Janot e os inquéritos intermináveis contra Aécio

Não se pode acusar o Procurador Geral da República (PGR) Rodrigo Janot de imprevisível. Sua atuação tem ajudado a confirmar todos os cenários traçados pelo Xadrez sobre a maneira como trabalha os inquéritos contra seu conterrâneo, o senador Aécio Neves: empurrar com a barriga o máximo de tempo possível.

A delação do ex-senador Delcídio do Amaral criou uma dor de cabeça para Janot. Delcídio avançou uma série de acusações contra Lula, Dilma e o PT. Mas incluiu na delação denúncias contra Aécio. Como não poderia ignorar algumas denúncias e acatar outras, Janot foi obrigado a abrir dois inquéritos contra Aécio: um, sobre o sistema de propinas de Furnas; outro, sobre a falsificação de documentos para a CPMI dos Correios, visando ocultar o mensalão mineiro.

Um ano antes, em março de 2015, já havia uma série forte de indícios contra Aécio – a Operação Norbert (que permaneceu na gaveta da PGR desde 2010), identificando contas em Liechtenstein, as informações de Alberto Yousseff sobre as propinas de Furnas, o nome do diretor que recolhia a caixinha, Dimas Toledo, da empresa que lavava o dinheiro, a Bauruense, a titular da conta onde o dinheiro era depositado, Andréa Neves.

Mesmo assim, Janot não pediu o indiciamento de Aécio, denunciando outros senadores – como Lindbergh Faria e Antônio Anastasia – com base em indícios muitíssimos mais frágeis, surpreendendo o relator Teori Zavascki.

Com a delação de Delcídio, foi obrigado a voltar ao tema.

De lá para cá, tem havido um jogo de empurra e de adiamento das investigações, quase escandaloso.

Leia também:  PGR suíço é acusado de conluio com a Lava Jato, por Luis Nassif

Em maio de 2016, Janot decidiu pedir autorização para abrir dois inquéritos contra Aécio.

Batendo no STF (Supremo Tribunal Federal), o suspeito algoritmo do tribunal jogou os dois pedidos de abertura de inquérito nos braços de Gilmar Mendes. Que, obviamente, não autorizou a abertura dos inquéritos, obrigando Janot a insistir (https://goo.gl/e8U4DD). Não autorizou sequer a tomada de depoimento de Aécio e a colheita de provas adicionais na Lava Jato (https://goo.gl/uZt4SK). Deixou-se de lado a conta em Liechtenstein sob a alegação de que a cooperação internacional não chegava até lá.

Ante a falta de sutileza de Gilmar, Janot foi obrigado a insistir no pedido, que acabou autorizado (https://goo.gl/jf5HDN).

NO entanto, até 23 de novembro, ou seja, com oito meses de investigações, nem a PGR nem a Polícia Federal haviam sequer colhido depoimentos autorizados, entre eles o de Dimas Toledo (https://goo.gl/YA4G3t), obrigando Gilmar a prorrogar o prazo:

“Os autos foram remetidos à Corregedoria-Geral da Polícia Federal para inquirição de três testemunhas, interrogatórios do investigado, além de requisição e juntada de documentação constante dos autos de outras investigações. A remessa dos autos à Corregedoria-Geral da Polícia Federal foi feita em 10.6.2016. (…) As inquirições não foram realizadas ou agendadas. (…) Ficam a Autoridade Policial e o Ministério Público Federal instados a observar os prazos de tramitação, nesta e em todas as investigações supervisionadas por este Relator”, diz a decisão.

Vencido o prazo, a conclusão da investigação sobre a suposta atuação de Aécio Neves maquiando dados para a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) – escondendo sua relação com o Banco Rural – foi mais uma vez adiada a pedido de Janot (https://goo.gl/9jItJe).

Leia também:  Raio X do comércio com a China e a diplomacia fundamentalista bolsonariana, por Luis Nassif

Pediu prazo de mais 120 dias para o ingente trabalho do liquidante do Banco Rural fornecer informações solicitadas. “No decorrer desse lapso de tempo, a Procuradoria-Geral da República providenciará a análise, ainda que preliminar, dos documentos da CPMI dos Correios”. 120 dias para uma análise preliminar dos documentos da CPMI dos Correios.

Até hoje ainda não foi identificado o gestor do Banco Rural que enviou os documentos falsos. Nada ocorreu com Dimas Toledo, o notório diretor de Furnas que se vangloriava de passar propinas para mais de uma centena de parlamentares. Para se ter uma ideia da sua importância, o papel de Dimas em Furnas equivaleria a de Alberto Yousseff e Paulo Roberto Costa somados na Petrobras.

Há limites para a hipocrisia. E Janot corre o risco de desmoralizar-se a si e ao MPF com essa solidariedade mineira.

64 comentários

  1. Lamentavelmente estamos vendo

    Lamentavelmente estamos vendo que não há limites para a hipocrisia desse pessoal !  Agem como se todos fossemos completos idiotas…. Tá ficando feio, cada vez mais evidente, essa blindagem ao senador carioca, eleito pelo Leblon. Vamos acompanhar os próximos passos do pgr nesse caso.

  2. Cansaço…

    Já está cansativo ficar acompanhando o passo a passo do PSDB neste Golpe ! Atenção, agora, a Serra, no Senado – retomada da emenda do parlamentarismo e o voto distrital ! O Golpe final desse partido às expectativas do povo brasileiro ! E, atenção: Aloísio 300 mil cotado pro Ministério do Exterior…afinal, quem esteve em Washington, relatando o impeachment e as calculadaspróximas etapas ?

    • Mas para aprovar a emenda do

      Mas para aprovar a emenda do parlamentarismo precisaria trocar o chanceler Serra pelo chanceler Aloysio Nunes? Não são da mesma “espécie”, mesmo “DNA”?  Que diferença faz?

      Além disso, toda e qq mudança que compõe o pacote pós golpe é aprovada no congresso com folga. Isso é cláusula pétrea do “pacote”. Assim, a mudança no MRE deve ter outra motivação.

      Vamos aguardar um outro xadrez do Seo Nassif.

  3. Sinceramente…

    Não consigo entender a insistência do Nassif em achar que há um nanofio de esperança de que Janot tem algum resquício de moral.

    “Há limites para a hipocrisia. E Janot corre o risco de desmoralizar-se a si e ao MPF com essa solidariedade mineira.”

    Como desmoralizar o que não tem moral? Tanto Janot quanto o MPF estão afundados até o pescoço no golpe. Estiveram lá desde o início.

    É idêntica à esperança que ele tinha em relação ao Serra em priscas eras…

  4. A inconsciência tem suas

    A inconsciência tem suas vantagens…

    Ele não sente vergonha por isso…

    Nem remorso por ajudar a aumentar a fome, a prostituição e o crime no Brasil…

    Os milhões de que voltaram para miséria depois que uma presidenta honesta foi deposta…

    Nem arrependimento pela forma com o que ele deixa de herança aos seus compatriotas…

    Será que ele percebe que o país hoje está menos feliz?

  5. P R E V A R I C A Ç Ã O E X P L Í C I T A !

    V  E  R  G  O  N  H  A  !         P.   G.  R.     D E    A  R  A  Q  U  E   !           G  O  L  P  I  S  T  A  !

  6. Ou o Brasil acaba com o MPF
    Ou o Brasil acaba com o MPF ou o MPF acaba com o Brasil. Simples.

    Se bem quevo serviço sujo de acabar com o Brasil o MPF javfez ao fomentar o golpecde Estado

  7. Descobri em 2016 o que

    Descobri em 2016 o que aqueles que vieram antes de mim já deveriam ter descoberto com os golpes de 1945, 1954 e 1964: essa gente deve ser eliminada. Todos. A começar pelas Organizações Globo.

    Está absolutamente claro que a esquerda erra estupidamente quando imagina que existe possibilidade de redenção do país com essa gente circulando por ai. Eles tem a mente escravocrata, preconceituosa, colonizada, primitiva e tosca. São piores que animais, pois animais não teriam coragem de fazer o que fazem com a própria espécie.

    Ou o Brasil se livra desse lixo, ou vai ser um eterno “país de merda”.

    • Perfeito

      Perfeito e simples Marcos.

      Eliminar não apenas as organizações Globo (as leis atuais são risiveis para esses vendilhões da patria) e parar de cair na conversa de negociar com ladrões e lesa-patrias, como se eles tivessem algum tipo de compromisso ou carater. As leis deveriam mudar para traidores. No minimo perpetua.

  8. Corre o risco de se desmoralizar ?
    Essa gente não tem mais nenhum pingo de moral e muito menos de vontade de mantê-la.

  9. Nenhuma surpresa
    FHC fez o que quis com seu próprio engavetador geral da república.

    Lula aceitou a não investigação da privataria em nome de uma suposta reciprocidade para que pudesse governar. Somado a indicações não partidárias ao STF e ter deixado aos leões Protógenes e Paulo Lacerda quando da Satiagraha as coisas poderiam estar bem diferentes agora.

    Por que Dilma não indicou DeSanctis ao STF? Ou deu uma promoção ao TRF para Moro? Por que JEC perdeu o controle da PF e por que Dilma confiou tanto nele?

    • Sempre fico em dúvida

      Quanto à capacidade dos conspiradores (os externos, é claro) ter sido superior ou se foi a inapetência intelectual dos progressistas, que não enxergaram um palmo adiante do nariz, que nos levou ao fundo do poço ( ou poço sem fundo). Uma conjunção das duas coisas, é certo que houve. Eu me lembro dos petistas sempre achando que as políticas de bem estar social eram imbatíveis sobre as eleições, que os adversários jamais teriam uma chance porque o povo estaria satisfeito e grato. No futebol já se sabe há muito tempo que o clima de “já ganhou ” é o primeiro passo para a derrota 

    • Acrescente a isso,

      a enorme estupidez de abrir mão de um importante espaço de poder, acatando proposta estapafurdia de escolher o PGR por eleição de seus pares. Por muito menos que a Lava Jato hoje, Lula foi acusado de promover um “estado policial” e de plantar grampos no  STF. Os grampos não existiram e o verdadeiro “estado policial”esta em vigor hoje. Basta ver a ascensão de Xandão cabeça de ovo morais.

  10. Pergunta: Quem é o mais

    Pergunta: Quem é o mais traira entreguista da hitória do brasil, janó, cunha, moro ou aécio ?

  11. Janot é mais um safado nesse

    Janot é mais um safado nesse jogo de pilhar o país. Um sujeito que entrega papeis da maior empresa brasileira para a justiça america, não vale nada. 

  12. Bom dias a todos que estão

    Bom dias a todos que estão compromissados com a erradicação do estado de exceção / ditadura implantada pelos bandidos da grande imprensa + forças armadas + políciias federal / estaduais / municipais + igrejas lavanderias de grana suja (transformam dinheiro imundo em dinheiro abençoado) + bradesco/itaú/santander… + grandes empresas (como o grupo ultra) tanto as nacionais mas principalmente as multinacionais norteamericanas + instituições que seriam principais vigas de um estado, como a oab por exemplo + todo cidadão golpista.

  13. Risco de

    Risco de desmoralização???

     

    Como algo tão desmoralizado, com exceção entre os coxinhas-midiota, pode ainda ser mais desmoralizada?

    O PGR, O MPF, a PF, o STF(que prefiro chamar de SCM) não tem moral alguma. Em um pais com o minimo de decência e moral, esta corja que habita as instituições ligadas a justiça seriam denunciadas diuturnamente nos meios de comunicação.

    Só nao o são pois estão a serviço do quarto poder, estão atrás dos holofotes da Rede Golpista de Televisão.

    Para mim o grande cerebro do golpe é a Rede Globo. Ela garantiu a todos que embarcassem no golpe a blindagem necessária para que eles promovessem o desmonte do estado, dos direitos trabalhistas, do projeto de nação.

    Não sei se, como escorpião que é, se ela não vai se voltar contra todos depois, para passar ar de imparcial.

    Mas, se fosse séria, não deixariam passar em branco toda esta hipocrisia que tomou o poder. Eles somente o fizeram pois tem o respaldo da rede GLobo, uma empresa que foi, é e sempre será GOLPISTA. 

     

     

     

  14. Quem não conhece essa é a

    Quem não conhece essa é a plutocracia brasileira com sua práticas maçons de solidariedade até debaixo d’água, Janot é um simplório que a conjuntura política elevou à categoria de homem-chave nos destinos políticos do país.

    Ele vai enrolar até o máximo que puder para blindar aécio neves que mesmo sendo um dos políticos mais inúteis do Brasil é protegido como uma criança que precisa atravessar a rua na companhia de um adulto.

    Mas ele não está só o judiciário corrupto também adora aécio em todos as suas instâncias, no STF onde acaba de se formar um diretório do PSDB com a indicação de moraes o mineirinho é tido como intocável.

  15. “…solidariedade

    “…solidariedade mineira.”

    Esses senhores não me representam, ao contrário, morro de vergonha desses conterrâneos. Estão lá, claro, pelo nível dos pobres poderes que comandam essa colônia, brasil, bem como essa província, minas gerais, onde moro.

  16. Janot não corre o risco mais

    Janot não corre o risco mais de se desmoralizar, uma vez que já está desmoralizado.

    Seria muito interessante uma investigação sobre o que move os PGRs em suas atuações políticas (e sempre tucanas).

    Por que Janot, Gurgel, Antonio Fernando e Brindeiro sempre tiveram “tesão” em ferrar o PT e blindar o PSDB?

  17. Celeridade e parcialidade

    Seria interessante uma análise objetiva, uma linha do tempo que medisse objetivamente e comparasse o tempo de tramitação de diversos procedimentos em varios processos com acusados diferentes. Isso tornaria desnuda a parcialidade. 

  18. Não há…. Não há.

    “Há limites para a hipocrisia.”

    Não Nassif…. não existe este limite. A “conspiração mineira” continua a toda.

    Cármen, Janot (Andrada ???), Aécio….

    Quem sabe é seu mineirismo te impedindo de ver/escrever o óbvio.

     

  19.  
    Contra o Governador

     

    Contra o Governador Fernando Pimentel tudo corre numa velocidade enorme. Inquéritos, ações penais, mídia golpista …parece que Carmen Lúcia já pôs na pauta de 02/03/2017 mais uma ação contra Pimentel.

    Aécio, livre , leve e solto !!!

  20. Acho que agora que a direita

    Acho que agora que a direita já mostrou de todas as formas possíveis que republicanismo no dos outros é refresco, espero que a esquerda tenha aprendido a lição e a coloque em prática, se um dia conseguir chegar ao poder novamente.

    • A Dilma deve estar se

      A Dilma deve estar se perguntando: onde foi que eu errei? Janot, Fux, Rosa, Zé Cardoso, Mercadante, P. Bernardo…ufa!  

    • É isso mesmo jorge. É a tecla

      É isso mesmo jorge. É a tecla que a gente vem batendo aqui há muito tempo. Claro que não é só isso, mas grande parte dos problemas dos governos lula/dilma foram em decorrencia desse infantil republicanismo. Não há como negar isso.

      Alguem sabe dizer quem foi o “pai” do republicanismo dos governos lula/dilma…

  21. É importante para os

    É importante para os brasileiros que tem algum conhecimento de rito processual saber essas informações, mas o que mais doi é saber que existe todo um conluio para proteger seus amigos e pares. Até quando esse país vai aguentar tanta barbaridade dentro do judiciário? Até quando?

  22. Nassif, você insiste em

    Nassif, você insiste em procurar moralidade aonde ela nunca existiu. Janot não está preocupado em perder uma credibilidade que ele nunca teve e ele vai continuar cometendo crimes porque ele sabe que está bem protegido pelos conspiradores e que o pior que a população irá fazer é reclamar verbalmente. Vocês progressistas perdem tempo demais em análises inúteis sobre o que não precisa análises

    • Reclamar aonde?

      Meu caro. Se a bandidagem está estabelecida e dominante no judiciário. o que resta além de verbalizar e divulgar, com argumentos fundamentados, com corajosamente faz o Nassif? Reclamar por escrito, mover AÇÃO judicial, contra quem e apresentar a quem? Só o Lula e seus advogados, até hoje, tiveram a coragem de recorrer ao único caminho que nos resta, sob fogo cerrado de críticas e ofensas coordenados pelo oligopólio midiático comercial nativo. Se V. Sa. tiver conhecer uma outra forma possível, nos ensine, por favor.

      • O caminho que resta vocês

        O caminho que resta vocês conhecem, porém vocês borram as calças só de pensar nele. Toda a idéia de sistema de justiça foi criada para evitar que as pessoas se matem entre si para impor as suas vontades. Mas quando este sistema de justiça é destruído, como acabou de ser no Brasil, resta usar a força para restaurá-lo.

        • O pior é que você está certo.

          O pior é que você está certo. É preciso um movimento de demonstração de força. palavras de ordem e manifestações bonitinhas pra sair bem na foto não vai adiantar nada num contexto de desinformação e imposição de versões.

          A força beira a violência e aí a coisa pode desandar para o pior. Mas a tendência é esta, com o arrocho se tornando insuportável, a passividade não será mais possível 

  23. O “chicote”do Judiciário/MP é
    O “chicote”do Judiciário/MP é só para os “negrinhos”,tipo o Lula,Palocci,Dirceu já
    o “senhor de escravos”Aécio, não vem ao caso,lembram quando eu postava esses meus jargões tipo “o judiciário quer q uns possam tudo e outros nada possam”é o objetivo final deles,depois da prisão do Lula lógico,para eles trabalhador tem é q trabalhar(tipo escravo)e pronto !!!

  24. Registro perfeito, necessário

    Registro perfeito, necessário e urgente.

    O golpe precisa das trevas e versões; Nassif as desfaz com luz e fatos. Toda denúncia ao golpe será pouca enquanto as forças populares e democráticas – trabalhadores, academia, líderes – não retomam o processo histórico. E retomado o poder, registros como esse serão importantes para que não se caia no mesmo erro.

  25. O Janot é um dono do poder..

    O Janot é um dono do poder.. divide esse poder com o Gilmar Mendes..

    Não como rolar esse sentimento de se desmoralizar…

    O país é controlado por estes dois Ditadores da Toga.

     

  26. cada vez mais parece q

    cada vez mais parece q janota  e os parça do PSDB tavam #chateado com teori……

    aliás como anda a investigação do estranho acidente dos coroas ricos e as cocots? elas saiam com aécio tb? algum regsitro disso? talvez com janota…. apenas ‘amigos’ quem sabe….  num fds nublado e triste, em q chovia la fora e ele tava ali, com tanto frio…

    fiquem trank, o mininão plagiador do psdb, quer dizer, min. do STF, vai escalrecer td.

    ‘….é só liberar o maço e carimbaço!’

  27. Quando o crime organizado é o próprio Estado

    Prezado Nassif, prezados leitores.

    Como há quase três anos eu e outras pessoas temos comentado, as mais perigosas ORCRIMs estão hoje incrustadas ou imersas no aparelho de Estado. O chamado ‘sistema de justiça’ – composto pelas polícias, ministério público e poder judiciário –  está eivado de ORCRIMs institucionais; a mais acintosa delas é a chamada “Lava a Jato”, que aos mais atentos sempre se mostrou uma Fraude a Jato, uma operação midiático-policial-judicial, com propósitos políticos claros: desestabilizar e derrubar um governo legítimo, social-democrata e nacionalista (substituindo-o por outro ultraneoliberal, privatista e entreguista) e criminalizar um partido, (o PT) e os líderes desse partido e da esquerda Política.

    A série histórica de reportagens feita pelo Jornalista Marcelo Auler reduziu a um cadáver – com as pútridas e fétidas entranhas expostas à luz solar – a SR/DPF/PR, o baixo clero da Fraude a Jato. Como a ligação entre a SR/DPF/PR e os 14 procuradores do MPF/PR e destes com o juiz sérgio moro é umbilical, siamesa, estes agentes públicos também tiveram suas entranhas expostas: são criminosos e intergram a ORCRIM da Fraude a Jato. Eugênio Aragão e Luís Nassif desmascararam Rodrigo Janot e seus auxiliares na PGR, mostrando que a PGR e o PGR representam o alto comando nacional do golpe. Acovardado, acumpliciado, conivente e partícipe da trama golpista e do fraudulento processo de impeachment, o STF se auto-revelou também uma ORCRIM institucional. As quadrilhas políticas que hoje dominam o Congresso Nacional e o Executivo Federal são o que de pior, mais corrupto, mais criminoso a política brasileira conseguiu produzir nesses 5 séculos.

    A queda misteriosa do avião em que viajava Teori Zavaski – que jamais será investigada e esclarecida corretamente – levanta fortíssimas suspeitas de que ocorreu um atentado e não um acidente aéreo. A movimentação  política – para a nomeação de um tucano e aliado de michel temer, para “estancar a sangria” e blindar os caciques tucanos e do PMDB – antes mesmo do enterro de Teori, reforça essa suspeita. Com a nomeção de Alexandre de Moraes para a vaga de Teori, todas essas suspeitas de atentado e manobras de uma máfia político-policial-judicial se confirmam. Outra ORCRIM muito atuante, que dá suporte ao governo golpista, é o PIG/PPV. O alto comando internacional consegui desmantelar a Petrobrás e agora os tubarões do petróleo disputam a dentadas as partes do cadáver da outrora maior empresa brasileira; o ACI abortou também os projetos na área nuclear, de defesa e aeroespacial, mantendo o Brasil como coloônia agrícola e mineral, exportadora de produtos primários, incpaz de levar adiante um projeto soberano de desenvolvimento.

    O edificante diálogo entre o malandro-agulha, Romero Jucá, e o ex-senador tucano Sérgio Machado descreve claramente o roteiro do golpe e pra “estancar a sangria”; tudo o que Jucá disse naqueles telefonemas grampeados está acontecendo; até a eliminação de Teori “um cara fechado a quem poucos tinham ace$$o) foi prevista e revelada naquela fala pouco ou nada codificada do senador roraimense. Não fossem a PGR e o STF ORCRIMs, os políticos que faziam a trama seriam não apenas denunciados, como teriamas denúncias aceitas, seriam processados, julgados e condenados. Mas a PGR e o STF fazem parte da trama, como hoje está confirmadíssimo.

    Por fim as Forças Armadas estão acumpliciadas e coniventes com o golpe de Estado, ou seja, as FFAA são outra ORCRIM institucional no aparelho de Estado; o baixo clero dessas FFAA, ou seja, as PMs, tem se encarregado de reprimir com violência as manifestações contra o golpe e pela democracia. Sob o comando de Alexandre de Moraes, em parceria com o Exército, a PM paulista espionou, perseguiu, reprimiu, feriu e matou pessoas que ousaram se reunir em protestos contra o golpe de Estado; o Exército chegou a infiltrar um capitão num grupo de jovens que por meio de rede social combinavam se encontrar numa manifestação contra o golpe, na capital paulista; o nome do P2 e Willian Pina Botelho. Alexandre de Moraes ordenou também a invasão da Escola florestan Fernandes, do MST. A sede do PT em São Paulo foi invadida pela polícia federal que usou um aparato de modo a que as empresas de mídia pudessem explorar o caso como se fosse o de combate auma organização terrorista. 

    Por tudo isso e muito mais sabemos que as verdadeiras ORCRIMs e organizações terroristas que atuam no Brasil estão no aparelho de Estado. Essa é a razão por que não se vêem manifestações de resistência o golpe nas ruas brasileiras; basta que se juntem algumas dezenas de pessoas para que infiltrados e PMs sabotem e reprimam com violência qualquer manifestação contra as quadrilhas golpistas. No RN, no ES e no RJ o Exército chegou a ser convocado, mostrando que se as PMs (algumas delas arrochadas e sem receber salários ou com salários atrasados) se aquartelarem, o governo golpista de michel tmer e quadrilhas que o apóiam não exitará em colocar os militares das FFAA para reprimir os que protestam. Conforme mostrou Luís Nassif, os três estados que citei estão sob intervenção federal; michel temer e seu bando só não decretam intervenção oficial porque, se o fizerem, não poderão revogar a CLT e desmantelar a Previdência Social, já que o Art. 60 da CF estabelece que não se pode apresentar PEC, quando há intervenção federal nos estados.

    • Comentário com o texto corrigido

      Como há quase três anos eu e outras pessoas temos comentado, as mais perigosas ORCRIMs estão hoje incrustadas ou imersas no aparelho de Estado. O chamado ‘sistema de justiça’ – composto pelas polícias, ministério público e poder judiciário –  está eivado de ORCRIMs institucionais; a mais acintosa delas é a chamada “Lava a Jato”, que aos mais atentos sempre se mostrou uma Fraude a Jato, uma operação midiático-policial-judicial, com propósitos políticos claros: desestabilizar e derrubar um governo legítimo, social-democrata e nacionalista (substituindo-o por outro ultra-neoliberal, privatista e entreguista) e criminalizar um partido, (o PT) e os líderes desse partido e da esquerda Política.

      A série histórica de reportagens feita pelo Jornalista Marcelo Auler reduziu a um cadáver – com as pútridas e fétidas entranhas expostas à luz solar – a SR/DPF/PR, o baixo clero da Fraude a Jato. Como a ligação entre a SR/DPF/PR e os 14 procuradores do MPF/PR e destes com o juiz sérgio moro é umbilical, siamesa, estes agentes públicos também tiveram suas entranhas expostas: são criminosos e integram a ORCRIM da Fraude a Jato. Eugênio Aragão e Luís Nassif desmascararam Rodrigo Janot e seus auxiliares na PGR, mostrando que a PGR e o PGR representam o alto comando nacional do golpe. Acovardado, acumpliciado, conivente e partícipe da trama golpista e do fraudulento processo de impeachment, o STF se auto-revelou também uma ORCRIM institucional. As quadrilhas políticas que hoje dominam o Congresso Nacional e o Executivo Federal são o que de pior, mais corrupto, mais criminoso a política brasileira conseguiu produzir nesses 5 séculos.

      A queda misteriosa do avião em que viajava Teori Zavaski – que jamais será investigada e esclarecida corretamente – levanta fortíssimas suspeitas de que ocorreu um atentado e não um acidente aéreo. A movimentação  política – para a nomeação de um tucano e aliado de michel temer, para “estancar a sangria” e blindar os caciques tucanos e do PMDB – antes mesmo do enterro de Teori, reforça essa suspeita. Com a nomeação de Alexandre de Moraes para a vaga de Teori, todas essas suspeitas de atentado e manobras de uma máfia político-policial-judicial se confirmam. Outra ORCRIM muito atuante, que dá suporte ao governo golpista, é o PIG/PPV. O alto comando internacional consegui desmantelar a Petrobrás e agora os tubarões do petróleo disputam a dentadas as partes do cadáver da outrora maior empresa brasileira; o ACI abortou também os projetos na área nuclear, de defesa e aeroespacial, mantendo o Brasil como colônia agrícola e mineral, exportadora de produtos primários, incapaz de levar adiante um projeto soberano de desenvolvimento.

      O edificante diálogo entre o malandro-agulha, Romero Jucá, e o ex-senador tucano Sérgio Machado descreve claramente o roteiro do golpe e pra “estancar a sangria”; tudo o que Jucá disse naqueles telefonemas grampeados está acontecendo; até a eliminação de Teori (“um cara fechado a quem poucos tinham ace$$o”) foi prevista e revelada naquela fala pouco ou nada codificada do senador roraimense. Não fossem a PGR e o STF ORCRIMs, os políticos que faziam a trama seriam não apenas denunciados, como teriam as denúncias aceitas, seriam processados, julgados e condenados. Mas a PGR e o STF fazem parte da trama, como hoje está confirmadíssimo.

      Por fim as Forças Armadas estão acumpliciadas e coniventes com o golpe de Estado, ou seja, as FFAA são outra ORCRIM institucional no aparelho de Estado; o baixo clero dessas FFAA, ou seja, as PMs, tem se encarregado de reprimir com violência as manifestações contra o golpe e pela democracia. Sob o comando de Alexandre de Moraes, em parceria com o Exército, a PM paulista espionou, perseguiu, reprimiu, feriu e matou pessoas que ousaram se reunir em protestos contra o golpe de Estado; o Exército chegou a infiltrar um capitão num grupo de jovens que por meio de rede social combinavam se encontrar numa manifestação contra o golpe, na capital paulista; o nome do P2 e Willian Pina Botelho. Alexandre de Moraes ordenou também a invasão da Escola Florestan Fernandes, do MST. A sede do PT em São Paulo foi invadida pela polícia federal que usou um aparato de modo a que as empresas de mídia pudessem explorar o caso como se fosse o de combate a uma organização terrorista. 

      Por tudo isso e muito mais sabemos que as verdadeiras ORCRIMs e organizações terroristas que atuam no Brasil estão no aparelho de Estado. Essa é a razão por que não se vêem manifestações de resistência o golpe nas ruas brasileiras; basta que se juntem algumas dezenas de pessoas para que infiltrados e PMs sabotem e reprimam com violência qualquer manifestação contra as quadrilhas golpistas. No RN, no ES e no RJ o Exército chegou a ser convocado, mostrando que se as PMs (algumas delas arrochadas e sem receber salários ou com salários atrasados) se aquartelarem, o governo golpista de michel temer e quadrilhas que o apóiam não hesitará em colocar os militares das FFAA para reprimir os que protestam. Conforme mostrou Luís Nassif, os três estados que citei estão sob intervenção federal; michel temer e seu bando só não decretam intervenção oficial porque, se o fizerem, não poderão revogar a CLT e desmantelar a Previdência Social, já que o Art. 60 da CF estabelece que não se pode apresentar PEC, quando há intervenção federal nos estados.

  28. A JUSTIÇA BRASILEIRA DEVERIA SE CHAMAR – ENXUGA GELO DOS AMIGOS

    Não sei porque insistem tanto de falar ou chmar de justiça o que existe no Brasil, não é nada, não faz nada e é apenas um rito estatistico desenrolado num algoritimo mais ao menos assim – Se amigo = GILMAR, Se inimigo = MORO. Se juiz tentar quebrar o algoritimo o avião cai e o mais curioso, como sumiu de todos o níveis de imprensa a morte do TEORI, é muito estranho, nem PF nem Forças Armadas são capazes de conter o que se apropriou do Brasil com o GOLPE. Não é preciso nem falar que festa junina, de Quadrilha, pois elas estão ai dançando em todos os jornais como se fosse normal em todos os dias e meses do ano e que parece é que perderam o medo ou é tudo mesmo uma Quadrilha, e uns protegendo os outros, infelismente é o que nos faz acreditar. Mas o Silencio sobre o TEORI é muito estranho mesmo.

    • Carlos Alberto

      Tb ando estranhando a falta de cobrança s/ o ocorrido c/ o avião e a demora da perícia. Isto nos deixa mais desconfiados. O mesmo se dá com Mariana e a barragem rompida.

  29. Sinceramente?
     
    revolução, e

    Sinceramente?

     

    revolução, e mandar essa escumalha para a cadeia, tomaram o estado de asslato, infiltraram vergonhosamente fascinorasd no judiciario, não há mais instituições sólidas, há verdadeiras quadrilha espoliando direitos, recursose a paciencia do povo brasileiro, e nessa bandalheira está tambem a midia, fazendo o papel sujo de sempre, de demonizar quem não está alinhado com a bandidagem e proteger mafiosos notorios, pela lei não há mais saida por que o crime organizado é quem está no comando…..

  30. Sinceramente?
     
    revolução, e

    Sinceramente?

     

    revolução, e mandar essa escumalha para a cadeia, tomaram o estado de asslato, infiltraram vergonhosamente fascinorasd no judiciario, não há mais instituições sólidas, há verdadeiras quadrilha espoliando direitos, recursose a paciencia do povo brasileiro, e nessa bandalheira está tambem a midia, fazendo o papel sujo de sempre, de demonizar quem não está alinhado com a bandidagem e proteger mafiosos notorios, pela lei não há mais saida por que o crime organizado é quem está no comando…..

  31. “Há limites para a

    “Há limites para a hipocrisia. E Janot corre o risco de desmoralizar-se a si”

     Corre o risco, Nassif??? Hehehehe…

  32. Janot

    Meu caro Nassif, creio que você como pessoa hiper esclarecida, deve ter consciência que o PT tem culpa nisto. O Excesso de republicanismo , especialmente de José Eduardo Cardoso, alimentou cobras. Víboras que por alguns instantes estiveram com Lula/Dilma, mas sempre com o preconceito. Errou o governo petista, ao achar que mídia seria neutra, após sucesso de Lula. Está na hora de deletar todo o sistema judiciário. Nassif, você acha que alguém vai fazer algo com Aécio? Se tivesse justiça aqui, Sergio Moro no dia que divulgou áudios de grampos, seria afastado.

  33. A maioria da minoria reina absoluta

    Acho que às vezes confundimos o ideal com o real. 

    Justiça, moralidade, leis, etc. Isso não passa de uma aparência. Essencialmente o que existe no Brasil é o exercício do Poder. É a velha história do cordeiro que ao beber aguá rio abaixo, é alertado pelo lobo para não sujar sua água. Ou seja, na prática, a sujeira da água (que nesse caso são as leis, a justiça, a liberdade de imprensa, etc) não passa de uma aparência para disfarçar o verdadeiro PODER. E no Brasil isso se resume a vontade de uma maioria dentro de uma minoria (grosso modo são 70% de 30% da população econômica e socialmente mais aquinhoada).

    Essa vontade é absoluta porque essa “maioria minoritária” é capaz de convencer a maioria absoluta (70% da população mais pobre) de que ela (maioria absoluta) é incapaz e, por isso, deve obdecer, aos mais capazes – doutores, ricos, inteligentes, famosos, etc.

    E o engraçado é que essa parcela da minoria é capaz de convencer a maioria absoluta mesmo sem explicar como é possível existir fazenda sem peão, padaria sem padeiro, financeira sem atendente de telemarketing, prédio sem pedreiro, exército sem soldado? Logicamente, vale observar, que também é preciso expertise para organizar uma fazenda, uma padaria, uma financeira, erguer um prédio, comandar um exército, etc., mas isso representa apenas a outra face da mesma moeda. Logo, representa algo de igual valor! E se alguém discorda, achando que é fácil ser peão, sugiro trocar de lado por um tempo.

    Retomando. Diante dessa situção, onde a maioria absoluta acredita e obecede, pacientemente (por desconhecer sua força), a parcela majoritária da minoria, vejo duas saídas possíveis.

    1) A maioria absoluta toma consciência de que os poderosos dependem dela para ser o que são, e aí, muito provavelmente, a saída seria uma carnificina – como tantas na história.

    2) A outra solução é uma disputa dentro da minoria (30%). E aí eu pergunto: com uma maioria disposta a obedecer pacientemente, como ganhar forças dentro da minoria para produzir um racha e sair vitorioso? Em outras palavras, se a maioria dos trabalhadores está disposta a ganhar “100,00”, como convencer os “pagantes” de que é melhor dar “120,00”? Com o discurso de que “todos vão ganhar”, “o país vai se desenvolver”? Numa situação dessas, a maioria da minoria se une para bater martelo nos “100,00”, com o seguinte discurso: “deixa a peãozada se lascar, acho até que eles gostam, e depois, se ganharem muito, ficam preguiçosos, ou pior, são capazes de quererem cada vez mais e isso seria nossa tragédia…”.

    Como nenhuma das duas possibilidades aparece no horizonte, fica tudo como dantes… Ou seja, o Poder é exercido na sua plenitude pela maioria dentro da minoria.

    Foi assim na ditadura, com o Collor (para colocá-lo e tirá-lo), no governo FHC, e está sendo assim agora. Uma maioria dentro da minoria exerce um poder absoluto, sem freios e contrapesos. Em suma, o poder é exercido segundo a vontade desse “pequeno grande” grupo social (que pode tudo) e que hoje é representado politicamente pelo PSDB.

    Logicamente que ocorrem diverências pontuais, briguinhas de ego, mas nada que abele o grande pacto de viver as custas de uma maioria paciente, obediente e laboriosa. Vale destacar também que alguns sobressaltos ocorrem de tempos em tempos, quando a incompetência impera e o povão se desperta. Mas isso não passa de um lampejo, em seguida volta a acreditar que sua fraqueza é real e não apenas aparente. E aí, volta ao trabalho expoliante, crendo que é incapaz e, por isso, deve obediência aos doutores e seus “sábios ensinamentos”, as leis, a justiça, a liberdade de imprensa, etc.

  34.  
    O provável proximo passo da

     

    O provável proximo passo da camarilha golpista é montagem da mutreta: PARLAMENTARISMO. Os canalhas já perceberam que esta, será a arapuca mais indicada para o momento. O golpe da inabilitação política, via prisão do Lula, além da tosca repercussão internacional, peca por riscos internos de avaliação extremamente imprecisas.

    Se os canalhas reacionários da classe dominante brasileira, não preservasse com tanto afinco sua inata vocação voltada à hipócrisia. Faria como os Bolcheviques russos, que, deram o nome de “Ditadura do Proletariado” ao seu governo de carater revolucionário. Ou, se preferir, chame de golpe, como queria os mencheviques, seus adversários na Duma.

    Volta e meia, os cafajestes da UDN, digo, tucanos/demos, quando sentem que não está funcionando a enganação deles, pela via eleitoral direta. Correm avexados para desenterrar a Varinha de Condão. Pronto! Agora vamos servir ao povo, pela via PARLAMENTAR. Esta maravilha que acabou de aprovar, em ridículo espetáculo circense de baixa qualidade, um sujeito sem a menor qualificação para o STF. Ainda bem, que o próprio acovardado stf, há muito se apequenou, estando no momento em conformidade plena, com a ESTATURA da insigni ficante figura do oportunista advogado careca, digo, skinhead. O povo, certamente vai amar se governado pelo primeiro ladrão, digo, primeiro ministro fhc, escolhido pelos seus comparsas do Congresso de Desnacionalizados Entreguistas.

    Orlando 

  35. excelente xadrez, como

    excelente xadrez, como sempre. Mas a chegada do carnaval deixou o mestre Nassif hiper bonzinho: “é quase escandaloso” (pra mim é um escândalo completo) e “corre o risco de desmoralizar a si mesmo e ao MPF”. Corre o risco? Bom carnaval

  36. Janot e Aécio

    Nassif, vc poderia publicar como a relação Janot-Aécio se construiu ao longo do mandato do mineirinho e a sua carreira na MP-MG e a burrice , ops … ingenuidade da Dilma de conduzir este pau mandado tucano na PGR.

      • Belo acordo……Dilma

        Belo acordo……Dilma escorraçada da Presidencia e o PT com a fama do mais ladrão…..ok…. quem faz um acordo desse, no mínimo tem que ter poder de barganha na mão também….. ou seja de ambos os lados….. e Delcidio nunca deixou de ser PSDB, mais um politico como vários nesse congresso…… PF a solta para investigar somente o PT…….. eta acordo bom esse……….

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome