Xadrez da Maçonaria no Brasil, por Luís Nassif

Xadrez da Maçonaria no Brasil

Peça 1 – general Mourão coloca Maçonaria na mira

As declarações do general Antônio Hamilton Mourão em uma Loja Maçônica do Distrito Federal foram amplamente cobertas pela mídia. Passou em branco o local da manifestação e as relações políticas da maçonaria no país.

Em Portugal, a Maçonaria teve papel central nas movimentações que resultaram na prisão e na destruição política de José Sócrates, ex-primeiro ministro de tendência socialista. Ressurgiu como poder político, não se sabe se efetivo ou superdimensionado pelo caráter misterioso dos maçons.

No processo de impeachment houve diversas manifestações de lojas maçônicas e há diversos maçons em cargos-chaves na administração pública.

Como filho e neto de maçons – meu pai chegou a ocupar alto cargo na Loça Maçônica Estrela Caldense, e abjurou para casar na Igreja com minha mãe – sempre a vi como um clube de autoajuda, muito distante da militância política no Segundo Império.

Meu avô foi levado para a Maçonaria por meu pai. Mudou-se para São Paulo em 1960. Em seu enterro, em 1984, quando chegamos em São Sebastião da Grama, estavam aguardando-os os irmãos maçons de Poços.

Mesmo assim, o tema ainda é insuficientemente explorado. E não se sabe se a Maçonaria é uma força organizada, ou seja, com os maçons obedecendo a movimentos políticos coordenados, típicos de partidos políticos e de associações conspiradoras, ou apenas um clube de autoajuda, uma espécie de Rotary Club com rituais.

Hoje em dia, a soma de manifestações políticas obriga a um foco mais próximo para entender a verdadeira dimensão do fenômeno maçonaria no Brasil de hoje.

Lanço algumas pinceladas, claramente insuficientes para uma avaliação definitiva sobre a Maçonaria, mas visando promover a discussão.

Peça 2 – A Maçonaria atual

Ao longo da história, a Maçonaria juntou brasileiros influentes das mais variadas extrações políticas. A lista de 100 Maçons Ilustre (https://goo.gl/FxS36c) traz, na letra A, os nomes dos ex-governadores Ademar de Barros, Alceu Collares, Antônio Carlos Magalhães, ao lado de políticos híbridos como Aldo Rebelo e Antônio Palocci.

A Maçonaria no Brasil tem três correntes: o Grande Oriente do brasil, o mais antigo, fundado em 1822; as Grandes Lojas e os Grandes Orientes Independentes, reunidos embaixo da Confederação Maçônica do Brasil, conforme se depreende de discurso do senador Mozarildo Cavalcanti (https://goo.gl/LSgpib).

O Grande Oriente do Distrito Federal é subordinado ao grande Oriente do Brasil. Foi criado em 1971. Havia a necessidade e de 13 lojas para fundar um Grande Oriente. O primeiro Gráo-Mestre do Distrito Federal foi Celso Clarismundo da Fonseca.

Em 1978 o Grande Oriente do Brasil transferiu sua sede do Rio de Janeiro para Brasília, comandado pelo senador goiano Osíris Teixeira. Hoje existem 73 lojas no Grande Oriente do DF, no coração do poder.

Nos últimos anos, o Grande Oriente comandou eventos políticos de peso, como homenagem às Forças Armadas, com presença de representantes das três forças; o movimento contra a intervenção federal em Brasília, a campanha da Lei da Ficha Limpa e vários eventos em favor da ética.

Nos 40 anos de fundação, houve evento comemorativo que contou com vários maçons ilustres, como o vice-governador do DF, Nelson Tadeu Filipelli, o então vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça Ministro Félix Fischer, o Ministro do STJ José de Jesus Filho, o Desembargador do TJ do Distrito Federal Lécio Resende da Silva.

No evento, propunha-se um novo estilo para a Maçonaria, conforme discurso do senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR):

O tempo em que a maçonaria precisava se esconder já passou. O tempo em que ela foi perseguida pelos reis, pela Igreja e por outros grandes e poderosos já passou. A maçonaria vive um momento em que precisa, de fato, sintonizar-se com o século XXI, modernizar-se, mostrar para a sociedade o que faz – e só faz o bem, mas faz de forma que não é perceptível pela sociedade”.

Eventos em outras partes do país, como em Campo Grande, servem para mostrar a influência regional da Maçonaria (https://goo.gl/qfL7WV). Entre os maçons agraciados estava o presidente do Tribunal de Justiça José Aedo Camilo, do Procurador Adjunto do Ministério Público do estado, Benjamin José Machado, do presidente do Tribunal de Contas do Estado Élcio Gonçalves de Oliveira, do Secretário do Planejamento Luiz Advive Palmeira, do Secretário de Administração Adjunto Sérgio Luis Gonçalves.

Peça 3 – A diversidade ética e política

Os últimos eventos político-policiais mostraram que nem sempre os princípios éticos foram seguidos por todos os maçons. A quadrilha comandada por Michel Temer teve dois maçons ilustres, dois de seus principais operadores, Nelson Tadeu Filipelli e Sandro Mabel, que nos registros da Maçonaria utiliza seu nome real, Sandro Antônio Scodro. Era maçom também o ex-senador Demóstenes Torres.

Não se pode atribuir à Maçonaria uma ação homogênea.

Em São Paulo, há uma clara articulação visando eleger políticos maçons. A Assessoria Parlamentar do Grande Oriente de São Paulo é constituída pelo vice-governador Márcio França, o deputado federal baleia Rossi e os deputados estaduais Welson Gasparini e Itamar Francisco Borges.

Por outro lado, havia um grupo autodenominado de Maçons Petroleiros (https://goo.gl/SBnYW1) que se organizou “em defesa dos interesses da Petrobras e da nacionalidade”. Criou 7 lojas denominadas Monteiro Lobato (um dos pioneiros da luta pelo petróleo) e, em 2008, se aliaram ao PT, parlamentares do PMDB, PTB, PCdoB e sindicalista tentando tirar Paulo Roberto Costa de uma diretoria da Petrobras.

Os arquivos do governo do estado do Paraná guardam fotos de uma visita ao então governador Roberto Requião, por Alan Kardec e José Inácio Conceição, Inspetor Geral da Ordem dos Maçons.

As estripulias de Paulo Roberto já não eram segredo. O candidato do grupo era Alan Kardec, que dirigiu a Petrobras Biocombustíveis. Na época, sua indicação foi vista como vitória pessoal da Maçonaria. Infelizmente, não foi vitorioso no objetivo principal, que era tirar Paulo Roberto da Petrobras.

Peça 4 – As ligações internacionais

Historicamente, a Maçonaria brasileira nasceu da costela da Maçonaria de Portugal.

Recentemente, a Maçonaria adquiriu enorme protagonismo em Portugal, sendo apontada como personagem política central da crise que destruiu o grande nome da socialdemocracia portuguesa, ex-primeiro ministro José Sócrates.

Mas por lá há uma divergência clara entre duas linhas da Maçonaria: o Grande Oriente Lusitano, ou Maçonaria Regular, mais conservadora; e a Maçonaria Irregular, Liberal e Adogmática (https://goo.gl/MnLBJf).

Nasceu na Maçonaria Irregular a Lei do Serviço Nacional de Saúde, aprovada pela Assembleia da República em 1979.

A dissidência se deu nos anos 80, refletindo as disputas o pensamento da Grande Loja Unidade da Inglaterra, que não admite mulheres maçons e obrigava seus seguidores a adotar crenças religiosas. Enquanto a outra linha maçônica admite a participação de mulheres e aceita ateus e agnósticos.

Grão-Mestre da Obediência Maçônica Grande Oriente Lusitano, de tendência liberal, o português Antônio Reis definiu bem seu compromisso com a democracia:

“Vivemos em tempo de crise. A Maçonaria está atenta para se adaptar aos novos tempos?

Temos que estar muito atentos a estes sintomas de inquietação que vão proliferando, mas não podemos cair num certo catastrofismo, nem pensar que a democracia está condenada e que se caminha no sentido de uma certa anarquização das respostas políticas. Longe disso.

Há que aperfeiçoar a democracia e os partidos. Não vejo alternativas a uma organização democrática em que os partidos políticos continuam a ter um papel fundamental”.

Por outro lado, a Loja Mozart, que pertence à Grande Loja Regular Legal de Portugal foi apontada como diretamente envolvida com o serviço secreto português, nos ataques a José Sócrates.

Peça 5 – O destino manifesto

Do lado dos conservadores e dos progressistas, há inúmeras referências a uma espécie de destino manifesto dos maçons.

No artigo “Perspectivas para a Maçonaria no Século 21”(https://goo.gl/RNMAHh), preconiza-se:

O exemplo da burguesia revolucionária, que foi sábia o suficiente para reunir todos os ingredientes que possibilitaram o salto de qualidade, deve ser seguido, devidamente relativizado. Somos a única instituição no mundo capaz  de se apresentar diante da história como agentes catalisadores da mudança, sem que confundamos nossas ações com as ações próprias de um partido político. Na minha avaliação a maçonaria está acima e além da luta de classes. Ela e só ela!

Por sermos universais, podemos promover vários ensaios, encontros, congressos, etc… com todas as grandes inteligências do mundo, presentes na instituição. Se não estiverem, nós as traremos. Aqui é o lugar delas.

Poderemos forjar novas lideranças mundiais a partir de nossas lojas universitárias. Deveremos ir aos parlamentos, forças armadas, Academia, etc… e buscar todos que se sentem compromissados perante o desafio de promover a necessária harmonia entre os elementos que formam a complexa tessitura  de nossa marcha evolutiva. A exigência será a vocação para Homem-Humanidade. E , hoje, ser Homem-Humanidade é sonhar com um ordenamento social que desempenhe a função histórica de ultrapassar  a emancipação provocada pela Revolução Francesa, superando os seus limites, isto é, criar uma emancipação universalmente humana e não apenas a de uma classe”.

De qualquer modo, são pouco claras as ligações de setores da Maçonaria brasileira com a dos países centrais.

O site “Três Janelas”, ligado à Maçonaria, traz informações relevantes sobre as formas de articulação das Lojas Maçônicas brasileiras com a Grande Loja Unida da Inglaterra.

Diz o texto:

“O District Grand Lodge of South America Northern Division tem como Grão Mestre Distrital o RW Bro Colin Foster, como Grão Mestre Distrital Adjunto o W Bro John Collakis e como Grão Mestre Distrital Assistente o W Bro Ivan Clark.

A novidade desse ano foi à gravação de um vídeo sobre as atividades da maçonaria inglesa no Brasil, idealizado pelo Grão Mestre Distrital Colin V. Foster e que será distribuído no Brasil e Inglaterra. O vídeo abordará a maçonaria inglesa, a maçonaria brasileira, a maçonaria inglesa no Brasil, além de outros assuntos relacionados.

O Grande Oriente do Brasil sempre pautou o seu relacionamento internacional pelas normas estabelecidas pela Grande Loja Unida da Inglaterra, com a qual mantem estreito relacionamento desde o século passado”.

Colin V. Foster é o marido de Graça Foster, ex-presidente da Petrobras. Motivo para que os fakenews que pululavam na Internet atribuísse propósitos conspiratórios à Maçonaria, que se infiltraria no governo através de Graça.

Colin é o Grão-Mestre Distrital da Divisão Norte da Grande Loja Unida da Inglaterra, cujo “Grand Master” é o Príncipe Edward George Nicholas Paul Patrick – primo da Rainha Elisabeth. Quem comanda a Grande Loja Unida da Inglaterra, junto com o príncipe, é Peter Lowndes membro do Royal Institution of Chartered Surveyors (RICS).

Peça 6 – levantando a bola

A intenção desse Xadrez inconclusivo foi levantar a bola, juntar mais dados e estudos para voltar ao tema.

Obviamente, como um Portal colaborativo, contamos com a colaboração de vocês.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

91 comentários

  1. Nassif fui escolhida como uma

    Nassif fui escolhida como uma guerreira da Luz. E vos digo maçonaria atual não tem nada haver com a classica da baviera.

    Ela governou o Brasil durante o regime FHC, nos governos Lula e Dilma perdeu força….esse papo de  grande construtor do universo…é para engambelar,iniciantes e poucos instruidos….como tudo muda a maçonaria mudou se adaptou ao seu tempo.

    Hoje não passa de primeiro degrau para grandes corporações neoliberais….e mexem sim com magia…pois conheço sou iniciada como guerreira. E vou combate-los….e não sei por que em assuntos terrenos….sou levada a me aliar a esquerda e defender o Lula…nem penso em votar…mas Lula tem uma energia diferente, para o astral…

     

     

  2. São regressistas de nascença
    São regressistas de nascença..os progresdistas,..e a nossa história os esconde…talvez estejam por tras do Partido Regressista que queria o retorno do Brasil ao periodo colonial escravista o que conseguiram com o golpe regressista de 2016

    Regressistas vs progressistas na maçonaria

    https://bibliot3ca.wordpress.com/maconaria-conservadora-vs-maconaria-progressista/

    Momentos atrås rolou uma grande reuniäo na loja maçonica que fica no final da rua 3 em goiania…fiquei curioso pra saber o que era mas tive me contentar em olhar a exuberancia dos carros do lado de fora…esse pais tinha um projeto que era se tornar um grande pais de classe media mas o golpe regressista de 2016 transformou em pó tal projeto…os regressistas estao conseguindo o velho sonho de regressar esse pais ao periodo colonial escravista…que mudem o lema da nossa bandeira para ORDEM E REGRESSO…a Nigeria eh aqui…

  3. MAÇONARIA, anacronismo é o meu nome.

    Assim como os escoteiros a maçonaria virou um clube do bolinha com pompa e circustância para preencher o tempo da “eleite” brasileira, e como a elite é o que é, a maçonaria é da mesma forma.

  4. A julgar por seus membros e

    A julgar por seus membros e preferidos (Michel Temer, Aécio Neves e etc…) e seu apoio a ditadura e aos crimes que ela cometeu, a maçonaria deveria ser tratadas como pouco menos do que uma  organização criminosa. 

  5. Será que finalmente vão falar

    Será que finalmente vão falar do bode, literal, na sala??

     

    E a “justissa” vai ficar de fora?? Vão esquecer a turma do sobrenome???

  6. Lembrando que Felix Fisher é

    Lembrando que Felix Fisher é o relator da “lava jato” no STJ e, recentemente, negou mais um recurso de Lula, mesmo com a anuencia ao recurso, do MP.

     

  7. Embora deva existir não

    Embora deva existir não conheço um maçon progressista que pense diferente de manter o status quo atual e veja no PT um inimigo a ser combatido.

    A maçonaria teve sim grande envolvimento no golpe de estado de 2016 que apeou Dilma do poder e no seu lugar colocou a quadrilha de ladrãos do PMDB.

    É uma instituição extremamente conservadora cuja prática usual é o tráfico de influência.

  8. São como qualquer outro grupo de inter esse

    Maçonaria , ruralistas , setor financeiro , barões da mídia , igrejas evangélicas , Fiesp , sindicalistas , MST , funcionalismo público………

    Seja lá qual for o interesse que os agrega :  economico , social , moral , ………

    Ao contrário da áurea que tentam lhe impingir , democracia nada mais é do que o fato de nenhum grupo isolado conseguir dominar o processo político , isto é , para conseguir seus objetivos são obrigados a se submeter ao processo político junto com todos os demais.

    O Brasil nunca assistiu a isso . Poucos grupos sempre dominaram e impuseram seus interesses a toda sociedade .  

     

  9. É informação pequena mas

    <p>É informação pequena mas serve para compor o tema. Moro numa cidade pequena há 300 quilômetros de São Paulo. Quando iniciou-se o movimento do impeachment os únicos carros adesivados com o “Fora Dilma” na cidade eram dos maçons. Meu vizinho da frente é maçom e odeia o PT.&nbsp;</p>

  10. Nassif;
    Quem já viveu a

    Nassif;

    Quem já viveu a infeliz experiência de por longos anos  trabalhar em uma empresa onde a cúpula era composta por membros da maçonaria pode dar testemunho:

    – os critérios para admissão, de promoções e mesmo os de demissões são inexplicáveis, muito estranhos  para nós simples mortais.

    – a verborragia patriotica, ética  e moralista, em nada se coaduna com a prática, muito pelo contrário.

    – o amigo do meu irmão maçon é meu amissíssimo, agora o inimigo do meu irmão maçon é meu maior inimigo.

    Mesmo assim eles se consideram exemplo para toda a humanidade.

     

    Genaro : .  (notem os três pontinhos) 

     

  11. Interesse Público e Privado

    Moro em uma cidade média do interior do Rio Grande do Sul, onde a Maçonaria tem muita influência. Sei pouco sobre como ela se organiza, apesar de saber que a maioria das pessoas influentes da cidade fazem parte da organização, principalmente do Judiciário, altos funcionários públicos, médicos, militares de alta patente das forças armadas e Policia Militar  e advogados de famílias Influentes. Por minha atividade profissional, converso com muitas pessoas, de vários setores e ouvi alguns relatos dealguns casos de ajuda mútua dos irmãos maçons, sempre usando do público para servir o interesse privado, tanto com ações ou omissões.   

  12. TUDO QUE É SECRETO TEM ALGO

    TUDO QUE É SECRETO TEM ALGO CRIMINOSO A ESCONDER E ESTES TOBÓS ADORAM O DEMO SIM ,CULTUAM UM BODE E HOJE TORTURAM O BRASIL.NÃO EXISTE TRIGO NO MEIO DESSA MONTANHA DE JOIO.

    • Caro Luiz, para mim apesar de ser agnóstico, a maçonaria ……

      Caro Luiz, para mim apesar de ser agnóstico, a maçonaria com seus níveis os quais os níveis inferiores não tem acesso ao que faz o nível superior tem tudo a haver com SATANISMO (se o satã existe ou não é outro problema) mas que eles adoram, algo que é secreto é claro.

      Estava olhando na Internet e achei um vídeo sobre a inalguração do Túnel de São Gotardo na fronteira entre a Suiça e Itália e realmente fiquei impressionado com as imagens.

      [video:https://youtu.be/ZqhkcpHfbr0%5D

      O mais interesante é que toda a imprensa européia achou algo estranho naquela apresentação.

        • Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay.

          Se o texto que colocaste provém deste link:

          cinegnose.blogspot.com.br/2016/10/bizarro-show-da-abertura-de-tunel-na.html

          chamo a atenção que há uma posição clara no mesmo sobre o assunto, fruto de uma crença de seu autor:

          “Na verdade no Cinegnose, logo no início da discussão está clara a posição: O Cinegnose não crê em “conspirações”, no sentido de uma ação arquitetada e friamente planejada por homens fechados em salas secretas traçando metodicamente planos.”

          Porém, seguindo o magnífico Cervantes na obra de “El ingenioso hidalgo Don Quixote de La Mancha” sou mais aberto a sua magnífica frase:

          “Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay.”

          Durante as minhas últimas cinco décadas de vida após o abandono de minha religiosidade sempre fiquei completamente cético a qualquer coisa que envolva o oculto, porém isto não quer dizer que outras pessoas abram mão de simbologias, ritos e confrarias ocultistas, que com efeitos reais ou imaginários para os próprios seguidores, não possam existir.

          Logo não é possível através de uma crença inversa (O Cinegnose não crê em “conspirações”…) descartar qualquer possibilidade de ajuntamento de loucos, pois é muito mais fácil juntar pessoas dementes do que pessoas sãs!

  13. vale lembrar de Hipólito da

    vale lembrar de Hipólito da Costa, que revolucionou a imprensa brasileira com ajuda da maçonaria inglesa.

     

    O jornal Correio Brasiliense fez papel transformador na república brasileira, está aqui a dica para entendermos as origens na “manipulação”maçonica no Brasil.

    Particularmente o que vejo é um grupo de senhores defendendo interesses particulares, e só. Estão cagando para a nação Brasil.

     

  14. Devem ser construtores sociais…

    .
    Ao nos depararmos com um muro bem feito, no prumo, bem assentado, elogiamos o pedreiro e certificamos da qualidade de seu serviço.

    Pedreiros nórdicos estão de parabéns… Os nossos tem muito trabalho pela frente.

  15. Maçonaria: “Mistérios & Negócios”, na “Ação entre Amigos”

    Maçonaria no Brasil é herança imperial do anacronismo enevoado, onde o eixo de fato, e não “filosófico”, que a move é a “Ação entre Amigos” e, para tanto, quanto mais poder ocupar-se, onde quer que seja, melhor para tornar efetiva a ação básica que permite sua existência em pleno século XXI: A satisfação, via confraternização, de interesses.

    Não esqueçamos, onde há destaque aos “amigos” não tem como junto não vir o contraste, os “inimigos”. 

    Portanto, essa Confraria torna-se letal ao Estado e a Democracia no Brasil, principalmente por impregnar hoje toda a instituição judiciária, quer em relação aos servidores da república que nela atuam (também servidores em duplo sentido da maçonaria), quer em relação aos não servidores da república que através dela atuam. Destaque-se que a ação entre amigos no poder judiciário é câncer a corroer o Estado democrático e de direito, que inviabiliza a existência de nação justa, igual e fraterna. 

    Para combate-la, exclusivamente em relação ao mal que causa hoje ao estado brasileiro, que deseja-se e necessita-se, democrático, urgem as reformas, política e judiciária, de forma a servirem também para desimpregnar a maçonaria do Estado, permitindo-na apenas à névoa privada para satisfação social, à moda dos clubs de serviços, Rotary e Lions.

    O problema não são os “mistérios” nas lojas da maçonaria e sim os “negócios” nas ações entre amigos, dentro ou em relação ao Estado democrático e de direito.

    Cristalino como água de bica.     

     

    • Por que não abrir a

      Por que não abrir a magistratura para outros diplomas superiores? Quem disse que só formados em direito sabem fazer justiça com maiúscuoas? Por que não colegiados na primeira instância? Por que não fiscalização popular inclusive disciplinar? Quem disse que o povo não pode participar desse poder já que nasce dele a permissão para agir em seu nome?? Chega dessa pomposidade ridicula que não seve a ninguém…..

  16. Maravilha Nassif! Finalmente

    Maravilha Nassif! Finalmente esse assunto entrou em pauta! Meus avós  ingleses eram maçons mas nāo tinham nada a ver com essa maçonaria que está  rolando por aí,  meu avô,  George Frédéric Baker, muito lutou ao lado de José do Patrocínio,  na libertação  dos escravos. Era um progressista na ė poça.  Hoje, tenho certeza, os maçons trabalharam com ardor para a saída da Dilma.

     

  17. Tem muito rabo-de-palha

    Vamos lá: por partes, a o estilo de Jack!

    1- Eventos públicos em lojas são frequentes e o que aconteceu em Brasilia é apenas uma destas vertentes. FHC por exemplo já falou para algumas centenas de maçons em SP  e adora quando é convidado…

    2- Tem quem pensa que é , mas não é. Vide um grande número políticos e empresários de Pindorama…

    3- Seria sim um lugar muito propício a tolerancia e ao diálogo de idéias, mas Narciso detesta tudo quenão é espelho…

    4- Ligações internacionais. Bem é a origem da Maçonaria no Brasil é majoritariamente inglesa e francesa. Os lusos apesar do que nos narra o Barão do Rio Branco perderam o trem da História na época da Proclamação da Independencia.

    A Maçonaria Portuguesa é uma das mais fragmentadas que existem, comum a profusão de ordens e potencias (e todas se proclamando a legítima) o que é admirável para um pais tão pequeno. Agradeçam a Salazar sua atual situação! E também pródiga em escandalos, vide o caso dos secretas. Caso se deseje um exemplo de influencia dos maçons e da Maçonaria na política, veja-se o que ocorrem em França.

    5- São Paulo é ponto fora da curva no status quo nacional. Uns acham que tem muita importancia, outros acreditam que esta importancia é superestimada.

    De uma forma geral a Maçonaria no Brasil é extremamente “chapa branca”, como os velhos Opalões usados no serviço público até algum tempo… É assim desde os tempos de Vargas!

    6- Em um pais cada vez mais obscurantista nada mais em voga do que a Conspiração judaico-maçônico-comunista internacional, às vezes chamada de Conspiração judaico-maçônico-marxista internacional, ou simplesmente de conspiração judaico-maçônica, onde há bodes expiatórios para todos os gostos.

    • “FHC por exemplo já falou

      “FHC por exemplo já falou para algumas centenas de maçons em SP  e adora quando é convidado…”:

      Logico.  Sao todos brancos.  Como FHC se considera, alias.

  18. Das religiões e pseudo-religiões…….

    Meu comentario é um pouco fora de contexto ou “tangenciando”o dito cujo……Não me parece, de maneira geral, que haja no Brasil, uma verdadeira discussão do que seja um estado laico.Apesar de estar na constituição, entra gov e sai gov; e o assunto não vem ao caso……Certamente, pela simples razão que nenhum partido ou grupo politico quer se indispor com grupos religiosos…….

    A laicidade no estado não é so o estado não “tomar partido” por uma religião, mas tambem observar de perto e avaliar a conduta  dessas religiões……Que as religiões e pseudo-religiões, fiquem delimitadas no que é o sua razão de ser, o espirito, o metafisico, o transcendente e sobretudo, na esfera privada dos cidadãos, e mais nada……Os exemplos, na Historia, de religiões que tem projeto de poder e assumen o mesmo sem hesitar,são abundantes…..Se o estado não “abre o olho”, quando se der conta, ja foi……

    Quanto a Maçonaria ou outras “pseudo-religiões”, acho que, se os membros querem defender certo valores e se “autoajudar” nada contra em se tratando de esfera privada e inicitiva privada, quanto aos funionarios do estado, simplesmente não…..se pertencem a uma religião/pseudo-religião na esfera privada, muito bem, mas o diletantismo dentro do estado, completamente proibido…… extrapolando um pouco, nem declaração publica de posicionamento politico….de esquerda ou de direita, funcionario tem que ter na cabeça que governos passam e o estado fica…..Quanto ao General, chegamos ao suprasumo do sem noção generalizado(General/generalizado…..)Numa reunião de loja maçonica,o individuo discorre sobre a “eventualidade” de um golpezinho militar, sem mais nem menos, como se discutissem amenidades ….numa democracia normal isso se chama conspiração e a essa altura tava todo mundo em cana….com General, com tudo………

    Um velho causo italiano so para ilustrar

    Licio Gelli

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Licio_Gelli

  19. Com olhar de dentro da

    Com olhar de dentro da Instituição, acredito que sua finalidade é mal compreendida por quem está fora, como também pelos de dentro.

    Ela em seus ensinamentos resgata conhecimentos esotéricos tradicionais, razão de ser de toda a sua ritualística e embasamento de sua filosofia. Em seu seio não se pode discutir religião, política, ou qualquer outro assunto sectário.

    Acredito que, infelizmente, por se organizar em “graus” e ser dotada de um formalismo em seus rituais, costuma atrair pessoas mais interessadas em sua forma exterior, do que em sua essência e ensinamentos. Não é difícil imaginar o perfil da pessoa, resgatada da sociedade, que se atraí por hierarquia e patentes. Todavia, seja o posicionamento conservador, ou não, ele jamais reflete a “opinião” da Instituição, como acredito que não refletia nas épocas antigas nas atuações de José Bonifácio, Dom Pedro I e outros.

    Para melhor explicar, antigamente, estavam à frente da Maçonaria pessoas de relevo político. Ela era influente entre a alta casta social e sinal de distinção, talvez até razão para segmentação e ingresso dos políticos, e foram estas personalidade as responsáveis pelas transformações no império e início da república, ou seja, antes de maçons eles eram figurões do Estado.

    É certo, contudo, que valores da filosofia maçonica influenciaram essas personalidades, como na abolição da escravatura no Brasil, na revolução francesa e organização do estado moderno (muitos dos pensadores do iluminismo eram irmãos), mas não se pode dizer que tenham sido estes movimentos maçônicos.

    No Brasil como no mundo, as personalidade influentes da política não estão mais a ela vinculados, razão de ter perdido projeção política, o que faz com que, daqueles que vislumbram nela uma finalidade política, reuna apenas um porção conservadora que ainda sonha com “áureos tempos da Maçônaria como “player” político”.

    PS.: Chamo a atenção para o fato de que existem os maus maçons (como nos exemplos citados no artigo), como também existem os maus médicos, advogados, católicos, evangélicos, jornalistas, entre outros. Como digo, desde que o homem comeu do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, jamais soube direito o que fazer com a habilidade adquirida. Eles não são régua para medir a extensão da instituição e julgá-las com base em seus membros ou nas lendas e folclores sociais é fazer uso de detestável preconceito.

  20. Com olhar de dentro da

    Com olhar de dentro da Instituição, acredito que sua finalidade é mal compreendida por quem está fora, como também pelos de dentro.

    Ela em seus ensinamentos resgata conhecimentos esotéricos tradicionais, razão de ser de toda a sua ritualística e embasamento de sua filosofia. Em seu seio não se pode discutir religião, política, ou qualquer outro assunto sectário.

    Acredito que, infelizmente, por se organizar em “graus” e ser dotada de um formalismo em seus rituais, costuma atrair pessoas mais interessadas em sua forma exterior, do que em sua essência e ensinamentos. Não é difícil imaginar o perfil da pessoa, resgatada da sociedade, que se atraí por hierarquia e patentes. Todavia, seja o posicionamento conservador, ou não, ele jamais reflete a “opinião” da Instituição, como acredito que não refletia nas épocas antigas nas atuações de José Bonifácio, Dom Pedro I e outros.

    Para melhor explicar, antigamente, estavam à frente da Maçonaria pessoas de relevo político. Ela era influente entre a alta casta social e sinal de distinção, talvez até razão para segmentação e ingresso dos políticos, e foram estas personalidade as responsáveis pelas transformações no império e início da república, ou seja, antes de maçons eles eram figurões do Estado.

    É certo, contudo, que valores da filosofia maçonica influenciaram essas personalidades, como na abolição da escravatura no Brasil, na revolução francesa e organização do estado moderno (muitos dos pensadores do iluminismo eram irmãos), mas não se pode dizer que tenham sido estes movimentos maçônicos.

    No Brasil como no mundo, as personalidade influentes da política não estão mais a ela vinculados, razão de ter perdido projeção política, o que faz com que, daqueles que vislumbram nela uma finalidade política, reuna apenas um porção conservadora que ainda sonha com “áureos tempos da Maçônaria como “player” político”.

    PS.: Chamo a atenção para o fato de que existem os maus maçons (como nos exemplos citados no artigo), como também existem os maus médicos, advogados, católicos, evangélicos, jornalistas, entre outros. Como digo, desde que o homem comeu do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, jamais soube direito o que fazer com a habilidade adquirida. Eles não são régua para medir a extensão da instituição e julgá-las com base em seus membros ou nas lendas e folclores sociais é fazer uso de detestável preconceito.

  21. Com olhar de dentro da

    Com olhar de dentro da Instituição, acredito que sua finalidade é mal compreendida por quem está fora, como também pelos de dentro.

    Ela em seus ensinamentos resgata conhecimentos esotéricos tradicionais, razão de ser de toda a sua ritualística e embasamento de sua filosofia. Em seu seio não se pode discutir religião, política, ou qualquer outro assunto sectário.

    Acredito que, infelizmente, por se organizar em “graus” e ser dotada de um formalismo em seus rituais, costuma atrair pessoas mais interessadas em sua forma exterior, do que em sua essência e ensinamentos. Não é difícil imaginar o perfil da pessoa, resgatada da sociedade, que se atraí por hierarquia e patentes. Todavia, seja o posicionamento conservador, ou não, ele jamais reflete a “opinião” da Instituição, como acredito que não refletia nas épocas antigas nas atuações de José Bonifácio, Dom Pedro I e outros.

    Para melhor explicar, antigamente, estavam à frente da Maçonaria pessoas de relevo político. Ela era influente entre a alta casta social e sinal de distinção, talvez até razão para segmentação e ingresso dos políticos, e foram estas personalidade as responsáveis pelas transformações no império e início da república, ou seja, antes de maçons eles eram figurões do Estado.

    É certo, contudo, que valores da filosofia maçonica influenciaram essas personalidades, como na abolição da escravatura no Brasil, na revolução francesa e organização do estado moderno (muitos dos pensadores do iluminismo eram irmãos), mas não se pode dizer que tenham sido estes movimentos maçônicos.

    No Brasil como no mundo, as personalidade influentes da política não estão mais a ela vinculados, razão de ter perdido projeção política, o que faz com que, daqueles que vislumbram nela uma finalidade política, reuna apenas um porção conservadora que ainda sonha com “áureos tempos da Maçônaria como “player” político”.

    PS.: Chamo a atenção para o fato de que existem os maus maçons (como nos exemplos citados no artigo), como também existem os maus médicos, advogados, católicos, evangélicos, jornalistas, entre outros. Como digo, desde que o homem comeu do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, jamais soube direito o que fazer com a habilidade adquirida. Eles não são régua para medir a extensão da instituição e julgá-las com base em seus membros ou nas lendas e folclores sociais é fazer uso de detestável preconceito.

    • Máfia fhc! Esgoto a céu aberto desde 2002…antes era na moita!

      Não conhecemos nenhum maçom bom, e conhecemos vários. Todos são covardes, enrustidos (todos votaram no aécio e não falam por vergonha), edificam-se caluniando os outros. Se alguem conhecer algum maçom bom, apresente-nos por favor.

    • Com adendo ao seu PS:
      Uma

      Com adendo ao seu PS:

      Uma instituição humana. Uma grande instituição. Como tantas outras, reflexo de seu tempo e de sua composição. Só. Nem boa, nem má. Às vezes má, quase sempre boa.

      Uma instituição humana, Em busca da justiça e perfeição.

  22. no Brasil é tudo diferente…………….motivo de preocupação

    o que é mais abrangente nos grupos brasileiros é o poder em si, e não apenas a ilusão ou perfume do poder………………….

    o verdadeiro mestre, o que ainda não temos por aqui, deve  ser apenas a “goteira”,

    ou tão importante ou poderoso quanto o mais recente aprendiz dos três abraços, ou gotas

    • falsos mestres apenas acertam, ou acridita ter acertado…

      e consideram ser o suficiente

      mas o verdadeiro mestre, muito além de acertar, acerta pelos motivos corretos

      sacaram?

      o verdadeiro mestre não é de apoiar golpes como o que sofremos

      • Sobre “falsos mestres”…

        Bom mesmo eh notar que a maconaria se faz tao visivel quando o assunto eh golpe.

        Eles continuam demoniacos.  Quando nao foram?

        Voce sabe que eu tenho absoluto odio, mortal, de entrar em um centro espirita e constatar que todos os dirigentes ou gerentes ou donos sao macons?  Eu te mostro umas dez ou 15 vezes que eu adiantei a filosofia espirita nos ultimos 15 anos:  o que os macons tem pra mostrar por seu “gerenciamento” do Espiritismo em 100 anos que seja?  (E alias, mostre me unzinho passo de evolucao doutrinaria ou filosofica que a maconaria tomou nos ultimos, digamos, 50 anos, so unzinho!)

        Vai se fuder pros quintos dos infernos, filhos da puta.

        Quem colocou a proto telepatia no mapa cientifico mundial FOI IVAN MORAES.  Nao foi voces:  voces nao tem pique, talento, ou competencia pra isso…  pra nao mencionar conhecimento, claro.  Quem teve foi Ivan Moraes.

        • Gente, eu sinto muitissimo de

          Gente, eu sinto muitissimo de trazer um assunto desses ao publico em geral, voces simplesmente NAO sao o publico pro qual eu estou falando, entao…  aguentem a barra ai.  Dispenso comentarios.

          Algum puto macon desse planeta vai falar por Jim Carrey ou nao vai?  Ah, otimo.  Eu vou entao.  VOCES fizeram isso.

          Jim Carrey foi mentalmente estuprado, gente.  Foi intencional, foi dirigido a ele, foi pra ele se fuder mesmo.  So que eu nao vou ficar calado nao.

          Carrey, sem o menor lastro intelectual, sem indoutrinacao, sem estudo nenhum, sem mechanismo de suporte nenhum, se adentrou em um solilpsismo labirintino -quem quizer pesquisar, boa sorte, eu nao aguento olhar mais, ele esta completamente perdido e nem sabe que foi estuprado.

          Alguem fez isso com ele.  Eu me recuso terminantemente a estuprar mentes, simplesmente nao eh de minha personalidade.

          Felizmente, ao invez de Lobsang Rampa -que descobriu 2 putos pensamentos diferentes e se achou qualificado pra “virar guru” mundial- Carrey pelo menos teve a humildade de nao se considerar guru.  So que o solipsismo no qual ele se adentrou vai o destruir.  E ninguem esta falando nada.

          Ele nao fala coisa com coisa porque a unica coisa que ele nao pode dizer em publico eh que ele “subitamente” (POIS ALGUEM O ESTUPROU MENTALMENTE) comecou a distinguir qualidades de pensamentos alheios.  E nem sabe que isso eh “normal” -coff coff.

          Normal PARA NOS, e nao para voces.  Ele simplesmente nao tem ideia do que aconteceu com ele proprio e nao sabe que foi estuprado…

          Ele se destruiria em termos de carreira se dissesse isso em publico.  Infelizmente pra ele, a carreira dele nao me interessa -ADDDOOOOOOORO Jim Carrey, esse nao eh o assunto.

          O assunto eh que NINGUEM falou por ele ate agora, embora todos os sintomas que eu ja conheco ha decadas -que reconheci pela primeira vez lendo Lobsang Rampa, como ja relatei antes em outras quebradas.

          Entao, macomzada de merda: alguem vai falar por Jim Carrey em publico POR FAVOR?  Se voces nao vao…  opa!  Nao falaram mesmo, nao eh?

          Quem falou pela protecao do proto telepata foi eu.  Filhos da puta.

          • Proto telepatia, Lobsang e outros

            Ivan,

            Lí o Lobsang, em princípio com alguma curiosidade e ao fim, com entusiasmo, em época remota, o que não me impede de continuar lendo, recordando alguma coisa, praticando algumas outras, especialmente aquelas do volume VOCÊ E A ETERNIDADE.

            De toda sorte não me ocorreu, em momento algum da leitura de seus livros, que ele tenha se auto-qualificado para “virar guru”.

            Muito pelo contrário, não há um livro no qual ele não se queixe de quão miserável foi a sua vida por ter trilhado o caminho da

            revelação ao espírito  obliterado do ocidente. Tampouco se ponha em dúvida que ele tenha se manifestado pela metempsicose.

            Veja que a cada final de século sempre na Inglaterra surge alguma luz para aquecer um pouquinho a alma fria e utilitarista ocidental e  para nos dar um alerta sobre as direções que o mundo pode tomar. Afinal, é na coroa que reside o fim único do poder do mundo nestes tempos.

            Só que Lobsang era budista e como se sabe, budismo não é religião, já que Buda não é deus.

            Como você está se dirigindo a alguém que não eu, gostaria que você me iluminasse a respeito da “proto telepatia” e do

            “estupro mental do Jim Carrey”.

            Interessou!

             

          •  
            “De toda sorte não me

             

            “De toda sorte não me ocorreu, em momento algum da leitura de seus livros, que ele tenha se auto-qualificado para “virar guru”.”:

            ara Amora (voce eh mulher, nao eh?)…

            Ele se auto desqualifica ao nao ter uma unica descricao tecnica pros 3 unicos pensamentos que conhece  .  Eu conheco literalmente centenas de pensamentos, cortesia de voce-sabe-quem.  Por ter estudado esses pensamentos difernetes por 30 anos e nao ter a menor ideia de como os traduzir em linguagem que “voces” os entenderiam -literalmente eu nao consegueria traduzir em sua linguagem sequer 10 pensamentos- eu botei a teoria toda em publico uns 15 anos atras.  Nao houve um unico espirita ate hoje (sim, isso eh NOSSA propriedade intelectual) que achou um erro ate hoje:  se houvesse era so berrar em publico, nao era?  Eu tou aqui o tempo todo, eh so apontar um erro.  Mas ninguem achou nenhum.

            Ai eu vejo algum proto telepata de terceira categoria se apresentando em uma capa de ouro em publico porque conseguiu (nossinhora!) entender DOIS pensamentos alheios.  Pros anos 60 e 70 tava otimo.  Pra hoje?  Nao, EU sou a ultima banana do Planeta dos Macacos.  E isso ta abaixo de mim.

            Nao sei quem fez isso com ele -que seja repetidod mais uma vez:  foi estupro mental, coisa que eu nunca fiz em 15 anos de fora-do-armario.

            Nao me interessa.

            Ele nao tem uma gota de estudo, zero filosofia, tecnica nenhuma, framework teorico nenhum, definicoes teoricas e tecnica zero, e ainda ta arrotando grosso em publico?  E a maconzada que o fez AINDA ta calada?

            Nao deixo.  Nao deixo MESMO.  Ele vai abaixar o facho AGORA NESSE MINUTO.  Ja tem gente fazendo ironias a respeito da conversa “new age-y” dele sem notar que isso vai reverberar em NOS mais tarde.  E eu, que ja nao tolero psicoticos de terceira classe, NAO VOU LIDAR com proto telepatas de terceira classe.  Eh NOSSA reputacao em jogo.

          • Por sinal…
            “gostaria que

            Por sinal…

            “gostaria que você me iluminasse a respeito da “proto telepatia” e do “estupro mental do Jim Carrey””:

            O unico caso de proto telepatia espontanea que eu conheco foi o de Eileen Wuornos.

            Se Jim Carrey chegou a esse ponto, ele foi induzido e direcionado.  Isso eh, ele foi deflorado.  (mentalmente, diga se)

  23. SOU MAÇOM

    Sou Maçom. Mas minha Loja pertence a Maçonaria Mista do Brasil. Não considerada como Maçonaria pelos Maçons tradicionais (GOB principalmente).É notório que a maioria dos Maçons são de linha mais conservadora, aqui em nosso pais, até pq a maioria se considera de classe média alta. A vida maçonica é muito rica em ensinamentos. Contudo nem todos entendem o real significado. Deveriamos ser exemplos de equilibrio, contra essa intolerancia que assola o Brasil. Mutos com certeza são. Infelizmente não é assim que pensam as maiores autoridades maçonicas…Que o GADU nos ilumine.

     

  24. SOU MAÇOM

    Sou Maçom. Mas minha Loja pertence a Maçonaria Mista do Brasil. Não considerada como Maçonaria pelos Maçons tradicionais (GOB principalmente).É notório que a maioria dos Maçons são de linha mais conservadora, aqui em nosso pais, até pq a maioria se considera de classe média alta. A vida maçonica é muito rica em ensinamentos. Contudo nem todos entendem o real significado. Deveriamos ser exemplos de equilibrio, contra essa intolerancia que assola o Brasil. Mutos com certeza são. Infelizmente não é assim que pensam as maiores autoridades maçonicas…Que o GADU nos ilumine.

     

  25. Agora sim dá pra ler !

    Artigo de tese conspiratória que não cita a Maçonaria nem merece ser lido ! Se tiver a CIA então melhor ainda !

    Enquanto isso os Illuminati nadam de braçada e ninguém se dá conta disso, convém ficar de olho nesses caras.

  26. Agora sim dá pra ler !

    Artigo de tese conspiratória que não cita a Maçonaria nem merece ser lido ! Se tiver a CIA então melhor ainda !

    Enquanto isso os Illuminati nadam de braçada e ninguém se dá conta disso, convém ficar de olho nesses caras.

  27. Máfia fhc! Esgoto a céu aberto desde 2002…antes era na moita!

    Tá tudo na internet!!! É só dar um ctrl-c e um ctrl-v!!!

  28. Faltou falar sobre a maçonaria frencesa

    Ninguém falou sobre a franco maçonaria parece que é uma linha menos conservadora ser mesmo? Os simbolos maçonas e seus significados são muitos filosóficos e sábios só que não praticam nada só vaidades tudo por dinheiro só a casta superior tem acesso elite destruidora…

  29. Faltou falar sobre a maçonaria frencesa

    Ninguém falou sobre a franco maçonaria parece que é uma linha menos conservadora ser mesmo? Os simbolos maçonas e seus significados são muitos filosóficos e sábios só que não praticam nada só vaidades tudo por dinheiro só a casta superior tem acesso elite destruidora…Clube do bolinha mulher não entra…já viu né?

  30. Xadrez da Maçonaria no Brasil

    óbvio está que o Xadrez não é exatamente sobre a Maçonaria, e sim sobre algo como:

    “- Afinal, tem algo de muito estranho em curso com este golpe no Brasil, não é? Ou será que todos vão continuar fingindo que não estão percebendo isto…”

    a Maçonaria brasileira é anti republicana, monarquista, anti Povo, aristocrata, anti Brasil e pró EUA – um país que só existe em sua mitologia, como a de um medíocre seriado B televisivo.

     

     

    .

     

  31. A administração pública está

    A administração pública está cheia dessa gente. Alguns tem poder, outros são usados. Maçonaria é, por definição, uma organização conspiradora, pouco confiável, cheia de rituais bobos e que deveria ser acompanhada de perto pelo povão.

    O que todos querem ali é levar vantagem. Essa história de homens de bem e inteligentes preocupados com o futuro da humanidade é conversa para boi dormir.

    Só ocupa cargos públicos de allto escalão quem for de alguma agremiação política ou maçônica. Maçonaria é máquina política sem nenhum controle e totalmente alheia à Democracia. São os “auto-iluminados”.

  32. A Maçonaria não faz restrição

    A Maçonaria não faz restrição quanto a linha ideológica, de modo a abrigar uma grande variedade de homens – uma instituição assim teria grandes dificuldades em agir conspiratoriamente de modo coeso. . 

    No entanto, conspirações fazem parte da vida e os homens que são atraídos pela Maçonaria são aqueles que buscam poder. Dentre os o que buscam poder, alguns o querem para realizar mudanças na sociedade em prol do povo, movidos fundamentalmente por empatia, enquanto outros querem o poder pelo poder, movidos fundamentalmente pelo de desejo de se sentirem superiores ao resto da sociedade. Ambos os tipos de homens vão encontrar seus pares na Maçonaria e ambos os tipos vão conspirar pra alcançar seus respectivos objetivos, 

    Assim como ambos os tipos de homens vão se encontrar fora da Maçonaria – sem serem maçons – e também irão conspirar para atingir seus objetivos. 

    Não é a Maçonaria que faz conspirações existirem – é a disputa por poder que é responsável por isto. 

  33. Todo ato de desgraça que
    Todo ato de desgraça que assola este pais, tem as maos de um bodinho. Isso vem desde o início da república aos dias de hoje, os caras conhecem a arte do sussurro, olha o povo carneirinho.
    Quem quiser saber como toda essa merda vai acabar, leia o caibailion.

    PS: Um 33°33 sempre retarda a lei usando o ritmo, mas um dia vacila e a casa cai, o cara se esquece que tudo é correspondente.

  34. Maçonaria…

    Há algum tempo fiquei curiosa para ver se tinha algum remanescente da votação da Emenda Dante de Oliveira, ainda em atividade…que tenha votado CONTRA as DIRETASJÁ.. Encontrei na lista o Sen. Mozarildo Cavalcanti ;/

  35. Sao mestres em destruir

    Sao mestres em destruir carreiras e reputacoes, para os desafetos e aqueles que por  alguma razao desertam de suas fileiras.  O fim de Gaga ja comecou, vamos assistir de camarote a sua derrocada.  Por que sera que impediram-na de participar do rock in rio?  Doenca?  Conta outra!

    [video:https://youtu.be/sa4aT-K3p50%5D

  36. NASSIF: UMA DICA

    Nassif, siga o camino das pedras e vai encontra-los encastelados no JUDICIÁRIO. A parte oral dos exames de juizes e desembargadores deve ser investigada como um canal facilitador.

  37. Há muitas indicações de que

    Há muitas indicações de que os maçons estão presentes em grande número no poder judiciário, o único poder que não é democrático e não depende de votos. Uma boa ideia seria conferir esta informação e desvendar o quanto a maçonaria exerceu influência no golpe de 2015/1016, o enfraquecimento da democracia e a entrega de nossas riquezas para o exterior. Esta história de que eles só fazem o bem só pode ser aceita por eles mesmos. É como uma criança dizer que é boazinha. Nada como a transparência e é nisto que a maçonaria é reprovada. Porque ela não se constitui em partido político e diz claramente quais são os bens que ela faz ao país e ao povo?

  38. A falta que faz um verniz de metodologia científica
    Eu estava aprendendo com o articulista. Resolvi,então, gastar preciosos minutos lendo, também, os comentários. Fiquei surpreso ao ver a quase completa ausência de objetividade no trato da matéria.
    Paciência, como bem disse Altamiro Carrilho, o Brasil é muito novinho, tem muito que aprender!

  39. Na minha opinião trata-se de
    Na minha opinião trata-se de mais um grupo de poder político bastante conservador , que está aí para defender seus interesses egoistas e mesquinhos , como o impeachment da Dilma , volta da Ditadura e por aí vai.

  40. De Volta à Idade Média
    Nassif, é interessante lembrar que Michel Temer entrou na Maçonaria em 2001 e chegou à condição de “mestre” na Loja Simbólica Colunas Paulistas, sediada em Pinheiros, até que em 2015, ao iniciar o segundo mandato como vice-presidente, solicitou e obteve o “Quite Placet” ou desligamento de uma Maçonaria que em maio último solicitou sua imediata renúncia, através de documento assinado pelos “Maçons Progressistas do Brasil”, em que pedem a convocação de eleições diretas e gerais – em clara oposição à maioria das lojas brasileiras, que tomaram partido de Aécio (que chegou a sentar-se no “trono de Salomão” da Grande Loja Maçônica do Brasil, na Liberdade, aonde já haviam sentado Alckmin e Serra, entre outros tucanos ilustres ou graduados). E concederam ao juiz Sérgio Moro a “Comenda no Grau de Grã-Cruz” da Confederação Maçônica do Brasil. Ou seja, nossos pedreiros (ou maçons, em francês) estão participando ativamente dessa nossa recondução à era de ouro da maçonaria, a Idade Média, como acontece por toda parte – principalmente nos Estados Unidos, aonde esses grandes cavaleiros templários estão prestes a implementar uma grande muralha assim que o presidente Trump convencer os mexicanos a custeá-la, o que talvez justifique nova sequência de “Games of Throne”, a série televisiva mais vista deste milênio. Essa medievalização tem na ditadura togada brasileira um de seus píncaros, principalmente agora em que o STF reincorpora o ensino da religião ao currículo de nossas crianças, no lugar de disciplinas banidas como História e Geografia… Nada a ver com o começo da maçonaria, quando “Liberdade,Igualdade, Fraternidade” ainda não eram meras pós-verdades, mas, sim, lema de uma sociedade empenhada em construir novo futuro alternativo para a Humanidade sob o Iluminismo, a despeito das crenças primitivas, fanatismos e injustiças daquela época, agora em regresso triunfal. Com seis mil lojas e uns 200 mil associados, glorificando esquadro, compasso e o Grande Arquiteto, nossos grãos-mestres correm o risco de ser banidos para a Mesopotâmia ou Caldéia, assim que perceberem que destruiram todas principais guildas ou corporações construtoras ao apoiarem o golpe, ou será que com o mesmo intentam devolver as empreiteiras à nobre missão de edificar castelos e outros símbolos da realeza aristocrática atemporal a que servem?

  41. De Volta à Idade Média
    Nassif, é interessante lembrar que Michel Temer entrou na Maçonaria em 2001 e chegou à condição de “mestre” na Loja Simbólica Colunas Paulistas, sediada em Pinheiros, até que em 2015, ao iniciar o segundo mandato como vice-presidente, solicitou e obteve o “Quite Placet” ou desligamento de uma Maçonaria que em maio último solicitou sua imediata renúncia, através de documento assinado pelos “Maçons Progressistas do Brasil”, em que pedem a convocação de eleições diretas e gerais – em clara oposição à maioria das lojas brasileiras, que tomaram partido de Aécio (que chegou a sentar-se no “trono de Salomão” da Grande Loja Maçônica do Brasil, na Liberdade, aonde já haviam sentado Alckmin e Serra, entre outros tucanos ilustres ou graduados). E concederam ao juiz Sérgio Moro a “Comenda no Grau de Grã-Cruz” da Confederação Maçônica do Brasil. Ou seja, nossos pedreiros (ou maçons, em francês) estão participando ativamente dessa nossa recondução à era de ouro da maçonaria, a Idade Média, como acontece por toda parte – principalmente nos Estados Unidos, aonde esses grandes cavaleiros templários estão prestes a implementar uma grande muralha assim que o presidente Trump convencer os mexicanos a custeá-la, o que talvez justifique nova sequência de “Games of Throne”, a série televisiva mais vista deste milênio. Essa medievalização tem na ditadura togada brasileira um de seus píncaros, principalmente agora em que o STF reincorpora o ensino da religião ao currículo de nossas crianças, no lugar de disciplinas banidas como História e Geografia… Nada a ver com o começo da maçonaria, quando “Liberdade,Igualdade, Fraternidade” ainda não eram meras pós-verdades, mas, sim, lema de uma sociedade empenhada em construir novo futuro alternativo para a Humanidade sob o Iluminismo, a despeito das crenças primitivas, fanatismos e injustiças daquela época, agora em regresso triunfal. Com seis mil lojas e uns 200 mil associados, glorificando esquadro, compasso e o Grande Arquiteto, nossos grãos-mestres correm o risco de ser banidos para a Mesopotâmia ou Caldéia, assim que perceberem que destruiram todas principais guildas ou corporações construtoras ao apoiarem o golpe, ou será que com o mesmo intentam devolver as empreiteiras à nobre missão de edificar castelos e outros símbolos da realeza aristocrática atemporal a que servem?

  42. De Volta à Idade Média
    Nassif, é interessante lembrar que Michel Temer entrou na Maçonaria em 2001 e chegou à condição de “mestre” na Loja Simbólica Colunas Paulistas, sediada em Pinheiros, até que em 2015, ao iniciar o segundo mandato como vice-presidente, solicitou e obteve o “Quite Placet” ou desligamento de uma Maçonaria que em maio último solicitou sua imediata renúncia, através de documento assinado pelos “Maçons Progressistas do Brasil”, em que pedem a convocação de eleições diretas e gerais – em clara oposição à maioria das lojas brasileiras, que tomaram partido de Aécio (que chegou a sentar-se no “trono de Salomão” da Grande Loja Maçônica do Brasil, na Liberdade, aonde já haviam sentado Alckmin e Serra, entre outros tucanos ilustres ou graduados). E concederam ao juiz Sérgio Moro a “Comenda no Grau de Grã-Cruz” da Confederação Maçônica do Brasil. Ou seja, nossos pedreiros (ou maçons, em francês) estão participando ativamente dessa nossa recondução à era de ouro da maçonaria, a Idade Média, como acontece por toda parte – principalmente nos Estados Unidos, aonde esses grandes cavaleiros templários estão prestes a implementar uma grande muralha assim que o presidente Trump convencer os mexicanos a custeá-la, o que talvez justifique nova sequência de “Games of Throne”, a série televisiva mais vista deste milênio. Essa medievalização tem na ditadura togada brasileira um de seus píncaros, principalmente agora em que o STF reincorpora o ensino da religião ao currículo de nossas crianças, no lugar de disciplinas banidas como História e Geografia… Nada a ver com o começo da maçonaria, quando “Liberdade,Igualdade, Fraternidade” ainda não eram meras pós-verdades, mas, sim, lema de uma sociedade empenhada em construir novo futuro alternativo para a Humanidade sob o Iluminismo, a despeito das crenças primitivas, fanatismos e injustiças daquela época, agora em regresso triunfal. Com seis mil lojas e uns 200 mil associados, glorificando esquadro, compasso e o Grande Arquiteto, nossos grãos-mestres correm o risco de ser banidos para a Mesopotâmia ou Caldéia, assim que perceberem que destruiram todas principais guildas ou corporações construtoras ao apoiarem o golpe, ou será que com o mesmo intentam devolver as empreiteiras à nobre missão de edificar castelos e outros símbolos da realeza aristocrática atemporal a que servem?

  43. De Volta à Idade Média
    Nassif, é interessante lembrar que Michel Temer entrou na Maçonaria em 2001 e chegou à condição de “mestre” na Loja Simbólica Colunas Paulistas, sediada em Pinheiros, até que em 2015, ao iniciar o segundo mandato como vice-presidente, solicitou e obteve o “Quite Placet” ou desligamento de uma Maçonaria que em maio último solicitou sua imediata renúncia, através de documento assinado pelos “Maçons Progressistas do Brasil”, em que pedem a convocação de eleições diretas e gerais – em clara oposição à maioria das lojas brasileiras, que tomaram partido de Aécio (que chegou a sentar-se no “trono de Salomão” da Grande Loja Maçônica do Brasil, na Liberdade, aonde já haviam sentado Alckmin e Serra, entre outros tucanos ilustres ou graduados). E concederam ao juiz Sérgio Moro a “Comenda no Grau de Grã-Cruz” da Confederação Maçônica do Brasil. Ou seja, nossos pedreiros (ou maçons, em francês) estão participando ativamente dessa nossa recondução à era de ouro da maçonaria, a Idade Média, como acontece por toda parte – principalmente nos Estados Unidos, aonde esses grandes cavaleiros templários estão prestes a implementar uma grande muralha assim que o presidente Trump convencer os mexicanos a custeá-la, o que talvez justifique nova sequência de “Games of Throne”, a série televisiva mais vista deste milênio. Essa medievalização tem na ditadura togada brasileira um de seus píncaros, principalmente agora em que o STF reincorpora o ensino da religião ao currículo de nossas crianças, no lugar de disciplinas banidas como História e Geografia… Nada a ver com o começo da maçonaria, quando “Liberdade,Igualdade, Fraternidade” ainda não eram meras pós-verdades, mas, sim, lema de uma sociedade empenhada em construir novo futuro alternativo para a Humanidade sob o Iluminismo, a despeito das crenças primitivas, fanatismos e injustiças daquela época, agora em regresso triunfal. Com seis mil lojas e uns 200 mil associados, glorificando esquadro, compasso e o Grande Arquiteto, nossos grãos-mestres correm o risco de ser banidos para a Mesopotâmia ou Caldéia, assim que perceberem que destruiram todas principais guildas ou corporações construtoras ao apoiarem o golpe, ou será que com o mesmo intentam devolver as empreiteiras à nobre missão de edificar castelos e outros símbolos da realeza aristocrática atemporal a que servem?

  44. Alguns comentários

    Conheço bem o tema, por isso posso compartilhar algumas coisas.

    A maçonaria teve papel político importante na proclamação da república, hoje não é nada perto daquilo. Sua importância política é pífia – pra não dizer nula.

    Há muitas lojas maçônicas, com muitas pessoas de diferentes matizes e opiniões políticas. Quando se vê um general dando palestra em uma loja, parece que toda a maçonaria está representada ali, que todo mundo concorda com aquele pensamento, o que não é verdade, são muitas e muitas “ilhas”.

    Naturalmente, por terem em suas fileiras mormente pessoas de maior poder aquisitivo e mais velhas, o conservadorismo dos maçons é proporcionalmente maior em relação a média brasileira.

     

    Sobre o que é a maçonaria representa, não me esqueço da frase descrita no romance “O Pêndulo de Foucalt”: a maçonaria não passa de uma caricatura burguesa da ordem dos templários.

  45. O que é? Para que serve? É

    O que é? Para que serve? É uma religião? Parece que não. Sei lá, me lembra aquelas fraternidades das universidades americanas, tipo Alfa, Gama, por aí.

    Um clube de homens adultos que se reunem entorno do que? O que me passa é que é para que seus membros se protejam e se promovam uns aos outros.

    Quando ouço esse nome Maçon, logo me vem a mente um grupo de senhores sisudos se reunindo secretamente conspirando contra alguém ou alguma coisa. E nunca cheira a coisa boa para quem não faz parte dessa confraria.

    Com todo o respeito, tudo que é muito escondido, cheio de mistérios, é para ficar com uma pulga atrás da orelha. Sem perseguições claro, mas desconfiar das reais intenções desses caras, por trás de discursos, rituais, bandeiras e uniformes. 

    • “Com todo o respeito, tudo

      “Com todo o respeito, tudo que é muito escondido, cheio de mistérios”:

      Os “misterios” que eles fingiam ter eu ja botei em publico pra qualquer um ler, e a “magia” que eles fingem fazer eu ja fiz ate em publico…  ate mesmo aqui no blog.

      Sobra o que mesmo?

      So as conspiracoes.

  46. Conexão CUritiba e Maçonaria

    Como disse o DudaS, Felix Fisher também é maçom, aposto que se levantar, todos da Conexão Curitiba; Gebran, Fachin, Dallagnon, etc; também serão encontrados nos quadros da maçonaria.

    Nem precisamos citar Temer, Aécio, Alckimin, FHC e tantos outros que inclusive vemos fotos pela internet.

    No meio jurídico, desde advogados, promotores a desembragadores, uma maioria busca ingressar na maçonaria, as aproximações já começam na própria faculdade, é comum ver, ainda  que estudantes, interessados puxando o saco de filhos de desembragadores que já o são!

    Conexão CUritiba – https://www.youtube.com/watch?v=nxgyXsbLcZ0

    • Uma organização que aceita
      Uma organização que aceita este bando de políticos corruptos não merece o respeito de ninguém.
      A liberdade de que falam é tão golpista quanto o neoliberalismo.

  47. sistema instável e bloqueando

    óbvio está que o Xadrez não é exatamente sobre a Maçonaria, e sim sobre algo como:

    “- Afinal, tem algo de muito estranho em curso com este golpe no Brasil, não é? Ou será que todos vão continuar fingindo que não estão percebendo isto…”

    a Maçonaria brasileira é anti republicana, monarquista, anti Povo, aristocrata, anti Brasil e pró EUA – um país que só existe em sua mitologia, como a de um medíocre seriado B televisivo.

    aliás, José Alencar era monarquista, assim como aquele que foi um de seus assessores informais e é colunista de (bons) artigos sobre Economia aqui no GGN (não, não é quem poderia se pensar). para confirmar, basta consultar um de seus livros.

    em sua ansiada restauração monárquica, se pretendem como a nova nobreza.

    a maior parte dos militares não poderia ser muito diferente da lumpenburguesia brasileira, com sua devoção colonial e seu desprezo pelo Povo Brasileiro. BolsoNazi é baixa patente no seu tesão de “matar uns 30 mil”.

    enquanto estes o fazem por má-fé e ignorância, os AngloSioNazi e o Império jamais permitiriam que Hy Brazil se torne a pedra angular de um mundo multipolar. os BRICS precisam ser destruídos, e atacaram o tijolo mais fraco do V Império: a Terra de Ofir, púrpura como o pau-brasil.

    da Serra da Mantiqueira, uma das formações geológicas mais antigas do mundo, com o horizonte turvo pelas queimadas, a pele ressecada pela baixa umidade do ar e testemunhando o racionamento de água no que foi a “serra que chora”, a perspectiva que se anuncia é de ainda muito sofrimento e desenganos.

    bye, bye Brasil. bem vindos sejam todos os Brasis que tentam nascer. como todos sabemos, não há nascimento sem dor.

    vídeo: Jair Messias Bolsonaro é batizado no rio Jordão 

    [video: https://www.youtube.com/watch?v=n6NKl46fTsI%5D

    .

  48. A história permite reconhecer
    A história permite reconhecer a Maçonaria como uma instituição universal cujo objetivo é tornar feliz a humanidade pelo amor, pelo aperfeiçoamento dos costumes, pela tolerância, pela igualdade, pelo respeito à autoridade e à crença de cada um. Tradicionalmente, os maçons estiveram presentes em lutas contra todas as espécies de tirania, de ignorância e de preconceitos, buscando glorificar o Direito e a Justiça.
    Toda instituição, porém, é constituída por seres humanos, sendo natural que nela estejam presentes as mesmas virtudes e os mesmos vícios existentes em todas as pessoas. É natural também que os valores morais e a concepção de mundo predominantes em cada época reflitam-se na postura dos indivíduos contemporâneos a cada contexto histórico, e na postura das instituições que esses indivíduos venham a compor. Entretanto, toda pessoa, como motor da história, é capaz de, segundo sua consciência, escolher a virtude como princípio e objetivo, e traduzir essa mesma virtude para os círculos de que faça parte.
    O artigo “Xadrez da Maçonaria no Brasil, por Luís Nassif” é excelente e cumpre um papel importante para o debate a respeito da Democracia no Brasil atual. Coloca em debate a postura que está sendo transmitida à opinião pública de que a Maçonaria seja reacionária, antidemocrática e, até mesmo, autoritária; postura que é contrária aos próprios, acima referidos, princípios e objetivos atribuídos aos maçons.
    Todo maçom é livre para se desenvolver moral e espiritualmente, aperfeiçoando-se pela razão, professando fé em sua religião, e atuando para melhorar a vida das pessoas, da comunidade e da sociedade da qual ele faça parte; atuação que, em essência, também é uma participação política. A Maçonaria, porém, não determina qual religião nem qual ideologia política deverá ser seguida por seus membros, sendo que as discussões meramente político-partidárias ou religiosas sequer devem ser travadas no seio da Instituição.
    A sociedade brasileira, por razões culturais, tem a tendência a constituir-se autoritária e estamental, características que naturalmente se contrapõem ao ideal de Democracia. Atualmente, em vista da conjuntura política, essa mesma contraposição entre sociedade essencialmente autoritária e ideal democrático, tem renovado aquele debate político polarizado e heterogêneo no Brasil.
    Essa mesma heterogeneidade está presente entre os maçons, que antes de serem membros da Maçonaria são cidadãos que compõe a sociedade brasileira, sendo natural que também a Maçonaria revele, na prática, em maior ou menor medida, as mesmas características reveladas pela sociedade brasileira. “Diversidade ética e política”, a que se refere o jornalista Luís Nassif. Não que seja uma característica estrutural da Instituição sim conjuntural dos seus membros, livres para atuarem politicamente enquanto cidadãos.
    O respeito ao Direito e à Justiça, e a atuação política democrática estão entre os ideais da Maçonaria e não se pode, por isso, acreditar que posturas reacionárias ou autoritárias sejam posturas institucionais. O artigo do jornalista Luís Nassif é virtuoso por permitir que a opinião pública possa refletir a respeito.
    E aos cidadãos que, porventura, sejam também maçons, cumpre atuar, com liberdade e discrição, para que a prática institucional não se afaste do ideal também institucional, para que no Brasil se Construa nossa sociedade Livre, Justa e Solidária, conforme expresso no próprio artigo Terceiro, inciso Primeiro, da Constituição de 1988, promulgada Cem anos após a abolição brasileira da escravidão, Duzentos anos após a Constituição americana e a Revolução Francesa e Trezentos anos após a Revolução Gloriosa inglesa.

    • “Tradicionalmente, os maçons

      “Tradicionalmente, os maçons estiveram presentes em lutas contra”…:

      No Brasil nao.

      E que fique bem claro que Jim Carrey nao eh “como os macons” mas como eles, nao eh e nunca vai ser a ultima banana do Planeta dos Macados.

      Eu sou.  E nem por isso ja me apresentei de capa(!!!) em publico ou privado.

      So de turbante e bola de cristal, confesso…

    • Bibliografia
      CASTELLANI, José. A ação secreta da maçonaria na política mundial. 2.ed. São Paulo: Editora Landmark, 2007.

    • Hipolito, muito bem escrito e

      Hipolito, muito bem escrito e articulada sua opinião, mas embute nitidamente uma análise favoravel a maçonaria, como eu tambem analiso de uma perpesctiva especifica, da luta de classe, salta aos olhos o carater conservador e golpista no movimento geral da instituição, e tambem a natureza interesseira de seus membros de legislar em causa propria, ainda que tenham posições pessoasi altruistas, porem jamais se interessam em situações que impliquem na emancipação da classe social da base, assistencilaismo sim, trnasdormação jamais, desconheço mas sou bem sensivel a teoria da dependencia subordinada as potencias do centro do capitalismo, ainda que alimente duvidas sobre a força real da maçonaria, escutei uma definição que, em termos, faz sentido, ” Maçoria atualmente só exerce sua influencia nos rincões do interior do Brasil”, como minha preocupção principal é com a disputa de poder, inimigo central, imperialismo coisas desta natureza, a maçonaria, fas do bolsonaro, bestializados da globo, etc, não estão no centro da minha análise, no maximo, causam uma irritação eventual.

  49. meu avô era político e maçom

    Meu avô, Zoroastro Gouveia, foi deputado em 1928 e constituinte em 1934. Fundador do Partido Socialista Brasileiro (PSB) de São Paulo. Antes, havia sido do PCB. Não o conheci, ele morreu em 1950 ou 1951, alguns anos antes de eu nascer. Quando ele morreu, minha mãe devia ter 22 anos, dava aula numa cidade do interior e morava numa pensão. Foi procurada por uns senhores e só então soube que o pai era maçom. Esses senhores da maçonaria queriam que ela continuasse a tradição política do meu avô e disseram que, dos três filhos do Zoroastro, era ela que tinha herdado mais o talento do pai. Lembrei dessa história quando li a matéria de 2016 da agência Publica sobre as bancadas da Câmara (ruralista, evangélica, etc.) e a maior bancada é formada pelas famílias de políticos, ou seja, por deputados que têm parentes políticos. Não sei se esses ‘feudos familiares políticos’ podem ter alguma coisa a ver com uma tradição maçônica nesse sentido. 

  50. Sistema de castas

    A maçonaria nada mais é do que um sistema de castas, um clube do bolinha elitista, formado por pessoas predominantemente brancas, de classe média alta, conservadoras, de direita, interessadas no poder, todo e qualquer tipo de poder político, financeiro, econômico, mágico, sexual, etc. Estão lá para defender em primeiro lugar o status quo ao qual pertencem na sociedade, e quando promovem alguma mudança em favor daqueles que se encontram na base da pirâmide social e econômica, o fazem, mas desde que seja sempre garantido e preservado o sistema piramidal de castas e a posição DELES no topo dessa pirâmide, é claro. Não por acaso já gritavam os cabanos na revolta popular da cabanagem no Grão-Pará: Morte aos maçons!

  51. O que é a Maçonaria

    Caro Nassif

    Tenho muitos clientes na empresa onde trabalho, que é uma cidade pequena do interior com nível de renda altíssimo, que são Maçons, por isto posso relatar muito do que estes me contaram sobre a Maçonaria. 

    A Maçonaria surgiu séculos atrás, com o Nobre objetivo de libertar os seres humanos de todas as formas de escravidão. 

    Não por acaso, estiveram eles por trás de todos os grandes acontecimentos de liberdade que ocorreram no ocidente. Foram eles que influenciaram fortemente na abolição da escravatura no Brasil Império, a Lei Áurea, foi obra fortemente influenciada por Maçons. 

    Dom Pedro II, que foi o melhor governante brasileiro de todos os tempos, era abolicionista e Maçom. Aí nota-se quem influenciou Dom Pedro II para que ficasse inclinado a abolir a escravatura. 

    Muitos outros eventos de libertação tiveram a influência da Maçonaria: A independência do Brasil. José Bonifácio de andrada e Silva, o Patriarca da Independência era Maçom, segundo registros. Novamente os ideais de liberdade.

    A independência dos EUA da Inglaterra também foi influência de Maçons. 

    A Revolução Francesa também teve influência de Maçons. Se não fosse a Revolução Francesa, até hoje a igreja estaria queimando pessoas em fogueiras, sob a invocação hipócrita do Sagrado Nome de Deus. A Revolução Francesa acabou com a Inquisição e proibiu  as torturas – que antes eram legalizadas e feitas em praça pública .

    ————-

    Nada mais natural que os Maçons convidassem como até hoje convidam a Elite dos países para ser seus membros, afinal, com poder – econômico, político e militar, da mais alta elite, a Maçonaria conseguiria não apenas se proteger contra os ataques que sofria injustamente da igreja, como também conseguiria executar seus planos de libertação da humanidade com mais facilidade. Por isto muitos dirão queé uma instituição de elite que se auxilia mutuamente, embora o objetivo inicial não fosse este. 

    Uma pena que a elite de nosso país decaiu ao redor de séculos. Diferentemente dos irmão Andradas, da época da Independência que se preocupavam apenas em ideais Nobres, de Patriotismo e Liberdade, a nossa elite de hoje, se preocupa muito mais em seus interesses financeiros particulares, infleizmente. 

    Isto acabou manchando em parte a imagem de tal Nobre Instituição. Michel temer por exemplo foi Maçom. E muitos outros políticos, empresários e militares da altíssima sociedade. 

    Com a decadência moral do povo brasileiro ao redor de séculos, isto acabou se refletindo na nossa elite, e nas instituições que ela ocupa. De repente, o povo brasileiro já não tinha como prioridade, o Patriotismo, o Enobrecimento e os elevados Valores Morais que tinham antigamente. 

  52. Maçonaria

    Nassif, entendo que a própria estrutura da maçonaria não é ética, por ser uma organização secreta e masculina. Por mais que tenha bons propósitos. 

  53. Conflitos de interesse

    Image uma organização secreta, que coopta adeptos por vários meios, inclusive ritualizando e criando teorias quase que religiosas. Seus “cabeças”, são pessoas muito influentes, principalmente de modo financeiro, mas se a pessoa é influente de outra forma (popular por exemplo), certamente influenciará na cooptação (convite).

    Pois no serviço público há muitos casos em que cargos de chefia e assessoramento só são preenchidos se o candidato for maçom. Quase ninguém fala, mas existe sim. E daí te pergunto: em caso de conflito de interesse, qual vai prevalecer, sendo que não é transparente o outro lado, por causa do intrínseco segredo. 

    O que o Mourão falou, falou porque deram voz. E se já tinham o conhecimento da personalidade do sujeito, consentiram, de uma forma ou de outra, com o que foi falado.

    Se ela é aberta aqui no Brasil, em outros países não é assim. Certa vez um uruguaio maçom ficou apavorado com fotos que eu mostrei, fotos com símbolos maçônicos em trevos de diversas cidades pequenas Brasil afora. Ele disse que lá é proibido, e eu disse que é porque aqui talvez ninguém saiba o que é, ninguém se importe – e hoje sabemos que as pessoas não se importam mesmo com muita coisa importante, como essa manifestação do general, diferentemente de outras nações de princípios democráticos.

     

  54. São Paulo

      Das ” lojas ” que tive oportunidade de conhecer através de meu irmão e amigos, ocorriam debates politicos e até visitas de candidatos, em sua maioria conservadores ( PSDB, PTB, PSB – como o França da loja de S. Vicente ), como tb. , mais esporadicamente alguns eminentes petistas e até um certo ex-comunista, portanto o que deu para perceber é que não existia, pelo menos em minha experiência pessoal, uma unidade politica, mas uma propensão maior nas “lojas”, para os negócios, sempre foi mais evidente.

       Tambem algo que reparei nos anos 80/90/00, que a “dinastia” politica Covas ( Mario, Mario Jr. ) estava sempre presente nas “lojas”, principalmente nas de linha “espiritas kardecistas”, mas se são ou foram membros, não sei.

  55. Não é questão de sectarismo,

    Não é questão de sectarismo, mas é verdade, à maçonaria mexe com magia…. no Mundo espiritual os espirutos são os mesmos,

    o que muda é a religião que vão militar….por isso temos Linguas…nos Evangelicos…. os Cablocos na Umbada….os Mentores no kadercismo…..e Sim existe um grau na maçonaria que mexe com espiritos….

    Eu recebi o legado das minhas duas vós….uma parte africana e outra indigena….já vi minha vó  Invocar chuva….para não permitir que fossemos a praia….

    Sempre corri…já percebi proteção…. e sei que o capa preta…atua na maçonaria com outro nome….é um guardião…ele não é mau…mas faz o que lhe pedem…

    E o pouco de experiência, que tenho , revela…que todos nós vibramos por algo igual…nada é por acaso….

     

    • “Não é questão de sectarismo,

      “Não é questão de sectarismo, mas é verdade, à maçonaria mexe com magia”:

      Mostre me uma, uminha delas, que nao envolve sabotagem.

      Somente uma.

  56. Opinão da Igreja

    Este reino dividido Sto. Agostinho penetrantemente discerniu e descreveu ao modo de duas cidades, contrárias em suas leis porque lutando por objetivos contrários; e com sutil brevidade ele expressou a causa eficiente de cada uma nessas palavras: “Dois amores formaram duas cidades: o amor de si mesmo, atingindo até o desprezo de Deus, uma cidade terrena; e o amor de Deus, atingindo até o desprezo de si mesmo, uma cidade celestial.”[1] Em cada período do tempo uma tem estado em conflito com a outra, com uma variedade e multiplicidade de armas e de batalhas, embora nem sempre com igual ardor e assalto. Nesta época, entretanto, os partisans (guerrilheiros) do mal parecem estar se reunindo, e estar combatendo com veemência unida, liderados ou auxiliados por aquela sociedade fortemente organizada e difundida chamada os Maçons.

    Fonte: http://w2.vatican.va/content/leo-xiii/pt/encyclicals/documents/hf_l-xiii_enc_18840420_humanum-genus.html

  57. Vou fazer um comentário

    Vou fazer um comentário meramente especulativo, para se desvendar as relações da maçonaria no brasil e a participação dela no golpe de estado ocorrido em 2016 é preciso fazer a devida ligação com a maçonaria nos EUA e a comunidade judaica norte americana e suas relações com o governo e as instituições daquele país.

    • Maçonaria

      A maçonaria está umbilicalmente ligada ao sionismo internacional. Portanto atralada aos interesses de Israel e dos norte americanos, qua não passam de cães de guarda dos sionistas. Mas parece que isso esta próximops de mudar, pois a meu ver os sionistas estão a procura de cães de guarda mais poderosos. Provavelmente a China substituirá os EUA…

       

  58. Bingo!

    Assim que li a reportagem com o tal General, logo me saltou aos olhos o “espaço” em que o desditoso discurso foi proferido.
    Há maçons em minha família e nas suas propinquidades. A mim sempre chamou atenção o esoterismo e o fato de ser composta exclusivamente por homens (ao menos nas lojas que conheci). Ademais a sisudez do vestiário e os próprios símbolosjá me embaralharam a cabeça noutros tempos.
    Da minha estreita visão, respaldada tão somente pelo que pude observar nos eventos que fui e do que já li a respeito, trata-se de um grupo de homens da classe média para cima (destaque-se!) e com potencial influência. Nesse sentido, assemelha-se a um clube recreativo. Por outro lado, os mecanismo que levam a organização a participar, ainda que subrepticiamente, da política, inclusive tendo candidatos seus ganhando pleitos, causam-me espécie e despertam a curiosidade, haja vista vivermos numa democracia. Quero dizer que me admira o fato de a Maçonaria seguir incólume a uma devassa acerca de suas finalidades, em que pese a sua flagrante atuação política.
    Sou cético quanto à boa vontade pia de homens (ditos) de bem.

  59. José Sousa (também conhecido

    José Sousa (também conhecido como José Sócrates) foi e é, um idiota útil dos neoliberais, e não tem qualquer relacionamento com a Democracia ou a social-democracia, como refere no seu artigo, muito pelo contrário, foi nomeado para preparar o terreno que permitiu a ascensão ao poder do neoliberalismo entre 2011 e 2015, através das forças políticas representadas pelo Partido Social Democrata (PSD) e o Centro Democrático Social (CDS).

    Você escreveu:

    “…destruiu o grande nome da socialdemocracia portuguesa, ex-primeiro ministro José Sócrates…”

    Por favor, inteire-se da realidade política na República de Portugal (RP), tanto actual como a do passado, para não cometer erros como este que acabou de escrever, José Sousa (ou José Sócrates, se assim preferir) não é nem nunca foi, “…o grande nome da socialdemocracia portuguesa…”, afirmar algo assim é um insulto aos cidadãos portugueses.

  60. Quem sabe sabe
    Quem sabe sabe, quem não sabe fórmula teorias ou consagra o senso comum.

    Em magia há a magia Divina, espontânea e curadora, destinada ao bem dos homens,a libertação espiritual, e essa é própria de instituições como a teosofia, os tibetanos e a umbanda sagrada.

    Já na maçonaria vc já tem um juramento de cara que não me parece votos boddhisatvva (destinado a iluminação de todos os seres), o que a instituição faz ao controlar especialmente a igreja desde muito tempo é criar um sistema de educação e crenças que não permite tal liberação, a não ser a seus membros.

    Mas a “iluminação” de Taís seres é relativa, uma vez que trabalham para fins materialistas, a burocracia e a política está cheia deles, a cumprir papéis de inimigos quando são é muito amigos, é por isso que maçom é endinheirado, mais vale o juramento que a moral e bons costumes, aos amigos tudo, aos inimigos, nada.

    Mas Deus é pai não é padrasto e não a toa revela a umbanda em terras tupiniquins, para que os merecedores façam jus a sua libertação, a efetiva e não a maçônica.

    Junte 1000 maçons iniciados e não são páreos a um são Francisco ou são benetido, a Oxalá, Ogum, Ossain e seus filhos.

    Só lhes resta a inveja espiritual, de serem meros adoradores de bezerros de ouro, meros materialistas no pior sentido da palavra, mentalistas de merda.

    O fim deles tarda mas não falha, ou tal instituição de merda só existe pra que paguem seus pecados.

    O lixo do lixo da religião, que sequer admite uma fraternidade universal mas sim a de seus membros,

    Uma gangue, uma máfia, é o que são.

  61. A MAÇONARIA DESTRUINDO O BRASIL

    Pesquisem, estudem e compartilhem !!
    Vários Ex-maçons de Grau 33, após 28 anos de pesquisas de livros dos principais autores e líderes da maçonaria DESVENDA A MAÇONARIA para MAÇONS e NÃO MAÇONS, saibam mais pesquisando:
    a) MAÇONARIA DUAS ORGANIZAÇÕES: Uma visível e outra invisível;
    b) 2.O Servo de Jesus Cristo e a maçonaria;
    c) Pr Dr Cláudio Antonio Guerra;
    d) A VERGONHA DE SER MAÇONS;
    e) Lista dos 110 maçons ilustres;
    f) Os maiores satanistas do Brasil;
    g) PNDH3 As 5 metas dos ILLUMINATIS;
    h) Pr Stefani e Dr Pedrosa denunciam;
    i) Dr Pedrosa e Pr Vanderlei Bibá denunciam a maçonaria nas igrejas;

    PESQUISEM, ESTUDEM e COMPARTILHEM !!!

  62. Se for para colaborar, talvez eu possa. Quero incluir três pontos que sempre me intrigaram:
    1. A bandeira da maçonaria é o iluminismo, consequentemente o liberalismo, consequentemente, o capitalismo. Até os membros que se dizem de esquerda são liberais, são capitalistas, e anticomunistas.
    2. Até hoje é a dominante no partido democrata, é o seio onde brotou a ideologia confederada, escravagista.
    3. Sempre foram burgueses e donos de escravos (hoje também) e só proclamaram a república depois que o imperador e a princesa aboliram a escravidão.
    4. Ela só defende o liberalismo, só isso, e usa símbolos e filosofias inúteis para adestrar a mente dos membros. Incluindo é claro o ocultismo, que nada tem a ver com os livros que qualquer um pode comprar para ficar maluco.
    5. Maçons sempre se uniram contra três inimigos comuns na história: Islã, Igreja Católica, Socialismo.
    6. Criaram algumas igrejas evangélicas, como certas denominações batistas.
    7. Se infiltram em peso em partidos de esquerda e na igreja católica, seguindo o lema de Hitler: “Poderíamos nos chamar partido liberal, mas não mudo o nome porque vamos roubar o socialismo dos socialistas”
    8. Anders Breivik era maçom.
    9. Aécio, Geraldo Alckimin e Álvaro dias assumiram ser maçons de 33º grau diante do grão mestre em uma sessão do senado em homenagem à maçonaria.
    10. Bolsonaro já foi visto em uma loja maçônica.
    11. Há rumores de que Michel Temer é maçom.
    12. Porque ninguém acredita que maçonaria é fábrica de demônios de direita?
    13! O criador do REAA Albert Pike, no livro Moral e Dogma, afirma que o deus da maçonaria é Lúcifer.

  63. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome