Privatização da Eletrobras, a maior tacada da história, por Luis Nassif

Insisto: a venda da Eletrobras, como anunciada, é uma negociata, provavelmente a maior da história; e trará consequências pesadas sobre o sistema elétrico brasileiro.

Nem se fale do Ministro de fato, Paulo Pedrosa, secretário executivo do Ministério de Minas e Energia (MME), indicado para a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), presidente de duas associações do mercado privado de energia – a dos Comercializadores e dos Grandes Consumidores – também diretor da Equatorial e da Light Rio.

Seu perfil foi sempre ligado ao setor privado. Sua preocupação nunca foi com a atividade-fim – os consumidores -, nem com os objetivos de uma política energética – universalização do acesso e modicidade tarifária -, mas em eliminar qualquer obstáculo ao desenvolvimento do mercado privado de comercialização.

Na privatização do governo FHC, a análise de preços se baseava no fluxo futuro de resultados da empresa, trazidas a valor presente mediante determinada taxa de juros. As espertezas consistiam em considerar o fluxo de caixa histórico, com todas as amarras a que as empresas estavam submetidas enquanto estatais, e manipular a taxa interna de retorno – colocada em níveis extremamente elevados para depreciar o preço.

Agora, não: é manipulação na veia.

Os cálculos e projeções apresentados para avaliar o preço se baseiam nos valores contábeis dos ATIVOS e PASSIVOS de balanço.  Trata-se de um engodo monumental, uma metodologia que a 3G – que elaborou os estudos – jamais utilizou em qualquer processo de fusão e aquisição de mercado, porque não tem valor nenhum. O que sempre valeu é a projeção de resultados, ajustados por fatores como risco e volatilidade das ações.

Leia também:  Gestão da Petrobrás processa petroleiros por questionarem privatizações na justiça

O engodo está no fato da Eletrobras ter 184 usinas e produzir 42.000 MW de energia. E o valor das concessões não entra em seu balanço.

Para efeito de comparação, a Usina São Simão, da CEMIG, antiga, com 1.710 MW de potência instalada, teve uma concessão vendida há três meses por R$ 7,1 bilhões. Esse valor não estava em nenhum balanço. Por uma regra de três simples, apenas as concessões da Eletrobras deveriam valer R$ 289 bilhões. Esses valores não entram nas projeções do valor da privatização. Como se não existem economicamente.

A Espanha não é nenhuma potência hidrelétrica. No entanto, a Iberdrola, segunda empresa elétrica da Espanha, tem valor de mercado equivalente a R$ 138 bilhões. Contra R$ 12 a 15 bilhões da Eletrobras.

A privatização da Eletrobrás será o maior negocio da privatização da historia brasileira, maior do que o da Vale e da telefonia. Quem representa o interesse publico nesse processo se quem vende e quem compra estão do mesmo lado?

Os especialistas do setor estão abismados com a leviandade e falta de debate com que se conduz  esse mega processo.

Na Era das privatizações de FHC o debate foi muito maior, as discussões mais aprofundadas, havia consultorias internacionais para avaliar os valores, o BNDES foi o agente financeiro das vendas, o que mesmo formalmente  é mais um filtro no processo. Agora o BNDES sequer aparece.

Consumada a privatização, além do golpe monumental no erário público, haverá o comprometimento do equilíbrio do mercado de energia, dos investimentos futuros na integração da energia na América Latina.

44 comentários

  1. Para mim isso deve ser
    Para mim isso deve ser tratado como uma mercadoria roubada devendo ser sumariamente revogado, pois Temer é um golpista sendo assim não tem qualquer legitimidade para vender patrimônio Brasileiro.

  2. Prezado Nassif
    Há algum tempo

    Prezado Nassif

    Há algum tempo (creio que há uns 3 meses) vc postou uma informação de que aquela figura sinistra, detestável e asquerosa, aquele cidadão que destruiu as cervejarias brasileiras (e como bom canalha, mudou seu domicílio fiscal para suíça, para dar menos retorno ainda sobra a grana que ele rouba de nossa sociedade com suas práticas comerciais mesquinhas e oligopolistas); aquele velho c=seco e chupado do jp lemann foi visto passeando na sede da Eletrobrás

    O maldito foi verificar sua próxima “aquisição”?

  3. Onde  estão os defensores da

    Onde  estão os defensores da moral do MPF?

    Isto é um caso claríssimo de roubo de patrimônio público com todos os sinais de corrupção da grossa. 

    Pergunto novamente: onde estão os bravos combatentes da corrupção do MPF?

    Depois, fico a pensar: será que eles também estão levando algum?

    Afinal, não foram eles que levaram a quadrilha do temer ao governo?

  4. A questão é que, desde o

    A questão é que, desde o golpe, as coisas vão acontecendo e as soluções vão sendo adiadas.

    Espera-se, agora, que a questão se resolva com a eleição de Lula (de preferência).

    Os problemas de avolumam, a nova legislação trabalhista fragiliza a população pelo estômago (as ditaduras possuem legislações, também) e aquilo que se tem como solução social/ coletiva ainda está disforme.

    A base de Alcântara será um território norte-americano dentro do Brasil. Se tivermos dúvidas sobre isto, ainda é saudável permanecer com o receio.

     

    • Exato

      Não entrará nenhum capital no Brasil. Tudo será feito com um emprestimo do BNDES para os estrangeiros com aquele juros de pai para filho.

  5. Enquanto isso, na sala da justiça

    O MP não tem condições de impedir este enorme atentado contra a soberania do país.

    Está muito ocupado, investigando a morte do cachorro da Dilma.

  6. O José Carlos Assis já contou

    O José Carlos Assis já contou o que está rolando no país, em capítulos recentes.

  7. Tudo bem Nassif, só que há ai

    Tudo bem Nassif, só que há ai alguns pontos obscuros.

    A eletrobrás, vêm, constantemente, dando prejuizo.

    Portanto, para que efetivamente, ela passe a “valer” mais de 300bi, ao invés dos 30 atuais, na bolsa, ela deve, no, mínimo, passar a dar lucro.

    Para ela valer, digamos 300 bi, teria que dar uma lucro em torno de no mínimo 15 bi por ano, coisa que ela nunca fez.

    Para isso ocorrer, ela teria que ter autorização para aumentar tarifas, isso é condição necessária.

    O modelo que está se desenhando de privatização, é a emissão de ações, o governo não subscreveria sua parte e portanto, perderia, em tese, o controle, ficando com menos da metade das ações ordinárias, ON (elet3).

    Ou seja, o Governo continuaria mandando em grande parte da empresa. Não ficou claro ainda, como seria o novo controle.

    Apesar que a turma do 3G, Leman e companhia, adora este modelo, com eles não tendo o controle absoluto, mas tendo o controle de fato, indicando o presidente executivoe promovento os cortes necessários.

    Também não está claro o que ocorrerá com Itaipu, eletronuclar, etc, etc,

    • Você está mal informado

      http://blogs.oglobo.globo.com/ancelmo/post/empresas-do-sistema-eletrobras-vao-receber-r-3927-ate-2025.html

        “

      Empresas do Sistema Eletrobras vão receber R$ 39,27 até 2025

      POR ANCELMO GOIS

      10/09/2017 10:15

      Quase R$ 40 bi

      Em valores corrigidos com base no IPCA, as empresas do Sistema Eletrobras vão receber, até 2025, R$ 39,27 bilhões de indenização da Rede Básica do Sistema Existente (RBSE). Os pagamentos começaram em julho.

      É por causa da grana que deixaram de receber de 2013 para cá, por investimentos feitos antes de maio de 2000. Como se sabe, o governo Temer planeja privatizar o Sistema por metade deste valor.”

       

      http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2017-03/eletrobras-tem-lucro-de-r-34-bilhoes-em-2016-apos-quatro-anos-de-prejuizos

      ” 

      Eletrobras tem lucro de R$ 3,4 bilhões em 2016, após quatro anos de prejuízos

      A Centrais Elétricas Brasileiras (Eletrobras) fechou 2016 com lucro líquido de R$ 3,4 bilhões, revertendo quatro anos consecutivos de resultados negativos e um prejuízo de R$ 14,4 bilhões em 2015.

      Os dados, já encaminhados à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), indicam que o principal impacto positivo foi motivado pelo reconhecimento contábil referente à Rede Básica Sistemas Existentes (RBSE – ativos de transmissão antes de 2000), cujo efeito líquido – descontados os impostos – atingiu R$ 18,876 bilhões. […]”

    • A 3G mandará na Eletrobras.

      Na verdade a 3G terá controle, pois se o governo tiver 40% e se cada grande investidor tiver 10%, quem fechar com o governo terá o controle. Para isso basta que o governo não tenha exatamente 40%. Se o governo tiver 40% + 1 ação será o suficiente.

      Já percebeu que eles sempre falam que o governo ficará com cerca de 40%. Quero ver o PL.

      Para fazer o que eles pretendem o correto era limitar a participação de cada investidor em 5% (o melhor mesmo seria 2%) e o governo ficar no máximo com EXATAMENTE 40%.

      Com esse grupo no poder a 3G mandará na Eletrobras.

      Se tiver algum o outro governo pode ser que mude, mas permanecendo este grupo a 3G mandará.

    • Lucro/Tarifas

      A Eletrobrás tem dado prejuízo, sim, depois da renovação das concessões de muitas usinas e linhas de transmissão de suas controladas. Os motivos foram as indenizações dos ativos muito abaixo do valor e a determinação de tarifação insuficiente até para a operação e manutenção das usinas que já estavam amortizadas. Não é pouco. No caso, por exemplo, da Chesf, é a maioria delas..Antes da entrega da maioria das ações a empresas privadas ou estatais estrangeiras, os vendedores, claro, solucionarão  este problema. E dizem que não haverá aumento de tarifa como  dirão, quando os lucros vierem, que eles serão fruto da “eficiência” da  empresa privada. Eles, os vendedores, por tanta gentileza, ganharão alguma coisa?… O Brasil perderá, sem dúvida.

  8. Uma dúvida…

    Há possibilidades que um mesmo grupo seja favorecido com as privadoações da Eletrobras e CEDAE e também com o arrendamento de áreas do exército e da aeronáutica ?

    Esta minha pergunta é porque prevejo que se os salafrários que sequestraram o Brasil permanecerem no poder depois de 2018 até as áreas de propriedade da união serão privadoadas .

    Ah quando a canoa virar…

    [video:https://youtu.be/abR-um1_rIs%5D

     

     

  9. Parece ser um golpe

    Parece ser um golpe escancarado no patrimônio do país e em sua soberania.

    Ok. Então onde andam nossos “militares”, que deveriam zelar pela defesa de nossos interesses estratégicos? 

    Nos “isteitis” sabemos que todas as hidrelétricas são do estado e administradas pelo exército. Claro, eles não são retardados.

    E aqui? Onde andam nossos “guardiões”? Debaixo da cama? Bincando de guerra fria e com medo de “comunistas”???

  10. Privatização: Tornou-se necessário graças ao Governo PT

    Tem que privatizar mesmo e eliminar ao máximo as oportunidades dos políticos utilizarem a máquina pública para benefício próprio e de seus comparsas. Essa história romântica de que as estatais são necessárias para o bem comum da população não cola mais porque, embora até tenha sentido teórico, na prática o que acontece é exatamente o inverso. E cá para nós o que interessa é o mundo real.

    O Governo pode perfeitamente cuidar da maioria das atividades onde possui uma estatal sem ser empresário. É só fazer isso exercendo o seu papel fundamental de regulador, através das agências reguladoras e demais meios de fiscalização e controle.

    Ninguém acha estranho o Governo querer cuidar de questões acessórias, como ser empresário, sendo que não faz bem aquilo que é fundamental, como p.ex. as questões sociais. É preciso que ele foque os esforços naquilo realmente que a população precisa, que é essencial para a dignidade humana, áreas onde uma grande parte da população é dependente do estado.

    Deixe o papel de empresário para a iniciativa privada, quando muito, o governo pode entrar como sócio e aproveitar a geração de lucro para aumentar os recursos disponíveis para investir em benefícios da população. O Governo tem coisas mais importantes para cuidar, como as funções essenciais de estado que estão literalmente largadas de lado ou muito mal executadas, como p.ex., segurança pública, saúde e educação.

    Lembre-se: no passado o governo investiu em infraestrutura porque na época a iniciativa privada não tinha capital e/ou não se interessava por esse tipo de negócio, devido ao volume de capital necessário ser muito grande, associado a uma expectativa de retorno dentro de um horizonte de tempo muito distante.

    Pois bem, atualmente essa realidade mudou, as empresas estão interessadas em investir em infraestrutura, dessa forma o motivo que o governo tinha para atuar no setor de infraestrutura não existe mais. Além disso, por falta de recursos o governo não tem mais condições de investir para a modernização desses setores onde é empresário. Quando faz isso ele tira dinheiro de outros lugares, como saúde, educação e segurança pública, só para ficar nesses exemplos.

    Quando uma empresa estatal como a Eletrobras por falta de geração de caixa ou lucro suficiente precisa investir e não tem recurso, só há 2 caminhos: não investir e isso leva a piora da qualidade do serviço que é prestado a população ou o governo tem que colocar dinheiro na empresa e isso significa que você está pagando a conta de forma direta, através de algum imposto, como p.ex. aumento das tarifas de energia elétrica, ou tirando dinheiro de outras áreas, como habitação e saneamento básico, só para citar 2 exemplos.

    Essa história de golpe também já deu. Ninguém mais acredita nessa conversa mole, pelo menos, ninguém que realmente conheça a “definição de golpe de estado”. Nem mesmo quem fica repetindo isso como um mantra acredita nessa “patacoada”, só fazem isso por questão de conveniência, utilizam o argumento só para inflar e manobrar as massas.

    Lembre-se a divisão não é entre Esquerda e Direita e sim entre políticos corruptos e honestos. Aqueles que estão lutando por interesses da população e aqueles que estão atendendo a interesses pessoais ou de grupos dos quais recebem algum tipo de vantagem.

    Portanto, preste atenção se o discurso do político que você apoia está de acordo com as ações que ele pratica, a final vale a máxima, falar é fácil o difícil é fazer a coisa certa.

    • Aos gestores do blog:

      seria possível evitar ler uma coisa dessas aqui. Já basta o que temos que ouvir nos clubes e restaurantes de São Paulo…

      Fora isso espero que este camarada seja dos primeiros a ficar sem luz e seu negócio fechar por falta de energia…

    • Acho que se equivocou….

      Voce tem a opção de postar comentarios na folha,estadão,globo,valor ou blogs neoliberais variados…..o que catzo esta comentando aqui??????

      Acho que neste blog nunca li um tal amontoado de lugar comun, parece que estou assistindo a globonews…….fico na duvida……..1-acredita mesmo nessa baboseira toda? 2-é desonestidade intelectual?…sou mais mais a 2

      Tomo a liberdade de por em negrito esta pérola:

      Governo querer cuidar de questões acessórias, como ser empresário….

      Olha aqui o Governo chines cuidadando de questões acessórias…

      As autoridades chinesas aprovaram uma mega fusão entre o maior produtor nacional de carvão do país e uma grande empresa de eletricidade. O grupo, chamado National Energy Investment Group(estatal), se tornará o líder mundial em energia de capacidade instalada. O total de ativos da empresa será superior a 1.800 milhões de yuans (227,9 bilhões de euros)

      A China continua a consolidar seu setor de energia. A empresa de eletricidade China Guodian Group(estatal) se fundirá com o gigante do carvão Shenhua Group(estatal) para criar o maior fornecedor de eletricidade do mundo(estatal), anunciou após vários meses de negociações a Comissão de Administração e Supervisão de Mercadorias Estado (Sasac), a agência governamental que controla grandes empresas estatais.

      E depois as empresas estatais brasileiras vão ser compradas, à preço de banana, por estatais chinesas….ou francesas ou italianas…..Afinal é tudo questão acessória……

       

       

    • Onde está o dinheiro ?

      Prá onde foi parar o dinheiro das privatizações realizadas desde FHC ? Se o que ficou foi um rombo ( ou roubo) enorme, quando saiu, hostilizado por todos.

      A Vale ou Samarco, em sua ânsia de lucro, foi a responsável pela tragédia em Mariana, que até agora não teve nada de concreto para os moradores atingidos. As telefônicas nos tratam como idiotas e ainda não pagam as multas recebidas e fica tudo por isto mesmo.

      As Agências criadas durante o governo dele, são infestadas de interessados, em que a coisa não ande, ou ande a seu modo. O sr. já tentou falar com a Anatel alguma vez ? E a ANS ?, onde os donos de planos de saúde é que ditam as normas dos seus interesses próprios. E  o que levamos ? qual foi o benefício resultado? além dos aumentos vergonhosos ? Além da vergonha que foi assistir a recepção dada aos médicos Cubanos, quando da chegada deles ao Brasil.

      E o dinheiro das privaizações atuais ? O sr. saberia me dizer prá onde está indo, se o rombo só cresce com essa quadrilha GOLPISTA (QUEIRA O SR. OU NÃO),  que foi colocada lá por gente com sua mentalidade e porque não dizer preconceito.

      Volte para os seus (de onde não deveria ter saido) e terá 1000 estrelas .

    • Privatização
      Pode privatizar sim, mas não entregar a troco de banana e outra não esqueça que quem está comprando são os chineses que tem um economia baseada no capital, mas sob o controle estatal.

    • Como é?
      E tudo isso que você acha o correto e o lógico e o mais esclarecido, o bom para o país e seu futuro, etc. e tal, porque não pode ser feito democraticamente, pela execução de uma plataforma de um governo eleito pelo povo e coisa e tal? Ah, sim, o que é que o povo entende dessas coisas, não é mesmo? Alexandre, seus argumentos pecam por um vício de origem e esse vício os torna não apenas suspeitos como também imorais. Nesse diapasão, meu caro, eu tenho todo o direito de apontar o dedo para você e suas ideias e tranquilamente acusar: usurpador das prerrogativas civilizacionais do povo brasileiro, porta voz da elite corrupta do dinheiro! Sim, nada elegante minha acusação, não é mesmo? Afinal, onde estão os argumentos? A sim, o capital de nossos empresários… Em sua falta, serve o estrangeiro mesmo, espanhol, chinês ou de qualquer outro lugar. De preferência, a preços módicos que é para sair mais fácil. Mas, perai, quem foi que pagou pelo produto a ser vendido a preço de banana? Ah, sim, o povo com o suor de seu trabalho. Ah, bobagem, o povo tá sempre trabalhando mesmo. Mas, e a geopolítica, e a soberania? Nada, o que importa é a eficiência do sistema, isso de soberania é papo de comunista. Geopolítica? Vixe, existe isso? O mundo é uma bola…

      • PS:
        Finjam que os empresários é que são todos honestos, que bancos privados não lavam dinheiro, que não existem fortunas escondidas em paraísos fiscais, que as empreiteiras brasileiras não corrompem ninguém, que a JBS é deus na terra sob a forma de vestal da salsicha, que não existem desrespeitos aos direitos trabalhistas nem sonegação por parte da turma da FIESP e outros espes, que a turma da iniciativa privada não lucra com o financismo da dívida pública, que empresas como a Shell são modelos de compliance, que as multinacionais do agronegócio não envenenam a mesa do brasileiro, que o capitalista brasileiro, apropriador de 60 por cento do PIB do Brasil não é o mais bem remunerado do planeta… Sim, tudo culpa do governo. Hipocrisia abunda.

  11. como foi isso possivel?

    Como pode uma governo ilegitimo no crespúsculo  tomar uma decisão dessas?

    Para que serve o congresso?

    Para que serve o judiciario?

    Para que servem os partidos?

    Para que serve a imprensa?

    Para que serve a sociedade civil?

    (não precisam responder, já tenho a resposta…)

    Fossemos nós um país democrático esse assunto teria que ser debatido às claras na campanha de 2018!

    Só depois poderia ser tomada uma decisão!

  12. ENERGIA NÃO É MERCADORIA É SOBERANIA!
    #ENERGIA NÃO PODE SER CONSIDERADA MERCADORIA!!! O MAIOR ERRO QUE PODÍAMOS DEIXAR ESSE GOVERNO GOLPISTA FAZER É VENDER NOSSAS ÁGUAS E POR CONSEQÜÊNCIA NOSSAS USINAS! EM TEMPOS DE GUERRA ENTREGAR NOSSA ESTRATÉGIA PARA UMA ESTATAL CHINESA COMUNISTA! COMO????? ACORDA BRASILEIRO!!! VC ESTÁ SENDO ENGANADO E ROUBADO!!!

  13. É claro que é chato ficar

    É claro que é chato ficar repetindo que o golpe foi dado pra essas e outras. Mas achar que golpistas estão aí pra “debater”, é demais.

    Mais ainda: se houver eleições, os candidatos vinculados aos interesses dos trabalhadores e do povão de um modo geral devem se dispensar “debater” com candidatos e “jornalistas” golpistas imorais e fascistas escrotos: é pra tratá-los com imbecis safados pra baixo.

    Não há mais espaço para debate razoável. Chega de “cavalheirismo” com valentões de butiquim. Chega de referendar um status de “bem pensantes” para usurpadores mesquinhos.

  14. Pilhagem

    Nassif usou o termo tacada mas a definição é pura e simplesmente essa: pilhagem anunciada. Não seria o caso de ação preventiva do MPF?  Os procuradores não têm escolhido o que chamam “combate à corrupção” como sua principal função? Ou será que para eles depende de quem são os pilhantes? Há corrupção do mal e “do bem”? Será que a perseguição a Lula toma todo o tempo daquele marajanato?

     

  15. Autor nao sabe regra de 3
    Se a regra de 3 vale para calcular o valor da empresa, tb por obvias razões deveria valer para a privatização. Se vai ser vendido 4% da empresa entre 12 e 15 bi isso dá o valor total da empresa entre 300 e 375bi ou seja vale mais que a referida subsidiária relativamente.

  16. Autor nao sabe regra de 3
    Se a regra de 3 vale para calcular o valor da empresa, tb por obvias razões deveria valer para a privatização. Se vai ser vendido 4% da empresa entre 12 e 15 bi isso dá o valor total da empresa entre 300 e 375bi ou seja vale mais que a referida subsidiária relativamente.

    • Privatização de 4%?
      Como a Eletrobrás tem ações em Bolsa, 4% é uma movimentação bem pequena para ser chamada de privat(ar)ização, não? Qual é a sua fonte para afirmar que a privat(ar)ização é esta insignificância?
      A menos que estes “4%” levem 100% do que é relevante na empresa, pelas mágicas contábeis dos privatas e seus comparsas e ganhar muuuuuita grana, usando os impostos que voce, esperto, também pagou.

    • Importantíssimos esses

      Importantíssimos esses artigos e reportagens…… Quem me dera ter uma empresa jornalística forte ou uma produtora de documentários para registrar de modo profundo essa roubalheira para toda a posteridade…… Obrigado por trazer!!!!

  17. Alo alo Cintia Alves,voce e
    Alo alo Cintia Alves,voce e fera,um futuro de encher os olhos.Acorda que os tucanos estao voando que sao uma beleza.Bruno Araujo pediu o bone.Olho no lance.

  18. A Privatização é a melhor saída
    Tudo o que não foi privatizado ou entrou no processo de Concessão, vai de mal à pior. Porque será?!?!?! Por estar nas mãos do no “Governo e/ou Governantes”. Vale e Telebrás, se não fossem privatizadas as portas do minério de ferro estariam fechadas e os telefones com preço aproximado de R$ 15.000,00 reais a linha estariam mudos!!!
    Ex: Greve no metrô em São Paulo, qual a única linha que funciona, a linha Amarela, concessão da CCRO… Realmente a Eletrobras vale bem mais do que R$ 20 no ou mais… Mas privatiza, pois pelo não teremos mais transparência e competitividade.
    Se a Petrobrás fosse privatizada, a gasolina valeria R$ 1,50 o litro e sua ação na bolsa estaria no mínimo R$ 40,00.
    ABS
    #privatizaquevai

    • CHRISTOPHER BIRRER,
       
      explica

      CHRISTOPHER BIRRER,

       

      explica por que o servico de telefonia, o custo de GB do Brasil é um dos mais caros do Mundo?

      O problema disso tudo é que as ideologias se sobrepoem a logica, a pessoa fala qualquer besteira por que acredita em determinada ideologia, sem base em nada.

       

      Chega a ponto de aprovarem um assalto como esse da Eletrobras que pela contas será perto de 200 bilhoes. Se todo o roubo da Petrobras/propinas foi de 7 bilhoes, entao a Eletrobras será responsavel por algo  proximo a 30 robalheiras da Petrobras. 

      Ou seja, o Mercado pode roubar a vontade, mas desvio em Estatais não. 

       

      Pergunta: Por que não há escandalo nos jornais e passeatas contra? Será que somente burrices desses crentes cegos? ou nosso mercado, nossos jornais, nossa elite que manda e manipula os cegos, gosta mesmo é de assaltar o Estado em nome da eficiencia?

       

      O fato é que o NeoLiberalismo conseguiu uma proeza e tanto: Colocar nas cabeças dos incautos de classe média, esses que querem ser empreendedores, que lêem 2 livros e se já acham pensadores, que o Mercado pode roubar a vontade, dar o tombo no estado N vezes, mas qualquer roubo no estado é absurdo, e inclusive ofendem a Matemática: 7 bilhões não pode ( petrobras, absurdo), 200 bilhoes pode ( privataria da Eletrobras, eficiencia).  

       

       

       

       

       

       

  19. .este entreguismo começou com
    .este entreguismo começou com o pau brasil como alvo de cobiça internacional…o alvo hoje é tudo que ainda nos resta: petroleo…agua…energia…base de alcantara…fogueres…saude…educacao….

    chamam de “desnacionalizaçao” o entreguismo do que ainda nos restava

    uma coisa que merece ser destacada e muita gente não sabe: esse crime de lesa patria teve como um dos seus arquitetos o juuz tucano Sergio Moro

    no longiquo 2004 Moro ja sonhava com a desnacionalizaçao da nossa econimia, o que seria feito com a ajuda da midia ajudando na condenaçao de inimigos apontados por ele Moro e CIA
    …ah sim, para que o regime entreguista continue, neste momento o postiço se enco tra reunido com o lixo Gilmar Mendes para que a eleiçao de 2018 seja suspensa atraves da segunda fase do golpe: a implantaçao do parlamentarismo, que sera chamado de semipresidencialismo

    Como a Lava Jato foi pensada como uma operação de guerra, por Luis Nassif

    https://www.cartacapital.com.br/politica/como-a-lava-jato-foi-pensada-como-uma-operacao-de-guerra-5219.html

    https://www.cartacapital.com.br/politica/como-a-lava-jato-foi-pensada-como-uma-operacao-de-guerra-5219.html

  20. Enquanto isso, no

    Enquanto isso, no “mundo-matrix” chamado Brasil, a Globo ou aplaude ou se cala……  e uma sociedade alienada segue em frente, catatônica…….   A omissão dos que têm voz e poder para barrar essa insanidade, é criminosa!

  21. País marcado para morrer

    O que ninguém comentou ou especulou nessa matéria foi sobre qual seria a arma usada para obrigar o Brasil a entregar tão docilmente a sua soberania e as suas reservas de petróleo, de energia e de água.
    A julgar pela foto acima, do céu de uma das principais capitais do sudeste em abril de 2017, cuja legenda poderia ser algo do tipo “país marcado para morrer”, tudo leva a crer que isso tenha a ver com a tal “mudança climática” e com o  falseamento das informações sobre a previsão do tempo, a qual, apresentada de forma “leve”  e “descontraída” pelo Tribunal, digo, Jornal Nacional, todas as noites nos chama de idiotas.

    Ou será isso apenas “nuvens passageiras”, que de repente aparecem num céu azul de brigadeiro?

     

     

  22. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome