Revista GGN

Assine

Romério Rômulo é professor de Economia Política da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), em Minas Gerais. Entre seus livros de poesia publicados estão "Tempo Quando", "Matéria Bruta" e "Per Augusto & Machina". É um dos fundadores do Instituto Carlos Scliar, com sede no Rio de Janeiro.

eu vejo, nesta moça do meu medo, / todo o caminho que eu tenho andado.
0 comentários
o que importa a mim que a carne trema?; por romério rômulo
0 comentários
poetas vão dizer do meu suspiro / sereias todo dia vão urrar: / nas escadas finais do meu martírio.
0 comentários
sobre o rio sem margem que me bebe / tudo é belo e vão, tudo é estalo.
0 comentários
amigo, a sua mão está atada / na merda que é merda sem perdão.
2 comentários
te entrego, bela senhora / o meu verso já rasgado / -ainda queres, agora?; por romério rômulo
0 comentários
a morte é só o amor que come a gente
1 comentário
o navio que me leva / tem o destino da treva / mas me deixa em portugal
0 comentários
cavalo é cruel, cavalo é duro / se você quiser ver, eu vou chamá-los.
1 comentário
como morrer se o corpo chega em samba / e tudo fala em redenção da vida?
0 comentários