Atualizado: Xadrez do golpe aperfeiçoado

Atualizado às 08:00

Em uma das colunas passadas, descrevi a chamada subversão das palavras e dos conceitos. É quando o clima persecutório se infiltra por todos os poros do universo da informação, adultera fatos, conceitos e princípios e bate no coração do Judiciário. E aí se tem a subversão final, do magistrado que primeiro define o alvo para só depois ir atrás da justificativa.

Peça 1 – o novo normal entre os juízes de 1a instância

Em novembro do ano passado, o jovem juiz Paulo Bueno de Azevedo, da 6a Vara Criminal Federal de São Paulo, afirmava ser partidário da discrição. A 6a Vara abrigou as operações Satiagraha e Castelo de Areia.

Mais do que a discrição, o juiz fazia questão de definir melhor o papel do juiz no julgamento. “O juiz não pode assumir uma posição de combate ao crime, eis que, nesse caso, estaria no mínimo, se colocando como um potencial adversário do réu, papel que deve ser, quando muito, do Ministério Público ou, em alguns casos, do querelante”.

Até ontem, Bueno de Azevedo era considerado um juiz criterioso e pouco propenso a shows midiáticos.

Na edição de julho/setembro de 2013 da Revista do TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3a Região) publicou o artigo “Contra um processo penal ideológico” (http://migre.me/ubD4G), insurgindo-se contra as generalizações de fundo ideológico praticadas por parte da magistratura.

Dizia ele:

Sobre o “Direito Penal do Inimigo”

Trata-se de teoria desenvolvida na Alemanha que pontifica que a pessoa que comete ilícitos perde as garantias de cidadão.

O Direito Penal do Inimigo é mais um exemplo de direito penal ideológico. Inimigos não devem ser tratados como pessoas, sob pena de se colocar em risco a sociedade. É a argumentação ad terrorem.

(…). Nenhum réu deve ser considerado inimigo. A justificativa filosófica do Direito Penal do Inimigo é frágil e, pior, oferece o imenso perigo de formação de um processo penal ideológico. Por isso, tal visão deve ser combatida.

Sobre as pressões da mídia

A mídia costuma apontar como um dos problemas brasileiros a impunidade, seja de modo geral seja em relação a setores específicos, como os crimes de colarinho branco, delitos cometidos por políticos etc. Trata-se de um justo anseio da sociedade, o combate à impunidade. Todavia, esse combate precisa ser encarado como uma pretensão moral ou social, e nunca como uma obrigação jurídica do Estado-Juiz, encarnado pelo Poder Judiciário. Se existe a obrigação de punir, o resultado do processo é previamente conhecido. Assim, novamente o processo penal torna-se uma farsa

Sobre o direito de defesa

Há, também, outras garantias, como o estabelecimento de prazos prescricionais, a proibição de provas ilícitas etc. Recorde-se que os princípios e garantias beneficiam a todos os réus e, porventura, podem impedir a condenação de culpados. Exatamente por isso, não há falar-se numa obrigação estatal de punir, porém tão-somente na obrigação de propiciar um julgamento justo. Para todo e qualquer réu

Sobre o maniqueísmo político

Os cegos pela ideologia, de esquerda ou de direita, praticamente dividem o mundo entre o Bem e o Mal. Tudo o que os de direita fazem é mal, segundo um esquerdista. Se a mesma coisa é feita por esquerdistas, aí tudo é justificado. E vice-versa.

Na época, Bueno de Azevedo fazia doutorado na USP, sob orientação da professora Janaina Conceição Paschoal.

Leia também:  Delação de Palocci, isolamento de Bolsonaro e partidos se organizando no vácuo

Ontem, ele autorizou a invasão da casa de uma senadora, levou preso seu marido, o ex-Ministro Paulo Bernardo, mais duas pessoas e ordenou a invasão da sede do PT.

Se Paulo Bernardo for considerado culpado, que seja condenado e pague por seus crimes. Mas qual a razão da prisão preventiva que, segundo o juiz, “não significa antecipação de juízo de culpabilidade. Ela é decorrente .de uma combinação de indícios suficiente de materialidade e autoria delitiva e da presença dos requisitos cautelares, acima expostos”.

Por seu histórico de sentenças de bom senso, colegas de Bueno de Azevedo chegaram a supor que a prisão de Bernardo estivesse fundamentada em argumentos fortes e irrefutáveis.

Mas o que diz o juiz?

“Risco à ordem pública existe também quando, em tese, desviados milhões de reais dos cofres públicos, máxime na situação conhecida de nosso País, que enfrenta grave crise financeira e cogita aumento de impostos e diminuição de gastos sociais. (…) O. risco de que tal dinheiro desviado não seja recuperado também representa perigo concreto à aplicação da lei penal”.

Continua o juiz Bueno de Azevedo, que já foi crítico do “processo penal ideológico”.

A autoridade policial sustenta o pedido de prisão preventiva com base no risco à instrução criminal, baseando-se na colaboração de Delcídio do Amaral, segundo a qual Paulo Bernardo seria pessoa muito influente, “com muita força política” e “poder de decisão”, tendo muita “facilidade de contato com empresários e com o próprio governo”.

Agora Paulo Bernardo é ex-Ministro e é de conhecimento geral seu isolamento:

Leia também:  O que seria o "fanatismo social"?, por Eduardo Ramos

“O fato de PAULO BERNARDO não ser mais Ministro também não elidiria o risco de influência negativa para a instrução criminal nem a prática de novos delitos, citando argumentação do Juiz Federal Sêrgio Moro em situação semelhante, referente a um ex-parlamentar (11. 330).

Fez mais: autorizou a invasão da casa de uma senadora da República, atropelando o Supremo Tribunal Federal, mediante o argumento de que a Polícia Federal deveria recolher apenas as provas do marido, Paulo Bernardo, e não mexer nas da esposa, senadora.

É evidente que, pela frente, o governo interino vai hipotecar apoio a qualquer arbitrariedade. Por trás, a retaliação virá na forma de cortes orçamentários e outros recursos.

Cada tentativa de juízes de 1a instância e procuradores de açambarcar o protagonismo político – com operações midiáticas – é um tiro a mais no pé do Judiciário e do Ministério Público.

Mas esse protagonismo aumentará à medida em que se aproxima a data final da votação do impeachment. Sem terem sido eleitos, muitos juízes se colocam no papel de eleitores preferenciais do impeachment.

Parte 2 – o pacto da Lava Jato com Alexandre Moraes

Nos últimos tempos, em função de questionamentos sofridos, o Procurador Geral da República Rodrigo Janot deu-se conta da desmoralização que o Ministério Público estava enfrentando pela parcialidade com que conduzia a Lava Jato. Acelerou, então, um conjunto de denúncias contra líderes do PSDB e contra o grupo que tomou o poder.

Imediatamente, veio o contra-ataque da primeira instância, repondo o PT no centro das atenções.

Aliás, um levantamento dos vazamentos registrados nos últimos tempos mostrará que, de Curitiba, vazam apenas informações contra Dilma, Lula e o PT. De Brasília, amplia-se um pouco mais o leque dos vazados.

A reunião entre o Ministro da Justiça Alexandre Moraes e os integrantes da Lava Jato, incluindo o juiz Sérgio Moro, juntou pessoas politicamente alinhadas.

A agenda da Lava Jato continua sincronizada com a pauta política.

Peça 3 – a arte de cortar na carne dos outros

O interino pretende avançar sobre os gastos de educação, saúde e sobre o Regime Geral da Previdência. Não há verbas para pesquisas, há atrasos para bolsas do CNPq (Conselho Nacional de Pesquisa) e impediu-se o reajuste para o Bolsa Família.

No entanto, aprovou-se um déficit de R$ 170 bilhões no orçamento, uma autorização para gastar que está alocando recursos nos Ministérios para as demandas fisiológicas de cada Ministro, com vistas às eleições deste ano.

Leia também:  STF começa a julgar parcialidade de Moro nesta sexta (16)

Verbas destinadas a Secretarias extintas (como a das Mulheres) foram realocadas na própria presidência.

O interino deu uma bola dentro com a indicação de Wilson Ferreira Jr. – da CPFL – para a Eletrobrás. São poucas indicações técnicas visando legitimar um arranjo no qual pontifica o que de mais fisiológico a político brasileira gerou no país pós-ditadura.

No livro de memórias de Fernando Henrique Cardoso estão registradas as raízes da formação do atual grupo de poder. Coube a Michel Temer apadrinhas as indicações de Eliseu Padilha e Geddel Vieira Lima para seu Ministério.

Há uma torcida enorme da mídia, tentando encontrar aperto fiscal na sangria. Será necessário muito esforço para construir essa narrativa.

