IBGE mostra a destruição do mercado de trabalho

Some-se a este quadro a quantidade de pequenas e micro empresas que fecharam as portas, para se ter uma ideia da dificuldade do relançamento da economia brasileira sem uma intervenção severa do Estado.

No trimestre maio-julho de 2020, a força de trabalho diminuiu 908 mil empregos em relação ao trimestre imediatamente anterior, de abril-junho de 2020.

A população ocupada diminuiu 1,3 milhão de cargos e a desocupada (que não procura emprego) aumentou 339 mil pessoas. A população fora da força de trabalho aumentou 1.175 mil pessoas.

Vamos a um desenho de prazo um pouco maior, a situação do emprego em relação a nov-jan 2020.

A População Economicamente Ativa aumentou em 2,3 milhões de pessoas. Ou seja, para manter o mesmo nível de emprego, deveriam ter sido criados mais 2,3 milhões de empregos. Em lugar disso, houve a redução de 10,9 milhões de pessoas na Força de Trabalho e uma redução de 12,1 milhões de pessoas ocupadas.

Com isso, a população fora da força de trabalho aumentou 13,3 milhões de pessoas, saltando para 79 milhões de pessoas fora da força de trabalho.

Em relação a nov-jan 2020, a perda de 12 milhões se dividiu de acordo com o gráfico abaixo. A maior perda foi no setor de Comércio, Reparação de Veículos e Motocicletas, com 2.381.000 empregos perdidos. E Alojamento e Alimentação com perda de 1,8 milhão.

Entre os empregos remanescentes houve queda de 13,4% no rendimento médio mensal desde o trimestre nov-jan 2020.

Outro dado relevante é o do aumento dos desalentados na força de trabalho, aqueles que não procuram emprego por absoluto desalento.

Some-se a este quadro a quantidade de pequenas e micro empresas que fecharam as portas, para se ter uma ideia da dificuldade do relançamento da economia brasileira sem uma intervenção severa do Estado.

Por outro lado, aumentarão as pressões sociais e políticas em um governo com baixíssima capacidade de articulação econômica.

Vem emoções fortes pela frente.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A esdrúxula política de abastecimento da dupla Guedes-Tereza Cristina, por Luis Nassif

4 comentários

  1. Vendo, a vivo e a cores, como esta a encrenca nos países ditos desenvolvidos, o tamanho da “fera” crise econômica que esta começando a “mostrar a ponta do focinho”, eu nem ouso imaginar a situação no fim de ano começo do ano que vem do nosso “deitado em berço esplêndido Br” com esse bando de psicopatas no comando……..como disse Nassif, emoções fortes pela frente…….e não vai ser so um “friozinho” na barriga…….pequena prece pela derrota de Trump que deixe órfãos esse bando de psicopatas…..

  2. SOLTANDO O BRAÇO.01/10/2020 às 14:33hs.

    Pois é,dia sim outro também,me deparo aqui mesmo no Blog de textos que vou ousar nominar de desgraça em cima de desgraça.Em todos setores que Nassif bolina é a uma verdadeira bagaceira no caminho na feira.O País está literalmente estraçalhado,destroçado,aniquilado em todos os sentidos falando,mas por obra de alguma mágica “represada”,ainda consegue respirar.O mais trágico é que quase ninguém se dá conta.Não sei se seriam os efeitos do Coronavauchervirius para tanta cegueira.Quando a fatura chegar,pouca ou quase nada vai sobrar.Algo parecido com o Mar Morto.

    A trajetória contada pelo próprio,no caso um pilantra chamado Luiz Fux para chegar ao STF é de corar frade de pedra.Os arrodeios indecentes que deu,a quem procurou e corruptamente prometeu favores,os assedios morais impublicáveis que cometeu ,leva-nos a crer que se a Presidência da República da era Petista tivesse um SNI comandado pelo General Hélio Negão,duvido que tivesse sido indicado.Vocês verão que,afora a liturgia do cargo,não merecerá qualquer sinal de respeito,a começar pela indicação de Kassio Piauiense para a vaga de Celso de Melo.Nao foi nem ouvido nem cheirado sobre a suposta indicação.Tem um único propósito:Encher + a burra ou a banca de aluguel.Inacreditável.

    Nos meu tempos de garoto de calça curta há uns 55 anos atrás,perto da Cidade de onde vim,tinha uma outra menorzinha.Nessa Cidadezinha,todo mundo comia todo mundo.Tio dava corno no sobrinho,irmã traía irmã,irmão traía irmão,sogro traía genro,algo parecido com Sodoma e Gomorra.Nós moleques à época trocamos o nome dela para Chifrolândia.O Brasil poderia aproveitar a dica nesses tempos estranhos segundo o Ministro do radinho de pilha,para Ladrolândia.PQP meu louro,eu nunca vi tanto ladrão na minha vida.Se colocasse chocalho neles,ninguém dormia.

    Que fim levou Queiróz?Me vem a mente meu padrinho Lauro Gurgel,cearense e comunista de 5 costados.Em ocasiões como esta ele se virava para Papai e deblaterava para a posteridade:Compradre,tu quer ver um paisinho safado,é esse aqui.No mundo não tem nada mais safado do que esse.Nem Uganda.

    O site do doidivana Veneziano entrou em fogo morto.Com Moro a caminho do Porto de Beirute,antes da explosão e Trump trocando a vida de Presidente para a do picadeiro de um circo,reduziram a produção de dejetos pela metade.

    Mademoiselle Michelle Bolsonarré não gosta de dinheiro de pipoca.Que 89 mil que nada,passou o rodo em $ 7,5 milhões.Ô povo guloso esses evangélicos.Credo Deus Pai.

    Um País que tem um jornalista como Alexandre Garcia,dando pitacos sobre política num desses Canais amigos,merece ser governado pelo General Augusto Pinochet por 34 anos.

    Estamos conversado.

    • O coro tá aumentando e só o Mestre Nassif não se dá conta.Exageros a parte,ontem um banqueiro de nome Luiz Fernandes afirmou peremptoriamente que estamos a caminho da Venezuela.
      Hoje a Deputada Érica Kokay também de forma peremptoria afirmou que o apocalipse está a caminho.Acorda Nassifão e ajude a esse cardume de piranhas,onde eles devem encontrar grana para o Bolsa Família II.Quem vai pagar toda essa conta + a roubalheira.Aumento de impostos(?),aí veremos de Rodrigo Maia veste calça.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome