O que leva Luiz Fux a afrontar o Congresso

Dizem que o Ministro Luiz Fux tem grande coragem pessoal. Lutador de jiu jitsu, certa vez imobilizou um assaltante que invadiu seu apartamento. As crônicas de época não descrevem a compleição física do assaltante.

No Supremo, porém, Fux só ataca quando pressente que o adversário está caído ou imobilizado.

Foi assim na fase final do “mensalão”. Com o Congresso de joelhos, concedeu uma liminar absurda ao governador Sérgio Cabral Filho, mandando trancar toda a pauta da Câmara para que não fosse votada uma lei que mudaria a distribuição do ICMS do petróleo. Até hoje a lei não foi votada.

Coube a ele também pedir vistas de um processo que questionava a constitucionalidade dos auxílios salariais que engordavam o salário dos magistrados. O processo está até hoje em sua gaveta.

Passados os momentos de catarse, sua atuação no STF tem sido tímida. Desde que a história do “matar no peito” vazou – a promessa que fez de segurar as ações do mensalão, se indicado Ministro do STF -, não se expôs em temas mais delicados, evita protagonismos maiores, especialmente em temas de maior repercussão.

O que o levaria, então, a incendiar a guerra com o Congresso, com essa decisão esdrúxula de impor à Câmara como deve votar as leis, exigindo que reponha integralmente o conteúdo das 10 Medidas enviadas pelo Ministério Público Federal?

Segundo juristas consultados pela mídia, o argumento invocado é extravagante. Diz Fux que emenda de tramitação popular não pode ser alterada. Pode e há inúmeros precedentes. O Ministro Gilmar Mendes, que exige para si o monopólio da parcialidade, taxou a decisão de Fux de AI-5 do Congresso.

Por trás dessa afronta à independência do Congresso pode estar a posição vulnerável de Fux, após as últimas investidas da Lava Jato no Rio de Janeiro.

Fux foi um Ministro indicado pelo esquema Sérgio Cabral Filho. O próprio Lula admitiu que a maior pressão que recebeu foi da advogada Adriana Ancelmo, esposa de Cabral, na época a toda poderosa primeira dama do estado, hoje detida na penitenciária de Bangu. Sua campanha foi pavimentada pelo grupo de lobistas que sempre orbitou em torno de Cabral, com jantares e eventos para os quais eram convidados juristas com suposta influência sobre Lula e Dilma.

Valeu-se de seu cargo para pressionar a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Rio de Janeiro, a votar em sua filha Marianna Fux, de apenas 32 anos, para o 5o Constitucional do Tribunal de Justiça do Rio.

Segundo reportagem da revista Piauí (https://goo.gl/ivIQ89) foi uma campanha intimidatória, de um Ministro que tinha em mãos centenas de processos de interesse dos advogados cariocas. Valeu-se disso para pressionar vários advogados a votar em sua filha, telefonando pessoalmente para eles. O cargo exigia dez anos de experiência prévia dos candidatos. A experiência de Marianna consistia em trabalhos de pesquisa no escritório de Sérgio Bermudez, o superadvogado que, na posse de Fux, ofereceu um megajantar em sua homenagem.

Leia também:  Coluna Econômica: a bolha dos créditos garantidos por imóveis, por Luís Nassif

Fux pertence ao grupo de influência de Luiz Zveiter, o polêmico ex-presidente do TJ-RJ, que foi um dos principais cabos eleitorais de Marianna. Zveiter tem uma relação de cinco processos no CNJ e apenas uma condenação. Em passado recente, um promotor foi condenado pelo TJ-RJ por ter investigado Zveiter (https://goo.gl/NkLstF).

Em setembro de 2014, o TJ-RJ mudou os requisitos para permitir a reeleição de Zveiter.  O próprio Conselho Nacional de Justiça (CNJ) condenou a mudança. Mas Fux concedeu uma liminar que permitiu a Zveiter concorrer – e ser derrotado (https://goo.gl/cxjXCl).

Este ano Zveiter candidatou-se novamente e foi eleito. Mas na semana passada o caso finalmente foi julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Zveiter foi derrotado por 7 x 3. Dentre os três votos a favor de Zveiter, o do indefectível Luiz Fux.

Por esse histórico, corre o risco de ser atingido por algum vazamento da operação que prendeu Cabral e Adriana, uma frase solta, um nome na agenda que, mesmo n configurando nenhum crime, possa ser utilizado para alvejá-lo.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

72 comentários

  1. O que leva Gilmar a afrontar os Colegas do $TF?

    Eu não sei o que leva Fux a afrontar o Congresso mas sei que deve ser o mesmo motivo que leva Gilmar Mendes a atacar os Colegas do STF.

  2. o que….

    Luiz Szveiter. Polêmico? 30 anos para acordar um dia e descobrir que não temos Estado. Um festival de aberrações. Cada qual no seu feudo. Precisa explicar porque 2/3 da população fluminenese vive em cortiços ou favelas? Por que esta semana, a imprensa questionava o porque da persistência da alta incidência de lepra na população brasileira? Por que a volta de febre amarela dentro de SP, o estado mais rico do país? Por que microcefalia, chicungunya, dengue, de forma tão vertiginosa, enquanto nossos vizinhos muito mais pobres não passam por esta calamidade medieval? Existe mais algo de se explicar no Brasil?  

  3. Vamos ver se o $TF ficará ao lado do Fux ou do Congresso

    Vamos ver quem tem mais moral no $TF, se o Fux ou o Marco Aurélio. A inócua decisão do Marco Aurélio foi cassada pelo $TF. A decisão monocrática do Fux é análoga à liminar cassada do Marco Aurélio. E agora, o $TF vai recuar e confirmar ou cassar a decisão do Fux?

  4. Fux, quando era careca,

    Fux, quando era careca, parecia ser um professor sério, com bons artigos publicados. 

    Mas acho que o implante do topete atingiu seu cérebro…

  5. Alvorada Voraz

    Isso tudo amigos é um jogo de cena para SALVAR OS CORRUPTOS! Tudo planejado e o povo aparvalhado e manipulado entrando de gaiato. inclusive nós que ficamos discutindo o sexo dos Anjos no Blog. A lava jato como prevíamos MELOU.

  6.  
    OPÓS FURTAR AS CHAVES DO

     

    OPÓS FURTAR AS CHAVES DO CONGRESSO NACIONAL, SUA ALTEZA, O  MINISTRECO FUX, ENXOTA OS PARLAMENTARES E CONVOCA O RESTO DA TURMA DA CAPA PRETA PARA A DERRUBADA FINAL DO LEGISLATIVO.

    Abaixo, suas excrescência ordinárias, digo, reunidas em sessão extraordinária secreta, para deliberar sobre as próximas etapas do golpe em curso. 

    Ao que parece, a velharia agurda apenas as últimas diretivas dos irmãos marinhos da Globo, para invadirem o Parlamento.

    Orlando

                 

  7. A desculpa deles pra não
    A desculpa deles pra não julgar o impeachment não foi a impossibilidade de interferência em outro poder (Legislativo)?
    E o que ele faz agora é o quê? Esses caras acham que o povo é idiota.

  8. “Diz Fux que emenda de
    “Diz Fux que emenda de tramitação popular não pode ser alterada.”

    Hehehe. Pode pelo menos ser rejeitada ou o congresso está obrigado a aprovar na íntegra e ponto final?

  9. É…
    É assim caminha a humanidade no Brasil, como dizia Cazuza: “Transformam o país inteiro num puteiro, pois assim se ganha mais dinheiro”.A promiscuidade não tem tamanho, tráfico de influência, favores a troco de favores ilícitos, a meritocracia da classe aristocrática com a corda toda.Saudades de Fidel e do seu pelotão

  10. Juízes reagem sor-rasteiramente à poda de seus supersalários

    Essa casta nojenta de privilegiados, constituída de Juízes e Promotores, reage rasteira e sorrateiramente à poda de seus supersalários e superpoderes.

    Não toquem nos nossos supersalários, não toquem nos nossos superpoderes. Somos intocáveis

  11. torna-se cada vez mais fácil deduzir e perceber…

    em uma análise comparativa,

    que quando 2 do STF se aproximam,

    a imagem ética resultante é sempre triangular……………………….

    pobre Dirceu!

    foi se aventurar repleto de razão na pintura do realismo e está em cana até hoje

  12. Não existe isso de “iniciativa popular”

    NUNCA existiu. Desde a promulgação da Constituição em 1988 (CF88), apenas quatro novas leis surgiram na qualidade de “leis de iniciativa popular” (dentre elas, a chamada lei da ficha limpa). Nenhuma das quatro, contudo, obedeceu de verdade aos trâmites exigidos de validação pelos cartórios eleitorais de CADA UMA das (centenas de milhares, milhões) de assinaturas dos apoiadores. O mecanismo da iniciativa popular é natimorto na CF88, ele jamais ocorrerá, por impossibilidade prática.

    Por cálculo de conveniência, aquelas quatro iniciativas acabaram politicamente encampadas pela Câmara dos Deputados, e foram assim formalmente tramitadas como se tivessem sido projetos originados naquela casa. Por exemplo, a lei da ficha limpa, após a coleta de mais de um milhão e meio de assinaturas, deu entrada no processo legislativo como se fosse um projeto de autoria conjunta de trinta e três deputados de diversos partidos (uma vez que conferir e validar uma quantidade tão grande de assinaturas teria retardado em anos a sua aprovação).

    Resumo da ópera: na prática, o mecanismo constitucional da iniciativa popular não passa de um grande abaixo-assinado.
     

    • Ignorância

      Pois é, o suposto projeto de iniciativa popular – que levou o Fux a atropelar o Congresso – também não é de iniciativa popular coisa nenhuma. Logo, não teria direito a tramitação diferente dos demais. Como a Câmara não poderia conferir 2 milhões de assinaturas, para validar a origem  do material, uma cópia do projeto foi assinada por deputados, e entrou na pauta normalmente. Se o Fux tivesse o cuidado de examinar melhor o caso não teria feito uma besteira dessas.

        • Lenita, sou um dos que

          Lenita, sou um dos que considera o AA um patrimônio vivo do blog. Inteligente, objetivo, texto compreensível, enciclopédico. Mas também me surpreendo com algumas posições que ele defende, creio até que seja disfarce, não alcansável pela minha inteligência rasteira. Mas estou evoluindo, estou conseguindo ler o que Nassif pensa, não o que escreve, o que quer dizer, não o que diz. Por exemplo, entendi perfeitamente o último parágrafo deste post,  ” ser atingido por algum vazamento da operação que prendeu Cabral e Adriana,  UMA FRASE SOLTA, UM NOME NA AGENDA  QUE, MESMO NÃO CONFIGURANDO NENHUM CRIME, possa ser utilizado para alvejá-lo.

          • Eduardo Outro

            Ninguém pode ser unanimidade (só o Chico Buarque kkk), somos humanos e cometemos mt erros , ou somos induzídos a cometê-los. O que não aprecio no AA , é sua pose de dono da verdade, o sabichão, que antes iniciava seus comentários c/ a famosa frase : “Nada a ver”  após alguem dar uma opinião e que parece que abandonou ultimamente. São detalhes que nos tornam simpáticos ou não a alguem. Eu gosto do Nassif principalmente por ele gostar de música, rsrsrs.

            Abraços.

        • AA

          Leio o Blog do Nassif desde os seus primórdios: AA evoluíu muuito no sentido progressista. Nada a ver com os seus comentários iniciais, apanhava direto. Hoje parece outro, embora, de vez em quando, ainda tenha algumas recaídas.

      • O que pra não entendidos

        O que pra não entendidos começa a ficar claro é que tem algo estranho na “fonte” de onde brotam os magistráveis do alto escalão. Excetuando a nomeação de aliado/parceiro político, algo difícil para “outsiders” e que ainda tem o Senado para encarar, somente consultando oráculos e deuses (esses de outro plano) para fazer a indicação ideal de alguém que, mais adiante, não se “enturme” e exiba “facetas” desconhecidas. O agora chamado padrinho da PEC 55, por exemplo. Sua indicação foi saudada por todos, nenhum senão. Teve até algumas atuações que pareciam confirmar o entusiasmo. Depois, seguiu a maré. 

      •   Concordo plenamente.
          Na

          Concordo plenamente.

          Na disputa pelo Poder (não disputa eleitoral), o lulismo deixou demais a desejar. Dilma, então, quis elevar a inatividade e inocência ao status de estratégia política. Deu no que deu.

    • É fato notório que Fux foi
      É fato notório que Fux foi nome sugerido ao Lula para sua indicação à vaga aberta no STF pelo então governador do Rio, Sérgio Cabral, naquele momento grande aliado político do Presidente.

  13. Apesar de ….

    ter ficado triste com a facilidade em aprender como a “coisa funciona” no Legislativo, pelo Romário e Tiririca, considero-os mais confiáveis que esse Fux PMDB-RJ e o previsível Gilmar PSDB-MT. Além dos  chantageados pela Lava-jato, do $TF.

  14. não, nada sei

    é que quando perfeitamente identificados, despertam em mim percepções de percurso

    não me ligo muito na parte/todo, longe de mim pretender tal coisa. Deus me livre e guarde

    mas é pelo centro/entorno que tiro a dimensão/conteúdo de qualquer um que cruza o meu caminho

    só por isso

  15. Sobreposição do anseio popular pelos interesses parlamentares?

    De acordo com o Luis Zveiter Fux, a aprovação das 10 medidas do Jatomorismo com alterações feitas pelos Deputados constitui ‘sobreposição do anseio popular pelos interesses parlamentares’.

    Ora, como assim, Cara Pálida? A democracia não é eminentemente representativa e os Deputados não representam o povo?

    A Constituição estabelece que todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição, estabelecendo, também, que a soberania popular será exercida pelo sufrágio universal e pelo voto direto e secreto, com valor igual para todos, e, nos termos da lei, mediante iniciativa popular. Isso não significa que o Congresso esteja obrigado a aprovar, na íntegra, a lei de iniciativa particular ou qualquer outra lei de iniciativa de qualquer membro ou Comissão da Câmara, do Senado ou do Congresso Nacional, do Presidente da República, do STF, dos Tribunais Superiores e do Procurador-Geral da República. É o que dispõe o art. 61 da CF:

    “A iniciativa das leis complementares e ordinárias cabe a qualquer membro ou Comissão da Câmara dos Deputados, do Senado Federal ou do Congresso Nacional, ao Presidente da República, ao Supremo Tribunal Federal, aos Tribunais Superiores, ao Procurador-Geral da República e aos cidadãos, na forma e nos casos previstos nesta Constituição”.Por seu turno, o parágrafo único do art. 65 da CF reza que:

    “Sendo o projeto emendado, voltará à Casa iniciadora”.

    Vê-se que o projeto de lei de iniciativa popular não vincula o Parlamento à sua aprovação na íntegra. O Congresso pode inclusive rejeitá-lo in totum. Ora, quem pode o mais, que é rejeitar, pode o menos, que é aprovar com emendas. O novo papel do Congresso é apenas homologar as leis de iniciativa popular, sem direito a dar qualquer pitaco.

    Esse Fux é burro ou tá com o rabo preso.

  16. Pelo o que eu li a respeito,

    Pelo o que eu li a respeito, ele está agindo de modo correto. 

    Foi feita uma petição popular com mais de 2.000.00 de assinaturas e enviada ao congresso.

    Os “nobres” dePUTAdo$ modificaram o texto original da mesma e deixaram apenas o que lhes interessava. Ou seja, a petição original foi alterada. O que eles aprovaram NÃO corresponde aos anseios das mais de 2 milhões de pessoas que abaixo-assinaram o original e, portanto o ministro Fux devolveu-a para que a original fosse analisada e não a deturpada..

    • Não assinei bosta nenhuma!
      Não assinei bosta nenhuma! Esse procurador Dallagon é malandro e fanático. Alguém em sã consciência sabendo, da proibição do habeas corpus, pagamento para dedo-duro, uso de provas ilicitas, e teste de integridade…iria assinar essa aberração?
      Não então que Dallagnol enfie essas 10 medidas…….na gaveta.

  17. Vou ter uma despesa extra

    Vou ter uma despesa extra este final de ano: trocar o computador. Por mais que o limpe, perfume, coloque perto da janela o fedor de podridão não sai. Nem parando de ler o que ocorre com suas excelências. Já está impregnado.

    • KKKKKKKKKKKKKKKK
      Compre um pote de Diabo Verde (um tipo de limpador de esgotos que está no mercado há décadas e nunca saiu de linha) e misture com alcool a 92º… pode ser que resolva.

  18. Proposta de adendo a celebre frase popular…

    Antes:

    Politico é tudo ladrão.

    Hoje:

    Politico é tudo ladrão e juiz tudo safado, farinha do mesmo saco……..

    Se o golpe e lava jato tem um lado “””positivo”””(com muitas haspas) , é o fato de ter posto as claras o niver e a jequice extrema de nossas otoridades…..pelo menos apredemos alguma coisa……

     

     

  19. Popular é apenas a iniciativa

    Popular é apenas a iniciativa, não a lei em si.

    Fux é burro ou tá com o rabo preso na mão de algum magnata

  20. Conclusão

    Conclusão:

    Tomou uma decisão populista, para ficar bem no conceito da população anti-PT, que acredita que as propostas que visam coibir os abusos de autoridades foram incluídas para parar a Lava Jato.

    Com isso se blinda de acusações que parecem, estão por vir.

    Vai insinuar que as acusações contra ele são uma represália por conta de sua “bravura” conta os corruptos da política.

  21. só tem bandido no judiciário?

    quando leio qualquer coisa sobre o judiciário é SEMPRE de mutretagem gigante. bandidagem da mais impressionante ferocidade. é uma casta perversa. na verdade, é um câncer metastátco a matar qualquer possibilidade de dignidade perante a constituição nesse país (EX CONSTITUIÇÃO). agora está tudo em pratos limpos. deram a cara e mostraram quem são. mas a esquerda e notadamente o PT possuem uma culpa colossal dessa gente estar fazendo o que faz. 16 anos de empoderamento desse povo promovido por quem? LULA. ele não é ladrão. é, como bem disse o Ciro, UM MERDA. SÓ QUE UM MERDA COM VOTO E QUE QUANTO MAIS APANHA MAIS VOTO TEM.

  22. Será

    A pesquisa mostrou que 70%  rejeita a PEC dos gastos públicos, ( A PEC da morte) e acredito que haverá um número maior ainda de rejeição da PEC da previdência. Será que Fux, por coerência  pedirá  o retorno das PEC para uma nova votação. Será que FUX pedirá a queda de Temer, pois afinal viola o resultado de uma eleição.

    Mas me deixa curioso este súbito ataque de coragem.

  23. FUX

    Este cara, depois da sua entrevista à FSP contando como conseguiu chegar ao “supremo”, não merece nenhuma consideração. É um NADA! Próprio do nosso “supremo”. 

  24. Gráficos, abaixo, que ajudam

    Gráficos, abaixo, que ajudam a explicar a importância do pré sal no constante e linear aumento na produção do petróleo brasleiro de uns anos para cá.

    Fonte:https://brasilfatosedados.wordpress.com/

    USA, Inglaterra e França estão de olho nestas riquezas,através das sete irmãs, não é à toa não. 

    Para isto vale tudo, incluindo golpe de estado na democracia brasleira, como o ocorrido em Abril de 2016.

     

     

      

  25. Se um edifício desaba, quem responde: Engenheiro ou Arquiteto?

    É apenas a autoria do projeto de lei que é de iniciativa popular, a lei em si é de autoria do Legislativo.

    Os Legisladores, ou seja, os que fazem as leis não são competentes para interpretá-las, quem é competente para interpretar a legislação é apenas quem tem competência para fazê-lo. De outra forma, quem tem competência para interpretar a lei não é quem legislou. quem tem competência para intepretar a lei é quem é competente.

  26. A história está repleta de
    A história está repleta de exemplos que demonstram que sempre que o mundo entrou em aspiral de declínio moral e ético, o caos institucional surge, a necessidade de catarse se apresenta e explode a confusão do poder.

    – vamos ampliar o conceitual para sair do unificado e exclusivista discurso, que já não explica mais nada, do economês .

    É dessa necessidade de catarse da sociedade que surgem os discursos radicais tão bem representados sempre que abrem a boca políticos como Alckmin, Bolsonaro, Serra, Aécio; e até no que se viu e ouviu nas aparições da advogada Janaína, dos ministros do STF e Procuradores procurando um protagonismo maior dos que reais detentores do poder por representação.

    Nessa disputa ensandecida há o esgarçamento do controle do chamado, nos estudos jurídicos, “pessos e contrapesos”, e com isso há o rompimento institucional.

    No Brasil, os sinais de rompimento já foram ultrapassados pelas situações reais:

    1 – As polícias agindo com extrema violência,

    2 – A justiça sendo omissa para determinados grupos e severa para os opostos,

    3 – Milícias, como o MBL, agindo como instrumento paraestatal, de forma repressora e violenta,

    4 – As grandes mídias tomando partido em favor da elite,

    5 – Criminalização dos partidos políticos populares,

    7 – Perseguição às lideranças, sejam jornalistas, populares, estudantis, pensadores, que apresentem pensamentos alternativos,

    8 – Estudantes em movimentos de inconformismo,

    9 – A intelectualidade saindo da sua zona de conforto e se solidarizando com os perseguidos,

    10 – Conflitos internos dentro do poder,

    Portanto, trata – se de um ciclo, e desta vez, em movimento descendente.

    Para que a sociedade reaja é necessário o desmanche ainda maior das estruturas de poder. Muito podre terá que refluir dos esgotos,

    para que a nossa classe média perceba que é ela quem paga o pato sempre que querem tirar os direitos adquiridos pela sociedade.

    Quando a classe média despertar, o que já começa a ocorrer, ou o sistema cede, ou os conflitos se tornam incontroláveis, o que também já está sendo visto.

    • Quando a classe média despertar…

      Devo, o que é provável, ter estudado pouco a história, mas quando a classe média despertou por aqui?

      É sonho, né Assis, é lindo, e eu também sonho…

  27. O que leva Luiz Fux a afrontar o Congresso

    a crise é a queda definitiva dos mitos do lulismo e o acerto de contas com a realidade.

    o atual STF é mais um dos legados malditos do lulismo – em seus 13 anos indicou 13 Ministros. nunca como antes neste país, está exposta a face monstruosa de um Judiciário venal, seletivo, classista e corporativo.

    não haverá salvação para o atual STF, senão sua sumária dissolução e responsabilização pelo crime de cumplicidade no impeachment.

    a Lava Jato & Associados é um arma de destruição em massa empregada pela lumpenburguesia brasileira (banqueiros, rentistas, exportadores de commodities, mídia-empresários, usineiros e empreiteiros) em sua guerra contra o povo, assim como em sua guerra de famiglias (sua disputa interna pelo monopólio da pilhagem do Brasil).

    não haverá salvação para a Lava Jato & Associados, senão levá-la a um tribunal popular por crime contra o Brasil e a Democracia.

    a crise é a crise de nossas lideranças.

    quanto mais perseguem Lula, mais Lula avança nas pesquisas de intenção de voto para 2018. e quanto mais Lula sobe nas pesquisas, mais claro fica que ele nunca será a liderança que catalisará a superação da crise. Lula continua atado ao personagem que criou para si mesmo, o “Lulinha paz e amor”, o qual já provou seguidamente não possuir envergadura histórica para enfrentar a lumpenburguesia brasileira.

    não haverá salvação para Lula e o lulismo, senão a superação completa da ex-querda e reinvenção da “linguagem política”.

    por sua vez, a Direita também não tem qualquer projeto, tampouco nome viável para enfrentar a crise, por ela mesma  causada.

    Sérgio Moro, esta patética figura, é a expressão escancarada da mediocridade, arrogância, despreparo e absoluta incompetência do setor dominante para liderar qualquer projeto de reconstrução nacional. é como a encarnação do setor dominante brasileiro, para que não mais reste dúvida que jamais seremos uma Nação sob sua égide.

    um imenso ódio ancestral ao povo, apenas suplantado pelo fascínio desmedido pelas elites internacionais. sem qualquer carisma. sem qualquer discurso estratégico capaz de unificar o país, posto ser a caricata representação de uma plutocracia colonial e escravocrata. nada mais é que mero produto de marketing político, sustentado por incessante campanha midiática.

    o capitão Bolsonaro, muito embora tenha seu nicho cativo, é outro que assim que abre a boca, acaba se jogando  com as próprias pernas do palanque. na expectativa de cair nos braços do povo, apenas se esborracha contra o chão.

    não há qualquer salvação para o “liberalismo reacionário” e o “fundamentalismo de mercado”, senão a responsabilização criminal da lumpenburguesia brasileira por sua guerra contra o futuro Brasil.

    a crise é o fim do Brasil no qual nascemos.

    nada sob o céu estará a salvo das labaredas. nenhuma pax nos salvará. o Brasil será torcido e retorcido pelas chamas, até não mais restar ilusão alguma. nunca sairemos desta crise. só há alguma perspectiva de sobrevivência pela passagem através do portal de entrada em rumo à reconstrução da Democracia e refundação da República.

    todos os velhos personagens do grande inverno de nossas almas serão tragados pelas chamas que eles mesmos atearam.

    vai começar o Verão.

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=3nYM-4IFNKc%5D

    .

      • O que leva Luiz Fux a afrontar o Congresso
        dos atuais ministros do STF, Gilmar Mendes é o único indicado por FHC. Lula e Dilma indicaram 8 (sem falar nos outros 5 também indicados pelo lulismo, que já saíram). para defender os interesses de quem o indicou, Gilmar é competente. compare com os “ministros lulistas”, que deveriam ser os defensores da Constituição.

        nada é mais flagrante do fracasso do lulismo que este STF golpista, um dos maiores legados malditos do lulismo.

        a vida é assim… dura. ou enfrentamos os fracassos do lulismo, para superá-los e reinventar a Esquerda. ou nunca sairemos da crise pela Esquerda.
        .

    • Fase oral ou crise esquizóide?

      Para o arkx nem Freud explica.

      Na sua lógica (?) temos:

      01- É o lulismo que deve responder pela queda do avião da LaMia.

      02- Lula e seu estilo deixaram Trump ganhar a eleição.

      03- Aleppo é culpa do Lula e sua incapacidade de abandonar o mito que criou em torno de si.

      04- A crise subprime 2008 e o estouro da bolha imobiliária têm ligação direta com a compra do triplex do Guarujá.

      05- O lulismo impede a solução do conflito na Palestina.

      06- O lulismo é responsável pelo caráter de todos aqueles os quais indicou para qualquer cargo. 

      07- Lula indicou juízes para persegui-lo e depois virar herói, assim como Getúlio Vargas forjou o próprio suicídio e coabitou uma ilha (de Lost?) com Elvis Presley até seus 97 anos…Elvis ainda vive.

      Alguém arrume um pirulito ou um bonequinho do pixuleco para esse menino?

      • O que leva Luiz Fux a afrontar o Congresso

        curiosa sua réplica. ontem lembrei-me de você. entrei numa livraria. um livro me chamou atenção. recém-lançamento sobre o golpe. no prólogo, uma epígrafe. citação de Lewis Carrol, de “Alice no País das Maravilhas”.

        surpreso, levei imediatamente a mão à boca. confesso, cai em profunda dúvida. fase oral ou crise esquizóide?

        para me recompor, voltei os olhos para a superfície da tela do tablet. o site atualizara. então exibia a foto acima. pensei: “afinal, o que Alice está fazendo? seu olhar incisivo, rosto e cabelos cobertos, seios voluptuosos debaixo da sedutora lingerie vermelha, abraçada a um livro de filosofia, ajoelhada estendendo um buquê de flores brancas à repressão. isto é política, arte, filosofia?”

        Freud explica? claro que não? apesar de todo seu blá-blá-blá neurótico, a psicanálise ela mesma declara nada ter a dizer frente a psicose.

        ainda sem alguma conclusão, recordei-me de outro trecho das aventuras de Alice:

         “Oh! É inevitável”, disse o Gato; “somos todos loucos aqui. Eu sou louco. Você é louca.”

        “Como sabe que sou louca?” perguntou Alice.

        “Só pode ser”, respondeu o Gato, “ou não teria vindo parar aqui.”

        .

        • Esquizô? É você?

          Bem, não sei se fico contente ou preocupado, ou os dois.

          No seu diagnóstico é importante relatar:

          Parece com alguma mania de perseguição que se expressa em sua lembrança quando viu um objeto, nesse caso o livro.

          Introjetou a alcunha que lhe foi dada: esquerda alice, e faz referência constante em suas confusas e extemporâneas tréplicas.

          Um conselho, pois até na loucura é preciso charme (ninguém gosta de louco chato):

          Quando for atacado por um comentário irônico e engraçado, se não conseguir devolver no mesmo tom, não se exponha com textos longos e áridos.

          Fica feio.

          Segue no anexo uma passagem para Ilha de Lost, mande lembranças ao Elvis.

          • O que leva Luiz Fux a afrontar o Congresso

            assinada sob um pseudônimo, “As Aventuras de Alice” são dois episódios da mesma obra – como as séries atuais de TV, novamente popularizadas após “Lost”.

            mas ao contrário de “Lost”, nada mais do que um novelão pautado pelas pesquisas qualitativas de audiência, “Alice” é ainda hoje leitura sedutora e intrigante.

            estória infantil ou conto esquizóide? mas afinal o que Alice quer com seu duplo surto?

            o Chapeleiro Maluco e a Lebre de Março, Tweedledee e Tweedledum, o Cavaleiro Branco e o Cavaleiro Vermelho, um mensageiro para trazer e outro para levar. nunca somos loucos sozinhos. é preciso ser pelo menos dois para sermos loucos.

            ao se flutuar no espaço vazio sem gravidade, como reconhecer o que está acima do que está abaixo? ou dizendo com outras palavras: como distinguir o passado do futuro? são os paradoxos de Alice… uma aventura pela linguagem através do inconsciente.

            “Se você conhecesse o Tempo tão bem quanto eu”, disse o Chapeleiro, “falaria dele com mais respeito.”

            “Não sei o que quer dizer”, disse Alice.

            “Claro que não!” desdenhou o Chapeleiro, jogando a cabeça para trás.  “Atrevo-me a dizer que você nunca chegou a falar com o Tempo!”. “Mas, se você e ele vivessem em boa paz, ele faria praticamente tudo o que você quisesse com o relógio. “

            precisamos de uma outra “linguagem” e de uma outra relação com o “inconsciente”. nunca como antes neste país, uma “Esquerda Alice” foi tão urgente quanto agora.

             

            p.s.:

            ->Para esse país dar seu salto a frente a ordem deve ser clara: Dessa vez, não faremos prisioneiros.

            mais uma vez curioso. escutei hoje pela manhã a mesma opinião. “só a antropofagia nos une”. 

            .

  28. Alguma dúvida?

    O que leva o ministro a afrontar o Congresso é a falta de respeito à Constituição, que tem a obrigação de cumprir e fazer cumprir. Não está só. Quando o Supremo se arvora em legislador revela o mesmo desrespeito. Idem quando é omisso quanto ao descumprimento de preceitos constitucionais (caso do golpe, por exemplo). Ibidem, quando ajuda à consolidação do golpe, pela supressão de direitos constitucionais (caso indiscutível da PEC 55, do genocídio a médio prazo). Trata-se da ditadura inconstitucional do judiciário.

  29. WikiCF da Republica das Bananas

    WikiCF da República das Bananas
    Mais um contribuição primorosa para a nosso WikiCF, mais um membro do supremo ou sugestivo tribunal federal, Sem tergiversar, estão todos acoelhados, acovardados e chantageados. Basta ver o que era o iluminista do projac antes e o que se tornou. Tudo começou com relação fifa/globo x mpf/eua. Esses caras estão com muitas cartas na manga. 

  30. Quanta inversão de valores

    Quanta inversão de valores! Alguns deputados e senadores, que criam as leis, e juizes, que as fazem ser cumpridas, são piores exemplos neste país! Este tipo de figura, e tem muitas aqui no Brasil, que sabe utilizar todos as possibilidades que o estado permite para se locupletar, se dar bem, agradar a quem está no poder e ficar bem na fita, arrumar um jeitinho para colocar parentes e chegados nos lugares de poder, mesmo que passando por cima de leis ou mudando leis a seu favor, parece a norma! E o nosso Brasil! Até quando?

  31. Fux leu a câmera e o senado

    Fux leu a câmera e o senado de forma nua e crua…

    É isso que eles são e os tratou desta forma…

    Esses que ora são deputados e senadores em sua maioria fazem jus a leitura feita pelo Fux!

    Agora, se falarmos da idealidade destas instituições, seria uma afronta!

    Mas para reagir a isso teria de haver homens e mulheres íntegros sem dever nada à justiça!

    Mas se fossem no campo das instituições ideais, ai nem o Fux serviria para o Supremo!

    Mundanamente, são todos farinha do mesmo saco…

    O Fux se acha mais do é – mas, essa é justamente a vantagem dele!

    Assim como o fato do zangão não saber seu peso, não invalida a sua aerodinâmica, posto que voa!

    Pelo que vi hoje, nem daqui há 10 anos o Brasil voltará ao que foi até 2014!

    A esperança que fica é que LULA e o PT mostraram, o que o Brasil poderia ser se não houvesse uma elite tão burra!

    Tenho dúvidas se um dia se reunirão as condições que estavam postas à mesa em 2014!

    Será que haverá ainda uma integridade territorial?

    Será que haverá ainda uma relação amistosa regional?

    Quais serão as sequelas da luta de classe que escancarou?

    Só o futuro responderá.

  32. PQP …

    Desculpa, mas eu tenho que soltar um puta que pariu …. Ética de  mafioso, igualável aos mais notórios chefões do trafico dos morros do Rio. Talvez a pior escolha que Lula tenha feito. A pior …

  33. E se… fosse assim?
    Se a iniciativa popular visasse acabar com o quinto constitucional (desembargadores e ministros sem concurso), a vitaliciedade e o foro privilegiado de Magistrados e Ministério Público, com o auxílio moradia e outros penduricalhos; a fixar mandato para Ministros do STF; a permitir a demissão de Magistrados e Ministério Público em processo administrativo, em vez de serem apenas aposentados, e que a Polícia os investigassem, e não apenas poderem ser investigados por eles mesmos etc. etc. etc. o Ministro também teria a opinião de que não caberia discussão, bastando votar em plenário?  

  34. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome