Por que não se deve acreditar em Bolsonaro, por Luis Nassif

Uma das primeiras lições, nessa estreia inicial do novo governo, é que a palavra de Jair Bolsonaro não deve ser levada a sério.

Bolsonaro não tem noção sobre tema algum, a não ser sobre o exercício do preconceito. Quando dispara declarações sobre cada tema, as bolsas ainda reagem, como reagiriam às declarações de qualquer presidente normal, de um governo normal.

Em breve irão aprender que nem como insider (dono de informações privilegiadas) Bolsonaro serve. Se, algum dia, alguma declaração sua bater com as decisões que estão sendo tomadas por seu governo, será por absoluta coincidência.

Três exemplos do presidente sem-noção:

  1. Anuncia o aumento do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e a redução do Imposto de Renda. Imediatamente é desmentido pelo Secretário da Receita, o terceiro na hierarquia governamental.
  2. Anuncia a mudança da embaixada brasileira de Israel para Jerusalém. Já foi desmentido três vezes por fontes militares.
  3. Anuncia a disposição do Brasil abrigar uma base militar norte-americana.

O caso da base militar

Fonte do GGN conversou agora à tarde com William Perry, ex-Secretário de Defesa dos Estados Unidos. Ele ficou surpreso com a notícia e afirmou que ninguém do Brasil falou desse assunto em Washington. São dele as explicações abaixo.

Desde o final da Guerra Fria, os Estados Unidos fecharam 1.200 bases militares pelo mundo, visando cortar custos. Trump quer fechar bases militares até na Coreia do Sul. Lá, tem a finalidade de conter alguma avanço bélico da Coreia do Norte. A troco de quê abriria no Brasil, país sem nenhum problema de fronteira ou de insurreição?

Além disso, se tivesse a menor noção sobre o Plano Nacional de Defesa, Bolsonaro veria que acabou a era das tropas acantonadas em locais distantes. Com os jatos supersônicos, porta-aviões, submarinos nucleares, quem necessita de base fixa?

Leia também:  Governo Bolsonaro está na lista dos Predadores da Imprensa do mundo, pelo RSF

Hoje em dia, bases militares são um ônus para ambos os países. Dependem de um tratado de negociação complexa e juridicamente difícil, porque envolve imunidades judiciais, soberania extraterritorial, bloqueio a nacionais na base.

No caso do Plano Colombia, que permitiu a instalação de seis bases militares mistas na Colombia, com soldados americanos, mas com comando da base colombiano, a negociação conduzida pelo Embaixador em Washington Luis Alberto Moreno (hoje presidente do BID) levou cinco anos.

A instalação de bases aéreas americanas na Espanha de 1951 a 1954 no Governo Franco implicou em longas negociações que incluiram a admissão da Espanha na ONU em 1951, a visita de Estado do Presidente Eisenhower à Espanha, a aprovação do Tratado de cooperação no Congresso. Da mesma forma a instalação de bases aéreas na Turquia foi uma complexa negociação diplomática, dificílima, com problemas contínuos que se arrastam até hoje.

A ideia de uma base militar americana no Brasil  de hoje deve ser precedida de um tratado entre os dois países especialmente porque os EUA exigem imunidade judicial para seus soldados, que jamais poderão ser julgados por um tribunal brasileiro, mesmo em caso de assassinato ou estupro.

Ou seja, um tema de ampla complexidade reduzido a uma afirmação de Bolsonaro. Vale apenas pelo lado emblemático: a humilhante subserviência de Bolsonaro aos Estados Unidos. Uma subserviência ignorante, até nos aspectos que ele deveria dominar, os militares.

90 comentários

  1. twnho dificuldades enormes

    twnho dificuldades enormes pra acesssar o site,,,a demora de definição da página é grande….é a banda largaq ue está devagar ou são outras coisas?

     

  2. twnho dificuldades enormes

    twnho dificuldades enormes pra acesssar o site,,,a demora de definição da página é grande….é a banda largaq ue está devagar ou são outras coisas?

     

  3. POR QUE NÃO ACREDITAR EM BOLSONARO

    Muito grata por suas análises sempre lúcidas e equilibradas. 

    Por certo é impossível acreditar nele. É uma pessoa rasa e desinformada, inculta e que frequenta gente inculta pois não se interessa em aprender ou crescer. Não se dá ao trabalho de checar o que vai dizer. Acha que ainda é um moleque no Congresso, não se dá o respeito do cargo que ocupa. 

    É extremamente narcisista, está deslumbrado com o brinquedo novo de quem saiu de quase 3 décadas de lanternnha na Câmara para o luxo, a pompa, o apupo popular, pessoas absolutamente fanáticas por ele, como torcedores de futebol, acreditando piamente nele, numa ignorância total. 

    Está instaurando uma república teocrática no Brasil, um talibã tropical, e a classe média gosta, dos tais valores morais pelo menos no papel porque a prática é outra. 

    Tudo falso e sem consistência. Os verdadeiros problemas, a grande chaga do Brasil, a desigualdade social, não é nem mencionada, aceita que é como parte inerente de nossa sociedade. 

    Pela ignorância pode promover a destruição rápida da Amazônia, o que seria uma catástrofe global.

    Veja-se os amigos dele: Trump, Nethanyahu e Orbán. Esses cavaleiros do Apocalipse são odiados em seus países, e vai acontecer o mesmo aqui.

    A pior escolha foi feita – infelizmente.

     

  4. o principal motivo para

    o principal motivo para descrer de bolsignaro é que ele repete as infâmias dos repugnantes tapetões dos golpistas.

  5. como diria tom wolf em

    como diria tom wolf em fogueira das vaidades, o monstro mostra sua superficie, “a besta mostra apenas seu focinho nojento!.”

  6. Controle Remoto
    Quem anda com o joystick do governo? O eleito é que não é?! O gramado dos quarteis, poucas arvores tem.

  7. A era do “causar a qualquer custo”

    Uma das piores marcas desta Era das Redes Sociais – que, espero, começa a ser superada – é a necessidade diuturna de “causar”, de “lacrar”, de conseguir likes e RTs e comentários a qualquer custo.

    O capitão reformado é um exemplo disso: não governa, não administra, passa o tempo todo tratando o mundo como enormes correntes do Whatsapp, 240 caracteres do Twitter e lives no Facebook.

     

    No entanto, enquanto ele for o símbolo da aliança entre senhores feudais neopentecostais, ultraliberais, militares e comentaristas de portal, não haverá problema para ele. Mas… até quando?

    • Pois é, caro Cesarcordoso, o

      Pois é, caro Cesarcordoso, o negócio dele é lacrar. Mas apenas por alguns minutos, porque logo deslacram ele. 

      Warhol tem que ser atualizado: “Todo mundo terá seus 15 minutos de lacração”

  8. Bolha autonoma
    Vivemos numa bolha de resistentes sim, mas a familia bolsonaro tambem vive numa que se apequena, perde ar. Afinal, o 7 guadiao vale mais que jesus/josue, de igual significado, e de tanto abafar e desinformar a bolha presidencial diminui e comeca a andar sem chefia. Povo vai descobrindo que nao precisa deles.

  9. O Brasil está sendo usado

    O Brasil está sendo usado como laboratório para experiências neoliberais e pós-democráticas, além de ser o primeiro país do mundo a eleger um homem medíocre e desequilibrado como presidente da república.

  10. Não há no âmbito de qualquer

    Não há no âmbito de qualquer escala do governo Bolsonaro um mínimo de pensamento racional, científico ou lógico 

    vai seguir liderando o pais da mesma forma que ganhou a eleição: mentindo

  11. O texto do Nassif endossa e

    O texto do Nassif endossa e amplia o que já sabíamos, todos os que não estamos contaminados pela cegueira tosca e fanática que domina a mente de seus eleitores: Bolsonaro é um ser limitadíssimo! O fato dele ter mostrado durante 30 anos apenas preconceitos e pensamentos obscenos, de tão carregados de intolerância, agressividade, incivilidade, mediocridade e grosseria, não significa que ele “representasse um papel”, mas “tivesse algo de aproveitável para mostrar” – ele sempre foi só isso mesmo! Nessde Brasil deseducado, irracional, ignaro, primitivo mesmo, tragicamente, descobrimos que esse é mesmo O ROSTO de parcela grande de nossa sociedade, inclusive, na maior parte, de nossas elites sociais e classes médias.

    Um ser tão absolutamente vazio de conteúdo, inteligência, civilidade, senso estratégico e político, vai “dar o que tem”, sempre, não poderá fugir do que é….  Será um vexame atrás do outro, contradições, paradoxos incríveis, e o ódio que ele já destila desde sempre.  A intensidade do ódio ao PT, a dimensão da ignorância de nossa sociedade, o fanatismo mais tosco, fizeram isso: preferiram esse ser bestial a um político e ser humano do porte de um Haddad……

    Revela com precisão a nação que somos há 500 anos.

  12. Como descemos tanto ?
    Bolsonaro na presidência é uma aberração que o Brasil carregará por toda a sua história. Se é que nossa história terá futuro.

  13. No momento é urgente quebrar o “Ciclo Vicioso do Mito”

    Bolsonaro segue fazendo seu joguinho manjado e repetitivo… porém continua dando certo! 

    A esquerda e principalmente o PT deveriam bolar uma estratégia conjunta para quebrar a tática de Bolsonaro:

    1-PARE DE FALAR DO PT E TRABALHE!!!

    Um slogam desse tipo poderia finalizar de vez essa DESGRAÇA de ficar citando o PT a todo momento. É inacreditável que esse palerma ainda continue insistindo nessa tática. Toda esquerda junta deveria se unir para repetir isso: “Pare de falar de PT e comece a trabalhar, bando de vagabundo!” Chega dessa conversa mole!!!

    2-COBRAR AS PROMESSAS DE CAMPANHAS!

    O tal do Onyx não falava em cortar 25 mil dos 23 mil cargos do governo… pois então… já cortou quanto??? Deixa eu adivinhar… mudou a conversa para “despetizar” os cargos… que já foram “depetizados” há 2 anos. A mídia não costumava falar em “ESTELIONATO ELEITORAL”???

    3-RETOMAR AS PALAVRAS ESQUECIDAS PELA MÍDIA… COMO “APARELHAMENTO”

    Nossa… se o jornalista não falasse em aparelhamento 3 vezes ao dia poderia ser até demitido por justa causa… pelo jeito essa palavra entrou em desuso… que coisa… faz tanto tempo que não rola um “aparelhamento”.

     

  14. Discordância e do jogo
    Discordância e do jogo democrático.

    Entretanto, seria importante que a esquerda democrática entendesse (já çerderam seis anos, pelo menos) que o antipetismo É a boçalidade.

    Se as lideranças não enxergam, algum marqueteiro tem de assumr essa joça de partido, pois eessa éa chave çra dar a volta por cima.

    Na Inglaterra, “mutatis mutandis”, o Corbyn fala do “espírito de 45.”

  15. Não sei. Esses bocós são tão

    Não sei. Esses bocós são tão burros que é melhor levar eles a sério.  O que os guia é o preconceito, a ignorância e o fanatismo cego. Nunca duvido que eles realmente vão fazer o que dizem, afinal, nenhum deles tem a menor noção das consequencias dos seus atos.

  16. A comparação que faço é essa

    A comparação que faço é essa = Boçal não passa dum mosquito Aedes Egypt. Só não digo que tem o mesmo QI do mosquito porque com certeza o QI do mosquito é maior que o dele. A elite miserável viu nesse mosquito a chance de injetar no paciente Brasil (país de povo ordeiro e cordeiro ) quatro vírus ao mesmo tempo = o do estado policial de Moro; o ultraliberalismo pinochetiano de Guedes; a introdução duma visão teocrática de mundo através do trio Tamares-Araújo-Velez; e a volta dos militares ao poder real com o vice Mourão. Portanto, Bolsonaro já cumpriu com louvor a sua missão. E se ficar zunindo demais, é fácil pra nossa elite miserável eliminar um mosquito. Agora os 4 vírus no corpo do Brasil custarão, principalmente aos mais pobres, sofrimentos terríveis e até podem levar  a morte do país – no caso, a fragmentação do Brasil em outros países menores, a la Iuguslávia nos anos 90. 

    • Mas aí será desmentido pelos

      Mas aí será desmentido pelos militares de patente superior de novo. Eles sabem que a Venezuela no momento está mais equipada militarmente que o Brasil. Perderíamos feio. Bem feito! 

    • Nada a ver. Uma operação

      Nada a ver. Uma operação militar para derrubar Maduo teria que ser aerotransportada por desembarque no aeroporto de Maiqueia, é perfeitamente possivel  ,os alemães em 1944 tomaram Roma pelo ar, de Roraima a Caracas por terra é IMPOSSIVEL, são pessimas condições de terreno, 1.500 quilomeros no meio do mato.

       

      O Exercito Brasileiro NÃO TEM efetivos aerotransportados para essa operação, teria que juntar com a Colombia,Peru e EUA,

      especialmente o Regimento 50 Aerotransportado com base na Lousiana e com vasta experiencia de combate, um conjunto de

      quatro forças sob comando brasileiro derubaria Maduro em 24 horas, o comando do Brasil é politicamente FUNDAMENTAL.

      A Argentina, depois de DIFICEIS negociações poderia se juntar, seria um recredeenciamento das forçasarmadas argentinas

      desgstadas depois da Guerra das Malvidas. O melhor negociador para essa participação é o Embaixador Marcos Azambuja.

      As forças de ocupação deveriam de IMEDIATO macar eleições sob a regencia de um Alto Comissario BRASILEIRO.

       

  17. Um país cuja agenda política

    Um país cuja agenda política é baseada na falsa negação da política dos meios de cominicação mais mediocres desfarçados de humildes. Dali se brota o populismo mais baixo, usando a fé do povo contra o povo, programas de falso auto ajuda, permeados pelo fascismo de periódicos policiais que forma figuras maléficas, tipo ratinho, silvio santos, datena. Então na mente do povão, esta gente baixa, destes mesmos meios de comunicação social são santos, são heróis. Explica-se, assim, a eleição de um mentiroso contumaz à presidência. 

  18. Por que não se deve acreditar em Bolsonaro

    ao lado de Silas Malafaia na Assembleia de Deus Vitória em Cristo, Bolsonaro declarou logo após sua vitória eleitoral: “Tenho certeza de que não sou o mais capacitado, mas Deus capacita os escolhidos”.

    Deus faz milagres. os Generais também já tiveram o seu. mas nem sempre o milagre sai conforme a súplica. afinal, Deus sabe o que faz…

    assim, nunca é demais repetir:

    se Bolsonaro expressa o encontro tardio de um Brasil genocida e com forte viés fascista consigo mesmo, o Capitão-Presidente passará por seu encontro inexorável com o Brasil – algo que nunca esteve de fato em seus propósitos.

    apesar de algumas críticas recebidas nesta área de comentários, deveria ser óbvio para todos que é correta a constatação formulada em diversos artigos de Luis Nassif em seu Blog: os Generais são o núcleo racional do governo Bolsonaro.

    evidentemente, esta é uma racionalidade relativa e parametrizada por também os Generais, assim como o próprio Bolsonaro, habitarem numa bolha, hermeticamente blindada contra o inferno cotidiano da quase totalidade dos demais brasileiros.

    assim sendo, o que se aplica a Bolsonaro perfeitamente também se aplica aos Generais.

    repetindo:

    o exercício do poder lhe trará inexoráveis revelações, a mais trágica de todas a respeito de seu próprio desmascaramento: tateando na cegueira de um labirinto, apanhado num jogo de poder muito além de sua limitada compreensão, sujeito à traição de pessoas próximas e sob ameaça permanente de morte.

    .

      • Por que não se deve acreditar em Bolsonaro

        -> Basta relembrar o que foi o período de governo dos “generais racionais” entre 1964 e 1985.

        -> Um governo de asnos.

        o fato de serem os Generais o núcleo racional do governo Bolsonaro dá a exata medida da esquizofrenia que o Brasil está acometido.

        só que não vem de agora. vem desde a redemocratização fracassada.

        os militares foram usados em 1964. e após a redemocratização fracassada foram postos na prateleira pela CF-88, para serem outra vez usados pelo setor dominante quando lhe fosse conveniente.

        qual o soldo de um general 4 estrelas? R$ 13.471! e quanto ganha um juiz, um Ministro do Supremo?

        qual a condição de recursos das FFAA nos governos pós CF-88? o que melhorou um pouco, justiça se faça, foi com Lula e Dilma.

        também para se fazer justiça, o último planejamento estratégico para o Brasil se deu no governo Geisel, em 1975.

        portanto, os Generais não foram “asnos”. até pelo contrário, muito embora tenham feito muitas asneiras.

        e a maior delas sempre foi se deixarem usar, pois a lumpenburguesia brasileira sempre tratou as FFAA como sua milícia privada.

        só que agora, devido a tudo que foi levantado pela Lava Jato & Associados (entre outros associados), os Generais tem estes parasitas na palma da mão.

        se quiserem, basta esmagá-los. mas é isto que os Generais querem? ou mais uma vez vão esmagar o povo e a soberania nacional?

        .

    • então vamos reconhecer também

      então vamos reconhecer também que..

      ..que Heleno tem razão em dizer que PARTE DA BOLHA foi criada pela constituição de 1988 que ALIJOU, ou tentou alijar os militares da participação e convívio na construção dum BRASIL possível.

      Convenhamos, o efeito retardatário do golpe de 64 abriu muitas feridas que, hoje se comprovam, não foram cicatrizadas e nem tratadas como se devia

      DILMA alçada a presidência, por exemplo, por SEU PASSADO e simbolo para a Academia Militar, chegou mesmo a ofender estes personagens que se viram DESAFIADOS pela corrente dita progressista, “que quase NADA de risto comunista trazia”- esta é a VERDADE.

      O problema agora é como DESATAR este nó sem colocarmos em risco muitas das conquistas auferidas  ..e tendo a MÌDIA criminalizado irresponsavelmente a classe política do BRASIL ??!!

      ..devo reconhecer tb que o JUDICIÁRIO (com toda hipocrisia e corporativismo que carrega)  tem mais agido contra, do que a favor dum possível restauro da normalidade no país.

      tristes dias que mais parecem NOITES sem fim

      • Por que não se deve acreditar em Bolsonaro

        vamos lá, meu Caro. temas polêmicos demais. mas nunca a polêmica foi tão necessária.

        -> que Heleno tem razão em dizer que PARTE DA BOLHA foi criada pela constituição de 1988 que ALIJOU, ou tentou alijar os militares da participação e convívio na construção dum BRASIL possível.

        -> DILMA alçada a presidência, por exemplo, por SEU PASSADO e simbolo para a Academia Militar, chegou mesmo a ofender estes personagens que se viram DESAFIADOS

        de dentro de sua bolha os Generais vêem o mundo de cabeça para baixo.

        a CF-1988 longe de alijar os militares a eles entregou a tutela do país, nomeando-os “Guardiães da Lei e da Ordem”, cfe. previsto no Artigo 142.

        grande parte de todos os nossos problemas são causados por esta redemocratização fracassada.

        a começar que a Ditadura nunca foi dos militares, e sim gerida por eles.

        foi uma Ditadura Civil-Militar na qual desde suas conspirações antecedentes, remontando a 1954, teve o protagonismo do grande empresariado brasileiro. esta lumpenburguesia parasita que odeia o Brasil e o povo.

        os Generais deveriam ter sido os primeiros a fazer seu acerto de contas.

        o interno com seus porões atuando sob ordens da cúpula presidencial. e o externo com o grande empresariado patrocinador da tortura.

        os Generais jamais assumiram o que fizeram. ao contrário da Esquerda armada.

        esta documentou seus atos. desde as expropriações diversas  sob a forma de assaltos a banco e transporte de valores, até o “justiçamento” de traidores e execução de agentes da repressão infiltrados.

        Pepe Mujica tem toda razão, sem os militares a Esquerda não irá a parte alguma. mas para a ojeriza dos Generais, sem a Esquerda eles nunca deixarão de ser a milícia privada do grande capital.

        bem o sabiam Carlos Mariguella e o Gal. Albuquerque Lima.

        por paradoxal que seja, as atuais circunstância colocam este nó como pronto a ser desatado? com a palavra, os Generais.

        .

         

  19. Num UBER, hoje cedo, o

    Num UBER, hoje cedo, o motorista (dirigia bem, era educado, diga-se em seu favor) saiu-se com um “mas este ano tem aí o bolsonaro, vamos ver…” O comentário tinha tom otimista. Saí pela tangente e retruquei: “Não vai sair nada. Mesmo que ele esteja bem intencionado, aquela gente que está em volta dele não vale nada. Um quer privatizar tudo para os bancos que é acionista comprarem; outro quer colocar os parentes cuidando da educação…” E assim, sem citar o Inominável, seguindo este caminho, joguei água bo chopp de um analfabeto político.

  20. Covardia
    Nunca será demais lembrar que a covardia de nosso atual governo pusilanime já caiu de boca contra o direito de povos indígenas, quilombolas e LGBTIs. Minorias que historicamente representam os polos mais vulneráveis do país.

  21. Não acreditar no que diz o

    Não acreditar no que diz o presidente, é o mesmo que dizer que, de fato, ele não é o presidente. Do ponto de vista político, Bolsonaro não é mesmo o presidente. Foi aceito, na realidade engolido pelos militares, que foram obrigados a sair do armário, assumir publicamente seu protagonismo no golpe, já que depois da prisão do Presidente Lula, das tramoias que fizeram, conseguiram afastar Haddad, o PT da Presidência, mas não emplacaram o candidato preferido, de confiança com competência e experiência política para exercer o cargo, Geraldo Alckmin. Ganhou Bolsonaro, e os militares foram obrigados a assumir responsabilidades, inclusive na condução dos negócios de Governo, já que o eleito, velho deputado do chamado baixo clero, não tem articulação política, a não ser com a extrema-direita, insuficiente para governar. Muito mais limitado e despreparado do que o Temer para desempenhar o papel político exigido, de encaminhar os interesses dos EUA e do grande capital, na realidade um ditador, como foram os generais de 1964, que presidiam o país, mas eram dependentes dos ditames do comando do golpe, mas muito mais limitado. A continuar, esse será o principal problema na atual quadra da evolução do golpe de 2016, a partir da eleição não de todo desejada de Bolsonaro pelo comando do golpe (Justiça como um todo, militares e policiais, e a Globo & cia, a mídia), Ao povo, só cabe resistir aos desmandos e se articular para vencer o golpe. 

  22. Deixem o Boça em seus próprios passos

    Ah, aquela foto dos passos tortos do Jânio me inspiraram isso…

     

  23. Sugestão tática

    Existe o Bolsonaro imaginário e a pessoa real. Durante as eleições não conseguimos fazer aparecer o ser humano real, que seria facilmente derrotado, mas perdemos a eleição para as mídias e para o antipetismo. É hora de parar de valorizar esse sujeito e deixar que ele cometa os seus próprios erros. Os seus eleitores somente irão abandona-lo pela sua própria avaliação e reflexão, e nunca pela insistência do PT em apontar equívocos. Devemos parar com este tipo de avaliação e deixar Bolsonaro recolhido na sua insignificância e no seu flagrante despreparo. Trabalhemos por um bom caminho alternativo para o Brasil e aguardemos a volta do povo para esta senda, depois de gradativamente mitigar parte do antipetismo.

  24. Ele explica
    Estava difícil convencer meu vizinho, minha mãe, meu amigo que fariam besteira se votassem no dito. Quase nem preciso mais, explicar. Que ele continue assim, espontâneo, direto. Um ser realmente transparente verdadeiro. Um ser humano comum, que erra, corrige e acerta. Mais humano do que isso? Erra, erra, erra e continua errando.

  25. A primeira questão sobre uma

    A primeira questão sobre uma base militar é saber qual seu alvo estrategico. Uma base é implantada para atingir um objetivo.

    Qual o objetivo estrategico de uma base militar americana no Brasil?

    A base aero-naval de Natal na Segunda Guerra servia de ponte entre Miami e a Africa do Norte, a base de Recife servia de

    apoio para os Catalinas caça-submarinos no Atlantico Sul.

    Onde se localizaria uma base militar americana no Brasil e para que serviria?

    • Mais provável

      É entregar a base de Alcântara no Maranhão. Excelente posição geográfica para lançamento de satélites com custo inferior a Cabo Canaveral e próximo a Venezuela. Alem de tudo, infraestrutura pronta, no lado do litoral e base aérea. Mamão com açucar para os gringos.

      https://www.google.com/maps/place/Centro+de+Lan%C3%A7amento+de+Alc%C3%A2ntara/@-2.3626013,-44.431257,10652m/data=!3m1!1e3!4m5!3m4!1s0x0:0xac293d2872ef028!8m2!3d-2.3383655!4d-44.4171452

       

      • Alcantara é uma area de

        Alcantara é uma area de lançamento de satelites comerciais, não é base militar.

        A distancia aerea entre São Luis e Caracas (3 mil quilometros) é muito maior do que entre Miami e Caracas (2.200 quilometros),

        uma base aerea em São Luis não faz nenhum sentido estrategico.

         

        • O que faltaria?

          Para ser uma base militar? Aeroporto? Tem! Estruturado! Depósitos?Tem! Do lado do Litoral. As vantagens econômicas já citei. Você perguntou o motivos. Eu respondi vários. 

          • Quer objetivo estratégico melhor

            Uma base equipada para lançamento de mísseis no hemisfério sul? Com uma pista de asfalto para pouso de aeronaves de grande porte? Numa posição geográfica que reduz o consumo de combustível e custo de lançamento? Com condições de instalação de um porto do lado da Venezuela e Amazônia. Não sei se é tão ingenuo assim?

          • Alcantara serve como estação

            Alcantara serve como estação de lançamento de satelites COMERCIAIS, há mais de 300 estações no mundo.

            Satelites militares são lançados a partir  do territorio americano, há 78 estações de lançamento nos EUA.

            Para que seria necessaria uma base militar em São Luis? Há ameaça de invasão? 

            São Luis NÃO é ao lado da venezuela, que está mais perto dos EUA do que do Maranhão.

            Qualquer ação no Caribe pode ser efetuada a partir de porta-aviões, não precisa de base militar.

            Não há nenhuma logica MILITAR para uma base em Alcantara, não serviria para nada.

            Base aerea se faz de preferencia dentro do territorio e longe do mar, a nossa maior é em Aanapolis.

          • André, qual é a possibilidade

            André, qual é a possibilidade real de uma intervenção militar na Venezuela com suporte militar ou logistico do Brasil? Os militares teriam planos preparados para isso ou eles são contra a uma operação destas, mesmo com apoio de outros paises da america latina e dos EUA?

          • Seria uma operação de

            Seria uma operação de coalizão Colombia, Peru e Brasil com apoio militar dos EUA, acredito que já existe planejamento

            para uma operação aerotransportada com apoio aereo de porta aviões, a ocasião nunca foi tão favoravel.

            O alvo seria a deposição de Maduro e marcação de eleições em seis meses, nesse periodo o Brasil seria o Alto Comissario.

            O Brasil tem experiencia desse tipo, fez isso na Republica Domenicana nos anos 60.

            A opeação só é viavel sob a liderança do Brasil, os EUA não tem hoje capital politico para liderar essa operação.

          • André muito obrigado pela

            André muito obrigado pela resposta!

            Uma coisa que tenho dificuldade para entender é o interesse pragmático do estado brasileiro em uma derrubada do governo Maduro, além da ideologia tosca do Bolsonaro. Não vejo como a nossa economia poderia ter algum ganho com essa invasão, uma vez que nossas empreiteiras e a petrobrás estão todas desmontadas neste neoliberalismo doentio, acredito que só os EUA ganhariam com isso, pela invasão de petroleiras e empresas norte-americanas na Venezuela. Não há o risco do Brasil perder o pouco capital politico de soft-power que ainda nos resta junto aos outros países, sobretudo os latino-americanos? Como o Brasil poderia ajudar na melhora da situação da população venezuelana com a nossa divida do estado chegando a quase 100% do PIB e com um crescimento economico pífio, aliás isso não seria um impeditivo para deflagrar essa operação?

            Outra coisa, tirando o Maduro do poder, quem o substituirá? A oposição venezuelana é tão medíocre como ele, não vejo uma melhora para o povo em um curto espaço de tempo. Não pode acontecer como no Iraque, onde tiraram o Sadam mas não tinham ninguém para colocar e o país desmoronar? Isso não criaria mais refugiados nas nossas fronteiras?

             

          • De fato, não há ganho direto

            De fato, não há ganho direto numa operação desse tipo, como não havia na operação que levou o Brasil à Republica Domenicana em 1965 ou ao Haiti nos ultimos 12 anos. O ganho geopolitico se dá na projeção de poder do Pais a longo prazo

            mas para que o Pais tire proveito desse ganho é fundamental um Estado que tenha essa ambição e papel geopolitico,

            algo que não vejo no atual governo, muito modesto para tal estrategia de longo alcance.

            Havia essa visão na Primeira Republica, no Estado Novo de 1937, no Governo Militar de 64, hoje o Brasil se apequenou.

    • Amigo. Alvo estratégico é o

      Amigo. Alvo estratégico é o Brasil, ou melhor, o controle das riquezas naturais do Brasil.

      Será que precisa outro alvo estratégico?

  26. Não quero acreditar.

    Como um espectador/leitor/ouvinte do PIG, um autentico cidadão “Pátria Amada Brasil”, apercebo-me que meu ídolo é um Mito-poste ou Poste-mito, um papagaio verde oliva, um boneco que, na ausência dos ventríloquos, sai falando coisas que são depois  desmentidas pelos auxilaires? Meu Mito só mita no whatasapp? Não pode ser, estou sonhando…me belisca aí vai.

  27. Esse cara é tão submisso aos
    Esse cara é tão submisso aos EUA, que faz verdadeira idolatria, presta até continência à bandeira deles.
    Lá, o presidente não pode mentir.
    Vejam, por exemplo, o caso do Clinton, quase afastado por causa de uma mentira pronunciada.
    Aqui, o cara mente em rede nacional, afirmando que a quebra de sigilo do Queiroz foi ilegal. Procura defender o amigo, utilizando-se de uma mentira e fica tudo por isto mesmo.
    A oposição parece atordoada. Simplesmente não reage.
    Fosse lá na terra do Tio Sam, seria motivo pra pedido de impeachment.

    • Alcântara,entrega do

      Alcântara,entrega do pré-sal,bases militares,venda da Embraer,pressão na Venezuela e otros que tais,são assuntos discutidos e decididos no hemisfério norte,”talquei”?

  28. Não se trata de acreditar ou

    Não se trata de acreditar ou não nesta figura.Não acreditamos e o sujeito foi eleito.Então,essa não é a discussão,pelo menos aqui.

    A discussão é,por que,com tudo isso,ainda hoje a avaliação que se tem dele é positiva? Precisamos entender que esta figura é o representante legítimo dos brasileiros,e não me venham com o discurso que ele foi eleito por menos de 40% da população brasileira.Pelo critério da população ninguém teria maioria,nem mesmo o presidente Lula.

    O que é preciso conseguir,e já faz tempo,é quebrar esta hipnose em que boa parte da população bradileira foi colocada.Do contrário,cada absurdo que esse sujeito falar ou fizer será,para os hipnotizados,motivo de êxtase,verão tudo como um indicador da simplicidade e da boa vontade do sujeito.

  29. O problema é o ajuste fiscal

    Populista é o político que ilude o povo com promessas que dificilmente poderá cumprir.

    Foram populistas Jânio Quadros, com a vassoura que iria varrer a corrupção, e Collor, com o combate aos marajás. Não cumpriram as promessas, e terminaram mal.

    Bolsonaro prometeu ao grande público o combate à corrupção, combate à violência e ao crime organizado,  combate ao socialismo (PT ?) e acabar com a política do “toma lá, dá cá”.  Tudo isso com a ajuda de Deus, pois “Deus acima de todos”.

    Terá dificuldade em cumprir as promessas, mas a PERCEPÇÃO do povo a respeito de combate à corrupção e ao crime organizado dependerá muito de como a grande imprensa tratará esses assuntos.

    Mas o grande, verdadeiro, maior problema do governo Bolsonaro será promover a volta do crescimento econômico do país e a consequente redução do desemprego. E isso passa pelo ajuste fiscal, essencialmente, estabilizar e reduzir o crescimento da dívida pública, que está caminhando para 100% do PIB.

    O Paulo Guedes pretende resolver esse problema com a aprovação da reforma da previdência e as estatizações. É também o que quer o mercado financeiro, de olho no ganho das bolsas com as privatizações.

    Mas as dúvidas levantadas pelo presidente sobre a venda da Embraer e a privatização da Eletrobrás têm suscitado o receio dos mercados sobre as reais intenções do Bolsonaro.

    Pode ser que o presidente resista ao não cumprimento das promessas feitas ao povo, com a ajuda da imprensa, mas se decepcionar as expectativas  do mercado financeiro, dificilmente resistirá.

    • Ajuste fiscal

      A retomada do crescimento economico so nao ocorrera caso a esquerda boicote as medidas de ajuste no congresso. Fica a pergunta: o que é mais importante para o PT? O caos economico que facilitaria sua volta ao poder ou a prosperidade do país, que diminuiria a dependencia da populaçao em relacao ao governo?

      • Prezado Analfabeto:
        Entenda

        Prezado Analfabeto:

        Entenda uma coisa: este espaço aqui é mais sofisticado que as ditas Redes Sociais. Não se convence ninguém com frases de efeitos e esbanjamento de ignorância intelectual, mas com argumentos e civilidade. 

        O Legislativo é um Poder autônomo e por essência Político. Lá é o espaço para a negociação. O Congresso não uma filial do Palácio do Planalto. A Esquerda, especificamente o PT, exercitará o seu papel, qual seja, de opositor. Nada a ver com boicote e que tais. O que vocês buscam com esse tipo de “argumento” é de antemão acharem culpado para o que parece ser certo: o fracasso do governo insano que ora se instala. 

         

  30. Já está um saco esse site
    Já está um saco esse site falando de Bolsonaro. Não tem assunto não? Deixa nosso presidente trabalhar. Aff

    • Quem não deixa o “nosso

      Quem não deixa o “nosso presidente” trabalhar são os militares que o desautorizam. E até o secretário da receita, terceiro escalão no governo!

        

    • NOSSO?

      “Nosso” é o cacete!! O Mitômano mesmo, em seu discurso deixou a entender que pretende governar para os seus fanáticos convertidos. Seis em cada dez brasileiros não votaram nele. E parece que ele e o “Posto Ipiranga” já falam em “discutir a relação” Esperemos.

    • revoada do troll demente

      Quando o trabalho não acrescenta valor

      Lembro-me de palestra proferida por diretor de empresa nacional explicando que nem todo trabalho acrescenta valor ao produto, alertando para o bom senso nas tomadas das decisões  escapando das certezas e armadilhas nas planilhas.

      Para demonstrar o seu conceito usava uma demonstração chocante e de grande efeito na plateia, tirava do pulso um relógio de ouro, aparentemente de boa procedência o envolvia em um pano e com um martelo desferia vários golpes destruindo-o.

      Concluía com esta afirmação: o meu trabalho acrescentou valor?

      Vejo a lava jato e estes deslumbrados, menino moro, dallagnol, pf et caterva neste tipo de trabalho inútil e pernicioso, se não existe a perfeição que prevaleça o bom senso.

  31. Mitómano

    Acho que a maioria dentre nos por aqui não acredita no “mito”, que sempre foi um politico mitomano. Agora, isso não consola… Talvez alivie um pouco o medo que estamos daquilo que podera advir dessa gente toda junta, uns detestando os outros, mas todos loucos para serem Napoleão. 

    Finalmente pude ver o video A Facada no Mito e dentre tudo aquilo que o video demonstra ou tenta demonstrar podemos pensar que houve um atentado armado para matar Bolsonaro com o objetivo de colocarem outro em seu lugar e causar uma grande comoção com o crime ou o proprio Bolsonaro e seu entorno armaram tudo aquilo e assim promoveram o “mito” como vitima e heroi para a opinião publica. Nos dois casos, estamos em mãos de gente perigosa. O ano tende a ser pra la de mediocre, bem provavel que sera uma copia da M… toda que cerca os Bolsonaro. 

    • Juliano,

      quem manda nessa porra são os Isteites. O Depto. de Estado aceitou o pedido da elite brasileira (grandes empresários, multinacionais e rentistas) tão logo Lula chegou ao poder. 

  32. Para nossa sorte!
    Pra nossa sorte, esse cabeção vai sendo conduzido de tal maneira que num espaço curto de tempo o Brasil pode voltar a normalidade.
    O próprio PIG vai ter que aprender a pegar menos pesado, pra não gerar um “coiso” de novo. O próprio mercado…

  33. QUE INVEJA TENHO DO JEAN WILLYS

    ANTE UM BOÇAL DESSE NA PRESIDÊNCIA, SÓ TENHO A DECLARAR QUE TENHO MUITA INVEJA DO DEPUTADO JEAN WILLYS.   QUERIA EU TER DADO AQUELA CUSPARADA NA CARA DO BOÇAL…AFINAL, É SÓ O QUE ELE MERECE

  34. Tivemos base militar dos EUA no Brasil durante a 2a guerra.

    Totalmente sem sentido a afirmação de Bolsoaro sobre  esta possível base. Não atende nenhum interesse do Brasil ou dos EUA em tempo de paz. Alucinação pura.

  35. E as bases americanas na
    E as bases americanas na Turquia são hoje uma tremenda complicação depois de Erdogan ter fechado o regime e caminhado para sua islamização. E são bases que guardam armamentos nucleares, parte deles compartilhado com as forças armadas turcas. É uma sinuca de bico geopolítica.

  36. A essência de cada um

    Se fizerem uma análise biográfica de Jair Bolsonaro, três qualidades ficarão evidentes: ignorante, valentão e mentiroso.

    Um pé de jiló jamais produzirá maçã.

  37. o bolsignaro encobre suas

    o bolsignaro encobre suas incompetencia incriminando os outros….

    pior ainda, encobre com o manto da reiligião e da burrice expl[ícita….

    a cada dia surge um monstro, uma esfinge  a ser  decifrada e que ataca nossos interesses….

  38. Palpite
    Sabemos que nas forças armadas existem militares fanáticos, militares de exagerada linha dura e também militares mais equilibrados, mais responsáveis, mais patriotas, mais exigentes e mais respeitadores da lei, da ordem e da disciplina. Penso que esses últimos, sabendo de quem se trata Jair Messias Bolsonaro e mais alguns dos que lhe cercam, certamente tem pronta, atuante e em constante estado de alerta, a sua própria estrutura de informação que lhes permite acompanhar, analisar, avaliar e fiscalizar, em constante estado de alerta, as possíveis ameaças que possam surgir contra a soberania, contra o estado de direito, contra a ordem institucional e o risco de uma ditadura recheada de fanatismo, preconceito, violência e abusos da autoridade. Eu imagino, que esses últimos, ao perceberem o transe que parece ter dominado a composição dos ministérios e secretarias, ao perceberem que a relação do governo eleito com seus eleitores, após a vitória, se mantém com a mesma linguagem tosca e preconceituosa usada na campanha e, também, ao perceberem que um possível descontrole do equilíbrio, da competência e da autoridade executiva poderá atingir e contaminar perigosamente os escalões inferiores, sem dúvidas será o momento de entrarem em ação para fazerem realmente o que o país espera das forças armadas: a restituição da ordem, da lei, da autoridade lúcida e da devolução do poder ao equilíbrio jurídico, social, democrático e civil.

  39. Ou seja … só uma invasão

    alienígena nos livra destes doidos!  Poderiamos se governados por um largatão super inteligente e comedor de gente, né .. que diferença faz se esta crentaiada que vê cristo trepado pé de goaibeira, vai comer nosso cérebro devagarinho nos próximos anos! Vai nos deixar ocos. Vamos rezar para a Rainha Aura, devota do deus Awika, vir nos resgatar! 

     

     

     

     

     

     

     

     

  40. imbecil vota exatamente em

    imbecil vota exatamente em quem não acredita que irá realmente fazer o que promete. Qual Hitler prometia matar milhões de judeus os seus eleitores riam achando que era apenas retórica

  41. https://popularresistance.org

    https://popularresistance.org/2019-defense-budget-supports-883-overseas-bases-and-is-lethal-to-humanity/

    São 883 bases militares americanas no exterior, que em 2019 vão custar US$50,4 bilhões para manutenção.

    Acima completo relatorio sobre essas bases, são 121 ni Japão, 120 na Alemanha e 78 na Coreia do Sul,

    o valor imobiliario e de material dessas bases está no balanço do Departamento de Defesa como um ativo de US$2 trilhões.

    A tendencia é a diminuição de bases fixas, hoje as incurssões aereas no Afganistao, Siria e Iraque partem de porta aviões.

  42. Domina o aspecto …….militar

      Nem perto, ele foi, faz tempo, e esta manifestação completamente absurda relativa a uma possivel “base” no Brasil, para setores importantes das FFAA, alguns inclusive hj. no Planalto, soou como mais uma das diatribes olavianas, uma boutade ( relembrando a missão francesa dos anos 20/30 ) proferida por um inconsequente.

       Mas…… esperar o que de um ex-capitão, mal aluno da ESAO, sem formação de Estado-Maior (ECEME)

  43. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome