Xadrez do balé da dança dos lobos de Janot e Gilmar para livrar Serra

Peça 1 – sobre a mentira e os vazamentos horizontais

Conforme apontamos em artigos anteriores, o grande problema dos vazamentos horizontais – como no caso da Lava Jato – é que a única maneira de uniformizar o discurso é através da verdade, que comporta menos versões que a mentira.

Quando se foge do script, há um curto-circuito total no discurso.

Foi o que ocorreu nos dois últimos factoides: o “factoide informacional” (apud Rodrigo Janot) da capa da Veja, com a não-denúncia sobre Dias Toffoli; e o “factoide processual”, de suspender a delação por causa do vazamento.

Versão 1 – o PGR acusou advogados da OAS de terem vazado parte do pré-documento de delação de Léo Pinheiro, com o intuito de pressionar para que a delação fosse aceita. Atribuiu o suposto vazamento aos advogados da OAS devido ao fato de que a informação vazada supostamente não constaria dos documentos encaminhados ao MPF, logo o suposto vazamento não poderia ter partido de lá. A versão não se sustenta porque, além de ser ilógica – é evidente que o vazamento comprometeria a delação – fica-se sabendo que o caso Toffoli foi mencionado na conversa entre Pinheiro e os procuradores. Logo, o vazamento poderia ter partido de qualquer um.

Versão 2 – imediatamente Janot suspendeu as negociações para a aceitação da delação do presidente da OAS, Léo Pinheiro. Para justificar a não tomada de decisão ante as 17 delações anteriores vazadas, alegou que a de Toffoli era diferente, porque a informação não existia. Ou seja, tratou drasticamente um vazamento irrelevante (porque, segundo ele, de fatos que não existiam) e com condescendência vazamentos graves.

Na atual edição de Veja, tenta-se emplacar uma nova versão: a de que o anexo (com o suposto vazamento) existia, mas não constava da pré-delação formalizada. Como fica, então, o argumento invocado para livrar os procuradores da suspeita de vazamento?

exto alternativo gerado por máquina:"Durante as negociações do acordo da OAS, fora

Fica um conjunto de indagações no ar:

1.     O que explicaria a reação instantânea, de bate-pronto de Janot e de Gilmar a um factoide jornalístico, uma não-denúncia sem nenhuma relevância?

2.     Por que se tentaria anular a delação de Léo Pinheiro.

A hipótese mais aceita é que Janot se surpreendeu com o vazamento e saiu atabalhoadamente em defesa dos seus e suspendendo a delação, visando arrefecer qualquer arremetida mais dura do STF.

Será? Há outras suposições bastante verossímeis.

Leia também:  Lula pede a íntegra de depoimento do delator que disse ter sido 'coagido' a 'construir um relato' sobre sítio

Peça 2 – o jogo de cena entre Janot e Gilmar Mendes

Advogado que assistiu a sessão do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) que analisou a pinimba com Gilmar Mendes surpreendeu-se com o depoimento absolutamente tranquilo de Rodrigo Janot, que, embora rebatesse as críticas contra a Lava Jato e o MPF, em nenhum momento aparentou indignação com o episódio. Pode ser sangue frio. Mas pode ser outra coisa.

Janot sempre atuou como radar dos humores do STF em relação à Lava Jato. É ele que orienta sobre quando avançar, quando recuar, permitindo aos procuradores atuar sempre no limite da irresponsabilidade.

E ele endossa o viés totalmente partidário das investigações. Esse acerto ficou nítido no vazamento dos grampos ilegais de Dilma e Lula, decisivo para a votação da admissibilidade do impeachment. Janot estava na Europa. O STF reagiu, Sérgio Moro e a Lava Jato se deram conta de que haviam cruzado a faixa de segurança. Naquele breve momento de estupefação, espremidos por repórteres investigadores de Curitiba defenderam-se alegando que, antes do vazamento, haviam consultado Janot e recebido sua autorização. Alguns amigos ensaiaram uma defesa tênue, sustentando que Janot não tinha conhecimento sobre as últimas gravações – gravadas após o prazo de encerramento.

Na Lava Jato, o chamado “macho alfa” (do dicionário: em biologia, o líder que conduz a manada) é o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima.  Seu ego o tornou imprudente. O questionamento de uma decisão de Toffoli, em artigo na Folha, mostrou uma autonomia de voo temerária e o expôs a uma estratégia sutilíssima.

Certamente houve choques internos como resultado do seu atrevimento. E justo no momento em que a Lava Jato ingressa na fase mais delicada: quando deixa de lado o “inimigo comum” e se depara com delações que atingem os atuais políticos alçados ao poder graças à atuação destemida da PGR.

Como enquadrar a tropa?

O “factoide informacional” caiu como uma luva. Cria-se o barulho, Gilmar tenta incendiar o Supremo contra a Lava Jato e, no meio da bruma, surge a figura resoluta de Janot defendendo os seus e apontando os culpados – a OAS. Como castigo, suspende a delação.

Depois, simulam-se guerras verbais que permitem a Gilmar se consolidar junto aos neo-garantistas e a Janot junto à sua tropa. E, no final dos embates, ambos celebram a paz, alcançando o mesmo objetivo: a suspensão de uma delação que colocaria aliados no caldeirão da Lava Jato.

Leia também:  Moro e Dallagnol vão às cordas, mas dificilmente serão nocauteados, por Benedito Tadeu César

Faz sentido?

A hipótese alternativa é de alguém ligado ao PSDB ter vazado a notícia e Janot aproveitado o embalo para atingir seu objetivo.

Pelo resultado final do jogo, tendo a apostar na hipótese da combinação do resultado. Graças a essa dupla manobra, Janot enquadra a tropa e coloca a faca no peito de Léo Pinheiro: ou muda a estratégia (modo de dizer: muda a narrativa) ou não tem delação premiada. E os soldados na ponta acatam as ordens do chefe que os está defendendo do único poder ao qual se curvam: o Supremo.

Peça 3 – a relevância do depoimento da OAS

Como vocês se recordam, o GGN antecipou a tentativa final de encerrar a Lava Jato: a votação de uma lei pelo Congresso separando o financiamento de campanha do enriquecimento pessoal. Haveria anistia a quem apenas recorreu ao financiamento de campanha. No segundo caso, seria prática de corrupção, expondo os autores à cadeira por formação de quadrilha.

No dia 11 de agosto passado, a sempre atilada Mônica Bérgamo deu pistas importantes para entender os últimos episódios (http://migre.me/uMCbH)”

“A revelação feita pela Odebrecht sobre dinheiro de caixa dois para o PMDB, a pedido de Michel Temer, e para o tucano José Serra (PSDB-SP) tem impacto noticioso, mas foi recebida com alívio por aliados de ambos. Como estão, os relatos poupam os personagens de serem enquadrados em acusações mais graves, como corrupção e formação de quadrilha.

EM CASA

Contribuição não contabilizada pode ser enquadrada como crime eleitoral, de punição branda e chance mínima de resultar em prisão.

CONTA MAIS

Há, porém, uma pedra no caminho: a força-tarefa da Operação Lava Jato, que não aceita a versão de contribuições desinteressadas para campanhas eleitorais via caixa dois. Os procuradores insistem na revelação de contrapartidas, o que enquadraria a doação dos recursos em propina pura e simples.

PROCESSO DINÂMICO

Por isso, a delação que envolve Temer e Serra pode ainda sofrer alterações.

Caso Serra e Aécio

É aqui o busílis da questão. Como o GGN já informou, a delação da Odebrecht se fixaria no financiamento de campanha e caixa 2. Se a Lava Jato quiser correr atrás, que avance sobre Paulo Preto.

No caso da OAS, sabia-se desde o início que apresentaria dados mais pesados. No material divulgado pela Veja fala-se em pagamento a Serra em dinheiro vivo.

Leia também:  STF deve julgar 2 ações de Lula contra Moro no 2º semestre

Neste final de semana, Veja traz o conteúdo total da pré-delação de Léo Pinheiro.

Há informações seguras de pelo menos um depósito na conta de Verônica Serra. Esse depósito não aparece na pré-delação da OAS divulgada pela Veja. Talvez apareça mais à frente, quando se avançar sobre os sistemas de offshore.

Caso Lula

Que a OAS pretendeu fazer mimo para Lula, não se discute. Ocorre que não existem as duas pré-condições para caracterizar crime:

a.     A contrapartida de contratos escusos para os mimos recebidos. A Lava Jato pretende que a cada graça corresponda uma operação de contrapartida. Ou seja, reformou o tríplex em troca de um contrato xis com a Petrobras.

b.     Não existe o enriquecimento ilícito – isto é, o crescimento do patrimônio da família Lula com esses mimos. O usufruto do sítio, por si, não caracteriza enriquecimento pessoal. Insiste-se nas bobagens de procurar corrupção em palestras remuneradas ou na influência notória de Lula sobre governantes estrangeiros. Trata-se de prática usual para qualquer ex-dirigente nacional, ao sul e ao norte da linha do Equador. E o preço estava de acordo com o status de Lula, de mais popular dirigente político do mundo naquele momento.

A única coisa que dá para acusar Lula é de estupidez política e deslumbramento pessoal.

A semana terminou com Gilmar cobrindo a Lava Jato de elogios, sendo acompanhado por Luís Roberto Barroso e esquecendo-se o comentário do Ministro Marco Aurélio, que pediu investigações sobre o supostos vazamento da não-notícia.

No fim de semana, o Valor Econômico traçou um perfil da atuação política de Janot. Não chegou a avançar o tanto que poderia, tendo consultado fontes bastante próximas e críticas a ele. Mas seu perfil encaixou-se como uma luva à definição do mineiro, segundo Guimarães Rosa:

”O mineiro espia, escuta, indaga, protela, se sopita, tolera, remancheia, perrengueia, sorri, escapole, se retarda, faz véspera, tempera, cala a boca, matura, engambela, pauteia, se prepara”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

104 comentários

  1. O cao continua chupando

    O cao continua chupando manga.No caso especifico,o editor do blog continua matando a pau.O xadrez que escreve e desenha,deve infernizar as cabecas de Janot e Gilmar,que talvez tenham que refazer suas estrategias a cada cacetada que Nassif da,e poe os reis a nu.Pincei do artigo uma frase solta e aparentemente despretenciosa.”A unica coisa que da para acusar Lula e de estupidez politica e deslumbramento pessoal”Criminalmente pode ate nao render nada,mas politicamente foi que desgracou com tudo.Compartilha desta minha opiniao,Frei Beto e o ex Presidente urugaio Pepe Mujica.Em bom portugues:Lula aburguesou-se.Como gosta o nobre editor,ai esta o busilis da questao,ou a desgraceira no caminho da feira.

    • Deslumbramento.

      Só li um livro do Frei Beto e bastou-me. O cara é o deslumbramento em pessoa e faz o tempo todo apologia de si, mais que o Gabeira.

      • Atento ao comentario de

        Atento ao comentario de Orlando Fogaca Filho,28/08/2016 – as 06:15.Se o delumbramento a que voce se refere e o do Lula,as duas estrelas e meia que me foi concedida,deve ser imediatamente corrigidas.A correcao que ora pleiteio,esta baseada na tese da Legitima Defesa da Honra.A Orlando faco um humilde apelo.Leia mais is livros de Frei Beto.Tem mais de 60 publicados.Abraco.

        • Com uma afirmacao bizarra

          Com uma afirmacao bizarra como “Lula aburguesou se” nao vai haver correcao de estrelinhas muito cedo nao.

          Por sinal, nem sequer a afirmacao de “deslumbramento pessoal” de Nassif sobre Lula se sustenta em fatos ou logica, muito menos essa.  O segundo maior palestrante do mundo (a par com Clinton aa epoca) nao estava “deslumbrado” consigo mesmo, ele estava fazendo o que sempre fez -falando muitissimo bem do Brasil- e a quase ponto nenhum deixou de ser tecnico a respeito do que aconteceu la.  E tem palestras dele no youtube que mostram isso claramente.

  2. O cao continua chupando

    O cao continua chupando manga.No caso especifico,o editor do blog continua matando a pau.O xadrez que escreve e desenha,deve infernizar as cabecas de Janot e Gilmar,que talvez tenham que refazer suas estrategias a cada cacetada que Nassif da,e poe os reis a nu.Pincei do artigo uma frase solta e aparentemente despretenciosa.”A unica coisa que da para acusar Lula e de estupidez politica e deslumbramento pessoal”Criminalmente pode ate nao render nada,mas politicamente foi que desgracou com tudo.Compartilha desta minha opiniao,Frei Beto e o ex Presidente urugaio Pepe Mujica.Em bom portugues:Lula aburguesou-se.Como gosta o nobre editor,ai esta o busilis da questao,ou a desgraceira no caminho da feira.

  3. “E os soldados (procuradores)

    “E os soldados (procuradores) na ponta acatam as ordens do chefe que os está defendendo do único poder ao qual se curvam: o Supremo.”

    Se curvam mesmo ? Isso não bate com o factóide inventado para atingir Toffoli. Se se curvassem tanto assim, não cutucariam a onça coma vara curta.

  4. Eu julgo que a única questão

    Eu julgo que a única questão relevante que esse vazamento fez foi criar uma cortina de fumaça para a liberação do passaporte de Cláudia Cruz e para todas as facilidades consentidas a ela, ao mesmo tempo que a caça a Lula segue forte e impávida, agora com o “indiciamento”. Enfim, para mostrar, mais uma vez, que Eduardo Cunha continua sendo o político mais importante e poderoso do país. Querer entender o resto é bizantinice, é buscar pelo em ovo, é perder o foco da luta política em andamento. 

  5. Faco uma constatacao olhando

    Faco uma constatacao olhando para o titulo do post.Quanto ao livrar “Serra”,nada a opor.Mas o nobre editor,de tres citacoes que faz com esse proposito,em quatro,afirma  peremptoriamente que Janot e uma especie de Pai de adotivo de Aecio.Se a razao acolhe o editor,e disso nao tenho nenhuma duvida,onde diabos ele escondeu Aecio?Nem venha me dizer que foi erro de impressao ou que Janot e um Pai adotivo herege.Se bailam juntos,Janot nao pode ter jogado Aecio aos Lobos.Seria uma  sacanagem em seu estado mais puro.As vezes o editor se aprofunda tanto no Xadrez,que esquece de colocar uma virgula,e muda,por pura desatencao o sentido do texto.

  6. Faco uma constatacao olhando

    Faco uma constatacao olhando para o titulo do post.Quanto ao livrar “Serra”,nada a opor.Mas o nobre editor,de tres citacoes que faz com esse proposito,em quatro,afirma  peremptoriamente que Janot e uma especie de Pai de adotivo de Aecio.Se a razao acolhe o editor,e disso nao tenho nenhuma duvida,onde diabos ele escondeu Aecio?Nem venha me dizer que foi erro de impressao ou que Janot e um Pai adotivo herege.Se bailam juntos,Janot nao pode ter jogado Aecio aos Lobos.Seria uma  sacanagem em seu estado mais puro.As vezes o editor se aprofunda tanto no Xadrez,que esquece de colocar uma virgula,e muda,por pura desatencao o sentido do texto.

  7. Relembrado Joel.A perfeicao e

    Relembrado Joel.A perfeicao e uma utopia,quase impossivel de acontecer.Nao sou tao radical assim.Oucam Tim Maia e Elis Regina,em dueto,cantanto These Are The Songs,e depois venham bater um papo comigo.

  8. Vale aqui uma

    Vale aqui uma confissao.Quando Nassif estava escrevendo o Caso de Veja,o maior trabalho jornalistico contemporaneo(ate hoje nao entendi o porque que ele nao mandou edita-lo)eu ficava acordado,ansioso,ate altas horas,esperando por mais um capitulo.A maioria deles foram editados madrugada adentro.O mesmo esta a acontecer com a edicao do Jogo de Xadrez que montou.Nao diria que nao vale a pena,longe disto.A idade ja nao permite que eu fique insone,e a bem da verdade o Xadrez nao chega a abalar o favoritismo do Caso de Veja,uma emocao e revelacao inedita de tirar o folego a cada capitulo.O Xadrez as vezes se torna previsel,por se tratar de dois assuntos completamente distintos..

  9. resumo da ópera prá lá de BUFA.

    A caterva toda acima descrita ainda há de ser dar mal em BREVE, pois o MUNDO TODO está de olho no CIRCO da lava jato (pelo stf terceirizada) & toda a CIA.

    E graças à DEUS que muita gente boa existe por esse tal mundo, apesar de falsos líderes, tão salafrários e seus adjuntos estelionatários.

    Deslumbrados e alucinados estão estes acima descritos e como certos delírios tendem a se tornar coletivos e atingir a muitos desprevinidos, acabam com certeza contaminando até o que poderia ser uma OPOSIÇÂO que de vez acabasse com o CIRCO CORRUPTO que grassa pela POLITICAGEM CORRUPTO – SALAFRÁRIA !

    EXISTE ALGUMA COISA SUPERIOR a toda a baixaria dos últimos tempos intensificada, e ESSE ALGO SUPERIOR que com certeza não é propriedade exclusiva de alguns mineiros (pois muitos de lá, como no resto do mundo não são espertos, são bandidos mesmos), de alguma maneira, COMBATERÁ E VENCERÁ OS CARNICEIROS.

    • Além do que, ser humano de

      Além do que, ser humano de verdade, é superior à esses condicionamentos de macheza e outros que tais, da NATUREZA IRRACIONAL.

  10. O sinal pra Lula é bem claro

    O sinal pra Lula é bem claro = não se candidate em 18 para não ser preso. Prender Lula é o lance mais audacioso e perigoso pros golpistas. Pois não se sabe qual seria a reação do povo ao ver o único político que quando fala as pessoas – seja qual for sua classe social – param pra ouvir. E prova disso foi quando ele falou depois da tentativa fracassada do Moro de levá-lo pra Curitiba . A prisão de Lula tanto pode ser o xeque-mate mas também a reversão da vitória dos golpistas, se a reação popular sair do controle e os fds tiverem que apelar pra violência das forças armadas. 

    Sobre o deslumbramento de Lula, isso, pra variar, os gregos antigos mostraram de forma magistral em Édipo Rei. O auge de Édipo já continha as sementes de sua queda. E, assim como Lula, ele não impediu as sementes  do mal de germinar. 

    • Respondo ao comentario de

      Respondo ao comentario de Joel Lima,que jura e eu  acredito,nao tem nada a ver com Briguuilino,28/08/2016 – 8:43.O final do seu comentario nao foi por mim entendido,principalmente no que se refere ao desumbramento de Lula.Aconteceu algo quase sempre previsivel,em comentarios dos meus compratiotas.Enfiam neles sitacoes mirabolantes e complexas,quando poderiam serem resumidas em algo bem mais simples ao perfeito entendimento.Quanto ao abuguesamento de Lula,talvez as sementes do mal tenham comecado germinar ai,tese encampada por mim,Frei Carlos Alberto Libanio Chistro e por Jose Alberto Muijica Cordano.Um forte abraco deste seu criado.

      • Juro que não tenho nada a ver

        Juro que não tenho nada a ver com o briguuilino rs. O que quis dizer é que quando Lula chegou ao auge da popularidade, em 2010 , ele não deveria ter imaginado que esse apoio popular não poderia ser revertido. E,principalmente, Lula deveria sempre ter em mente de que ele, Lula, no momento em que perdesse esse apoio popular nesse índice estratosférico, a elite econômica e empresarial que o apoiava [ afinal nunca empresários ebanqueiros ganharam tanto dinheiro quanto no governo Lula] não pensariam duas vezes em lhe dar as costas. Engraçado que Lula convive com a elite do Brasil faz décadas e se iludiu de que ela tinha mudado. Aí não sei se essa elite o iudiu ou ele por si próprio se iludiu com essa elite. Aliás, essa traição das elites a um governamente que pensa minimamente no povo não é nem novidade. Veja o caso de JK, o presidente que fez seu povo crer que o país não tinha que se contentar em ser um mero exportador de comida, que podia fazer carro e cidades de arquitetura moderníssima. Quem cassou JK foi Castelo Branco, que chegou a general por obra de Jucelino. 

        • Caro Joel,seria quase

          Caro Joel,seria quase impossivel imaginar que um animal politico como Lula,permaneceriam com indice de popularidade estratosferico pelo resto da vida.Lula pode ate ter se aburguesado.Emburrecido,jamais.No mais,esta registrado sua resposta.Forte abraco.

          • Lula é o animal político por

            Lula é o animal político por excelência. Ele tinha um índice de aprovação espantoso e claro que sabia que iria perder uma parte dele. Mas ele não contava que perderia tanto em tão pouco tempo. Confiou muito no povo – mas não calculou o poder que a mídia tem – leia-se rede globo – de fazer uma lobotomia [melhor globotomia] na população. É trágico ver um povo acompanhar a tirada de uma presidente do poder como se acompanha um capítulo de novela. houve uma pesquisa recente mostrando que a esmagadora parte da população não tem nem ideia das reformas na previdência -r eformas que, pra variar, vai ferrar o povo mais humilde. 

    • Não nos preocupemos com 2018, ele não existirá

      Não haverão eleições presidenciais em 2018. Talvez nem parlamentares.

  11. Tanto voltas e xadrezes…

    para se voltar ao óbvio que comentei na primeira notícia sobre essa panacéia, qual seja, todos são cobras criadas se protegendo uns aos outros mesmo entre rusgas e xingamentos…o alvo sempre foi proteger serra-entrega e aecim….nada mais…um bando de safados com janota e gilmar de cabeças manipulando noticiários combinadinhos da silva e fazendo como sempre a esquerda de idiota.

  12. Querem enganar aos
    Querem enganar aos otários.

    Tá tudo escrito, registrado na internet.

    É só pesquisar.

    Abaixo alguns trechos do “estudo” de Moro sobre investigações que refletem o seu pensamento e que apontam de forma clara de onde podem ter vindo os vazamentos e muito mais.

    XXXXXXXXXXXXXXXZ

    A alimentação da deslegitimação da política por juízes e imprensa

    “A deslegitimação, ao mesmo tempo em que tornava possível a ação judicial, era por ela alimentada: A deslegitimação da classe política propiciou um ímpeto às investigações de corrupção e os resultados desta fortaleceram o processo de deslegitimação. 

    O processo de deslegitimação foi essencial para a própria continuidade da operação mani pulite. Não faltaram tentativas do poder político interrompê-la.

    Não faltaram tentativas do poder político interrompê-la. Por exemplo, o governo do primeiro-ministro Giuliano Amato tentou, em março de 1993 e por decreto legislativo, descriminalizar a realização de doações ilegais para partidos políticos. A reação negativa da opinião pública, com greves escolares e passeatas estudantis, foi essencial para a rejeição da medida legislativa (3). ”

    Judicialização da política

    “Em julho de 1994, novo decreto legislativo, exarado pelo governo do primeiro-ministro Silvio Berlusconi, aboliu a prisão pré-julgamento para categorias específicas de crimes, inclusive para corrupção ativa e passiva. A equipe de procuradores da operação mani pulite ameaçou renunciar coletivamente a seus cargos. Novamente, a reação popular, com vigílias perante as Cortes judiciais milanesas, foi essencial para a rejeição da medida (5).
    …..
     No sistema judicial, os assim chamados “pretori d’assalto” (“juízes de ataque”, i. E., juízes que tomam uma postura ativa, usando a lei para reduzir a injustiça social) tomam freqüentemente posturas antigovernamentais em matéria de trabalho e de Direito Ambiental. Ao mesmo tempo, especialmente na luta contra o terrorismo e a Máfia, a magistratura exercita um poder pró-ativo, em substituição a um poder político impotente.”

    Desprezo pelo poder político.

    “No final dos anos oitenta e na década de noventa, havia ainda um enfraquecimento na atitude de cumplicidade de alguns juízes com as forças políticas e que havia retardado a ação judicial. Uma nova geração dos assim chamados “giudici ragazzini” (jovens juízes), sem qualquer senso de deferência em relação ao poder político ”

    Da chantagem

    “A estratégia de ação adotada pelos magistrados incentivava os investigados a colaborar com a Justiça: A estratégia de investigação adotada desde o início do inquérito submetia os suspeitos à pressão de tomar decisão quanto a confessar, espalhando a suspeita de que outros já teriam confessado e levantando a perspectiva de permanência na prisão pelo menos pelo período da custódia preventiva no caso da manutenção do silêncio…

    Além do mais, havia a disseminação de informações sobre uma corrente de confissões ocorrendo atrás das portas fechadas dos gabinetes dos magistrados. Para um prisioneiro, a confissão pode aparentar ser a decisão mais conveniente”

    Do vazamento e participação da imprensa

    “A publicidade conferida às investigações teve o efeito salutar de alertar os investigados em potencial sobre o aumento da massa de informações nas mãos dos magistrados, favorecendo novas confissões e colaborações. Mais importante: garantiu o apoio da opinião pública às ações judiciais, impedindo que as figuras públicas investigadas obstruíssem o trabalho dos magistrados, o que, como visto, foi de fato tentado.”

    Segue o estudo completo de Sérgio Moro:

    http://ferreiramacedo.jusbrasil.com.br/artigos/187457337/consideracoes-sobre-a-operacao-mani-pulite-maos-limpas

    • Querem enganar otarios,afirma

      Querem enganar otarios,afirma peremptoriamente meu amigo de tempos idos e vividos Assis Ribeiro.Tendo a mais absoluta conviccao que nem eu,muito menos Assis,somos otarios,que vao enganar o diabo que os queira.Um abraco ao sempre amigo Assis Ribeiro.

  13. E se Dilma implodir a República, hj-das-bananas?

    Com base nas últimas 48hrs, nas declarações implicítas de Dilma e Lula, tbm no desespero de Renan ao ir jantar com dirigentes do PT, e em mais um vacilo de Cristovão sobre seu voto, é provavel que a Presidenta tem uma rainha em seu jogo de xadrez. XEQUEMATE!!!, a humilhação de meia dúzia de senadores vai ser pro mundo todo assistir, por isso que o plenário vai estar vazio.

  14. A Lava Jato na hora da cobra comendo cobra

    Por traz das duas últimas capas de Veja a guerra pelo poder pós impeachment

    Que a Lava Jato tinha a intenção de derrubar o governo Dilma e tem a intenção de mandar Lula para a cadeia é do conhecimento até do mundo mineral, diria o velho jornalista.

    Que Gilmar é ministro do PSDB-MT, idem. Que Janot é o engavetador geral de Aécio também.

    Estivessem os três alinhados, com a deposição de Dilma, a Lava Jato seria mantida apenas para inviabilizar Lula e constranger Temer a fazer a “coisa certa”, deixar o poder em 2018, não concorrer à reeleição abrindo caminho para a volta do PSDB ao poder pela “via democrática”.

    Nese caso, a denúncia à Serra e a Aécio simplesmente não aconteceria. As delações da OAS e da Odebrecht trariam Lula na cabeça, Dilma no corpo e o PMDB nos membros.

    Mas não, vazou-se antes que a delação de Léo Pinheiro, presidente da OAS traria acusações pesadas a Serra e Aécio, falavam de valores, de depósitos em dinheiro e dos contratos que deram origem às propunhas. Tudo com a coerência factual que as acusações a Lula em relação ao tríplex e ao sítio de Atibaia não têm.

    Por que foram vazadas?

    Há duas hipóteses.

    A Lava Jato “republicana” – o PT não inventou a corrupção. A Lava Jato tem muita informação sobre os governos do PSDB, antecessor do PT e único partido viável a assumir a presidência da República que poupado. É, neste caso, foi poupado até aqui. A Lava Jato estrategicamente teria concentrado forças no PT para obter o apoio midiático necessário a fazer de letra morta o Código de Processo Penal é assim obter provas utilizando “métodos heterodoxos” de investigação.

    Sua intenção final e refundar a República, logo, com o PT fora do jogo político, passam a surgir as denúncias sobre os tucanos.

    É a hipóteses heroica da Lava Jato. Enfrentaria agora seu principal combate. Teria contra si o chefe, ou seja, o PGR, que segurou o quanto pôde as acusações contra Aécio, o STF do ministro Gilmar e a própria mídia que até aqui era sua fonte de poder.

    Teria de se apoiar apenas na indignação generalizada da opinião pública. Nessa hipótese, a Lava Jato seria imediatamente enquadrada. E a capa de Veja com Toffoli e as reações de Janot e Gilmar Mendes a ela seriam sintomáticas de que o enquadramento já começou.

    O próximo sintoma seria o juiz Moro começar a discordar dos Procuradores. Moro é o mais frágil dos integrantes da “força tarefa”. Aliás, devolveu o passaporte da mulher de Eduardo Cunha. Interessante como tenha conseguido fazê-lo já que não encontrava seu endereço para intimá-la a depor.

    Se for assim, assim será, mas deixará ressentimentos que serão cobrados em momentos futuros. As informações existem e estarão bem guardadas. Poderia-se alegar que os arquivos da ditadura de 64 também existem e estão incógnitos até hoje. Não é o caso. Os arquivos da ditadura falam dos crimes da ditadura. Nesse caso, é autodefesa. No caso da Lava Jato, falam dos crimes dos poderosos, seriam, no mínimo, uma permanente fonte de constrangimentos.

    A segunda hipótese é da Lava Jato como “cabo eleitoral” – isso significaria que o sucessor de Temer em 2018 já teria sido escolhido e não seria nem Serra, nem Aécio.

    Nessa hipótese, o recado já foi dado. Haverá ainda contra eles muito calor, mas nenhuma luz. Caso aceitem que estão fora do jogo. Neste caso, a Lava Jato permanecerá ativa, mas na face pública, atuará apenas para mandar Lula para a cadeia.

    As duas últimas capas de Veja somadas seriam o sintoma. São antagônicas, mas complementares. A Lava Jato foi além do que devia, precisa ser controlada e a Lava Jato está sendo cerceada para proteger Lula, Dilma, Serra e Aécio. Dois caminhos a ser seguidos, bastando apenas que a escolha por um deles seja feita.

    E quem seria o escolhido? Quem é o delfim da plutocracia, da oligarquia que passou a nos governar a partir do afastamento de Dilma?

    Seria coincidência Alckmin ser o único político de abrangência nacional a ser poupado, com tudo que pesa sobre ele, de massacres nas periferias de São Paulo a espancamento e coação de estudantes e professores, da crise de gestão de recursos hídricos a crateras surgindo no meio da rua e engolindo as obras do Metrô, além de vidas humanas? Da polícia barra pesada dos seus governos às voltas com o PCC a auxiliares tão próximos envolvidos em escândalos? E principalmente dos escândalos envolvendo as empresas Siemens e Alstom, os escândalos do trensalão e do eletrolão paulista, podendo conter as suas digitais?

    E ainda falam da blindagem de Aécio. Pobre Aécio, não segura um peido.

    Quando lembramos que Temer, em um caso menor, tornou-se inelegível por conta do TRE de São Paulo e que seu ministro da Justiça, que controla a Polícia Federal é homem de Alckmin, não me parece que Temer esteja em uma posição de força em relação ao governador paulista.

    E é bom lembrarmos sempre que o PSDB de São Paulo vive a sua eterna guerra entre os grupos de Covas-Alckmin e FHC-Serra.

    Bem, caso essa seja a hipótese verdadeira, a guerra se tornará intestina. Temer e sua camarilha e Serra jogando nas sombras recomendaria cautela até a Asmodeu.

    E se assim for, melhor. Fodam-se todos.

    • Respondo ao comentario de

      Respondo ao comentario de Sergio Saraiva,28/08/2016 – 9:28.Saraiva outro bom amigo de tempos de prsicas eras,recomendo trocar por rato engolindo rato.O busilis,temos um amigo em comum que adora essa palavra,da minha modesta intervencao,e para convida-lo ao engajamento na campanha “Rede Social-50 Linhas”.Um forte abraco,foi um prazer reve-lo.

    • Sérgio

      Concordo em muito com vc, principalmente quanto ao verdadeiramente blindado : ALCKMIN , o boca calada e sobre o qual não é permitida nenhuma delação, nem suposição.

      Até já mencionei dias atrás, que enquanto os demais se estapeiam, ele nada de braçadas, sabedor que é, de que será o escolhido para candidato à presidência,  pelo partido mais cínico que jamais existiu no país. O Partido da “Social” Democracia, em que o social deve se referir às sociedades que faz com  os grandes poderes nacionais e internacionais, na sua ânsia de poder e de dinheiro. Tão bem representado  na pessoa do JOSÉ SERRA, o filho do verdureiro, não em sentido pejorativo, mas sim de ter orígem humilde..

      Se a humildade em Lula o fez crescer  em sua visão das necessidades do país, a visão do medíocre Serra foi totalmente outra, pois adotou tudo o que aprendeu nos EUA, mostrando sua qualidade de VIRALATA MÓR deles.

      Por essa e por muitas outras, não confio e jamais confiarei em ninguém que tenha em seu currículo, mestrado ou doutourado em escolas americanas. Não que não sejam boas, mas pq “fazem” literalmente a cabeça dos alunos s/ o modo de vida e de pensar.

       

  15. Agente Americano

    Serra esconde mais do que pensamos…

     

    Duas vezes candidato a presidencia, é hoje o nome mais forte do PSDB.

    Em pouco tempo foi alçado de esquecido perdedor da prefeitura de SP para um dos mais poderosos do país.

    Voltou ao senado e em menos de um ano é o ministro que mais tenta se impor, mais gera manchetes.

    È o mais blindado de todos. Veja a reação a capa da folha acusado Serra! Nenhuma..! É impressionante o poder rebatedor de Serra.

    Serra também é o homem que dita os projetos que visam acabar com o modelo de exploração do Presal.

    Serra negocia com o homem mais rico do Brasil e 

    Serra lidera a pauta da PEC do parlamentarismo.

    Serra é o mensageiro de FHC. Divide a pauta com GIlmar Mendes.

    Serra é o elo entre a Chevron (e outras) e o senado federal.

     

    A biografia de Serra sempre me despertou dúvidas…. 

    Pra mim, um recruta treinado por forças americanas nos anos 60,70. 

    Sai lider juvenil de esquerda, volta … Jose Serra. 

     

    Hoje, velho, e em outro mundo, Serra ainda deve-se imaginar como um agente americano, usando de suas táticas vindas do seculo passado, mas ainda efecientes em um país de terceiro mundo. O fabricador de dossies, o lobista, o “que se acha o espertão”, manobrista e chantageador, sempre copiando seus admirados do norte.

    Jose Serra, Dom Quixote as ávessas, acha ser o agente americano?

    Ou será que o Agente Americano é real?

     

     

     

  16. Um dado interessante apontado pelo jornalista Paulo Moreira Leit

    Um dado interessante apontado pelo jornalista Paulo Moreira Leite diz respeito ao fato do ex-presidente Lula, se não vejamos:

    “Nas datas em que, segundo a denúncia, as negociações com a empreiteira OAS teriam se realizado, Lula já não era mais presidente de Republica. Três anos antes, em 1 de janeiro de 2011, ele havia passado a faixa a Dilma e desde então  não ocupava nenhum cargo público, o que elimina qualquer possibilidade de que possa vir a ser condenado por corrupção passiva, como pretende a Polícia Federal. Era um cidadão privado, com direito a ganhar a vida e reforçar o patrimônio da melhor maneira possível — respeitando obrigações que valem para o cidadão comum, e não para chefes de Estado.”

    (jornal Brasil247 dia 28 de agosto de 2016)

  17. Como o Lula não virá se

    Como o Lula não virá se defender, espero que meu comentário seja publicado.

    “A única coisa que dá para acusar Lula é de estupidez política e deslumbramento pessoal.”

    Um homem que mora no mesmo apê há décadas; não finge que conhece e aprecia vinhos; assume que gosta é de cachaça e cerveja; pesca em um barco de alumínio; quando presidente, carrega isopor de cerveja no seu lazer; telefona para a família para saber da saúde da irmã (ouvimos nos grampos); ganha um relógio de ouro e carrega no pulso um relógio popular; espera terminar o mandado de presidente da república para ser homenageado, não só no país, mas no mundo.

    Podemos elencar n exemplos do “deslumbramento” do Lula.

    Portanto, estupidez e deslumbramento pessoal é como classifico quem escreveu o post, que deveria ter mais cuidado como adjetiva um ser humano da grandeza e importância do Lula, para o Brasil e o mundo. Quem dera tívessemos meia dúzia de Lulas, pois o mundo seria bem melhor.

    • É, vc tem razão. Frase

      É, vc tem razão. Frase completamente dispensável à compreensão do texto, injusta mesmo. Qual a razão de jogar mais pedra em quem já está bem machucado pela avalanche? Sei não… 

    • Perfeito

       

      O Lula é exemplo de brasileiro que não se sente vira lata… virou as costas a  Obama, quando esse o ‘traiu’ e veio visitar o Brasil.

      ‘Deslumbrado’ sou eu com a competência politica do ex-presidente.!

       

    • Nassif, as brumas de avalon e a pisada na bola

      O Nassif deslindou muito bem a trama, mais uma, perpetrada por Gilmar talvez no intuito de livrar a si mesmo e de seus companheiros psdbistas. A delação de Leo Pinheiro compromete grandemente os caciques tucanos, tem para todos; igualmente o vazamento brindou – ! – ministros do stf e familiares.  Dizem que um dos alvos seria o ministro de fhc.

      Ficaram claras as andanças dos personagens para melar a delação tal como incialmente proposta, com mais uma pressão ao preso na pressa de livrar amigos e condenar o condenado pré-definido.

      Eis que em meio as brumas Nassif tropeça e malha de forma inconsistente o caçado Lula. Qualquer um pode errar, inclusive o Nassif, mas falar em estupidez política em relação a Lula é desconhecer suas história. Da mesma forma, acusar Lula de deslumbramento, onde ? Abriu mão de atuar mais ostensivamente no governo Dilma, mantem sua vida sem maiores alterações, não participa de festerês ou espetáculos circenses de variado naipe.

      Pisou na bola.

    • Senhorina Selma,pelo

      Senhorina Selma,pelo Altissimo,nao me tome a mal.Mas continuo deveras incomodado com o nome que escolheu para senhora.Receba um forte abraco.

        • Esta vendo como sao as coisas

          Esta vendo como sao as coisas Senhorina Selma.O editor do blog,vamos por assim dizer,chamou-lhe a atencao por diversas vezes.Se me da o prazer de acompanhar meus comentarios,textos ou intervencoes,deve ter percebido que eu falo dia sim,outro tambem,numa tal invulgar inteligencia do sertao da Bahia.Entre tiradas de genialidades que era seu forte,em uma delas ele tascou:”Inteligencia nao se herda e cultura nao e Montepio”.Ele se chamava Prof.Dermeval Santos Lopes,tirei a sorte grande de ser filho dele.Rogo ao editor do blog,em nome do Altissimo,nao me corte.

          • Em nome do Altissimo peco

            Em nome do Altissimo peco encarecidamente ao editor do blog pra cortar todo e qualquer comentario incoherente que me perde mais de 6.7 segundos pra ler sem entender bulhufas e muito menos patavinas..

          • A única coisa que exiijo de

            A única coisa que exiijo de você,é que me respeite.Nada mais.

          • Nunca uma estrela foi tao bem

            Nunca uma estrela foi tao bem aplicada.O editor do blog alem de genio,e um grande moita.Coitada.Foi a primeira vez no blog que se jogou ping pong,sem a bola se da conta.E ainda tem gente a dizer,que quem nao presta sou eu.

          • A sorte dela foi nao ter pego

            A sorte dela foi nao ter pego pela frente um fascistoide tipo Free Willer.Alias sorte nao azar.O energumeno  nao exerga um palmo diante do nariz,exceto o que escreve Dora Kremmer,desprezada na Catedral da Se por um tucano achegado a moiciolas de fino trato.

    • Selma,
      a religião católica

      Selma,

      a religião católica consagrou o dogmna da Santíssima Trindade. Se pretender criar o do Santíssimo Quarteto, sugiro inventar uma nova religião.

      Nenhum blog tem cantado mais as virtudes de Estadista de Lula que este. O que não impede de admitir que aceitar os favores da OAS foi uma estupidez política.

      • Será que coloco o dedo na

        Será que coloco o dedo na ferida? Parece que sim, afinal  sou das poucas que merece resposta, ainda que bem mal-educada, sem argumentos consistentes.

        E sobre meus argumentos desqualificando tua ‘tese’ de deslumbramento pessoal do Lula? Também não explicaste o que significa “estupidez política” no caso em foco.

        Jogar ofensar no ar até eu que sou bem limitada faço, quero ver argumentos para sustentar o porquê.


        • O próprio Nassif disse en seu artigo que o crime não se consumou e vem vc pedir provas?
          Quem está sendo desonesta na argumentação?

          O que prova o negócio escuso, em que Lula se meteu, é o próprio interesse da OAS, uma das maiores empreiteiras de OBRAS PESADAS do país, por empreendimento ridículo, cheio de conplicantes, feito de maneira mais complicadora ainda usando empresas e recursos no exterior, como se para enguer um prédio de 20 andares precisasse de recursos do exterior.
          PS. Minha empresa microscópica construiu 4 torres de 18 andares nos últimos 3 anos.

          O que o Nassif disse e vc fingiu não entender é que Lula poderia ter feito outras 50 palestras, se tornar milionário e comprar a poha do triplex a vista.
          Mas como ele adora um rolo….sabe que tem gente que só acha que leva vantagem se o negócio for “um rolo”.
          Foi um erro! Porque ele não precisava disto para ser dono de quadriplex na Vieira Souto.
          O fato de ter errado não legítima nenhum dos movimentos em sua direção, porque, como o Nassif lembrou, o negócio não se concretizou…para a sorte de Lula.
          O erro de Lula está lá para ser visto, só não pode ter consequências jurídicas.

          • NAO BATE,

            NAO BATE, NASSIF!

            http://oglobo.globo.com/brasil/cooperativa-entrega-triplex-de-lula-mas-tres-mil-ainda-esperam-imovel-14761809

            Que “deslumbramento pessoal” eh esse que Vaccari precisou de CONTRATAR A CONSTRUTORA PRA TERMINAR CINCO PREDIOS E NEM ERA A COMPANIA DA QUAL “COMPRARAM”?????

            Que historia eh essa de FILHO DE LULA precisou “TOCAR” construcao e que MULHER DE LULA PESSOALMENTE chegou a “vistoriar” construcao de edificio??????

            EM UM APARTAMENTO QUE NAO ERA NEM DELES AINDA??????

            Nao ta vendo que ta tudo errado no que voce concluiu?

            Ainda estou esperando o tal “deslumbramento” aparecer e nao vi ainda.

          • De experiencia propria:

            Nassif, posso ate adicionar mais aqui de experiencia propria:

            Uma vez eu cheguei em uma futura casa minha (hoje previa) e a Voh (tambem chamada de Donzabeh) tava furiosa com o construtor:

            -Ce vai colocar essas merdas de ladrilhos no MEU banheiro?

            -Mas eh de um dolar o peh e eh coisa boa.

            -NAO, nao eh, eh merda e tira o valor da cas…

            E a esse ponto eu dei o berro porque eu ACONTECI de ter ladrilhos turcos de um dolar o pe no carro, que eu tinha acabado de comprar.  Maravilhosos, todos dois (meu banheiro hoje tem 3 tipos de ladrilho, arremate de pedra rolada, e tem cara de ter custado o olho da cara e um cotovelo e nao custou).

            E eu joguei essa qualidade turca toda na cara desse construtor.  O cara ta pensando que ta lidando com idiotas comprando ladrilhinhos de 15 centavos em containers e passando por ladrilhos de um dolar com QUEM?  Comigo?  Nao vai rolar.

            Aparentemente nao rolou com os Silvas tampouco.  Isso eh conversa normal de compradores e vendedores!  Se voce deixar, o construtor deixa ladrilhos de 15 centavos ou menos na sua casa pelo bem DELE proprio, so que nem sua cozinha nem seu banheiro vao valer merda nenhuma quando voce tentar revender.

          • Respondo ao comentario de

            Respondo ao comentario de Athos,28/08/2016 – 16:35.Perdao meu caro,minha memoria alem de ser quase infalivel,e tambem incoveniente.Sua cara mudou,nao tenho nenhuma duvida.A anterior era a copia cuspida e lambida de Nosferatu,o vampiro da noite.O que me levou ao acerto irrefutavel,foi o dedinho.Esse,podes crer,nao mudou nada.Seus atos tambem nao.Continuam um tanto confusos.Sinta-se abracado,e perdoe,antes de mim,minha memoria.

          • A palavra deslumbramento não

            A palavra deslumbramento não me parece apropriada para esse erro de Lula.  Burrice, inocência etc., talvez.
            Quando li o texto, entendi que o deslumbramento apontado seria mais ou menos aquilo que Ciro Gomes tem dito sobre Lula: está brincando de Deus com suas interferências na política.

            Não concordo com Ciro porque Lula não deveria desperdiçar a sua popularidade. Agora, com o desenrolar do golpe, estamos vendo que não há obra de um governo popular que não possa ser rápida e facilmente desfeita.

            O que me deixa com a pulga atrás da orelha é a empresa de marketing esportivo do filho de Lula ter contrato milionário com escritório de advocacia. Nem sei porque deixaram de falar no assunto. Vai ver rolou um acordo de não meter família nessa confusão, até porque aí a coisa poderia complicar para todo mundo, afinal, a regra na política é ter filhos bem sucedido$ ou então viram que por aí não sairia nada mesmo, exceto a sensação de perseguição à família.

      • Ora ora seu Nassif,estupidez

        Ora ora seu Nassif,estupidez politica coissima nenhuma,foi abugersamento mesmo,vamos combinar com Frei Beto.Aviso a voce para avisar a senhorina Selma,que a Igreja Universal do Reino de Deus,admite o Santissimo Quarteto.A unica duvida que me transmite meus indecisos botoes,e se ela sera acolhida la com esse nome.Talvez ela tenha que ser imunizada pela fogueira Santa de Israel,a mesma que engoliu meu ex amigo Ricardo Kotscho,ora infectado pelo mesmo virus contraido pelo Senador Cristovam Buarque.

        • Por enquanto, ainda estamos

          Por enquanto, ainda estamos discutindo se Jesus fez bem em aceitar o caríssimo óleo com que lhe perfumaram na casa de Simão, em Betânia. A aceitação desse óleo foi furiosamente questionada pelos discípulos que ponderavam que o certo seria gastar o dinheiro correspondente com os pobres. Jesus respondeu apenas que eles, os discípulos, sempre terão aos pobres, mas a Ele nem sempre terão.

    • Eis uma imagem de verdadeiros

      Eis uma imagem de verdadeiros deslumbrados, traidores e entreguistas .

      (percebam as babações do Zé Chevron Serra e do ditador Temer Cunha de Marinhos) 

       

       

  18. Entendi errado.Quer dizer que

    Entendi errado.Quer dizer que o Frei Beto faz apologia de si mesmo,e voce recebe como premio de consolacao,5 estrelas.Inacreditavel.Mas isso e briga/ciume de mineiros nao tenho absolutamente nada a ver com isso,do tipo,me incluam fora desta.Quanto a Frei ser um deslumbrado fica por conta de voce so ter lido um livro dele,ademais teve ter lido o autor equivocado..

    • O mineirim de Poco de Caldas

      O mineirim de Poco de Caldas se entregou de vez com essas estrelinha solitaria que me concedeu,e as 5 que premiou o outro.As vezes desatentos com as virgulas,ele cheio de afazeres,nao atentou ao dialogo que mantive com Assis Ribeiro.De otario nao temos nada.

  19. Resumindo: A justiça no

    Resumindo: A justiça no Brasil vive de aparências,hipocrisia e principalmente INJUSTIÇAS !!!

    Não quero estar na pele destes INJUSTOS q de alguma maneira pagarão,aqui na terra ou no céu !!!!

    Obs: Não á toa Dilma passa por esta grande injustiça no país da injustiça  aonde uns

    podem tudo (tucanos) e os “pppps”nada podem (preto,pobre,prostituta e petista)

  20. O Caso Eu Conto Como o Caso

    O Caso Eu Conto Como o Caso Eu Vi.A NORMALISTA.Em meados do anos 60 o Colegio da Fraternidade,de propriedade do Prof.Dermeval Santos Lopes,colaria grau das primeiras normalistas da sua longa historia.No mesmo ano desembarcavam na minha Cidade conhecida nacionalmente naquela ocasiao,como a Capital Nacional do feijao,uma caravana de religiosos italianos,monsenhores,freis,padres,freiras,engenheiros,arquitetos,provenientes da Cidade de Regio Emilia no interior da Italia.Mudariam a face da minha Cidade como um todo e para sempre.Ja nao estao mais la.Aproximaram-se,todos eles,do Prof.Dermeval,que os colocou,quase em sua totalidade,para lecionarem no Colegio da Fraternidade.Fazia parte da caravana o Padre Nilo Zanini,esquerdista de quatro costados,com ligacoes com Partido Comunista Italiano,entao o mais forte da Europa.Por motivos obvios,foi o que mais se aproximou do Prof.Dermeval que o colocou para ensinar Educacao Fisica,em todas as turmas masculinas do Colegio.Padre Nilo jantava  na casa do Prof.Dermeval,vice versa.O Prof.Dermeval certa vez confidenciou-me ter tomado,pela primeira vez,um porre de vinho servido nas missas religiosas.Uma delicia,disse-me ele,mas da uma ressaca dos diabos.A vida corria solta e os redemoinhos de poeira dava um toque do oeste americano na minha querida Cidade.O diabo quando nao se faz presente,envia o secretario.Estorou a bomba na Cidade.O Padre Nilo estaria tendo um caso de conjuncao carnal com uma das normalistas.Fato pitoresco.Em uma das festas promovidas pelas normalistas para angariar fundos para a formatura do final do ano,Theotonio Otacilio,o Tio,unico  homem da turma a se formar,aproximou-se da mesa do Prof.Dermeval,que concedia a Tio,certa intimidade por ser filho do medico humanista Dr.Mario Dourado,que tambem era Padrinho do Prof.Dermeval.Festa corria solta mais animada que nunca ao som da Orquestra Jacobinense,Amado e Seus Cheques Mates.Tio achegou-se,como quem nao quer nada,a mesa do Prof.Dermeval,no barulho infernal,cochicou no seu ouvido:Mestre,o senhor acha que o Padre Nilo abriu a normalista ao meio.O Prof.Dermeval olhou Tio de cima abaixo e fuzilou:Ora seu Tio,voce esta me achando com cara de cadeado de xibiu de ninguem.Foi fatal.Tio nao era bom da cabeca,encheu a rua.Na minha Cidade provinciana e conservadora,nao se falava de outra coisa.Nao dava para segurar,sendo verdade ou nao.O Padre Enzo Ferroni,que cantava Granada,com a voz do baritono Luciano Pavarotti,chefe da trupe,despachou o Padre Nilo Zanini para Rio Branco,no Acre,para desgosto e tristeza do Prof.Dermeval.A normalista,teve sua colacao de grau antecipada,mudou-se definitivamente para o Rio de Janeiro,e nunca mais ouviu-se falar dela.Os redemoinhos de poeira continuaram a incomodar nossa Cidade,e eu menino de calca curta me divertia me postando exatamente no meio deles,mesmo arriscando-me a levar uma surra da Professora Daria.Voces nao fazem a menor ideia de como era gostoso e inesquecivel o meu frances.

    • Retifico.Onde se le “missas

      Retifico.Onde se le “missas religiosas”,leia-se “missas da Igreja Catolica”.Peco desculpas,escrevo de improviso em um iPad.

  21. O conluio com a lava jato

    O conluio com a lava jato segue fornecendo munição na caçada ao Lula e ao impeachment da Dilma, nenhuma novidade. Mas queimando o Serra e o Aécio dessa maneira, acredito que a revista está iniciando a campanha do Moro para 2018.

    Não sobra ninguém nesse cenário. Alckmin? Perillo? Sem chance.

    E aí, Nassif?

    • Foi só uma capa, misturada

      Foi só uma capa, misturada com o nome de Lula e Dilma. Essa revista não queima mais ninguém. Totalmente desacreditada. Só os fanáticos e os blogs sujos é que dão importância pra ela. Além do que, o candidato da direita pode ser qualquer um, tanto faz, Cunha, Aécio, Serra, FHC, Bolsonaro, basta ter um discurso anti PT e aparecer bem na tela da globo que os Homers votam nele.

  22. QUAIS OS MOTIVOS DO PGR?

    Caso se admita que há intenção do PGR em blindar Aécio Neves e José Serra, restará uma pergunta: Qual o porquê?

    Descobrir esta resposta seria fundamental para o entender o Xadrez, este e os demais.

     

     

  23. Deslumbramento .

    O “Seo Nassif” está careca de saber o quanto tenho orgulho dele, como Mineiro e Poçoscaldense, e como o admiro pela sua atuação destemida no jornalismo, etc., etc., etc.

    Mas não concordo quando diz que o Lula ficou deslumbrado com o sucesso que obteve não só aqui, mas no mundo todo. O que aconteceu foi que os demais partidos é que se sentiram humilhados com o sucesso dele. Vide FHC , um eterno invejoso, e outros mais que prometeram salgar o chão do PT.

    Um abraço.

     

    • Ele fez discurso nos EUA
      Recebendo prêmio de sei lá o que e discursando para parte da nata política daquele país deu um tapa na cara de seus anfitriões.

      Ganhou um câncer pra calar a boca! Idiota sem noção.
      Isso para não falar dos terninhos vermelhos de Dilma. Pelo amor de Deus, com quem eles acham que estão lidando?

    • Concordo com você.
      Para não

      Concordo com você.

      Para não morrer de inveja os políticos do PSDB, DEM, ministros do STF, PF, PGR e todos os “inteligentes e cultos” deste país resolveram que tem de matar o Lula.

      Só assim acreditam poder se salvar da morte por inveja que os assola.

      Afinal, o Lula é somente um retirante nordestino semi-analfabeto e eles são os “doutores”.

      Compare os feitos do retirante com os dos doutores e conclua quem fez mais por este Brasil.

       

       

  24. Dora Kramer, no Estadão,

    Dora Kramer, no Estadão, sobre os ocasos petistas:
    “Dilma desocupa a ribalta e volta ao ostracismo de onde Luiz Inácio da Silva a resgatou, num ato posto pelos fatos na condição de erro crasso que ficará marcado na história como exemplo das consequências do pecado da soberba. Nunca antes neste País terá sido visto um equívoco de tal magnitude, cometido por considerado mestre na matéria. Ainda que involuntariamente e por mais que acredite na fantasia, na vida real Dilma derrubou o mito do grande articulador, do político sensitivo de instinto infalível. Com esse passo em falso, Lula se colocou em posição semelhante à de Paulo Maluf na eleição municipal de 1996, em São Paulo. Maluf inventou Celso Pitta convocando os eleitores a nunca mais votar nele caso a criatura desse errado. Deu e ficou mais ou menos por isso mesmo. O inventor nunca mais recuperou condições de competitividade em eleições majoritárias.”

    • Respondo ao comentarista Free

      Respondo ao comentarista Free Walker,28/08/2016 – 13:24.Nao perco tempo com Dora Kramer,mas ja que voce a trouxe,nao fujo da raia.Seus nomes guardam singelas semelhancas,uma com fascismo alemao,o outro com o fascismo Trumptiano.Sem duvida,mesmo que os propositos dela sejam inconfessaveis ao escrever sua baboseira dominical,nao lhe tiro certa razao.Foi o maior erro politico  que Lula cometeu,e Dilma tambem,por que nunca soube exatamente o que estava fazendo la.

    • Tão mau

       Tão mau articulador o Lula que não o queriam no governo Dilma e fizeram tudo para impedir. E tanto que continuam fazendo o possível e o impossível para tirá-lo da briga em 2018.

    • Tão mau

       Tão mau articulador o Lula que não o queriam no governo Dilma e fizeram tudo para impedir. E tanto que continuam fazendo o possível e o impossível para tirá-lo da briga em 2018.

    • Caro Andador Livre, estou ao

      Caro Andador Livre, estou ao seu lado, contra todos os comentaristas que o espicaçaram. Este blog, editado por pessoa competente e séria,  palco de comentários inteligentes, necessita vez por outra de uma pincelagem de humor. Não sei se os outros não entenderam o espírito da coisa, mas eu ri, e ri muito com as piadas da Dora Kramer. Só ficou uma dúvida, quem é ela?

  25. Dança COM lobos ganhou 7

    Dança COM lobos ganhou 7 Oscar.

    Dança DE lobos ganhou todos os pêmios Framboesas.—Com Lula dirigindo e estrelando.

  26. O cidadão merece saber se

    O cidadão merece saber se houve golpe ou impeachment

     

    O senhor Michel Temer, desde alguns meses antes do chamado “julgamento do impeachment”, vinha mantendo conversações com senadores com o fim de conseguir que votassem a favor do impedimento definitivo da Presidente da República supostamente julgada.

    Este fato, em diversas ocasiões, foi amplamente noticiado pela própria imprensa conservadora do país, com abundância de detalhes.

    As definições da própria imprensa para tais ações políticas têm sido variadas: Desde a descrição de “negociações para a conquista de votos necessários ao impeachment”, até ao detalhamento minucioso do que tem o senhor Michel Temer disponibilizado a senadores em troca de tais votos.

    Sob tais circunstâncias, jamais se poderá admitir que o que aconteceu no país foi de fato um julgamento.

    O cidadão comum, por seu raciocínio de clareza meridiana, irá definir os movimentos do senhor Temer como inseridos na velha prática política do “toma lá dá cá”, e jamais como tentativas de conscientização dos senadores para que reconheçam algum crime cometido pela presidente julgada. O cidadão vai entender que tais movimentos foram uma mera barganha em troca de vantagens derivadas de ações governamentais que implicam, sim, em gastos públicos, gastos que não vêm ao caso de serem considerados positivos ou negativos; esse mérito não lhes retira a mancha do pecado. Ou do crime.

    Em outras palavras: Ninguém poderá seriamente contestar o cidadão que definir os movimentos do senhor Temer como sendo uma “compra de votos”. Pior: Como se trata de um julgamento e os negociadores estão alçados à condição de juízes, então se trataria de uma compra de sentença, coisa muito mais grave que compra de votos.

    Este fato conspurca o julgamento do impeachment e lhe retira automaticamente legitimidade. E assim sendo, não teria havido um julgamento de presidente por qualquer crime que tenha cometido. Teria havido apenas uma farsa recheada de ridícula pomposidade, para tentar dar algum verniz de legalidade a um mero golpe de estado judiciário-legislativo. Como se sabe, todo golpe de estado pretende passar por ser legal e constitucional. É o primeiro refúgio buscado insistentemente por este tipo de demônio.

    • A abrupta diminuição de

      A abrupta diminuição de estrelas a nosso comentário, é um indício seguro de que ele bateu firme no âmago da farsa golpista.

  27. Essa republica que chamam de

    Essa republica que chamam de Brasil, É FUNDADA PARA A CORRUPÇÃO!

    Ouvi uma fala do Renan em que ele diz, da falta de “TATO” da Dilma e do PT na condução do governo!

    O significa tato?

    É permitir o roubo do outro, sabendo que TODOS ROUBAM…

    Governo que PERMITE O ROUBO, QUE NÃO INTERFERE SOBREVIVE!

    Eu não concordo com isso!

    Quando há divulgação de um ESCANDÂLO ele passa passa pela sociedade civil e pelas autoridades!

    A sociedade civil pode ficar indignada, mas SÃO AS AUTORIDADES É QUEM TOMAM AS PROVIDÊNCIAS!

    Se for um governo QUE ACOBERTA APANIGUADOS, NADA ACONTECERÁ!

    Então um escândalo depende FUNDAMENTALMENTE das “AUTORIDADES”!

    Se as esquerdas querem COMEÇAR A ENTRAR NESTE JOGO, vai ser preciso nova atitude!

    Onde as “Autoridades DE ESQUERDA” têm alguma ascendência é sobre os movimentos sociais…

    Então a cada escândalo tiver MOBILIZAÇÃO DA SOCIEDADE AS COISA PODERÃO SE ALTERAR…

    Assim como DIlma mudou as regras da poupança e não teve uma revolução, creio que o mesmo aconteceria se ela no momento na votação dos deputados tivesse fechado o congresso e imposto silêncio a mídia!

    Se as “Autoridade que compactuam com a corrupção passiva fossem alcançadas – heveria FESTA PELAS RUAS”!

  28. Vou tentar de novo,ontem nao

    Vou tentar de novo,ontem nao teve plateia.Enganam-se os que imaginam ser Grandes Sertoes,de Guimaraes Rosa.Angustia,de Graciliano Ramos.Cem Anos de Solidao de Garcia Marquez.A Montanha Magica de Thomas Mann ou Ulisses de James Joyce,o livro de cabeceira do Prof.Dermeval.A sua biblia Sagrado de cabeceira era Quatros Gigantes da Alma de Mira Y Lopez.Lia,relia lia outra vez.Nunca perdeirei um Juri,meu filho,enquanto tiver esse livro na cabeceira de minha comoda.Verdade,nunca perdeu nenhum.

    • Distinto senhor Sertanejo,

      Distinto senhor Sertanejo, são comentários e mais comentários o mais das vezes desnecessários e aborrecidos; presumo que o senhor almeje a uma citação eloquente por seus comentários ou, quem sabe, uma atenção especial pelos editores e editoras do blog. O que fazer para ficar apenas um mês sem seus comentários? Felicidades e boa sorte!

      • Vê-se que eu começo a

        Vê-se que eu começo a incomodar.Se você não pertencesse a dinastia papal,eu lhe daria uma resposta à altura.O que você me pede não tenho condições de atende-lo,visto que,é da primazia do editor do blog.Ademais já pensou se a moda pega?E se eu lhe pedisse para se picar daqui?O editor deve achar meus comentários interessantes,por edita-los quase sua unanimidade.Vou lhe passar uma informação que vai lhe deixar ainda mais irritado Bento XVI,digo,Paulo VI,eu nem cadastrado sou.Ta vendo,você podia dormir sem esta.Sua turma também é outra.

  29. Ainda não surgiu um factóide

    Ainda não surgiu um factóide para provocar o xadrez do jogo de cena de Janot e Gilmar para não punir Eduardo Cunha.  Gilmar, no assunto Cunha é bico de siri. Ninguém nem lembra do café da manhã  de Gilmar com o representante de Jesus.com para tratar da queda de Dilma. Parece que Cunha não precisará nem de tornozeleira, nem de pagar multa nem nada. Basta olhar como Cláudia Cruz foi tratada. Com meiguice e suavidade, além de uma E-NOR-ME confiança a ponto de Moro devolver seu passaporte. Com uma branda advertência: Nada de viagem ao exterior, viu Dona Cláudia?  Por acaso viajar no Brasil necessita de passaporte? Ah! Quanta consideração.

    • bem lembrado…

      e isso traz todo o esquemão, toda cachorrada, todas as peças…………………………..único jogo

      saca só como enganam:

      fazem questão de respeitar nossas dúvidas, mas nossas certezas

      cagam solenemente para elas

      Sinal de um Estado completamente dominado por outro paralelo

      É por isso que vez em quando um se destaca e grita ” Eu sou o Estado, a Garantia, a Constituição “

      o que os outros picaretas, vendidos e comprados, entendem como ” Enriqueçam-me “

    • Eu já citei o encontro de GM, EC e PF várias vezes.

      Maria Rita,

      Se você costuma ler meus comentários, deve ter constatado que mais de uma vez mencionei o sórdido encontro entre Eduardo Cunha, então presidente da Câmara, Gilmar Mendes e o deputado Paulo Pereira da Silva (o Paulinho da Força) , em meados do ano passado na residência oficial do presidente da Câmara, fora da agenda oficial, para tramar o golpe. Chamei a atenção para o fato de que Gilmar Mendes não é presidente do STF e que Paulo Pereira da Silva era réu em três APs no STF.

      Mais de uma vez já comentei que Eduardo Cunha não só não será casado como será absolvido na segunda turma do STF, onde conta com dois votos favoráveis à sua absolvição, os de GM e Dias Toffoli, além de outro muito provável pela absolvição, o de Celso de Mello.

      • Quanto mais relembrarmos esse

        Quanto mais relembrarmos esse fato, melhor. A cada ataque de Janot, a cada ataque de Gilmar, a cada ataque da Globo, a cada ataque de Moro, a cada condescendência a Cunha e a sua família, recorreremos ao ataque da memória. Cunha é o símbolo maior do golpe, foi usado exclusivamente nessa missão. Ele representa a Globo, a mídia golpista em geral, representa o PSDB, o PMDB de Jucá, de Padilha e Temer, os partidos nanicos e insignificantes, os parlamentares traíras. Eles atacam-nos através dos ataques a Lula, a Dilma, dos nossos direitos em xeque, da nossa soberania enquanto país. A única arma que tenho é meu grito junto com minha memória. E tenho plena convicção que meu grito sozinho não é nada. Preciso e precisamos de todos os gritos. Gritamos pelo dia de hoje. Um gande abraço.

  30. Bola de cristal

    Prezados GGNistas, consulto minha bola de cristal e nela consigo notar em meio a uma densa bruma:

    1) Eduardo Cunha escapando de qualquer processo de cassação na Câmara dos Deputados, sendo restaurada sua enorme importância (que só sofreu abalos na visão dos néscios que desconhecem a índole do Drácula do Jaburu) na cena política nacional, fator que o qualifica, assim como um Eliseu Padilha ou Romero Jucá qualquer, para assumir algum importante Ministério caso o Drácula do Jaburu tenha confirmada amanhã sua titularidade em definitivo:

    2) Caso a hipótese da titularidade definitiva não se confirme no Senado, Eduardo Cunha não terá que esperar o término do processo de cassação, antecipando-se a qualquer pretensão de Sérgio Moro de enjaulá-lo, fará o que todos anseiam por conhecer, ou seja, convocará toda a mídia, desde que a Globo assim o permita após negociações relâmpago, para soltar o verbo em seletivíssima delação;

    3) Com Temer assumindo a titularidade após a peleja do Senado, meia hora depois Aécio Cunha e José Chirico estarão distribuindo porradas mútuas para ver quem pode chegar vivo a 2017, quando enfim derrubado o Drácula do Jaburu, digo do Alvorada, já que precisarão convencer o “centrão do Cunha” de que cada um é a melhor opção para governar aquela antiga República, já então conhecida internacionalmente como UNITED STATES OF BRAZIL, embora internamente seja mais conhecida como “Brazil dos Estados Unidos”….sendo de esperar nesta fase uma vasta criação e distribuição de dossiês, agora oficializado o que antes, nos últimos anos, se conhecia como “vazamentos seletivos”;

    4) Minha bola de cristal saiu do ar de tal modo que tenho que esperar o restabelecimento da mesma, como espero que o Brasil de verdade tenha restabelecida a normalidade institucional com o retorno de Dilma Rousseff ao seu lugar de direito…

  31. Um dia se lerá a AP 470 no STF com outros olhos

     

    Luis Nassif,

    Não tenho imiscuído nos posts da série Xadrez do Golpe em que você faz considerações sobre a verdade e a mentira, mas os tenho acompanhado. Sem dúvida é um primor a frase que você atribui a Golbery lá no post “Xadrez do fim do ciclo Lava Jato” de quinta-feira, 25/08/2016 às 14:43, e que pode ser visto no seguinte endereço:

    http://jornalggn.com.br/noticia/xadrez-do-fim-do-ciclo-lava-jato

    E a frase de Golbery seria, segundo você, a seguinte:

    “a mentira é mais rica que a verdade, porque permite extrair muitas informações adicionais sobre os objetivos do mentiroso”

    Eu não conhecia a frase e ela me interessa muito porque realizo toda a minha avaliação de um texto que analiso com base no interesse de quem diz. Não leio o Merval Pereira, tenho lido menos do que lia antes o Clóvis Rossi, mas se os lesse teria mais facilidade de compreender os textos deles do que um texto de um ilustre desconhecido porque já conheço os interesses que Merval Pereira e Clóvis Rossi representam ou defendem.

    Eu concordo com a frase de Keynes: “It is ideas, not vested interests, which are dangerous for good or evil” (Também do Google Tradutor: “São as ideias e não interesses particulares, que são perigosos para o bem e para o mal”). Só que eu pergunto: o que são as idéias sem os interesses de quem as suporta?

    Você tem de certo modo se superado. Precisando evitar que o seu site se torne um casulo de borboletas da mesma espécie lança farpas em todas as direções. E faz isso muitas vezes com textos de leitura fácil e bem concatenados. E às vezes traz uns achados.

    Aqui neste seu post “Xadrez do balé da dança dos lobos de Janot e Gilmar para livrar Serra” de domingo, 28/08/2016 às 13:58, você traz uma pérola e de sua própria autoria. Diz você: “a única maneira de uniformizar o discurso é através da verdade, que comporta menos versões que a mentira”.

    Eu conhecia algo parecido nos escritos de Montaigne, mas com frase que era mais restritiva com a verdade e mais amplo com a mentira. Dizia Mantaigne:

    “Si comme la verité, le mensonge n’ avoit qu’ un visage, nous serions en meilleurs termes. Car nous prendrions pour certain l’ opposé de ce que diroit le menteur. Mais le revers de la verité a cent mille figures et un champ d’action sans limites” (Uma tradução no Google Tradutor nos daria: Se como a verdade, a mentira não tivesse que uma face, nós estaríamos em melhores condições. Porque nós tomaríamos por certo o oposto do que o mentiroso diria. Mas o inverso da verdade tem cem mil faces e um campo de ação sem limites).

    E no mais seu post foi muito bem elaborado. Eu tenho um pouco de resistência em relação ao primeiro parágrafo que se segue ao subtítulo “Peça 3 – a relevância do depoimento da OAS” em que você diz:

    “Como vocês se recordam, o GGN antecipou a tentativa final de encerrar a Lava Jato: a votação de uma lei pelo Congresso separando o financiamento de campanha do enriquecimento pessoal. Haveria anistia a quem apenas recorreu ao financiamento de campanha. No segundo caso, seria prática de corrupção, expondo os autores à cadeira por formação de quadrilha.”

    Ainda tenho por mim que depois do julgamento da Ação Penal 470, o crime de caixa dois quando praticado por funcionário público (Ou que venha a ser) com grande faixa de competência nas suas atribuições é crime de corrupção. Este foi o grande avanço que o STF moldado pelo PT trouxe para a jurisprudência brasileira. Avanço que diga de passagem o PT não conseguiu aprovar no Congresso Nacional ao apresentar proposta para aumentar a pena do crime de caixa dois e ter a proposta rejeitada. Pode ser, entretanto, que, como só o ministro Enrique Ricardo Lewandowski procurou realçar esse feito, essa nova jurisprudência caia no esquecimento, e tudo volte ao que era antes.

    Clever Mendes de Oliveira

    BH, 28/08/2016

  32. Bola de cristal

    Prezados GGNistas, consulto minha bola de cristal e nela consigo notar em meio a uma densa bruma:

    1) Eduardo Cunha escapando de qualquer processo de cassação na Câmara dos Deputados, sendo restaurada sua enorme importância (que só sofreu abalos na visão dos néscios que desconhecem a índole do Drácula do Jaburu) na cena política nacional, fator que o qualifica, assim como um Eliseu Padilha ou Romero Jucá qualquer, para assumir algum importante Ministério caso o Drácula do Jaburu tenha confirmada amanhã sua titularidade em definitivo:

    2) Caso a hipótese da titularidade definitiva não se confirme no Senado, Eduardo Cunha não terá que esperar o término do processo de cassação, antecipando-se a qualquer pretensão de Sérgio Moro de enjaulá-lo, fará o que todos anseiam por conhecer, ou seja, convocará toda a mídia, desde que a Globo assim o permita após negociações relâmpago, para soltar o verbo em seletivíssima delação;

    3) Com Temer assumindo a titularidade após a peleja do Senado, meia hora depois Aécio Cunha e José Chirico estarão distribuindo porradas mútuas para ver quem pode chegar vivo a 2017, quando enfim derrubado o Drácula do Jaburu, digo do Alvorada, já que precisarão convencer o “centrão do Cunha” de que cada um é a melhor opção para governar aquela antiga República, já então conhecida internacionalmente como UNITED STATES OF BRAZIL, embora internamente seja mais conhecida como “Brazil dos Estados Unidos”….sendo de esperar nesta fase uma vasta criação e distribuição de dossiês, agora oficializado o que antes, nos últimos anos, se conhecia como “vazamentos seletivos”;

    4) Minha bola de cristal saiu do ar de tal modo que tenho que esperar o restabelecimento da mesma, como espero que o Brasil de verdade tenha restabelecida a normalidade institucional com o retorno de Dilma Rousseff ao seu lugar de direito…

  33. Para Luís Nassif,pelo bem que
    Para Luís Nassif,pelo bem que quer.Como Papai poderia perder Juri,se aos 25 anos encantava as plateias da minha bela regiao,declamando o monologo As Maos de Eurudice,de Pedro Bloch.Viviam a dizer que só Rodolfo Mayer o superava.Mais adiante,eu sempre ao seu lado,lotava bares e se permitia a declamar um ou outro trecho,para levar as lagrimas as pessoas que o assistia.Onde quer fosse,me levava.Eramos inseparaveis,companheiros,confidentes,amigos acima de tudo.Pediu aos Padres Italianos,especialmente ao Padre Enzo Ferroni,chefe do grupo,que conseguissem uma bolsa de estudos na Italia para mim.Os padres arranjaram,ele me abracou com o coracao pardido,falou-me:Va meu filho,cuide de sua vida,será extraordinario para você.Mamãe me segurou,deu a ordem.Meu filho nao vai para Italia coisa nenhuma.Daqui para Salvador.Papai nao discutia com ela,pois era exatamente isso o que ele queria,mesmo sabendo que o custo seria alto.Eu era o mascote dele,ele o meu ídolo.Ninguém conhecia os designos da alma humana como ele.É enorme,imensa,sem dimensão,a falta que ele me faz.Papai era uma lenda.Em noites de saudades como esta,me consolo em saber que ele,talvez nem fosse desse mundo.Relembro de alguma travessura nossa,e vou tentar dormir em paz.

  34. Em edição extraordinária.A

    Em edição extraordinária.A crise toma proporções incontornaveis.Encontra-se sobre a mesa do Presidente da GGN-O Jornal de Todos os Brasis,dois pedidos de Impechemant contra o comentarista Junior Sertanejo.Ouvido a respeito,o Presidente da GGN promete se manifestar a respeito,tão logo termine o Impechemant da Presidenta Dilma Rousseff.Reunirei a Editoria do Blog para deliberar a respeito,completou o Presidente.Boa noite.

  35. E Luís Nassif deu o braço a torcer.

    Prezado Nassif, prezados leitores.

     

    Sempre leio com atenção as crônicas desta série. Concordo com a maioria dos raciocínios e análises apresentadas. Eventalmente discordo. 

    Mas fico satisfeito ao ler esta última porque eu e outros leitores já havíamos cantado essa pedra, mostrando que Rodrigo Janot e Gilmar Mendes fazem puro jogo de cena, no que se refere à Farsa a Jato. Nassif enveredou por outro caminho, ao tentar mostrar GM como inimigo do MP – ao qual pertenceu – citando embates que teve com procuradores, em outras investigações. Eu e outros mostramos que no caso da Farsa a Jato, Janot e GM atuam em sintonia fina, sincronizados, num jogo de lances combinados, bem treinados e calculados. 

    Estou certo de que Luís Nassif não escreveu esta crônica apenas para receber elogios dos leitores. Como tenho dito, os jornalistas, por mais experientes e competentes que sejam, também erram. Embora não esteja explícito no texto, fica evidente que Luís Nassif admite ter cometido um erro de avaliação. Considero surpreedente esse fato porque foi Nassif o primeiro jornalista a cravar o PGR, Rodrigo Janot, como o alto comando nacional do golpe. Ora, se Nassif foi o primeiro a perceber isso em crônica publicada aqui no GGN, como explicar que ele tenha tido dúvidas de que Janot e GM jogam no mesmo lado, combinam lances e fazem jogo de cena em relação às investigações e atos da Farsa a Jato?

    Luís Nassif demorou muito a perceber que as sementes do golpe foram lançadas em meados de 2013. Apenas no início deste ao (09 de março), numa crônica histórica, intitulada “Lava a Jato: tudo começou em junho 2013”, Nassif admitiu e expôs de forma competente e didática tudo aquilo que eu e muitos outros já havíamos observado. No mais recente livro do professor  e sociólogo Jessé Souza, cujo prefácio acabo de ler, é demonstrado que foi exatamente  a partir daquelas chamadas ‘jornadas de junho’ que o golpe de Estado em vias de se consumar nasceu e cresceu de forma vigorosa. Como ainda não li o livro, não sei dizer se Jessé Souza aponta na obra o alto comando internacional, que fica nos EUA. Na entrevista que concedeu a PHA isso não foi perguntado nem comentado.

    O maior problema da(s) Esquerda(s) é que para chegar até aos consensos mais óbvios gasta-se uma infinidade de tempo, são feitas inúmeras reuniões, discussões, debates, geram-se divergências e dissidências, criam-se ressentimentos, o que só enfraquece esse espectro político, tornando-o frágil e incapaz de ocupar o poder por períodos mais longos, de forma estável. Já a direita oligárquica e plutocrática tudo monetiza e tem competência para tomar o Estado para si e dividir o butim. O Romulus, em uma de suas crônicas, mostro isso com maestria, diadática e bom humor.

     

     

  36. Dissecar as pendengas entre

    Dissecar as pendengas entre golpistas tem grande relevância para o estudo da anatomia do golpe, mas o golpe tem um maestro, e embora suas ações possam parecer desconcatenadas e por vezes até conflitantes, todas estão seguindo rigorosamente o plano, a estratégia e as ordens do Maestro. Uma decisão como a de realizar o vazamento de conversas entre Dilma e Lula no momento crítico da véspera da adesão de toda a Câmara dos Deputados ao golpe, jamais poderia ser definida e executada por uma personalidade golpista isolada. A não ser pelo Maestro, que controla todo o processo golpista  e tudo sabe a respeito de seus recursos, suas fraquezas e seus riscos. No caso, o Maestro interferiu na exata hora. Em um país complexo como o Brasil, os obreiros do golpe não poderiam deixar de ter suas pendengas, mesmo que elas, ao se acomodarem, tragam o risco de transparecer que algo superior as acomodou. Mas em verdade elas são muito bem administradas pelo maestro oculto.

  37. O “votinho” do senadorzinho

    Quando inquirido pelos jornalistas o “senadorzinho” sobre o seu “votinho” em favor do impeachment, ele diz, mais ou menos assim: Sei que com este voto irei perder as minhas bases de intelectuais, professores e artistas; perderei todas as minhas amizades no exterior, e etc.

    Senhor senadorzinho: Estão todas as suas bases equivocadas? Elas, na época, apoiaram o senador errado? Estão todos os intelectuais e entes pensantes, daqui ou do exterior, que antes o apoiavam, equivocados?

    Quanta insignificância e falta de coerência, até com sim mesmo. Impressionante como o ódio e a mágoa conseguem fazer de um outrora ilustre político um bichinho de quinta categoria.

  38. Vim aqui apenas ler e comentar. E…

    Vi que algo nao bate, Nassif.

    Desculpe…

    Acabei fazendo postzinho a respeito.

    Rs

    >>Balé? Esgrima? Espada de Janot era um canivete. E com perda de fio precoce, por Romulus<<

     

     

    ROMULUS

     SEG, 29/08/2016 – 07:51

    Balé? Esgrima? Grande espada de Janot era um canivete de pequeno porte. E com perda de fio precoce!

    Por Romulus

    Aviso:

    – Post sujeito a interpretações subjetivas… variadas. Eufemismos? Metáforas de gosto duvidoso? Frases de duplo (triplo? quádruplo?…) sentido?

    – Algumas poderiam ser erroneamente interpretadas como eróticas. Mas garanto: mesmo assim não dariam nenhum tesão.

    – Recomendada prudência aos responsáveis por menores, com seu menor discernimento interpretativo. Não os corrompamos precocemente! Já há corrupção demais entre os crescidinhos…

    *

    Já leram o último volume do “Xadrez” do Nassif?

    (Xadrez do balé da dança dos lobos de Janot e Gilmar para livrar Serra)

     Concordo com tudo na avaliação.

    Mas há algo que não bate em relação a avaliações passadas (no hoje “muito longínquo” março ou abril de 2016?).

    Temos todos que tirar a limpo o enigma… desvendar a esfinge:

    LEIA MAIS »

  39. Por muito menos, esses
    Por muito menos, esses procuradores mandam abrir investigações. Todos nós já sabemos o que Léo Pinheiro falou. Quero ver eles engavetarem. Ademais, não depende da PGR querer ou não a delação. Se a defesa quiser, pode negociar diretamente com a Justiça.

  40. Relembrando Joel.A principal

    Relembrando Joel.A principal arma dos sabujos e mediocres,sem argumentos de nenhuma especie,partem para agressao na tentativa de desqualificar o outro.

  41. Não posso deixar de registrar

    Não posso deixar de registrar o comportamento correto,digno,sereno,do jornalista Luis Nassif,um amigo que conquistei,ao longo do tempo.É certo,desavenças tivemos,não foram poucas,mas nenhuma sequer,motivada por ele.Soube compreender e relevar todas, como extraordinario ser humano que é.Permitiu-me,com paciência de jó,as homenagens que prestei e prestarei a um querido amigo,ser humano inigualavel,que o destino quis que fosse o meu pai.A Nassif,meu respeito e gratidão eterna,quando,gratuitamente forças do despeito e do desrespeito se voltaram contra mim.Soube se comportar como um magistrado,procurando agir dentro da lisura e do equilibrio que a situção exigia.Contará sempre comigo,em quaisquer situação adversa que a vida venha lhe reservar.Que continue combatendo o bom combate,e guarde a fé.

     

     

  42. Ou então…

    De repente, a capa denúncia da Veja contra Toffoli tenha sido uma encenação para criar uma oportunidade de GM  e Janot mostrarem a Tóffoli quem são seus amigos e protetores, garantindo seu voto na turma em favor de Aécio e Cunha ou então, mais diretamente, uma ameaça sobre as consequências de não se alinhar ao grupo. 

    Nessa situação, o habeas corpus concedido a Paulo Bernardo poderia ter sido uma demonstração inocente de não alinhamento que precisava de uma resposta. Diante da falta de disposição do tribunais em rever as prisões da Lava Jato, um habeas corpus tem efeito político de inocentar o acusado.

    São possibilidades não excludentes entre si.

  43. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome