Raio X do comércio varejista: muito longe de qualquer sinal de recuperação

Os indicadores de comércio, divulgados ontem pelo IBGE, comprovam mais uma vez o ritmo extremamente lento de recuperação da economia. E desacreditam definitivamente a manipulação de dados da Alshop (Associação dos Lojistas de Shopping) e seus inacreditáveis 9,5% de crescimento nas vendas.

O desempenho do comércio varejista, no acumulado de 12 meses, mostra uma alta de apenas 1,8% em relação aos 12 meses anteriores, mas  uma queda em relação ao acumulado de 12 meses atrás, quando o ritmo de crescimento anual estava em 2,2%

O mesmo ocorreu no indicador Comércio Varejista Ampliado, que inclui material de construção e motos. Caiu de um ritmo de 4,8%, no acumulado de 12 meses, para 3,9%.

Nos dois indicadores, Comércio Varejista e Varejista Ampliado, o setor  não conseguiu recuperar as perdas pós-2014

Em relação a 2015, há um crescimento regional bastante desigual

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Conflito com a China expõe a irresponsabilidade invencível dos Bolsonaro, por Luis Nassif

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome