O TCU força a mão nas pedaladas fiscais

É uma quadra excepcional da história, em que a governabilidade fica na dependência do notório ex-deputado Augusto Nardes, relator do julgamento das pedaladas fiscais no TCU (Tribunal de Contas da União), do não menos notório presidente da Câmara Eduardo Cunha, e do igualmente notório presidente do Senado Renan Calheiros.

É o país de joelhos ante um conselho de notáveis.

Agora, o TCU prepara-se para julgar as contas de Dilma Rousseff. E acena com a possibilidade de rejeição devido à suposta repetição das pedaladas ocorridas em 2013 e 2014.

***

O tema das pedaladas foi levantado pioneiramente pelo Estadão no ano passado e desnudou de vez o desastre representado pela gestão Guido Mantega-Arno Agustin, respectivamente Ministro da Fazenda e Secretário do Tesouro.

Por pedaladas entende-se atrasos propositais nos repasses aos bancos públicos de recursos para quitar compromissos de programas sociais obrigatórios, como seguro-desemprego, abono, benefícios previdenciários e Bolsa Família.

Outra coisa é o Tesouro deixar pendurada uma dívida no Banco do Brasil e BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) na conta equalização de juros, respectivamente do crédito agrícola e do PSI (Programa de Sustentação do Investimento)

É uma conta complexa e que não para de aumentar. Não deixa de ser uma pedalada, mas não pode ser tratado como crime de responsabilidade fiscal, por não se referir a transferências obrigatórias.

***

O fato político foi criado por uma reportagem da Folha, inteiramente calcada nos números levantados pelo Estadão, mas levantando a tese de que as pedaladas prosseguiram em 2015 – o que daria álibi para o impeachment.

O jornal pegou o balanço de dezembro da STN e percebeu uma dívida de R$ 10,5 bilhões com a equalização. Depois comparou o de março de 2015, observando um aumento para R$ 12,7 bilhões. Concluiu que as pedaladas continuaram, sem atentar (ou atentando) para o fato de que não se tratava de repasses obrigatórios.

***

As pedaladas fiscais propriamente ditas – ou seja, os atrasos nas transferências obrigatórias – foram todas corrigidas ainda no final do ano passado, depois que Dilma Rousseff se reelegeu. Daí a razão da gigantesca deterioração das contas públicas, antes mesmo do efeito recessão sobre as receitas.

Os demais atrasos perduram, mas esta semana a Secretaria do Tesouro Nacional soltou uma nota deixando claro que há portarias prevendo o pagamento dessas despesas. São portarias elásticas, bem ao estilo do ex-Secretário do Tesouro Arno Agustin.

***

Dentro da legalidade, o que o TCU poderá fazer de pior – para as contas públicas – será decidir que tudo precisa ser colocado em dia, inclusive o ressarcimento aos bancos públicos pelas taxas de equalização. Significaria uma notável injeção de capital neles, mas as metas fiscais deste ano iriam para o espaço.

Qualquer ação adicional – como o de rejeitar as contas de Dilma – é golpe.

***

Os problemas reais da economia são de outra ordem: o nível de atividade caindo, a receita despencando junto, o desemprego aumentando e o Banco Central teimando em manter a taxa Selic em 14,5%.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

68 comentários

  1. Não há risco de impeachment

    Não há risco de impeachment para Dilma se a coisa continuar nesse toada. Por que o Pmdb apoiaria um impeachment dum governo em que ele deita e rola e vai conseguindo tudo o que quer, através da dupla Cunha-Renan? Dilma só será tirada da presidência se esse ajuste fiscal resultar num caos social, principalmente por causa do desemprego em massa e contração econômica forte e longa. Aí até o PT vota pela saída dela (vontade não falta, a começar por Lula ). 

    • Mais e mais

      Por que o pmdb apoiaria um impeachment? o problem do poder, assim como o do dinheiro, ou melhor, ter muito dinheiro é um só: quem não tem quer ter e quem tem, quer sempre mais.

  2. Desemprego é o maior em cinco

    Desemprego é o maior em cinco anos e pode atingir Dilma em breve

    Segundo fontes ligadas ao Planalto, a presidente Dilma está preocupada não pelos riscos de perder o emprego por justa causa em alguma decisão do juiz-celebridade Sérgio Moro, responsável pela operação Lava Jato.

    “Impeachment? Francamente. Para alguém que já foi torturada na ditadura, perder o emprego não é nada”, disse uma fonte ligada ao gabinete de Dilma. “Ela está preocupada, mesmo, é em não ter nenhum benefício uma vez no olho da rua, depois que ela própria aprovou tantos cortes de verba para os desempregados. A preocupação dela é ter que vender a bicicleta por não ter direito ao seguro desemprego porque passou só seis meses no emprego. Ela pegou gosto e adora dar umas pedaladas, como todo mundo viu na prestação de contas do ano passado.”

     

    • Já vi brincadeiras de mal

      Já vi brincadeiras de mal gosto nesse blog, mas ess se supera, bem ao estilo desses comediantes de araque quententam fazer graça humilhando e detratando os outros, nem inteligente é, lixo puro.

    • QUAL O DESEMPREGO NA EUROPA E NOS ESTADOS UNIDOS?

      Qual o indice de desemprego na Europa e nos Estados Unidos? – Nos estados Unidos é de 11% e na Europa a media é de 12%. Muito Acima do indice de 6% do Brasil. E esse indice no Brasil PODERIA AINDA SER MENOR, pois “”EMPREGOS EXISTEM, POREM FALTAM TRABALHADORES QUALIFICADOS para determinadas funções””. O Indice de desemprego em São Paulo é também de 12% (ISSO ESTÁ NO JORNAL DE HOJE),  ou seja, o DOBRO do indice de desemprego NOS RETANTE DO BRASIL. E isso COM CERTEZA É FRUTO “”DA FABRICA DE IGNORANTES que os governos Serra e Alckmin do PSDB, criaram aqui em São Paulo, nas escolas publicas, com a famigerada APROVAÇÃO AUTOMATICA, onde ALUNOS PASSAM DE ANO SEM APRENDER””, e isso que JA REFLETIA NO ENEM, onde os alunos de São Paulo, SÃO UM DOS PIORES na avaliação do ensino, e agora PASSA A TAMBÉM REFLETIR NO DESEMPREGO EM SÃO PAULO, onde estes alunos de escolas publica  que SE FORMARAM SEM APRENDER A LER E ESCREVER, se quer SABEM FAZER UM CURRICULUM.

      • Mas os números brasileiros

        Mas os números brasileiros não são reais! Temos quantos milhões de famílias dependendo do Bolsa Família? Se 14 milhões e metade dessas famílias tiverem dois desempregados, temos então cerca de 10% da população total depentente do programa. Provavelmente essa taxa em torno de 6% se refere a pessoas que normalmente não recebem a Bolsa.

  3. Até onde irá o entreguismo?

    Publicado em 25/06/2015

    Moro brinca com fogo: 
    a Defesa Nacional

    Congelar as atividades da Odebrecht significa afundar o submarino nuclear brasileiro.

     

     

    De artigo que o Conversa Afiada reproduziu da Carta Maior:
     

    AMAZÔNIA AZUL LEVA BRASIL À ÁFRICA

    Para embasar a demanda, o Brasil está criando um sofisticado sistema de vigilância e monitoramento da Amazônia Azul. O chamado Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul pretende digitalizar mais de 4.600 milhas de costa para navios militares e comerciais estrangeiros através de uma combinação de satélites, radares, drones, navios de guerra e submarinos.

    Em janeiro, o país escolheu três finalistas para desenvolver o projeto de 4 bilhões de dólares: um consórcio liderado pelo conglomerado aeroespacial Embraer, outro liderado pela empresa multinacional de construção Odebrecht, e um terceiro pelo jovem grupo Orbital Engenharia. O exército brasileiro também está construindo um sistema multibilionário para monitoramento e vigilância das fronteiras. Os dois programas podem, eventualmente, ser integrados.

     

    Além dessa tarefa estratégica na defesa da Amazônia Azul, a Odebrecht participa de outra, essencial à defesa do Interesse Nacional.

    (Aqui no Brasil, não se usa a expressão “Interesse Nacional”.

    Nos Estados Unidos, na Rússia, na China usam… Por que será?

    É porque, aqui, quando a elite ou a Academia, especialmente na USP, se refere a interesse nacional é ao interesse nacional americano.)

    A Odebrechet tem cinco mil (CINCO MIL) homens trabalhando no Pro-Sub.

    Em Itaguaí, RJ, onde se constroem um estaleiro e os submarinos que vão defender a Amazônia Azul do Almirante Zanella.

    Primeiro, submarinos a propulsão diesel-elétrica.

    Depois, os submarinos a propulsão nuclear.

    E o Brasil vai entrar na Big League: no time dos países que sabem construir submarinos nucleares e enriquecer o seu urânio com tecnologia própria.

    É o time dos Estados Unidos, China, Rússia, Inglaterra e França.

    (O Brasil, a Rússia e a China são os únicos países que tem urânio e sabem enriquece-lo. Os Estados Unidos quase não tem urânio. Para jogar a bomba em Hiroshima, os Estados Unidos compraram urânio da Bélgica, que trazia do Congo.)

    É o que irrita os fernando henriques, os cerras, os gasparis da vida…

    O Brasil entrar definitivamente na Era Nuclear, obra pioneira de Alvaro Alberto, Renato Archer e Othon Silva.

    O Fernando Henrique deveria ir para o poste por ter assinado o Tratado de Não-Proliferação das Armas Nucleares.

    Foi entreguismo enriquecido a 80%!

    É com isso que brinca o megalô da Vara de Guantánamo.

    A paralisação das atividades da Odebrecht – condição sine-qua-non para ele soltar o Marcelo Odebrecht, réu sem culpa formada, de endereço certo e sabido – significaria parar a Defesa Nacional!

    Essa é a pirueta ideológica que faz o titular da Vara de Guantánamo.

    Interromper as obras de construção do Interesse Nacional Brasileiro.

    Como diz o amigo navegante: nem as empresas que serviram ao III Reich foram destruídas.

    A Krupp e a Volkswagen sobreviveram aos Moros!

    Se o Governo Dilma não fosse composto de alguns notórios ineptos teria ido à opinião pública para enfrentar o linchamento que o Dr Moro e seus subordinados da Polícia Federal (que respondem a ele e não ao ) promovem no PiG.

    E defender o Interesse Nacional.

    Vamos supor que um juizeco da comarca de Charleston, onde se matam negros numa aula de Bíblia, um juizeco de lá resolvesse fechar a General Electric.

    Que produz uns motorzinhos para o Pentágono…

    Vamos supor…

     

    Paulo Henrique Amorim

     

    Vamos supor que juizeco de comarca quisesse interromper o fornecimento a esse prédio…

     

    • A prisão do Odebrecht vai

      A prisão do Odebrecht vai causar o fechamento da Odebrecht? Francamente! Não estamos falando de uma lojinha de material de construção tocada pelo fundador com a ajuda de má vontade dos filhos perdulários. Está em foco uma empresa gigantesca, multibilionária, conduzida por um conselho profissional, em que estão investidos caminhões de dinheiro e de esperanças de muitas pessoas.

      Se nós fôssemos filhos de um empresário de sucesso subitamente afastado da direção, deixaríamos o patrimônio naufragar? Os Odebrecht são mais burros do que nós?

    • Interessante o seu comentário

      Vc diz que foi entreguismo assinar o pacto de não proliferação de armas nucleares, pelo menos foi isso que entendi, mas a nossa constituição já proibe o desenvolvimento de armas nucleares, o que não se aplica aos propulsores nucleares, que não são considerados armas. Então nesse caso nossa constituição é entreguista pela sua lógica.

      Quanto à Odebrecht vc faz parecer que são os “bastiões” da pátria, defensores dos interesses nacionais acima dos interesses próprios, o juiz Moro pode ter exagerado ao prender executivos da empresa, não sei, teria que analisar os autos pra saber, mas dizer que a Odebrecht está preocupada com a defesa nacional frente aos interesses internacionais é forçar um pouco a barra.

    • sua comparação não é só

      sua comparação não é só ridicula mas absurda, os EUA não tem a tradição de corrupção pública que o Brasil tem, rouber dinheiro público lá é pedir para ´passar o resto da vida na prisão.

  4. Profetas do Apocalípse x Avestruz. E o trem de ferro…

    Olá debatedores, bom dia.

    Lendo o texto do Nassif e outros que foram postados hoje ou ontem ,   que também tratam de economia e política, a sensação que se tem é a de que em breve teremos uma catástrofe econômica e social aqui no Brasil ( convulsão social)

    Nesse sentido, os textos me remetem a mais uma  espécie de profecia apocalíptca do século XXI.

    De fato, essa “sensação”  é preocupante. Muito preocupante. Extremamente preocupante. Não tenho nem palavras.

    Todavia, contudo, entretanto, proponho o seguinte:

    Avestruzes? Não!

    Mas, profetas do apocalípse também não.

    Deve haver uma luz no fim do túnel, ora!

    Por isso  faço um apelo ao r. jornalista Nassif: tentemos provar – sem colocar a cabeça debaixo da terra e sem prever o fim do mundo –  que a luz no final do túnel não se trata de um trem de ferro.

    Muito bom dia a todos!

     

     

     

  5. Isenção????

    Devemos chamar isso de isenção? No proprio texto, pinçamos tal perola:

    “As pedaladas fiscais propriamente ditas – ou seja, os atrasos nas transferências obrigatórias – foram todas corrigidas ainda no final do ano passado, depois que Dilma Rousseff se reelegeu.”

    Ou seja, normal a mentira, a enganação, o ufanismo. Terminada a eleição, manutenção do Ptismo na máquina estatal, tudo pode, continuando a mentira, o escandalo, a vergonha. Depois de reeleita, cai a mascara das pedaladas (uma das manobras econômicas irresponsáveis e absurdas) e tudo bem??

    A respeito de Luis Nassif, funcionário de Lulinha Filho, encontramos tal matéria na rede:

    “Dois dos jornalistas mais afinados com os governos do PT e críticos viscerais do PSDB receberam — juntos — 8,3 milhões de reais em publicidade estatal.

    Luís Nassif, um dos mais qualificados jornalistas de economia do País, recebeu — no período em que o PT está no poder — 5,7 milhões de reais. Ele é um dos críticos mais consistentes do projeto tucano e um dos defensores mais frequentes do projeto petista no plano nacional.

    Paulo Henrique Amorim, que faz uma cruzada visceral em defesa dos governos do PT e uma crítica persistente e agressiva ao tucanato, faturou 2,6 milhões de reais no mesmo período.”

    Portanto, Luis Nassil, petista nato, Credibilidade ZERO!!!

  6. Nassif, é óbvio que o TCU

    Nassif, é óbvio que o TCU está forçando a barra, em conjunto com a oposição.

    Mas todo processo de impeachmant se dá desta forma, encontra-se alguma picuinha para referendar uma decisão que na verdade ocorre por outros problemas. E esses outros problemas existem, todos nós sabemos.

    O pano de fundo disso tudo é o total desastre fiscal que foi o primeiro Governo Dilma.

    De um lado fizeram desonerações absurdas sem calcular corretamente o custo disso. De outro lado, aumentaram sobremaneira o crédito subsídiado, principalmente ao BNDES com relação a esse PSI. A parte fiscal foi para o ralo. E o prncipal problema é que tentaram escamotear tudo isso. Ora, subsídio é uma política válida, mas sempre deve ser feita á luz do dia. Tanto tentaram e conseguiram esconder que a maioria aqui nem sabe do que se trata, nem a grande mídia tratou corretamente do tema.

    Sem contar ainda na politica de segurar preços de energia eletrica, da gasolina e diesel (afetando diretamente a Petrobras, com isso injetando gás na lava jato, sem falar que isso também afetou diretamente o setor sucro alcooleiro).

    Some-se tudo isso ao fato de Dilma ter perdido o controle (ou nunca ter tido) da PF que age sem freios querendo invadir a casa de Governador de estado importante sem motivos óbvios.

    Enfim, o Governo vai muito mal, talvez o impedimento só não ocorra porque é provável que o Temer não quer pegar esse abacaxi.

    • “Alguma picuinha”

      “Encontra-se alguma picuinha”?

      O senhor deve estar brincando.

      Esconder a dívida de 10 bilhões é alguma picuinha? 

      “A PF age sem freios querendo invadir a casa de Governador de estado importante sem motivos óbvios”?

      Com mandados de busca e apreensão na mão? para fazer buscas em oito estados da nação? Depois de investigar durante oito meses?

      Pelo amor de Deus meu senhor, o senhor está completamente sem noção.

      “O pior cego é aquele que não quer enxergar”.

       

  7. Se o TCU nos deixar de joelhos já será um avanço…

    Afinal, Mantega, Tomibini, Dilma e Lula nos deixaram de quatro… Ficar de joelhos já seria uma evolução.

    Agora o TCU exigir que as regras sejam cumpridas virou uma ameaça à governabilidade. Cumprir regras é arriscado – esse é o país contruído nesses 20 anos de social-democracia no poder. Eu falo que isso não dá certo, mas ninguém escuta. É difícil o exercício da lógica para quem a abandonou em favor das próprias crendices.

    Enquanto, isso, no mundo real… pedala aí cidadão! A conta da “Presidenta” “Mulher Sapiens” chegou! 

    Lição do DIa: Quem atropela o léxico, não respeita nem faixa de pedestre, quanto mais regras de economia.

     

     

  8. Se Dilma cair, Temer

    Se Dilma cair, Temer assumiria e continuaria com as pedaladas , pois não há alternativas, e cairia impixado também e assim sucessivamente, até um tucano assumir a  presidência, pois, Como todos sabem, Tucano pode tudo neste país.

    • isso cansa , sabe? sou

      isso cansa , sabe? sou apartidária , mas me interesso pelo que acontece no meu pais , mas digo a vc que cansa só falar e culpar o psdb, por tudo que aconteceu  no país, nós não devemos viver no passado , temos que viver o presente e pensar no futuro , e nosso presente é o mal governo que aí está , sem me interessar por partido, só para informação não gosto do fhc , pois com ele nossa aposentadoria cai a todo ano.

       

  9. Golpe???

    Golpe Luis Nassif?

    Francamente, golpe é o que o governo deu ao mascarar a inflação, segurando os preços dos combustíveis mesmo que para isso afundasse uma das mais importantes estatais brasileiras! Agora a empresa não tem condições de explorar o pré-sal que foi uma das maiores armas da campanha de Dilma. Isto sem mencionar os arrochos fiscais e os cortes nos benefícios dos trabalhadores que a presidente tanto criticou durante sua campanha, e ainda acusou a oposição de querer fazer isto.

    A verdade é que o que a nossa esquerda diz, não se escreve, pois nada como um dia após o outro para que eles mesmos desmascarem suas própias mentiras!

     

     

     

  10. PEDALADAS FISCAIS

    Quando a imprensa e alguns jornalistas tendenciosos querem “fazer fumaça”, conseguem que, dependendo do objetivo, tudo pareça errado, ou certo.

    O caso das “pedaladas fiscais” precisa ser mais esclarecido. Vamos fazer um paralelo com a conta corrente de um cidadão que tem um limite de cheque especial.

    Ele tem uma conta a pagar, mas não tem dinheiro no banco, então o banco paga antecipadamente dentro do “limite”, e em seguida o cidadão deposita para cobrir o saldo negativo.

    As contas públicas não podem funcionar assim. O Tesouro deve depositar ANTES, de fazer o pagamento dos benefícios, e não DEPOIS, como vem sendo feito.

    O Tesouro cobrir o “saque” mesmo que logo em seguida é que é o fato apelidado de “pedalada”, pois o depósito somente foi feito APÓS o fechamento das contas.

    Se esse mesmo fechamento já considerasse que existia o compromisso de pagamento, esse fechamento não seria tão “feliz” como foi feito.

    Qualquer técnico em contabilidade sabe que o balanço tem um campo “CONTAS A PAGAR”, onde se prevê pagamentos futuros.

    Isto é o que não foi feito no caso do governo Dilma/Mantega, e é passível, sim, de condenação pelo TCU.

  11. temos os últimos 30 anos a nos mostrar…

    punir, derrubar ou simplesmente perseguir na base da ignorância, vingança ou golpismo, não resolve nada

    se há o que corrigir, que se corrija numa boa, sem desejar ser maior ou melhor

    temos o melhor governo para dar rumo e prumo às coisas do passado e, como sempre, temos um monte de pilantras, aproveitadores e entreguistas querendo impedir só para aparecerem, criar fama

    desde a ditadura que esse absurdo vem se repetindo

     

  12. Na briga de dois o terceiro leva vantagem

    Estas discussões sobre as pedaladas só servem para que forças ocultas e comprometidas com o saque e a açambarcação de riquezas e territórios brasileiros possam agir com total desenvoltura.

    O povo têm de reagir e por cobro a isto.

    Acorda, Dilma!

  13. Nassif,
     
    Com todo o

    Nassif,

     

    Com todo o respeito, seu texto não tem lógica. Depois de expor didaticamente todos os “equívocos” propositais nas contas do Governo ao longo de 2014, o artigo termina com a conclusão (!!!) de que, se o TCU rejeitar as contas, será “golpe”.

    Quer dizer, então, que “tudo deve ser perdoado” em prol da “governabilidade” do Governo Dilma?

    • A rejeição é quando ocorre

      A rejeição é quando ocorre crime fiscal. E crime fiscal se dá quando se atrasa propositalmente transferências obrigatórias. Leia com mais atenção o texto.

      • Dúvida

        E a falta de contingenciamento de 28 bi e liberação de mais 10bi?
        E os recursos do FGTS injetados no MCMV?
        E os passivos de 3tri referentes á previdencia q sao subestimados?
        E o “restos a pagar” de 20 bi?

         

  14. Pedaladas sem controle.

    Não tenho nenhuma dúvida de que sem a renúncia de Dilma, jamais o Brasil acha um caminho. Primeiro  porque não existe confiança suficiente para que a coisa engrenem. Segundo porque as medidas que estão sendo tomadas, não curam a doença, só atua como analgésico, mas não tira a febre causada pela doença. 

    Com a Dilma no Governo, tudo que é dito e será dito não surtirão efeito. A melhor saída seria a renúncia e o Temer dar continuidade ao Governo, sem fazer grandes mexidas. Desta forma o mercado se acomoda e se encontra alternativas diretivas para solucuonar questões distintas. Só assim será encontrada a calmaria. Mas enquanto a Dilma estiver lá, nehuma medida será levada a sério ou assimilada a contento.

    • Exatamente

      Não existe mais condições políticas e econômicas pra Dilma governar. O preço a se pagar (juros) por resgatar a confiança do mercado está muito alto com ela e o PT a frente do governo. No congresso, o ajuste fiscal não sai, pelo contrário, pra cada corte, duas propostas que aumentam as despesas são aprovadas. Ela não tem mais apoio nem do próprio partido, que está perdido com crise de identidade, PT é governo ou oposição? Eu acho que ela não termina o mandato, sai ou por processo de impeachment, ou num ato até autruista, ela renuncia ao mandato pro país voltar a ter governabilidade.

  15. Se prevalecer a tese de que o

    Se prevalecer a tese de que o que a Dilma fez no mandato passado é uma coisa, e este mandato é outro, não se misturando para nenhum efeito, se ela sofrer o impeachment antes de 1 ano ela então, pela lógica, ela não terá o benefício do seguro-desemprego, não é?

     

     

  16. Não é a instituição TCU quem

    Não é a instituição TCU quem força mão. Quem está forçando a mão, nas várias instituições da República, são tucanos que odeiam os governos populares, que se aproveitando da “autoridade” funcional que dispõem, por absoluta omissão de alguns ministros, para dar vazão a um protagonismo criminoso e entreguista que está desorganizando as atividades econômicas de nossas grandes empresas, que durante 12 anos deram excelentes resultados.

    Ficam encantados por desvendar as corrupções e sujeiradas de uma meia dúzia de ratazanas e se esquecem do mal que estão fazendo para a coletividade com estas pataquadas (ou melhor tucanadas).

    A mídia golpista tem orgasmos múltiplos com esta perseguição unilateral. Só se esquecem que ninguém mais acredita que só um lado faz coisas erradas! A mídia alternativa mostra e comprova os podres dos falsos moralistas. As bandalhas dos centuriões emperdenidos não aparecem no noticiário do PIG nem por um decreto.

  17. A PF queria invadir a casa de

    A PF queria invadir a casa de um Governador e também a sede do BNDES e a Dilma não faz nada, ainda não exenerou o diretor geral, o abaixo dele e o responsável por essa investigação. Eles estão trabalhando sem comando nenhum, fazem o que querem e o País sofre as consequências.

    A culpa não é do TCU, a culpa é dela própria.

    • Pelo que pude entender de seu

      Pelo que pude entender de seu comentário é que a Policia Federal deve se pautar pela ordem superior para investigar apenas a quem interessa? Isso não se parece muito com a Venezuela? Voce não acha isso muito bolivariano? Entendi direito o seu comentário? 

  18. O PMDB e o impeachement

    Não esqueçam que o PMDB chegou à presidência com o impeachement/renúncia do Collor. E o Itamar foi quem descascou o abacaxí e deu o pontapé no plano econômico que finalmente freou a inflação no Brasil. Eles não tem medo de abacaxí, apesar de talvez não terem no momento os quadros necessários para resolver os problemas atuais.

    Quanto ao golpe do Nassif, se a lei no Brasil só serve de linha geral, se os governos todos fazem oque querem, e entre amigos, pequenos desvios se perdoam, não é de se admirar que sejamos desprezados pelos americanos, esnobados pelos europeus e cobiçados pelos chineses, como economia e força geopolítica. Não levamos a sério nem mesmo oque fazemos, porque então os outros nos levariam? Afinal, a lei serve para ser descumprida, as punições, para serem reduzidas, e a culpa, para ser perdoada? E os brasileiros que não são filiados a partido político, que não tem cargos altos em estatais controlando contratos e contabilizando propinas, e que pagam as contas em dia, sob risco de serem multados, desapropriados, e presos ao descumprirem as leis, oque nós achamos disso?

  19. https://fichacorrida.wordpress.com/?s=augusto+nardes

    Cada Estado enviou para o Congresso o pior da politica, o lixo do lixo do lixo, um verdadeiro presente de grego que afora f…todo mundo e, como sabemos, se apossaram das Instituiçoes indo da PF a MPF passando por Judiciário, TCU, claro, com o devido amparo dos jornazistas com os quais se irmanam em termos de ódio e ideologia de classe que no momento se traduz nesta tática da terra arrasada contra Lula e seu partido, bem como contra a presidente eleita pelo povo, e contra o Brasil, pois é,..:  os goianos foram de Caiado, os cariocas de Eduardo Cunha,  SP de Ze Serra…os gauchos vieram de Augusto Nardes com essa cara limpa que lembra cafageste de cinema…pára né:

    Copie e cole na barra de endereços o link ai que é a ficha do Nardes.. e explico a seguir, pq o link ficou ai:

    Nassif, vê se a equipe ai tira esse bloqueio para postar link no campo dos comentários, só ocnsigo colar link no campo assunto mas não aqui no campo comentários. Esse problema se apresentou quando troquei o note Dell icore5 por um ultrabook 2 em 1 (ultrabook/tablet) da Lenovo, icore3 do tipo Yoga 2,,.não creio que seja o processador embora volta e meia trave sob alegação de que o script é longo…saudades do icore5…..to usando o internet explorerm ainda não baixei o Google Crhome,,vai que apresenta o mesmo problema…aliás, vai ai um recado para os amigos e amigas ggnautas: é uma roubada essa coisa de ultrabook, já não é a primeira vez que tento me adaptar a isso por ser bonitinho e leve mas não dá certo, quebrei a cara de novo,..vou ver se troco por um notebook mesmo, que alias já vem tão finos que não diferem mais dos ultrabook, inclusive os ultrabook estão saindo de linha pq os note já vem fininhos, em termos de dessign e peso não ha diferença, e o pior é que os ultrabook não trazem muitas ferramentas que trazem os notes tais como as teclas F1, F2 e demais,,.pelo menos esse da lenovo não tem,,,nem entrada pra CD/DVD…só uma entrada para USB… e a vantagem do ultimos notebookk que estes já vem no formato 2 em 1 ou seja note e tablet, gosto deste formato nao pra usar como tablet que tmbm não tem nada a ver por causa do tamanho, imagina so im tablet com 14″,,so gosto pq eles podem ser usados em varios formagos, em em forma de tenda, diagonal, que dá pra facilitar a leitura quando sobre a cama….colar a base do note diretamente na cama é problema na certa pq o aparelho vai suagando toda os pelos dos cobertores…enfim,,..inté…..,prá quem tava acostumado com processador icore5 fica dificil acostumar com o icore3..,,cada icore tem várias gerações,,,estas indústrias são muito criativas para arrancar grana dos tolos…sabem como fazer o melhor dispostivo mas vão soltando aos poucos em forma de gerações….

    • Ficha Corrida

      Pessoal o site Ficha Corrida é muito bom. Tentou se tornar popular quando o ex-deputado do PP Augusto Nardes foi presidente do  TCU, mas não conbseguiu.

      Vamos dar uma força para o Ficha Corrida que tenta trazer do passado (2004) histórias e estórias.

      Vamos ver se dessa vez o Ficha Corrida alça voo

  20. Os bancos são credenciados

    Os bancos são credenciados para receberem tributos e pagar despesas governamentais. Da administração direta e indireta. Todos sabemos como funcionam os bancos e os critérios de debitarem no dia na sua conta mas só creditarem vários dias depois na conta do credor. Há um volume grande de recursos que pertencem aos cofres públicos mas que ainda não foram creditados. É preciso levar isso em conta para bem analisar e confrontar dados. Quanto as pedaladas, imagino os empresários já acostumados, o que terão que fazer doravante que o nosso PIB pode ser preso sem julgamento. Quem vendeu um lanche ou um refrigerante para empreiteira ou sub, manteve relações com as empresas e poderão ter de responder se o recebimento dos lanches foi fruto do sobrepreço ou não. Com muita sorte poderá responder a isso em liberdade.  

  21. QUANDO NÃO SE TEM COSTUME DE FAZER O CERTO,O CERTO PARECE ERRADO

    QUANDO NÃO SE TEM COSTUME DE FAZER O CERTO, o certo quando é feito PARECE ERRADO! A Lei de responsabilidade fiscal, essa que visa IMPERDIR AS PEDALADAS DOS GOVERNOS, “”EXISTE DESDE 2000″”; porém o TCU NUNCA A FEZ CUMPRIR. Agora parece que virou moda A DILMA do PT SER O BODE ESPIATÓRIO, tendo que RESPONDER POR RESPONSABILIDADES DE GOVERNADORES E PREFEITOS, nas areas de EDUCAÇÃO, SAUDE, TRANSPORTES, SEGURANÇA E ETC; o TCU, talvez EMPOLGADO pelo efeito ministro JOAQUIM BARBOZA, indicado pelo Lula do PT, que recuperou a credibilidade do poder judiciario junto à opinião publica, esteja também querendo mostrar serviço aos brasileiros. Não ha nada de errado com o TCU e o MINISTERIO PUBLICO em fazerem cumprir a Lei. No entando, SERIA BOM QUE O TCU e o MINISTERIO PUBLICO extendessem suas ações  de ficalização e cumprimento DA LEI, nos governos ESTADUAIS. Por exemplo: Por que até hoje NENHUM REPRESENTANTE DA JUSTIÇA BRASILEIRA, “”NÃO OBRIGOU O GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN à TRANFERIR O MARCOLA DO PCC para um presidio FEDERAL””, ou INVESTIGOU AS DENUNCIAS DE CORRUPÇÃO NOS GOVERNOS DO PSDB, visto que OS DEPUTADOS DO PSDB NÃO DEIXAM ABRI CPIs EM SEUS GOVERNOS, e portanto A UNICA VIA PARA SE COMBATER E PUNIR A CORRUPÇÃO NOS GOVERNOS DO PSDB, seria A JUSTIÇA FEDERAL?””

    • “existe desde 2000 porém

      “existe desde 2000 porém nunca a fez cumprir”.   isso que você está colocando significa de 2000 a 2002 ou vale também para 2003 até 2015  ??

      Quanto a escarafunchar também os Estados, sim por exemplo, estão agora extendendo suas ações a começar pelo governador iniciante de um dos maiores Esttados da federação, o sr.  Pimentel. 

  22. Juros é reflexo e não causa

    Qualquer estudante de primeiro ano em Economia sabe que os juros são um reflexo da alta da inflação, como forma de controlar a essa segunda. Portanto, o BC não “insiste em manter alta a taxa selic a 14,5%”, ele é OBRIGADO a colocá-la nesse patamar!

    • Ou será o contrário?

      Se a inflação sobe, a banca aumenta os juros para manter (e aumentar) os ganhos?

      Ser ou não estar, eis a questã!

       

      PS: A economia como “ciência” é tão “cientifica” que há de rastaqueras como eu até prêmios nobel da área que pensam e agem de forma diametralmente oposta em assuntos econômicos.

      Mas o pastor de sua igreja lhe incutiu bem (e cedo) suas crenças inexpugnáveis.

    • Quando passam para o 2o ano

      Quando passam para o 2o ano eles aprendem mais e descobrem que os juros são resultados da política monetária do BC. E aprendem também que o BC não é obrigado a colocar os juros em 14,5%. Coloca por que quer.

      • juros resultados da política

        juros resultados da política econômica do bc? nao precisa estar no 2o ano de economia, basta ser alfabetizado (pode ser não funcional) para saber isso. lógico que os juros são decorrência da alta inflacionária, se baixar agora sobe mais tarde. mais uma pérola do luis “cambio” nassif.

      • E essa é outra forma de dizer…

        Que é uma escolha política, é claro. A questão é que você não disse qual são os resultados dessa escolha, as opções e suas consequências. Quem diz que os juros não devem subir, ou que não precisam ser tão altos, assume que a inflação não é prioridade, principalmente em um momento de recessão: Vamos desvalorizar a moeda, esquecer a inflação, segurar os juros baixos, deixar credores externos venderem suas posições para brasileiros tolos, e fazer o povo pagar a conta sem perceber que a culpa é do governo… E depois voltam a falar das benesses dos salários que só sobem…

        É muito fácil dizer que o BC quer fazer política recessiva. Difícil é explicar o descontrole da inflação como aceitável. O outro limite desses juros, independente da inflação, é a necessidade de rolagem da dívida e a classificação de risco do país, que determina o valor mínimo de juros aceitável pelo mercado. Já o valor máximo de juros também depende da credibilidade: a partir de um certo ponto, aumentos nos juros não são aceitos pelo mercado, pois esse deixa de acreditar no pagamento do título por mera questão de realidade orçamentária. O BC opera numa faixa possível, deseja estar o mais baixo que puder nessa faixa, mas só tem essa ferramenta para controlar demanda e oferta de crédito. O resto da política econômica reside com os ministérios, que seguem fingindo que a culpa não é deles.

      • Gostei da resposta Nassif

        Outra questão Nassif: como combater a inflação se alguns governadores, como Beto Richa, continuam aumentando água, IPVA, ICMS, etc? Como explicar a tarifa de energia no Paraná que não para de subir enquanto que no Rio Grande do Sul teve redução de 4,22%?

        Segundo a Folha, a queda e aumento do preço da energia se deve a “decisões estratégicas de cada empresa”.

        http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2015/06/1642818-aneel-aprova-reajuste-de-luz-para-cinco-empresas-aumento-e-de-ate-17.shtml 

      • Luís Nassif, ao falar isso,

        Luís Nassif, ao falar isso, você deixa claro não concordar com a política de metas de inflação, já que quer que o BC continue leniente (como foi em Dilma 1). O que se tem de melhor e de efetivo pra colocar no lugar? Sempre fico nessa curiosidade quando te vejo  criticando a alta da SELIC com a inflação a quase 9% a.a.

      • Nassif, é por aí mesmo. Desde

        Nassif, é por aí mesmo. Desde 2011 a inflação vem aumentando e o BC aumentando a taxa de juros sem ter nenhuma melhora no índice inflácionario. Se nos EUA a taxa é 0% e na Europa é negativa, qual a razão econômica para termos uma taxa de 14% com viés de alta?

  23. TCU

    Em contabilidade a primeira coisa que aprendemos é o DÉBITO e o CRÉDITO. Se um emprêsa gasta mais do que arrecada propositalmente, com certeza o gestor desta emprêsa é um irresponsável e, se continua praticando a mesma filosofia ele deve ser punido e demitido.

    Isso é básico em qualquer emprêsa séria e, não adianta o gestor colocar a culpa no Diretor Financeiro ou do Contador.

  24. É CRIME SIM.

    Pedalada é atrasar o pagamento, por exemplo, do bolsa família e tirar o dinheiro da caixa econômica federal e não tirar do tesouro. Ou seja os atrasos de benefícios sociais permitem ficar com o dinheiro no caixa para outras finalidades para poder demonstrar o cumprimento das metas fiscais, quando na verdade nada esta sendo cumprido. Trocando em miúdos se nós pessoas físicas temos  de pagar uma conta e usamos o cheque especial  o não é dinheiro seu. No artigo 36 na lei de responsabilidade fiscal isto é vedado. No passado na década de 90 havia um endividamento desenfreado do Estado e a lei veio para frear isto. Quer dizer então que as pedaladas fiscais é CRIME SIM, pois é contra a lei. Quanto aos envolvidos nas contas são do PMDB e o ex-deputado Nardes é indicado do PP, ou seja, fogo amigo. Tá mais do que óbvio que Dilma esta sendo cozida em fogo brando até que ela não consiga mais pular de dentro da panela armada pelo PMDB quando a água ferver. E o engraçado de tudo isso é que o PT e seus defensores vivem atacando o PSDB que só faz é observar e pontuar. 

  25. Golpe

    Golpe é o que o Governo vem aplicando na população, arrecada através de uma das maiores cargas tributárias do mundo, emprega mal o dinheiro arrecadado, e depois abre conta nos paraísos fiscais.

    Isto sim é Golpe !

  26. Em 2006 havia cerca de 160

    Em 2006 havia cerca de 160 municípios em desacordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal. Em 2014 esse número já superou 700 municípios. Esses dados são da ONG Contas Abertas. O exemplo vem de cima. Se o Governo Federal ignora a referida Lei, por que estados e munícipios deveriam obedece-la? O pior disso tudo é que essa Lei se assenta em um princípio básico: não se pode gastar mais do que se ganha ou arrecada no caso de municípios, estados e união. Parece nossos governantes ainda não entenderam issso. Será que eles se comportam dessa forma com suas finanças pessoais?

  27. O PROBLEMA REAL É O GOVERNO DO PT

    O que gerou a crise foi justamente a falta de confiança num governo que mente ao público e deforma os números da economia. Assim, as pedaladas são um crime grave contra a nação, mais do que uma simples manobra contábil. De fato, a maquiagem não muda a face, mas compromete a percepção. E é justamente a tentativa de fraudar que torna esse governo descredenciado para se manter à frente do país. 

  28. Super isento o notório

    Super isento o notório economista. Qdo é nos outros, pedalada é refresco. Mas qdo é contra o partidinho, seu super olho de ZOOM vai até as vírgulas justificar o injustificável. País lixo.

  29. é crime

    Esse jornalista deve ter uma boquinha patrocinada pelos petralhas. Justificar o injustificável. Vai comer a mandioca da Dilma imbecil!

  30. Errar uma vez… é aceitável…

    Nassif

     

    Apoiar a reeleição de Dilma foi um “erro”… persisitir nesse erro… é um “tiro-no-pé”…

    O Brasil entrou em crise e… se as pedaladas não são crime… em parte, foram essas pedaladas que aprofundaram a crise…

    Como economista que és… caso venha ser “imparcial”… vai entender sobre a “gravidade” e os “riscos” que governantes provocam a uma Nação…

  31. Quarto elemento (ou elementa?)

    O primeiro parágrafo fala em uma quadra excepcional , mas só cita três nomes (Nardes, Cunha e Renan).

    Será nossa personagem omitida nossa ilustre presidente?

  32. Economistas

    Qual o problema. Não tinha dinheiro na hora e usou o cheque especial para pagar a sensacional bolsa família. E depois foi lá e cobriu o cheque especial. Tinha 400 bi na poupança no exterior, portanto não havia falta de dinheiro e não enganou ninguem. Desonerou a industria para ver se ele andava com 100 bi e os empresários embolsaram o dinheiro numa boa e nada fizeram.

    Que não devia fazê-lo, não devia, ninguem deve ira ao cheque especial, mas onde está o crime? Se tenho que ir urgente ao hospital dou cheque especial e depois tiro da poupança e cubro, qual o crime? Qual o prejuiso de manter em dia o bolsa família que tanta vantagem trás. 

    Que converda mais fiada! O nassif e os coxinhas que dcomentam bobagem. Um exemplo pior: o aecio deixou de gastar algo como 10 bi na saude e na educação de minas e nada aconteceu. Deixou de gastar onde tinha que gastar e… nada.

    Que papo mais bobo de economista falando de contabilidade.

  33. O TCU força mão nas pedaladas fiscais

    Seguindo a lógica: se o TCU está forçando a mão, Dilma está fazendo o quê? Ao longo de todos esses anos ela forçou ao máximo a nossa paciência e o nosso bolso. E a situação está chegando ao limite. Não que a corrupção já não existisse, mas o PT roubou muito além dos outros, quebrou o país e fez voltar a inflação. E ainda coloca sobre a população todo o prejuízo da incompetência e da corrupção. As contas vão aumentando e a “presidenta” continua mentindo, inclusive para si mesma. Imagine só um exemplo: se Dilma não sabia de nada da corrupção na Petrobras, no governo, no PT, entre outros, das duas uma – ou ela é a maior alienada incompetente de todos os tempos ou a maior cínica cara-de-pau ao pensar que pode fazer todos os brasileiros de idiotas. Na prática, o governo dela já acabou. O poder está nas mãos de Michel Temer e Eduardo Cunha, que se encontra na posição de Primeiro-Ministro informal. E a única coisa que impede o desastre total e naufrágio do governo é Joaquim Levy. Dilma é um tipo de zumbi, um monstro Frankenstein que ninguém quer ver, nem mesmo o Lula, que a criou. Agora o Impeachment é mera formalidade.

  34. A coxinhada não tem jeito.

    A coxinhada não tem jeito. Pensam que todos não sabem das pedaladas inventadas e praticadas regularmente pelo “estadista”.

  35. TCU NAO JULga e NUNCA julgara contas do Chefe do Executivo

    Prezados,

    Acredito que, opinioes politicas a parte, certos esclarecimentos devem ser realizados:

    TCU NAO JULGA CONTAS DO CHEFE DO EXECUTIVO, ele emite parecer e isto esta expresso no Art. 70, I da nossa Constituicao Federal.

    Nesse sentido, o TCU nao tem o poder de rejeitar de fato as contas da nossa Presidente pois, seu parecer OPINATIVO a respeito das contas da Presidente sera encaminhado ao Congresso Nacional e este sim ira proceder o julgamento, de acordo ou nao (pois o parecer NAO vincula a opiniao do Congresso) com o parecer do TCU.

    Resumindo, a responsabilidade por estar ” contra” ou ” a favor” das contas do gorverno sera do Congresso Nacional, quem dara a palavra final sobre esse assunto.

    Devemos tomar cuidado para nao responsabilizar as pessoas/orgaos errados, nesse sentido, acho muito importante enteder a competencia de cada orgao do governo para tentarmos aprender corretamente o tramite dessses procedimentos.

    Att

  36. Vaticano

    Seria o orgao fiscalizador da CPMF destinado a saude, so 40 bi desviados

    e um ministro decente se mandou . Boa Noite, bom fim de semana a todos

  37. Nassif, será que o TCU não

    Nassif, será que o TCU não participa de algum partido?

    A  crise e o porquê das pedaladas se devem ao país ter apenas um orçamento e dois presidentes. 

    O governo do PT representa a linha empírica da responsabilidade fiscal para os gastos públicos; e o governo do PSDB, representa as múltiplas funções do presidente do Banco Central, como um movimento oposto, de caráter de direita revanchista, que não deixa as contas do primeiro governo fechar.

    Esta é a verdade estabelecida!!!

    O país deve solucionar a penetração deste regime idêntico, comparativo de domínio espacial, produzindo diferênças quantitativas com reflexos nas contas sem previsão; ou seja: obrigando o Banco Central a adotar uma orientação doutrinária rígida, através de reação anti-especulativa, para as taxas de juros corresponderem ao limite de relação do crescimento minímo, pelo Produto Interno Bruto – a fim de substituir os fenômenos (das consultorias dos bancos) que vincularam o déficit público a formulação subjetiva do mercado.

    A questão inicial precisa de estudo, de que prevalece o governo se a mídia apoia, porque vai submeter a exame o que ela pode dar a interpretação sobre os problemas econômicos, e  tomaremos partido; o poder da política, porém, deve ser medido pela capacidade dos fundamentos que tratam direto do rigor do Estado para com os orgãos subordinados em geral; e o Banco Central não pode fazer o jogo prévio: O poder de excessão do seu presidente.

     

     

     

    • TCU é hoje formado por ex-PFL e DEM, herança ainda de FHC

      A verdadeira esperteza de FHC, foi no STF e TCU.

      DELAÇÃO IMPLODE CREDIBILIDADE DO TCU

      Empreiteiro da UTC revelou aos investigadores da Lava Jato que o advogado Tiago Cedraz, filho do ministro Aroldo Cedraz (foto), presidente do Tribunal de Contas da União, recebia R$ 50 mil por mês para passar a Ricardo Pessoa informações do tribunal que envolvessem os interesses da construtora; o escritório de Tiago também foi contratado para atuar em caso sobre a Usina de Angra 3, serviço para o qual fechou o pagamento de R$ 1 milhão; denúncia afeta diretamente a credibilidade da corte, que já se move pelo impeachment com a questão das “pedaladas fiscais”

  38. TCU pefele (como se dizia no nordeste)

    DELAÇÃO IMPLODE CREDIBILIDADE DO TCU

    Empreiteiro da UTC revelou aos investigadores da Lava Jato que o advogado Tiago Cedraz, filho do ministro Aroldo Cedraz (foto), presidente do Tribunal de Contas da União, recebia R$ 50 mil por mês para passar a Ricardo Pessoa informações do tribunal que envolvessem os interesses da construtora; o escritório de Tiago também foi contratado para atuar em caso sobre a Usina de Angra 3, serviço para o qual fechou o pagamento de R$ 1 milhão; denúncia afeta diretamente a credibilidade da corte, que já se move pelo impeachment com a questão das “pedaladas fiscais”

  39. quem forçou legal o pé nas

    quem forçou legal o pé nas pedaladas fiscais foi governo dilma

    TCU somente reforça o freio desta “bike desgovernada” ladeira abaixo

    dilma será incapacitada de governar o brasil pelo “conjunto da obra mística”…

  40. Não concordo com a análise.
    Não concordo com a análise. Se há erros, se as contas foram ajustadas intencionalmente, rejeitá-las não pode ser encarado como golpe. Muito forçado seu posicionamento.

  41. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome