O xadrez da bala de prata de Janot

Entra-se nos dias derradeiros para a primeira tentativa de impeachment com vários movimentos no nosso tabuleiro.

Movimento 1 – Rodrigo Janot usa a bala de prata contra Dilma.

A sequencia de ações contra Lula denotava uma intenção persecutória da Lava Jato. Caçar Lula tornou-se foco único. Depois, representações de toda ordem de outros procuradores, sempre tendo por alvo Lula e, por álibi, os factoides que provavelmente eles próprios plantavam na mídia.

No final do ano, quando a tese do impeachment esvaziou, coube ao Procurador Geral da República (PGR) Rodrigo Janot criar a nova linha de investigação, em cima do tríplex e do sítio de Atibaia.

À luz da razão, era nítida a perseguição. Mas o jurista por vezes tem razões que a própria razão desconhece. Aceitava-se, então, com alguma relutância a tese da impessoalidade das investigações e da perseguição ser mera consequência de um conjunto de circunstâncias.

Aí a Lava Jato virou o fio, com a divulgação dos grampos envolvendo Lula e a própria presidente da República. Era nítida a intenção política ao divulgar as conversas, procurando aquecer ainda mais a fogueira do impeachment. Pressionados, delegados e procuradores confessaram terem obtido a concordância de Janot para a liberação dos grampos.

Com a enorme reação contrária, Janot tomou duas atitudes defensivas. Primeiro, uma nota condenando o personalismo, a síndrome de Deus que acomete alguns – sem nominá-los. Depois, a decisão esdrúxula de um parecer a favor da posse de Lula na Casa Civil e, ao mesmo tempo, manter seu inquérito com o juiz Sérgio Moro.

Leia também:  Se aprovada, instalação CPI da Lava Toga será fonte de mais insegurança jurídica e política, alerta jurista

Agora, com a tese do impeachment esvaziando a olhos vistos, Janot volta à proatividade, sacando a bala de prata: o novo parecer contrário à posse de Lula.

A mudança de posição de Janot é simples de decifrar, desde que se entenda que o alvo final não é Lula: é Dilma.  Se há indícios de “desvio de finalidade”, com a nomeação de Lula, a acusada, o agente ativo é Dilma, não Lula. Basta o STF aceitar a tese e impedir a posse, para automaticamente abrir-se o processo contra Dilma.

Do ponto de vista jurídico, não deverá ter consequência. Afinal, baseia-se em um diálogo dúbio e ilegalmente grampeado; e em um documento de posse que sequer tinha a assinatura de Dilma. Resta avaliar os impactos políticos junto aos Ministros do STF, agora efetivamente sozinhos na defesa do reequilíbrio político do país.

Some-se a isso um novo vazamento de delação premiada – agora dos executivos da Andrade Gutierrez; a manutenção da blindagem de Aécio Neves; e a informação de uma força-tarefa do Ministério Público do Distrito Federal para analisar todos os empréstimos e financiamentos do BNDES para se ter o quadro completo.

O PGR repete o mesmo processo que acabou desgastando a Lava Jato e que liquidou com a Operação Mãos Limpas, na Itália, de falta de discernimento para perceber o momento em que a operação virou o fio.

Vale a pena a leitura da entrevista de Gherardo Colombo, juiz da Operação Maos Limpas, ao Estadão (http://migre.me/tsyXk). Diz ele que o que determinou o fim da operação foi o cidadão comum, porque a síndrome de Giralomo Savonarola – o dominicano que acreditava ser a voz de Deus contra toda forma de imoralidade – dominou a operação, que passou a caçar até fiscal de prefeitura, para tentar o nível de corrupção zero.

Leia também:  Decisão de Toffoli sobre Coaf leva juiz a suspender processo da Operação Sinal Fechado no RN

A bala de prata de Janot gasta seu grande cartucho perante o Supremo: a imagem do legalista ponderado, que apenas não conseguia segurar os ímpetos da corporação.

A história cobrará um alto preço do MPF e de Janot.

Movimento 2 – o julgamento jurídico do impeachment.

Gradativamente, o novo Advogado Geral da União (AGU) José Eduardo Cardozo, deixa transparecer sua estratégia em relação ao Supremo.

A discussão é sobre o nível de competência do Supremo para analisar o impeachment.

Numa ponta, os doutrinadores que defendem que a decisão é política, não cabendo ao Supremo interferir nem nas votações da Câmara, nem do Senado.

De outro, os que defendem que, se a Constituição definiu razões jurídicas para o impeachment, não haverá como o Supremo – último guardião da constitucionalidade – deixar de avaliar.

Provavelmente, o caminho escolhido por Cardozo será bastante habilidoso: submeter ao Supremo a análise jurídica do relatório preparado pelo relator da Comissão do Impeachment. Se o Supremo entender que não preenche os requisitos constitucionais, o relatório não tem valor. Não tendo relatório, não se terá votação.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

274 comentários

  1. PGR X STF

    Acho que Janot foi inábil afrontando a Suprema Corte. Por que Lula seria “melhor julgado” pela Justiça Federal do Paraná do que pelo Supremo Tribunal Federal? Ele está insinuando que há monópolio de honestidade nos tribunais?

  2.  
     
    Janot e asseclas = Amaury

     

     

    Janot e asseclas = Amaury Kruel.

    E o STF paga por  ouvir as vozes das ruas ( Globo ) na AP 470 .

    Estão  sem moral ( raras exceções ) ou possuem rabo preso e a Plim Plim sabe .

    E a Globo é pura pilantragem .

    Será que estou maluco ???

  3. Adiamente

    Nassif, será que a estratégia de Cardozo também não está contando, uma vez submetendo o relatório da Comissão do Impeachment ao STF, que se adie a ida ao Plenário? É que a oposição já faz as contas para o dia 17, fazendo um esforço organizativo desde já para colocar a tropa na rua neste dia. 

  4. “A bala de prata de Janot

    “A bala de prata de Janot gasta seu grande cartucho perante o Supremo: a imagem do legalista ponderado…”

    Está na cara o jogo e o medo de Janot. O procurador está querendo fugir do STF.

     Depois da denúncia ridícula dos procuradores trapalhões e da repercussão negativa da condução coercitiva de Lula, executada com a única intenção de humilhá-lo, qualquer peça de acusação contra o ex-presidente terá de ser muito mais consistente, até para o padrão Moro. Como os últimos acontecimentos têm revelado, o juiz curitibano não lê seus processos com muito rigor.

    Ainda assim, a possibilidade de Moro aceitar qualquer delírio, qualquer peça mal feita é muito mais provável do que o STF. Principalmente agora que as “armações” da Força-Tarefa estão sendo desnudadas. Até para leigos, percebe-se que as acusações contra Lula são frágeis, isso ficou patente na peça cômica do trio paulista. O documento deixou o mundo dos vivos em polvorosa com tanta bobagem. Até alguns mortos se reviraram nos seus túmulos, vide Marx, Engels, Nietzche & Hegel.

    Fizeram um super escândalo com a operação Triplo X. Devassaram a empresa panamenha com a intenção de incriminar Lula, deram com os burros n’água.  Aliás, quase se afogaram na paradisíaca Parati. Na verdade, evitaram prudentemente o afogamento.

     A Força-Tarefa quer provar que por frequentar sitio de amigos Lula é dono do próprio. Querem provar que Lula é dono do “Triplo X” quando o ex-presidente tinha a opção de compra, mas desistiu. Querem provar que Lula vendeu a preço de ouro uma MP aprovada por unanimidade pelo Congresso. MP que prorrogava procedimentos editados nos tempos de FHC. Ah! Tem as palestras. Lula é um dos palestrantes mais celebrados do mundo, em consequência, um dos mais bem pagos. Logo…

    Enfim, as acusações contra Lula são  uma forçação de barra violenta. Como diz Nassif, pura perseguição.  Janot, Moro & Cia estão querendo negar a Lula o que ele está pedindo humildemente: justiça isenta, sem contaminação política.

     

     

     imagem do

  5. Chega perto do desfecho essa

    Chega perto do desfecho essa aberração que ficará para a história como uma tentativa de golpe frustrada, e que seus protagonistas não fiquem circulando incólumes por aí, como se nada tivesse acontecido.

    Outro desfecho possível é um golpe bem sucedido do naipe do nazismo ganhando  a segunda gerra. O que viria depois? Depois da instituição do nazismo na alemanha viu se  o que se viu. A PF será nossa SS? Matarão sumariamente os jornalistas e perseguirão comentaristas em suas integridades físicas, em suas vidas particulares? É desse naipe.

    Enquanto a Dilma usa o Lorde Cardozo (ô nome para ter lorde, né?) na defesa, o Cunha é só tiro porrada e bomba contra as inimigas. Espero que o Lula esteja fazendo seu papel, mesmo que o Lorde Cardozo saia depois com os créditos..Espero  ainda  que a bruxa má Cunha e seu séquito seja derrotada no fim, senão sobrevirá o reino da escuridão yankee pentecostal. Parece um reducionismo infantil, mas é tão rea!!

    Caso o golpe perca, o pós golpe precisa ser duro, articulado, revisão das concessões midiáticas imediatas e deve mirar, a médio  prazo a reforma política. Se o governo captou alguma coisa,   desde as passeatas de  2013 se demanda firmeza no poder, , e foco no resultado. Hoje o páis só tem pré pós e durante as eleições. Isso e os rábulas. É muito pouco para chamar de país.

  6. É interessante notar como são

    É interessante notar como são forte os setores da sociedade que advogam pelo Brasil arcaico. O colonialismo criou raízes profundas e é avesso a mudanças. Sua base sempre foi a escravocracia e por isso sempre negou ao trabalhador melhores condições de vida. Assim como na atualidade, no Império, o liberalismo também foi um verniz. O mais triste em toda esta história é perceber que a nossa curta e frágil democracia pós-regime militar era apenas uma ilusão.

  7. Má intenção

    Não é desvio de função. Janot aponta desvio de finalidade. E também não é nada disso. Indicar Lula para cargo de ministro é prerrogativa constitucional do Poder Executivo. Desvio de finalidade é a má intenção descaradamente golpista de Janot.

  8. Janot tomou lugar do Moro?entao quem manda nos dois?
    a servico de quem os dois se revezam na criminalizacao dp PT do Governo Dilma ena desmoralizacao da figura do Lula?
    parece que a banca onternacional e o Governo Americano t enormes intetesses em desestabilizar os BRICS

  9. Reitero novamente: o lado de

    Reitero novamente: o lado de lá aloprou de vez. Na minha humilde opinião, é a leitura extremamente equivocada da sociedade brasileira atual, muito mais complexa e diversificada. Isso que dá se pautar pela velha mídia, o que para mim é assombroso. Como pessoas com pensamento tão raso ocupam postos chaves na República Brasileira? E um lamento: por onde anda o Sr André Araújo e seus artigos, que sempre nos trazem boas reflexões concordando ou não? Por outro lado, o Sr. Rebolla tem me surpreendido. Seria muito bom se aquele pulgueiro (para não usar outra palavra que começa também com ‘pu”) tivesse políticos desse nível. E a vida segue, prometendo fortes emoções nas próximas semanas.

  10. O mau caráter, o verdadeiro

    O mau caráter, o verdadeiro rei,  mostra a sua cara. Nassif antecipou o canalha faz algum tempo e depois como jogador habilidoso fez de conta que não sabia. Dilma o canalha mor é esse.

  11. Minha opinião é mais direta e

    Minha opinião é mais direta e sem muitas palavras.

    Janot é mais um no bolso do colete do Cunha!

    • Lembra uma vez, bem lá no

      Lembra uma vez, bem lá no comecinho, Janot procura o Ministro da Justiça e fala que teve sua casa invadida, levaram uma pistola, e e e e e e e e e , e mais o que não sabemos . . . . . 

  12. Pelo menos agora o jogo esta

    Pelo menos agora o jogo esta ficando claro, sabemos que o capo do impeachment(eita palavrinha desgraçada porque não impedimento?) é o Janot, ele não disfarça mais suas intenções e nem esconde-se mais em uma pretença neutralidade, compararia mais a um jogo de poker do que xadrez, estamos chegando na rodada final e não há mais espaço para blefe pois todos os jogadores pagaram a aposta, agora é mostrar as cartas e ver quem ganha, o problema é que o carteador é um pilantra, as cartas estão marcadas e o jogadores do lado do golpe não respeitam nenhuma regra, por isso existe uma grande chance do povão invadir o cassino e quebrar a tudo e a todos.

  13. Acabou-se o MPF

    Agora o MPF quer poder dizer quem a Presidente pode ou não pode nomear, sem nenhum indiciamento!

    Janot está dizento que o STF é tendencioso e não em legitimidade para julgar Lula!

    Janor está dizendo que somente um tucano como ele, o Juiz Moro da Republica do Paraná, tucano de linhagem, pode ser eventual julgador de Lula!

    Se o STF aceitar a carapuça é melhorque todos peçam demissão e deixem a tarefa de Suprema como o MPF!

  14. Será que não pode ser algo

    Será que não pode ser algo bem mais pequeno? Lembra daquele: não devo nada a ninguém, só à minha família…? Que o Janot ficou mordido com o Lula por ter chamado ele de ingrato, ficou. Quando a alma se apequena, sai de baixo…

    • Janot revida por Moro

      Pensei nisso, Malú, mas não porque ele ficou mordido pelo o que Lula falou dele no grampo, mas porque Lula essa semana representou contra Sergio Moro no STF. 

      Se o STF aceitar a denúncia de Lula sobre os grampos nos advogados e sua defesa, Moro terá que responder ao CNJ, STF e STJ.

      E também perde o direito de investigar Lula por suspeição, já que será réu em processo aberto pelo investigado; além de cometer ato ilegal contra o mesmo (o que não prejudicaria o processo).

      Pode ter sido apenas uma resposta de Janot à ousadia de Lula e não uma tentativa sincronizada de ajudar Gilmar Mendes. Se foi isso, Lula errou ao provocar Janot antes desse julgamento.

      • Sabe Jaime, também pode ser

        Sabe Jaime, também pode ser por causa da denúncia do Lula em cima do Moro, se bem que tenho a impressão de que às vezes o Janot tem vontade de socar o Moro, pois o juiz muitas vezes trás mais problemas que solução para o parquet. Pode ser por vários motivos até alguns que ainda nem pensamos, mas junto com outros motivos pode ter vindo um sentimento mixórdio de forra.

      • Não acho que isso seja

        Não acho que isso seja errar… Sem o enfrentamento o inimigo pode fechar o cerco sem muito risco até você ficar completamente imobilizado. Mas quando enfrenta com força suficiente pode provocar uma reação imprudente que poderá fazer o inimigo tropeçar ainda em campo aberto… Acho que o ato tresloucado do Moro com os grampos e agora esse descaramento do Janot é um desses tropeços que podem custar a batalha para eles. Veremos.

         

  15. Uma jogada ardilosa. Acho que

    Uma jogada ardilosa. Acho que a acusação à presidente deve ser rebatida intransigentemente. Se ficar a versão de que a presidente “interferiu” e o Lula estava fugindo do moro, em um novo processo de impeachment vão usar isso para tentar caracterizar um novo crime da Dilma. No julgamento do STF, referente à posse, do Lula como ministro, está em jogo essa jogada maliciosa. No xadrez seria um “xeque” duplo, atacando o rei e a rainha simultaneamente. Ou seja , se o Lula for impedido, então, fica proximo o xeque mate do golpe. Vamos acreditar que o Supremo seja realmente o último refugio de Democracia.

  16. Será que o Cardozo não

    Será que o Cardozo não poderia com uma jogada de mestre, entrar com esses pedidos no STF, ganhando mais tempo, e, atrasando o Impeachment da Dilma? E, por outro lado, dando seguimento para o Impeachment do Temer? 
    Será que essa jogada é possível? Teríamos primeiro a absolvição ou Impeachment de Temer e só depois o julgamento de Dilma?

    E a possibilidade de “juntar” os dois processos num “pacote” só?

    Dilma e Lula precisam desse tempo. Quem sabe nesse meio tempo não prendam o Cunha? Aí seria bom demais!

  17. Que vergonha Janot, ao invés

    Que vergonha Janot, ao invés de combater efetivamente a corrupção, persegue o partido do governo que te nomeou de forma republicana, partido esse que votou de forma unanime contra o financiamento empresarial de campanhas, ao contrário do outro lado que votou em bloco a favor, um partido que teve várias iniciativas no sentido de aprimorar o combate a corrupção, que segundo o insuspeito procurador Carlos Santos Lima, foi o único que nunca interferiu em investigações. Janot, além de engavetador de tucano, tu é traidor, trai a presidenta Dilma que confiou em voce e trai a nação e o povo brasileiro!

    • Assino embaixo do que você

      Assino embaixo do que você disse.

      Como é possível um cara com essa autoridade decidir aglo tão importante e depois, sabe-se lá por quais razões espúrias, inverter a decisão.

      E tem gente que ainda está em dúvida se é golpe.

       

  18. Judicialização do Impeachment pelo lado deles…

    A nova narrativa “pró-impeachment”, legitimada pela presença de Paulo Maluf, talvez o político que mais se fez por compra de votos na história desse país, é criminosa. Todo mundo político sabe que um governo que luta por 171 votos para continuar governando, vai ter que precisar de 257 votos para aprovar as coisas no Congresso, e que depender do “toma lá dá cá”, em um cenário de crise fiscal, isso não vai acontecer. O golpe vai ser derrotado é por mobilização popular, por combatividade, por resistência. Isso é que vai virar os votos de muitos parlamentares indecisos.

    Do lado do Judiciário, a tendência é que o MPF ao entrar de cabeça no golpe, o STF tenha mais protagonismo nas decisões. Surpresas podem ocorrer, como por exemplo, se Cunha armar alguma estripulia na votação, alguma liminar possa sustar o andamento da votação. Mas nesse meio tempo, a votação da nomeação de Lula pode ser o verdadeiro definidor da votação do impeachment. Aí, o impeachment seria votado sob a definição da nomeação de Lula ou não.

  19. Judicialização do Impeachment pelo lado deles…

    A nova narrativa “pró-impeachment”, legitimada pela presença de Paulo Maluf, talvez o político que mais se fez por compra de votos na história desse país, é criminosa. Todo mundo político sabe que um governo que luta por 171 votos para continuar governando, vai ter que precisar de 257 votos para aprovar as coisas no Congresso, e que depender do “toma lá dá cá”, em um cenário de crise fiscal, isso não vai acontecer. O golpe vai ser derrotado é por mobilização popular, por combatividade, por resistência. Isso é que vai virar os votos de muitos parlamentares indecisos.

    Do lado do Judiciário, a tendência é que o MPF ao entrar de cabeça no golpe, o STF tenha mais protagonismo nas decisões. Surpresas podem ocorrer, como por exemplo, se Cunha armar alguma estripulia na votação, alguma liminar possa sustar o andamento da votação. Mas nesse meio tempo, a votação da nomeação de Lula pode ser o verdadeiro definidor da votação do impeachment. Aí, o impeachment seria votado sob a definição da nomeação de Lula ou não.

  20. Pode ser por causa de Moro e não de Gilmar

    Talvez Janot tenha ido contra Lula não em sintonia com Gilmar para atingir Dilma com um verdadeiro crime de responsabildiade, mas para vingar-se de Lula pela representação contra Sergio Moro que ele fez ao STF esta semana, pedindo investigação e punição pelos grampos ilegais nos advogados dele. Esta é uma causa ganha porque Moro deu várias versões contraditórias e há documentos que atestam a má fé do juiz em grampear, tornar públicas essas gravações e usar-las para espionar a defesa de Lula.

    Sergio Moro só faz o que faz porque Janot lhe ordena, assim nada mais natural que o proteja ou vire seu vingador. Mesmo porque Janot é o responsável direto pelos grampos e por sua divulgação.

    Gilmar apenas se beneficia da dor de cotovelo do PGR.

  21. Inacreditável

    O procurador geral da república recorreu ao grampo ilegal do moro sobre a Dilma para justificar o suposto “desvio de finalidade” na indicação do Lula? E a conta do aécio neves em Liechtenstein vai continuar na gaveta, dr Janot?

    O MPF pretende a qualquer custo exterminar a garantia constitucional da inadmissibilade de provas obtidas por meios ilícitos. Está expresso na tal cartilha das “10 medidas contra a corrupção”. Vai ver a PEC 37 não era tão ruim assim.

     

     

  22. a ilógica

    A imprensa vive dizendo que este ou aquele agente publico pagará um preço enorme à história. Parem com isso, pois eles estão se lichando para a história, e não estou falando dos políticos, é lógico.

  23. O Supremo deve uma resposta sobre Cunha

    Que que o STF vai fazer com o pedido de afastamento de Cunha? Se tivesse assumido sua responsabilidade ainda no final do ano passado, o quadro seria outro. Preferiram sair de férias antecipadamente.

    Parece que a abertura do processo do impeachmente garantiu sobrevida a ele.

    Vai ver que o PGR nem cobra agilidade do Supremo. Por quê?

    Aproveitem e assinem a petição da Avaaz pelo afastamento de Moro:

    https://secure.avaaz.org/po/petition/CNJ_Conselho_Nacional_de_Justica_Destituicao_do_cargo_de_Juiz_Federal_do_Dr_Sergio_Moro/?crLGVdb

     

  24. Janot foi pro sacrifício pela lava jato

    A sessão do STF semana passada que manteve a competência do STF sobre Lula deu recados importantes sobre a lava jato que talvez não tenham sido bem compreendidos, e vão no sentido contrário a esse parecer do PGR. O Ministtro Teori disse textualmente que a própria interceptação de Lula poderia ser totalmente anulada por falta de motivação inicial, citando ainda o episódio do escritório de advocacia grampeado. Houve consenso tb nos debates (sem gilmar mendes e toffoli) de que a escuta em Dilma foi claramente ilegal em função do exaurimento anterior da escuta decretado pelo moro. São sinais interessantes de como os ministros estão vendo a questão.

    Mas não foi só.

    O próprio conteúdo das conversas entre Lula e Dilma, e também as de Lula com Jaques Vagner e demais ministros, foi bastante questionado por nada menos do que o Ministro Fux, tudo sem sequer apartes dos demais ministros. Para Fux estava desde logo evidenciada a total falta de indícios de qualquer tipo de crime, seja de Lula com os ministros, seja de Lula com Dilma. Isso, repito, sobre o próprio mérito das conversas, fora a questão de sua provável nulidade. A tese de Fux pareceu ter sido bem recebida pelo demais ministros uma vez que por pouco não decidiram, desde logo, que inexistiam indícios de crime e que, por isso, os autos poderiam inclusive voltar para o moro (acaso, óbvio, o STF vede a nomeação). Atenção para o viés pragmatico dessa linha: o moro que investigue pedalinhos e pague o preço, o STF tem mais o que fazer. A tese só não foi aceita porque o Ministro Teori insistiu na questão da definição (exclusiva do STF) sobre a separação de processos de quem não tem foro por prerrogativa de função, conforme a jurisprudência recente.

    Portanto, na minha visão, dada a avacalhação da lava jato, cujas graves nulidades no momento certo ocasionarão os efeitos esperados de sanção processual, e tb a seus agentes, levou o PGR a ir pro sacrifício, como que dizendo que nem tudo deve ir pro lixo, que existe alguma coesão institucional entre lava jato e PGR. Talvez até devido a pressões internas.

    Juridicamente é um abraço de afogado do PGR com a lava jato. O STF já sinalizou o que deve seguir e é o oposto do que janot botou nesse parecer sobre o desvio de finalidade a partir da valoração das escutas. O min gilmar mendes vai dar pirueta mas, hoje, a linha do STF sobre essas escutas e seus efeitos me parece clara.

    • Mais um detalhe. Essa posição

      Mais um detalhe. Essa posição do PGR sinaliza claramente que será aberto inquérito para investigar Dilma por crime comum e de responsabilidade. O desvio de finalidade pressupõe dolo, ciência prévia do que se visa alcançar com o ato administrativo. Talvez já cientes de que o impeachment em curso perdeu força, e como meio de talvez reavivar o fio de legitimidade que sobrou da lava jato. Contudo, vai se esbarrar na manifesta ilicitude das escutas sobre Lula, e, principalmente, sobre Dilma. Vai ser mais um abraço de afogado do janot com a lava jato. Vamos ver os efeitos políticos imediatos dessa posição, se consegue turbinar o impeachment ou não….porque mais pra frente é só fumaça..

      • Detalhe importantíssimo

        O destino de Dilma está ligado a aceitação ou não da indicação do Lula.

        Se o STF acatar a indicação, o PGR tem mais é que ficar quieto.

        Agora, se rejeitar, estará aberto o caminho para processar Dilma.

        De uma forma ou de outra, a sentença estará dada. 

        • Sim, confirmada a nomeação o

          Sim, confirmada a nomeação o pgr perde força política. Ele pagou pra ver, esperando algum efeito político imediato, tanto na lava jato, quanto no impeachment. Mas o pgr tem tb total consciência de que não poderá nunca denunciar a Dilma pq é ciente que sua escuta é ilegal, totalmente imprestável. Isso reforça a tese do jogo de fumaça. Acho quase impossível, hoje, com as informações postas, essa eventual denúncia da Dilma. Seria a desqualificação jurídica completa do pgr perante a corte.

  25. O Supremo dependia da
    O Supremo dependia da liberação, por parte de Gilmar, do julgamento da posse de Lula, que por sua vez dependia do parecer de Janot.
    Casa o parecer de Janot fosse favorável à posse, os senhores acham que Gilmar iria liberar a votação?? Eu acredito que não, na minha opinião, ele “sentaria” em mais um processo e postergaria ainda mais esta situação!

  26. A ditadura comunista é o mal maior…. E a ignorância ?

    A SELETIVIDADE NOSSA DE CADA DIA.

    Enviei este texto a uma pessoa que me enviou um email repleto de ódio.

    Mesmo imaginando que de nada adiantará…. sempre penso que dentro de uma pessoa que expõe ódio haja uma profunda incerteza.

    Até as eleições passadas eu não tinha a experiência de disputar a sociedade.

    Pacientemente….. milimetricamente….

    Mas , muitas e muitas das pessoas que odeiam o PT, o vermelho , o Lula e a Dilma são pessoas comuns… gente de bem… de posse de má informação ou de posse de muita preguiça… ou ainda de posse de qualquer outra coisa que as faz ignorantes.

    Creio mesmo que haja apenas uma minoria que tem consciência do mal que causa à nação, através da má fé. Essa minoria não xinga…. apenas manobra a massa ignorante.

    ————————————————————————————————-

    Vamos à “ditadura comunista de hoje” :

    Fernando Capez : aparece em manifestações, com símbolos de “Lula ladrão”. Lula é o perigo vermelho… o Foro de São Paulo, que existe exclusivamente para implantar uma ditadura comunista no Brasil, é o mal maior.

    Pois bem. Fernando foi denunciado hoje como sendo um dos receptadores de desvio de dinheiro na compra da merenda escolar em São Paulo.

    Mas, isso é aceitável , porque Fernando não representa nenhum perigo vermelho. Fernando não é ladrão. Lula é.

    Fernando jamais seria capaz de implantar uma “ditadura comunista” no Brasil. Por isso, é admissível que Fernando faça qualquer coisa, porque o perigo é apenas vermelho. E ele veste amarelo.
    ———————————————-
    A nomeação de ministros é prerrogativa da presidência da república,está na Constituição.

    Rodrigo Janot, procurador Geral da República, afirmou na semana passada que Lula poderia ser ministro, porque isso seria “problema dele”, mas que teria que ser investigado pelo juiz Moro.

    O STF , por dez a zero, decidiu que Lula não será investigado pelo juiz Moro. Ora… se Lula não pode ser investigado pelo juiz Moro é porque ele tem foro privilegiado, coisa que não teria se não tivesse sido nomeado ministro.

    Ontem ( dia 7 de abril ) O mesmo Janot disse que Lula não pode ser ministro, porque “houve desvio de função” .

    É aí que entra em cena a “ditadura comunista”… o “perigo vermelho”…. Afinal, qual será o segredo de Janot ?

    Será que Janot está levando dinheiro por fora ? Se estiver, quem denuncia o PGR ? Como é que prova ?

    Esse tipo de comportamento é compatível com um procurador geral da República ou compatível com um corrupto da pior espécie ?

    Que diabos de intercâmbio internacional é esse que consegue mudar tudo e todos ? O que é que há por trás disso ?

    Lula não é dono do triplex e nem é dono do sítio e Aécio é penta delatado…. Perella é o cara do helipóptero…

    E Janot não os incomoda….

    Cunha faz o que quer e o Poder Judiciário deixa o tempo passar sem incomodar Cunha. Enquanto que as coisas do Lula correm na velocidade do relâmpago.

    Mas, isso é perfeitamente compreensível, porque nem Aécio, nem Perrela e nem Cunha representam o risco de implantação de uma “ditadura comunista” no Brasil. Se não representam esse tipo de risco, podem fazer o que quiserem.

    O problema é a “ditadura vermelha”. Só esse é um problema real no Brasil.
    ——————————————

    A “delação premiada” de Marcelo Odebrecht não continha nada contra Lula e Dilma. Marcelo fez a tal delação, mas o Ministério Público simplesmente não a aceitou e Marcelo continua preso, quando deveria estar solto.

    Já os executivos da Andrade Gutierrez , altamente ligados ao PSDB, delataram apenas o que seriam irregularidades nas contas de campanha de Dilma . Aí o Ministério Público aceitou. O juiz soltou os executivos.

    O STF homologou a delação seletiva da Gutierrez … oops…. delação premiada.

    Mas toda essa patranha não incomoda boa parte da população que finge que não está entendendo, porque nem Moro nem Janot, nem Dallagnol e nem quem denuncia Dilma ira implantar uma “ditadura comunista” no Brasil.

    Ética ?

    Democracia ?

    Direitos humanos ?

    Voto ?

    Verdade ?

    Ampliação do desemprego ?

    Nítida influência estrangeira contra o país ?

    Falta de vergonha na cara ?

    Cinismo ?

    Destruição da engenharia nacional ?

    Nada disso importa.

    O que importa é não permitir que o PT continue a ousar se manter no Poder Executivo, porque o PT quer mesmo é implantar uma “ditadura comunista”…. O PT é o perigo vermelho. Lula e Dilma são os seus principais agentes do mal.

    Mesmo que em 13 anos de governo, o PT tenha conseguido reservas que jamais o Brasil sonhou em ter…. Mesmo que em 13 anos de governo o PT tenha mantido a inflação dentro da meta por 12 anos…. Mesmo que a fome tenha sido combatida de verdade pela primeira vez na história…..

    Mesmo que desde 1808 o Brasil jamais tenha passado um ano sequer sem pedir dinheiro lá fora … e que desde 2005 nunca mais pediu dinheiro lá fora….

    Nada disso importa, porque a ameaça vermelha é o mal maior. Tudo gira em torno do medo da “ditadura comunista” … do Foro de São Paulo…. Esse é o único mal a ser combatido.

    O Brasil ….. a nossa terra…. se resume ao juiz Moro, à Globo, ao STF , ao Cunha, ao Temer….. Será que isso não pinica na pele ?

    Mas, tudo vale a pena, pois corremos o risco concreto de termos nossas propriedades confiscadas pela “ditadura comunista” do PT.

    Por isso, a Lava Jato é a redenção do país e depois da Lava Jato jamais haverá corrupção.

    Se acabarem com a Petrobrás… se acabarem com as liberdades na rede… se acabarem com a engenharia nacional… se fizerem o Brasil retroceder a 2002…. Terá valido a pena.

    Viva Moro ( o juiz corruptíssimo do caso Banestado) , nosso ícone maior. Grande patriota .

    Viva Janot, outro grande patriota… demonstra amar o Brasil como jamais alguém amou.

    Viva Gilmar Dantas Mendes…. juiz probo, isento e repleto em patriotismo virtuoso.

    Viva Aécio…. Homem com H Maiúsculo … deveria ser o nosso presidente. Grande patriota. Homem de bem .

    Viva aqueles brasileiros que saem às ruas enaltecendo a Lava Jato… na certeza de que a corrupção jamais retornará ao Brasil… ainda que a Lava Jato dure eternamente…. até que Lula e/ou Dilma, finalmente sejam presos e que a grande ameaça da “ditadura comunista” seja, enfim, eliminada definitivamente , tal como Cartago o foi.

    O pior dos piores inimigos é a ignorância.

    O povo brasileiro tem um país maravilhoso e tem a liberdade para honrar um projeto decente de nação.

    Mas, boa parte da população prefere ser conivente com o que há de pior…. vontade essa que vai desde o Cunha até o infinito fingimento de crer no incrível.

    A perda da Vale foi algo muito profundo no âmago da nação.

    Três bilhões de reais por dia é algo muito profundo no âmago da nação.

    A crença que leva alguns a se comportarem como se os desmandos daqueles que põem medo e que assaltam a nação profundamente jamais baterão às suas portas é um equívoco de proporções galácticas.

    O Brasil não é infinitamente Rico.

    Valeu,

    Sergio Govea.

    ===================================================================

  27. Vamos falar claramente. Janot

    Vamos falar claramente. Janot é a eminência parda por traz do golpe. Ele está a serviço de uma causa política. Blindou de todas as formas Aécio. Só não enxerga quem não quer. Não tem nada haver com eleição de PGR, por maioria de votos da categoria, pois não mais existirá, daqui pra frente, escolha para PGR, por meio de eleição direta de procuradores. Eles podem até continuar fazendo estas eleições, mas PGR não será mais escolhido pela vontade de uma corporação. Nem num governo petista, se houver um governo petista a partir de 2018, e nem em qualquer outro governo. Uma experiência que poderia se mostrar vitoriosa, benéfica para o interesse da sociedade, tornou-se instrumento de ação persecutória e de total desvinculação para com a presidência da república, vista como óbice as ações desses senhores.

    Janot tem agido sorrateiramente, tem sido hipócrita com a presidenta, enganou o ex presidente Lula, serve aos interesses do PSDB. Quando pego com as mãos na botija, no caso dos grampos, cuja divulgação ele concordou que fosse feita, saiu-se com uma nota sem vergonha para ludibriar a boa fé das pessoas que acreditavam seriamente em sua imparcialidade.

    Era um dos que ajudava a sabotar o governo e jamais deu alívio a Dilma. Nunca permitiu que o governo respirasse. Quando a poeira começava a baixar, ele e sua força tarefa vinha com mais vazamentos seletivos divulgados adredemente para tumultuar o governo, mantê-lo entre as cordas.

    Agora com as ações de Lula para repactuar a base aliada, com admirável êxito pelo que se comenta, foi obrigado a botar a cabeça de fora e finalmente mostrar quem de fato é.

     

  28. PERDÃO! EU PEQUEI!!

    Amigos do blog,

    Peço perdão a todos porque pequei.

    A fraqueza de sempre dar o benefício da dúvida às pessoas me acometeu. Não tenham vocês também dúvidas (malditas dúvidas!)… vou cumprir penitências até deixar de ser naïve. Melhor fazer isso rápido antes que o Santo Ofício chegue também aos Alpes. Aqui me refugiei como Calvino o fizera em outra oportunidade. Será ainda seguro?

    Bem, em uma postagem no blog (“Basta de Jogo Dúbio, Janot!” – aqui) fiz os seguintes comentários:

    “Outra condição (para o relançamento do governo Dilma) compete exclusivamente ao PGR, Rodrigo Janot: Basta. Chega de jogo dúbio, rapaz!

    Ainda custo a acreditar que todos os passos da força tarefa ocorram de acordo com seus desígnios. Parece-me mais que, como um realista político, tenta ficar no meio do caminho para não se queimar em definitivo com nenhum dos lados em contenda nem com a(s) opinião(ões) pública(s). Pensava ter sido a carta aos procuradores o sinal para o fim da dubiedade. Que nada! Pois na semana passada não nos sai Janot com a originalíssima sugestão “ministro sim, foro não”? Ou com o cronometradíssimo ataque ao PP?

    Frente ao enterro ou não do impeachment, Janot terá que sair da zona de conforto e se assumir. Quer como avalista da governabilidade inibindo movimentações e cronogramas políticos da “Força Tarefa”, quer aderindo de vez a essa Força como generalíssimo e partindo para o pau. Abertamente dessa vez. Espero que a saída seja a primeira. Combina mais com sua biografia até aqui. Mas se for a segunda, mesmo que doa e traga um período de exacerbação quase insuportável das instabilidades, será melhor do que a dinâmica atual. Melhor uma guerra quente de curta duração do que essa guerra fria durante todo o mandato de Dilma.

    Para o bem e para o mal, sem Janot e STF à mesa não há acordo pela governabilidade sustentável”.

    Em minha defesa, peço a vocês que considerem que meu pedido surtiu efeito, ora pois! Não é que Janot saiu definitivamente da dubiedade? Ponha generalíssimo nisso! O último generalíssimo, Franco, e suas falanges pelo menos eram originais.

    Pois saibam eles que nós respondenmos como (os) Republicanos: No pasarán!

    Antes que se animem os golpistas com o paralelo, já que os franquitas sim passaram, é bom que notem pequena diferença: mudamos de século! É bom que notem também o belo lugar que ocupam os golpistas de então na lata do lixo da História. É o mesmo lugar que os espera.

    • Se ela fizer isso, no mesmo

      Se ela fizer isso, no mesmo dia a Globo decreta o impeachment. Com mansão e helicóptero no nome de lavanderias e tudo.

      Infelizmente nosso povo ainda é muito ignorante e despolitizado.  Somos uma nação nova ainda. A grande massa praticamente não lê. Quando lê é futebol ou página policial.

       

    • Pode, com prévia autorização

      Pode, com prévia autorização do senado.

      § 2º – A destituição do Procurador-Geral da República, por iniciativa do Presidente da República, deverá ser precedida de autorização da maioria absoluta do Senado Federal.

      • Problematico

        O momento esta complicado para esse tipo de ato, dai a cartada de Janot, com a certeza de que o governo e o Senado não têm forças nesse momento para destitui-lo. O Ministério Publico junto com sua maior aliada, a imprensa brasileira, jogaria com todas as forças contra Dilma. E sabemos que não jogam limpo. 

        O governo teria que analisar muto bem todo o quadro antes de qualquer atitude. Alias, o Ministro Aragão, fino conhecedor do MPF, é um dos podem analisar quais as consequências do pedido de afastamento de Janot do cargo de Procurador Geral da Republica.

  29. Espero sinceramente que,

    Espero sinceramente que, passada essa fase, caia a ficha do Governo de parar com esse “republicanismo” imbecil. Entre parênteses mesmo, porque a República dá ao Presidente a prerrogativa de escolher um entre 3 da lista tríplice para PGR e ela(e) escolhe quem quiser. Chega de baixar a cabeça para corporativistas mal intencionados. Nomeie quem tem mais afinidade com o governo e quem quiser reclamar pede pro Jabor babar na CBN que o efeito disso vai zero.

    • Republicanismo

      Pois é meu caro Mauro Segundo. Será que é mesmo republicanismo ou o governo tem medo de confrontar as instituições indicando outras pessoas da lista tríplice? Ou ele era o menos ruim da lista? Ou, ainda, o governo achou que estava indicando corretamente e foi traído. TEnho a impressão que o problema é mais profundo. Essas instituições – polícia, MP e judiciário são intrinsecamente conservadores e pescar alguém republicano, isento e republicano é muito difícil. O problema começa no fato de que eles são recrutados na classe média conservadora que se torna ainda mais conservadora após a realização de um curso de direito que é, em todos os lugares do mundo, extremamente conservador. 

  30. Se Moro que julga a lava

    Se Moro que julga a lava jato, julgasse Moro que julga a lava jato, Moro estaria preso.

    Não há uma única prova documental em todo o processo na Lava Jato que incrimine Lula. Uma só. Somente ilações que para Moro são fatos incontestáveis e portanto, crimes. Digo isso baseado nos vazamentos seletivos que correm soltos. Se houvesse a muito teria aparecido.

    Já contra Moro, há documentos atestando sua práticas ilegais que, mesmo assim, ele no maior cinismo, se dirigindo ao STF, inventa as maiores mentiras para se esquivar e fingir que isso não é com ele ou que não é de sua responsabilidade, jogando a culpa nos outros.

    Vide o documento de uma operadora de telefonia que avisou a ele mais de uma vez que estaria grampeando ilegalmente um escritório de advocacia. O documento encontra-se nos autos da reclamação feita ao STF. Moro disse que não leu tal documento e o desconhecia.

    No principal telefone desse escritório as ligações eram recebidas com uma gravação que identificava o escritório. Mesmo assim, durante um mês sendo monitorado não deu para moro tomar conhecimento de que mandara grampear advogados do ex presidente Lula.

    Janot, procuradores da força tarefa e Sérgio Moro estão agindo nos moldes de uma organização criminosa. Se as ações deles forem analisadas detidamente àluz dos fatos não há outra conclusão possível.

    Com as provas descritas acima, se um desses investigados aparecesse implicado diante de tantas evid~encias Moro não hesitaria uma única vez para sentenciá-lo a duras penas de prisão. Por isso que digo que se o Moro que julga a lava jato, julgasse Moro que julga a lava jato, Moro estaria preso.

    • Uma boa ideia

      Vamos propor que o Moro julgue a si mesmo.

      O problema vai ser ele aceitar ficar um ano em prisão preventiva, defecando à vista de todos, com o banho de sol uma vez por dia, até concordar em fazer delação premiada, culpando os procuradores e delegados aecistas..

      Ele vai logo alegar que a lei não se aplica a ele.

      E aí vamos ficar sabendo que existem duas categorias de cidadãos neste país.

      Aqueles aos quais se aplicam as leis e aqueles que estão acima das leis. Sérgio Moro está acima da lei..

  31. tolerância zero

    não vai ter golpe? vai ter luta? afinal qual a estratégia do governismo lulista contra o golpe? há uma estratégia? o que pretendem Dilma, Lula e o PT?

    julgam mesmo que os golpistas não terão os votos necessários para consumar o impeachment, numa Câmara ainda presidida por Eduardo Cunha, o homem da bancada própria? e se tiverem?

    após os longos 13 anos de lulismo, com sua conciliação permanente e hegemonia às avessas, em prol de uma governabilidade baseada no fisiologismo e no curto-prazo, chegamos a ingovernabilidade sistêmica. a presente herança maldita do lulismo é a mais grave crise de nossa História, combinando aspectos econômicos, políticos, sociais, institucionais e climáticos.

    não basta?

    não basta a doação de quase R$ 6 bilhões de recursos públicos como inconcebível propaganda ao sistema Globo de TV? não basta os banqueiros desfrutarem ano após anos de aumento de lucros líquidos incompatíveis com o crescimento do PIB e com a desigualdade social? não basta a FIESP e os empresários favorecidos pelas desonerações e incentivos cerrarem fileiras com os golpistas? não basta o PGR autorizar a divulgação ilegal de grampos ilegais? não basta de um Judiciário venal, seletivo, corporativo e classista, que o lulismo nunca cogitou em democratizar? não basta de uma polícia genocida, em São Paulo agindo como o braço armado do golpe, que o lulismo sequer propôs desmilitarizar? não basta de Aécio, Alckmin, Serra e FHC, de uma privataria tucana e de uma dívida interna que o lulismo jamais ousou auditar?

    enquanto o Povo sem Medo ocupas as ruas e as praças, mostrando a cara em atos e manifestações a cada dia, o que faz o Governo? apenas exaure-se na impossível tentativa de ainda mais uma vez urdir um pacto de governabilidade nos conchavos de gabinete?

    ainda não aceitaram que a crise foi longe demais, fazendo de 2018 um ano inalcançável? ainda não compreendem que mesmo sem o impeachment o sistema político está falido e a institucionalidade em colapso?

    até quando irão tolerar o intolerável? até quando o Povo sem Medo nas ruas irá tolerar aqueles que toleram o intolerável?

     

  32. Não existe a bala de prata…..

    Não existe a tal bala de prata, todos sabemos. Existe uma profusão de golpes que só tem eficácia, porque fomos jogados na arena deles. Numa arena  onde os adversários jogam sem regra nenhuma e discursam sobre como as regras são importantes. Nesta máquina de enlouquecer, o cinismo a desfaçatez  e principalmente os podres poderes fazem o que querem da forma como querem . Janot ou Moro ou Gilmar, ou Toffoli, Cunha na verdade não estão nem ai para o país, para a população. Com ajuda da mídia fazem o que querem, e conseguiram apoios baseados nos mais baixos instintos de uma parcela da sociedade. Incutiram um ódio   que vem sobretudo do medo. Pois sabem o tamanho das atrocidades já cometidas contra a população.  Por esta razão esta parcela  que os apoia  vai continuar pedindo as armas. Eles  jamais vão perdoar esta proximidade , pois esta proximidade os amedronta.  Eles  gostariam de extirpar do país   ou deixar na masmorra, qualquer um desta outra classe. Elas vão continuar a fazer o mesmo,   e a todo momento criarão falsas  provas, acusando os outros dos proprios crimes.  Criam enredos para criminalizar  toda esta poputlação. Vão criminalizar o MST o MTST,  o PT e todos os partidos de esquerda. Na primeira chance , com os exercitos judiciais, vão buscar prender todo e qualquer líder.  Alelula Aleluia,  eles querem Boulos. Eles querem Stedile, eles querem Lula.  Eles querem todos .  Para isto estas pessoas comprometidas com o que há de pior em termos humanos incitam as invejas, incitaram  principalmente o medo. Foi desta forma que  criaram esta massa de seres que vociferam. que elegem uma Janaina como musa. As palavras dela foram simbólicas. Ela tem medo, e avisa que não vai permitir que entrem em sua mente. E por isto ela quer matar o inimigo. 

    A sociedade brasileira até hoje elegeu o negro  como inimigo preferencial. O negro foi a vítima de um dos maiores genocídios e de uma das mais violentas e sádicas açõess que uma sociedade podia perpetrar contra seres humanos.  E o negro .não é apenas vítima, ele  é  atestemunha da desumanidade e das atrocidades. Por isto esta sociedade  vê  no rosto de cada negro,  a prova e o testemnunho de seus crimes  . Cada negro é prova de um crime, e por isto esta sociedade quis  extirpá-los,  criminalizando-os e  retirando todas as possibilidades de se integrar na sociedade. 

    É isto que  guradam para  toda a esquerda  e toda a população mais pobre deste país. Não se iludam, pois o que está em jogo é mais uma vez uma tentativa de matar o passado e destruir qualquer futuro , que não seja para apenas 20% da população. Não se iludam com as passeatas deles , pois de fato representam os mesmos e antigos 20% da população. Porém dominam os centros de poder. Quando não conseguiram com eleições, usam todos os seus representantes  e mais os capachos  ambiciosos.

     Não se enganem, pois não existe estratégia tática, ou nada brilhante em cada uma das ações  que temos visto por parte de juizes . procuradores, políticos,  deputados senadores. policias e jornalistas.  Eles não jogam xadrez, não existe tatica ou estratégia pensada.Tudo que tem feito , tem sido feito simplesmente porque podem, isto é porque tem poder . Em resumo é pura truculência e não vão parar por aí. Eles são incapazes disto. São como o escorpião na fábula de elefante. Vão nos picar bem no meio do rio.

     

     Hoje no Paraná a polícia matou e feriu assentados do MST. O TCU suspendeu o assentamento  de sem Terras. Aleluia quer prender Boulos. Janot quer prender Lula.  Me parece que as provocações já começaram!!!

  33. O que não se entende é a

    O que não se entende é a motivação de Janot. A quem ele está servindo. À sociedade brasileira não é, pelo menos a uma parte considerável dela que não aceita a ruptura da Constituição, o golpe jurídico-midiático parlamentar.

    À lei não é, pois ele conspira agora abertamente para derrubar a Presidenta da República, sem o pudor de cometer o crime de divulgação de gravações ilegais da Presidenta  e sabedor de que ela não cometeu nenhum crime, em especial o crime de responsabilidade.

    Ele ultrapassou o rubicão da racionalidade e parte para ações tresloucadas à la Janaína Paschoal: como pode um Procurador Geral da República tomar uma decisão de um parecer, ilegal até para leigos do direito, a favor da posse de Lula na Casa Civil e, ao mesmo tempo, manter seu inquérito com o juiz Sérgio Moro e, uma semana depois, tomar uma decisão  contrária à posse de Lula ?

    O elemento enloqueceu ? É totalmente irresponsável ? O que o STF pensará sobre um incendiário desses ? Já não bastam os incendiários de Curitiba.

    A paciência dos cidadãos está se esgotando. Falta pouco para a violência generalizada se espalhar pelo país

    Existem conflitos em suspenso  por todo o território nacional à espera de um rastilho de pólvora: capitalistas contra a classe trabalhadora, centros urbanos embelezados contra periferias miseráveis, latifundiários contra sem terras, grileiros contra populações indígenas e quilombolas, predadores de terras urbanas contra sem tetos, brancos racistas contra negros e pardos, machistas misóginos e homofóbicos contra mulheres e homosexuais, donas de casa contra empregadas domésticas, sul, sudeste e centro-oeste contra norte e nordeste.

    Temos um ambiente propício para uma guerra civil.

    Será que esses elementos do MP, da Justiça e da PF não conseguem detetar o cheiro da tragédia impregnando o ar. ?

    Se eles não tem essa sensibilidade, alguém precisa detê-los.

    Chegou a hora do STF mostrar o seu valor ou será o caos.

      • Corporativismo

        Corporativismo é muito pouco para ser tão irresponsável.

        Ou ele tem um rabo muito preso (uma pista são as denúncias que Collor fez contra ele). Estranho que o Collor tenha sumido dos ataques de Janot e do noticiário. O Collor está silencioso.

        E, portanto, Janot precisa de mais poderes para esconder bem o rabo.

        Ou ele tem um mentor. Eu acho bem provavel essa tese. Ele faz parte do grupo político do Aécio, blindando-o sempre.

        Mas, o mentor dele faz parte de algo maior: geoestratégico.

        O crime de traição ao país tornou-se banal.

        Grande parte da população trai sem nenhum pudor, pois não tem o conceito de nação consolidado no seu inconsciente..

  34. A CIA deve ter as gravaçoes

    A CIA deve ter as gravaçoes dos telefonemas do Janot com os Procuradores do parana e o Moro no dia do vazamento. Se tiver um filho de Deus por lá vaza isso pro Wikileakes…dai saberemos como foi a conversa. 

  35. Não existe isso de lista

    Não existe isso de lista tríplice para indicação de PGR. O presidente ou presidenta da República pode indicar qualquer um dos membros que compõe o Ministério Público da União. Inclusive um membro do Ministério Público dos estados, sem passar por esta esparrela de lista tríplice e dentre esta lista o mais votado.

     

    O Ministério Público abrange:

    1 – O Ministério Público da União (MPU) compreende os seguintes ramos: a) O Ministério Público Federal (MPF); b) O Ministério Público do Trabalho (MPT); c) O Ministério Público Militar (MPM); d) O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

    2 – Os Ministérios Públicos dos Estados (MPE).

    A organização, as atribuições e o estatuto do Ministério Público da União divergem do Ministério Público dos Estados. Enquanto o MPU é regido pela Lei Complementar nº 75/1993, o MPE rege-se pela Lei nº 8.625/1993.

    Ao MPU é assegurada autonomia funcional, administrativa e financeira. Sendo as carreiras dos membros dos diferentes ramos independentes entre si. Dessa forma, para ser membro do MPF, deve-se prestar concurso público para o MPF. Para ser membro do MPT, deve-se prestar concurso para o MPT, e assim por diante. Quanto a carreira técnico-administrativa, esta é única para todo o MPU. O candidato presta concurso público para o MPU e pode ser lotado em qualquer um dos ramos.

    ( http://www.mpu.mp.br/navegacao/institucional )

     

    MPF

    Escolha de procurador-Geral da República independe de lista tríplice

    Nos últimos anos, a Associação Nacional dos Procuradores da República tem elaborado consulta à classe para subsidiar a livre escolha da presidência.

    quinta-feira, 21 de março de 2013

      inCompartilhar

     

     

     

     

     

     

    Em agosto, o cargo de procurador-Geral da República ficará vago após a saída de Roberto Gurgel. Embora internamente quatro candidatos do MPF estejam em plena campanha para a vaga, fato é que a formação de uma lista tríplice não faz com que a presidência da República escolha necessariamente um dos nomes que lá estejam.

    Dilma pode escolher qualquer outro nome fora do quarteto (Ela Wiecko, subprocuradora-Geral, Deborah Duprat, vice-procuradora-Geral, Sandra Cureau, vice-procuradora-Geral eleitoral, e Rodrigo Janot, subprocurador-Geral) que pretende uma vaga na lista que será escolhida pela categoria em 17/4.

    Dispositivos legais

    De acordo com o art.128, parágrafo 1º, da CF, o procurador-Geral da República é nomeado pelo Chefe do Poder Executivo Federal, após indicação de seu nome, a ser aprovada pela maioria absoluta dos membros do Senado.

    “§ 1º – O Ministério Público da União tem por chefe o Procurador-Geral da República, nomeado pelo Presidente da República dentre integrantes da carreira, maiores de trinta e cinco anos, após a aprovação de seu nome pela maioria absoluta dos membros do Senado Federal, para mandato de dois anos, permitida a recondução.”

    A escolha do procuragor-Geral da República independe, portanto, da formação de uma lista tríplice pela categoria. Assemelha-se, nesse sentido, à de ministro do STF, que também deve ter mais de trinta e cinco anos, com acréscimo de “notável saber jurídico e reputação ilibada”:

    “Art. 101. (…)

    Parágrafo único. Os Ministros do Supremo Tribunal Federal serão nomeados pelo Presidente da República, depois de aprovada a escolha pela maioria absoluta do Senado Federal.”

    Não à toa, a LC 75/93, que dispõe sobre a organização, as atribuições e o estatuto do MPU, traz em seu art. 19 o tratamento a ser dispensando ao procurador-Geral:

    “O Procurador-Geral da República terá as mesmas honras e tratamento dos Ministros do Supremo Tribunal Federal; e os demais membros da instituição, as que forem reservadas aos magistrados perante os quais oficiem.”

    Tradição ?

    Nos últimos anos, a ANPR – Associação Nacional dos Procuradores da República tem elaborado uma consulta à classe para subsidiar a livre escolha da presidência, a qual, segundo a ANPR, “tem prestigiado a carreira nomeando o mais votado, como ocorreu nos últimos mandatos de PGR desde 2003.”

    Antes de Cláudio Lemos Fonteles, vencedor da primeira lista em 2003, o procurador-Geral da República era Geraldo Brindeiro. Nomeado por meio de decreto publicado em 28 de junho de 1995, pelo presidente FHC, ele foi reconduzido três vezes ao cargo, terminando o mandato em 29 de junho de 2003.

    Veja as últimas listas formadas e os procuradores nomeados.

    2011

    Roberto Monteiro Gurgel (454 votos)

    Rodrigo Janot (347)

    Ela Wiecko Volkmer de Catilho (261 votos)

    2009

    Roberto Monteiro Gurgel (482 votos)

    Wagner Gonçalves (429 votos)

    Ela Wiecko Volkmer de Castilho (314 votos)

    2007

    Antônio Fernando Barros e Silva de Souza (mais votado)

    Wagner Gonçalves

    Roberto Monteiro Gurgel

    2005

    Antônio Fernando Barros e Silva de Souza (378 votos)

    WagnerGonçalves (237)

    Ela Wiecko Volkmer de Castilho (225 votos)

    2003

    Cláudio Lemos Fonteles (297 votos)

    Antônio Fernando Barros e Silva de Souza (212 votos)

    Ela Wiecko Volkmer de Castilho (201 votos)

     

    No âmbito dos Estados e do DF a situação é diferente. Determina a CF:

    “§ 3º – Os Ministérios Públicos dos Estados e o do Distrito Federal e Territórios formarão lista tríplice dentre integrantes da carreira, na forma da lei respectiva, para escolha de seu Procurador-Geral, que será nomeado pelo Chefe do Poder Executivo, para mandato de dois anos, permitida uma recondução.”

    De acordo com informações da assessoria de imprensa da ANPR, em 2011 foram arquivadas todas as PEC’s, por motivos dirversos, que tratavam de eleição do procurador-Geral da República pela classe.

    Como visto acima, a votação que se dará em 17/4 pelos integrantes do órgão para definir os concorrentes ao cargo de procurador-Geral é, antes de qualquer coisa, simbólica.

     

    http://www.migalhas.com.br/Quentes/17,MI174454,31047-Escolha+de+procuradorGeral+da+Republica+independe+de+lista+triplice

    • Mentira

      Se isto está no site do MPU, eles estão mentindo.

      A lista de 2002 não foi a primeira. Não tenho, agora, como afirmar quando foi enviada a primeira, mas tenho absoluta certeza que a prática já estava vigente no governo FHC e este sempre ignorou as listas enviadas e sempre indicou um mesmo procurador para o cargo, aquele que ficou conhecido como engavetador geral da república.

       

      • Sim, gente. A lista era feita

        Sim, gente. A lista era feita há mais tempo. Mas solenemente ignorada.

        De fato, como disse abaixo, na Constituição há total liberdade para o Presidente escolher qualquer procurador de carreira.

  36. STF e o PGR

    O pessoal do STF não dá a mínima para os pareceres do PGR, seja Janot, seja o PGR quem for. Eles só dividem a responsabilidade do que julgam com o PGR quando lhes é apropriado, do contrário, não estão nem aí.

    Mas Janot deu a Dilma um bom motivo para mandar para o lixo a listinha que a ANPR mandará para ela – se resistir até lá – com o nome dos mais votados para o cargo. 

     

     

  37. Encheu o saco.

    Lugar de golpista é na prisão, no cadafalso ou na ponta da baioneta. Não tem de negociar nem tergiversar com golpista. Eles não param nem vão parar. Se alguém ainda duvida disso, é OTÁRIO! Se o governo não brecar o golpe, o jeito vai ser a população pegar em armas e dar um basta nessa corja de traidores da Pátria.

    GOLPISTAS NA PRISÃO, NO CADAFALSO OU NA PONTA DA BAIONETA!

  38. Estupefato li o parecer do

    Estupefato li o parecer do Procurador-Geral da República Rodrigo Janot Monteiro de Barros, e segundo minha opinião é cometida uma infâmia (pagina 1º paragrafo dele na pagina 35) foi um parecer enviesado, claramente partidário, é uma peça que entra para os anais da História da Procuradoria Geral da República, como infame. Leia a seguir: “A partir do acervo probatório dos autos e de elementos que se tornaram notórios desde a nomeação e posse do ex-Presidente, é lícito concluir que a nomeação foi praticada com a intenção, sem prejuízo de outras legítimas, de afetar a competência do juízo de primeiro grau.”

  39. É chicletes!

    Após oitiva de Lula na Procuradoria Geral da República em Brasília, a mudança de opinião midiática do janota sugere que se obteve alguma informação que criminalize Lula. Isso junto com a “delação” da Andrade Gutierrez de que a doação pro PT foi do caixa da corrupção. O caiado já protocolou denúncia contra a chapa Dilma-temer, esperando pirotecnias do Gilmar na chefia do STF.

    Espero que o Ministro da Justiça, Eugênio Aragão encontre gente honesta no Conselho Nacional de Justiça, Ministério Público e Polícia Federal, e que atue para frear esse descaramento.

  40. Cafajeste

    Quando Nassif diagnosticou em sentido amplo que o PG fazia parte do Alto Comando, acertou.

    Errou quando disse o MPF era sério. E nós estamos vendo e comprovando com fatos.

    Nada cola em Aécio e no bandido mor Eduardo Cunha, cujo processo ele segura até conseguir o que ele quer.

    Coordenar a Comissão que analisa o impeachment, cujo efeito já atingiu.

    Em seguida, a votação na Câmara com a estratégia de colocar os deputados a favor do golpe para votar em primeiro lugar, deixando as bancadas do nordeste para o fim, para intimídá-los.

    A postura de Janot é de um cafajeste, e isto está provado neste documento “Lançamento da Carta Aberta à Comunidade Acadêmica Internacional, pelo professor da Unicamp, Laymert Garcia dos Santos”.

    Inclusive cita o diagnóstico perfeito do Nassif, quando decifrou o Alto Comando.

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=neupiaYpRlg%5D

     

  41. A bala de prata é acusar

    A bala de prata é acusar Dilma de TENTATIVA de obstrução da Justiça com a INTENÇÂO de indicar lula pra Casa Civil.

    Só os golpistas tem coragem de falar em JUSTIÇA, na atual conjuntura. Além disso  estaria acusando não a presidenta mas o STF de obstrução da Justiça, já que, uma vez empossado, lula seria julgado pelo STF ( pq Janot entende isso com obstrução à Justiça, é ele que vai ter que explicar.)Por outro lado Dilma teve a intenção mas ao que tudo indica pretendia melhorar seu governo, o que é muito legítimo e louvável já que, Lula não tem qq impedimento pra assumir um ministério; Quem parece estar tentando obstruir a justiça é o PGR tentando obrigar um cidadão a ser julgado pelo juiz que ele quer e.mais que isso, dando bandeira de que já existe uma condenação que não se cumpriria em outro juízo.

    Janot está lutando pelo golpe assim como Dilma está lutando por seu governo e seu país. A diferença é que a luta dela é legal, é dever da presidenta fazer o melhor governo possível e, é legítimo, foi eleita com 54 milhões de votos pra isso. Já a luta de Janot, é ilegítima, indigna e ilegal. PGR não tem como atribuição, puxar o tapete da sociedade objetivando seus interesses, ilegítima. o país não reconhece esse sujeito como nada e, sobretudo indigna, esse cara não deveria ostentar a nacionalidade brasileira. Nem ele e nem a corja que o escolheu para que dilma indicasse o nome mais votado.

    • A Lava Jato está usando uma

      A Lava Jato está usando uma tática parecida com a do fatiamento da AP470, qdo uma decisão era tomada na fatia anterior e tinha que ser mantida na posterior por coerência, sendo que as duas não tinham qq relação. Na Lava Jato, um crime cometido pelo Estado vira fundamento pra que o cidadão seja acusado. Exemplo: Condução coercitiva de lula em 04/03. grampos e divulgação de escutas telefõncas da Presidência. Crime de Moro e PF, Resultado: lula não pode assumir a Caa Civil pq pode ser preso a qq tempo, sem saber pq, sem ser notificado, intimad, etc… Dilma não pode empossá-lo pq senão estará obstruindo a Justiça, O Estado comete o crime e para se manter uma sequência lógica o cidadão é que tem que ser o criminoso.

      Precisamos formar operadores de Direito que possam pssar d reserva de mercado da elite fascista representada pela OAB pra que possamos renovar o judiciário; esses concursos maracutaiados tb, que, na verdade, limpam  área pros filhinho de papai. Vai demorar mas precisa ser feito. essa conversa de meritocrcia e a esculhambação das universidade particulares já que as públicas eram reduto da elite foi pra chegarmos aqui. Um judiciário, elitista, incompetente e corrupto, ao extremo.

      • A tática, o método, é absolutamente igual.
        Sem provas para condenar quem eles querem, armam a teia. Primeiro pegam empresários com participação em campanhas (legal + cx dois) e fazem a prova do crime das contribuições ilegais. Nessa fase se chega aos chamados operadores, empresários e políticos fora do executivo

        Como não se chega ao membros do Executivo, primeiro porque não são eles os que negociam, segundo porque as suas campanhas só utilizam as doações legais, o cx dois é destinado aos candidatos ao legislativo, eles invertem o objetivo hermenêutico do domínio do fato para incriminar aqueles a quem a prova do crime não chega. Assim pegaram Dirceu, assim vão pegar Lula

        Isso fere tudo que aprendi nos cursos de Direito e de Ciência Política sobre Estado Democrático de Direito e sobre liberdades em sociedade liberais

        O que está ocorrendo é a quebra dos princípios que norteiam uma sociedade democrática e liberal

  42. ficou pro janot a pauta negativa da midia deste fim de seemana
    patece que atee arranjaram ladrao para o sitio de atibaia
    Incrivel!!
    arranjaram tres fatos negativos janot, depoimento PF r ladtao pro sitio pra alimentar jornais, revistas semanais e comentaristas e programas televisiivos
    Quanto ta custando a doacao do Brasil aas multinacionais
    e aa banca intrtnacional?

  43. > Numa ponta, os
    > Numa ponta, os doutrinadores que defendem que a decisão é política,
    > não cabendo ao Supremo interferir nem nas votações da Câmara, nem
    > do Senado.  A resposta é simples: O julgamento é político, mas deve estar dentro da lei e da constituição. 

    • Tô concordando com o pessoal

      Tô concordando com o pessoal que diz que tá na hora de colocar em cana todos os conspiradores. Ah mas o julgamento do impeachment é político…  o mensalão tb foi político e foi no STF. Resumindo todo julgamento contra o PT vai ser político pq éno Judiciário que estão os conspiradores. Vejamos, Cunha tá no ST desde dezembro; vê se petista fica na fila esperando pra ser denunciado pelo MPF ou julgado pelo tribunal…. Conspirador não tem direito a tratamento republicano, não. Janot, Cunha e Gilmar  nem cadeia merecem. É tudo que os golpistas tem a oferecer em troca de lula e Dilma essa trinca de merda que não vale 1 Bolsonaro que dirá, Lula e Dilma. Não obrigada, Judiciário, pode ficar com o seu trio a gente prefere a luta. Podíamos tb, despachar p/ Sibéria.

  44. Quem nomeou Janot?

    Só uma perguntinha inocente:

    Quem nomeou Janot?

    Foi Dilma.

    Ah, sim, só pra saber. E por que ela fez isto?

    Porque ela se acovardou. Foi “republicanista”.

    Ah, sim, e nem vale aqui a desculpa esfarrapada de que ela não sabia quem o Janot era, pois ele foi reconduzido ao cargo que já ocupava antes, 

    Dilma podia sim, perfeitamente ter ignorado a lista triplice, assim como ignorou a lista triplice da AGU, quando nomeou Cardozo. Mas teve medo de enfrentar o MP.

    Se Dilma cair pelas mãos de Janot, não é golpe, mas sim suicidio politico.

    ———-

    “O Brasil precisa mesmo é de Heróis como o Ministro Marco Aurélio do Supremo, que quando se propõe a cumprir uma missão, cumpre sem dar a mínima importancia com as retaliações que vai sofrer, e enfrenta quaisquer consequencias que advenham do fato. Marco Aurélio quase que sofreu impeachment, mesmo assim, ele desafiou a midia, o Juiz de Curitiba, os coxinhas fascistas, enfim, o cara é Herói mesmo, daqueles a moda antiga.

    O mínimo que um Presidente da República precisa, para governar o Brasil, é ter a Coragem de Herói como o do Ministro  Marco Aurélio.

  45. Tão evidente…

    Toda semana, a força-tarefa da Lava a Jato ou o proprio PGR tiram uma carta de suas gavetas para continuar matendo viva as brasas do impeachment. Isso é tão evidente, que fico às vezes muda face a coisas sem sentido que ouço das pessoas. Eh desolador que a imprensa brasileira, principamente canais de televisão e radios, desinforme a esse ponto sua sociedade. So por isso, o processo de impeachment nas mãos de tantos picaretas, ainda sobrevive. 

    A Lava Jato dos sonhos de Moro e Janot não caminha em direção de nenhum desfecho que não bata com a destituição da presidente Dilma e a prisão do ex-presidente Lula. Ha muito tempo que entendi que o desfecho para a grande classe média manobrada pela midia, é esse. 

    O governo tem que dar as suas cartas tamnbém. Antecipar o jogo e fazer a PGR correr atras. Mas nada disso é simples. 

    Aposto também, que além do sonho de Sergio Moro de chegar ao STF, Janot é outro que tem muitas ambições, e como bom mineiro vai andando devagarinho em direção ao pote de ouro.

  46. Janot é conivente com o crime organizado

    Janot é conivente com o crime organizado, agora sei que Collor tem toda a razão ao apontar isso no PGR, que inclusive acobertou um irmão metido em coisas erradas, não dá para negar não. Vamos à 2006, e procuremos saber porque Janot combate um governo que, todos sabem, é comprometido com o combate à corrupção..

    “Visão do Biênio 2003 – 2005”. 

    (…)

    o afloramento dos casos de corrupção no atual governo foi uma decorrência de um inédito processo de interação entre os serviços de investigação da administração pública e o Ministério Público Federal. “O que acontece é que, pela primeira vez interagindo as instâncias governamentais de investigação e o MPF, a corrupção acumulada por décadas vem à mostra. (…) incisão é feita no tecido social apodrecido e o pus da corrupção é posto para fora, a olhos vistos”, reconhece Fonteles, registrando que o governo anterior alimentava o antagonismo entre essas instituições.

    http://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/FHC-foi-mais-omisso-que-Lula-e-extinguiu-comissao-de-investigacao/4/11757

  47. Em mais de 30 anos de

    Em mais de 30 anos de judicatura e outros tantos como advogado (antes e depois da Magistratura) e filho de advogado, aprendi  a nunca confiar em membro do MP – salvo rarissimas exceções – eles agem corporativamente. Daí a sua força institucional.

    Lição: nunca nomear Procurador Geral de Justiça candidato indicado pelos seus membros.

  48. Se o PGR primeiro disse que
    Se o PGR primeiro disse que Lula poderia assumir a Casa Civil e o processo voltar para Moro. ..

    Se o PGR agora, em um gigantesco cavalo de pau, e sem fatos novos alusivos ao fundamento do “desvio de finalidade”, muda de ideia…

    Se as manifestações das ruas e de grupos organizados, artistas, , academia, etc, aumentaram nesse intervalo,

    Conclui-se:

    -Janot tem fundamentos fracos no seu pedido e, como aponta o texto de Nassif, se utiliza de prova nula, a escuta já declaradamente ilegal.

    -A mudança de posição do PGR sem fato novo denota altíssimo comprometimento. Com quem?

    -Ao se expor de forma tão aberta, dentro das possíveis arbitrariedades, ilegalidades e comprometimento, o PGR nos demonstra que a teia de proteção que conta a seu favor é muito bem trançada. A sua ida aos EUA levar “provas” às autoridades americanas pode dizer algo?

    Com tudo isso dito, imprensa, FIESP, OAB, povo na rua, debandada parlamentar, crise econômica, o golpe já não está dado?

    Se tudo o que está exposto no texto de Nassif e nas linhas acima estiverem corretos, o STF já estará a esta altura com as suas cartas marcadas.

  49. Perseverar?

    Vejam o motivo verdadeiro de Bicudo para requerer o afastamento da Presidenta: Lula (duvidam? – vejam sua entrevista aos meios de comunicação aonde só fala de Lula quando deveria expor o crime de Dilma – seu filho em carta confirmou e explicou tudo).

    Porque? Porque Lula seguiu uma filosofia de deixar de indicar políticos para diplomacia relegando os de carreira a migalhas.

    Porque Dilma enfrenta em maior grau as dificuldades que Lula enfrentou com PGR e STF? Porque deu continuidade à filosofia de indicar quem os orgãos da categoria definiram como primeiro de suas listas.

    Então mediante tudo isso deveriamos entender que a politicagem deve continuar imperando nessas indicações de modo a que se tenha paz com engavetadores e cúmplices?

    Ou deveremos perseverar na filosofia?

    Grande questão, pois o que é um talk show inglês, que ninguém vê no Brasil, espinafrando sua capacidade de preservação via indicações planejadas para esse fim? Não adianta nem estar no youtube pois que ibope isso dá?

  50. E empurrando com a barriga o BR segue discutindo…

    Tá certo, tá tudo entendido,……nós já entendemos que é golpe, que janota patrocina interesses alheios, sabemos também a quem interessa tal desestabilização planejada e rigorosamente executada em que Sérgio Moro, seus procuradores e os agentes da Polícia Federal são apenas operadores de um crime de lesa-pátria….ok, mas e daí?? Como e quem defenderá o país num caso desses em que maus brasileiros, funcionários públicos e remunerados com dinheiro do cidadão brasileiro, estão entregando a rapadura nacional?? 

    Até agora só discurso em cima de discurso das ditas autoridades e nada de concreto. Ciscando como galinhas aqui e ali até parece que temos todo o tempo do mundo para o debate. Não, não temos…

    Enquanto isso o Cunha manda ver no impeachment e nada acontece. Quem sabe depois que a desgraça se concretizar a história, pelo menos a história, ultrapasse a fronteira da discussão incansável e seja contada sem rodeios nos livros dizendo o óbvio – a motivação de bastidor que fez com que ninguém fizesse o que tinha de ser feito, atribuir a respectiva responsabilidade de cada um dos personagens e, por fim, destacar a saída que deveria ter sido tomada, a solução que, acredito, só não é tomada porque a tremedeira e a covardia reina plena e absoluta.. Só que aí a vaca já tossiu, foi prá o brejo e “moarreu” num atoleiro desgraçado.

     A frase “Le Brésil n’est pas un pays serieux” – “O Brasil não é um país sério” – popularmente atribuída a Charles de Gaulle, é o que descreve o drama vivido pelos brasileiros..

    Nesse sentido, um excelente artigo do Paulo Nogieira – http://www.diariodocentrodomundo.com.br/so-o-futuro-para-explicar-como-um-tipo-como-eduardo-cunha-pode-estar-tao-proximo-da-presidencia-por-paulo-nogueira/

    E outro do Laymert Garcia – http://jornalggn.com.br/noticia/defender-a-democracia-e-nao-tolerar-o-intoleravel-por-laymert-garcia

    • Luiza 1


      Em poucas palavras você escreveu tudo que eu penso. Acrescento que se for assim estamos fu, pois a impressão que dá é que todos estão sendo falsos, trapaceando com o mesmo obejtivo: derrubar um governo eleito legitimamente. Cadê as provas de furnas que foram entregues ao Janot? ninguem do PT peita ele para pelo menos ler?

    • Luiza 1


      Em poucas palavras você escreveu tudo que eu penso. Acrescento que se for assim estamos fu, pois a impressão que dá é que todos estão sendo falsos, trapaceando com o mesmo obejtivo: derrubar um governo eleito legitimamente. Cadê as provas de furnas que foram entregues ao Janot? ninguem do PT peita ele para pelo menos ler?

  51. Isso é o que se chama
    Isso é o que se chama quadrilha, praticando crime organizado.

    Gravíssimo.

    Se democracia existisse, se globalização fosse coisa séria, já teríamos por aqui vários observadores internacionais acompanhando cada passo do movimento.

    Tudo muito articulado.

    Vai ter muito conflito, e eles sabem

    Entenderam o motivo de criminalizarem Boulos?

    Entenderam a proibição de manifestação na universidade?

    Entenderam o que fizeram com os médicos, ontem no congresso.

    Entenderam qual o motivo de Cunha não ter sido afastado até hoje?

    Os grandes criminosos do país mostram as suas faces.

  52. O ex-Presidente Lula e a

    O ex-Presidente Lula e a Presidente Dilma que me desculpem, mas indicar o primeiro da lista – Rodrigo Janot (Dilma) – para a PGR é democratismo, não democracia. Quem teve votos do povo foram eles e sua obrigação era nomear o melhor, o mais isento. Quem tem legitimidade é quem detem a maioria dos votos da população. Mal comparando, na Unesp, o governador Montoro, com grande propriedade, demonstrou isso na prática, nomeando o mellhor reitor que esta universidade teve – Jorge Nagle -, ao arrepio de nossos desejos. Ele estava certo, nós, errados. É triste verificar que, tanto o ex-Presidente Lula como a Presidente Dilma embarcaram na canoa furada do democratismo. Deu no que deu. E no que está dando. Para quem acredita em Deus, Deus nos acuda! Para todos nós, resta ir à rua e bradar: Não vai ter golpe!

    • O fato é que Lula e Dilma

      O fato é que Lula e Dilma abriram mão de uma parcela enorme de poder, a nomeação do pgr. Em NENHUM LUGAR DO MUNDO nomea-se pgr por lista triplice.

      Estão pagando um preço alto pela inocência política, ou pela burrice mesmo.

      Com tantos inimigos, alguns cria da dupla lula/dilma, fica dificil se manter no poder.

    • O fato é que Lula e Dilma

      O fato é que Lula e Dilma abriram mão de uma parcela enorme de poder, a nomeação do pgr. Em NENHUM LUGAR DO MUNDO nomea-se pgr por lista triplice.

      Estão pagando um preço alto pela inocência política, ou pela burrice mesmo.

      Com tantos inimigos, alguns cria da dupla lula/dilma, fica dificil se manter no poder.

  53. Chegamos ao fundo do poço.

    Só o futuro para explicar como um tipo como Eduardo Cunha pode estar tão próximo da presidência. Por Paulo Nogueira

    Um dos maiores mistérios nacionais

    Só o futuro poderá explicar como um vigarista como Eduardo Cunha pode, a esta altura, estar no comando de um processo tão importante para o país como o que trata do impeachment presidencial.

    Não há explicação racional para que Cunha, diante de provas tão contundentes de roubalheira e achaque, não esteja na prisão.

    A situação confortável de Cunha é, em suma, um fabuloso fracasso nacional. É o Brasil, coletivamente, que falhou miseravelmente na condução do caso de uma das maiores e mais claras vocações de corrupção da história do país, se não a maior.

    No Roda Viva desta segunda, um entrevistador perguntou a Marco Aurélio Mello por que o STF não mandava –pelo menos – afastar Cunha.

    Foi o único momento em que Mello não foi convincente. Ele juntou palavras sem oferecer uma resposta razoável.

    Um país do tamanho e da importância do Brasil teria que dispor de proteções automáticas contra um tipo como Cunha. Na verdade, todos imaginávamos que as houvesse, mas não: como a realidade duramente mostrou estamos à mercê de psicopatas poderosos como ele.

    Não haveria, em sociedade nenhuma minimamente avançada em todo o mundo, saída para Cunha depois que as autoridades suíças brindaram as brasileiras com evidências irretorquíveis de crimes do presidente da Câmara.

    Era um homem morto andando.

    Ele tinha profanado a Câmara ao dizer, pouco antes, que não tinha conta no exterior. Não tinha uma, mas várias.

    Nada, nada e nada aconteceu com ele.

    Delatores falaram, com terror nos olhos, das ameaças que sofreram para não citá-lo em suas delações. Até as famílias dos delatoras foram ameaçadas por paus mandados de Cunha.

    A mesma história de ameaças foi contada depois por um deputado que seria o responsável pela comissão de ética que decidiria sobre o afastamento de Cunha.

    Mais uma vez, nada, nada e nada.

    Delcídio falou. E contou que a origem dos ataques devastadores de Cunha a Dilma estava no fato de que ela tirara homens dele de Furnas para moralizar uma empresa saqueada brutalmente.

    Novamente, nada, nada e nada.

    Era amplamente sabido que Cunha chantageava o governo em torno do pedido de impeachment formulado pela rainha da sanidade Janaína Paschoal e o nonagenário Bicudo.

    Ninguém deu um passo para dificultar uma chantagem indecente, abjeta, feita à luz do dia.

    Espasmos inúteis, patéticos, vergonhosos surgiram aqui e ali. Janot falou muito e fez pouco. Teori falou pouco e fez menos ainda. O governo ficou mudo e ficou parado como que à espera de um milagre.

    À imobilidade destes se somou o oportunismo vil de homens como Aécio e FHC, e tudo isso foi coroado pela proteção suja que lhe foi oferecida pela mídia, a começar pela Globo.

    Certas coisas podem ser definidas como fracassos nacionais. Os alemães falharam coletivamente com Hitler. Até hoje se envergonham ao falar do assunto.

    Eduardo Cunha é um formidável malogro brasileiro.

    Talvez o futuro encontre uma explicação para isso. No presente, ela não existe.

    Um meliante que deveria estar no xilindró nunca esteve tão perto da presidência da República.

    E nada, nada, nada acontece.

     (Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui).

    Sobre o Autor

    O jornalista Paulo Nogueira é fundador e diretor editorial do site de notícias e análises Diário do 

     

    • Janot gosta do Aécio.
      Deve

      Janot gosta do Aécio.

      Deve ter votado no Aécio.

      Penso que alimenta a esperança de ver Aécio na presidência.

      Janot não gosta do PT.

      E o STF gosta do Cunha, ou, ao menos não gosta da Dilma e do PT, por isso nada faz contra o Cunha.

      Isso é apenas uma opinião.

      Terrificantes os dias que vivemos.

  54. “O PGR repete o mesmo

    “O PGR repete o mesmo processo que acabou desgastando a Lava Jato e que liquidou com a Operação Mãos Limpas, na Itália, de falta de discernimento para perceber o momento em que a operação virou o fio.”

    Pelo menos, na Itália tanto o Juiz como o procurador foram literalmente explodidos.

    É o que os brasileiros deveriam fazer, se tivessem culhão.

    Porque este Juiz e este procurador estão claramente mancomunados para destruir e economia e a política no Brasil. Trata-se de dois bandidos agindo a mando de forças externas com o claro objetivo de destruir qualquer iniciativa de progresso do Brasil.

    Vejam o que fizeram com as maiores empresas multinacionais brasileiras? a quem este ataque interessa? Com certeza não interessa aos brasileiros.

    O Moro e este Já NOT deveriam estar atrás das grades acusados de alta traição e crime de lesa pátria.

    Depois, fechar a globo. crimes praticados por aquela empresa bandida não faltam. 

  55. É o clube do terno preto,

    É o clube do terno preto, “dos homens bons”,  com os dois pés no golpe, hoje o bumbo vai bater forte, o cabeça branca bem pago com dinheiro publico, uns tantos vem da maior empresa brasileiar que ele quer destruir, foi aos estadunindeses, seus patrões, pedir a benção, de lá saem as instruções que, como uma biruta desgovernada, cegamente e sem medo do ridiculo, acata;  esse mp já deu um tirombaço no pé, virou persecutório com quem acha que é inimigo e conivente até a medula com os amigos, ou seja, disvirtuou do papel que a CF lhe incumbiu, muito ter que mudar, inclusivo o judiciario, um controle externo de verdade, não esse de araque do cnj, com participação da sociedade civil já seria um bom começo.

  56. Cai a última máscara


    Olá, caro Nassif, permita-me o tratamento!

    Finalmente, tira a máscara o Janot!

    De certa forma, você previu isso! Pelo menos sempre manifestou essa dúvida.

    Agora, ou o MPF vence para governar o Brasil, ou vencemos nós e os colocamos no devido lugar.

    Mas foi bom, nada pior que o fingimento e nada melhor que a luz do Sol.

     

  57. JANOT

    JANOT:

    Um termômetro bem preciso de como o golpe está sendo dado; ele é o agente obscuro e intencionado por detrás das intenções golpistas.

    Basta analisar seus movimentos para se ter ideia de como a conspiração está sendo conduzida.

  58. A geopolítica vem se tornando

    A geopolítica vem se tornando evidente nestes movimentos todos. A aliança do Brasil com China e Rússia provoca temores quanto ao futuro do valor caro aos liberais, a liberdade. Há o temor que o Brasil, ao aproximar-se da China e Rússia, possa transformar-se em mais um país de “democracia regulada”, (caso da Rússia), ou mesmo em franca ditadura (China). É isso que está em questão, para além da interpretação primária de muitos. É esta a lavagem cerebral que devem sofrer nossas lideranças lá nos States. O temor quanto ao futuro da democracia é reforçado pela insatisfação da classe média com a ascensão dos pobres. Não é a corrupção que está em jogo. Janot, mais do que ninguém, sabe que isto é desculpa esfarrapada. 

    O Brasil é um dos poucos países no mundo, juntamente com a China e Rússia, que tem condições de empreender um vôo solo. Um projeto alternativo ao neoliberalismo predatório. Está na hora de desenhar este vôo. Que tenha começo, meio e fim, defina um leque de alianças e os principais obstáculos na caiminhada.

    • Exato, Margot.
      Dos membros do

      Exato, Margot.

      Dos membros do BRICS o Brasil tem o potencial de ser China ou Rússia, pelas dimensões, pela economia, pelo número de habitantes, etc. Mas parece que os EUA não querem isso. A tetativa de derrubada do do governo evidencia esse fato.

      Só que a fragilidade da democracia brasileira, que ainda capenga, permite que ela seja passível de golpes institucionais, como esse do judiciário, semelhante ao que se deu no Paraguai.

      A vocação brasileira para república das bananas é reforçada por essas atitudes desses escroques lesa-pátria vendidos como Janot.

    • Margot,

      como sempre, interessantíssima e correta sua análise. As esquerdas, sobretudo no Brasil, tendem a pensar a política de forma paroquial, como se estivessem discutindo o layout da praça da matriz local.

      A introdução de fatores geopolíticos para entender de onde se constroi o golpe é fundamental. Não apenas, no momento, para combatê-lo, mas principalmente rediscutir os caminhos da nova etapa do capitalismo, ainda mais concentradora e expansora de miséria.

      Janot nem imagina ou imaginará onde foi se meter.

      Parabéns! 

    • O Fed está provocando o Caos contra as nações e seus BCs

      Assim como os banqueiros internacionais usam os QE (estimulos) e a política de juros como ferramentas, o Fed está usando o caos para destruir centenas de bancos centrais pelo planeta e substituí-los por um único órgão regulador, para isto estão criando o Caos e depois venderão a eles mesmos como a solução.

      O Brasil, como outros integrantes dos BRICs ficaram no contra-fluxo deste movimento e pode acontecer de um destes países ser pego para exemplo de como a destruição pode ser cruel. A subida da taxa de juros americano parece ser a senha.

      Jogo perigoso e mortal, expeculações da Russia entrar em Guerra surgem a todos os instantes, o cenário externo está extremamente conflituoso e os atores relevantes ocultos e inacessíveis, não vejo onde se possa dar as negociações, a China acaba de reclamar que o G20 é para tratar de assuntos econômicos e não políticos.

      Vivemos em tempos interessantes.

  59. O que me deixa surpreso é

    O que me deixa surpreso é como o seu governo é ingênuo e, me desculpem a franqueza, incompetente. Que se essa história estivesse acontecendo nos EUA os conspiradores já estariam presos à meses por tentar ameaçar a segurança do país, enquanto que vocês se deixaram infiltrar no judiciário, no governo, em todos os órgãos-chave que poderiam e deveriam impedir ações como estas.

    • Há de se concordar com o que aqui está escrito

      O que deve ser feito é convocar o Conselho de Segurança Nacional que, entre outras atribuições, tem por missão: “..estudar, propor e acompanhar o desenvolvimento das medidas necessárias para garantir a independência nacional e a defesa do Estado democrático.”

      Tá mais que na hora Dilma. Muita conspiração por grupos de corruptos e canalhas, ligados ou não a seitas e outras coisas piores, que representam uma clara ameaça a estabilidade do país. Pretendem usa-lo como moeda de troca para novamente garantir regalias de uma minoria de ratazanas.

  60. Os fundamentos do impintin

    Os fundamentos do impintin são politico e jurídico. O fundamento político pertence ao Legislativo, o jurídico ao Judiciário. A razão do Supremo apreciar o impintin em seu aspecto jurídico está no princípio constitucional: “A lei não excluirá da apreciação do Juciciário lesão ou ameaça a direito”. Ou seja, nada, absolutamente nada, escapa ao crivo jurídico.

  61. Quando o blog postou a carta de Janot, comentei
    É, Nassif, pelo inteiro teor
    qua, 23/03/2016 – 15:19

    É, Nassif, pelo inteiro teor do comunicado do PGR, devo dizer que discordo veementemente de suas últimas considerações sobre Rodrigo Janot.

    Acredito que a missiva do PGR é exatamente no sentido contrário ao que você inferiu, ou seja, ele parece estar justificando cada ato praticado pelos seus subordinados até o presente momento, inclusive enaltecendo o caráter não partidário do Ministério Público.

    —-
    É a linguagem da Casa Grande, a qual venho debatendo aqui no blog. A comunicação é feita por linhas enviesadas. A mensagem foi entendida por aqueles a quem foi direcionada, a leitura pelos outros se dá de outra forma.

  62. Não dá mais para se iludir com esse rostinho de ursinho carinhos

    Não dá mais para se iludir com esse rostinho de ursinho carinhoso do Janot. Ele é o responsável por toda essa libertinagem do Ministério Público e ter transformado a instituição nessa corporação fascista.

    •   Concordo com você em parte.

        Concordo com você em parte. Janot é MAIS UM a manter e alimentar esse espírito no MPF – esqueceu do famigerado Gurgel, colega? E mesmo aquele traste não foi o primeiro…

  63. Não tenho paciência e nem vou

    Não tenho paciência e nem vou viver o suficiente pra ver que julgamento a história fará do pgr, portanto pergunto: que medidas podem ser tomadas contra ele no presente?

    • Denúncia e julgamento no Senado por crime de lesa-pátria…

      Denúncia e julgamento no Senado por crime de lesa-pátria…

      …, por suspeita de ter entregue segredos da Petrobras e do Estado brasileiro a governo estrangeiro.

  64. Moro enrolou e muito ao

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=T2iOZOmaNqo%5D

    Ontem foi a vez de Janot tirar sua máscara de agente a serviço da geopolítica americana. Agora dá prá ver claramente a que se propõe essa nefasta figura com cara de xerife americano, aliás, tenho dúvidas se Janot é brasileiro. Muito triste constatar que, se Lula foi republicano, este não foi o caso de nossas Instituições.

     

    http://josecarloslima.blogspot.com.br/2016/04/lula-foi-republicano-nao-tendo-sido.html

     

    • Boa sacada essa !

      Lula e Dilma foram republicanos com o Ministério Público, o .STJ e o STF..

      Nunca imaginaram que os membros dessas instituições não são nada republicanos (pelo menos boa parte deles)

      Vamos perguntar: Onde está o “republicanismo” desses atores políticos-jurídicos ?

      Um juiz manda grampear um escritório de advocacia e o ex-Presidente Lula de forma absolutamente ilegal, encontram conversas  com a Presidenta da República e, em conluio com o Procurador Geral da República, mandam publicar em clara transgressão à lei, essas conversas, enviando-as para um órgão de imprensa criminoso e golpista.

      Fatos de total conhecimento público e, ainda, confirmados por eles, com as desculpas bizarras de que não leram o processo, foram induzidos a erros, uns colocando a culpa nos outros, na PF, no MPF, na operadora de telefonia que, pasmem, confirmou que avisou o juiz sobre as irregularidades que estavam ocorrendo.

      Minha nossa !!! Esses caras ainda não foram recolhidos à prisão. Nenhum inquérito policial foi aberto para apurar os crimes cometidos contra a Segurança Nacional.

      Na Inglaterra, na França, na Alemanha e, em especial, nos EUA já estavam todos vendo o sol nascer quadrado.

      Por clamar contra esses crimes cometidos. não seria de admirar que nós aqui, comentaristas do blog do Nassif, é que vamos acabar presos.

       

  65. Caro Nassif,
    Conquanto

    Caro Nassif,

    Conquanto concorde com a tese de que a investigação da Lava a Jato está eivada de falhas, ilegalidades e de uma parcialidade evidente, com visível manipulação das delações premiadas, sou levado a concluir que as declarações dos denunciantes acolhidas, por sí sós, não representam provas e que, como se viu na primeira instância, o Exmo. Ministro do Supremo pode reinquirir as testemunhas e, aí então, perguntando-lhe sobre outros fatos, devolver o processo ao Procurador para que investigue os novos fatos relatados e que já teriam sido mencionados anteriormente sendo deixados de fora da denúncia da Procuradoria. Acredito que o Exmo. Ministro Teori não se iniciou ontem neste negócio e não se deixará levar por manipulações grosseiros. Já deu provas disto. Ademais, à acusação compete derrotar a defesa, mas isto não implica em esconder fatos no inquérito e proteger quem quer que seja. A omissão da Procuradoria cobra seu preço em descrédito da instituição, enquanto a omissão dos delatores os pune com anulação dos benefícios.

    • Quem escolheu foi Dilma, não

      Quem escolheu foi Dilma, não foram os eua.

      O fato é que Lula e Dilma abriram mão de uma parcela enorme de poder, a nomeação do pgr. Em NENHUM LUGAR DO MUNDO nomea-se pgr por lista triplice.

      Estão pagando um preço alto pela inocência política, ou é burrice mesmo.

      Com tantos inimigos, alguns cria da dupla lula/dilma, fica dificil se manter no poder.

      • Sim, claro. Assim como Lula

        Sim, claro. Assim como Lula também se valeu da lista tríplice.

        O problema é escolher um meio termo entre um engavetador e um conspirador… me parece que a lista tríp

        O republicanismo adotado por Dilma foi realmente um desastre. Mas decerto os EUA se valeram da nomeação de Janot e da sua vocação para golpista para levar a cabo o golpe.

  66. Com o desgaste de Moro Janot

    Com o desgaste de Moro Janot assumiu o protagonismo do golpe paraguaio paulista. 

    Janot nunca me enganou, sua ambiguidade, sua proteção a Aécio, sua orquestração nas sombras sempre indicaram que ele é um dos comandantes do golpismo no MPF; é o pior tipo de inimigo pois age de forma dissimulada e à sorrelfa com o oportunismo dos sem caráter.

    Janot segue a tradição de todos os PGRs que o antecederam faz política com o cargo.

  67. Comentei, não lembro em qual

    Comentei, não lembro em qual post, que Janot iria usar os diálogos para imputar a Dilma o crime de desvio de finalidade na nomeação de Lula, para que a oposição conseguisse justificar o impeachment, pois somente as pedalas fiscais não conseguiriam convencer o STF, com as exceções dos partidários de toga.

    Agora, haveria motivos Juridicos para o impeachment.

     

    O que me impressiona é a previsibilidade dos atos do PGR e a inação do governo.

    • Pode ser que isso ocorra. Mas, é ilegal.

      Não concordo! Levando-se em conta que o Moro se utilizou de grampo ilegal para colocar a Dilma e Lula nessa situação. As provas nesse caso são invalidadas.

      • Sim, quando Moro vazou o

        Sim, quando Moro vazou o áudio, ele abertamente deixou evidenciar as suas intenções. Foi um movimento pessoal de vingança. Só que o tiro parece que deu chabu, porque o grampo que poderia ser usado como evidência é ilegal.

    • Matou a charada

      Sim, é isso. A jogada é encorpar o pedido de impeachment com um crime de responsabilidade de Dilma ao nomear Lula ministro, numa tentativa de imputar uma suposta obstrução da justiça.

        • Parece que a esdrúxula peça
          Parece que a esdrúxula peça do pedido de abertura do impeachment já contém de forma bem frágil nas provas, a acusação de “desvio de finalidade”,

          Vão utilizar esse ato ilegal do PGR para forçar a barra.

        • Sim, claro. Aditar não é

          Sim, claro. Aditar não é possível, mas a intenção não é essa. O negócio é não deixar a brasa esfriar e fazer mais barulho. É requentar. Todo mundo sabe que a nomeação de Lula não pode ser ilegal, ainda que mil justificativas sejam usadas.

          Acho que agora seria uma boa estratégia o AGU agir perante o STF para ganhar tempo.

  68. Sobre o Golpe em curso no Brasil

    Sobre o Golpe em curso no Brasil

    Aviso aos Srs. e Sras. da Pátria amada Brasil,

    E agora (manhã do dia 08 de abril de 2016) e a cada dia, que os véus do golpe via impeachment vão caindo, temos a performase do sr. R. Janot.

    Há “índicos” que o sr R. Janot, o dissimulado,  é força terceirizada dos Estados Unidos. E um dos chefes do golpe via impeachment arquitetado pelo grupo que perdeu as eleições de 2014 e outros interessados nesta força tarefa e projeto (antigo) de executar o golpe. (http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,janot-vai-aos-eua-acompanhado-de-procuradores-da-lava-jato,1630840  O Estado de São Paulo, 06 de fevereiro de 2015), (http://www.vermelho.org.br/noticia/278160-7  Embaixadora dos EUA no Brasil atuou no Paraguai antes do golpe, Mariana Serafini), (https://www.youtube.com/watch?v=B9vYDgY1r4o  Por que este impeachment é golpe?).

     

    Provas: O acervo probatório se sustenta nos seus pareceres. Informo que há, contudo, que se verificar com absoluto rigor, esse acervo probatório, e que será tarefa dos historiadores, cientistas políticos, sociólogos e outros pesquisadores que inequivocamente já têm vasto material para perscrutar a atuação inusual do chefe da Procuradoria Geral de República. (https://www.youtube.com/watch?v=neupiaYpRlg  “Vamos continuar tolerando o intolerável?” – Laymert Garcia dos Santos), http://jornalggn.com.br/noticia/impeachment-de-dilma-esta-designado-para-proteger-a-corrupcao-por-glenn-greenwald-e-david-miranda Se impeachment, então quem?, GLENN GREENWALD E DAVID MIRANDA, (http://jornalggn.com.br/fora-pauta/a-revolucao-dos-santos  A “Revolução dos Santos”, sociólogo Luiz Werneck Vianna)

     

    Com suas ‘práticas’ o sr R. Janot maculou a Democracia brasileira, a Presidência da República, o Estado Democrático de Direito, a Constituição de 1988 e o Povo brasileiro. Mas, isso não vem ao caso nesta conjuntura. (http://cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/10-licoes-para-subverter-a-Democracia/4/35818  10 lições para subverter a Democracia) e (http://jornalggn.com.br/noticia/o-poder-judiciario-e-partidarizado-por-tutmes-airan PODER JUDICIÁRIO PARTIDARIZADO?, Tutmés Airan de Albuquerque Melo).

    A validade deste parecer se sustenta na teoria do Domínio de fato à brasileira. (http://www.conversaafiada.com.br/brasil/wanderley-liberais-o-moro-vai-pegar-voces  A Vingança Conservadora,  Professor Wanderley Guilherme dos Santos) e (http://www.redebrasilatual.com.br/revistas/115/sob-o-dominio-do-atraso-3568.html  Sob o domínio do atraso, Mauro Santayana).   

     

    Cordialmente, de um povo heroico o brado retumbante

    Não vai ter golpe, vai ter luta. (http://www.mapadademocracia.org.br/),  (https://www.youtube.com/watch?v=ETLxRR0lviU  A Paulista é o palco da democracia), (https://www.youtube.com/watch?v=bdeuqxzRpqg  Imagens aéreas do ato pela democracia em São Paulo).

     

  69. Os mais novos talvez não se
    Os mais novos talvez não se lembrem de como o FHC era criticado por causa do Blindeiro e por não respeitar a lista tríplice, quem não lembra disso pode se informar nos arquivos dos jornais da época. Lula e Dilma fizeram diferente e são criticados, quem sabe até pelos mesmos que antes não concordavam com o jeito FHC de escolher procurador.

    • Abraçando o Inimigo Descuidadamente

      Nem tanto ao mar, nem tanto a terra, não precisava ser um “gaveteiro”, de bom tamanho estaria um “isenteiro” de procurador geral da república, mas cá entre nós, um “traiçoeiro”, ai já é republicanismo por demais da conta, beira a suícidio político por descuído.   

      • Eles não têm estrela na testa

        Eles não têm estrela na testa para o(a) presidente adivinhar: este vai me ferrar! E há de se convir que procurar um simpatizante no MP é como procurar agulha no palheiro. Se até no STF que se tem a possibilidade de escolher, de sondar, de investigar suas orientações não há garantia de nada, haja vista o Joaquim que até hoje jura que sempre votou no PT, o Toffoli que foi advogado do PT e se não fosse por Lula nunca passaria da porta do STF e outros casos mais, não há garantia de nada, como dizia minha avó, “o coração do homem é terra que ninguém pisa” e ainda não equiparam os presidentes com bola de cristal.

  70. Nomeação de Ministros éum ato

    Nomeação de Ministros éum ato político, não é um ato administrativo.  Só existe desvio de finalidade em atos administrativos que devem ser editados para atender o fim previsto na lei. 

    • Clap, clap, clap
      Diz o artigo 87 da Constituição:

      “Os Ministros de Estado serão escolhidos dentre brasileiros maiores de vinte e um anos e no exercício dos direitos políticos”

      Nomeação de ministro é um ato discricionário e, portanto, político.

      De tal modo, não cabe ao Judiciário e nem ao Legislativo interferir na livre, legitima e exclusiva escolha da Presidência.

      Como ensina o constitucionalista José Afonso da Silva, “o cargo é de provimento em comissão e, consequentemente, de livre nomeação e exoneração pelo Presidente da República (artigo 84, I).

  71. Talvez injustificado,talvez

    Talvez injustificado,talvez no espírito da velhinha de Taubaté, permitam-me um pouco de futurologia otimista.  As coisas permanecem indefinidas mas a chance de impedimento de Dilma diminui dia a dia. A certeza negativa do PGR é contrabalanceada com a surpresa positiva do AGU. Lula deverá ser Ministro. Se isso ocorrer poderá haver uma certa calmaria e Dilma chegar, mesmo machucada, a 2018. E aí, eleições. Imaginemos, mas a possibilidade é real, que seja eleito alguém da esquerda: Lula, Ciro, Requião, Haddad, ou outro qualquer. Sendo alguém mínimamente comprometido com os avanços havidos nos, então, 16 anos (todos os nominados são), como governará? Não sabemos, mas o que aconteceu e está acontecendo nestes útimos 4 dos 16 anos é uma rara oportunidade de grande aprendizado. Principalmente como nomear um PGR, um  Ministro do STF. Como enfrentar o PIG e se relacionar com parte de uma base aliada que se chama PMDB. E principalmente ter conhecimento de quem são os inimigos, sempre os mesmos mas que se disfarçam e enganam muito: Fiesp, Conselho Federal de Medicina, Sindicatos e Confederações Patronais, Temeres Cunhas Moreirasfrancos. E este período também está ensinando que não se pode pactuar com o inimigo, mesmo com o nome de republicanismo. A unica combinação com os russos é dizer que eles são russos e nós não somos, ponto. E ter ciência que a luta é da Senzala contra a Casa Grande, luta de classe sim, iniciada pela Casa Grande desde sempre, mesmo, ironicamente, sendo a Senzala mais forte. Muitas coisas mais estão sendo ensinadas nestes útimos anos e creio (Velhinha de Taubaté, de novo?) que as esquerdas estão aprendendo.

  72. “…o caminho escolhido por Cardozo será bastante habilidoso:..”

    Quando quer, o carro anda, não é, Luis Nassif?

    Só rindo, para não chorar – salve Angenor -, desse Brasilão e seus caminhos tortuosos …

  73. Janot e a síndrome do escorpião

    Todo este plano diabólico de golpe contra a presidente Dilma e o PT renderá a Janot uma indicação certa para o STF num eventual governo tucano. Como disse Lula, Janot se fosse de fato “formal”, jamais teria sido indicado para o comando da PGR. Uma vez indicado e reconduzido por Dilma, a síndrome do escorpião falou mais alto.

  74. Três Dúvidas

    A primeira: por que Dilma não nomeou o ministro Aragão como PGR, cujo comportamento, mesmo independente, é ponderado e legalista?

    Por que ela e Lula optaram pela prática bolivarianista de aceitar a indicação do sindicato de procuradores da República, uma instituição corporativista?

    Se o xadrez de Nassif está certo, qual é exatamente o por quê dessa atuação do PGR Janot?

     

  75. Janot chefia o golpe pelo MP, Gilmar no STF e agora no STE

    Cunha no congresso, o senado por enquanto parece estar neutro, esperando para ver onde o barco vai.

    Que trio!!!

    A incógnita do Janot sempre esteve nessas visitas ao EUA, quando disse a frase pau que dá em Chico dá em Francisco, pareceu pra mim na hora, frase  de encomenda, palavras são vazias sem atos e nunca a lava jato de dispôs a combater a corrupção, sempre foi óbvio que o combate é ao PT, não conseguiram fazer o PT perder a eleição da Dilma , agora visam o golpe. Outra coisa importante foi a data escolhida para enviar o processo contra o Cunha, nas vésperas do recesso do STF, deu tempo durante o recesso para que o Gilmar e o Cunha se articulassem para procrastinar seu julgamento, isso se acontecer.

    Claro que essa palhaçada de impeachment sem crime de responsabilidade não passa de distração, quanto mais eles batem menos capacidade de reação e de estratégia falta ao PT, o objetivo é tirar o PT do governo federal e pelo voto eles já viram que é impossivel, mas o que acho mais engraçado é essa equação de “novas” eleições, porque eles esquecem o PT, mas talvez a intenção final seja de cassar o registro do partido, isso é algo para se pensar me parece que eles estão SIM , dispostos a qualquer coisa para interromper o que o PT conseguiu nos governos de Lula e Dilma. São muitas frentes de ataque é o mais óbvio é que todos esses agentes: Janot, Gilmar, Cunha, PSDB, PMDB não se importam com democracia não, assim só mesmo a mobilização pode nos salvar desse golpe e manter a DEMOCRACIA

    • Janot + Aécio = ?

      Ana, 

      quando Janot disse ironicamente que pau que dá em chico dá também em francisco, ele se dirigiu diretamente ao Aécio (“não é Aécio?”), que estava na bancada, e que simplesmente abaixou a cabeça. Como se sabe, Janot apoiou e colaborou ativamente com o governo Aécio em Minas durante todo aquele período. E o PT não viu isso? Inocência ou cegueira?

  76. Se algum dia, depois de

    Se algum dia, depois de passada a tormenta,  ainda que não saibamos o final dela e o tempo que vai durar, espero apenas uma coisa. Que surja uma liderança no país da dignidade do bispo  Desmond Tutu, da África do Sul, para liderar o tribunal do perdão. Que esses vendilhões sejam obrigados, para amenizar suas penas, a confessar o crime de lesa-pátria e a pedir perdão ao povo brasileiro. É possível que nem possa testemunhar esse momento, ainda assim o tribunal do perdão será uma boa idéia. Mas a hora é essa, então de volta à luta. É o que temos à mão.

    • Não tem perdão, não!

      Para golpistas e traidores não tem que ter perdão não. Para eles só cadeia, cadafalso ou ponta de baioneta!

      Em qualquer país do mundo, traidores e golpistas são tratados como tal. Veja a merda em que nos encontramos por não termos punido os responsáveis pelo golpe de 1964. Desculpe, Maria Rita, mas você está redondamente equivocada.

      NÃO TEM PERDÃO PARA TRAIDORES DA PÁTRIA!

      NÃO TEM PERDÃO PARA GOLPISTAS!

      PARA ELES, SÓ CADEIA, CADAFALSO OU PONTA DE BAIONETA!

  77. Janot vai ter que entregar Aécio. Este é o ponto!

    Acho que temos aí um erro de análise, Nassif:

    O objetivo final da Lava-Jato é impedir Lula de se candidatar. São dois caminhos possíveis:

    Caminho mais fácil: Lula volta para primeira instância. Um juiz de buteco faz a denúncia (um Moro qualquer, por exemplo) e a segunda instância carimba. Pronto. Lula já era.

    Caminho mais tortuoso: STF confirmando nomeação de Lula, a denúncia tem que ser lavrada pelo Sr. Janot. Aí que a porca torce o rabo. A NSA já mandou a ordem: denuncie. Na primeira instância ou na última. Se virem!

    Janot, para garantir o sucesso da operação, terá que denunciar um graúdo do outro lado para tentar legitimar a perseguição inquisitória. Teria que entregar aos leões seu play-boyzinho de estimação e arriscar destruir de vez sua já rota reputação.

    Por isto, Nassif, este parecer desesperado como última tentativa de se livrar do segundo caminho. 

    Janot está passando por dias terríveis. 

    E eu descobri que sou sádico. 

     

      • Acho que vc não entendeu

        Janot vai denunciar Lula ao STF. 

        Mas para isto, vai oferecer Aécio na tentativa de legitimar sua denúncia anterior. 

        Este o o risco do segundo caminho:

        – além de difícl probabilidade de Lula ser condenado no STF, joga Aécio na Jaula e, de quebra, destrói sua reputação. 

         

  78. A intenção de Janot parece

    A intenção de Janot parece ser deixar logo de meias conversas e atacar o quanto antes diretamente a presidente Dilma. Mas ele está indo com muita sede indo ao pote, talvez tentando tirar o atraso do cronograma do golpe.

    Esquece ele que da maneira como está a levar as coisas, a Lava Jato aparece em seu imaginário, impressão que transborda para o país atônito, como a coisa mais importante que existe no mundo inteiro, mais do que tudo o mais no Brasil e no globo terrestre exista, inclusive a Constituição nacional.

    E é nitidamente ele, Janot, quem agora está a tumultuar o processo político, segundo ele mesmo em favor da sua todo-poderosa lava jato.

    Não é a presidente Dilma que está, como ele falou,  a tumultuar; isso é de uma falácia que nada tem de sutil. A presidente, nitidamente, só tem se movido no sentido de que o país volte ao normal e à razão, encerrando seu pesadelo de ambições antidemocráticas e de movimentos clepto-políticos midiáticos, e iniciando seu processo de recuperação da sua economia.

    Mas para Janot, certamente, Lula não é o maior líder político de toda a América Latina. É apenas um boneco pixuleco.

    • Não falou nem avisou…

      O Nassif demorou – e muito – para entender que o janota está no epicentro do golpe. O Nassif tem inúmeras qualidades, mas é um poliana. Acredita até os 53 do segundo tempo, quando o cidadão já deu vinte carrinhos ilegais, puxou a camisa do adversário quarenta vezes, meteu a mão na bola umas oitenta vezes, que ele ainda tem a chance de se redimir…

  79. Da Folha de São Paulo,
    “… para ser ministro não é necessário muita coisa: basta ter mais que 21 anos, estar em gozo de direitos políticos e ter a nacionalidade brasileira (com exceção de Ministro da Defesa, que precisa ser brasileiro “nato”). Não precisa ter curso superior ou outra exigência técnica. A bem da verdade, ele sequer precisa conhecer a área pela qual é responsável (daí por que alguns ministros vivem mudando de ministério). O que é realmente importante é que ele tenha a confiança da presidente e seja nomeado por ela. ..”

    http://direito.folha.uol.com.br/blog/para-entender-por-que-ministros-de-estado-no-so-demitidos

  80. Janot, o aristocrata do

    Janot, o aristocrata do @MPF_PGR, conspira para destruir os direitos sociais, mas é um leão em defesa dos privilégios dos procuradores.

    A cabeça do @MPF_PGR também será cortada na guilhotina caso ocorra uma revolução à moda francesa no Brasil?

  81. A burrices políticas desses

    A burrices políticas desses governos do PT não tem limites. A nomeação dos pgr e de ministros do supremo não alinhandos é incompreensível.

    Se não cair por impeachment vai cair de qq jeito.

    O que é que fato, se cair, vai ser em grande parte, por culpa do proprio governo.

    O republicanismo do ze está chegando com a conta para pagar.

    • A conta já está bem salgada:

      A conta já está bem salgada: três anos seguidos de recessão, desemprego em alta e setor público sucateado.

    • Ótimo para  os golpistas que

      Ótimo para  os golpistas que você diga isso. Assim será muito mais fácil depois do gope para eles fazerem com que os pobres trouxas se conformem com o acontecido, já que parte dele foi “culpa” dos pobres trouxas.

  82. Janot é mais uma figura

    Janot é mais uma figura golpista que se COLOCOU MAIS À MOSTRA e na linha de frente agora!

    Como o AÉCIO,GILMAR E MORO que se lançaram em um protagonismo e acabaram se

    queimando com a opinião pública e por isso foram escondidos do noticiário pela CHEFE

    GOLPISTA(GLOBO CORRUPÇÃO DE TV) JANOT terá o mesmo DESTINO!!!

  83. PROVA CABAL DA HIPOCRISIA E CINISMO DO MPF

    O MPF, liderado pelo PGR, está cada vez mais se afastando do seu papel constitucional. A incerteza jurídica é concreta e real. Justiça que tem lado não é justiça é a mais profunda INJUSTIÇA. Para que a justiça volte a ter respeitabilidade de toda a sociedade deve começar efetivamente a INVESTIGAR, JULGAR E PUNIR TODOS OS CORRUPTOS: do PT, do PSDB, do PP, do PMDB…os Corruptores empresários, lobistas, doleiros, empreiteiros, banqueiros, multinacionais…os policiais, promotores, juízes corruptos…a RBS, a GLOBO… etc, etc… 

    CHEGA DE HIPOCRISIA E DE CINISMO! 
    ACABAR COM O MONOPÓLIO/OLIGOPÓLIO DA MÍDIA JÁ!
    JUSTIÇA REPUBLICANA JÁ!
    REFORMA CONSTITUCIONAL DO SISTEMA POLÍTICO JÁ! 

  84. Por que Janot coloca em risco sua reputação com erros primários?

    Já havia sido primária a invencionice do “Ministro de Estado sem foro privilegiado”. Mas aquela pelo menos tinha uma explicação: Janot (leia-se, o golpe) precisa de seis votos no Supremo e, garantidos mesmo, só tem dois (Toffoli e aquele outro que não vale a pena mencionar o nome), então Janot se permitiu atentar contra a própria biografia para oferecer um álibi (“meu voto acompanha o parecer do ínclito e egrégio PGR”) de modo a proporcionar um mínimo de conforto àqueles Ministros que, por foro íntimo, prefeririam votar contra Lula.

    Mas essa nova invencionice, de ferir o equilíbrio entre os Poderes ao propor retirar da Chefe de Estado a prerrogativa de nomear os seus ministros, com base na interpretação subjetiva (e frágil) de uma conversa privada da Presidente da República, obtida a partir de uma interceptação telefônica ilegal, e ilegalmente vazada para a imprensa, bem, essa está difícil de explicar.

    Invencionice em cima de invencionice, Janot assume o preço de, cada vez mais, abdicar da sua capa de neutralidade. Para que? Apenas para tentar influenciar o voto dos Ministros? Será que ele realmente tem esperança de ganhar a votação no plenário? Seis Ministros do STF vão vetar uma nomeação de Ministro de Estado pela Presidente da República, com base numa suposta evidência evidentemente ilegal?

    Improvável.

    Mas, se não for isso, qual será então a verdadeira intenção de Janot?

    Alimentar a convulsão social?

    Ou procurar influenciar o resultado em um outro plenário, o da Câmara dos Deputados?

    Não sei. O que sei é que tem alguma coisa por detrás que ainda não transpareceu.

    • Ele é os outros não se

      Ele é os outros não se importam com um bom nome. Vide os patéticos de Goiás. Como todos são iguais e ficarão no cargo até à aposentadoria não estão nem aí para as consequências dos atos. Vale tudo.

    •  
      “Não sei. O que sei é que

       

      “Não sei. O que sei é que tem alguma coisa por detrás que ainda não transpareceu.”

      Você viu que o site 247 pediu para o Joaquim Barbosa  mostrar a prova da transferência do dinheiro para a conta da offshore que comprou o apartamento em Miami e ele se negou a mostrar? 

    • Janot é mineiro.
      O boato que

      Janot é mineiro.

      O boato que rola na rede, é que ele teria uma dívida de gratidão com a familia do Aécio.

      No inicio da sua carreira ele teria sido ajudado pelos Neves, ocupando cargos importante na administração do estado. Agora que chegou a fatura para pagamento à vista.

      E ele está se virando para pagar. Está difícil, mas Janot está tentando honrar.

      Se é verdade ou não, é claro que ele nunnca vai confirmar.

      • Vendeu a alma!

        Vendeu a alma ao Capeta. É isso? Então, vai se danar no inferno, com toda a turma por detras de toda essa sideral sujeira.

    • Cunha e/ou a oposição devem

      Cunha e/ou a oposição devem ter um dossiê com alguma coisa grave contra Janot. Por consequência, Janot é refém deles e tem que se posicionar do jeito que eles determinam.

    • “O que sei é que tem alguma

      “O que sei é que tem alguma coisa por detrás que ainda não transpareceu.”

      Provavelmente aquele ministro do STF, sosia do João Plenário,  tem algum podre do Janot também.

      Assim como acontece com Toffoli que tem um irmão nas mãos do João Plenário Tucano Golpista do STF e por isso passou a votar junto com o dito cujo em todas as decisões.

      O Nassif já explicou aqui essa “dependência” do Toffoli.

      É triste saber que coisas assim ocorrem na Corte Suprema.

      Espero que os outros juizes não tenham nada a temer e não se acovardem diante do ministro tucano fanático do STF.

    • Janot só queria procurar

      Janot só queria procurar influenciar o resultado da marcha do golpe na Câmara, apenas isso. Costumamos ver fantasmas que não existem, e isso é muito ruim para os democratas. Achamos que esse pessoal golpista é muito mais do que na verdade é. Eles são apenas valentes de papel, e com razão e determinação serão derrotados.

    • É desespero de causa

      Sua última tentativa de tentar se livrar do tijolo quente em suas mãos: se Lula é foro privilegiado, caberá à Janot a cartada final para tentar alcançar o objetivo final da Lava-Jato: apresentar denúncia contra Lula no STF. E como tenho repetido: para isto, terá que oferecer Aécio, seu play-boy predileto. 

      Janot tá no mato sem cachorro.

  85. Todo mundo falando mal da

    Todo mundo falando mal da Dilma, Adianta agora?

    Tem que chamar o Janot pelo seu nome verdadeiro. Canalha, traidor da pátria e das instituições da república. Mostrou a cara com tudo agora. Se eu, como cidadã, tinha dúvida que ele é corrupto, porque ninguém atua para derrubar um governo e uma presidente honesta sem estar recebendo grana, agora tenho certeza. E desta vez a grana não será depositada na Mossack (viu, Joaquim Barbosa) mas em Nevada ou na Ilha de Jersey. E o dinheiro deve ser grande e cobrir o preço dos documentos que ele entregou para o governo americano quebrar a Petrobrás, para mandar prender o almirante do Programa Nuclear e agora  derrubar a presidente por um mínimo detalhe. Seus companheiros da Lava Jato são corruptos tal qual ele. Ninguém persegue um grupo político com tanta ferocidade à toa.Sua atitude de agora é a mesma do Amaury Kruel no golpe de 64. Na última hora uma maleta com 1 milhão de dólares vindo da Fiesp o convenceu. Quantas mortes sob tortura seu nome carregará para a história?

    Um outro adjetivo que ele merece é de covarde e ordinário. Expor a vida pessoal como expôs a vida o Collor, do Lula e da presidente é atitude de um ser pusilânime, rasteiro.

    Qual a pena para um traidor da pátria? Pois se fôssemos um país de autoridades decentes seria acusado de traidor da pátria. Um homem com este nível de mal caratismo merece o opóbrio, o desprezo de nossa nação. A História lhe fará justiça e nem todo o dinheiro do mundo poderá lhe comprar um nome decente. Pobre dos sues descendentes: herdarão o seu dinheiro mas também o nome Janot. Joaquim Silveiro dos Reis após trair os inconfidentes teve suas dívidas com a Coroa perdoadas, ganhou cargo público de tesoureiro da bula de Minas Gerais, Goiás e Rio de Janiero, uma mansão para moradia, pensão vitalícia, título de fidalgo da Casa Real, fardão de gala de hábito da Ordem de Cristo e foi recebido pelo príncipe regente D. João em Lisboa. E foi odiado pelo resto dos tempos pelo povo. Esse é o futuro que aguarda esses canalhas que interrompem nosso caminho para a democracia em troca  de dólares.

    • E aos que possam me criticar

      E aos que possam me criticar porque chamo o Janot de corrupto justifico minha opinião: alguém que rouba 54 milhões de votos de uma eleição merece que nome?

    • Muitos dólares. Muitos, mesmo.

      Vera Lúcia

      Por detrás de toda essa gigantesca traição à Pátria, especialmente, desde as monumentais impunes badernas por todo o Brasil, situa o sistema capitalista cambaleante, desmoralizado e sem recursos para roubar as riquezas alheia utilizando as fulminantes clássicas invasões militares, como fez os EUA no Iraque (Saddam foi enforcado após  manipulado julgamento, nada a dever à nossa Justiça) e na Líbia (Kadafi foi humilhado  e sumariamente fuzilado como um cão danado) para roubar petróleo(Que Deus tenha infinita piedade dos mandantes dessa carnificina).

      Desta vez, a tática foi diferente. Com a economia dos EUA enfraquecida, estão usando uma turma de traidores da Pátria junto com a grande mídia “livre” publicando toneladas de mentiras e factoides, fazendo a cabeça do povão para desmantelar a economia abrindo espaço par destituir Dilma/PT e Lula/PT,  instalando em seu lugar, um desses conhecidos meliantes, objetivando dar início as privatizações a preços de bananas, de todas as grandes e riquíssimas empresas estatais brasileiras, como nos tempos FHC/PSDB. Mas, se essa tragédia acontece, o Brasil será palco de uma sangrenta guerra civil, como no Iraque e na Líbia. Sem dúvida alguma.

       

       

    • Golpistas e traidores merecem cadeia, cadafalso ou baioneta!

      Oi, Vera. Em qualquer país decente, o golpe já teria sido debelado e TODOS os cabeças, desde a mídia e seus mercenários da pena até os bandidos do golpiciário, passando pelos escroques do parlamento, já estariam na prisão por crime de lesa Pátria. Quem atenta contra o Estado comete o pior dos crimes. Não merece perdão.

  86. nada

    Janó, Mouro, Gilmau, são nada. Balões vazios. Zero

    Quem enche a bola dessa gente é a globobo. Eis o agente do império! É tocada pela famiglia mais rica do Brasil dita a pauta nacional sempre de acordo com seus interesses e é assistida e aplaudida pela manada. Governo inclusive!

    Ainda hei de ver a globobo fechar. Eu não assisto e não consumo. No que depender de mim, encalha na prateleira. Nem na bacia das liquidações eu compro.  

    “Rede Globo, a imagem do cão!”

  87. Protetor da Corrupção

    Esse é o título que Janot passa a ostentar. 

    Decerto vai ganhar da Veja algum prêmio de “Caráter Ilibado do Ano”!

    O problema é que acham que todos são burros e midiotas. E não é assim! E na hora do MPF mostrar o seu valor, a sua função, se lambuza na corrupção PSDBista. Uma afronta ao país. Janot não vai até o fim do mandato, vai ser obrigado a cair fora, pois não vai entregar a encomenda que fizeram para ele e não vai ter apoio de ninguém. Se ferrou e ferrou com toda a credibilidade do MPF. E isso tudo achando que sua cara de “isento” ia cobrir tudo. A máscara caiu e já estamos imprimindo a fatura!

  88. Se depender das galinhas

    Se depender das galinhas

     Como as galinhas, as nossas elites empresarias e dirigentes, sempre famintas, afoitas e alienadas, sempre procurando encher o papo de milho o mais rápido possível na visão do aqui e do agora, irracionalmente, seguem fazendo o jogo do dono da granja, atropelando a inteligência e a lógica, sem se dar conta do futuro que o granjeiro lhes reserva. Estúpido comportamento bem próprio do sistema capitalista, baseado quase que exclusivamente na crença, na emoção e na fantasia, pouco a ver com as reais necessidades do homem e do Planeta, que envolveria criteriosos e detalhados planejamentos de médio e longo prazo. O que importa é o clima geral de forte e insana crença geral sem espaço para desânimos.

    Esse granjeiro – o dono das galinhas – pode até ser chamado de “Ordem Mundial”, se encontra em ameaçador processo de degradação, bem visível na atual grande crise do sistema capitalista iniciada em final de 2007. Tendo em conta a grave enfermidade da “Ordem Mundial”, ainda não está muito claro como será o planeta Terra no amanhã. Claro que dependerá da nova estrutura econômica mundial a caminho, querendo ou não. Pois que a atual, vai aos poucos rumando para o colapso final por conta de suas inúmeras e insolúveis contradições. Principalmente, pelo desemprego tecnológico tomando conta de todas as áreas e setores da produção e manejo de riquezas, causando massas de desempregados, intelectuais e braçais, em todo o mundo, em sua maioria, a cada vez mais sem chance de arranjar novo emprego com bom poder de consumo.

    Dona Tecnologia é mesmo formidável, desejada e admirada por todos, além do que, não é preconceituosa, pois que demite tanto o trabalhador braçal quanto o intelectual. Com a inteligência artificial e a robótica a cada dia melhores e mais potentes, a insuperável Dona Tecnologia – sem que as galinhas deem conta – vai minando as bases da estrutura capitalista. Exterminando o polo consumidor. E, sem um sideral polo consumidor, forte e saudável, a falência do sofisticado e complexo polo produtor de riquezas e manejos (indústria, comércio, serviços e bancos) será inevitável dado que este polo depende da existência do polo consumidor. Simples assim. Nada complicado.

    E, se depender das galinhas, o novo granjeiro, seguindo sua própria vontade e conhecidas gigantescas ambições, será mais cruel que o atual, possivelmente, numa tresloucada tentativa de implantação de uma ordem mundial liderada pelos EUA, tipo ditadura nazi-fascista logo após a quebra do sistema capitalista, que virá, antes de 2030. Então, a desgraça tomará conta do mundo. Se depender das galinhas.

       

     

     

     

  89. JUSTIÇA À BRASILEIRA – COVARDIA, TRAIÇÃO, SABOTAGEM
    ENGANAR É … Alguns poderiam dizer tratar-se de cara de pau.Outros poderiam achar patético, como eu mesmo.Outros poderiam achar que seria esperteza. Na verdade, é a soma disto tudo. Os caras de pau fizeram a canalhice e cometeram o crime, violando as informações confidenciais, como em um confessionário, que deveria haver entre um cliente e seu advogado. Fizeram isto, como se disso não soubessem. O outro, já qualificado como um juiz federal, chefe do grupelho, colocou/mandou colocar escutas telefônicas clandestinas no Gabinete da Presidência da República e, para coroar seu crime, divulgou aos seus parceiros da mídia cretina, igualmente. E disse que não sabia de nada, mesmo com documentos da empresa de Telecomunicações informando o fato. DUAS VEZES. E mentiu ao Supremo Tribunal Federal em sua patética defesa/pedido de desculpas. Se não fosse uma tragédia, poderia ser uma comédia de pastelão. Fizeram e tiveram o aval da associação deles, a hoje reconhecidamente espúria Ordem dos Advogados, que, como em 1964, mostrou seu oportunismo e suas convicções reacionárias, que beiram ao fascismo.  Estes senhores agem exatamente como a Gestapo, como a KGB, como a CIA ou como nossa repugnante Secretaria Nacional de Informações, o excomungado e não “esquecível” SNI dos tempos da ditadura repulsiva. ARAPONGAS COVARDES E SABOTADORES. Depois de cometida a violência, depois de cometida a violação, depois de cometido o crime, aparecem a pedir, pateticamente, desculpas e a dizer que não sabiam exatamente a quem tinham mandado bisbilhotar, como os velhos arapongas do merdelozo período negro que nosso país viveu tão recentemente. O outro, o chefe da gangue, disse que não sabia das escutas, mesmo que o fato tenha sido a ele informado em dois documentos da empresa telefônica. Ou seja, além de sabotador e golpista, covarde. Que escola de Direito esta gente frequentou? Frequentou? Pode ser nas mesmas universidades em que frequentaram alguns dos jornalistas que trabalham por aí afora. Fizeram seus cursos de pseudo-jornalismo, mais afeito às intrigas, mentiras e fofocas! É uma pena, pois resultaram apenas em arapongas covardes, patéticos, caras de pau, oportunistas, sabotadores, traidores da pátria e com a esperteza dos cretinos. ISTO SIM É ENGANAR.ISTO SIM É GOLPE E GOLPISMO. ISTO É GOLPE SIM! ARAPONGAS PATÉTICOS, COVARDES, SABOTADORES, GOLPISTAS, TRAIDORES ARAPONGAS COVARDES, SABOTADORES, GOLPISTAS, TRAIDORES. #NÃOVAITERGOLPE#ÉGOLPE#RENUNCIATEMER#BRASILCONTRAOGOLPE “A força-tarefa das investigações da Operação Lava Jato informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que foi induzida a um erro que levou ao monitoramento de conversas do escritório de advocacia responsável pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O escritório é chefiado por Roberto Teixeira, que também é investigado na Lava Jato junto com o ex-presidente e seus familiares.A quebra do sigilo foi solicitada ao juiz federal Sérgio Moro com base em um número fixo de telefone fornecido pela empresa de palestras de Lula à Receita Federal, disponível para consulta no site do órgão.” ENGANAR É … – JUSTIÇA À BRASILEIRA? ARAPONGAGEM? FOMOS REDUZIDOS A ISTO? JUSTIÇA BRASILEIRA, CADÊ VOCÊ? >> https://gustavohorta.wordpress.com/2016/04/08/enganar-e-justica-a-brasileira-arapongagem/

     

  90. Nassif poderia republicar de tão atualíssimo
    É lamentável ver repressão substituindo a política na sua responsabilidade de trazer equilíbrio e organização social.

    É perigoso ver o sistema judicial se arvorando a determinar os destinos políticos e econômicos do país.

    Os que pensam que assim se constrói uma democracia, foram enganos por uma mídia com interesses individuais e distanciados do país e da população.

    Os que se aproveitam para golpear serão julgados com a rapidez dos tempos de Internet.

    Os estudiosos já anteviam a desconstrução do Estado para que em seu lugar as corporações determinassem os caminhos da sociedade.

    Neste sentido, o artigo abaixo é Imperdivel:

    Orwell estava certo. Huxley, também.
    Por Chris Hedges

    O debate entre aqueles que assistiram nossa decadência em direção ao totalitarismo corporativo era sobre quem, afinal, estava certo. Orwell (no livro “1984”, publicado em 1949) ou Huxley no livro “Admirável Mundo Novo” publicado em 1932.

    Seria como Orwell escreveu, dominado pela vigilância repressiva e pelo estado de segurança que usaria formas cruas e violentas de controle?
    Ou seria, como Huxley anteviu, um futuro em que abraçaríamos nossa opressão embalados pelo entretenimento e pelo espetáculo, cativados pela tecnologia e seduzidos pelo consumismo desenfreado?…

    No fim, Orwell e Huxley estavam ambos certos. Huxley viu o primeiro estágio de nossa escravidão. Orwell anteviu o segundo.
    Temos sido gradualmente desempoderados por um estado corporativo que, como Huxley anteviu, nos seduziu e manipulou através da gratificação dos sentidos, dos bens de produção em massa, do crédito sem limite, do teatro político e do divertimento.

    Enquanto estávamos entretidos, as leis que uma vez mantiveram o poder corporativo predatório em cheque foram desmanteladas, as que um dia nos protegeram foram reescritas e nós fomos empobrecidos. […]

    Orwell nos alertou sobre um mundo em que os livros eram banidos. Huxley nos alertou sobre um mundo em que ninguém queria ler livros.
    Orwell nos alertou sobre um estado de guerra e medo permanentes. Huxley nos alertou sobre uma cultura de prazeres do corpo.
    Orwell nos alertou sobre um estado em que toda conversa e pensamentos eram monitorados e no qual a dissidência era punida brutalmente. Huxley nos alertou sobre um estado no qual a população, preocupada com trivialidades e fofocas, não se importava mais com a verdade e a informação.
    Orwell nos viu amedrontados até a submissão. Mas Huxley, estamos descobrindo, era meramente o prelúdio de Orwell.
    Huxley entendeu o processo pelo qual seríamos cúmplices de nossa própria escravidão. Orwell entendeu a escravidão. Agora que o golpe corporativo foi dado, estamos nus e indefesos. Estamos começando a entender, como Karl Marx sabia, que o capitalismo sem limites e desregulamentado é uma força bruta e revolucionária que explora os seres humanos e o mundo natural até a exaustão e o colapso.

    “O partido busca todo o poder pelo poder”, Orwell escreveu em 1984. “Não estamos interessados no bem dos outros; estamos interessados somente no poder. Não queremos riqueza ou luxo, vida longa ou felicidade; apenas poder, poder puro. O que poder puro significa você ainda vai entender. Nós somos diferentes das oligarquias do passado, já que sabemos o que estamos fazendo. Todos os outros, mesmo os que se pareciam conosco, eram covardes e hipócritas.

    O filósofo político Sheldon Wolin usa o termo “totalitarismo invertido” no livro “Democracia Ltda.” para descrever nosso sistema político.

    Neste totalitarismo invertido, as sofisticadas tecnologias de controle corporativo, intimidação e manipulação de massas, que superam em muito as empregadas por estados totalitários prévios, são eficazmente mascaradas pelo brilho, barulho e abundância da sociedade de consumo. Participação política e liberdades civis são gradualmente solapadas. O estado corporativo, escondido sob a fumaça da indústria de relações públicas, da indústria do entretenimento e do materialismo da sociedade de consumo, nos devora de dentro para fora. Não deve nada a nós ou à Nação. Faz a festa em nossa carcaça.

    O estado corporativo não encontra a sua expressão em um líder demagogo ou carismático. É definido pelo anonimato e pela ausência de rosto de uma corporação. As corporações, que contratam porta-vozes atraentes como Barack Obama, controlam o uso da ciência, da tecnologia, da educação e dos meios de comunicação de massa. Elas controlam as mensagens do cinema e da televisão. Elas usam as ferramentas da comunicação para aumentar a tirania. Nosso sistema de comunicação de massas, como Wolin escreveu, “bloqueia, elimina o que quer que proponha qualificação, ambiguidade ou diálogo, qualquer coisa que enfraqueça ou complique a sua criação, a sua completa capacidade de influenciar”.

    O resultado é um sistema monocromático de informação. Cortejadores das celebridades, mascarados de jornalistas, experts e especialistas, identificam nossos problemas e pacientemente explicam seus parâmetros. Todos os que argumentam fora dos parâmetros são desprezados como chatos irrelevantes, extremistas ou membros da extrema esquerda.

    Críticos sociais prescientes, como Ralph Nader e Noam Chomsky, são banidos. Opiniões aceitáveis cabem, mas apenas de A a B. A cultura, sob a tutela dos cortesãos corporativos, se torna, como Huxley notou, um mundo de conformismo festivo, de otimismo sem fim e fatal.

    Nós nos ocupamos comprando produtos que prometem mudar nossas vidas, tornando-nos mais bonitos, confiantes e bem sucedidos — enquanto perdemos direitos, dinheiro e influência.

    Todas as mensagens que recebemos pelos meios de comunicação nos prometem um amanhã mais feliz e brilhante. É “a mesma ideologia que convida os executivos de corporações a exagerar lucros e esconder prejuízos, sempre com um rosto feliz”.

    Estamos hipnotizados, Wolin escreve, “pelo contínuo avanço tecnológico que encoraja fantasias elaboradas de poder individual, juventude eterna, beleza através de cirurgia”.

    Serviços básicos, inclusive de educação pública e saúde, foram entregues a corporações para explorar em busca do lucro. As poucas vozes dissidentes, que se recusam a se engajar no papo feliz das corporações, são desprezadas como freaks.
    […]
    A fachada está desabando. As pessoas, a certa altura, terão de enfrentar algumas verdades doloridas e vão perceber que foram usadas e roubadas. Os empregos com bons salários não vão voltar. Os maiores déficits da história humana significam que estamos presos num sistema escravocrata de dívida que será usado pelo estado corporativo para erradicar os últimos vestígios de proteção social dos cidadãos, inclusive a Previdência Social.

    O estado passou de uma democracia capitalista para o neo-feudalismo. E quando essas verdades se tornarem aparentes, a raiva vai substituir o conformismo feliz imposto pelas corporações. O vazio de nossos bolsões pós-industriais, onde 40 milhões de norte-americanos vivem em estado de pobreza e dezenas de milhões na categoria chamada “perto da pobreza”, junto com a falta de crédito para salvar as famílias do despejo, das hipotecas e da falência por causa dos gastos médicos, significam que o totalitarismo invertido não vai mais funcionar.
    […]
    “Nunca mais você será capaz de ter um sentimento humano”, o torturador de Winston Smith diz a ele em “1984”. Tudo estará morto dentro de você. Nunca mais você será capaz de amar, de ter amigos, do prazer de viver, do riso, da curiosidade, da coragem ou integridade. Você será raso. Vamos te apertar até esvaziá-lo e vamos encher você de nós”.

    O laço está apertando. A era do divertimento está sendo substituída pela era da repressão. Dezenas de milhões de cidadãos tiveram seus dados de e-mail e de telefone entregues ao governo. Somos a cidadania mais monitorada e espionada da história humana. Muitos de nós temos nossa rotina diária registrada por câmeras de segurança. Nossos hábitos ficam gravados na internet. Nossas fichas são geradas eletronicamente. Nossos corpos são revistados em aeroportos e filmados por scanners. Anúncios públicos, selos de inspeção e posters no transporte público constantemente pedem que relatemos atividade suspeita. O inimigo está em toda parte.

    Aqueles que não cumprem com os ditames da guerra contra o terror, uma guerra que, como Orwell notou, não tem fim, são silenciados brutalmente. Medidas draconianas de segurança foram usadas contra protestos no G-20 em Pittsburgh e Toronto de forma desproporcional às manifestações de rua. Mas elas mandaram uma mensagem clara — NÃO TENTE PROTESTAR.

    A investigação do FBI contra ativistas palestinos e que se opõem à guerra, que em setembro resultou em buscas em casas de Minneapolis e Chicago, é uma demonstração do que espera aqueles que desafiam o Newspeak oficial. Os agentes — ou a Polícia do Pensamento — apreenderam telefones, computadores, documentos e outros bens pessoais. Intimações para aparecer no tribunal já foram enviadas a 26 pessoas. As intimações citam leis federais que proíbem “dar apoio material ou recursos para organizações terroristas estrangeiras”. O Terror, mesmo para aqueles que não têm nada a ver com terror, se torna o instrumento usado pelo Big Brother para nos proteger de nós mesmos.

    “Você está começando a entender o mundo que estamos criando?”, Orwell escreveu. “É exatamente o oposto daquelas Utopias estúpidas que os velhos reformistas imaginaram. Um mundo de medo, traição e tormento, um mundo em que se atropela e se é atropelado, um mundo que, ao se sofisticar, vai se tornar cada vez mais cruel”.

  91. Se o STF

    aceitar o suposto que Lula foi nomeado ministro para fugir do Moro, estará se auto-colocando como um benévolo julgador ou, um julgador nao qualificado.

     

    •   Você está invertendo os

        Você está invertendo os sinais.

        Imaginar que Lula espera encontrar refresco no STF é partir do princípio de que Moro é um juiz equilibrado. Na verdade ELE SIM é o julgador não qualificado, gritantemente parcial. Só não vê quem não quer.

      • Mas é isso

        que estou colocando. A acusação é que Lula estaria fugindo do Moro que seria implacável quando, na verdade, é um perseguidor que já mostrou que usa métodos ilegais para atingir seus objetivos.

  92. Republicanismo pueril da DILMA e suas consequencias .

    Durante muito tempo  vários eleitores da  DILMA , eu inclusive , fizemos  severas  críticas ao infantil posicionamento dela  em relação à indicação , para a PGR , de  alguém não  afinado  com o pensamento  de  esquerda , em detrimento de  alguém mais  afinado politicamente , o que  seria  algo perfeitamente  lógico e  natural , hoje  vemos  que ela teria outras opções muito melhores  . Ela  teimosamente  insistiu  no republicanismo pueril e indicou  “o primeiro da lista” . Uma  bobagem inominável .Hoje  ela  está  pagando  por esse  erro .  Infelizmente , todos  os que  alertavamos para  a tragédia que  estava  para ocorrer , vemos  nossos temores se realizarem . Colocou um inimigo  para decidir sobre seu destino . Total falta  de  visão . Nunca perdoarei a  DILMA por  isso , embora  esteja  lutando muito  para  não vê-la destituida . Grande parte  da situação atual , do  sofrimento pelo qual estamos  passando ,  é de  responsabilidade  dela  mesma , que  sempre  se  recusou a enfrentar  os  verdadeiros inimigos . Foi  fazer  omelete  com  a periguete das manhãs  globais , não  fez  a lei de médios e  preferiu  o  controle  remoto  , vetou  a lei de direito resposta do Requião ( parcialmente ) , insistiu  na nomeação do Janot  e muitas  outras  besteiras  republicanas  por  ela  cometidas . Foram erros  e  mais  erros , aconselhada por  quem ? Manteve o Cardozo como  ministro  da justiça , que era um zero  à  esquerda . Por  isso  fico  até  espantado  quando  vou  às  manifestações  e  vejo  tanta  gente . É  muita generosidade  da  esquerda  com  quem foi  tão pouco  generosa  com ela . Espero que  ela  tenha  entendido  isso . Se ela  continuar no  governo  , ela  vai  ter  que  mudar  radicalmente , ou  terá uma forte  oposição , aí  de  esquerda  e eu  estarei  na oposição , certamente .

    • Republicanismo da Dilma

      Ninguem que vai as manifestações está lá pela Dilma e sim pela legalidade e defesa da Constituição. mais ainda pela defesa dos direitos conquistados a duras penas.A Ponte para o futuro é clara, se Dilma perder vai haver um enorme retrocesso das conquistas trabalhistas e sociais.Nenhum trabalhador consciente quer isto.