Peça 4 – o papel de Dilma

A bola do impeachment está com Dilma. Se conseguir desenvolver uma Carta à Nação coerente, fundada em princípios, montar um arco de alianças mais amplo e deixar mais clara a proposta de plebiscito seguido de eleições,Dilma terá condições de derrubar o impeachment.

Por enquanto, o que se ouve são endossos vagos a ideias vagas. A última tacada de Dilma será a Carta aos Brasileiros. Poderá ser uma bomba. Mas poderá ser um track.

Peça 5 – o aprimoramento do golpe

O golpe está sendo aperfeiócado para contornar o incômodo de senadores e de Ministros do STF com o caráter golpista explícito do atual processo de impeachment. Há que se sofisticar.

Aproveitando a não ocupação do espaço político por Dilma, o interino está prometendo aos senadores que ficará só até janeiro, deixando para o Congresso escolher o sucessor.

O Senado aprovaria o impeachment. Em dezembro, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) cassaria a chapa Dilma-Temer, mas ressalvando a elegibilidade de Temer. Ele renunciaria e em janeiro seria eleito indiretamente pelo Congresso para os dois anos seguintes. Como diz um especialista eleitoral de Brasilia, “consuma-me o jogo elegantemente”.

Segundo o especialista, “isto tem o dedo de Gilmar: é muito sofisticado para a cabeça de jaca dos golpistas”.

Seria a saída jurídica perfeita e a comprovação de que a teoria do impeachment constitucional não pegou: foi golpe mesmo.

https://www.youtube.com/watch?v=k1Ys1U-2iBU width:700 height:394

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

98 comentários

  1. DIlma deixou se levar pela

    DIlma deixou se levar pela pré-potência e vaidade… Se resolver se comunicar com o povo e pedir ajuda do povo, dos movimentos sociais para funcionar o congresso… Aprovaria qualquer reforma. Infelizmente, o PT não soube aproveitar sua força. Ainda poderia… Mas a oposição se armou e anda se armando até os dentes…

  2. Derrubar impeachment é uma quimera

    Nassif continua sonhando acordado com essa história de reverter o golpe. Com todo respeito ao ótimo analista e jornalista, mas isso é um devaneio.

  3. O que uma câmera, um artigo não fazem na cabeça desses “juizes.”

    O que uma câmera, um artigo não fazem na cabeça desses “juizes.

    Mais uma a pedir desculpas ao STF?

  4. Os Perigos ao Erário Público

    Frase na sentença do Juiz Paulo Bueno, justificando a prisão de Paulo Bernardo: “…O desvio de milhões de reais do Erário representa, em tese, um perigo concreto, porém invisível, para a sociedade brasileira,…” 

    Pergunto: será que os milionários salários dos magistrados adicionados aos injustificáveis e igualmente astronômicos adicionais mensais, tais como: ajuda moradia (4,3 mil), ajuda educação (até 7,2 mil), ajuda terno, 2 férias anuais com 50% de abono, e outros penduricalhos em seus salários, não constituem igualmente “um perigo concreto, porém invisível, para a sociedade brasileira”????

    Segundo o Justificando.com, os salários dos juízes do Paraná são 12 vezes maiores que a renda do brasileiro médio (e seus abonos sequer estão incluídos nessa contagem).

     

  5. Track

    Em função, entre muitas outras coisas, da experiência dilmista do republicanismo suicida (fundado na crença da lisura pessoal como obstáculo último ao golpismo) e da ojeriza à guerra ideológica necessária e adequada (pela crença no poder dos controles remotos para derrotar narrativas golpistas), tudo leva a crer que a fundamental peça quatro resultará num track. A sua recusa em se ver como governo interino número dois nos “presenteará” com a consolidação do governo interino número um e a consequente Noite de São Bartolomeu. O tempora, o mores!

  6. Nassif, dizem por toda rede

    Nassif, dizem nas redes sociais que o Juiz Moro não investiga Aécio Neves, citado mais de 40 vezes em delações premiadas. Poderia me informar se há semelhança do ladráo que esconde o roubo com o juíz que oculta o crime?

  7. Nassif, invejo o seu
    Nassif, invejo o seu otimismo.

    Você ainda acredita que Dilma pode virar o jogo. Eu já perdi as esperanças

  8. Padrão Joaquim Barbosa

    Discordo do título do texto. Este foi um padrão iniciado pelo Joaquim Barbosa. Juntamente com o STF, abriu a porteira para todo tipo de arbítrio contra os direitos individuais e à revelia da lei. Portanto, Sérgio Moro e quetais apenas surfam na onda iniciada pelo Capitão do Mato e o Supremo Tribunal Tucano.

  9. Infelizmente não creio na

    Infelizmente não creio na possibilidade de retorno da Dilma.

    Esta tudo dominado, vão deixar terra arrasada e, se venderem nosso patrimônio, fecharão contratos muito difíceis de serem revertidos sem multas astronômicas, assim como fez FHC.

    • Será uma tragédia..,..estão

      Será uma tragédia..,..estão destruindo fontes de recursos como o pré-sal, que poderia ser necessário a se fazer justiça social num pais tão desigual…jer auma vez um pais que destinava 30% da  do présal para a União e 100% dos royalties do pré-sal, que bate recordes seguidos, já tendo passados do 1 milhão de barris diários, virou pó……de imediato os golpistas, quando pegaram o chave do cofre, sacaram 2 bi do Fundo Soberano, que virou pó….com  o petroleo e energia nas mãos de interesses anti-nacional, de nada adiantará sermos auto-suficientes em petróleo….,.daqui a algum tempo veremos o que terminamos vendo com a Oi, Vale e seus bilhões de reais de prejuizo ao meio ambiente e ao povo…e se for o caso sugam tudo o que puderem e entregaram as carcaças à população…afinal de contas nossas riquezas não são eternas e, com o deus-mercado tomando de conta disso será o salve-se quem puder, com a volta da fome, das campanhas da Unicef contra a mortalidade infantil…dos saques de famintos no nordeste…era um vez um pais promissor…

    • Estão dando os retoques

      Estão dando os retoques finais do GOLPE, Dilma não voltará. Com esse judifacismo fazendo conchavos em Curitiba, o facista, filho do torturador Etgoyen e juizes que num dia fala bonito e no outro engrossa e toma medidas de exeção, está faltando refundar o IPES.

  10. Camisas negras….porque será…
    Camisas negras….porque será que todo golpista gosta de um uniforme..poe ser um abadá verde e amarelo que elimine a diversidade de cores…,o momento é o dos camisas negras com seus gestos uníssonos…de padronização até mesmo no postar de mãos, dá pra ver na foto da cúpula do golpe judicial: Moro e cia…Hitler se revira no túmulo… P.S,- O juiz deu uma verdadeira aula sobre Direito Penal do Inimigo, que ele entende muito bem, agora é entender porque de forma tão abrupta ele renegou seu passado…mistério….     

  11. Como pode o MJ se reunir com

    Como pode o MJ se reunir com juizes, kd a independencia do Judiciario. Se o Zé Cardozo pecava pelo excesso de republicanismo misturado com ingenuidade, o atual MJ peca falta de respeito a principios republicanos, e é só o começo

    • Até a GLOBO reune-se com o judiciário!!

      Ora, meu caro André! Se até a GLOBO utiliza-se de meios espúrios para pressionar e cooptar magistrados, por meio de ameaças e chantagens altarnadas alternadas com mimos do Instituto Innovare, entre outras técnicas de intimidação, e o judiciário adere alegremente a essa submissão vergonhosa, o Alexandre Morais pode sentir-se a vontade para também tentar vender o seu peixe golpista no balcão de negóxios de alta magistratura tupiniquim. Se a GLOBO pode, por que eu não posso? Republicanismo é só para ingênuos, como nós, que acreditamos que haveria, de certa forma, um movimento rumo à democratização do nosso país, ainda que, de modo, incipiente e acidentado. Só agora que as quadrilhas operadoras da DITADURA do pensamento único, os empresários corruptos, sonegadores, lavadores de dinheiro ilegal e ocultadores de patrimônio contumazes celebraram parceria com as gangues instaladas no judiciário é que nós pudemos perceber que estamos em guerra há muito tempo, usando armas e discursos inadequados para o confronto, enquanto o inimigo se organizava beneficiado pela licença para praticar qualquer ilegalidade, sem nenhum limite ético nem moral, e pelo elemento surpresa que lhes permitiu acuar e sitiar o adversário sem ter que disparar um único missil.

  12. Direito Penal do Inimigo a todo vapor

    O post deveria trazer no título a denominação Direito Penal do Inimigo…inacreditável como o juiz mudou seus principios tão arraigados assim da noite pro dia….o que será que aconteceu prá deixar-se contaminar pelo advogado do PCC que virou Ministro da Justiça do Mordomo do Drácula, heim

    Direito Penal do Inimigo: da Alçada a Lava Jato..,…assista ao video do promotor Alexandre Salim

    http://jornalggn.com.br/blog/jose-carlos-lima-spin/direito-penal-do-inimigo-da-alcada-a-lava-jato   

  13. Interessante. Juiz que

    Interessante. Juiz que decretou a prisão de Paulo Bernades e autorizou as medidas de ontem é orientando da Prof. Janaina Conceição Paschoal uma das autoras do pedido de impeachment da Presidente Dilma. Aquela mesma que surfou em ato defronte a Faculdade do Largo de São Francisco.

  14. É uma questão de foco. O país

    É uma questão de foco. O país sofreu um golpe de Estado e vive um momento de exceção,que  já vivia no pré golpe.

    Dentro deste contexto de nada adianta procurar nenhuma explicação para qualquer destes fatos horrendos. É golpe

    Isto não pode sair de nossa pauta. A resistência não podde perder-se em tentar argumentar os fatos golpistas diários dessa gente.

    Temos de preparar o país para o reestabelecimento da democracia popular e condenação da bandidagem golpista.

  15. Dilma me lembra um time de

    Dilma me lembra um time de futebol que depende de uma combinação de resultado improvavel para ganhar um título. Essa combinação ocorre e o time só depende de si mesmo – um empate – para classificação. Mas aí perde. Ela tinha que ter escrito essa Carta aos Brasileiros ontem. Dilma já tinha que ter uma estratégia definida de como voltaria ao poder, com quem conversaria… Mas nada. A verdade é que Dilma e PT estão num casamento de fachada. NEssa altura, pro partido é melhor ficar na oposição a um governo Temer do que ter que apoiar a volta de um governo Dilma. 

  16.  
    Judiciário, Executivo e

     

    Judiciário, Executivo e Legislativo golpistas estão na ilegalidade; estão no vale tudo pelo poder central. 

  17. Os movimentos precisos do Xadrez

    O povo deve seguir mobilizado, nas ruas, dando suporte e apoio ao retorno da Democracia e, naturalmente, contra Temer. As esquerdas devem permanecer unidas e, preferencialmente, visar candidaturas conjuntas nas eleições municipais. Já no plano específico, o problema concreto está na “conversão” de 4 ou mais votos de senadores em favor de Dilma e, para isso, concordo com Nassif, o caminho está no entendimento para o day after, quando Dilma voltar, se voltar.

    Não há meio termo neste quesito e Dilma deve, claramente, marcar posição e chamar a conversar a senadores interessados nessa possibilidade.

    O resto é apenas conversa e paixão de cada um dos lados.

  18. Quem tem que virrar o jogo é

    Quem tem que virrar o jogo é o povo mobilizado, se isso não ocorrer esqueçam, a Dilma é vitima, não algoz, e como vitima dificilmente terá condições sozonha de reverter a situação, com uma comissão totalmente favoravel ao impeachment que só está encenando e com pressa para acabarem logo para descerem a guilhotina de vez; ou se parte para cima dos senandes, stf e governo golpista com manifestações lá, no ouvido deles, ou se aceita a submissão e a roubalheira que se instalará no pais, com a benção da midia quadrilheira, não há solução pacifica para o buraco que enfiaram o país.

    • Não ha tempo para mobilização

      Creio que não temos mais tempo para mobilização, o cacetete vai comer. Temos que pintar as urnas de vermelho. Sou simpatizante do PT mas acho que estou me familiarizando com o PCbB. O tempo de mobilização ja passou, o impitimam já esta consumado.

  19. Nassif, penso que a “Carta de

    Nassif, penso que a “Carta de Dilma”, se será uma bomba ou um track, dependerá tanto do conteúdo como da forma e momento em que será lançada. A grande imprensa simplesmente cuidará de negligenciar qualquer divulgação relevante, por isso, acredito que quanto antes essa carta for lançada, melhor, permitindo que ela seja divulgada e debatida na sociedade por outros meios. Se for divulgada poucos dias antes da votação, a repercussão será muito restrita a um público já convertido.

  20. Nassif, penso que a “Carta de

    Nassif, penso que a “Carta de Dilma”, se será uma bomba ou um track, dependerá tanto do conteúdo como da forma e momento em que será lançada. A grande imprensa simplesmente cuidará de negligenciar qualquer divulgação relevante, por isso, acredito que quanto antes essa carta for lançada, melhor, permitindo que ela seja divulgada e debatida na sociedade por outros meios. Se for divulgada poucos dias antes da votação, a repercussão será muito restrita a um público já convertido.

  21. Qual o foi o remédio amargo

    Qual o foi o remédio amargo que o Teori foi dizer ao Temer que era necessário que seja tomado no país?

    – Pau no lombo do trabalhador– Pau no lombo dos estudantes– Pau no lombo das mulheres– Pau no lombo da democracia– Pau no lombo dos mais pobres– Pau no lombo do Estado de Direito- Pau no lombo da Educação- Pau no lombo da Cultura– Pau no lombo da Engenharia– Pau no lombo da África- Pau no lombo da América Latina- Fazer um altar para adorar banqueiros- Tirar o sapato diante de americanos– Entregar 180 bilhões de barris de óleo aos americanos– Deixar o Cunha livre, leve e solto– Prender quem estrile– Prender quem diga que é de esquerda- Prender quem escreva– Prender quem fale

  22. O juiz da globo (não estou

    O juiz da globo (não estou falando do Arnaldo Cesar Coelho) é apenas a ponta do iceberg, aliás GM e JB também fazem parte da ponta deste iceberg que é o aparelhamento do estado promovido pelos autoproclamados brasileiros mais brasileiros que os outros. Se o sujeito não faz parte desta “elite”, é facilmente cooptado com regalias, câmeras, holofotes e salários e mordomias nababescos… O diabo é que este aparelho talvez tenha apenas alguns milhares de pessoas e o incrível é que como dezenas, centenas de milhões de brasileiros se submetam a eles. A extensão territorial do país, diversidade de seu povo, a falta de educação e a lavagem cerebral promovida pela mídia é que permitem que este grupelho de nobres sem título mantenha o poder. Não há conciliação possível. Lula e o PT acreditaram nisso, acreditaram que todos os brasileiros são iguais, mas estavam errados. Com este estado, mídia e legislativos aparelhados pelos brasileiros de nascimento, mas ianques por traição, não se vai avançar. O Brasil é muito maior que Cuba era nos anos 50, por isso nem adianta sonhar que um grupo de pessoas vai liderar uma revolução a partir de uma Sierra Maestra qualquer para realizar uma revolução francesa subtropical…

  23. Lula será preso na véspera das manifestações do dia 31/07

    Lula será preso na véspera das manifestações da direita do dia 31/7. Está tudo pronto para a cartada final dos golpistas. Vão criar comoção nacional com a prisão do ex-presidente para concretizar definitivamente o golpe por meio do impeachment. Tudo está muito previsível. 

  24. A derrota do Estado de Direito

    Fernando Brito, usando as metáforas de xadrez do Nassif, comparou a jogada de Alexandre Moraes com Moro e o MP como um roque, um movimento extraordinário com intuito de proteger o rei (Temer). A ideia era tirar o foco do PMDB para o PT.

    Moraes mostrou grande eficiência na defesa do PCC ajudando-a a se transformar numa corporação intocável que é hoje. Como secretário de segurança pública assegurou que todos os acordos de não agressão mútua fossem cumpridos. Não é muito diferente com os golpistas, uvas da mesma cêpa. Moraes, única escolha pessoal do próprio Temer, foi designado e cumpriu o combinado, com a eficiência de sempre.

    O Estado de Direito , óbvio, é a primeira vítima. Ações como a de ontem mostram que, no campo do Direito, com figuras como Barbosa, Moro, Janot e Moraes, o Brasil regride à ética do cangaço, inspirando a ação de figuras menores, como o juiz Paulo Bruno.

    Um comentarista aqui do blog me censurou quando comparei Moro com Lampião, dizendo que Lampião supostamente teria mais dignidade. Penso que um juiz fora da lei age em benefício próprio. Moro, como Lampião, vai além: age com crueldade e desejo de vingança, a partir do conluio com o coronelato. Um dia, espero, os macacos chegarão para ele.

    • aulas de inglês

      O incrível é que esse sujeito, Gilmar, além de toda lambança que promove no país ainda vai fazer papel pândego na Suécia. Será que não existem tradutores neste país? Afinal, o ministro do STF brasileiro teve de fingir que fala ingles (alemão, já provou que não conhece) para dar entrevista? Republica de bananas é um sujeito achar que engana os ouvidos alheios tão facilmente. VERGONHA!!!

  25. Nada de novo no front, a ação

    Nada de novo no front, a ação midiática e espalhafatosa de ocupação da sede do PT em SP é uma metáfora do jogo político comandado pela plutocracia predadora.

    A justiça federal que outrora foi uma instituição respeitada por sua austeridade em aplicar a lei perece uma vara estadual do sertão com um coronel na condição de juiz atendendo ao pleito da reuinião da maçonaria local.

    Não tenho dúvidas de que Temer e seus rapazes, mídia, PF, MP e judiciário engajados no golpe vão destruir o país mas quem vai pagar a conta salgada vai ser o povo, temo que a cegueira dessa gente jogue o Brasil num clima de radicalização nunca antes visto, algo do tipo Líbano com resultado imprevisível.

  26. Eleições em 2018 só se

    Eleições em 2018 só se conseguirem retirar o Lula de cena, só acredita em eleições no pais com esse pessoal organizando-a, agora descaradamente golpista, quem for muito ingenuo, estamos num estado exceção, falta alguns juristas acordarem….

  27. Nassif, mas já não está na

    Nassif, mas já não está na hora de admitir que foi a Dilma e o PT que propiciaram este Estado de coisas através de um GOLPE nos votos que receberam, delegando poderes a quem não era de direito  ?

    Por que não vamos admitir que Dilma nunca vai voltar ?

    Principalmente porque ela deu guarida á lava jato e dá até hoje.

    Ou seja, ela é uma Anta completa, está a favor do que está destruindo o País.

    Se Temer e Moraes está com pacto com a Laja jato eles estão corretos, tentando matar o monstro que Dilma ajudou a alimentar.

  28. Monstros sociais

    Em modo geral, acho eu, todos nós temos na cabeça dois atores principais que nos conduzem desde dentro de nosso cérebro. Mais do que o anjinho e o diabinho, estes atores são: o “Eu mesmo criativo” – ou até genial, que define os nossos talentos e inteligência, e outro ator maduro (em tese), que administra o anterior. No pessoal, eu queria ter tido mais maturidade, mesmo na minha juventude, na hora em que fiz as mais importantes opções.

    (brincando: existe também o “Ego”, que é aquele pequeno Argentino que temos na cabeça. Um dia fiz esta piada e um amigo argentino me retrucou: como que pequeno, hein!!).

    Vamos crescendo assim, com este último administrando o primeiro (na medida possível). Na vida cotidiana, acaba sendo mais bem sucedido aquele talentoso que possui boa administração interna do seu talento. Já há outros que abocanham diplomas e títulos, mas sem o equilibro necessário para fazer desse talento alguma coisa confiável e valiosa para o conjunto da sociedade (às vezes nem para sim mesmo). Perde-se credibilidade e respeito pelos outros, tornando-se uma pessoa inteligente, porém chata e desequilibrada, com pouco o nada de sentido social, com poucos amigos, e sem resultado prático do seu talento dentro da sociedade em que vive.

    Acontece que quem ganha os concursos meritocráticos é apenas o primeiro Eu, quase sem importar aquele pequeno administrador que o devia acompanhar. Gênios de vinte e poucos anos já se julgam Deuses ao ganharem entrada no “olimpo” do serviço público de elite. Outros viram eminentes professores de nota 10, mas nota muito baixa em bom senso e convivência pessoal.

    Janaina Paschoal é uma que parece não contar com uma boa administração interna do seu talento, mas, em compensação, é PhD, professora e orientadora de futuros ou atuais “meritocráticos”. Há muitos exemplos. Somos invadidos hoje por um conjunto de Deuses meritocráticos, que exibem orgulhosos as suas boas notas acadêmicas, mas demonstrando ao extremo a sua falta de maturidade na administração dos seus respectivos talentos.

    Por outro lado, em clara contraposição, temos no campo público e político o excesso de participação do “ente administrativo” (que age em forma esperta) na cabeça de políticos que, com pouco talento ou mérito, conseguem vender-se ao povo como sendo grandes estadistas (com aquele dinheiro gasto em campanhas qualquer Zé Mané vira estadista). O “Eu administrador”, de tão esperto, saiu de algumas cabeças e, junto com outros similares, se digladiam hoje no Brasil, inventando talento em pessoas que não tem, ou escondendo a sua própria incompetência ou mediocridade, com base na articulação dos seus pequenos administradores mentais.

    Já os meritocráticos apenas avançam com base aos seus diplomas, conquistados pelo “Eu talentoso”, mas normalmente desprovido de sentido comunitário e social, ou até de experiência de vida. É o que diferencia o Lewandowski da Carmen Lúcia, por exemplo; ou a Janaina do Eduardo Cardoso (com a devida “vênia” de ambos).

    Vivemos hoje um período obscuro, onde as pessoas dividiram a sua personalidade integral e atuam ou se digladiam com base em jogadas e articulações. Uns substituem talento por esperteza, e outros substituem experiência de vida e profissional por apenas mérito acadêmico.

    Algumas vezes o “Eu talentoso” nasce com um talento especial justamente na administração, de modo que, apoiado pelo outro “Eu”, também administrador, consegue ascender com talento, embora sem grande mérito acadêmico, pelos estratos da sociedade.

    Concluo então,

    As pessoas agem publicamente dissociadas, apresentando-se parcialmente dentro da sociedade, num jogo de engano ou de usurpação de talento que não possuem, ou de experiência que alguns meritocráticos não têm. Honestamente não sei qual a melhor solução, até porque eu mesmo sou fraco, na minha parcela administradora de mim mesmo. Em parte, acho que a mídia extrapola a separação destas fases, demonizando uns ou canonizando outros, em forma extrema e parcial. Estamos na hora em que pessoas mais equilibradas ajudem a colocar ordem neste país, evitando extremos de todas as partes, apaziguando exaltados, reconhecendo valores e acusando deméritos, separando o joio do trigo. Não se trata de criar dezenas de Lewandowskis, mas, vale também para os atuais líderes de ambas as partes, trabalhar em favor do equilíbrio dos seus próprios “Eu” e do espalhamento coletivo de parte deles dentro da sociedade. Precisamos acabar com os monstros sociais que temos criado; engarrafar o gênio das nossas lâmpadas; e voltar com o Hyde para dentro do Dr. Jekyll de cada um de nós.

  29. A Mídia, GLOBO e Veja ã

    A Mídia, GLOBO e Veja ã frente, fez de psicopatas torturadares, heróis.

    Com esse tipo de heróis, com que tipo de justiceiro a população mais frágil que conviver?

    O q nos espera( classe média) serão togados piores q policiais militares, o povão já convive com isso, desde sempre. Nada ę mais atrativo ao psicopata do que uma “boa brincadeira”, exibir seu poder com o sofrimento alheio.

  30. MANOBRA DOS GOLPISTAS E LAVA JATO

    Vão terminar a Lava jato em dezembro. Vão salvar o PMDB, PSDB e cia.

    Vão fortalecer outras operações da PF, como por exemplo essa “Custo Brasil”, alegando terem sido oriundas da ” extinta lava jato” . Vão prender o Lula e criminalizarem de fato o PT.

    Em 2018 continuam no poder e o Brasil continua sendo colônia dos norte americanos.

    E o povo continuará assistindo novela.

      • Se pelo menos a rede

        Se pelo menos a rede Bandeirantes de TV estivesse ao lado de Lula e do PT, você hoje não os chamaria de néscios. É difícil tratar com quem entende pela metade.

  31. Quem manda no país atualmente?

    Quem manda no país atualmente?

    Podemos dispensar Michel Temer, pois para continuar no poder só lhe resta distribuir cargos a torto e à direita, como alías a Dilma fazia com o PMDB pra obter apoio, Dilma nunca foi soberana em seu cargo assim como Temer não o é

    O Congresso Nacional? pesquisas feitas antes do impeachment mostravam que a Presidenta tinha 13% de aprovação da população, mas o congresso estava bem abaixo disso: 9%, então o congresso só tem o poder que a constituição lhe deu, além de estar totalmente desmoralizado perante o mundo todo

    O STF? A postura autoritária e a falta de enfrentamento intelectual a Gilmar mendes que deita e rola nos seus pares: se cair qualquer coisa do PT em suas mãos é claro o julgamento enquanto se for do PSDB ele passa a mão, e nenhum dos ministros lhe chamou a atenção a não ser o Barbosa, o STF só tem poder porque a constituição lhe deu, mas não o exerce de fato, a não ser o Gilmar, parcialmente

    O povo? Toda a mídia focou somente na necessidade dos coxinhas e nos panelaços das madames de apartamento, perseguindo e censurando o PT e quem quer que tivesse um pensamento mais democrático não foi escutado, as grandes manifestações de apoio à presidenta e a democracia sumiram do meio da mídia

    Todas as maiores empresas genuinamente brasileiras estão falindo… 

    A quem interessa uma nação sem líderes? A quem interessa um povo inculto e subjugado culturalmente? A quem interessa um congresso nacional corrupto e distante de seu eleitorado? A quem interessa uma justiça absurdamente lesa-pátria?

    A quem interessa prejudicar as maiores empresas do país por um justiciamenteo seletivo?

    Aos brasileiro é que não…

     

    http://www.redebrasilatual.com.br/mundo/2016/04/o-201cgoverno-invisivel201d-dos-estados-unidos-e-sua-influencia-no-golpe-em-marcha-no-brasil-8948.html

  32. Risco à ordem pública existe

    Risco à ordem pública existe também, em tese, quando o Judiciário decide com base no novo normal jurídico. Em tese, também há risco quando um juiz de 1ª  (Instancia) autoriza busca e apreensão na casa de uma Senadora, para, em tese, só buscar e apreender coisas do marido. E principalmente, em tese é claro, a ordem pública corre risco quando o governo é exercido por um usurpador cercado de capivaras. Há remédio? Sim, sim, sim…: DILMA, com a última tacada, restaurando o velho normal democrático, enantiose de tudo o que está ocorrendo. E para que isso não seja em tese, ela necessita de um pacto com pelo menos meio brasil e sustentação “das ruas”. 

  33. O Judiciário brasileiro é uma tragédia

    O Judiciário brasileiro, o mais caro do planeta, é uma tragédia. Elitista, autoritário e, o pior de tudo, injusto e cada vez mais partidário à medida que o golpe contra a Democracia mais e mais necessita do apoio do Judiciário para se manter de pé. Parcialidade, partidarismo e, em alguns casos, até proselitismo de direita parecem estar virando rotina para os membros da maior Caixa Preta da República, a casta dos magistrados. 

  34. Foi formado, de fato, uma
    Foi formado, de fato, uma sociedade de Estado forte, incrível né (em pleno neoliberalismo), e violento.

    Mas, não se enganem, esse é fruto volitivo da própria cultura neoliberal que pregava o esvaziamento do Estado nas outras atividades para que a atenção ficar focada no controle do cidadão, e repressão à todos os que proponham alternativas ao próprio modelo.

    Essa cultura foi aprimorada e sintetizada na propaganda contra “estados antiterroristas”, a doutrina do mal, as propagandeadas Guerra contra o Terrorismo e o “eixo do mal”, que transpassam os países para atingir os emigrantes e finalmente alcançar os cidadãos do próprio país. A glória de um Estado controlador.

    O filósofo político Sheldon Wolin usa o termo “totalitarismo invertido” no livro “Democracia Ltda.” para descrever nosso sistema político.

    Neste totalitarismo invertido, as sofisticadas tecnologias de controle corporativo, intimidação e manipulação de massas, que superam em muito as empregadas por estados totalitários prévios, são eficazmente mascaradas pelo brilho, barulho e abundância da sociedade de consumo. Participação política e liberdades civis são gradualmente solapadas. O estado corporativo, escondido sob a fumaça da indústria de relações públicas, da indústria do entretenimento e do materialismo da sociedade de consumo, nos devora de dentro para fora. Não deve nada a nós ou à Nação. Faz a festa em nossa carcaça.

    No Brasil, esse Estado corporativo, de “totalitarismo invertido”, de Sheldon Wolin, existe desde a invasão portuguesa e todos os que tentaram por aqui quebrar esse modelo foi enforcado, renunciado, derrubado, impintimado, ou amordaçado.

    Para concluir, nestes estados, repito aqui no Brasil é uma constante desde a nossa invasão, o poder Judiciário adquire b um poder monárquico, sem controle, autoritário e prepotente, como se diz no jargão; “juiz e boçal e soberano”, o que do dito de Nassif, “E aí se tem a subversão final, do magistrado que primeiro define o alvo para só depois ir atrás da justificativa.”, concluí-se que a diferença é apenas de que agora subversão atinge aos próprios dirigentes, empresários e políticos, não mais se restringindo aos pobres, pretos, putas e petistas. O preço será caro, porém, ou por isso mesmo, transformador.

    • Então…

      Daí que eu digo que o judiciário é o poder moderador na república. “A constituição diz isso, só que nesse caso nós decidimos que não vale.”

       

      (minúsculas propositais).

  35. A bola do impeachment está

    A bola do impeachment está com Dilma. Se conseguir desenvolver uma Carta à Nação coerente, fundada em princípios, montar um arco de alianças mais amplo e deixar mais clara a proposta de plebiscito seguido de eleições,Dilma terá condições de derrubar o impeachment.

     

    Pois é, o problema é acreditarem nela, depois do golpe de maquiar as contas públicas para ganhar a eleição…..

    • Aqui é o nó da questão

      Sou suspeitíssimo para falar sobre este assunto, por isto até aqui me mantive silente nesta questão, mas como os limítes tanto aqui no Brasil como no exterior estão sendo testados vou dar mais um pitaco. Na época das famigeradas pedaladas, com o Ministro Mantega na Fazênda, fui com certeza o maior incentivador destas, pois higidez, transparência e lisura nas demonstrações contábeis de países não existem nem no Brasil, nem nos USA, nem na Europa e muito menos ainda no resto do planeta, tá lá a Finlândia que peitou os banqueiros para não me deixar mentindo sozinho nesta. O problema aqui é que o Ministro não tapeou ninguém, principalmente os que vivem de rendimentos dos juros do governo, que com um rendimento menor não podiam exigir mais do que estavam pedindo e de certa forma colocavam um teto na remessa dos juros pagos pelo Brasil, ou seja, os credores botaram a boca no trombone, mas como não tinham a força da comunicação oficial tiveram de enfiar a viola no saco e sairem fazendo muxoxo. Em junho de 2013, depois dos escândalos dos grampos na dona Dilma e da visita do Joe Bidem, resolveram por um fim naquela desconfortável situação, urdiram o golpe para colocar os seus no Ministério da Fazenda e restabelecer o controle da contabilidade, mandando de novo, se preciso, o FMI.

      O nó todo é este.

      O Brasil e o sua população nunca foram prejudiados pelas “maquiagens” nos balanços do governo da dona Dilma, mas a banca que nos exige juros pornográficos não gostou do passa moleque a que foi submetida.

      Se a população souber o quanto o Brasil deixou de enviar a estes açambarcadores e conseguir entender que os golpistas estão lá para aumentar o pagamento destes juros, tenho certeza que a população fica do lado dela.

      Mas não sejamos ingênuos, estes que nos exploram giram 15 Trilhões de Dólares no FX, têm três Bilhões de Reais em cada Trilhão de Dólares, são duzentos países nas Olimpíadas, dá para dar um Bilhão de Reais para cada chefe de Estado e seus funcionários até o quinto escalão e sobram ainda 14 Trilhões de Dólares.

      Quando assunto é dinheiro, o que importa é a quantidade.

      • O Brasil e o sua população

        O Brasil e o sua população nunca foram prejudiados pelas “maquiagens” nos balanços do governo da dona Dilma, 

         

        É óbvio que a população foi prejudicada. Foi literalmente enganada no seu julgamento quanto ao voto. Ou você acha que a Dilma teria sido reeleita sem a maquiagem das contas públicas?

        • Nem vale a pena discutir isso
          Nem vale a pena discutir isso com você.

          Você não está nem aí para a população; não está nem aí para a corrupção e não está nem aí para a Democracia.

          Você mal disfarça o fato de ser um jagunço eletrônico.

    • Ela só usou a experiência de FHC

      Ela só usou a experiência de FHC, que escondeu a quebra do país em 1998 para comprar a reeleição, reeleger-se e mostrar a conta, dobrando o câmbio e entregando o país ao FMI. Engraçado é que, mesmo tentando e tendo todo o PIG e a banca contra ela, ela não conseguiu fazer um estrago tão grande como ele conseguiu, tendo, ao contrário, todo o PIG e a banca a seu favor. É muito cômico, pois ele conseguiu quebrar a própria Globo, base central de seu governo, e ela, ao contrário, a fortaleceu como nunca.   

      Mas, afinal, quem entende mesmo de maquiar contas é tucano, isso é uma verdade…

      • Ela não só usou a experiência

        Ela não só usou a experiência de FHC (que também praticou estelionato eleitoral) como o fez com aperfeiçoamento. Afinal de contas, conseguir 2 anos consecutivos com PIB negativo não é para qualquer presidente…..

        • Tendo contra todo o PIG, a

          Tendo contra todo o PIG, a banca financeira e um lockout empresarial, além de um cerco jurídico nunca antes ocorrido na História desse país, simples de ocorrer. Difícil é fazer como FHC, que quebrou o país, quebrou a Globo e parte grande do PIG metido nas jogadas do dólar baixo e das privatizações (como a RBS, a FSP e o Estadão). Mais difícil ainda é o que faz Auquimim, que, após mais de 25 anos de poder ininterruptos, vê SP diminuir frente ao resto do país, em todos os sentidos. 

      • NÃO ESQUEÇAMOS QUE O FHC, VENDEU ATÉ A ALMA PARA BANCA.

        O FHC vendeu, aliás vendeu não entregou empresas públicas para os amigos e sumiu com o dinheiro, alé de maquiar todos os dados o país literalmente quebrou, não tinha nada de reserva e e ajoelhava ao FMI diuturnamente. Comparar a DILMA com o FHC é monumental exercicio de burrice. O FHC não foi nada senão “pau mandado da banca e da GLOBO o qual deu dinheiro via BNDES a torta direira com operações extremamente duvidosas.

  36. Vem cá, sou meio (?) burro

    Vem cá, sou meio (?) burro mas tenho uma memória razoável. Se o impixi não for votado em 180 dias a Dilma não volta? Como é que ele “sai” em janeiro se lá ele não estiver? Como o bosta do GM cassa uma presidente impixada, se isso ocorrer pré 180 dias? E mais, como fica aquela história da inelegibilidade do Temer por outros crimes eleitorais em SP, que não tem a ver com a análise do GM e do TRE em relação ao pleito de 2014? Acho que o item adicionado deveria esclarecer esses dados pra maus entededores, como eu. Obrigado.  

  37. Quem manda é quem domina o dinheiro e a moeda

    Sem poder controlar as finanças brasileiras, cooptadas por um grupo que só se interessa nos seus ganhos, o governo, sem poder real fica de escaramuça em escaramuça se escondendo.

    Dai a necessidade de gestos espalhafatosos e circences para disfarçar sua inoperância e insignificância.

    O que acaba refletindo na atuação dos funcionários públicos, meros espectadores do açambarcamento de riquezas e bens dos brasileiros pelos juros pornográficos que somos obrigados a pagar.

    Sem grana lhes resta isto.

  38. Porque as instituições no
    Porque as instituições no Brasil viraram órgãos de perseguição política, transformando nossa PF na “Gestapo Brasileira”, sob as ordens de um governo golpista e de um Ministro da justiça Fascista?
    Bom, só um STF Omisso e Acovardado podem explicar essa decadência das instituições em nosso país.

    O NADP esteve ontem em frente à sede do PT, enquanto ocorria a invasão pelas milícias de Sérgio Moro e Cia, para denunciar a Suprema Covardia do STF, que permitiu que o Brasil virasse um estado policialesco dos espetáculos midiáticos e seletivos.

    http://www.facebook.com/NADPOP1
    Twitter: @NADP_

  39. A primeira virtude

    Gandhi dizia que a primeira virtude do caminho espiritual era a coragem. Talvez por ser a mais rara na espécie humana. Pôncio Pilatos é um exemplo claro da falta de caminho espiritual. Sucumbiu ao Poder Midiático da época, que manipulava o povo. O Brasil precisava de mais Henrique Lott, nesses tempos de Eurico Gaspar Dutra.

  40. Lavagem Cerebral

    Assistimos e vivenciamos uma autêntica lavagem cerebral coletiva da nação.  A mídia monopolista fez um “bom” trabalho em defenestrar o PT e associados, de tal forma, que, a priori, são considerados como vagabundos, mentirosos e ladrões.

    A lavagem cerebral perpassa por todos os seguimentos da população, atingindo pobres e ricos, sem distinção.

    Daí, a serem tratados como subespécie é somente consequência.

    Desta forma, está justificado todo o malabarismo e cinismo judicial quando se trata de alguém do “bando”. Também está justificado mandar a, então, maior autoridade do País, para “aquele lugar”.

    O desastre alemão deveria servir de exemplo para os golpistas de plantão, mas, considerar a História, é pedir demais para trogloditas travestidos de jornalistas, políticos, togados e etc.

    Acham que vão poder recolher, facilmente, os “demônios” soltos….

    Gerações de brasileiros pagarão por este período negro da vida nacional, inclusive  os executores (reais e ocultos) desta barbárie.

    E, pensar que chegamos tão perto de começar a viver numa sociedade mais justa e equilibrada…..

    Pobre Brasil!

    Vamos ter que voltar a remar mais 500 anos?

  41. Sempre fui um campeão do otimismo

    Mas os senadores já foram todos comprados. Romário se vendeu por um cargo em Furnas e não vejo nenhum sinal positivo nos “indecisos”. Buarque em suas participações na comissão do impeachment me dá vergonha. Mostrou seu caráter – ou falta dele. 

    Temos que imaginar como resistir após a consumação do golpe em Agosto. 

    Será um Brasil da terra arrasada onde a ordem social ficará por um fio.

     

     

    • Calma ! Não jogue a toalha

      Calma ! Não jogue a toalha ainda

      Mas a saída pelo plebiscito parece que está tomando consistência entre alguns senadores.

      Segundo Requião, existe boa vontade entre um grupo de 15 senadores nesse sentido, de conclamar à população através de um plebiscito. O povo que vai decidir se a Dilma fica até 2018 ou se haverá eleições gerais.

      O governo está trabalhando contra essa ideia é claro, pois não tem voto popular.

      E ainda pode existir a traição da traição. Votaram pela admissibilidade, garante que irão votar pelo impeachment, mas mudam de voto.

      Ainda existe uma pequena ponta de esperança.

      Temos que torcer, e montar uma trincheira de resistência, divulgando nas redes sociais todas as falcatruas que esse governo fez, faz e fará, contra o povo brasileiro

  42. Juizeco orientando da

    Juizeco orientando da Janaína. A Janaina levou 47 mil pra fazer o processo do impeachment. Qual a tabela para finalizar o processo com perseguição a um partido político e um escândalo midíatico, seu juiz?

    Oh! Miséria.  A Janaina POSSESSA E DESONESTA INTELECTUAL Paschoal orienta teses sobre ciência jurídica na Usp, principal universidade brasileira. E não é a toa que o senhor juiz esqueceu de um preceito básico que é o desrespeito constitucional da invasão da residência funcional de uma senadora da república.Está comprovada a miséria intelectual, a desonestidade, o partidarismo da principal ciência construtora do respeito ao cidadão num estado de direito e numa república.

    Ou a demonstração efetiva do que é uma REPÚBLICA DAS BANANAS. 

  43. Prisão de Paulo Bernando: forjar um fato novo para o impeachment

    A prisão de Paulo Bernardo foi cronometrada e agendada para coincidir com dois fatos:

    – A divulgação do vídeo em que o finado e ex-presidente do PSDB Sérgio Guerra negocia propina (que aliás, não virou manchete de capa como a prisão de Bernardo; que aliás até agora não ensejou a prisão de NINGUÉM do PSDB);

    – A manchar a reputação de Gleisi Hoffman com todos ares de intervir na comissão de impeachment.

    A prisão preventiva e a condução coercitiva de Paulo Bernardo foi um show midiático combinado, assim como a de Lula. Ponto.

  44. Bola dentro, coisa nenhuma. A

    Bola dentro, coisa nenhuma. A indicação de Wilson Ferreira Jr. – da CPFL – para a Eletrobrás é parte do estratagema para venda de ativos da estatal. A CPFL é controlada pela Camargo Corrêa, interessada, segundo alguns técnicos do setor, em comprar (abocanhar) esses ativos. A conexão da Camargo com o ministro que ninguém sabe o nome (mas sabe-se que é filho do senador golpista Fernando Bezerra) é o jatinho de Eduardo Campos. Tutti buona gente…

    http://www.tijolaco.com.br/blog/mais-uma-cadeia-de-coincidencias-no-governo-temer-eletrobras/

  45. O PT pode
    Ingressar com uma ADPF com antecipação da segurança, contra todos os atos de Temer por ilegitimidade, esta completamente disconforme com (e disforme dos) princípios basilares do Estado Brasileiro: todo poder emana do povo e em seu nome é exercido: que anúncio foi eleitoralmente feito de Privataria ou privatizações de peças essenciais da infraestrutura, empresas chaves; que direitos trabalhistas ou previdenciários foram anunciados – eleitoralmente – os quais seriam cassados?? Que Estado foi o Mordomo do Mal autorizado a reduzir? Que eleição, sem aviso ou decisão popular, afinal lhe deu este mandato???

    Qual mandato tem para mandar matar e trucidar aqueles que no SUS, nas filas de espera, verão a morte chegar por falta de verbas??

    Além de pedir o efeito de tornar nulo todos os atos praticados por ele (ex-tunc)

  46. Pq ñ fazem isso com o Aécio?

    Pq ñ fazem isso com o Aécio? O cara é mencionadíssimo em ESQUEMAS e nada acontece!

    Agora o PT têm q denunciar SEMPRE essa JUSTIÇA SELETIVA,escolher o alvo e partir pra cima,

    só ficam levando bordoada e na defensiva, ora se estão certos pq o medo? O momento é de polarização,

    Se haverá RESPEITO AS LEIS ou DESRESPEITO,esse Judiciário é caríssimo e ñ atende ao povo,

    CABE SIM LEIS PARA ENQUADRÁ-LO E MAIS AINDA AGORA Q SENADORES FORAM AGREDIDOS

    AO BEL PRAZER E INTERPRETAÇÃO BEM PESSOAL DE UM JUIZ(sabia q o fruto do Moro iria se espalhar!)

    obs:Adoraria uma Lei para terceirizar PARTE do Judiciário e com isso economizar bilhões do povo!!

    Se os Senadores forem inteligentes agilizariam logo isso,depois deste desrespeito à casa!!!

     

     

    • Judiciário

      J.Marcelo,

      Como é que pode, num país pobre como o Brasil, um juiz de primeira instância, como o Moro, ganhar, em dólar, a mesma coisa que um juiz da Suprema Corte dos EUA, o país mais rico do mundo???

      Até quando o povo brasileiro vai pagar estes privilégios????

      • Obrigado LamarcaCarlos por

        Obrigado LamarcaCarlos por essa informação! AÍ É Q FICO MAIS INDIGNADO! Já li algo parecido tipo

        uma tabela de gastos do Judiciário em relação ao Pib e o Brasil era o PRIMEIRÃO da lista mundial!

        Esses caras são muitos CUSTOSOS e INFRUTÍFEROS para a nação brasileira,não valem o q se paga!!!

        OBS; e pior (ou será melhor?) temos somente este espaço p OPINIÕES e mais uns gatos pingados por aí!!

    • Judiciário

      J.Marcelo,

      Como é que pode, num país pobre como o Brasil, um juiz de primeira instância, como o Moro, ganhar, em dólar, a mesma coisa que um juiz da Suprema Corte dos EUA, o país mais rico do mundo???

      Até quando o povo brasileiro vai pagar estes privilégios????

      • “Até quando o povo brasileiro

        “Até quando o povo brasileiro vai pagar estes privilégios????”

        Até quando para alguns, esse judiciário de merda acabar com a raça do PT.

        Pergunte ao coxinha o que ele acha sobre o salário do Moro. 

        Garanto que vai dizer que é justo um juiz ganhar 77 mil.

        E se prender o Lula, por “meritocracia plus”, merecerá um salario de 150 mil. 

        Coisas de republiqueta de bananas sob o comando de coxinhas

  47. Não consigo ver sofisticação

    Não consigo ver sofisticação no golpe do Gilmar, sinceramente, Nassif. Tem mais embromação jurídica, como seu inglês embromation puro.  

    A unica vantagem é confundir a cabeça do pobre cidadão comum. Tipo tira a Dilma, mas também o Temer. Mas daí ele volta, ah sim, agora eleito, mas pelo congresso? Esse congresso? Não adianta, esse golpe só “convencerá” as pessoas na base do aceita que é “melhor”

  48. “”Os cegos pela ideologia, de

    “”Os cegos pela ideologia, de esquerda ou de direita, praticamente dividem o mundo entre o Bem e o Mal. Tudo o que os de direita fazem é mal, segundo um esquerdista. Se a mesma coisa é feita por esquerdistas, aí tudo é justificado. E vice-versa.””

    Os cegos ideologicos estão quase sempre apontando nos outros o que eles mesmo expressam ao longo de suas vidas e carreiras: sua cegueira ou ma-fé ideologica. E pelo andar do bonde, podemos esquecer qualquer resquicio de imparcialidade de nosso Poder Judiciario. Isto, quiça, so daqui a um século.

    Ontem assistimos a uma operação coordenada e orquestrada para, mais uma vez, toda a imprensa jogar pedra na Geni. Assim, Temer e sua meganha vão consolidando o golpe no Senado e o PT vai se afundando num lamaçal perante a opinião publicada, jamais visto na historia moderna. Ruim para Dilma, ruim para Pimentel (que provavelmente esta fora da reeleição em Minas) e muito ruim para Fernando Haddad em SP. Tudo muito bem pensado.

    Quanto ao aperfeiçoamento do golpe, nada choca mais que a participação de ministros do STF numa patranha do mais baixo nivel ja visto em terras tupiniquins. Gilmar Mendes, definitivamente, entrara para a Historia como o juiz do Supremo que mais conspirou e atuou para a derrubada de Dilma e do PT. Mas não apenas. Ha outros, que muito discretamente também colaboram para a consacração de um ato torpe, como esse terrivel impeachment e a manutenção de um governo do mais baixo clero.

    E que não falem em nome do povo. O povo não tem nada a ver com essa meganha. O povo esta alienado do processo e os que estão conscientes ou lavaram as mãos por corroborarem com tais praticas ou estão denunciando desde a reeleição de Dilma Rousseff o golpe no Estado democratico de direito. Portanto, não ousem falar em nosso nome.

  49. Triste

    Desses golpistas sujos terceiromundistas (Gilmar, Temer, Organizações Globo e seus compasas da grande mídia)  não há o que esperar, a não ser trevas e muito cambalacho. Triste mesmo é ver a suposta “esquerda” mais preocupada com os seus interesses menores, interesses que estão sendo colocados à frente dos interesses da nação. Isso é muito triste. E o Lula estadista? Cadê o Lula estadista que não peita essa turma, em?

  50. o ingles desse cara é

    o ingles desse cara é inviavel. Pior do que o do fhc. Arre! Melhor seria se falasse em portugues e contasse com um tradutor.

  51. Sr juiz, 
    Seu despacho é do

    Sr juiz, 

    Seu despacho é do dia 03/05

    No dia anterior a acusação não compareceu nesta “CEI 2016” O começo do trabalho da referida comissão !

    https://www.youtube.com/watch?v=-XPadpe2ujs

    Aí, no dia seguinte , o sr vem quem este despacho, inclusive assegurando “2 meses” à pedidos ?

    1- teoria do “domínio do fato”!. Estou questionando o SR, e a acusação que não compareceu.

    2- que dia o MPF deu entrada? 

     

     

     

  52. Acovardados?

    Parafraseando o Lula…

    O PT está acovardado.

    Os partidos de esquerda estão acovardados.

    Os movimentos sociais estão acovardados.

    • Comece convocando seus chegados

      Quem está acovardado é o povo, o de esquerda e quem apóia este governo…. Todo mundo com a bunda no sofá.

      Adianta chamar se ninguém vai lutar por seus direitos? Que povo acomodado é esse, que precisa de bibelô?

      Além do que, a grande midia sufocou e silenciou as manifestações. Poder de convocação só a Globo. PT e Lula estão sob bombardeio do Judiciário

      • Desculpas…

        Desculpas, desculpas, desculpas…

        Quando se quer se faz, não existem desculpas.

        O que existe, isto sim, é uma completa falta de coordenação da reação.

        Nem minimamente existe uma comunicação eficiente.

        Assim não há povo que se sinta motivado.

  53. Não são neutras as palavras nem a ordem em q são ditas/escritas.

    Prezados,

    Luís Nassif, outros jornalistas e mesmo profissionais  do meio jurídico e acadêmico parecem surpresos com a decisão inconstitucional do juiz Paulo Bueno de Azevedo. Entretanto basta a análise de um parágrafo escrito por tal magistrado, e que foi citado por Nassif, para perceber que de neutro e garantista ele NUNCA teve nada. Vejamos.

    “Os cegos pela ideologia, de esquerda ou de direita, praticamente dividem o mundo entre o Bem e o Mal. Tudo o que os de direita fazem é mal, segundo um esquerdista. Se a mesma coisa é feita por esquerdistas, aí tudo é justificado. E vice-versa.”

    Observem a ordem em que Fábio Bueno cita os termos “ideologia”, “esquerda”, “direita”, “bem’, “mal”. Para que possam perceber o quanto a ordem é importante e a diferença que ela faz, para a interpretação, compreensão e apreensão da mensagem, sobretudo nos apectos subliminares, vou reescrever a sentença de Paulo bueno, invertendo a ordem.

    “Os cegos pela ideologia, de direita ou de esquerda, praticamente dividem o mundo entre o Bem e o Mal. Tudo o que os de esquerda fazem é mal, segundo um direitista. Se a mesma coisa é feita por direitistas, aí é tudo justificado. E vice-versa.”

    Então, leitores? Perceberam a diferença que a inversão de palavras faz? Basta a leitura atenta desse simples parágrafo e do eque lhe segue na análise de Luís Nassif, para perceber qual a ideologia do juiz paulo bueno de Azevedo. após o parágrafo citado, Luís Nassif explica:

    “Na época, Bueno de Azevedo fazia doutorado na USP, sob orientação da professora Janaina Conceição Paschoal.”

    Os jornalistas e editores sabem muito bem que a ordem em que diz ou se escrve alguma coisa faz enorme diferença. Não por acaso as manchetes sobre escândalos são cuidadosamente preparadas, dependendo de quem está no foco das denúncias/acusações. Já nos acostumamos com lides que começam assim “Fulano de tal, do PSDB, nega acusações de que teria sido…” Ou “PF apreendeu documentos no escritório de beltrano, tesoureiro do PT…” Os sujeitos e os tempos verbais são cuidadosamente escolhidos, assim como a ordem em que são escritos ou ditos por locutores.

    No que se refere à atuação da PF, do MP e do PJ (sejam os juízes do PR, de SP, de Brasília ou qualquer outro estado) o que podemos perceber é que essas instituições se transformaram numa ORCRIM, partícipes do golpe contra a Democracia, sendo responsáveis diretas pela derrubada do governo legítimo e pela ascensão da quadrilha de saqueadores (encabeçados pelo PSDB e pelo PMBD) que tomou de asssalto o Executivo Federal, em 12 de maio de 2016. Marcelo Auler, em várias reportagens -algumas delas censuradas a pedido de delgados da PF da SR/DPF/PR – denunciou, com provas, diversas ilegalidades criminosas cometidas pela equipe da PF que compõe a força-tarefa da Lava a Jato, com a anuência de procuradores do MPF e do juíz sérgio moro. sérgio moro já cometeu vários crimes na condução dos processos e se o Judiciário brasileiro fosse sério e digno de respeito, o juiz paranaense já teria sido processado, julgado, condenado e preso.

    Gilmar mendes é exemplo do que a corajosa Eliana Calmon bem definiu: um bandido de toga. GM tem sólidos conhecimentos jurídicos e os usa para o mal. Mas sofisticado ou elegante, que me desculpe o Nassif, isso esse militante do PSDB-MT não é e nunca foi.

    • E observe também o uso da

      E observe também o uso da palavra “esquerdista” que, talvez o magistrado não saiba, mas é uma referência pejorativa às pessoas de esquerda.

  54. Boatos & Opções

        Alem desta manobra sofisticada descrita acima, que já tinha escutado, achei que fosse um boato de “interessados”, tipo uma sondagem do quanto seria possivel ela “colar”, escutei outra um pouco diferente, mas com o mesmo sentido, no qual a pessoa invocou um “Fator” que será apresentado em setembro, o ” Fator Carmen Lucia + Gilmar Mendes “, que teria o poder de manobrar de duas formas : 1. Queda da chapa Dilma – Temer pelo TSE, Carmem Lucia assume, e pode convocar, antes de dez/16, eleiçoes diretas para PR ; 2. Temer eleito congressualmente em Jan/17.

         

  55.  
    Desde que o PT abandonou

     

    Desde que o PT abandonou Bob Jeff na estrada (  escândalo dos Correios, Maurício Marinho, aliás, por onde andará o gajo? ) ele partiu pra vingança ( como faz hoje o Cunha ), e a elite ( e sua principal porta voz, a grande midia ) iniciou uma forte campanha para destruir essa raça ( o PT ).

     

    Passados 10 anos de bombardeio midiático ( lavagem cerebral 24 horas ininterruptamente todos os dias ) a elite conseguiu o que queria.

    Demorou, mas conseguiu.

     

    A Comissão de impeachment no Senado é um teatrinho.  Todos os senadores já estão com o voto definido há muito tempo.

    Aquilo é uma perda de tempo, uma insídia, uma perfídia, um escárnio.  Uma encenação para enganar pateta.

     

    O Brasil está lotado de pateta.  Patetas, imbecis, usados pelos muito vivos.

     

    Já era.

     

    A democracia já era.

     

    Dilma será definitivamente afastada.  E o TSE vai fechar o caixão.

     

    Moro vai prender o Lula.   Vai ser isso a cereja do bolo.

     

    O eleitor tem que se lascar,  voltar ao apagão para refrescar a memória e dizer eu era feliz e não sabia.

     

    É triste, mas a realidade é assim mesmo.

     

     

  56. Sofisticação do golpe?

    Lógico… Para esse bando de mamutes em loja de cristal não arrotar à mesa já é um grande presságio civilizatório.

    Mas cá pra nós, está mais para “pedalada, gambiarra, ou gato legal”.e, como neste País ultimamente qualquer jabuticaba (desde que aprovada pela Globo) cola…

    Aliás, a pergunta cabe: Quem é mais sofisticado? Gilmar com a solução “golpe a la paraguayita”, ou Joaquim com o Dominio de fato germano-tupiniquim?

    Para disfarçar um pouco a mutreta e aumentar a “SOFISTICAÇÃO”, Temer poderia tomar posse em Assunción.

    Sofisticação? Parem com isso

  57. Uma promiscuídade política-jurídico-institucional

    Após esse vídeo não tenho dúvidas: estamos sob a égide da promiscuidade política-jurídico-institucional ampla, geral e irrestrita.

  58. Chama o ladrão!!!!

    Copio trecho da matéria que dispensa comentário por sua clrareza e autoevidência:

    Na época, Bueno de Azevedo fazia doutorado na USP, sob orientação da professora Janaina Conceição Paschoal.

    Ontem, ele autorizou a invasão da casa de uma senadora, levou preso seu marido, o ex-Ministro Paulo Bernardo, mais duas pessoas e ordenou a invasão da sede do PT.

     

  59. Tudo bem

    Que o Temer e seu PMDB ,sempre foram  aliados( cupinxas) do PT.O Temer foi Vice da Dilma ,por escolha do PT.Agora fica de mi,mi,mi,.

    Coisa tipica do PT. Tudo a favor pode,contra é ferir a Constituição.A mesma que o PT não assinou.

    Nao gosto de nenhum politico que ai está seja do PT,PMDB,PSDB e e os annicos usados pelos Poderosos pra ter apoio em troca de Grana.

    Não é novidade isso. O PT quebrou o Brasil e seus militantes ficam fazendo mi,mi,mi pq perderam seus “empregos” ou aquela comissão da “EBC” foi a toa.

    Papo furado de militantes é assim mesmo.Quanbdo é a favor pode.

    Bando de Canalhas tanto os que estavam qto os que estão

  60. Peça 6

    Para mim, na verdade, a Peça 6 deveria ser a Peça 1 desse xadrez.

    A pergunta que nós devemos fazer e que nunca fizemos, apesar de 1964, é:

    A CIA fechou?

    Embora tenha se passado mais de 50 anos do golpe de 64, somente há poucos anos atrás foram revelados oficialmente pelo governo dos EUA o seu envolvimento naquele golpe.

    Pouco foi noticiado pela grande mídia; tudo aquilo que nós já sabíamos desde o início.

    Morreu no esquecimento. Para alguns setores privilegiados do país e por conveniência.

    A grande mídia é a orquestra dessa sinfônica muda.

    Alguns, com talento de um Bethoven, conseguiram entender, mesmos com os poucos e deturpados sinais digitais da linguagem dos surdosmudos.

    A falta de insistencia e a massificação dessas informações, cai no pensamento popular como teoria da conspiração.

    Essas pessoa agem e se comportam como ateus. Não acreditam em nada que é divino. Embora eles tenham simpatia pelos EUA – casos psicóticos -, ao batizarem seus filhos com nomes de personalidades norteamericanas tais como, Kennedy, Lincoln, Jefferson, e até o inacreditável Creedence, exjogador do Guarani e que não teve futuro. Grau máximo do viralatismo, subsidiado pelo analfabetismo extremo.

    Mas existiram o Irã-Contras, contrabando de cocaína patrocinada pela CIA para financiar derrubadas de governos, armas químicas do Iraque para justificar a sua destruição etc.

    O México condenado a pobreza, enquanto seu vizinho se tornava a maior potência econômica do planeta, e persiste até hoje. E ninguém apresenta uma explicação plausível! O povo mexicano, são realmente subraça?

    O pensamento mais lógico seria o “irmão” do norte dar apoio para os mexicanos progredirem para não precisar evitar a imigração em massa, ilegalmente para os EUA, a um custo astronômico com aparatos físico e militares.

    A compreensão lógica captamos pelos fatos moderadamente recentes de que na fronteira mexicana com os EUA se tornaram os maiores contrabandistas do mundo.

    Interessa à CIA o avanço do grau de sofisticação e o poderio dos chefões do cartel mexicano, assim como também interessa manter o povo mexicano na miséria para explorá-los como mão de obra barata para as suas multinacionais se instalarem lá. Um imigrante mexicano legal nos EUA além competir com a mão de obra do norte americano, terão todos os mesmos direitos. Então é muito mais lucrativo manter o seu vizinho na miséria.

    E o que isso tem a ver com o Brasil?

    Tudo a ver! Inclusive com a Rede Globo e sem trocadilho..

    Para dar mais sustentação a este comentário sugiro o link do Tijolaço:

    http://www.tijolaco.com.br/blog/tres-anos-atras-pergunta-que-hoje-esta-evidente-onde-esta-cia-fechou/

  61. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome