITAS

    Primeiro, vamos combinar uma coisa: se você votou em Aécio Neves, nas eleições passadas, você não está preocupado com corrupção.
    Você nem liga para isso, admita.
    Aécio usou dinheiro público para construir um aeroporto nas terras da família dele e deu a chave do lugar, um patrimônio estadual, para um tio.
    Aécio garantiu o repasse de dinheiro público do estado de Minas Gerais, cerca de 1,2 milhão reais, a três rádios e um jornal ligados à família dele.
    Isso é corrupção.
    Então, você que votou em Aécio, pare com essa hipocrisia de que foi às ruas se manifestar porque não aguenta mais corrupção.
    É mentira.
    Você foi à rua porque, derrotado nas eleições passadas, viu, outra vez, naufragar o modelo de país que 12 anos de governos do PT viraram de cabeça para baixo.
    Você foi para a rua porque, classe média remediada, precisa absorver com volúpia o discurso das classes dominantes e, assim, ser aceito por elas.
    Você foi para a rua porque você odeia cotas raciais, e não apenas porque elas modificaram a estrutura de entrada no ensino superior ou no serviço público.
    Você odeia as cotas raciais porque elas expõem o seu racismo, esse que você só esconde porque tem medo de ser execrado em público ou nas redes sociais. Ou preso.
    Você foi para a rua porque, apesar de viver e comer bem, é um analfabeto político nutrido à base de uma ração de ódio, intolerância e veneno editorial administrada por grupos de comunicação que contam com você para se perpetuar como oligopólios.
    Foram eles, esses meios de comunicação, emprenhados de dinheiro público desde sempre, que encheram a sua alma de veneno, que tocaram você como gado para a rua, com direito a banda de música e selfies com atores e atrizes de corpo sarado e cabecinha miúda.
    Não tem nada a ver com corrupção. Admita. Você nunca deu a mínima para corrupção.
    Você votou em Fernando Collor, no PFL, no DEM, no PP, em Maluf, em deputados fisiológicos, em senadores vis, em governadores idem.
    Você votou no PSDB a vida toda, mesmo sabendo que Fernando Henrique comprou a reeleição para, então, vender o patrimônio do país a preço de banana.
    Ainda assim, você foi para a rua bradar contra a corrupção.
    E, para isso, você nem ligou de estar, ombro a ombro, com dementes que defendem o golpe militar, a homofobia, o racismo, a violência contra crianças e animais.
    Você foi para a rua com fascistas, nazistas e sociopatas das mais diversas cepas.
    Você se lambuzou com eles porque quis, porque não suporta mais as cotas, as bolsas, a mistura social, os pobres nos aeroportos, os negros nas faculdades, as mulheres de cabeça erguida, os gays como pais naturais.
    Você odeia esse mundo laico, plural, multigênero, democraticamente caótico, onde a gente invisível passou a ser vista – e vista como gente.
    Você não foi para a rua pedir nada.
    Você só foi fingir que odeia a corrupção para esconder o óbvio.
    De que você foi para a rua porque, no fundo, você só sabe odiar.
    (por Leandro Fortes)

    • Marcha dos hipócritas

      Gusmão, texto espetacular!!!

      Melhor ainda foi você creditá-lo ao Leandro Fortes.

      Peço licença para reproduzí-lo. Claro que também indicando os créditos ao Leandro Fortes/Gusmão.

      A mensagem sobre ignorar hipócritas e ignorantes exaltados é dura, porém necessária.

  87. O perigo de não ter razão é o efeito na emoção!

    Quem não sabe que, principalmente em discussões acirradas, perceber-se ou ser desnudado sem razão, leva à fortes emoções, irritação, vergonha, frustração, até agressão.

    Sim, há aquelas pessoas que se conseguem acima disso, aceitando com serenidade e espírito de evolução. Muitas vezes até depois, pois dar o braço a torcer na hora ainda é inimaginável, inaceitável…

    Em brigas então, nunca vi ninguém, no meio dos sopapos, realizar que “sim, o oponente está com a razão” e, depois de levar mais um 10 sopapos sem reagir (e com sorte não ser nocauteado), dizer: “Péra, péra, voce tem razão!”

    Todo esse preâmbulo lero-lerótico para dizer que não adianta estarmos aqui cheios de razão e cada vez mais constatarmos e comprovarmos que estes cara da lava-jato e seu entorno aliado estão completamente pirados, naõ sabem o que estão fazendo, são juristopatas messiânicos e quetais.

    Quanto mais perto deles descobrirem que estão sem razão, mais perto estarão do “partir para a ignorância”.

    Assim é a história dos golpes…

  88. “Todo brasileiro deveria ver Além do Cidadão Kane”
    [video:https://youtu.be/049U7TjOjSA%5D Publicado em 3 de mai de 2012

    Além do Cidadão Kane é um documentário produzido pela BBC de Londres – proibido no Brasil desde a estréia, em 1993, por decisão judicial – que trata das relações sombrias entre a Rede Globo de Televisão, na pessoa de Roberto Marinho, com o cenário político brasileiro.

    – Os cortes e manipulações efetuados na edição do último debate entre Luiz Inácio da Silva e Fernando Collor de Mello, que influenciaram a eleição de 1989.

    – Apoio a ditadura militar e censura a artistas, como Chico Buarque que por anos foi proibido de ter seu nome divulgado na emissora.

    – Criação de mitos culturalmente questionáveis, veiculação de notícias frívolas e alienação humana.

    – Depoimentos de Leonel Brizola, Chico Buarque, Washington Olivetto, entre outros jornalistas, historiadores e estudiosos da sociedade brasileira.

    “Todo brasileiro deveria ver Além do Cidadão Kane”

    BBC de Londres
    Produtor: Simon Hartog

     

  89. AQUI, COMO FARSA? NÃO. AQUI, COMO FARRA.

    http://www.focus.de/politik/deutschland/spionage-und-sie-lauschen-doch_aid_188212.html

    Lá pros fins de 2001, mundo pós 11 de Setembro, um parente joga no meu colo a edição da revista alemã FOCUS que apresentava essa reportagem.

    ‘Repare na data da revista’, ele me disse. Guardem bem a data da reportagem. Tem um trecho especial pra nós brasileiros. E reparem também a quantificação dos recursos desviados para espionagem corporativa/econômica. Nunca vou me esquecer quando ouvi falar do ‘Echelon’ pela 1ª vez.

    Tradução google com correções parcas e porcas pois meu alemão está muito enferrujado.

    *************

    E AINDA BISBILHOTAM

    FOCUS MAGAZIN – Nr. 23 – 2001

    Sábado, 02/06/2001, 00:00 – da Autora Online da FOCUS: Christiane Schulzki-Haddouti

    Um comitê do Parlamento Europeu confirma a existência do gigantesco sistema de espionagem Echelon.

    Para fazer a pergunta crucial para os amigos americanos, a Comissão Especial do Parlamento Europeu viajou aos EUA, em meados de maio, para uma conversa pessoal. Em vão, como se viu: ministérios dos EUA e agências de inteligência cancelaram todas as datas abruptamente. Esnobados, os parlamentares voaram de volta e publicaram quarta-feira passada em um relatório abrangente a sua interpretação da resposta americana: em princípio, sim.

    A questão embaraçosa: Estados Unidos e Reino Unido operam espionagem de mercado/industrial contra seus parceiros europeus? Durante anos, sempre novos detalhes sobre uma rede de vigilância global chamado Echelon vêm à luz. Do aspirador de dados, via satélite, links de rádio e pontos nó da Internet que arranca informações, também fazem parte, ao lado dos Estados Unidos e do Reino Unido: Canadá, Austrália e Nova Zelândia.

    O sistema de escuta antes secreta, cujos principais centros devem estar na cidade bávara de Bad Aibling e na Britânica Menwith Hill não é utilizado apenas contra países hostis ou terroristas, fornece pesquisa abrangente do jornalista britânico Duncan Campbell. Em nome do Parlamento Europeu, Campbell já havia apresentado um relatório Echelon (FOCUS 22/99). O segundo relatório, que desde janeiro entregou à Comissão, ele publicou na Internet em fins de maio.

    Campbell estima que “cerca de 40 por cento das atividades de inteligência dos EUA são de natureza economica”. Informações da CIA fluíam, por suas conclusões, regularmente para uma divisão especial do Departamento de Comércio dos EUA. Centenas de empresas norte-americanas devem ter com o seu apoio recebido contratos no exterior. Com várias importantes informações de bastidores, o projeto Echelon teria decidido em favor de empresas norte-americanas as negociações:

     – Em 1994 a americana Raytheon Corporation ‘catou’ da francesa Thomson-CSF no Brasil um contrato no valor de US$ 1,6 bilhão.

     – O consórcio Europeu Airbus perdeu em 1995 um contrato na Arábia Saudita no valor de seis bilhões de dólares contra a Boeing e a McDonnell Douglas.

     – Em 1996 ganharam as companhias de energia dos EUA Enron, General Electric e a Bechtel um acordo de 2,5 bilhões em Dabhol, Índia – como nos outros casos, supostamente graças ao apoio da Echelon.

    Em quatro bilhões de dólares Duncan Campbell estima o dano pelo sistema de espionagem apenas contra a Alemanha. A França teve, na sua opinião, de renunciar receitas de exportação de até 17 bilhões de dólares.

    “Nenhum desses casos foi plenamente provado”, disse o relator da Comissão Especial, Gerhard Schmid ( SPD ). No entanto, está exposto “o risco de espionagem industrial”. O ex-diretor da CIA James Woolsey já havia admitido à comissão que os EUA monitoram especificamente as comunicações de empresas individuais, para “prevenir a corrupção e distorções de mercado em detrimento de empresas americanas”, . No seu relatório final Schmid marca tais escutas telefonicas como “contrárias aos direitos humanos”, se antes não haviam suspeitas concretas disponíveis de suborno. Às empresas e aos cidadãos, aconselha “com urgência” para criptografar suas comunicações.

    As empresas vêm à atenção do Echelon quando elas enviam seus dados em conexões internacionais. Mesmo videoconferências em empresas multinacionais realizadas via satélite ou cabo podem ser detectadas.

    Se a Alemanha e o Reino Unido oferecem aos EUA o seu território para instalações da Echelon, as atividades de espionagem deveriam “se conciliar com a Convenção Europeia dos Direitos Humanos”, disse o relatório. Nem a Alemanha nem a Grã-Bretanha têm tentado até agora. Para Schmid é claro: Se a própria Grã-Bretanha participa ativamente da espionagem, “viola a lei da União Européia”.

    Os benefícios de mais um relatório de investigação deliberativa permitem ao jornalista Neo Zelandês Nicky Hager, que tinha descoberto a dimensão global do aspirador de dados em 1996, em primeiro lugar, acima de tudo “- dizer que Echelon realmente existe – e avisar para auto-proteção. Sensibilização do público para essa monitorização sistemática é o primeiro passo para a criptografia de rotina de todas as comunicações”.

    *Cooperação: Jochen Wegner

    AMIGOS ESCUTAM JUNTO

    Em junho de 1948, os Estados Unidos, Grã-Bretanha, Austrália, Canadá e Nova Zelândia assinaram um acordo de audição ultra-secreto.

    Dez estações de intercepção ao redor do globo filtram a comunicação de acordo com o relatório da Comissão Especial. Outras fontes falam de muitos mais instalações.

    Links de satélite foram previamente monitorados com pratos de 30 metros. Hoje são suficientes antenas com cinco metros de diâmetro.

    *************

    Data da reportagem: 02/06/2001. 40% dos recursos de inteligência desviados para espionagem industrial. E dali a alguns meses o ataque às torres gêmeas. Estavam muito preocupados com a última licitação internacional.

    Agora, relembrando alguns acontecimentos dos últimos anos:

    02/2008 – Descoberto container com laptops e outras mídias com dados da Petrobrás no porto de Santos.

    09/2013 – Descobre-se que os americanos espionaram também líderes de países ‘amigos’. Inclusive Dilma.

    09/2013 – Com documentos de Edward Snowden, descobre-se mais espionagem da NSA contra a Petrobrás.

    2013/2014 – Estoura o ISIL no oriente médio.

    2014/2015 – Operação Lava Jato, tocada por um juiz filho de fundador do PSDB, com parte da formação em Harvard, e cursos promovidos pelo departamento de estado dos EUA.

    2015 – Ainda com base em documentos de Snowden, a confirmação do nome ECHELON, uma parte no sistema de espionagem global.

    40% de recursos para espionagem industrial devem ter ficado pra 2001. Se não perceberam o ISIL, imagino em que nível devem estar.

    É oficial. É um relatório do Parlamento Europeu.

    A história se repete…
     

     – Lembro de propaganda da FOCUS que por algum acordo serviu de modelo à ÉPOCA. Basicamente um dos editores em reunião, falando, ao final: “Fakten, fakten, fakten.”

     – Lembrando de que acordo com documentos de Snowden há uma estação Echelon em Brasília.

     – Alguns exemplos do que se faz com espionagem corporativa lá fora:

    http://www.therichest.com/rich-list/10-of-the-most-infamous-cases-of-industrial-espionage/?view=all

  90. é hora

    -> “Há duas possibilidades em jogo: ou a prisão de Lula ou o recuo da Lava Jato e operações correlatas. Não há meio termo, não há mais espaço para esse lusco-fusco de palavras amenas respaldando a perseguição.”

    encurralado por circunstâncias que não foram as de sua escolha, Getúlio foi obrigado, para fazer História, a disparar contra o próprio peito. com seu gesto heróico, colocou o povo nas ruas e abortou o golpe.

    habilmente dispondo do meio de comunicação de massas então existente,  Brizola articulou a Rede da Legalidade, garantindo o retorno e a posse de Jango.

    as massas não se movem sozinhas, é preciso que os agentes sociais atuem como indutores.

    aqueles que se envolveram no movimento social que gerou a vitória de Dilma no 2º turno das eleições de 2014, sempre deveriam se lembrar de sua conquista com enorme orgulho. não foi Dilma quem venceu. foram estas pessoas que, através de suas inúmeras pequenas batalhas cotidianas, conquistaram a memorável vitória da candidatura que apoiaram.

    temos hoje ao nosso dispor o mais poderoso meio de comunicação de massas que já existiu: a Internet. e nunca como antes temos tantas pessoas com capacidade de liderança. nunca a informação foi tão rapidamente acessível quanto agora. nunca foi tão fácil nos conectarmos convergindo para ações coletivas. nunca tivemos em nossas mãos armas tão eficientes. e nunca tivemos tantas pessoas capacitadas a usá-las.

    por isto, já não se trata de lutar por Lula, por Dilma, pelo PT… se trata de lutar por nossa sobrevivência. se trata de construir uma vida que valha a pena ser vivida.

    é hora de assumir em nós mesmos a crise social, de nos colocarmos autenticamente em busca de alternativas e de ousadia em construir coletivamente um novo rumo.

    não dependemos de ninguém. somos o povo que falta. somos a resistência. somos um outro jeito de viver.

    .

     

  91. Entidade Latinoamericana denuncia golpe contra BR

    Entidade latino-americana denuncia abuso de poder e avanço do golpe de Estado

    publicado em 05 de março de 2016 às 20:06 http://www.viomundo.com.br/denuncias/entidade-latino-americana-denuncia-abuso-de-poder-e-avanco-do-golpe-de-estado-no-brasil.html

    En defensa de la democracia y apoyo al pueblo Brasilero

    da Asociación Latinoamericana de Medicina Social-Salud Colectiva (Alames) 

    Denunciamos y manifestamos nuestra indignación y repudio frente al abuso de poder y camino de un golpe de Estado, contra Brasil.

    Expresamos nuestro  apoyo y solidaridad a las fuerzas  democráticas de la sociedad brasilera. Estamos atentos a generar denuncias masivas a nivel de cada país, de la región y del mundo, para evitar que se fragüe este golpe, afectando los avances democráticos en Brasil.

    Nuestro hermano pueblo brasilero, vive horas decisivas para defender su democracia y bienestar, mismos  que ganaron en las urnas como expresión de la voluntad popular, y en contra de los intereses capitalistas, que hoy movilizan este golpe.

    El Partido de los Trabajadores – PT- es objeto de una persecución que busca destruirlo afectando directamente a uno de sus líderes más querido y reconocido, en el continente, el presidente Ignacio Lula Da Silva.

    De esta forma quieren eliminar la esencia de  las conquistas ganadas en los últimos años, buscan con vehemencia reestablecer su proyecto neoliberal. El PT y Lula en particular, son un obstáculo para conseguirlo y por ello los atacan.

    Con este golpe quieren avasallar  los pilares democráticos construidos desde 2003. Afectar el logro de la construcción y materialización de los derechos civilizatorios  y la autonomía económica.

    Al poner en el foco del desprestigio a los líderes, buscan debilitar el nuevo orden social establecido, y esperan subordinar a los brasileros para apoderarse de los recursos naturales, principalmente la explotación de las reservas de petróleo.

    Desde ALAMES apoyamos a todos los movimientos de resistencia en Brasil, a los ciudadanos, y a los entrañables amigos y compañeros de la medicina social y la salud colectiva brasilera, quienes  históricamente se han destacado por ser un movimiento sanitarista comprometido y beligerante.

    Sabemos que lo que ocurre en Brasil, tendrá grandes repercusiones en todo el continente, y no es ajeno a lo que acontece en Argentina, Bolivia, Venezuela. Nos proclamamos alertas y  solidarios  con Brasil.

  92. A pressa dos Golpistas. Só a rua vai salvar o BR !

    POSSIBILIDADES DE RECUPERAÇÃO E A PRESSA DOS GOLPISTAS

    por Ignacio Godinho Delgado, em sua página no Facebook 

    Em janeiro a indústria conheceu variação positiva de 0,4%, que atingiu todas as categorias do setor.

    Segundo o IEDI, contribuíram para isso o viés exportador de alguns segmentos e a elevação do salário mínimo. Evidenciam-se, pois, os efeitos benéficos do ajuste cambial para o desempenho da indústria.

    Se for considerada a performance positiva das exportações e da balança comercial no ano, será possível vislumbrar um cenário de recuperação mais rápido do que o cogitado pelos “analistas de mercado”?

    Naturalmente contribuiria para isso a contenção das operações de sabotagem do Comandante Moro, e seu destacamento de procuradores e delegados da Lava Jato, que atingem a cadeia de petróleo e gás (4% do PIB) e a construção pesada. Acordos de leniência já.

    Entende-se a pressa dos golpistas. Desde o final de 2014 eles encontram-se empenhados numa estratégia de esgotamento das bases de operação de seus adversários (no caso o Brasil e a ordem democrática), por via da contaminação da economia pela crise política, com a disseminação do pessimismo e da incerteza. Num quadro de recuperação, verão ruir um dos componentes fundamentais de seu discurso.

    É hora, pois, de acentuar as ações contra o golpe. Não se trata de defender simplesmente o governo Dilma, nem abdicar da crítica. Deserção no combate ao golpe, todavia, é apenas deserção. Pode apaziguar o espírito de alguns, mas seu efeito prático para a luta dos trabalhadores é nenhum ou negativo.

    Trata-se de defender as regras do jogo e a ordem democrática. É dentro dela que os interesses dos trabalhadores poderão ser garantidos e, eventualmente, efetuadas correções no rumo do governo.

    Fora isso, mirem-se na Argentina de Macri, se Dilma for derrubada.

    Dois Macris no continente não é uma situação que diz respeito (negativamente) apenas aos trabalhadores e setores populares do Brasil e da Argentina. É uma mudança radical de cenário geopolítico, que favorece a incorporação passiva da América do Sul à órbita de influência dos EUA, nos últimos anos minada pelas ações dos governos progressistas em diversos países da região.

    Clareza e firmeza de propósitos.
    Em defesa da democracia.
    Não ao golpe.

  93. Diz a sabedoria popular que

    Diz a sabedoria popular que quando alguém muito se justifica, algo de errado ou escondido há. Quem muito se justifica, razão não deve ter.

    Seguindo e em tabelinha com o justiceiro de Curitiba, o MPF de Curitiba também solta nota, mas muito mais agressiva e prejulgando o ex Presidente Lula.

    Nesta nota diz o MPF de Curitiba atribui à defesa de Lula a condução coercitiva, diz que apenas agora ocorreram protestos e contestações sobre a legalidade das ações da PF por ser Lula Ex -Presidente, rebate a opinião majoritária de juristas de todo o país sobre a ilegalidade do procedimento que atingiu Lula, justifica a condução coercitiva com base nas ações do MP/SP (outro processo), criminaliza o Habeas Corpus impetrado pela defesa do ex – Presidente e emite pré-julgamento sobre os ganhos de Lula como palestrante, acusando-o de receber dinheiro da Petrobrás. Além disso erra no uso de acento circunflexo (…a força-tarefa da Procuradoria da República em Curitiba vêm (SIC) esclarecer…)

    Leia a nota do MPF:

    “Nota de esclarecimento da força-tarefa Lava Jato do MPF em Curitiba

    Após a deflagração da 24ª fase da Operação Lava Jato na última quinta-feira, dia 3 de março de 2016, instalou-se falsa controvérsia sobre a natureza e circunstâncias da condução coercitiva do senhor Luiz Inácio Lula da Silva, motivo pelo qual a força-tarefa da Procuradoria da República em Curitiba vêm esclarecer:

    (obs.: não há falsa controvérsia quando a maioria dos grandes juristas do país e experts no Direito Processual se manifestaram contra a ação tresloucada do justiceiro de Curitiba. Há controvérsia real pois o Direito não é ciência exata).

    1. Houve, no âmbito das 24 fases da operação Lava Jato (desde, portanto, março de 2014), cerca de 117 mandados de condução coercitiva determinados pelo Juízo da 13ª Vara Federal de Curitiba.

    2. Apenas nesta última fase e em relação a apenas uma das conduções coercitivas determinadas, a do senhor Luiz Inácio Lula da Silva, houve a manifestação de algumas opiniões contrárias à legalidade e constitucionalidade dessa medida, bem como de sua conveniência e oportunidade.

    (Obs.: Mente o MPF, pois em todas as prisões anteriores ocorreram manifestações contrárias aos abusos cometidos, contrárias a prisões arbitrárias e contrárias à espetacularização dessas prisões.)

    3. Considerando que em outros 116 mandados de condução coercitiva não houve tal clamor, conclui-se que esses críticos insurgem-se não contra o instituto da condução coercitiva em si, mas sim pela condução coercitiva de um ex-presidente da República.

    (Obs.: Mente o MPF novamente, pois sempre ocorreram críticas enormes às agressões à CF/88 perpetradas pelo justiceiro de Curitiba. Se na Rede Globo, na Folha ou no Estadão, parceiros midiáticos do MPF elas não surgiram, isso não significa que não existiram).

    4. Assim, apesar de todo respeito que o senhor Luiz Inácio Lula da Silva merece, esse respeito é-lhe devido na exata medida do respeito que se deve a qualquer outro cidadão brasileiro, pois hoje não é ele titular de nenhuma prerrogativa que o torne imune a ser investigado na operação Lava Jato.

    (Obs.: Nem Lula tem prerrogativas e nem Aécio as tem, apesar do senador do PSDB de MG ser citado várias vezes em delações da Lava-Jato e jamais ter sido incomodado pelo MPF.)

    5. No que tange à suposta crítica doutrinária, o instituto da condução coercitiva baseia-se na lei processual penal (cf. Código de Processo Penal, arts. 218, 201, 260 e 278 respectivamente e especialmente o poder geral de cautela do magistrado) e sua prática tem sido endossada pelos tribunais pátrios.

    (Obs.: O próprio Ministro do STF Marco Aurélio de Mello declarou e criticou enfaticamente a operação de condução coercitiva promovida ontém, em consonância com a maior parte dos grandes juristas do país. O MP vai ignorar a crítica recebida por um membro do STF?)

    6. Nesse sentido, a própria Suprema Corte brasileira já reconheceu a regularidade da condução coercitiva em investigações policiais (HC 107644) e tem entendido que é obrigatório o comparecimento de testemunhas e investigados perante Comissões Parlamentares de Inquérito, uma vez garantido o seu direito ao silêncio (HC 96.981).

    (Obs.: Desde que se neguem a comparecer espontaneamente, diga-se de passagem.)

    7. Trata-se de medida cautelar muito menos gravosa que a prisão temporária e visa atender diversas finalidades úteis para a investigação, como garantir a segurança do investigado e da sociedade, evitar a dissipação de provas ou o tumulto na sua colheita, além de propiciar uma oportunidade segura para um possível depoimento, dentre outras.

    (Obs.: O Ex Presidente Lula já compareceu a várias convocações da Justiça e inclusive do próprio MPF em BRasília)

    8. Superada essas questões, há que se afirmar a necessidade e conveniência da medida.

    9. É notório que, desde o início deste ano, houve incremento na polarização política que vive o país, com indicativos de que grupos organizados, com tendências políticas diversas, articulavam manifestações em favor de seu viés ideológico, especialmente se alguma medida jurídica fosse tomada contra o senhor Luiz Inácio Lula da Silva.

    (Obs.: Evidentemente o MPF não pode desconhecer a sensação generalidada de imparcialidade e politização, gerada e instalada pelo modus operandi de juízes e promotores na Lava-Jato e na Zelotes, que circunscrevem sua atuação sobre períodos demarcados, como se a corrupção tivesse começado em 2003, apesar de todas as evidências em contrário. Também não pode o MPF ignorar que grande parte da opinião pública esta farta dos vazamentos seletivos ilegais à Globo, Folha, Veja, Isto É e Estadão, a menos que o MPF ache, erroneamente, que todos os brasileiros somos lobotomizados pela Rede Globo e seus parceiros midiáticos.)

    10. Esse fato tornou-se evidente durante o episódio da intimação do senhor Luiz Inácio Lula da Silva para ser ouvido pelo Ministério Público de São Paulo em investigação sobre desvios ocorridos na Bancoop.

    (Obs.: Investigação sobre desvios na Bancoop sobre apartamento que o ex-Presidente não tem e investigação do MP/SP gerada a partir de publicações em revistas e jornais que claramente são de oposição ao seu partido, como a Veja, que parece ser a bíblia do MP/SP e agora, do MPF de Curitiba também.)

    11. Após ser intimado e ter tentado diversas medidas para protelar esse depoimento, incluindo inclusive um habeas corpus perante o TJSP, o senhor Luiz Inácio Lula da Silva manifestou sua recusa em comparecer.

    (Obs.: E desde quando não é direito de um cidadão o uso do Habeas Corpus para se proteger de agentes do Estado como o promotor do MP/SP que se antecipou midiaticamente ao depoimento do Ex-Presidente Lula, usando ilegalmente uma revista que é considerada um lixo absoluto e da oposição política para constrangê-lo?)

    12. Nesse mesmo HC, o senhor Luiz Inácio Lula da Silva informa que o agendamento da oitiva do ex-presidente poderia gerar um “grande risco de manifestações e confrontos”.

    (Obs.: Sim, o ex-Presidente é uma figura pública responsável, conciliatória até demais e muito diferente de funcionários públicos que pagos pelo contribuinte, querem atear fogo no país.)

    13. Assim, para a segurança pública, para a segurança das próprias equipes de agentes públicos e, especialmente, para a segurança do próprio senhor Luiz Inácio Lula da Silva, além da necessidade de serem realizadas as oitivas simultaneamente, a fim de evitar a coordenação de versões, é que foi determinada sua condução coercitiva.

    (Obs.: O MPF de Curitiba está atribuindo a condução coercitiva do ex Presidente Lula e de toda a sua família, inclusive a sua mulher e filhos, ao HC impetrado em outra ação, a do MP/SP que nada tem a ver com a Lava-Jato.)

    14. Nesse sentir, apesar de lamentarmos os incidentes ocorridos, poucos, felizmente, mas que, por si só, confirmam a necessidade da cautela, há que se consignar o sucesso da 24ª fase, não só pela quantidade de documentos apreendidos, mas também por, em menos de cinco horas, realizar com a segurança possível todos os seus objetivos.

    (Obs.: Nesse sentir, como assim? Ao MPF não cabe sentir nada. Deve cumprir a lei e não extrapolar os seus limites constitucionais. O que queremos nós cidadãos brasileiros indignados é que o MPF, a Justiça e a PF demonstrem cabalmente a sua imparcialidade, pois do contrário o MPF, a Justiça e a PF estarão convulsionando o país e tudo o que decorrer disso será atribuído a esses mesmos agentes do poder público, regiamente pagos pelo contribuinte e que atualmente estão sob grave suspeição. Negar isso é negar o óbvio. Convulsionar um país e divulgar notas não deveria ser algo normal nem ao MPF, nem à Justiça do Paraná, se apenas cumprissem a lei. Se os procedimentos da justiça fossem reconhecidos pelos cidadãos como normais e justos, as notas tanto do justiceiro de Curitiba quanto do MPF de Curitiba seriam desnecessárias. “À mulher de Cesar não basta ser séria, ela deve parecer séria.”

    15. Por fim, tal discussão nada mais é que uma cortina de fumaça sobre os fatos investigados.

    (Obs.: Não há nenhuma cortina de fumaça quando juristas consagrados do país inteiro, quando um Ministro do STF se manifesta contra esas arbitrariedades, quando políticos de várias matizes ideológicas se manifestam contra também, quando intelectuais, historiadores, jornalistas, sindicalistas e lideranças populares se insurgem contra ações tresloucadas, midiáticas e espetaculosas de quem como agente público deveria agir com cautela, dentro da lei, respeitando a Constituição Federal, o Código de Processo Penal, as prerrogativas dos advogados mas vaza para a imprensa opositora do ex-Presidente tudo e mais um pouco, achando que todo o cidadão brasileiro é um leitor da era pré redes sociais e internet e é refém do monopólio midiático que está sendo rompido.)

    16. É preciso, isto sim, que sejam investigados os fatos indicativos de enriquecimento do senhor Luiz Inácio Lula da Silva, por despesas pessoais e vantagens patrimoniais de grande vulto pagas pelas mesmas empreiteiras que foram beneficiadas com o esquema de formação de cartel e corrupção na Petrobras, durante os governos presididos por ele e por seu partido, conforme provas exaustivamente indicadas na representação do Ministério Público Federal.

    ( Obs.: O MPF de Curitiba não precisa investigar nada, pois por essas declarações já pode propor a ação que bem quiser contra o ex-Presidente uma vez que claramente se antecipa, como podemos ler acima, em gravíssima violação ao direito ao contraditório em nota pública. Ou seja o MPF já tem a sua convicção formada pelo que se depreende das afirmações acima. O MPF se expõe ainda mais e reafirma neste item que o mundo da corrupção começou com o PT e com os governos presididos por Lula. A cidadania exigirá provas do que afirma o MPF. Provas contundentes, pois caso contrário a reputação desta instituição cairá em descrédito total.)

    17. O Ministério Público Federal reafirma seu compromisso com a democracia e com a República, princípios orientadores de sua atuação institucional.”

    (Obs.: Quem defende a democracia e a República precisa agir como a mulher de César.)

    • não sei quem repetiu quem primeiro…

      mas sei que esta nota do MPF traz quase tudo do que já saiu da boca dos falantes da Globo bem antes do acontecido

      será que depende dela até para posteriormente poder se comunicar com a sociedade?