Os conselhos de mestre Wanderley Guilherme dos Santos

Foto Valor Econômico

Maior referência brasileira nas ciências sociais, desde jovem Wanderley Guilherme dos Santos já tinha um profundo faro estratégico. É de 1962 seu famoso estudo prevendo todos os passos que levariam ao golpe militar de 1964.

Com o mesmo faro, ele desenvolveu o seguinte raciocínio para a jornalista Maria Cristina Fernandes, do Valor.

  1. Não há a menor dúvida de que o governo Temer será derrotado nas próximas eleições. Ele e seu campo.

  2. Não há candidato viável à direita, e não há nada que possa ser feito no curto prazo para tirar a profunda sensação de desconforto que toma conta da opinião pública. É só analisar o desespero de Fernando Henrique Cardoso lançando Luciano Hulck.

  3. Bastará, portanto, as esquerdas se unirem em torno de um candidato. Será como bater pênalti sem goleiro.

Em vez de se prepararem para as eleições, jogam todas as fichas em Lula, cuja candidatura vive o seguinte paradoxo:

  1. Lula se diz perseguido pela Justiça. Ninguém razoavelmente isento duvida disso.

  2. No entanto, deposita na Justiça a possibilidade de sair candidato.

Como assim? Monta-se uma estratégia em que o futuro das eleições passa a depender exclusivamente de um Poder que já deu mostras abundantes de ter lado – e não é o lado de Lula, nem das esquerdas.

Para se pensar.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Lula voltou e é hora de construirmos a virada, por Ion de Andrade

65 comentários

  1. Pior do que isso …..

    1) para  a esquerda , bastaria se unir em torno de um nome. Entretanto , os egos da esquerda não querem se unir em torno de um único nome. Cada um quer disputar por si mesmo. 

    2) E o desespero do tucanato , da Globo , dos banqueiros e dos generais ficará assim , passivamente ? Ou isso quer dizer : as eleiçoes correm consideravel risco ? 

    Mais uma vez o projeto brasileiro naufraga . 

  2. A união da esquerda

    Em quem se deve confiar: em um teórico, que analisa os fatos a partir de sua visão individual de mundo, ou em um pragmático político, o maior perdedor (experiência que conta) e o maior ganhador de eleição da história deste País (experiência que conta mais ainda)? Me parece que confiar na segunda opção é bem mais plausível.

    A propalada união da esquerda precisa ser examinada com cuidado. O pragmatismo de Lula tem evitado contrariar a proliferação de candidaturas de esquerda. Nesse ponto, é bom lembrar que os debates televisivos têm tido uma força inquestionável. Assim, unificar a esquerda no primeiro turno poderia significar uma tremenda derrota, pois colocaria todos os candidatos da direita e do centro (serão vários!) contra a esquerda, a qual ficara em uma desconfortável posição meramente defensiva.

    Por outro lado, é indispensável que haja uma sintonia no discurso dos candidatos de esquerda, evitando-se o famoso fogo cruzado (o que não tem sido observado por Ciro Gomes, por exemplo). Nesse sentido, é compreensível o apoio de Lula a Guilherme Boulos, pois, além de ser alguém de sua confiança, essa candidatura impede que o PSOL lance candidatos que joguem por terra essa harmonia necessária ao discurso da esquerda, evitando sua fragmentação. 

     Veja abaixo trecho de um comentário que postei referindo a outros textos de análises políticas publicados neste espaço, o qual parece esclarecer a posição atual do Partido dos Trabalhadores, a qual me parece acertada:

    “É imperativo insistir na candidatura de Lula, em quem o PT deve apostar todas as cartas, até o último instante. Esgotadas todas as possibilidades, se inviabilizado o registro de candidatura, a opção clara a ser seguida é a substituição de Lula por Jaques Wagner, no último minuto, no último segundo permitido pela legislação eleitoral. Nenhum candidato se parece mais com Lula do que o ex-governador da Bahia e nenhuma liderança política atual, do PT e de toda a esquerda, tem o preparo, a experiência e o carisma do político baiano. Para além disso, Jaques Wagner é um articulador político de méritos inquestionáveis. Pesa a seu favor não apenas ter derrotado o carlismo na Bahia, mas também suas seguidas vitórias eleitorais no âmbito estadual, só comparáveis às de Lula no plano nacional. Apesar de ter realizado um governo apagado (na minha opinião), conseguiu se reeleger e emplacar seu substituto, o qual, apesar de ser um político de pouca expressividade (minha opinião novamente), chega ao final do mandato com força suficiente para conseguir sua reeleição. Quanto a Fernando Haddad, apesar de ser um grande quadro político e de ter realizado uma administração com reconhecíveis méritos frente à Prefeitura paulistana, ficou marcado eleitoralmente por uma fragorosa derrota diante de um medíocre candidato (opinião pessoal também), um outsider da política, um impostor com um discurso artificial e midiático. Por isso, não tenho dúvidas que Jaques Wagner é a opção cristalina que se apresenta. Conseguirá, se eleito, fazer um bom governo? Capacidade pessoal, acho que não falta, mas me parece que essa resposta depende de fatores diversos, cujo elemento essencial está em torno da capacidade de reaglutinação da esquerda e de composição de um novo governo para o qual será imprescindível repetir alianças táticas até com setores da direita. Para tanto, o novo presidente e a esquerda de modo geral somente serão bem sucedidos se forem capazes de realizar uma severa autocrítica com o intuito de evitar cometer os mesmos erros, os mesmos equívocos, os mesmos deslizes vistos nos governos de Lula e Dilma.”

  3. Camaradas,
    creio que esse

    Camaradas,

    creio que esse posicionamento acerca do naufrágio da direita, em especial do Temer, é profundamente equivocado. Como disse o Raul Jungmann, a segurança pública hoje se assemelha à inflação dos anos 90. Assim (conclusão minha, não do Jungmann), basta que essa intervenação no Rio apresente resultado, que o Bolsomito vai ser catapultado às alturas (por conta da confirmação de sua plataforma de governo-samba de uma nota só), bem como aquele que o Temer indicar como sendo o pai da criança (quem sabe  o próprio Jungamann). E isso, frente à fragiliade histórica das esquerdas quando o assunto é “segurança pública” vai dar um nó na cabeça dos amigos dos diretos dos manos…  

  4. Roleta portuguesa

    A aposta de alto risco do PT, “Lula até o último minuto”, tange o precipício, ao lançar um nome a poucos dias das hipotéticas e meladas eleições, confiando apenas na transferência dos votos. Arriscado é pouco, diria que já deixou de ser uma roleta russa, mas sim uma roleta portuguesa (5 projéteis no tambor de 6). 

    • Sabe meu amigo,a minha

      Sabe meu amigo,a minha intelectualidade não permite que eu perca minha compustura,certo.Mas tudo tem um limite.Sabe como eu lhe respondo:Pimenta no dos outros é refresco,por isso que você blasfema:”Lula até o ultimo minuto”.Eu lhe corrijo:Até o ultimo segundo,por que não existe PT,existe Lula.

    • Enrustido?
      Ei, Fernando J, com esse seu comentário de profundeza milimétrica, vc demonstra ser alguém preconceituoso ou/é um coxinha enrustido.

  5. Se nao for Lula, perseguirao outro

    Porque a democracia nao é o forte da direita

    Quanto tempo mais Lula resistir, menos tempo terao para tentar enterrar quem for sucede-lo, vide o que fizeram com Wagner.

  6. Alto lá seu Nassif.Quem

    Alto lá seu Nassif.Quem trouxe essa discussão para aqui foi o acima assinado.Eu teria direito de pelo menos pedir que a entevista fosse  exposta na sua integra?Agora começo a entender a pusilanimidade de certos comentaristas daqui.Fiz um comentario sobre esta entrevista ontem,em  cima  do artigo de Nassif sobre um tal de Romullus.Recebi 5 estrelas no ato.Estranhamente as estrelas começaram a desaparecer.Tá explicado.Bastou Nassif achar a  entrevista do Prof.Santos a oitava maraviilha do mundo para o refrão do hino da ACCEBLON comer no birro:Aonde a vaca vai,o boi vai atrás.A entrevista do Prof.Santos é um desastre ferroviario,pelo menos em relação a Lula,quando ele nega a Lula o direito de  continuar  sendo candidato,coloca uma venda nos olhos e grita a pleno pulmões:”Lula que se exploda”.A entrevista dele foi criticada por uns,e omitidas por outros,acho que em respeito a sua idade provecta.O Professor Santos é uma das maiores autoridades da Ciencia Politica Brasileira,certo.Mas por isto não erra?Outro Professor,esse o Prof.Luiz Pinguelli Rosa disseca bem esse assunto hoje,quando trata da “infabilidade” do Poder Judiciario Brasileiro.É,parece que a maré não está para peixe,e desandamos de vez.PQP meu louro. 

  7. O óbvio mais do que ululante,

    O óbvio mais do que ululante, esse cenário já está posto a mais de um ano, só é cego pra essa realidade quem quer. Por mais que alguns petistas e a militância relutem, mais cedo ou mais tarde a ficha acabará caindo que o caminho natural e inevitável é Ciro Gomes. 

  8. O problema é que a batalha agora precisa ser travada nas ruas

    Pois é, mas e ai, deixa-se então que Lula va preso e o PT e demais esquerda toquem o bonde ? Essa estratégia adotada por Lula e seu partido tem a incumbência de que sua condenação arbitraria, sua perseguição politica não caiam no esquecimento, de que seja preso e a roda que continua a girar. Dirão os pragmaticos ou céticos, faz parte da vida, Maria. Pois é, mas eu aprendi com meu pai que nem tudo é pragmatismo e que ha momentos de luta renhida na vida e de que companheiros leais não se abandonam pelo caminho.

  9. Bom, como a esquerda, nesse
    Bom, como a esquerda, nesse país triste, nunca se uniu nem pra cantar Parabéns, a conclusão a que se chega é que vai ter goleiro, mas não vai ter ninguém pra bater o pênalti.

  10. Pensei ! 
    Aceito o conselho

    Pensei ! 

    Aceito o conselho do Mestre. A partir de hoje trabalharei para que Lula abandone a candidatura. Se ele for condenado e preso que assuma a responsabilidade de ter querido alguma mudança no país e mofe os 12 anos em Curitiba. Ainda mais agora que não tem filho para criar nem mulher para amar. “Pobrema” dele. Mas reinvindico garantia do STF, da PGR, dos Militares, dos Bispos de todas as Igrejas, do Congresso, da OAB, dos EUA, com endosso dos frequentadores do Itaquerão e de outros estádios, de que haverá eleição no final do ano, e de que o resultado será respeitado. Sem essas garantias vou de Lula. Ruim com ele, pior sem ele.

    • Tudo bem Duduoutro,você é

      Tudo bem Duduoutro,você é brother.Tu deve “trabalhar’ duro a partir de hoje para Lula abandonar a candidatura,certo.Imagino que você seja Presidente de algum nanico e detenha 15 segundos no horario eleitoral gratuito,e controle bor baixo uns 100.000 votos validos,por obvio,excluido os brancos e nulos.Ruim com ele,pior sem ele,por isso mesmo boto mais fé no Outro.

      • Every very good, my big

        Every very good, my big brother ! Escrevi em inglês, nem sei se está correto, porque é pura mentira, caro Juninho. Está tudo é uma merda só. Mas veja bem, nem é entrelinha, está na linha mesmo : “Vou de Lula”. O resto é bobagem para não ferir suscetibilidades dos  que veneram o grande mestre, que teria previsto o golpe de 64. Só que deu em nada, o golpe de 64 aconteceu, com previsão e tudo. E liquidar Lula antes da hora é tudo que os golpistas almejam. Eu também prevejo que Lula será alijado, mas que seja na undécima hora, com altivez e dignidade, como ele vem fazendo. Me parece até ingenuidade alguém pensar que se Lula desistir, indicando Haddad/Requião/Ciro/Juninho as coisas se normalizarão. A ver, aguardemos. Grande abraço !

  11. Mais respeito ao septuagenário senhor

    Não fosse a vaidade do xerife e seu bando ao levarem o Lula naquela coercitiva, não teria havido golpe, somente o impixi da presidenta; muito menos essa pífia resistência. O golpe não seria visto na tv, como não foi, e nem mesmo, timidamente, por aqui na blogosfera.

    O jogo é esse, a jogada era essa mesma, falta agora a resposta do povo nas ruas, ou vamos todos permitir o encarceramento do maior líder popular do Brasil e do mundo na atualidade?

    O Partido dos Trabalhadores fez o que mandava o figurino, cumpriu até aqui as regras da democracia; o desrespeito ao contrato partiu da elite e da plutocracia, sustentadas pelas mídias (rede esgoto à frente – como há décadas), as polícias, o exército e o poder maior e $upremo da sociedade, o judiciário. O apito do juiz, nessa altura da partida, não significa mais nada, ecoa no vazio.

    Pois é, mas eu aprendi com meu pai que nem tudo é pragmatismo e que há momentos de luta renhida na vida e de que companheiros leais não se abandonam pelo caminho.

     

  12. Sei, e aí coloc-se quem?
     
    O

    Sei, e aí coloc-se quem?

     

    O tucano enrustido? E deixa-se Lula ir preso? Vcs deixariam Joana D´Arc ser queimada viva? Deixariam Tiradentes ser esquartejado? Jesus ser cruxificado? 

    Contem outra senhores……………..

  13. E quem falou que permitirão

    E quem falou que permitirão que a bola entre se a esquerda bater o penalti? O juiz autoriza um dos bandeirinhas a ir para o gol e faz o penalti ser batido quantas vezes forem necessárias até que bandeirinha-goleiro defenda ou o cobrador chute pra fora. Alguém acredita que aceitarão abrir mão do poder depois de tanto trabalho e gastos para toma-lo na marra? A insistência na candidatura de Lula não é importante por causa da eleição, mas para desmascarar a farsa, mostrar ao mundo que estamos numa ditadura e a “democracia” é só de fachada. O objetivo da eleição é legitimar o golpe e “eles” não irão jogar limpo. A eleição não vai mudar em nada aquilo que os golpistas e seus parceiros planejaram para o futuro do brazil.

  14. Não sei se podemos reduzir o

    Não sei se podemos reduzir o raciocínio dessa maneira. Lula é uma entidade sobrenatural e qualquer exercício de prognóstico sem sua presença no pleito não me parece algo tão fácil.

    Mesmo havendo uma conciliação entre as esqierdas em torno de um nome acordado, isso não me parece garantir que esse nome absorva todos os possíveis votos que Lula obteria.

    • Tem que explicar para esses

      Tem que explicar para esses intelectuais o seguinte:

       

      em linguagem de boteco, que tanto detestam: o povo não quer votar na esquerda, quer votar no Lula, a maioria das pessoas não se dividem assim na hora de votar, isso é papo furado de intelectual. Lula com seu governo ganhou a simpatia do povo mais humilde, é um dos nossos……. 

  15. O candidato viável é Ciro

    O candidato viável é Ciro Gomes, mas a esquerda, principalmente o PT, não o tolera por suas críticas (verdadeiras aliás)
    ao próprio PT e ao Lula.

    Com o campo progressista rachado dessa forma vão entregar a eleição de bandeja ao Bolsonaro.

  16. Sucessão de Lula

    O problema é que Lula não preparou um herdeiro, ou não quer deixar um herdeiro.

    Vai se aproximando o dia em que terá que fazer isto na marra. 

  17. DÚVIDA:

    Alguem me explica, por que o Ciro:

    1 – Não cala a boquinha dele, 

    2 – Apoia o Lula publicamente,

    3 – Costura um acordo paralelo com o PCdoB (com a Manuela ou o Flavio Dino de Vice).

    4 – Fica quieto e lança a chapa quando o Lula for impedido de concorrer (porque ele será impedido). 

    5 – Corre pro abraço com a faixa presidencial ?

    • Me parece que ele, como muita

      Me parece que ele, como muita gente (Luciana Genro, por exemplo), acredita que atacando o Lula vai conseguir alguns votos a mais. Ele, Ciro, acha jque vai ganhar alguma coisa junto ao pessoal mais à direita. A Luciana Genro eu nem sei se está pensando em voto, afinal, se orgulham de não ter voto quase nenhum. São os falsos valentes, que atacam quem não quer briga; atacam o Lula porque não têm coragem de confrontar a direitona que quer acabar com a raça deles

    • a natureza do escorpião

      Sabe aquela fábula do escorpião que se afogou por ter picado o animal que o transportava na travessia do rio (não lembro qual era o bicho)?

      Bom que seja assim porque, agora, quem quiser votar em Ciro, tudo bem, mas não venha me dizer que votou na esquerda. A máscara mal colocada caiu de vez. Ser desaforado não é ser de esquerda. Olha a história desse cara!

  18. É claro que o Luna NÃO
    É claro que o Luna NÃO acredita na justiça. Ele faz o jogo do politicamente correto

    Quando ele diz que acredita na justiça , e a justiça é sempre contra ele,é uma forma( indireta) de jogar o povo contra justiça. É a prova que é perseguido.

    Por isso sempre diz, acredito na justiça. Mentira , não acredita. Ele só quer frisar que é perseguido .

  19. enquanto não entendermos que

    enquanto não entendermos que a esquerda no Brasil é o PT não iremos a lugar nehum. Se tirar o PT o campo que se chama esquerda no Brasil não enche uma kombi. PDT e PSB não são de esquerda e o resto não tem significância.

  20. Não compreendia porque diabos

    Não compreendia porque diabos Lula e sua defesa continuavam apostando que podiam ganhar alguma coisa no Judiciário, se tudo e todos já deixaram claro após o julgamento do TRF4 que negarão 101% de seus pedidos. A estratégia de Lula não tinha ficado clara até suas falas nos eventos de ontem. Nos eventos de ontem Lula deixou claramente transparecer que sua estratégia será aceitar passivamente ser preso e ficar choramingando para quem ainda quiser ouvir que ele é um preso poítico. Parece que o “animal político” nunca consegiu entender que toda essa operação chegou até esse ponto justamente por que ele e toda a esquerda em cascata se mostrarem verdadeiros cordeirinhos passivos que aceitaram e aceitarão qualquer ordem por mais estapafúrdia e injusta que for de qualquer um dos três poderes. Lula parace ter esquecido que a tentativa de sua deposiçao em 2005 só não vingou por que ele gritou em alto em bom som que se fosse derrubado racharia o brasil ao meio, ou alguém acreditou na versão da esquerda caviar e tucanos enrustidos que a direita queria ver Lula e o PT “sangrar”? Lula teve a faca e o queijo na mão após a condenação no TRF4, havia dezenas de milhares de pessoas ávidas por um comando para inicar uma rebelião real. Ao contrário do que muitos da esquerda caviar apregoam, não é preciso milhões para começarem uma revolta, basta alguns milhares para darem o exemplo, e com a situação de insastifação geral o efeito manada seria avasslador. Se tivesse tido um pingo de coragem Lula poderia ter rejeitado ali essa aberração do judiciário e montado uma oposição que realmente daria medo na direita/judiciário, fazendo esses pensarem com muito mais cuidado as suas arbitrariedades seguintes. Lula já se conformou e aceitou ser preso, seu poder de tranferência de votos é considerável mas nem de longe é capaz de decidir a próxima eleição, que sim vai ocorrer e que será entregue de bandeja para qualquer “novato/desconhecido” que receber apoio do poder de fato do Brasil (Globo) como Marina e Bolsonaro. Que 2018 fique para história como o ano da queda total da esquerda mais bunda mole e covarde do mundo, que vai cair, ser perseguida, presa e morta sem ter feito um único quebra-quebra, invasão ou luta armada contra os opressores.

  21. Confesso, Nessa, Não Sei a Que Interessa Wanderley

    Nessa altura do campeonato do ano passado, os golpistas imaginavam terem, através da operação jurídica-midiática lavajateira, destruído Lula e o PT, preparando-se para através da eleição em 2018, legalizarem o golpe, estabilizarem o governo e prosseguirem no poder e nas reformas que restabeleceriam o Brasil dependente, entreposto comercial e colônia.

    Os golpistas não apenas falharam e não conseguiram, como foram obrigados a intensificarem a persecução jurídica-midiática, pois Lula venceu-os ao não submergir aos golpes desferidos e, pior, além do golpe permanecer atolado, pelas lambanças e exageros na viabilização do mesmo, consolidou-se como candidato ímbatível na eleição de 2018, segundo as pesquisas.

    Essa situação inesperada deixou-os em ‘snooker de bico’, pois sem vencerem a eleição não conseguem legalizar o golpe, estabilizar o governo, desencalhando-o do atoleiro em que se encontra, e manterem-se no poder e, pior, não mais conseguem impedir que Lula, livre ou preso (o último recurso e dúbio, que lhes resta), prossiga candidato antes da segunda quinzena de agôsto, quando então impedido, passaria a candidatura a quem destinado substituir-lhe na urna, mantendo-se assim o snooker dos golpistas, a quem só restaria, cancelar as eleições, sem o que seriam despachados do poder.

    Então, nesse cenário factual existente, pergunta-se a Wanderley: 

    Qual mesmo a razão para darmos de bandeja a eles, a sete meses da eleição, a situação de Lula não mais candidato, na posição de favorito disparado, que tanto batalharam para destruir, não poupando ‘recursos’, e não conseguiram?

    Com Lula não mais candidato, a sete meses da eleição, se preso como iria apoiar efetivamente o candidato a ser ‘construído’ e então não favorito, e quem, quando e como, chegaríamos a esse candidato, sem perdas e danos colaterais? 

    Qual mesmo a razão de Lula não mais candidato, se sabemos que, a depender dos golpistas, só haverá eleição em 2018 se garantido que vencerão e portanto o foco agora não deve ser apenas a campanha para ‘construír’ o candidato e sim garantir-se antes que haja a eleição e Lula candidato pronto, já reune essa força política que deve ser movimentada exatamente para garantir a eleição, via pressão popular e não para construir nova e imprevisível candidatura para uma eleição que não haverá sem pressão das ruas, caso fique claro que não vencerão?

    ‘Lula’ é marca consolidada e pronta para vencer a eleição em 2018, daí o desespero golpista, antevendo a impossibilidade de vencerem, legalizarem o golpe e viabilizarem o governo, via eleição. 

    Pouco importa se na urna a foto será a do Luis Inácio, do Haddad, Jaques, Amorim ou do porteiro do diretório do PT, o que importa é o próprio candidato favorito permanecer na campanha de candidato e de garantir-se a eleição, nas ruas ou na prisão, até a undécima hora permitida, quando então entra o ‘Lula’ indicado para vencer e derrotar o golpe, através da garantia do povo, sem o que, ‘avançará’ o golpe, aprofundado sem eleição, rumo ao imponderável.    

  22. A entrevista completa pode

    A entrevista completa pode ser lida no tijolaço ou no press release do exército. É muito interessante e vale a pena ler. Diria que a leitura é obrigatória para quem tem algum interesse no futuro político de curto prazo do país.

    Nassif, porém, se esquece de citar um ponto importante da entrevista. Em determinado momento, ele alerta que o maior risco não é esse de a esquerda perder as eleições por conta de Lula estar impedido de disputá-las. O maior risco é outro, o de o atual governo arrumar uma desculpa para não cumprir o calendário eleitoral tal como deveria. E cita de cara que uma declaração de guerra contra a Venezuela poderia dar a Temer a possibilidade de assim fazer. Ele não cita outras mas imagino que existam outras possibilidades. Ele também fala da vulgarização do debate político no Brasil, criticando a esquerda também, que tem se revelado incapaz de discutir com o outro lado. E por último fala que só com muita imbecilidade ela perde a próxima eleição, já que o outro lado cometeu suicídio.

    http://www.tijolaco.com.br/blog/wanderley-guilherme-dos-santos-e-tragedia-brasileira/ http://www.eb.mil.br/web/resenha/display/-/asset_publisher/9B8IpAnDp1we/content/um-pais-nas-maos-do-aca-1

    • Pois é

      É extamente isso.

      Esse texto é um fragmneto da entrevista que ele deu no Valor e publicado no Tijolaço.

      Foi a coisa mais horrorosa que já li desse sujeito.

      Não fala lé com cré.

      É incrivel!

      Esses caras  tem o “dom” da premonição, se acham pitonisas, mas não conseguem elaborar estratégias nenhuma para antecipar os desastres “anunciado”?

      É bem aquela história: tá vendo, eu não disse que ia acontecer?

      E daí?

      O que resolve?

      Nada.

      E colocam a culpa só nas esquerdas.

      E o que o senhor Wanderley está fazendo?

  23. Será que Lula já não teria

    Será que Lula já não teria assumido o papel de “boi de piranha” para proteção de algum candidato de esquerda que ele mesmo indicará para seus eleitores?

    Penso que Lula, assim como Getúlio, já tem claramente a noção de seu papel histórico e está disposto a se sacrificar.

    Creio que pessoas como Lula tem pensamento diferente de pessoas comuns. Todos seus algozes e perseguidores são pessoas comuns.

    FHC é pessoa comum.

    Moro, comum.

    Grande parte do judiciário golpista, comuns.

    Barões da mídia, comuns.

     

    • Essa eleição não será sem

      Essa eleição não será sem Lula. Isso é impossível. Se Lula for preso, se for esquartejado em praça pública, se tornar-se asilado político, se for mandado para saturno…não importa. Ele será a figura e a ideia central dessas eleições. Ele vai transferir seu imenso capital político para quem ele apontar (Ok, menos para Ciro Gomes. Por que esse, nem o Lula mandando). O problema, e é aqui que considero a análise do WGS realmente muito otimista, é que talvez não vai haver eleições. Porque, como todos sabemos, não é só o judiciário que tem lado. As FAR também têm. Neste momento, tudo leva a crer que os milicos estão por um fio de virar a mesa, dispensar seu comparsa temeroso, e assumir pessoalmente a ditadura, como em 64. 

  24. Simples assim…

    Vamos encarar a realidade. A direita não tem um candidato. Estão procurando alguém e se não acharem vão fazer

    um pacto com o Bolsonaro. Nesse pacto estarão incluídos, juízes, empresários, mídia (lê-se Rede Globo), MPF, Policia Federal.

    A pauta a ser atingida quando chegar ao poder é simples. Exterminar os partidos de esquerda, os sindicatos, as greves,

    os grêmios estudantis e detonar de vez a previdência. Se houver protesto o exército entra e dá sustentação.

    Simples assim.

  25. Simples assim…

    Vamos encarar a realidade. A direita não tem um candidato. Estão procurando alguém e se não acharem vão fazer

    um pacto com o Bolsonaro. Nesse pacto estarão incluídos, juízes, empresários, mídia (lê-se Rede Globo), MPF, Policia Federal.

    A pauta a ser atingida quando chegar ao poder é simples. Exterminar os partidos de esquerda, os sindicatos, as greves,

    os grêmios estudantis e detonar de vez a previdência. Se houver protesto o exército entra e dá sustentação.

    Simples assim.

  26. Na analogia do

    Na analogia do futebol…nenhum juiz apitará penalti para a esquerda. E o gol não deixará de ter um “armário” como goleiro. E as trapaças vão seguir soltas e cada vez mais virulentas.

    Ele sabe que não será candidato. Então, o portal a ser transposto é estreito e o tempo de abertura será (se efetivamente o for) mínimo. O cálculo é esse, o homem sabe e está com a estratégia clara na cabeça. Não significa que não errará, que não sabe da sua infalibilidade e da possibilidade de suspenderem o “jogo”.

    • corrigindo…falibilidade.
      E

      corrigindo…falibilidade.

      E tem mais, é jogo com uma só torcida no estádio e pronta pra invadir o campo se algo nao correr como esperado.

  27. Se as eleições fossem daqui a quatro semanas, era de se ……

    Se as eleições fossem daqui a quatro semanas, era de se começar a pensar o que fazer, agora é pura perda de tempo.

    Se o Lula chegar a estas quatro semanas com 70% de aprovação, o que pode acontecer com a economia internacional ninguém sabe, se isto, se aquilo.

    Uma coisa é certa, a economia não vai dar um salto, o desemprego vai aumentar, as empresas vão falir, …… , em resumo as condições não são nada estáveis, qualquer cenário antecipando fora do básico, ou seja, tentar manter o Lula nas eleições, é pura especulação.

    • deveria

      Se o Lula quiser uma vitória final nesses golpistas, é o que deveria fazer. A história registraria: Lula foi eleito, reeleito, elegeu duas vezes sua sucessora que sofreu um golpe parlamentar e após injustas condenações, elegeu mais um presidente, tendo uma das mais jovens e brilhantes lideranças do partido que fundou como vice.

  28. Como se já não bastasse a

    Como se já não bastasse a Direita procurando o seu jeito de aniquilar Lula, com suas mentiras, agora vemos Nassif cevar “piranhas” à esquerda para que o façam, ou auxiliem a direita a isto, reacendendo artigo maroto de Wanderley.

    O mínimo que pode fazer Lula, a pessoa, é se defender das injustiças que sofre. É um direito que tem, como cidadão. Se não o fizer, dará reconhecimento de suas culpas (inexistentes) ao inimigo.

    Além disso, pelo lado da estratégia, e conforme as pesquisas de hoje (CNT) Lula seria imbatível. Por quê deveria o candidato mais forte desistir de sua candidatura? Para que tudo pareça normal para a Direita e para o povo, sabendo-se que não?

    O problema de Wanderley é o de que ele parte do princípio de tudo está dentro do normal e dos ditames constitucionais. Ele sabe que não é verdadeira sua tese, mas nela insiste por achar que Lula ao se defender, e a sua candidatura, acirra os ânimos dos golpistas e, principalmente, dos salafrários do Judiciário. Então diz que o slogan “Eleição sem Lula é Fraude” está incorreto, pois ela, a “Fraude”, não existe.

    Botando as coisas em seu devido lugar, realmente a “Fraude” nem mais existe por ter se tornado obsoleta.

    Deveria, desde já, estar substituída por “Golpe”. É disto que se trata. Seria vergonhoso para a esquerda ou progressistas coonestar isto.

    Se Wanderley foi grande, ainda jovem, ao perscrutar o golpe de 1964 e anteceder aos seus passos, desta vez parece mais estar enganado, ou enganando-se.

    Longa vida e liberdade a Lula.

    Sem Mães Diná!

  29. Essa eleição será um um

    Essa eleição será um um penalti sem goleiro se ela for “geopolitizada”.

     

    Nunca houve na história desse País uma oportunidade tão favorável para mostrar a população a conexão entre o imperialismo financista do Atlântico Norte com os processsos de entrega das riquezas nacionais e com empobrecimento da população. As ações do governo Temer e o próprio tom dos debates políticos tornam tudo muito óbvio. Essa eleição tem que ser um grande processo pedagógico a esclarecer a população sobre a relação entre os resquícios da escravidão e a inserção do Brasil no cenário internacional como um país exportador de matérias primas e sem mercado interno forte – um país de viés escravocrata é um país sem mercado interno forte.

    E a direita quer um Brasil fraco e desmoralizado – é isto que tem que ser mostrado para a população – e é isto que o governo atual e a direita como um todo estão fazendo – nunca foi tão óbvio que é isto que eles fazem. 

    O momento agora é de fechar uma trinca em torno do Lula – Samuel Pinheiro Guimarães, Celso Amorim e Requião – em uma situação ideal, esses três estariam filiados ao PT e começariam a estar e a aparecer junto ao Lula sempre. 

    Escravidão e Geopolítica – em torno disto deve estar a campanha – e o tom deve ser de reconstrução – criar um novo país – deixar para trás o vexame que tem sido os últimos anos e passado servil e escravocrata que nos assombra. 

     

     

  30. Fórmula

    Ah! tá bom.

    Tire Lula da disputa.

    Tire Lula apoiando um candidato.

    O que sobra?

    O penalti mais fácil para a direita.

    E sem goleiro.

    O senhor Wanderley tem uma fómula mágica?

  31. Acho que só deixarão Lula

    Acho que só deixarão Lula disputar a eleição se Lula vier a ser preso ( e esse o objetivo de grande maioria do judiciário que faz parte do golpe – encabeçado pela anêmica Carmen Lúcia  ) e isso fazer com que entre no tabuleiro a única peça que até agora não participou desse xadrez trágico = o peão, o povo de verdade. E se começarem manifestações que se rivalizem com a dos coxas-trouxas, isso deixará os que mandam no país com  duas opções = ou mandar as Forças Armadas pra cima do povo ou permitir que Lula dispute a eleição de 18. E se a escolha for deixar Lula disputar, os que mandam farão uma campanha que vai tornar a do Collor 89 civilizada. E não tenham dúvida = essa nossa elite miserável, num segundo turno Lula e Bolsonaro, que seria o cenário mais provável, apoiarão o nosso Duterte caboclo de corpo e alma vendida ao diabo. 

  32. O PT achava …

    O PT achava que podia se aliar ao PMDB e usá-lo enquanto fosse o caso.

    Deu no que deu.

    Tive um professor de TI que passava questões e dizia.

    -Não mesnosprezem o problema !

    A soberba precede a queda.

     

  33. Ajudaria se Lula já montasse
    Ajudaria se Lula já montasse o “governo da memória’com todos os ex-ministros e suas Grandes estórias soberanas e nos informasse sobre grandes coisas ocorridas em seu governo,precisamos saber pois nós do povão temos memória curta e pouca informação e a direita sabe muito bem disso!

  34. O Judiciário brasileiro não é suicida…
    Nassif, pensando: Esse “bastará as esquerdas se unirem em torno de um candidato. Será como bater pênalti sem goleiro” parte do pressuposto de que os golpistas aceitarão perder para qualquer um que não seja o Lula – justamente o candidato mais conciliador e capaz de tudo para evitar confrontos e anti-coalizões. Mais estranho que isto é o “paradoxo” de Lula depositar na Justiça a esperança de ser candidato, quando é essa mesma Justiça que o persegue. Parte-se do pressuposto que todos magistrados não enxergam o crescente descrédito e revolta da população contra o evidente partidarismo de um Judiciário apanhado em flagrante defesa de seus privilégios e penduricalhos enquanto a Nação é consumida pela insegurança econômico-financeira, desemprego e perda de direitos duramente conquistados. O primeiro candidato que se propuser a acabar com esses privilégios ganhará o apoio da maioria de um eleitorado favorável à igualdade e isonomia entre os poderes, pois afinal quem elege os juízes, ministros e demais membros desse Judiciário que manda em tudo e em todos? Em síntese, a tática de Lula confiar na Justiça dá à maioria dos membros do Judiciário uma chance de reagir à imagem de ditadores togados e desonestos, de dar o exemplo e cumprirem o que preceitua a Constituição, se tornando iguais aos demais cidadãos. Insistir em tornar Lula presidiário sem provas é vestir a pele de bodes expiatórios co-responsáveis pelos males que afligem a população; é a sua transformação em persona non gratas e sujeitas ao repúdio coletivo, nacional e internacionalmente. Ou seja, Lula está certo, Wanderley Guilherme dos Santos, errado.

  35. Lula candidato centraliza o Golpe nele e ajuda nossa vitória.

    Eu penso que Lula deve ser candidato até as urnas, solto ou preso candidato. Se não tivermos forças de mantê-lo candidato se apresente o candidato de Lula o mais próximo do pleito, apresenta-lo antes é entregar ouro ao bandido.

    A candidatura de Lula garante a centralidade dos ataques à esquerda, vindas da velha mídia capitaneada pela Rede Globo na figura de Lula.

    Ao se adiantar qualquer candidato do Lula para o eleitorado, este será detonado como Lula é hoje. Pois, sem Lula candidato até quando for possível, todo candidato ou do Lula ou que for de esquerda e herdar os votos de Lula será a bola da vez, será massacrado pela Rede Globo & velha mídia e terá sua condução coercitiva, invasão do lar e até prisão televisionada e será corrupto aos olhos do Tribunal Midiático brasileiro.

    Estamos em um Golpe e Golpe não tem legalidade nenhuma. Não há leis, Estado de Direito, Constituição. Nem sequer responsabilização por atos cometidos ilegalmente por motivos político-eleitorais. Todos viram corruptos da noite para o dia em um Estado de Exceção, ainda mais neste processo Golpista que visa ir além da economia ultra neoliberal, visa acabar com a esquerda brasileira.

    Vão detonar todos os candidatos progressistas, o de Lula e os de todos os matizes das esquerdas com votos para chegarem no segundo turno, se Lula sair agora da disputa, e terão Globo & Cia. + Judiciário e PF aliados do Golpe tempo de sobra para a destruição de todos os que surgirem com votos.

    Lula candidato é centralidade de discursos de Brasis possíveis, o que estava dando certo e o que não está dando certo. É a narrativa das realidades distintas em destaque, para além da máscara midiática, que sem Lula, agora, pode zerar o jogo eleitoral, porque sobram 7 meses para Eleição e se facilitará a construção da alternativa do candidato “novo”, na medida exatamente proporcional em que se detonará o candidato do Lula, todos que aparecerem e outros contrários ao Golpe. Teremos um Jaques Wagner por dia!

    7 meses é tempo suficiente para a fragmentação do “candidato do Lula” em vários candidatos.

    Cresceu! Levou! Seria a tônica dos golpistas para com os candidatos de Lula e contrários ao Golpe.

    O candidato de Lula e candidatos contrários ao Golpe para vencer em 2018 precisa ser conhecido o mais próximo possível da Eleição para não dar tempo de muitos golpes baixos contra ele e para o não fortalecimento do candidato “novo”, que precisa se confrontar com “Lula” e o Brasil que estava dando certo!

    Lula ou seu candidato ou quem Lula manifestar apoio têm tudo para ganhar, no discurso prático do que é preciso realizar na economia e no social aqui no Brasil. Não cravo hoje, como disse, meses atrás, que venceremos o Golpe, porque vimos um exemplo, com Jaques Wagner na Bahia, do que o Golpe pode praticar e o fará em excesso, se tiver uma Eleição sem Lula desde já.

    Quantas balas de prata detonadas até outubro de 2018 não viriam, não é verdade? Contra Lula já foram detonadas todas as possíveis, exceto a prisão.

    A questão central, para nós, dever ser como mobilizar o eleitorado do Lula, que já deve ultrapassar os 50 milhões de votos para garanti-lo nas urnas.

    Precisamos encontrar formas de dobrar o Judiciário, de levá-lo de volta à casinha. Para tanto é o povo nas ruas quem pode conseguir. Temos que ter mais forças que a força midiática tem hoje e a narrativa do real vencer com manifestações gigantes do povo, para ser manifestação popular em gigantismo e não só manifestação da militância organizada de esquerda nas ruas, que não é suficiente para assustar os golpistas.

    Precisamos encontrar mecanismos de trazer o povo para a batalha de narrativas e acuar a narrativa da Globo & Cia.

    O embate de hoje se dá na força das narrativas, no Poder da Globo estar acima do Poder popular, antes a popularidade e a realidade dos governos petistas dimensionaram as realidades e a narrativa do real (não-midiática) venceu. Com a Lava-Jato e o Congresso eleito e o fator econômico Levy se conseguiu fortalecer uma narrativa outra, paralela, midiática da Globo & Cia. em detrimento da real.

    Para além dos patrocinadores do Golpe estão os brasileiros. Quem patrocina o Golpe é o Mercado Financeiro Globalizado e o Império Norte-Americano, pontos pacificados, mas quem o põe em prática são brasileiros nascidos no nosso território, e que praticaram um impeachment fraudulento em prol de interesses alheios aos do Brasil, mas tiveram a seu tempo apoio da população, não dá para fugir disto, por estar na dianteira a narrativa virtual da Globo & Cia. de um caos econômico e de corrupção generalizada inexistentes por parte do Governo Dilma, todavia fabricada de maneira efetiva.

    Hoje não há quase mais quem queira a continuidade do Governo do Golpe, que não tenha percebido que foi enganado, mas, também, não há organização e mobilização para retirá-lo da frente, certo?

    Lula é esta centralidade anti-Golpe. Precisamos criar mecanismos de trazer as vozes do povo a favor de Lula para o jogo, para além do voto e das caravanas, onde, Lula vai até seu eleitorado! Há milhões e milhões de eleitores de Lula que não verão Lula uma única vez, mas nós devemos dar a ele o direito de expressar que está com Lula, para o que der e vier, nas ruas.

    Cheguemos nas periferias, nas pequenas cidades e vamos mobilizar esse povo todo, para além do voto em Lula e da impopularidade de Temer. Saiamos da bolha, da cômoda posição de ocupação dos centros urbanos, de se manifestar, quase que tão somente, nos bairros e espaços geográficos e físicos das elites e na internet progressista não periférica e nem popular.

    Se a Globo & velha mídia estiverem sozinhas e os golpistas manobrarem as forças armadas para a repressão amplificada em outras regiões metropolitanas pode se complicar as manifestações populares e gerar medo no povo de se juntar nas ruas e exigir o direito de Lula ser candidato e de se garantir a volta da Democracia e o fim do Estado de Exceção.

    As esquerdas precisam atravessar o rubicão do Parlamento, das universidades, sindicatos, sede, comitês e diretórios de seus partidos e casas de artistas e ir aonde o povo trabalhador e pobre deste país se encontra o mais rápido possível e ficar de prontidão nas ruas até o resultado eleitoral sair.

    A batalha para vencer o Golpe é nas ruas e sem a sua naturalização e sem vitimismo. Os golpistas têm 4% de popularidade e fazem tudo o que querem, até impugnar a candidatura líder, e nós, que somos milhões, vamos aceitando tudo da poltrona de casa, esbravejando nos microfones virtuais e nos espaços das elites dizendo que não tem jeito ou que o povo não se mobiliza? Mas, e nós vamos até o povo, como Lula, solitariamente, tem feito?

    Esperamos as caravanas e só? Para cliques de políticos candidatos ao lado dele buscando uma (re)eleição via selfies?

    Fizemos diversos comitês da legalidade em favor do direito de Lula ser candidato, foi e é uma iniciativa bonita, mas, cadê a articulação entre os comitês para transformar os comitês em movimentos de rua, em manifestações de rua localizadas, periféricas, de pequenas cidades, mas espalhadas por todo o território nacional?

    Para vencer o Golpe é necessário organização social nas ruas.

    Lula deve ser candidato até quando der, se possível, até nas urnas, penso eu, e o eixo aglutinador das manifestações nas ruas.

    Esperar pacificamente as eleições pode não ser mais do que adiá-la e ser um facilitador da prisão de Lula.

    Deveria ter manifestação até a Eleição, todo dia, pedindo eleições diretas e a presença de Lula como candidato.

    Somos milhões e milhões de brasileiros insatisfeitos com o que se apresenta para o Brasil hoje, precisamos brigar por nossos direitos, inclusive de votar em Lula, um condenado sem provas, nas ruas de todo o Brasil sem pausas para respiro do Golpe.

    P.S. Sem manifestações populares nas ruas Lula será preso e não será candidato, é o que indica o cenário atual. Só a ação parlamentar e jurídica não garantem sua candidatura.

    Lembrando que Lula traz para o debate o Brasil que estava dando certo e não se desviará do assunto economia e social o eleitorado, muito, pela imagem de Lula, ligada às lembranças do Brasil com emprego, renda, consumo, lazer e prosperidade. 

    Lembrando, ainda, que a ideia de candidatura única das esquerdas pode se tornar um massacre de alguns candidatos da direita contra o candidato de esquerda no horário eleitoral e nos debates.

  36. Pessimismo…

    Estamos caminhando a passos largos para ser um grande país de merda…

    Existem fatos concretos:

    A Pec 55 é um deles, e é como um buraco negro financeiro e vai sugar uma boa parcela da economia real.

    O governo criou uma condição de não escapar deste buraco negro financeiro, quando ele fez a reforma trabalhista que vai reduzir arrecadação de impostos e o pior, criou um “desânimo” junto aos mais pobres que passam a ver como distantes coisas simples para habitantes de outros países como trabalho, moradia, educação, saúde e como SEMPRE a falta destes quesitos, cria-se o aumento de insegurança.

    Vendo quase um ocaso da lava-jato constatamos que certos partidos, certas pessoas são imunes e podem fazer qualquer coisa!

    O judiciário voltará a hibernar nos palácios cheios de penduricalhos…

    O PCC vai tomar espaço neste país, isso para mim é certo, não sobraram grandes instituições, todas elas servem ao golpe e nem grandes homens para impedi-los – eles aceitaram a mentira como ofício de vida e agora terão que mentir pelo resto de suas vidas…

    O governo sempre incompetente e cada vez mais sem recursos, cria o álibi para privatizações dos correios, dos bancos públios, além de dar calotes nos funcionários públicos quando for dizer que não terá recursos para pagá-los…

    Privatização engorda conta de privatizador em paraísos fiscais, o dinheiro nem passa pelo sistema financeiro brasileiro e de vez em quando, países como a Suíça descobrem dinheiro sujo, mas infelizmente tudo acaba em gavetas…

    Isso não desaparecerá com campanhas de marketing…

    Isso ai é real!

    Greves intermináveis serão vistas como economia com custeio num pais sem sindicatos fortes…

    Isso não está sendo sentido por estarmos todos anestesiados…

    Reler o “Xadrez do Nassif nos ajuda a perceber isso”, já sabíamos antes o que iria acontecer, mas acreditamos que poderíamos mudar o que já sabíamos que aconteceria – o fato consumado…

    Essa é a miséria de nossas instituições, previsíveis, medíocres!

    o brasil já era…

    Não preciso mais esperar mês que vem, ano que vem para entender isso!

    O script que vale, é o da globo!

    • Põe pessimismo nisso…

      Marco Antonio: este seu texto vale como um artigo dentro do artigo, complementando-o. Faz lembrar Schopenhauer — “Importante não é ver o que ninguém nunca viu, mas sim, pensar o que ninguém nunca pensou sobre algo que todo mundo vê”.

      Mereceria encabeçar os comentários.

      Obrigado e parabéns.

  37.  
    Nassif tirou “leite de

     

    Nassif tirou “leite de pedra” porque foi uma entrevista bastante atordoada dada em seguida ao show semiótico do carnaval, que ele parece não ter gostado, acho que esqueceu o carnaval de Getulio e da Ditadura pós-64, assim como o desfile lava-jato da Beija-Flor, o carnaval nunca foi ‘puro’. Há muita contradição na fala do cientista político e previsões xamanísticas, com uma voz espiritual que soa ao fundo um dizer: ‘Lula, peça para sair’.

  38. Nassif na mesma entrevista o
    Nassif na mesma entrevista o Seu Wanderley disse q caso o Brasil entre em guerra com outro País as eleições são canceladas,isso procede ?Visto a movimentação do exército e as reportagens sobre o “problema”de refugiados da Venezuela sempre saindo na Globo,CBN,Folha e etc…fora q o Rui Costa Pimenta está dizendo algo nesse sentido tb,está passando despercebido isso,como se sabe o PIG VIVEE DE FAKE NEWS!
    ABRAÇO !

  39. Claro que a esta altura a

    Claro que a esta altura a maioria das INSTITUIÇÕES foram jogadas no lixo ..Preocupa-me pois o PODER JUDICIÁRIO que a cada dia se mostra mais e mais autoritário, isolado e incendiário

    Um “Poder permanente” ..imune à maioria das crises e as forças democráticas ..composto de Nababos concursados que NUNCA prestam atenção ou dão satisfação ao público e a sociedade

    Um PODER que aqui no BRASIL constantemente agride leis, ritos e a Constituição quando estes não se mostram em acordo com seus interesses

    Cuidado gente ..muito cuidado com este Poder imexível, inalcançável e irremovível pela forças da democracia

    ..parece que de todos os poderes, tal como numa guerra nuclear, o judiciário é a BARATA que sobrevive a qq golpe ou crise

     

  40. Os conselhos de mestre Wanderley Guilherme dos Santos

    recentemente Wanderley Guilherme dos Santos, e também Leonardo Boff, conclamaram a uma intervenção militar, como única saída para o atual caos e impasse no Brasil.

    Moniz Bandeira já fizera o mesmo, mas recuperou o senso crítico antes de morrer, admitindo ter o Brasil como única alternativa um movimento de massas, com as massas e para as massas.

    embora o Golpe de 2016 tenha provocado uma aterrissagem forçada no deserto do real, intelectuais Lulistas prosseguem com seus delírios, como amputados alucinando desesperadamente seus membros fantasmas.

    não é necessário convocar os militares, desde sempre é um setor das FFAA no comando do governo usurpador. o outro setor acaba de ocupar o Rio de Janeiro, a partir de onde firmarão a base para o assalto à Brasília, a começar pelo Ministério da Defesa.

    se 1968 demorou 21 anos para acabar, 2018 será para sempre um ano longe demais, como aqui escrevo desde 2015. já estamos em março, e o ano não consegue começar.

    enquanto isto, o Lulismo continua sonhando com a Eleições de 2018, com diversos corvos pactuando entre si a herança de Lula.

    primeiro o Lulismo destruiu o PT, agora vai implodir o PSOL e arruinar a carreira política de Boulos. mas a definitiva ironia é o Lulismo estar sepultando Lula em vida.

    ao invés de convocar o poder militar e ficar dando palpites eleitorais, faria muito melhor Wanderley Guilherme dos Santos se cumprisse seu papel insubstituível de intelectual como a implacável consciência crítica do processo político.

    .

    • Pensar que este GOLPE dado

      Pensar que este GOLPE dado contra a democracia brasileira  ..e que esta em pleno andamento ..foi dado sem o consentimento, anuencia e estimulo de grande parte das FORÇAS Armadas (e policiias) do BRASIL, assim como dos EUA, Judiciário e banqueiros ..é um pensamento primário, primitivo, simbolo da mais pura inocência cartesiana 

      O diabo é que sempre acabamos pensando que do lado negro da força sobre algum tipo de luz que venha a nos iluminar o caminho 

      • Os conselhos de mestre Wanderley Guilherme dos Santos

        Brasil em Transe: em algum lugar do passado

        o mulato de alma branca FHC começou sua vida “fazendo pesquisa sobre negro”, e agora, frente ao “cenário cada vez mais tenebroso que nubla o nosso país”, termina por reconhecer: a Democracia liberal se perdeu em algum lugar do passado.

        ” Se eu pudesse reviver a história eu tentaria me aproximar não só do Lula, mas de forças políticas que eu achasse progressistas em geral. Que ajudasse a governar. E acho que o PT deveria ter feito a mesma coisa.”

        FHC já sabe aquilo que todos deveríamos também estar sabendo. os militares vão assumir o governo.

        em 1964, Brother Sam bancou o conta, assim como até hoje paga as despesas do enclave territorial sionista no Oriente Médio. assim que Jango foi deposto o boicote foi suspenso, a inflação cedeu, o crescimento retornou e o bolo cresceu, muito embora jamais tenha sido dividido.

        quando se dissiparam os céus de brigadeiros, e no mar revolto da crise do petróleo os almirantes não sabiam como navegar, Brother Sam cobrou a conta. os generais não sabiam mais o que fazer. do Brasil Grande restou a hiperinflação…

        novamente sem poder contar com Brother Sam para bancar seu wargame no comando em chefe do Brasil, como os militares pretendem derrotar o atual impasse?

        há apenas uma única estratégia: através, finalmente, das “medidas populares”.

        fazer com que o Golpe de 2016, dado justamente para aplicar as “medidas impopulares” jamais referendadas nas urnas, redunde no grande capital pagando a conta da crise por ele deflagrada.

        .

    • ATENÇÃO TODOS SOBRE O
      ATENÇÃO TODOS SOBRE O COMENTARISTA ARKX,ELE COMPROU DE IMEDIATO O ARGUMENTO DO BLOG DA DISCÓRDIA CONTRA O NASSIF,ELE DIZ Q O CONHECE DESDE 2006 É UM TRAIDOR E INFILTRADO,DESCONFIEM SEMPRE QUANDO ALGUÉM FERVOROSAMENTE E INSISTENTEMENTE METE O PAU NO LULISMO!

      • Os conselhos de mestre Wanderley Guilherme dos Santos

        voltou o esgoto! como sempre, boiando. igual a marinheiro de vaso.

        não perca seu tempo tentando “assassinar minha reputação”. aqui todo mundo já me conhece de longa data. todos estão mortos de saber que eu desço mesmo a porrada no Lulismo. também já me acusaram algumas vzs de ser “espião secreto”.

        se não estivesse tão ocupado, iria me divertir um pouco mais contigo. mas no momento preciso puxar a descarga.

        .

        • Isso mesmo puxe a descarga
          Isso mesmo puxe a descarga dos dejetos da sua mente q fedem a cada comentário seu criticando quem mais fez pelos pobres neste país e q fortaleceu nossas empresas estratégicas,me fala um melhor q Lula?fora Getúlio)Lula nem está no governo há tempos e vc só fica lembrando do Lulismo,cansei,e vc pode enganar a muitos mas a mim não engana,vai se tratar psicologicamente,mas sei q vc é pago pra isso,já ví muitos igual a vc na rua e aliás NASSIF É MUITO BESTA,PQ VC FOI DOS PRIMEIROS A FICAR A FAVOR DE QUEM CALUNIA ELE,NEM DEU CRÉDITO AO NASSIF!

  41. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome